Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Ministro da Educação anuncia novos secretários

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou hoje (10) os novos secretários que vão compor a equipe do Ministério da Educação (MEC). Haverá mudanças na maior parte das secretarias.

De acordo com nota divulgada pelo MEC, chefiará a Secretaria Executiva Antonio Paulo Vogel de Medeiros. O novo secretário executivo adjunto será Rodrigo Cota. A Secretaria de Educação Superior será chefiada por Arnaldo Barbosa de Lima Junior e a Secretaria de Educação Básica, por Janio Carlos Endo Macedo.

Para a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, foi escolhido Silvio José Cecchi. A Secretaria da Educação Profissional e Tecnológica será comandada por Ariosto Antunes Culau.

Permanecem noc cargos os titulates da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação, Bernardo Goytacazes de Araujo, e de Alfabetização, Carlos Francisco Nadalim. A Secretaria de Alfabetização é responsável pela elaboração de uma Política Nacional de Alfabetização, meta estipulada para o MEC para os 100 dias de governo do presidente Jair Bolsonaro.

Conheça os novos secretários:

Secretário executivo, Antonio Paulo Vogel de Medeiros: Auditor federal de finanças e controle desde 1998. Foi assessor e diretor do Instituto de Resseguros do Brasil, assessor especial no Ministério da Fazenda e no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Nesse último, também foi secretário de Gestão. Foi consultor do Banco Mundial em finanças públicas e atuou em diversos colegiados, conselhos fiscais e de Administração. Atuou na transição do governo federal e, em janeiro de 2019, assumiu o cargo de secretário executivo adjunto da Casa Civil da Presidência da República.

Secretário executivo adjunto, Rodrigo Cota: Analista de comércio exterior dos quadros do Ministério da Economia. Ocupou diversos cargos na administração pública federal, tendo sido secretário executivo adjunto do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, onde coordenou o Comitê de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas. Antes do Ministério da Educação, ocupava o cargo de diretor de Programas da Secretaria Executiva do Ministério da Economia, onde respondia pelos assuntos da Previdência Social, Trabalho e Políticas Sociais.

Secretário de Educação Básica, Janio Carlos Endo Macedo: Funcionário aposentado do Banco do Brasil, onde trabalhou por 34 anos, exercendo vários cargos na rede de agências. Ele ocupou, na Direção-Geral do banco, os cargos de gerente-geral do segmento Alta Renda, diretor de Varejo, diretor-presidente da BB Previdência e diretor de Governo. Foi ainda diretor comercial do Grupo Segurador Banco do Brasil Mapfre. Foi conselheiro fiscal da empresa BB Aliança Participações; conselheiro de administração da empresa Ativos S/A; conselheiro fiscal da empresa Usiminas S/A; e conselheiro fiscal do Grupo Ultrapar. No Poder Executivo, foi secretário executivo do Ministério do Trabalho e assessor especial do ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Até chegar ao MEC, era secretário adjunto de Gestão e Desempenho de Pessoal, ligada à Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital.

Secretário de Educação Superior, Arnaldo Barbosa de Lima Junior: Analista técnico de políticas sociais. Foi um dos autores da reforma do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Atualmente, é diretor de Seguridade na Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo (Funpresp-Exe) e membro do Conselho Nacional de Previdência Complementar. Foi assessor especial e diretor de Assuntos Fiscais e Sociais no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e secretário adjunto de Política Econômica no Ministério da Fazenda. Foi conselheiro fiscal e de administração das seguintes empresas: Agência Especial de Financiamento Industrial (Finame); Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A. – Pré-Sal Petróleo (PPSA); BB Tecnologia e Serviços (BBTS); BB Banco de Investimento (BB BI); Banco do Nordeste (BNB); BB Gestão de Recursos, Distribuição de Títulos e Valores Mobiliários (BB DTVM); e Caixa Econômica Federal, entre outras.

Secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior, Silvio José Cecchi: Foi diretor de Desenvolvimento da Educação em Saúde da Secretaria de Educação Superior do MEC entre 2016 e 2018, quando assumiu a titularidade da Seres. É pós-graduado em análises clínicas e foi presidente do Conselho Federal de Biomedicina. Ao longo de sua vida profissional, acumulou cargos nas funções de coordenador do curso de biomedicina do Centro Universitário Barão de Mauá; diretor-geral da Faculdade COC; diretor de pós-graduação da Anhanguera Educacional; diretor de Logística das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU-SP) e ex-presidente da Associação Brasileira de Biomedicina (ABBM).

Secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Ariosto Antunes Culau: Atuou no governo do Rio Grande do Sul, como secretário de estado de Planejamento e Gestão, e no governo de Goiás, como superintendente do Tesouro Estadual. No governo federal, foi secretário de Orçamento Federal, subsecretário de Assuntos Econômicos da Secretaria Executiva e secretário executivo adjunto do Ministério da Fazenda. Antes de integrar a equipe do MEC, atuava como secretário de Gestão Corporativa do Ministério da Economia, tendo auxiliado na estruturação do novo ministério.

(Agência Brasil)

Justiça do Trabalho: o que será, que será?

150 1

Com o título “Justiça do Trabalho: o que será, que será?”, eis artigo de Emmanuel Furtado, desembargador federal do Trabalho e professor da Universidade Federal do Ceará. Ele faz defensa da Justiça Trabalhista como segmento que defende reais interesses do cidadão. Confira:

O Poder Judiciário é dividido entre Justiças Comuns, estaduais e federais, e Justiças Especializadas. Mas há algo “que me bole por dentro”, “brota à flor da pele”, “que não tem mais jeito de dissimular”: uma notória implicância com a Justiça mais célere e de inquestionável papel de propiciar a cidadania através da jurisdição, a Justiça do Trabalho!

Dia 1º de abril houve uma movimentação que envolveu membros da Justiça Trabalhista e operadores do Direito que nela atuam, atrelando o “dia da mentira” com a divulgação de hashtags pelos comprometidos com a verdade, para, vez que tais implicâncias vão e vem, como “o que não tem descanso, nem nunca terá”, arredar afirmações tais quais a de que a Justiça do Trabalho é como jabuticaba, só tem no Brasil (eu mesmo visitei a Justiça do Trabalho na maior potência da Europa, a Alemanha), a de que gasta demais com folha de pagamento e manutenção de sua infraestrutura, quando é grande arrecadadora de imposto de renda e contribuições previdenciárias, seja ocorrendo um acordo, seja o empregador vindo a ser condenado, sendo, portanto, superavitária.

Mas “o que não tem vergonha, nem nunca terá” teima em emparedar tal Justiça obreira, até pelo argumento de ela não dar lucro. Mas quem disse que um direito do cidadão e um dever do Estado há de ser prestado por este com ganho de capital, como se fosse uma empresa? Será que “nem todos os unguentos vão aliviar” esse frenesi do capital, por intermédio de multinacionais, bancos e grandes empresas, de apequenar e defenestrar a Justiça mais voltada para a conciliação e efetivação da paz social, objetivo maior do Direito?

“Uma aflição medonha me faz implorar”: que se tenha a plena noção do imenso papel social da Justiça do Trabalho e a mesquinhez e desvio de olhar para os mais necessitados da sociedade brasileira, hoje com índice de felicidade descendente, segundo estudo da FGV. Pense duas vezes antes de arrancar do Poder Judiciário esta operante Justiça Trabalhista, pois “todos os suores me vêm encharcar” e “todos os tremores me vêm agitar”!

*Emmanuel Furtado,

Desembargador federal do TRT do Ceará e professor da UFC.

Tuco da Portela faz show em Fortaleza

Eis aí o sambista Tuco Pellegrino, ou o Tuco da Portela, que integra a velha guarda a Portela, uma das mais tradicionais escolas de samba do Rio. Tuco vem dar show de samba em Fortaleza, mais precisamente no Bombar Beer Deck, neste sábado, a partir das 20 horas.

Em conversa com a reportagem do Blog, Tuco da Portela fala dos projetos e até dar uma palhinha no seu inseparável cavaquinho.

Confira o sambista

Youtube: bit.ly/youtube-tucopellegrino

Spotify: bit.ly/tuco-pellegrino

SERVIÇO

Restaurante Bombar – Rua Marechal Rondon, 35 – Aldeota.

Audic Mota reivindica implantação de Centros de Línguas no Interior

A Assembleia Legislativa aprovou requerimento solicitando à Secretaria de Educação do Estado a instalação de sedes do Centro Cearense de Idiomas (CCI) em 20 municípios. O requerimento é de autoria do deputado Audic Mota (PSB).

