Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Estados Unidos e Coreia do Sul iniciam exercícios conjuntos

Militares dos Estados Unidos (EUA) e da Coreia do Sul iniciam, nesta segunda-feira (5), exercícios militares conjuntos na Coreia do Sul, em preparação a possíveis emergências na Península Coreana. Os exercícios devem continuar até 20 de agosto.

Esses treinamentos de verão, denominados Ulchi Freedom Guardian, são realizados anualmente. Em sua maioria, consistem de uma série de atividades simuladas por computador. Esse tipo de exercício foi cancelado no ano passado, após o primeiro encontro de cúpula dos Estados Unidos com a Coreia do Norte, realizado em Singapura, em junho de 2018.

O exercício de verão deste ano também deverá se concentrar em simulações. Contudo, poderá ser menor em sua escala e receber utro nome.

A Coreia do Norte vem se opondo fortemente aos exercícios conjuntos dos Estados Unidos com a Coreia do Sul.

(Agência Brasil)

Discussões em torno Reforma da Previdência voltam a dominar Congresso Nacional

Com a volta do recesso parlamentar nesta semana, a Reforma da Previdência volta ao centro das discussões. O texto aprovado na Câmara dos Deputados às vésperas do recesso parlamentar de julho ainda precisa passar por mais um turno de votação na Casa.

Para garantir que o mesmo sucesso da primeira votação, quando recebeu 71 votos a mais que o mínimo de 308 votos necessários, na última semana, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), dedicou a agenda a reuniões. Maia esteve com o secretário da Previdência, Rogério Marinho, com o deputado Marcelo Ramos (PL-AM), que presidiu a Comissão Especial sobre o assunto, com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni e com o presidente Jair Bolsonaro. Esta semana ele deve reunir líderes governistas em um jantar para mapear os votos e ver se há condições para encerrar a matéria na Casa até quarta-feira (7).

Senado

Se aprovada na Câmara, a proposta irá para o Senado, onde começará a tramitar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), com a relatoria do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Na lista de polêmicas a serem defendidas em torno do texto estão a situação de categorias profissionais específicas, como professores e policiais, que foram beneficiadas na reta final da tramitação na Câmara, além da inclusão ou não de estados e municípios na reforma.

“Pessoalmente sou favorável à inclusão de estados e municípios. Acho até que é essencial. Estamos estudando com a nossa assessoria técnica qual é a saída que temos a aplicar e, a princípio, a ideia é uma PEC paralela. Aqui somos a Casa da Federação e é nossa obrigação cuidar disso. Uma das funções do Senado é manter o equilíbrio federativo”, defendeu Jereissati.

Mesmo ao admitir que uma PEC paralela pode avançar somente após as eleições municipais do ano que vem, o líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), reforçou a importância da medida. “Há de todos os vieses e partidos preocupação dos senadores com essa inclusão. Não aconteceu na Câmara porque a visão dos deputados foi ‘se nós promovermos a inclusão dos estados e municípios, nós vamos nos desgastar’. Uma visão extremamente preocupante sob o aspecto do equilíbrio previdenciário.”, avaliou.

Ainda segundo Major Olímpio, a votação da Reforma da Previdência deve ser mais tranquila no Senado “Podemos ter até 60 dos 81 votos pela aprovação nos dois turnos”, estimou.

Outro lado

Senadores de oposição como Jean Paul Prates (PT-RN) não estão tão otimistas e prometem aprovar a proposta apenas “quando o texto corrigir as injustiças e os problemas nela contidos”. O senador reconhece que na Câmara a proposta avançou, mas diz que continua sendo “injusta” com os mais pobres.

Governadores

Enquanto a questão dos estados e municípios não se define, na avaliação do governador do Piauí, Wellington Dias (PT), a partir de um entendimento do Fórum dos Governadores do Brasil, a saída será destinar novas receitas de projetos em discussão no Congresso para cobrir o déficit da Previdência e/ ou investir. Nesse sentido, os governadores contam com a aprovação de propostas como a que garante repasses federais dos recursos provenientes de cessão onerosa/bônus de assinatura, além da que trata da regulamentação da securitização da dívida, uma forma moderna de combate à sonegação.

