Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Projeto de prevenção às drogas deve beneficiar 50 municípios do Ceará

Will Almeida, prefeito Naumi Amorim (Caucaia), Onélia e Erika Amorim (Caucaia).

Com a presença da primeira dama do Estado, Onélia Leite, e de prefeitos e representantes de 50 municípios cearenses, a Secretaria de Política sobre Drogas do Estado promoveu, nesta quarta-feira, em sua sede, o ato de assinatura dos termos de cooperação para a execução do Projeto Prevenção em Família.

A iniciativa promete levar orientação especializada às famílias atendidas pelo Programa Mais Infância Ceará sobre desenvolvimento infanto juvenil e fortalecimento de vínculos, com ênfase na prevenção ao uso problemático de álcool e outras drogas, informa o titular da SPD, Will Almeida.

Objetiva também reforçar as habilidades de vida e difundir hábitos saudáveis.

(Foto – Divulgação)

Melhora quadro de saúde de Bibi Ferreira

O quadro de saúde da atriz, cantora e diretora Bibi Ferreira, de 96 anos, mantém-se estável, de acordo com boletim médico divulgado na tarde de hoje (6) pelo Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo. Ela está internada desde segunda-feira (6) para exames, que faz a cada dois meses, e tratamento de um quadro de desidratação. “O quadro clínico da paciente está estável e apresenta evolução no tratamento da desidratação”, informou o Pró-Cardíaco.

Como atriz e cantora, Bibi teve grande sucesso nos musicais Gota d’Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes, My Fair Lady, Alô Dolly e Piaf, a Vida de uma Estrela da Canção, em 1983. Com este espetáculo, Bibi percorreu o Brasil inteiro e vários países, encerrando a turnê em Portugal.

Em 1960, ela inaugurou a TV Excelsior com o programa Brasil 60, no qual usava o recurso do videoteipe para transmitir reportagens das capitais brasileiras, aposentando o programa ao vivo, o que, até então, era comum na TV brasileira. O sucesso foi tanto que se desdobrou em Brasil 61, Brasil 62 etc. Na Excelsior, fez também Bibi Sempre aos Domingos. Em 1968, ela voltou à televisão, mas sem o teipe, e comandou na TV Tupi carioca o musical Bibi ao Vivo, com direção de Eduardo Sidney. No programa, Bibi apresentava, cantava e dançava com a orquestra do Maestro Cipó e as coreografias de Nino Giovanetti no histórico auditório da Urca.

Bibi Ferreira nunca aceitou papéis em telenovelas, pois não se sentia à vontade vivendo personagens na telinha. O veículo se adequava melhor a seu temperamento histriônico de apresentadora, onde criou estilo único. Além de ser poliglota, sempre transmitiu muita credibilidade, que vinha de sua ampla cultura, e fazia isso com charme imbatível. Na transmissão que fez para a TV Tupi, em 1972, da entrega do Oscar, maior prêmio do cinema mundial, mostrou todo esse potencial.

Nos anos 90, Bibi Ferreira completou 50 anos de trajetória artística com o espetáculo Bibi in Concert. Em 2009, em homenagem ao Ano da França no Brasil, ela retornou ao Teatro Maison de France para reviver o musical Bibi Canta e Conta Piaf.

(Agência Brasil)

STF – Maioria dos ministros suspende uso do voto impresso

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, há pouco, suspender o uso do voto impresso nas urnas eletrônicas durante as eleições de outubro. A Corte julga na tarde desta quarta-feira (6), pedido de liminar da Procuradoria-Geral da República (PGR) para impedir a impressão, criada na minirreforma eleitoral, em 2015.

Até o momento, votaram contra a impressão do voto os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Marco Aurélio, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski. A maioria entendeu que a impressão viola o princípio constitucional do sigilo do voto.

O julgamento continua para tomada dos votos restantes, dos ministros Celso de Mello e da presidente, Cármen Lúcia. O relator do caso, Gilmar Mendes, e Dias Toffoli, votaram pela manutenção do voto impresso.