O parlamentar considera esse projeto do governo estadual dos mais “exitosos” e avalia que precisa também expandir para o Interior. Audic aponta lista de municípios que já reivindicam esse benefício: Arneiroz,Tauá, Ocara, Tejuçuoca, Caridade, Saboeiro, Boa Viagem, Aiuaba, Pacoti, Baturité, Beberibe, Trairi, Milagres, Mauriti, Icó, Parambu, Quiterianópolis, Limoeiro do Norte, Ibicuitinga e Morada Nova

DETALHE – Esses Centros de Ensino proporcionam o acesso e o aprimoramento de novas formas de expressão linguística aos estudantes, enriquecendo o ensino médio da rede pública estadual. Os cursos têm duração de até três anos, divididos em seis módulos semestrais de 60 horas, além de ações pedagógicas voltadas ao acompanhamento do progresso do ensino e da aprendizagem.

(Foto – Divulgação)

CCJ do Senado decide pelo arquivamento da Lava Toga

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado decidiu nesta quarta-feira (10) aprovar o relatório do senador Rogério Carvalho (PT-SE), ao recurso do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), pelo arquivamento do pedido de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Cortes Superiores, conhecida como Lava Toga. O placar da votação foi 19 votos favoráveis, sete contra e nenhuma abstenção.

Com a decisão, a matéria segue para decisão final do plenário da Casa, o que pode ocorrer ainda hoje na última sessão deliberativa do Senado antes da Semana Santa.

No documento, Carvalho argumentou que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) tem se demonstrado aquém de enfrentar os “desmandos” e “desvios” do Poder Judiciário, mas que essas questões seriam “adequadamente tratadas” num debate sobre o novo Estatuto da Magistratura. “Não será o esgarçamento das relações entre os Poderes que conduzirá à pacificação e à superação dos gargalos institucionais identificados”, defendeu.

Prejuízos para o país

O relatório colocou do mesmo lado partidos como PT e MDB. O líder do governo na Casa, senador Fernando Bezerra Coelho (PE) disse que a criação da comissão traria prejuízos ao país. “O que a gente menos precisa agora é de um confronto entre Poderes. Esta CPI inexoravelmente irá produzir uma confrontação entre o Poder Judiciário e o Poder Legislativo. E quem vai perder é a população brasileira”, disse.

Bezerra acrescentou que a prioridade deve ser a agenda do governo de retomada do desenvolvimento e do crescimento, como a reforma da Previdência, o pacote de combate à corrupção e ao crime organizado, além de uma agenda de diminuição do estado para promover um amplo programa de desestatização, simplificação tributária, procurando reduzir a carga fiscal sobre as empresas brasileiras e cobrar mais dos mais ricos, sobretudo na taxação sobre dividendos

O arquivamento da Comissão, foi alvo de críticas do líder do PSL no Senado, o também governista senador Major Olímpio (SP). Aos defender a CPI, ele disse que não é verdade que o presidente Jair Bolsonaro pediu que parlamentares retirassem apoio para a instalação do colegiado. “O presidente Jair Bolsonaro nunca falou isso. E quem falou isso em nome dele é mentiroso! Nunca! Jamais ele tomou qualquer iniciativa de se imiscuir em relação à intervenção em qualquer… ou interferência em qualquer dos Poderes”, disse.

Major Olímpio acrescentou que a derrota na CCJ não encerra o debate. “Nós perdemos aqui, nós vamos sustentar. Se for preciso recolher assinatura de novo, se for preciso recorrer, como disse o [ senador Esperidião] Amin, nós vamos recorrer”, disse.

Também contrário ao engavetamento da proposta, o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) disse que o Senado sairá envergonhado ao “enterrar” a CPI. “Essa CPI não é caça às bruxas. Tenho orgulho de dizer que assinei essa CPI duas vezes, ninguém está acima da lei. Não quero desapontar os milhões de capixabas”, disse.

Votos em separado

Em meio à discussão acalorada dois votos em separado foram apresentados à CCJ. O primeiro elaborado pelo autor do requerimento de criação da CPI , senador Alessandro Vieira (Cidadania -SE), em oposição ao parecer do relator Rogério Carvalho.