“Na minha visão, é essa pauta federativa que faz uma profunda mudança favorável ao país. Porque teremos recursos para cobertura do déficit da Previdência, para enfrentar essa transição até que os efeitos da reforma ocorram. Acredito que, com essas receitas indo para cobertura do déficit, vamos ampliar a capacidade de investimento no país”, defendeu Dias.

(Agência Brasil)

Após 30 anos, Caucaia ganha mercado público reformado

O prefeito Naumi Amorim, de Caucaia (RMF), entregou no sábado as novas instalações do Mercado do Povo Juaci Sampaio Pontes, localizado no Centro. O equipamento é a maior estrutura pública de comercialização de produtos e serviços do município. O ato contou com a presença da primeira-dama, a deputada estadual Erika Amorim e de grupo de vereadores, comerciantes e lidaranças de bairros.

Naumi Amorim lembrou do início da atual gestão, quando contava com apenas 20 dias de mandato, parte do teto do Mercado desabou. “E hoje estamos entregando o Mercado reformado, uma obra de qualidade e que foi feita pensando nos usuários e nos permissionários. É um momento alegre para Caucaia. Que todos cuidem do espaço, deixando limpo e preservando”, declarou, anunciando a retomada da obra do Mercado da Jurema, abandonada pela administração anterior, e cujos recursos já estão assegurados.

Segundo a Prefeitura, foram executadas no Mercado do Povo Juaci Sampaio Pontes melhorias na segurança da coberta e reformadas todas as quatro fachadas laterais do prédio e os quatro pavilhões, com a instalação de uma nova estrutura metálica e de peças exteriores que permitem uma melhor ventilação do espaço. Também foram instaladas 24 câmaras de segurança e os banheiros passaram por reforma completa. O investimento global foi de R$ 2,1 milhões.

Conforme a primeira-dama de Caucaia, a reforma do mercado era uma demanda muito antiga e foi uma promessa de campanha de Naumi. “Fico muito feliz por este dia. Estamos enfrentando uma crise no país e não é fácil um prefeito governar, mas o prefeito Naumi é comprometido com a população. Tenho certeza de que é um desejo da gestão oferecer mais oportunidades e dar uma condição melhor para os permissionários e consumidores”, ressaltou Erika Amorim.

O secretário municipal de Patrimônio Serviços Públicos e Transporte, Francisco de Assis Medeiros, lembrou que em 30 anos de existência o mercado nunca havia recebido uma reforma dessa extensão. Em 2019, o equipamento completou três décadas de existência.

Ambientes internos do Mercado também receberam serviços de manutenção, reparos e pintura. O Mercado do Povo Juaci Sampaio Pontes conta atualmente com cerca de 600 permissionários. Nenhum desses trabalhadores precisou ser removido em nenhuma etapa da intervenção, que melhorou também as vagas de estacionamento do entorno.

A diretora do equipamento, Elenice Souza compara o antes e o depois da obra. “Antes era horrível. O Mercado tinha lixo, esgoto a céu aberto e má condição de uso. Hoje está de cara nova, com uma estrutura toda refinada, banheiro com qualidade. É de fazer orgulho. Mudou totalmente a visão interior e oferece mais conforto para os permissionários e para o público que compra.”

DETALHE – Ted Pontes, filho mais velho do homenageado que leva o nome do mercado, Juaci Sampaio Pontes, destacou a importância de manter as origens das tradições do município restaurando o prédio. “Aqui o coração da cidade voltou a bater mais forte.”