Apesar de ser chamado de voto impresso, o mecanismo serve somente para auditoria das urnas eletrônicas, e o eleitor não ficará com o comprovante da votação.

Ao entrar na cabine, o eleitor digitará o número de seu candidato. Em seguida, um comprovante para conferência vai aparecer no visor da urna. Se a opção estiver correta, o eleitor confirma o voto, e a impressão será direcionada para uma caixa lacrada, que será analisada posteriormente pela Justiça Eleitoral. A fiscalização deverá confirmar se os votos computados batem com os impressos.

(Agência Brasil)

Polícia Federal pede quebra do sigilo telefônico de Temer

A Polícia Federal (PF) pediu a quebra do sigilo telefônico do presidente Michel Temer e dos ministros Eliseu Padilha (MDB-RS), da Casa Civil, e Moreira Franco (MDB-RJ), de Minas e Energia. O Palácio do Planalto disse que não vai comentar o pedido da PF. A informação é do Portal G1.

O pedido foi apresentado ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito que investiga os três emedebistas dentro da Operação Lava Jato. O inquérito apura o suposto de pagamento de propina pela Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil quando a pasta foi comandada pelo MDB, em 2014.

Com o pedido de quebra de sigilo, a PF pretende rastrear telefonema do presidente e dos dois ministros em data próxima a um encontro no Palácio do Jaburu, residência oficial de Michel Temer, onde teria sido acertado o pagamento pela Odebrecht. De acordo com o depoimento do delator Cláudio Melo Filho, ex-executivo da Odebrecht, ao Ministério Público Federal (MPF), o presidente Michel Temer pediu, em 2014, R$ 10 milhões ao empreiteiro Marcelo Odebrecht.

Segundo Melo Filho, quando Temer ocupava a Vice-Presidência da República, ele compareceu a um jantar no Palácio do Jaburu, com a participação de Marcelo Odebrecht, e do ministro Eliseu Padilha. Ainda de acordo com o delator, neste encontro Temer solicitou “direta e pessoalmente” a Marcelo Odebrecht apoio financeiro para as campanhas do MDB em 2014.

Sobre esse assunto, o presidente já admitiu que houve o jantar, mas sempre disse que não falaram de valores. Quando este depoimento se tornou conhecido, o Palácio do Planalto divulgou nota informando que o presidente Michel Temer “repudia com veemência” o conteúdo da delação de Melo Filho.

Quebra de sigilo

O inquérito que investiga o suposto pagamento dos R$ 10 milhões foi aberto no ano passado, mas Temer só foi incluído entre os investigados em março deste ano.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou contra o pedido da PF para quebra de sigilo telefônico do presidente. Porém, se manifestou a favor da quebra de sigilo dos ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha. Raquel Dodge considerou que não há indícios consistentes, até agora, contra o presidente para deferir a medida.

No inquérito dos portos, em que Temer também é investigado, a PF pediu quebras de sigilos bancários. A PGR foi contra, mas o ministro Luis Roberto Barroso, relator do inquérito no STF, autorizou a quebra de sigilo do presidente Michel Temer, atendendo pedido da PF. No caso do inquérito sobre suposta propina da Odebrecht ao MDB, a decisão sobre a quebra de sigilo caberá ao ministro Fachin.

Rival dos Ferreira Gomes em Sobral, Moses Rodrigues agora é todo sorrisos junto a Camilo Santana

Moses Rodrigues, Camilo, deputado Leonardo Araújo e o prefeito Carlomano Marques.

O governador Camilo Santana (PT) mostrou, na prática, mais uma vez, que habilidade política não lhe falta. Na recente entrega de uma areninha em Pacatuba (Região Metropolitana de Fortaleza), atraiu, além do apoio do prefeito Carlomano Marques, que já bateu muito nos Ferreira Gomes no passado, outro nome que, em Sobral, é oposição a essa família: o deputado federal Moses Rodrigues (MDB).