“É de inegável interesse de toda a sociedade saber se os magistrados designados para o julgamento de seus processos e de outros igualmente relevantes estão em condições de representar o Estado no grave ofício da jurisdictio ou se são devedores de agentes privados e patrocinam interesses incompatíveis com a atividade julgadora”, disse Vieira no voto.

O segundo voto em separado veio do senador Marcos Rogério (DEM-RO), com argumentos contra a instalação da Comissão. Para o parlamentar, apesar da insatisfação com o Poder Judiciário e do que chamou de “crescente ativismo judicial, com excessivas incursões em competências do Poder Legislativo, pretendendo substituir a atividade legislativa em alguns casos, e do Poder Executivo, com decisões judiciais que não resguardam o mérito do ato administrativo”, a CPI violaria o princípio da separação de Poderes previsto no Regimento Interno do Senado.

“Não tenho, seguindo a minha consciência, como concordar com a instalação da CPI pretendida, que objetiva realizar justamente o que desde muito condenamos: intromissão indevida de um Poder em outro”, argumentou o senador.

(Agência Brasil)

Deputado quer incluir agentes penitenciários e guardas municipais em regime especial da Previdência

O deputado federal Júnior Mano (PR) vai apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) incluindo os guardas municipais, agentes penitenciários e agentes socioeducativos no regime especial da aposentadoria policial sugerido na proposta de reforma da Previdência social no item Segurança Pública.

Ele já manteve contato com a área do governo federal e com parlamentares da base aliada, dentro do objetivo de viabilizar a matéria.

“Estou intensificando a luta para que o Congresso Nacional reconheça esses agentes como parte do trabalho policial do nosso país e tenham seus direitos de aposentadoria igualmente exercidos de acordo com previsto no artigo 144 da CF/88 para os servidores policiais”, destaca Júnior Mano.

(Foto – Paulo MOska)

Professores da rede pública estadual vão paralisar as aulas nesta quinta-feira

O Sindicato APEOC e vários outras entidades que defendem a área da educação, com apoio de centrais sindicais e movimento estudantil, realizarão nesta quinta-feira, o Dia D em Defesa da Educação. A partir das 7h30min, haverá concentração dos docentes na sede da entidade. De lá, eles percorrerão ruas do Centro de Fortaleza cobrando financiamento para o setor.

Após a concentração, a categoria seguirá em caminhada até o Tribunal de Contas do Ceará (TCE), onde haverá pregação em favor dos precatórios do Fundef, pela aprovação do Novo Fundeb e pró- regulamentação da Lei dos Royalties.

O Sindicato APEOC é a entidade sindical com o maior número de vitórias judiciais no país, segundo seu presidente, Anízio Melo. Uma luta que teve início em 2015, onde a APEOC já defendia que os recursos do antigo FUNDEF fossem destinados integralmente à Educação, com 60% para valorização dos profissionais do magistério e 40% para investimentos no segmento.

No Ceará, a pauta estadual também será discutida. Os professores vão reivindicar reajuste salarial retroativo a janeiro, além dopagamento de promoções e gratificações, fim do teto do vale-alimentação e concurso público.

SERVIÇO

Sindicato APEOC – Rua Solon Pinheiro – 1306 (Bairro de Fátima), seguindo em caminhada até o TCE- Parque das Crianças.

(Foto APEOC)

Jaques Wagner – Lula Livre e os 100 primeiros dias de Bolsonaro

Com om título “”Lula Livre”, eis artigo de Jaques Wagner, senador pelo PT da Bahia. Ele aborda a prisão “injusta” do ex-presidente Lula e critica os 100 primeiros dias da Era Bosonaro. Confira:

Recentemente viralizou nas redes sociais uma brincadeira em que as pessoas postavam uma foto de 10 anos atrás e uma atual, o que rendia comentários sobre as mudanças na aparência. Se fizermos a mesma análise sobre o Brasil de 2009 e o de 2019, a comparação é triste.

Em 2009, estávamos no melhor momento do nosso País. A economia crescia, vivíamos o pleno emprego, as oportunidades de educação e qualificação se multiplicavam, éramos respeitados no mundo, a pobreza reduzia de forma consistente e as relações políticas estavam pacificadas. Tudo isso graças à liderança de Luiz Inácio Lula da Silva, que foi considerado pela revista americana Newsweek, também em 2009, como “o político mais popular do mundo”.