(Fotos – Divulgação)

“Vocês têm notícia de alguém barrado (pelo Senado)”? Desafia Bolsonaro sobre filho embaixador

Para o presidente Jair Bolsonaro, o filho Eduardo Bolsonaro, policial federal e deputado federal pelo Estado de São Paulo, já pode fazer as malas rumo à embaixada do Brasil em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Apesar de Eduardo ter que ser submetido à entrevista no Senado, antes de assumir o cargo, Jair Bolsonaro vê o processo como mera formalidade. “Sim, o Senado pode barrar. Mas vocês têm notícia de alguém barrado?”, colocou o presidente da República, durante entrevista coletiva, neste domingo (3), no Palácio da Alvorada.

Bolsonaro criticou ainda uma matéria do O Globo, publicada neste domingo, sobre o emprego de mais de 100 familiares nos gabinetes dele e dos filhos.

Quando coloquei parentes da Ana Cristina [ex-esposa] eu não era casado com ela. Vou devolver porque casei com ela?”, reclamou.

(Com Agências)

Tasso diz que equipe econômica de Bolsonaro sabe onde quer chegar, apesar de inexperiente

317 3

Para o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), a diferença do governo Bolsonaro para os governos recentes é que a equipe econômica possui um rumo e sabe onde quer chegar, “apesar de ser inexperiente”.

A observação foi feita nesse fim de semana, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), durante palestra na 21ª reunião ordinária da Associação Nordeste Forte, que reuniu os presidentes de federações de indústria do Nordeste.

“Quem dá o tom dessa agenda é a equipe econômica, pois, diferente do governo anterior, ela tem um rumo e sabe aonde quer chegar, apesar de ser inexperiente com o funcionamento da coisa pública. (…) “Devemos aprovar o ‘coração’ do texto. Em paralelo, vamos encaminhar uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) paralela para a reinclusão dos estados e municípios na reforma”, disse Tasso.

Após o encontro, Tasso avaliou como importante os cinco anos de gestão de Beto Studart à frente da Fiec, que será encerrada no dia 23 de setembro, diante da posse do novo presidente Ricardo Cavalcante.

(Foto: Reprodução)

Bolsonaro lamenta atentados nos Estados Unidos

O presidente Jair Bolsonaro comentou os dois atentados registrados neste fim-de-semana nos Estado Unidos, que deixaram dezenas de mortos e feridos. Os dois ataques ocorreram nas cidades de El Paso (Texas) e Dayton (Ohio). O primeiro terminou com 20 mortos e 26 feridos. Já o segundo deixou nove mortos e ao menos 27 feridos.

“Lamento. Já aconteceu no Brasil também. Agora não é desarmando o povo que você vai evitar isso aí. O Brasil no papel é extremamente desarmado e já aconteceu coisa como essa aqui no Brasil”, disse. O presidente conversou com jornalistas neste domingo na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial do governante.

(Agência Brasil)

Inscrições para bolsas remanescentes do ProUni começam nesta segunda-feira

A partir desta segunda-feira (5) o Programa Universidade para Todos (ProUni) estará com inscrições abertas para bolsas em universidades particulares, inclusive para candidatos que não participaram na última edição do Enem, desde que já tenham realizado o exame nacional em alguma oportunidade, a partir de 2010.

Estudantes que já cursam alguma universidade podem se inscrever até o dia 30 de setembro. Já os candidatos que não estão em nenhuma universidade podem efetuar a inscrição somente até o dia 16 de agosto.

A inscrição deverá ser feita na internet, no site do programa (http://prouniportal.mec.gov.br/). As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até um e meio salário mínimo. As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até três salários mínimos.

O ProUni foi criado em 2004 pelo Ministério da Educação (MEC) e concede bolsas de estudo para cursos de graduação em instituições de ensino superior no Brasil.

(Com Agências)

Jangurussu cita enchentes, esgotamento sanitário e saúde como desafios do bairro

Moradores dos bairros Jangurussu, São Cristovam e Conjunto Palmeiras solicitaram nesse sábado (3) uma escola em tempo integral e ações na área da saúde, diante da ausência de saneamento e esgotamento sanitário, além da escassez de profissionais nas unidades básicas no atendimento à população.

