Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Cantora Nayra Costa vai interpretar Ella Fitzgerald

A cantora cearense Nayra Costa apresentará para o público de Fortaleza um show especial no próximo sábado (9), às 19 horas, no Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB). Ela interpretará uma das maiores damas da história do jazz: Ella Fitzgerald.

No palco, ela estará acompanhada dos mestres Tito Freitas (piano), Márcio Resende (saxofone tenor), Nélio Costa (contrabaixo) e Vitorio Cavalcante (bateria). Juntos, interpretarão clássicos como “Under my skin”, “Misty” e “Someone to watch over me”, que são ao mesmo tempo páginas imortais do american songbook e standards de jazz revisitados por grandes músicos mundo agora.

Sobre Ella Fitzgerald

Por mais de 50 anos Ella Fitzgerald foi a mais popular cantora de jazz nos Estados Unidos, tendo ganho 13 prêmios Grammy e vendido mais de 40 milhões de discos. Sua voz era versátil, com grande extensão, sempre precisa e poderosa, mesmo após muitos anos de trajetória musical desta intérprete que imortalizou inúmeras baladas, standards de jazz e que chamava atenção ao imitar inúmeros instrumentos de uma orquestra.

Ella Fitzgerald dividiu palcos e estúdios com todos os grandes mestres da história do jazz, de Duke Ellington, Count Basie e Nat King Cole a Frank Sinatra, Dizzy Gillespie e Benny Goodman. Apresentou-se em inúmeros países, sempre em espetáculos lotados, para todos os tipos de público – ricos e pobres, gente de variadas nacionalidades e religiões. O grande ponto em comum dessas plateias tão diversas era o amor pela música de Ella.

SERVIÇO

*CCBNB – Rua Floriano Peixoto, 941 – Centro, Fortaleza.

(Fotos – Leo Andrade)

Preço da cesta básica diminui em 21 Capitais, revela o Dieese

O custo dos alimentos que compõem a cesta básica caiu, no mês de agosto, em 21 das 24 capitais brasileiras pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O relatório divulgado hoje (5) mostra queda em Campo Grande (-7,09%), Salvador (-7,05%), Natal (-6,15%) e no Recife (-5,84%). As altas foram registradas em Goiânia (0,04%), Maceió (0,91%) e Boa Vista (1,40%).

Tiveram as cestas mais caras as cidades de Porto Alegre (R$ 445,76), São Paulo (R$ 431,66) e Florianópolis (R$ 426,30). Os menores valores foram observados em Salvador (R$ 332,10), Natal (R$ 336,12) e no Recife (R$ 340,54). A maioria das capitais registrou queda de preços, principalmente do óleo de soja, açúcar, tomate, feijão, leite e carne bovina de primeira.

Nos últimos 12 meses, o valor da cesta caiu em todas as cidades pesquisadas. A principal queda ocorreu em Campo Grande (-19,46%) e a menor foi em Aracaju (-4,55%). Entre janeiro e agosto, o custo da cesta teve queda em 23 capitais, com destaque para Campo Grande (-12,98%), Cuiabá (-1,79%), Manaus (-9,39%) e Belém (-8,50%). A única alta foi registrada em Aracaju (1,19%).

Salário Mínimo

Com base no custo da cesta brasileira mais cara, a de Porto Alegre, o salário mínimo necessário para uma família de quatro pessoas deveria ser de R$ 3.744,83. O valor estimado corresponde a quatro vezes o mínimo vigente, que é R$ 937,00. No mês anterior, o piso mínimo necessário foi calculado em R$ 3.810,36. Em agosto do ano passado, o mínimo ficou em R$ 3.991,40.

(Agência Brasil)

Salmito vai apresentar pacote de investimentos conquistado pela Prefeitura de Fortaleza

O presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT), vai ocupar a tribuna da Casa às 11 horas desta quarta-feira. Ele falará sobre a liberação de recursos federais que vão ser investidos em uma série de obras da área social, turismo e de infraestrutura de Fortaleza.

Salmito espera que o pleito, resultante de empréstimo externo, seja encaminhado pela Casa Civil do governo Michel Temer para aprovação no Senado. “O governo federal não precisará aportar nenhum centavo de real”, adianta o presidente do legislativo municipal.