O cenário de 2019 é o oposto. Vivemos uma crise sem precedentes. O desemprego cresce e já atinge mais de 13 milhões de pessoas e o desalento bate recorde. Vivemos em um País marcado pelos conflitos e nossas relações exteriores têm a marca da submissão. O governo que assumiu há 100 dias perde popularidade ao demonstrar despreparo para administrar o Brasil e a tentativa de aprovar uma reforma na qual o peão paga a conta do barão.

Em 10 anos – e especialmente nos últimos quatro – perdemos muito. E um episódio de forma muito especial simboliza o retrocesso: há um ano, o presidente responsável pelo melhor momento da nossa história recente é um preso político, encarcerado sem crime devidamente tipificado no ordenamento jurídico brasileiro e sem provas.

Com a prisão injusta, Lula foi impedido de disputar as eleições do ano passado, na qual ele figurava como líder absoluto em todas as pesquisas. Sem sua presença, foi facilitada a eleição do atual presidente, que chamou para ser seu ministro justamente o juiz que condenou Lula.

Nada disso é coincidência, mas capítulos de um mesmo enredo. Com a principal liderança política do País presa, chegaram ao poder e implantam uma agenda entreguista e que prejudica a população mais pobre. Junto com Lula, prenderam os sonhos e a esperança de milhões de pessoas de uma vida melhor, já provada que é possível, em um passado recente.

Nossa luta por “Lula Livre” é a luta dos inconformados com a injustiça. É a luta de todos que não aceitam o arbítrio e os rompimentos democráticos. É a luta por um Brasil com direitos e dignidade para todas as pessoas.

*Jaques Wagner

Senador do PT da Bahia.

(Foto – Agência Brasil)

Data Center da Angola Cables já tem data de inauguração

Será inaugurado no próximo dia 16 o Data Center da multinacional de telecomunicações Angola Cables, que se conecta com o cabo South Atlantic Cable System (Sacs) e o sistema Monet, ambos com alta tecnologia de processamento e armazenamento de dados. A informação é do governador Camilo Santana.

Para ele, o Ceará passará a ter um trunfo ainda maior na atração de multinacionais que trabalham no setor com o Data Center. “Todos os cabos de fibra ótica que entram no Brasil e na América do Sul passam pelo Ceará, então a ideia é aproveitar esse potencial da nossa localização geográfica para trazer empresas internacionais na área de tecnologia da informação. É uma tarefa importante que a gente tem pela frente para desenvolver esse hub no Ceará. Foi feito um investimento de quase R$ 1 bilhão pela empresa. É o primeiro cabo que une o continente africano com o Brasil”, destaca o governador.

O cabo Sacs liga Fortaleza a Luanda, em Angola.

(Foto – Divulgação)

Custo da construção civil sobe 0,52%, diz IBGE

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), registrou inflação de 0,52% em março.

A taxa ficou acima do 0,21% de fevereiro e do 0,14% de março do ano passado. O Sinapi acumula taxa de 4,86% em 12 meses, acima dos 4,47% dos 12 meses anteriores.

Com a alta, o custo nacional da construção, por metro quadrado, subiu para R$ 1.126,82.

O custo dos materiais aumentou 0,79% e passou a ser de R$ 588,23 por metro quadrado. Já a mão de obra ficou 0,23% mais cara e passou para R$ 538,59 por metro quadrado.

(Agência Brasil)

Assembleia Legislativa lança enquete sobre venda de bebida alcoólica nos estádios

167 1

O presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT), prometeu e lançou enquete para o cidadão opinar sobre o projeto da venda de bebida alcoólica nos estádios. A enquete já pode ser encontrada na página do portal da Casa e deverá municiar os deputados.

Para participar, o internauta deve responder à pergunta: “O projeto de lei 85/2019 propõe liberar e disciplinar o comércio e o consumo de bebidas de até 10% de teor alcoólico em estádios e arenas desportivas no estado do Ceará. Qual sua opinião sobre a matéria?”. Há três opções de resposta: “A favor”, “Contra” ou “Não sei”. Em seguida, abrirá uma janela para o cidadão preencher um cadastro com os campos obrigatórios: nome, número de CPF válido, data de nascimento, cidade e estado. Somente assim o voto será validado.