As reivindicações foram manifestadas durante o encontro do projeto Roda de Conversa, realizado pelo PSDB, que discute com a população de Fortaleza as perspectivas e soluções viáveis de governança. O evento tem a participação dos presidentes dos diretórios estadual, Luiz Pontes, e municipal, Carlos Matos, pré-candidato tucano a prefeito de Fortaleza nas eleições de 2020.

“Na minha vida pública, o diálogo sempre foi característica marcante do meu modo de trabalhar. O que fazemos agora, a partir dessas rodas de conversas nos bairros, é procurar conhecer cada vez melhor o nosso entorno, vivenciar a cidade. É o que queremos para o momento: mobilizar o fortalezense para debater nossos problemas, que são muitos”, comentou Carlos Matos.

Para o presidente do PSDB-CE, as rodas de conversas tucanas estão permitindo dar voz a quem vivencia os problemas no cotidiano de cada área da cidade. “É a partir da rua, do bairro, da comunidade que se desenham os projetos que irão nortear os rumos da nossa cidade”, disse Luiz Pontes.

(Foto: Divulgação)

FI-FGTS prepara chamada pública para financiar novos projetos

O Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS) prepara edital de chamada pública para financiar projetos de infraestrutura. O documento deverá ser discutido na reunião do Comitê de Investimento do fundo, prevista para ocorrer em 28 de agosto.

“Na próxima reunião, nós vamos aprovar edital de chamada pública abrindo para quem quiser, no Brasil inteiro, apresentar os seus projetos de infraestrutura”, disse Carlos Eduardo Abijaodi, presidente do comitê, após reunião ocorrida na última quarta-feira (31), em Brasília, na sede da Caixa Econômica Federal, gestora do fundo.

Segundo ele, não está definido o volume que poderá ser investido. O Conselho Curador do FGTS autorizou até R$ 7 bilhões para o Fundo de Investimento. Abijaodi descartou que o edital preveja o teto desse volume. “A gente não começa com R$ 7 bi. A gente vê exatamente o que há necessidade”, assinalou.

Lei nº 11.491/2007

Conforme a Lei nº 11.491/2007, os recursos do FI são destinados “a investimentos em empreendimentos dos setores de aeroportos, energia, rodovia, ferrovia, hidrovia, porto e saneamento”. Algumas dessas áreas constam nos projetos de concessão do governo federal no Ministério da Infraestrutura e no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

“Nós esperamos com isso contemplar novas concessões que vão sair da parte do governo e projetos novos. Não precisa ser apenas concessões e privatizações, podem ser projetos particulares”, ressaltou Abijaodi.

Alupar

Em sua última reunião, o Comitê de Investimento do FI-FGTS não conseguiu aprovar a proposta de desinvestimento na holding Alupar, que controla empresas de capital nacional e privado, que atua na área de geração e transmissão de energia no Brasil, na Colômbia e no Peru.

O comitê é formado por 12 membros, entre indicações do governo (6), dos empresários (3) e dos trabalhadores (3). O desinvestimento tem que ser aprovado por três quartos dos participantes (9 membros).

Os seis representantes do governo votaram a favor; dois representantes dos empresários, também. No entanto, um representante dos empresários faltou à votação e os três representantes dos trabalhadores votaram contra – placar final de 8×3.

Abijaodi não descarta a possibilidade do desinvestimento na Alupar voltar à pauta do comitê neste semestre. Há, no entanto, outros projetos que aguardam agenda. “O problema é que nós estamos em situação de maturidade em muitos projetos que a gente pode pensar em um programa mais avançado de alguns desinvestimentos em longo período”.

O desinvestimento recalibra o FI-FGTS e pode viabilizar novos financiamentos. No caso da Alupar, a estimativa é de que R$ 800 milhões voltem ao fundo (ganho de 200% do valor inicial emprestado em 2009) e possam financiar novos projetos. “Agora a gente está mais interessado em retomar alguns projetos que a gente pode financiar”.