Nesse tipo de operação, o governo federal é avalista nessa operação de crédito internacional, mas se o município não pagar ao banco internacional financiador a União paga, mas desconta valor equivalente no repasse do FPM para o respectivo município.

Salmito vai apresentar todos os detalhes e números oficiais dessa operação durante esse pronunciamento.

VAMOS NÓS – Eis uma boa ocasião para o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), provar, na prática, que leva, acima de questões políticas, o interesse do povo cearense e, claro, do povo fortalezense. Acelerar a aprovação desse empréstimo, tão logo chegue ao Senado, é um dos desejos do prefeito Roberto Cláudio (PDT).

(Foto – CMFor)

Câmara dos Deputados inicia debate sobre a PEC que põe fim às coligações

O plenário da Câmara dos Deputados começou a discutir hoje (5) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 282/17, que estabelece o fim das coligações partidárias para eleições proporcionais a partir do ano que vem. O texto também prevê a adoção de uma cláusula de desempenho para que os partidos tenham acesso aos recursos do Fundo Partidário e ao tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

De acordo com o substitutivo aprovado na comissão especial que analisou a PEC, a partir de 2030 somente os partidos que obtiverem, no mínimo, 3% dos votos válidos, distribuídos em pelo menos um terço dos estados, terão direito aos recursos do Fundo Partidário. Para terem acesso ao benefício, os partidos também deverão ter elegido pelo menos 15 deputados distribuídos em pelo menos um terço dos estados.

O mesmo critério será adotado para definir o acesso dos partidos à propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. A mudança, no entanto, será gradual, começando pelo piso de 1,5% dos votos válidos e nove deputados federais eleitos nas eleições de 2018, chegando a 2% e 11 deputados eleitos, em 2022; a 2,5% e 13 eleitos em 2026, até alcançar o índice permanente de 3% e 15 eleitos em 2030.

A proposta foi relatada pela deputada Sheridan (PSDB-RR), que em seu substitutivo também propõe a formação da chamada federação de partidos entre as legendas que tenham o mesmo programa ideológico no lugar das coligações partidárias, que vigoram atualmente nas eleições proporcionais.

A sessão foi aberta pelo presidente interino da Câmara, deputado André Fufuca, por volta de meio dia, mas a discussão da PEC 282 só começou depois das 13h30. A liderança do PSol apresentou requerimento para retirar a proposta de pauta, mas a solicitação foi rejeitada pela maioria dos deputados.

Por se tratar de uma mudança no texto constitucional, para ser aprovada a proposta precisa de pelo menos 308 votos favoráveis entre os 513 deputados. Sheridan disse que foi acordado que o texto só será colocada em votação com quórum bem alto. Até às 15h30, 416 deputados estavam registrados na sessão do plenário.

A expectativa é que os deputados consigam votar hoje pelo menos o texto base. “O texto está posto, há um consenso para o relatório, mas tem destaques e a decisão dos destaques é no voto, o que vai definir é o voto do plenário, que são os pontos de coligação e aquele aumento que o PR tá aplicando na cláusula de desempenho. Mas não tem como aferir ainda, tá bem dividido”, disse a relatora Sheridan.

Os destaques ou sugestões de mudanças no texto principal que devem ser apresentados tratam de adiamento da data de início para o fim das coligações partidárias e de alterações nos critérios da cláusula de desempenho.

(Agência Brasil)

 

Acrísio quer ações permanentes contra assédio sexual dentro do transporte coletivo de Fortaleza

O vereador Acrísio Sena (PT) cobrou das autoridades, durante pronunciamento nesta terça-feira, na Câmara Municipal de Fortaleza, ações permanentes de enfrentamento ao assédio e ao abuso sexual nos transportes coletivos de Fortaleza. “Várias matérias são publicadas sistematicamente na imprensa cearense dando conta que este é um problema que faz parte do cotidiano de mulheres que usam ônibus na capital e é preciso que o poder público aja com urgência e firmeza”, alertou.

O parlamentar citou pesquisa do Datafolha, de setembro de 2016, mostrando que 74% da população de Fortaleza usa principalmente ônibus. Destes, a maioria é composta por mulheres. A ONG ActionAid revela que 86% das mulheres brasileiras foram vítimas de assédio em espaços públicos.