Essa turma, no entanto, chega ao aconchego oficial levada pelas mãos do presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB). O deputado estadual Leonardo Araújo (MDB) é outro que se engajou ao corinho pró-reeleição de Camilo.

(Foto – Blog Sobral de Prima)

MP recomenda à Prefeitura de Boa Viagem que reduza gastos com pessoal

349 1

A 2ª. Promotoria de Justiça da Comarca Boa Viagem recomendou que a Prefeitura de Boa Viagem remeta o cronograma das medidas que pretende adotar para reduzir os gastos com pessoal. A informação é da assessoria de imprensa do Ministério Público Estadual. O objetivo é fazer com que o Município volte a se enquadrar no que estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Pelo texto do documento, a Prefeitura tem 30 dias para informar que medidas serão adotadas para cumprir o recomendado.

Além disso, a Prefeitura deve se abster de conceder vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, salvo os derivados de sentença judicial ou de determinação legal ou contratual. O Município também não deve criar cargo, emprego ou função; e alterar estrutura de carreira que implique aumento de despesa. Caso a Prefeitura de Boa Viagem não cumpra com as orientações, o MPCE tomará as medidas judiciais cabíveis para com a administração municipal.

O representante do MPCE, promotor de Justiça Alan Moutinho, também recomendou que a Prefeitura não deve prover cargo público, admitir ou contratar pessoal a qualquer título, ressalvada a reposição decorrente de aposentadoria ou falecimento de servidores das áreas de Educação, Saúde e Segurança Pública.

Lei da Responsabilidade Fiscal

A recomendação leva em consideração que a Lei de Responsabilidade Fiscal limita o gasto máximo do município com pessoal no percentual de 54% da Receita Corrente Líquida. O município de Boa Viagem, no que tange à despesa total com pessoal do Poder Executivo, nos últimos quatro quadrimestres ultrapassou em demasia os limites totais.

Segundo Relatório de Gestão Fiscal (RGF), exarado pelo Município de Boa Viagem relativamente ao 1º quadrimestre de 2018, o Poder Executivo ultrapassou o limite total de gastos com despesas de pessoal, atingindo o patamar de 66,36% da Receita Corrente Líquida do Município. A LRF estabelece que, ao ultrapassar o limite prudencial, o ente federativo tem que eliminar o excedente “nos dois quadrimestres seguintes, sendo pelo menos um terço no primeiro”.

Ainda segundo o Relatório de Gestão Fiscal, referente ao 3º quadrimestre de 2017 – SIM (Sistema de Informações Municipais – TCE), o poder executivo contava com 1.728 servidores efetivos; e 439 prestadores de serviços, leia-se, contratados temporariamente; e ainda 232 servidores comissionados.

Para tanto, o gestor deve, entre outras medidas, reduzir em pelo menos 20% as despesas com cargos em comissão e funções de confiança (inclusive pela extinção de cargos e funções a eles atribuídos); exonerar os servidores não estáveis; exonerar os servidores que acumulem ilicitamente cargos públicos fora das hipóteses previstas na Constituição, entre outras medidas.

Segundo Alan Moitinho Ferraz, “esse é o momento para se somar esforços para tornar a gestão pública eficiente, a fim de reconduzir a despesa com pessoal para abaixo do limite, possibilitando viabilizar futuras contratações necessárias ao interesse público, mormente nas áreas de Saúde e Educação, cumprindo-se a Lei de Responsabilidade Fiscal”, afirmou.

MEC libera R$ 734 milhões pra custeio das instituições federais de ensino

O Ministério da Educação autorizou a liberação de R$ 734,18 milhões para as instituições federais de ensino vinculadas à pasta. A verba será utilizada para manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outras destinações. “Esses recursos asseguram o compromisso mantido pelo MEC com as instituições federais, garantindo o pagamento de custeio e investimento dos institutos federais e universidades, além de auxiliar no equilíbrio do orçamento de cada uma dessas instituições”, disse o ministro da Educação, Rossieli Soares.