(Agência Brasil)

Policial do Raio tenta matar namorada em Ipu e atinge família de empresário

1404 22

Um policial do Raio de Fortaleza se encontra preso, em Tianguá, após ter efetuado cerca de 18 disparos de pistola ponto 40, na madrugada deste domingo (4), durante uma festa de formatura na residência de um empresário no município de Ipu, no Noroeste do Ceará, a 257 quilômetros da capital. O empresário de 48 anos, a esposa de 42 anos e a filha de 16 anos foram atingidos pelos disparos e estão em estado grave no Hospital de Sobral.

Em nota, a Polícia Militar do Ceará disse que será instaurado o Inquérito Policial Militar e que todas as providências estão sendo adotadas.

Segundo informações do comando de Ipu, que tem à frente o major Euci de Castro, a namorada do policial do Raio entrou na sala principal da residência do empresário, em busca de socorro. Ela disse que o namorado estaria em crise de ciúmes e que entraria para matá-la.

De acordo ainda com as informações colhidas pelo comando, o empresário, a esposa e a filha, essa última amiga da namorada do policial, tentaram conter o militar que adentrou na casa com arma em punho.

O empresário foi atingido no abdômen, a esposa no peito e a filha na coxa. O policial foi contido pelo próprio empresário e convidados e entregue à Polícia de Ipu.

Todos os feridos deverão ser operados ainda neste domingo.

(Foto: Reprodução)

Tiros na avenida – Policial salva torcedores do Ceará de linchamento

152 1

Uma policial que trafegava pela avenida Silas Munguba (antiga Dedé Brasil), no sentido Castelão/Parangaba, se deparou com um grupo de torcedores do Fortaleza, na tarde desse sábado (3), que espancava dois torcedores do Ceará, derrubados de uma moto, quando se dirigiam ao Castelão.

Mesmo se identificando em voz alta como policial e ordenar o fim do espancamento, os torcedores do Fortaleza ignoraram a presença da autoridade policial e seguiram com os chutes e socos.

Foi então que a policial sacou da arma e começou a efetuar disparos para o alto. Com o grupo se dissipando, um dos torcedores agredidos sai andando, ainda com o capacete na mão.

A Polícia informou ao Blog que não houve registro de prisões na área do confronto

(Fotos: Reprodução)

Novo ataque a tiros deixa nove mortos nos Estados Unidos

Um novo ataque a tiros deixou ao menos nove mortos, incluindo o atirador, e 16 pessoas feridas na cidade de Dayton, em Ohio, nos Estados Unidos. O tiroteio ocorreu apenas algumas horas depois de um incidente semelhante em El Paso, no Texas, que resultou em 20 mortes.

“O atirador morreu. Há também outros nove mortos. Pelo menos outras 16 pessoas foram levadas para hospitais da área com lesões”, anunciou o Departamento de Polícia de Dayton. “Tínhamos agentes nas imediações quando começou este tiroteio, pudemos agir e dar fim a ele rapidamente”, acrescentou.

A polícia afirmou que o ataque começou por volta de 1h (horário local) e que o FBI (departamento federal de investigação dos Estados Unidos) está ajudando na investigação. O tiroteio ocorreu no bar Ned Peppers, a oeste do centro de Dayton. “Todo nosso pessoal está a salvo e nossos corações estão com todos os envolvidos enquanto verificamos as informações”, publicou o bar na sua conta do Instagram.

A polícia acredita que a ação foi conduzida por apenas um atirador e ainda não identificou o suspeito e os motivos do ataque. O tiroteio ocorreu num bairro histórico da cidade de 140 mil habitantes, onde estão localizados diversos bares, restaurantes e teatros. A região é considerada segura pelas autoridades.

“É um incidente muito trágico e estamos fazendo de tudo que podemos para investigar e tentar descobrir a motivação por trás disso”, afirmou o tenente-coronel da polícia, Matt Carper.

O porta-voz do hospital local de Miami Valley, Terrea Little, confirmou que a unidade estava atendendo 16 vítimas. Alguns vídeos e fotos foram divulgados nas últimas horas nas redes sociais, nos quais supostamente se vê o atirador e se escutam os disparos de um fuzil.