“Precisamos de mecanismos efetivos para coibir e punir este tipo de violência contra o público feminino, por isso, estamos chamando o Sindiônibus, a Delegacia da Mulher, as coordenações de mulheres do Estado e da Prefeitura, Guarda Municipal, Polícia Militar, Ministério Público e OAB. A audiência pública tem de ir além do debate: queremos formatar medidas concretas para combater este absurdo”, complementou Acrísio.

Iplanfor lança concurso para escolha da logo do Fortaleza 2040

Eudoro Santana é o superintendente do Iplanfor.

Estão abertas, até o dia 9 de outubro próximo, as inscrições do concurso para criação da logo do Plano Fortaleza 2040, conjunto de projetos tocados pelo Instituto do Planejamento de Fortaleza (Iplanfor).

O concurso é voltado para estudantes e universitários e as inscrições devem ser feitas pelo fortaleza2040.fortaleza.ce.gov.br.

Com premiação de R$ 10 mil para o vencedor.

(Foto – Aurélio Alves)

Praia de Iracema – Por um polo da economia criativa já!

Com o título “Peixe, boemia e Iracema”, eis artigo do superintendente estadual do Sebrae, o arquiteto Joaquim Cartaxo. Apesar da onde de críticas ao bairro da Praia de Iracema, na avaliação de Cartaxo, há esperança de que esse ponto de Fortaleza se constitua como polo da chamada economia criativa. Confira: 

Antes de Iracema, a praia era conhecida por Praia do Peixe e habitada por famílias de pescadores. A partir dos anos 1920, o mar passa a ser utilizado para tratamento de saúde, lazer e contemplação pela elite econômica da Cidade, atividades que irão transformar a Praia do Peixe em ambiente de veraneio com bangalôs de frente para o mar no lugar das casas de palha dos pescadores.

Em 1925, acontece a campanha para denominar o bairro oficialmente de Praia de Iracema, homenageando a protagonista do romance Iracema, do escritor cearense José de Alencar. Outro fato simbolicamente destacável é que as ruas do bairro foram denominadas com nomes de tribos indígenas cearenses: Arariús, Guanacés, Groaíras, Pacajus, Potiguaras, Tabajaras e Tremembés.

Nos anos 1970, 1980 e 1990, a Praia de Iracema passou a ser o refúgio da resistência boêmia-democrática protagonizada por artistas, intelectuais, militantes políticos e estudantes. O principal ponto de encontro dessas “tribos” era o Estoril, hoje sede da Secretaria do Turismo de Fortaleza.

Anote-se, ainda, que nos dias atuais temos a avenida Monsenhor Tabosa como eixo comercial de artesanato e confecção; a rua dos Tabajaras como eixo de entretenimento com seus bares, restaurantes e casas de espetáculo; o Centro Cultural, que interliga esses eixos e onde se encontram cinemas, salas de exposições, planetário; há também o Acquário do Ceará, em construção na rua dos Tabajaras.

Esses exemplos e outros mais expressam o poder simbólico histórico-cultural da Praia de Iracema que credenciam o bairro para se constituir como polo de economia criativa, a qual se sustenta nos modelos de negócio que relacionam criativamente o simbólico e o econômico como fatores mais significativos para a produção e a comercialização de bens e serviços. Para tanto, sugere-se a elaboração do plano de economia criativa da Praia de Iracema com o objetivo de articular e integrar os novos saberes, fazeres e prazeres de um polo dessa natureza.

*Joaquim Cartaxo

cartaxojoaquim@bol.com.br
Arquiteto urbanista e superinten-dente do Sebrae/Ceará.

UFC de Russas em clima de ampliação

“Mais investimento em educação”, eis o que defendeu o deputado federal Danilo Forte (PSB), ao visitar o campus da Universidade Federal do Ceará (UFC) na cidade de Russas (Vale do Jaguaribe).

O parlamentar esteve no local acompanhado do secretário estadual das Cidades e do professor Lindberg Gonçalves, responsável pela unidade, quando discutiram apoio financeiro.