A maior parte dos valores autorizados, R$ 536,59 milhões, foi destinada às universidades federais, incluindo os hospitais universitários. Já a rede federal de educação profissional, científica e tecnológica obteve autorização para um montante de R$ 195,49 milhões. O restante, R$ 2,10 milhões, foi autorizado em favor do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), do Instituto Benjamin Constant (IBC) e da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Neste ano, o Ministério da Educação autorizou o repasse de R$ 3,21 bilhões para as instituições federais vinculadas à pasta, incluindo o que foi destinado ao pagamento de despesas das universidades e institutos federais, do Ines, do IBC e da Fundaj. As informações são do site do MEC.

Grupo que controla marcas como iFood é multado em R$ 1 milhão por questões trabalhistas

A Superintendência Regional do Trabalho de São Paulo (SRT-SP) autuou a Rapiddo, empresa do Grupo Movile, holding que controla marcas como iFood e Spoonrocket, e que utiliza plataformas tecnológicas de serviços sob demanda via aplicativos de smartphones. A mesma tecnologia e modelo de negócios é utilizada, por exemplo, nos aplicativos de serviços de transportes de passageiros. Após as investigações, auditores-fiscais do trabalho expediram 14 autuações e duas notificações. A informação é do site do Ministério do Trabalho.

Entre as irregularidades estão a falta de registro na carteira profissional dos motociclistas e recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Somados, os valores de multa e FGTS podem chegar a R$ 1 milhão. Os auditores consideraram o comportamento da empresa durante um ano e uma amostragem de 675 trabalhadores.

A empresa foi notificada e tem até o dia 19 de junho para regularizar a situação dos motociclistas, sob pena de nova autuação. O auditor-fiscal Sérgio Aoki explica que a empresa ocultava a relação de emprego com os motoboys ao defender que se tratava de um aplicativo de smartphone para facilitar a captação de clientes.

Igreja do Carmo recebe nesta sexta-feira as relíquias de São João Vianney

Nesta sexta-feira, a Igreja do Carmo, situada no Centro de Fortaleza, receberá, direto da cidade de Ars, na França, relíquias (cálice e pedaço do coração) de São João Maria Vianney, patrono de todos os padres. Na data, 8 de junho, é comemorado pela igreja o sagrado Coração de Jesus e o Dia Mundial de Oração pelos religiosos.

“Com imensa alegria vamos receber em nossa paróquia o cálice-relíquia de São João Maria Vianney e um pedaço de seu coração que ficarão expostos durante a Tarde da Misericórdia aberto ao público em geral”, explica padre Douglimar Lucena, membro da Comunidade Shalom, vigário da Igreja do Carmo.

As relíquias estão percorrendo algumas cidades do Brasil, sob os cuidados do reitor da Basílica de Ars, Padre Patrice Chocholski. O acontecimento se deve à comemoração do bicentenário da chegada de São João Maria Vianney à pequena cidade de Ars.

Na madrugada de quinta para sexta, as relíquias estarão expostas na vigília perpétua de adoração ao Santíssimo Sacramento na Diaconia Geral, sede do Governo Geral da Comunidade Shalom, que fica em Aquiraz (RMF). Na manhã de sexta-feira, serão conduzidas para o encontro privativo dos padres da Arquidiocese de Fortaleza.

Confira a programação da Tarde da Misericórdia

15h – Chegada das relíquias.

15h10 – Recitação do Terço da Misericórdia e intercessão por todos os sacerdotes.

15h45 – Palavra do Pe. Patrice, Reitor da Basílica de Ars.

16h00 – Benção do Santíssimo Sacramento.

17h – Santa Missa

SERVIÇO

*A Igreja do Carmo está situada na avenida Duque de Caxias, sem número, no Centro de Fortaleza. A Paróquia é administrada por padres da Comunidade Shalom.

Clima de Pré-campanha – General Theophilo divulga caminhada que fez na terra dos Ferreira Gomes

O PSDB do Ceará divulga, em suas redes sociais, a recente caminhada que o general Theophilo fez pelo Beco do Cotovelo, tradicional via da cidade de Sobral (Zona Norte), terra dos Ferreira Gomes.