O projeto, que gera muita polêmica, é de autoria do atual primeiro-secretário do legislativo e ex-presidente do Ceará Sporting Club, Evandro Leitão (PDT).

(Foto – ALCE)

Acarape implanta segunda escola bilíngue na rede pública

Vicente Araújo (Acarape) – O município de Acarape (Maciço de Baturité) vem ministrando aulas das disciplinas da Base Nacional Curricular Comum também em língua inglesa. Na primeira escola em que o projeto foi implantado, Antônio Correia de Castro, localizada no Distrito de Carro Atolado, já somam em três anos mais de 300 alunos do ensino infantil ao fundamental a receberem a metodologia, nas disciplinas de Português, Matemática, Ciências, História e Geografia.

Em 2019, o Governo Municipal de Acarape, por meio da Secretaria de Educação, implantou a segunda unidade de ensino bilíngue no Bairro de São Benedito, na escola Francisco Rocha Ramos que atenderá mais de 400 alunos.

Nessa primeira etapa, os estudantes do Fundamental I estão tendo o primeiro contato com a Língua Inglesa. “São três horas de aulas em inglês por dia, através de atividades lúdicas, como jogos, músicas e apresentações artísticas”, afirma a coordenadora do projeto bilíngue, Christtianne Oliveira.

“Este projeto piloto vai elevar o conhecimento desses estudantes na língua inglesa. Um novo mundo se abre, uma nova oportunidade se inicia, cabe a eles aprimorar e competir com outros alunos de escolas particulares que oferecem o modelo bilíngue”, ressalta Ivanise, Diretora da Escola Francisco Rocha Ramos.

Segundo a Secretaria de Educação, os professores das escolas bilíngues passaram por uma seleção na própria rede municipal. Aqueles que obtiveram melhor desempenho receberam uma nova etapa de capacitação, além de todo suporte pedagógico e acompanhamento desde o início das aulas.

Para o prefeito Franklin Verissimo, o funcionamento em tempo integral das escolas bilíngues estimula as habilidades dos estudantes, como escuta, leitura e escrita em inglês. “Essas escolas são importantes passos para os avanços da Educação de Acarape. O aprendizado nos dois idiomas permitirá novas oportunidades de formação e inserção no ensino médio, como futuramente, no mercado de trabalho. A intenção é implantar em mais uma escola o projeto bilíngue, assim como capacitar todos os professores da Rede Municipal de Ensino até o final de meu mandato, em 2020″, afirma o prefeito.

(Foto – Divulgação)

Aeroporto Pinto Martins – Obras de ampliação chegam a 60% do projeto; Terá também um VLT

170 1

O governador Camilo Santana e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, visitaram, nesta manhã de quarta-feira, o canteiro de obras da ampliação e modernização do Aeroporto Internacional Pinto Martins. Eles foram ciceroneados pela presidente da Fraport Brasil, Andreea Pal.

Segundo a gestora do grupo, as obras já estão com 60% de suas intervenções feitas. Os trabalhos começaram há cerca de um ano, depois de resolvido imbróglio jurídico, e a expectativa é de que em 2020 tudo seja concluído.

Com a ampliação, o aeroporto passará de sete para 15 pontes de embarque e desembarque, ampliando em mais de 100% a capacidade operacional do equipamento. Terá capacidade para receber cerca de 20 milhões de passageiros/ano. O novo terminal também ganhará um VLT.

(Foto – Divulgação)

Mega-Sena paga nesta quarta-feira prêmio de R$ 40 milhões

A Mega-Sena sorteia hoje (10) um prêmio de R$ 40 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio do concurso 2.141 será realizado a partir das às 20h (horário de Brasília), no Caminhão da Sorte estacionado na cidade de Botucatu, em São Paulo.