O campus está em obras e ganhará dois novos blocos e refeitório. Os recursos são do Ministério da Educação, através de emenda de bancada puxada por Danilo.

(Foto – Divulgação)

José Pimentel diz que povo tem saudade dos programas de inclusão social da Era Lula

O senador José Pimentel (PT) fez um balanço, em Brasília, da visita que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizou, na última semana, na Região Nordeste. Em pronunciamento, o petista descreveu as cenas “emocionantes” que presenciou ao participar da caravana Lula pelo Brasil, em 14 municípios do Ceará, além das cidades de Salvador (BA) e Mossoró (RN).

Segundo o senador, homens e mulheres, idosos e crianças saíram de suas casas e ocuparam as ruas “para acolher o ex-presidente e discutir a construção de uma agenda da esperança”, que seja capaz de devolver ao povo brasileiro os diversos programas de inclusão social criados pelo PT e desmontados pelo atual governo Temer.

“É exatamente isso que leva essas multidões às ruas para receber Lula e dizer: Nós precisamos que esse projeto, que foi abortado com os golpistas em 2016, seja devolvido ao Brasil, aos brasileiros, para que possamos voltar a ter esperança, a ter confiança em um projeto de Nação”, disse Pimentel.

O senador citou alguns dos programas desenvolvidos ao longo dos governos do PT que beneficiaram o povo mais pobre do Brasil e estão sendo desarticulados pelo governo Temer. Segundo Pimentel, enquanto o PT garantiu a construção de 5 milhões de moradias com o programa Minha Casa, Minha Vida e a entrega de 2,9 milhões dessas casas, de 2008 ao início de 2016, o atual governo só contratou 35 mil unidades habitacionais. “Mataram o programa Minha Casa, Minha Vida que de todos os setores da infraestrutura é um dos mais importantes, porque gera moradia e absorve muita mão de obra”, afirmou.

Outro programa do PT que está sendo desarticulado, segundo Pimentel, é o Luz para Todos. “O Luz para Todos, que é resultado de uma decisão política do presidente Lula, está parando porque faltam recursos. Um programa que foi tão importante para aquele que até então só tinha a lamparina para poder estudar à noite”, relembrou.

(Foto – Agência Senado)

 

Sudene e Fiec apresentam oportunidades de negócios no Nordeste

Até o fim da tarde desta terça-feira, a Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) e a Sudene promove o Roadshow Investimento e Desenvolvimento do Nordeste. O evento acontece no auditório do quinto andar da Casa da Indústria e conta com apoio da Associação Nordeste Forte, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O objetivo é discutir projetos, recursos e desafios, visando promover o desenvolvimento e incrementar a economia do setor industrial do Nordeste na área de atuação da Sudene. Uma série de palestras sobre oportunidade de negócios na região integra a programação.

(Foto – Divulgação)

Shopping Benfica expõe veículo que integra o patrimônio do Corpo de Bombeiros do Ceará

O Shopping Benfica está expondo o veículo Auto-Escada, do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (CMBCE). É a primeira exibição civil, após restauro feito em 2015.

De origem alemã, está na frota do CMBCE desde 1958 e já atuou em importantes operações, como o incêndio na agência da Caixa Econômica Federal, da Praça Federal, em 1982.

O veículo fará parte do futuro memorial do Corpo de Bombeiros e ficará em exibição no Shopping Benfica – calçada da Avenida Carapinima, de sexta (8) a domingo (10) próximos, das 10 às 22 horas.

(Foto – Divulgação)

Réplica da Imagem de Nossa Senhora Aparecida desaparece da Catedral Metropolitana

Uma réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida desapareceu, na madrugada desta terça-feira (5), da Catedral Metropolitana de Fortaleza. Segundo a administração da Catedral, os funcionários sentiram falta da imagem da santa, logo no início da manhã, informa o Portal G1.

Um Boletim de Ocorrência Eletrônico foi feito pela internet. A Catedral aguarda a apuração do caso pela Polícia. A administração informou que dentro do templo não há câmeras de segurança, o que pode dificultar identificar o suspeito de ter pego a imagem.

A réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida foi doada para a Catedral de Fortaleza pelo Santuário Nacional, o Santuário de Aparecida (SP), em 2016.