Em clima de pré-campanha, Theophilo, tendo ao lado o senador Tasso Jereissati, iniciou o que o PSDB chama de publicização de suas propostas e, principalmente, contato de perto com o eleitorado para se tornar conhecido.

Presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros no Ceará quer ser deputado federal

Francisco Moura, que atua no Sinditaxi Ceará, está se afastando, nesta quarta-feira, não só dessa entidade como também da presidência da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) no Ceará.

Ele vai tentará cadeia de deputado federal pelo PRTB.

Antes, filia mais um sindicato à Central, no caso o de trabalhadores rurais de Nova Olinda (Região do Cariri).

(Foto – Divulgação)

Em clima de pré-campanha, RC e Camilo lançam pacote de obras na periferia de Fortaleza

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) e o governador Camilo Santana (PT) vão estar juntinhos novamente, a partir das 18 horas desta quarta-feira, lançando um pacote de obras na Regional IV. A informação é da assessoria de imprensa do Paço Municipal, adiantando que os dois assinarão a ordem de serviço que autoriza a requalificação de praças e a implantação de areninhas, mini areninhas, brinquedopraças e equipamentos de ginástica em oito bairros: Vila Peri, Serrinha, Parangaba, Itaoca, Dendê, Itaperi, Vila União e Aeroporto.

Essas obras integram o programa Juntos por Fortaleza e inclui também um mutirão de serviços gratuitos no bairro Parangaba relacionados à cidadania (emissão de documentos: RG e CPF. Cadastro de Microempreendedor Individual, Bolsa Família, Cartão do Idoso, Bilhete Único e Cartão Gratuidade Pessoa Com Deficiência), qualidade de vida (corte de cabelo, manicure, pintura de gesso, oficina de e.v.a. e zumba) e prevenção em saúde (vacinação, operação quintal limpo, distribuição de preservativos, aferição de pressão e nutrição). Também estão previstas, até o dia 21 próximo melhorias como limpeza, reforço na iluminação e serviço de recuperação asfáltica).

PRAÇAS:

As três praças que terão suas Ordens de Serviços autorizadas para início das requalificações são:

* Praça Estudante Jucá- Bairro Serrinha

* Praça 1º de janeiro- Bairro Parangaba

*Praça das Nações- Itaperi

BRINQUEDOPRAÇAS E EQUIPAMENTOS DE GINÁSTICA:

O Programa Juntos por Fortaleza nos Bairros instalará Brinquedopraças na:

* Brinquedopraça – Praça Jovem Jesus, na Parangaba.

* Brinquedopraça – Praça da Cruz Grande- Serrinha.

* Brinquedopraça- Praça 1º de janeiro- Bairro Parangaba.

ARENINHAS E MINI ARENINHAS

As Areninhas e Mini Areninhas que integram o pacote de benefícios serão instaladas nos seguintes endereços:

* Areninha – Campo do Vila Betânia- Rua Casemiro de Abreu- Parangaba

* Areninha – Campo do Itaoca- Travessa Peru X Rua Álvares Cabral

*Areninha- Campo do Serrinha- Rua Pedro Ramalho- Serrinha

* Mini Areninha – Rua Sol X Rua Mercúrio- Aeroporto

* Mini Areninha – Rua José Vieira X Rua Joaquim Pinto- Vila União.

Petrobras diminui 0,45% do preço da gasolina na refinaria

A Petrobras anunciou hoje (6) uma nova redução do preço da gasolina nas refinarias de todo o país, a terceira queda consecutiva. Segundo o site da estatal, o preço da gasolina passará a custar, a partir de amanhã (7), R$ 1,9617, 0,45% inferior ao preço que vigorava no dia de hoje, de R$ 1,9706.

Desde a última alta anunciada para valer no dia 2, o preço da gasolina nas refinarias já caiu 2,45%.