Ataque em El Paso

O ataque em Ohio ocorreu algumas horas depois de um jovem de 21 anos abrir fogo num supermercado em El Paso, no Texas, deixando pelo menos 20 mortos e outros 26 feridos. Autoridades investigam a hipótese de o ataque ter sido um crime de ódio. Em um manifesto, o suspeito teria afirmado que a ação era uma resposta à suposta invasão latina no Texas.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou o tiroteio em El Paso e disse que “não só foi trágico”, como também “um ato de covardia”. Em uma semana, já são três tiroteios nos Estados Unidos. No domingo passado, quatro pessoas morreram, incluindo o atirador, e 15 ficaram feridas, em Gilroy, Califórnia.

(Agência Brasil)

Superioridade sem gols de nada vale, diz Ceni; Resultado merecido, avalia Enderson

130 1

O Fortaleza não veio concentrado para jogar um clássico do tamanho que é. A observação é do treinador do Fortaleza, Rogério Ceni, ao avaliar a derrota da equipe, diante do Ceará, na noite desse sábado (3), no Castelão, por 2 a 1, na abertura da 13ª rodada do Brasileirão.

Para Ceni, o Leão somente acordou para a partida, após sofrer o segundo gol, ainda aos 18 minutos do primeiro tempo. “Não conseguimos fazer os dois gols, minimamente para empatar. A superioridade do segundo tempo, a maior posse de bola, passes, tudo mais… sem transformar em gol, de nada vale”, comentou.

Já o treinador do Ceará, Enderson Moreira, disse que a vitória alvinegra foi merecida e que o placar foi resultado da competitividade da equipe.

O treinador do Vozão revelou que o time também buscou superação nos vestiários, diante da penalidade marcada contra o Ceará, nos acréscimos da primeira etapa, quando atletas entraram no vestiário muito abalados.

“Todos viram o que aconteceu. E apenas uma pessoa (árbitro Heber Lopes) tomou a decisão equivocada”, criticou o treinador, ao se referir a uma suposta mão na bola do jogador do Fortaleza, que resultou na sequência na penalidade.

(Fotos: Reprodução)

Cronograma de liberação do FGTS será divulgado amanhã

A Caixa Econômica Federal anuncia amanhã (5) o cronograma de liberação do saque imediato de parcela de até R$ 500 por conta ativa ou conta inativa do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Conforme a Medida Provisória nº 889, as liberações ocorrerão de setembro deste ano a março de 2020.

A projeção do Ministério da Economia é alcançar 96 milhões de trabalhadores e injetar R$ 30 bilhões na economia – R$ 28 bilhões em 2019 e R$ 12 bilhões em 2020.

A indústria e o comércio têm expectativa de aquecimento econômico com a liberação desses recursos. Segundo o economista Marcelo Azevedo, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), “é uma medida de curto prazo que é fundamental para a retomada da economia. Se as medidas de longo prazo [como as reformas da Previdência Social e tributária] vão ajudar a sustentar [o crescimento], medidas como liberação de recursos têm potencial de, no curto prazo, uma injeção necessária para o primeiro arranque na economia”, defende.

Consumo

A liberação do FGTS pode estimular o consumo e reduzir o estoque de artigos já produzidos pela indústria, movimento importante para preparar a retomada do ciclo econômico mais positivo. A CNI, no entanto, ainda não tem uma estimativa desse eventual efeito.

Com dinheiro extra na mão, o trabalhador poderá ir às compras ou acertar o pagamento de dívidas. Segundo o Ministério da Economia, 23 milhões de pessoas poderão quitar suas dívidas com o saque imediato do FGTS.

“Mesmo que as famílias priorizem os pagamentos de dívidas. Isso também acaba ajudando o consumo”, assinala Marianne Hanson, economista da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Segundo ela, o pagamento de dívidas diminui o comprometimento da renda das famílias e retiram da inadimplência quem tem contas em atraso.