*Este Blog divulgou a instalação desse painel e da santa aqui.

(Foto – Arquivo Blog)

Velório de Rogéria acontece no Teatro João Caetano

O corpo da atriz Rogéria está sendo velado no Teatro João Caetano, no Centro do Rio de Janeiro. O enterro está marcado para amanhã (6), no município de Cantagalo, no norte Fluminense, cidade onde Rogéria nasceu. A atriz morreu ontem, aos 74 anos, devido a complicações provocadas por uma infecção urinária.

Ela estava internada desde o dia 8 de agosto em um hospital na Barra da Tijuca. Nascida Astolfo Barroso Pinto, Rogéria era a mais antiga transformista em atividade no Brasil. Ainda na adolescência, homossexual assumido, Astolfo virou transformista e começou a trabalhar como maquiadora, ainda com o nome masculino, na extinta TV Rio.

O nome Rogéria surgiu em 1964, quando venceu um concurso de fantasias no carnaval. Ela estreou nos palcos no mesmo ano, em um show de travestis na Galeria Alaska, então reduto gay de Copacabana.

(Com Agência Brasil)

Alexandre Moraes cassa decisão que proibia blogueiro de Quixeramobim de criticar o prefeito

Blogueiro Aécio Holanda.

Juízes praticam censura prévia e agem de forma antidemocrática quando restringem a livre manifestação de pensamento, pois eventuais injúrias e difamações só podem ser analisadas posteriormente. Assim entendeu o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, ao cassar definitivamente decisão que proibia um blogueiro de criticar o prefeito de Quixeramobim (Sertão Central). A informação é da assessoria de imprensa do STF.

O chefe do Executivo disse que vinha sendo chamado diariamente de “velhaco”, “pinóquio” e “fanfarrão” em redes sociais do blogueiro Aécio Vieira de Holanda, desde as eleições de 2016. Em março, o juiz Adriano Ribeiro Barbosa, da comarca local, mandou que todas as publicações fossem apagadas e proibiu novas manifestações “injuriosas e difamatórias”, sob pena de multa diária de R$ 200.

Para Moraes, a medida afrontou decisão do STF no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 130, quando o Plenário declarou como não recepcionada, pela Constituição Federal de 1988, a Lei 5.250/1967 (Lei de Imprensa). A Procuradoria-Geral da República não via relação entre o episódio e o julgamento da Lei de Imprensa.

O ministro, porém, já havia suspendido a medida em decisão liminar assinada em maio. Na época, ele definiu censura prévia como “caráter preventivo e abstrato” de restrição à livre manifestação de pensamento, o que segundo o ministro é prática repelida frontalmente pelo texto constitucional.

Moraes manteve parte da decisão de primeiro grau que determinou a retirada das publicações ofensivas ao prefeito publicadas na página do blogueiro, uma vez que, nesse ponto, não viu desrespeito ao que foi decidido na ADPF 130.

De acordo com o relator, eventuais abusos ocorridos no exercício indevido da manifestação do pensamento são passíveis de exame e apreciação pelo Judiciário, com a cessação das ofensas, direito de resposta e a fixação de consequentes responsabilidades civil e penal de seus autores.

O ministro julgou parcialmente procedente o pedido para tornar definitiva a liminar parcialmente concedida. Conforme o artigo 161 do Regimento Interno do STF, o relator pode julgar reclamações individualmente quando o tema for objeto de jurisprudência pacífica do Supremo. Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

Luizianne Lins bate duro na onda de privatizações da Era Temer

Com o título “Não Verás País Nenhum!”, eis artigo da deputada federal Luizianne Lins (PT) abordando a onda de privatizações aberta pelo governo “golpista” de Michel Temer. Ela bater duro, por exemplo, na bola da vez chamada Eletrobras. Confira:

Peço emprestado o título da obra de Ignácio de Loyola Brandão porque é o sentimento que me ocorre ao ver as últimas medidas do governo golpista.

Por decreto, Temer extinguiu a Reserva Nacional de Cobre e Associados, a Renca. Não é uma área pequena nem qualquer. Na Amazônia, fica entre o Amapá e o Pará. É do tamanho de uma Dinamarca. Rica em cobre e ouro.