(Agência Brasil)

Após greve, batata inglesa registra queda de 57,78 nos preços da Ceasa

A batata inglesa registrou, nesta quarta-feira, uma redução de R$5,2 em relação ao último mês (57,78%). Apenas o couve-flor teve aumento de R$0,50, comercializado hoje a R$3,50. Todas as demais hortaliças têm redução de pelo menos 8% nos preços. A informação é da assessoria de imprensa da Ceasa, que atingiu 100% de sua operação após o fim da greve dos caminhoneiros. A expectativa confirma a antecipação da previsão inicial de retorno da capacidade total de 10 dias após a suspensão dos protestos. O grande volume de frutas e hortaliças registram queda nos preços.

“É a garantia de que o consumidor das Ceasa de Maracanaú, Barbalha e Tianguá irão adquirir alimentos de qualidade com bom preço”, comemora o analista de mercado da Ceará Odálio Girão. O aumento do volume de produtos que chegam para abastecer o mercado favorecem o efeito de preços mais atraentes para o consumidor.

De acordo com Girão, os produtos cearenses com maior queda de preços são o milho verde a R$0,50 a unidade e o feijão a R$5,00. A oferta de ambos representa uma redução de 16,67% quando comparada ao mês de maio.

Entre as frutas a retomada do abastecimento atenuou o abacaxi (12,5%), acerola (10%), maracujá (26,67%), melão japonês (10%), morango (14,29%) e o sapoti (16,67%).

(Foto – Divulgação)

Em plena crise, Câmara dispara gastos com combustível

Pesquisa exclusiva do Ranking dos Políticos mostra que a Câmara gastou R$ 54,5 milhões de reais em combustíveis e lubrificantes entre 2015 e 2017. É o que revela a Coluna Radar, da Veja Online, nesta quarta-feira.

O número é 12% superior se comparado ao triênio anterior, de 2011 a 2014, quando foram dispendidos R$ 48,7 milhões.

A disparada acontece, justamente, durante a eclosão da última recessão.

Ex-ministro da Educação prestigia em Fortaleza lançamento de livro sobre a Reforma do Ensino Médio

O ex-ministro da Educação, José Henrique Paim, vai estar em Fortaleza nesta sexta-feira. Ele participará, a partir das 18h30min, na Livraria Cultura, do lançamento do livro “Os Desafios do ensino médio”.

A publicação, da Editora FGV, conta com artigos do secretário estadual da Educação, Rogers Mendes, e do ex-titular da Seduc, Idilvan Alencar, pré-candidato a deputado federal pelo PDT.

No ato, haverá debate sobre a Reforma do Ensino Médio.

SERVIÇO

*Livraria Cultura – Avenida Dom Luís, 100 – Loja 8 – Bairro Aldeota.

(Foto – Divulgação)

A sociedade dos “roedores humanos”

Com o título “Atavismo da miséria”, eis artigo de Irapuan Diniz de Aguiar, advogado e membro da Academia Fortalezense de Letras. Para ele, viver bem, com direitos respeitados, é um bom remédio contra a violência. Confira:

Nas últimas décadas há se agravado a situação de miséria em que vivem os países considerados do terceiro e quarto mundos. Num comportamento paradoxal, organismos internacionais como o BIRD e o FMI, apelam aos governos dessas nações para cuidarem, com maior interesse, das questões sociais enquanto impõem, para concessão de financiamentos, regras fiscais rígidas que inviabilizam a implementação de políticas no setor.

No plano interno, vê-se o governo exortar a sociedade para empreender uma parceria com o fim de erradicar a pobreza, materializando o propósito com a criação de programas como o “Bolsa Família” cujos resultados necessitam de uma maior transparência e acompanhamento a fim de permitir a todos uma correta avaliação de sua eficácia. No âmbito do Legislativo, vêem-se políticos historicamente desvinculados dessas preocupações, defenderem a adoção de medidas de combate à pobreza cujas iniciativas, coincidentemente, são debatidas e aprovadas em anos pré-eleitorais, não havendo como se dissociar seus autores de suas pretensões políticas.