De acordo com a Caixa, caso o valor do prêmio principal fosse investido na poupança, ele renderia mais de R$ 148 mil por mês.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

(Agência Brasil)

O BNB e os produtores rurais

Com o título “O BNB e os produtores rurais”, eis artigo de Flávio Saboya, presidente da Federação da Agricultura do Ceará. Ele defende o fortalecimento do Banco do Nordeste e destaca atuação da Instituição por meio do FNE. Confira:

Os resultados proporcionados pelo Banco do Nordeste do Brasil através de seu competente quadro de pessoal, confirmam a dimensão socioeconômica do banco. Segundo dados divulgados por esse estabelecimento de crédito, somente em 2018 foram mais de R$ 43 bilhoes injetados na região nordestina nos diversos setores da economia, sendo R$ 32 bilhões com recursos do FNE (Fundo de Financiamento do Nordeste), R$10 bilhões do microcrédito e o restante de outras fontes.

O FNE é a principal fonte de recursos utilizada pelo Banco do Nordeste desde a criação dos fundos constitucionais federais, em 1989. Sua aplicação volta-se à redução da pobreza e das desigualdades inter e intrarregionais, por meio do financiamento de setores produtivos, em consonância com o plano regional de desenvolvimento.

Para isso, dos recursos totais do FNE aplicados anualmente pelo BNB na área de atuação da Sudene, pelo menos, metade destina-se ao semiárido. No caso do Ceará, onde 98% da sua área está localizada no semiárido os benefícios são imensuráveis. E as respostas dos nordestinos a esses investimentos são visíveis, primeiro, houve um aumento considerável do PIB da região, de 4,3% ao ano, entre 2004/2013, superior à média nacional, de 4% ao ano.

O Banco do Nordeste é hoje o principal agente financeiro da região para o setor rural. Foi através da oferta de várias linhas de crédito, que os produtores nordestinos encontraram mais oportunidade para aumentar a sua capacidade produtiva. Não é demais lembrar importantes programas lançados pelo banco como o FNE Rural, FNE Àgua, FNE Irrigação, FNE Aquipesca, FNE Sol, FNE Verde e o FNE Inovação. Em 2005, o microcrédito orientado chegou à zona rural com a criação do programa Agroamigo, que já ultrapassa a marca de 1 milhão de clientes.

Na qualidade de produtor e representante legítimo dos produtores rurais cearenses, conclamamos ao novo governo pela manutenção do BNB e por uma maior injeção de recursos do FNE.

*Flávio Saboya,

Presidente da Federação da Agricultura do Ceará.

(Foto – Viriato Neto)

Capacitar para o mundo do trabalho nestes tempos de globalização

O ex-deputado federal Ariosto Holanda lançou, nessa noite de terça-feira, o livro “Desafios do Século XXI – desenvolvimento humano e energia.” O ato ocorreu no auditório do Palácio da Microempresa do Sebrae (Praia de Iracema) e foi prestigiado por intelectuais, empresários e dirigentes de órgãos públicos.

Ariosto Holanda expõe nessa nova publicação a necessidade de políticas públicas voltadas para fomentar a educação para o trabalho. Neste Século XXI, capacitação é o instrumento eficaz para abrir vagas num mercado cada vez mais competitivo e globalizado, avalia o ex-parlamentar, também professor universitário.

(Foto – Divulgação)

Shows de Zeca Baleiro e Ednardo constam no aniversário de Fortaleza

159 1

Os cantores Zeca Baleiro e Ednardo são as atrações, no próximo dia 13 de abril, da festa que marcará, no Aterrinho da Praia de Iracema, os 293 anos de Fortaleza.

As artistas cearenses Carol Damasceno, Lorena Lyse, Marilia Lima, Nayra Costa e Roberta Fiúza sobem ao palco “Para Cantar Fortaleza”.

Neste ano, as comemorações de aniversário se descentralizam do Aterro e ocupam outros pontos da Praia de Iracema, que ainda serão confirmados pela Prefeitura.

Hospital da Mulher – Troca de comando na gestão é tema de audiência pública

A troca de gestão do Hospital da Mulher – agora com Organização Social à frente, é o tema de audiência pública que ocorrerá nesta quarta-feira, a partir das 14 horas, na Câmara Municipal. O encontro é uma iniciativa dos vereadores Guilherme Sampaio (PT) e Márcio Martins (PR).

Os dois questionam a mudança, observando que a gestão anterior à OS era reconhecida como competente e com resultados positivos para a clientela.

Para viabilizar essa troca, o prefeito Roberto Cláudio mandou mensagem para a Câmara Municipal flexibilizando os artigos 2 e 3 da lei 10.029/2013, que rege a contratação de organizações sociais.

(Foto – Divulgação)