Desde 1984, a área teve bloqueadas as atividades de mineração. Lá existem 7 unidades de conservação e duas indígenas. Mas com a decisão de Temer, vão perder não somente os índios, a fauna e a flora do lugar. Mas o planeta como um todo que verá serem favorecidos ruralistas, grileiros e mineradoras nacionais ou estrangeiras. Uma festa pras motosserras.

Insistindo na destruição e entrega de nossas riquezas, o governo anunciou a venda da Eletrobras. Quem comprar, provavelmente chineses ou americanos, vai por no bolso a maior empresa de geração de energia elétrica da América Latina: dona da Chesf, de Furnas e de metade do capital de Itaipu. É mais um crime que trará também aumento nas contas de energia.

A existência de empresas públicas se justifica pelo interesse público. O programa “Luz para todos”, que a Eletrobras foi executora, só existiu por esta ser uma empresa pública. Com o programa, mais de 3 milhões de famílias pobres aposentaram suas lamparinas e passaram a usar geladeiras. O acesso à eletricidade significou melhor qualidade de vida e geração de renda. Significou redução das desigualdades.

É por conta do interesse público que o parque hidroelétrico dos EUA é estatal e nunca foi privatizado. Lá, o interesse público diz que esses recursos são estratégicos, de interesse nacional e devem ficar nas mãos do governo. Porque, então, vamos vender pra eles?

Na venda o governo espera arrecadar R$ 20 bilhões. Pois o IPEA, órgão do governo, estima em mais de R$ 43 bilhões por ano o que seria arrecadado com uma cobrança de 15% sobre a renda dos lucros e dividendos dos donos e acionistas de empresas. Por essa renda hoje eles não pagam nada, enquanto um trabalhador que ganha R$ 6 mil/mês paga 27,5% de imposto de renda.

O momento nos cobra uma reação. É o futuro do país que está sendo vendido por um governo absolutamente ilegítimo e que está construindo uma nação de excluídos, sem garantias de direitos sociais mínimos. Uma nação de luz para poucos.

*Luizianne Lins

Deputada Federal – PT/Ceará.

PF encontra malas de dinheiro em apartamento “supostamente” usado por Geddel Vieira

367 3

A Polícia Federal encontrou, nesta terça-feira (5), dinheiro em apartamento supostamente utilizado por Geddel Vieira Lima. A informação é do Portal G1.

As malas foram encontradas durante a Operação Tesouro Perdido, deflagrada nesta terça, com objetivo de cumprir mandado de busca e apreensão emitido pela 10ª Vara Federal de Brasília.

Após investigações decorrentes de dados coletados nas últimas fases da Operação Cui Bono, a PF chegou a um endereço em Salvador, que seria, supostamente, utilizado por Geddel como “bunker” para armazenagem de dinheiro em espécie. Durante as buscas, foi encontrada grande quantia de dinheiro em espécie.

Os valores apreendidos serão transportados a um banco onde será contabilizado e depositado em conta judicial, informa a PF.

Copom inicia reunião e mercado espera que juros caiam para 8,25% ao ano

Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) inicia hoje (5), em Brasília, a sua sexta reunião do ano com a expectativa de nova redução na taxa básica de juros, a Selic

Instituições financeiras consultadas pelo BC esperam por mais um corte de 1 ponto percentual nos atuais 9,25% ao ano para 8,25%. Neste ano, o Copom tem mais duas reuniões em outubro e dezembro. Para o mercado financeiro, a Selic continuará a ser reduzida e encerrará 2017 em 7,25% ao ano.

Hoje, excepcionalmente, a dinâmica da reunião será diferente, por questões de agenda da diretoria do BC, informou a assessoria de imprensa da instituição. A primeira parte da reunião, com análise de mercado, teve inicio às 9h03min e será encerrada por volta das 13 horas.

A segunda parte, com análise de conjuntura, que seria realizada hoje à tarde, foi adiada para esta quarta-feira (6), pela manhã. Já o encontro da tarde de amanhã não sofreu alteração e se encerrará às 18h, para, em seguida, ser anunciada a decisão sobre taxa Selic.

(Agência Brasil)