Não estaremos, no Brasil, correndo o risco de um futuro atavismo da miséria? Seria conveniente que os mencionados organismos internacionais e o governo como um todo, refletissem sobre o seguinte fato: experiência feita com ratos criados em viveiros limpos, espaçosos e com abundante comida, provou que eles convivem em paz; porém, diminuindo-lhes os espaços e as condições de ambiente, pelo calor e pela falta de alimentos e aumentando o número de concorrentes, começa o mal estar no grupo e estes roedores passam a se agredir disputando os meios de sobrevivência, chegando a se matarem. Imagine-se, agora, sem analisar aqui os reflexos da seca do Nordeste – um transporte mental de tal quadro para milhares de favelas, cortiços e mocambos existentes nos grandes centros urbanos, com chefes de famílias numerosas desempregados, sem dinheiro, morando num quarto apertado ou debaixo de viadutos, com total falta de higiene pela inexistência ou escassez de água e agasalho, iluminação deficiente, etc – e, acima de tudo, sentindo a carência de alimentos. O que esperar daí? A propósito, alguém já teria procurado fazer um levantamento estatístico sobre o estranho fenômeno ocorrido nos últimos tempos, da relação existente entre o enriquecimento dos bancos e o fechamento ou falência de pequenas empresas, bem como da entrega ou retomada de imóveis financiados por inadimplência e o respectivo crescimento da quantidade de favelas nas capitais, com famílias em condições de vida subumanas? Em números proporcionais, sintomaticamente, parecem correr juntos. E, para se enxergar de perto as realidades e pisar no chão, faz-se necessário um pequeno esforço. De helicóptero, a miséria é apenas um quadro de pintor que não se assina, é obra apócrifa. Informações, gráficos e porta vozes não bastam. Uma realidade: a favela, hoje, não pode ser vista como o cômodo argumento de ser “esconderijo de bandidos”. O barraco, em razão do sufoco em que a sociedade está submetida, passou a ser a residência, o asilo inviolável do indivíduo, que não tem meios de morar melhor e abrigar a família condignamente. Atente-se, ademais, para as “ocupações”, problema social inquestionável, mas, também, por vezes, monitorizadas politicamente por interesses meramente “eleitoreiros”.

Parece-nos que, a continuar nesse ambiente de pressão, sem válvulas de escape, há o risco de, num futuro próximo, a sociedade defrontar-se com uma enormidade de “roedores humanos”, dentre os que escaparem da morte na primeira infância.

*Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado e membro da Academia Fortalezense de Letras.

Procuradoria Geral do Estado sinaliza com concurso público

671 1

A Procuradoria Geral do Estado quer lançar, ainda neste mês, edital de um novo concurso público. A informação é do titular da PGE, Juvêncio Viana, adiantando que o órgão deve oferecer 10 vagas de procurador para aliviar carências. Ele não deu mais detalhes.

Para concorrer é necessário possuir bacharelado em direito, com registro na ordem dos advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial do cargo é de R$ 16.720,00.

Mantega, em depoimento, culpa filho por investimento na JBS

Em depoimento dado à Polícia Federal no último dia 29, e obtido com exclusividade pela Coluna Radar, da Veja Online, o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirma que não sabia que seu filho, Leonardo, havia pedido 5 milhões de dólares ao empresário Joesley Batista.

Esse dinheiro foi injetado em 2012 na Companhia Brasileira de Distribuição de Material Esportivo e Saúde, que tem como nome fantasia Pedala. Leonardo foi sócio da empresa por quatro meses.

Mantega afirma que o filho e Joesley se conheceram casualmente, durante um almoço em São Paulo. “Os dois conversaram um pouco e trocaram cartões”, disse Mantega.

Ele afirma que durante o almoço disse a Leonardo “que preferia que ele não entrasse em contato com Joesley, porque sabia que a empresa na qual Leonardo trabalhava estava em busca de investidores. E receava que isso fosse mal interpretado pelo empresário”.

Segundo o ex-ministro, “somente depois da delação da JBS é que ficou sabendo, pelo próprio Leonardo, que ele acabou procurando Joesley à sua revelia.