Projeção da CNC indica que com a liberação do FGTS pelo menos R$ 7,4 bilhões poderão migrar para o comércio varejista com a compra de bens duráveis e não duráveis. O efeito poderá ser potencializado, pois durante o período de liberação ocorrerá o pagamento do 13º salário. Hanson tem expectativa de que o crescimento do consumo abra mais vagas temporárias no comércio e aumente a renda das famílias onde há desempregados.

O consumo das famílias é responsável por R$ 6 de cada R$ 10 da demanda agregada que estimula o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), indicador que mede o fluxo de novos bens e serviços finais produzidos. No último ano, o PIB do comércio apresentou crescimento de 2,3%; e a indústria aumento de 0,6%. O PIB 2018 de toda a economia cresceu 1,1%.

Saque aniversário e construção civil

Além do saque imediato, a MP 889 traz a modalidade do saque aniversário que prevê, a partir de 2020, a possibilidade de o trabalhador retirar, anualmente, um percentual de seu saldo no FGTS. A expectativa do Ministério da Economia é de que o saque aniversário dê aos trabalhadores acesso a R$ 12 bilhões.

A liberação dos saques depende, no entanto, da adesão individual do trabalhador. As duas modalidades de saque criadas pela MP somam R$ 42 bilhões para serem liberados em 16 meses (quatro de 2019 e doze de 2020).

Para o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, a liberação dos saques deve ser efetiva para o aquecimento da economia, por meio do consumo.

Ele, no entanto, demonstra preocupação com a manutenção da capacidade de financiamento do FGTS para o setor de construção civil. “Aquecendo a economia e não havendo perda já é muito bom. O que a gente precisa ver é como isso vai ser acontecer para que, ao longo do tempo, não tenha buraco de falta de recurso ou alguma coisa desse tipo”, escreveu em nota à Agência Brasil.

Martins sublinha que o anúncio da manutenção do financiamento de obras de habitação e infraestrutura por meio do FGTS deixou o setor otimista. “A veemência com que o presidente, ministros, secretários e presidentes de bancos estatais garantem que não haverá efeitos na construção nos tranquiliza em relação aos contratos que nós temos assinados e que têm desembolsos futuros”.

De acordo com o Ministério da Economia, as contas dos trabalhadores no FGTS somam R$ 419 bilhões.

(Agência Brasil)

Com semana de três sorteios, Mega-Sena acumula em R$ 32 milhões

Nenhum apostador acertou os seis números da Mega-Sena, sorteados na noite desse sábado (3), em São Paulo. Segundo estimativa da Caixa Econômica Federal, o prêmio do sorteio da terça-feira (6) será de R$ 32 milhões. Além da terça-feira, a Mega-Sena ainda terá sorteios esta semana na quinta-feira (8) e no sábado (10).

Os números sorteados ontem foram: 0725324353 e 55.

As 73 apostas com cinco acertos receberão R$ 39,2 mil, cada. Já as 5.485 apostas com quatro acertos receberão R$ 747, cada.

Nenhum apostador também não acertou os cinco números da Quina e o prêmio desta segunda-feira será de R$ 2,2 milhões, de acordo ainda com a estimativa da Caixa. Os números sorteados foram: 04 – 18 – 40 – 49 e 78.

Plenário pode votar reforma da Previdência em 2º turno na terça-feira

A Câmara dos Deputados pode votar a partir de terça-feira (6), em segundo turno, a proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19). O texto aumenta o tempo para se aposentar, limita o benefício à média de todos os salários, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS e estabelece regras de transição para os atuais assalariados.

Da mesma forma que o primeiro turno, a proposta precisa do voto de um mínimo de 308 deputados para ser aprovada e então enviada ao Senado, onde também passará por dois turnos de votação.

Nessa fase de tramitação, os partidos podem apresentar apenas destaques supressivos, ou seja, para excluir algum trecho do texto aprovado em primeiro turno.

Em relação ao texto aprovado pela comissão especial, de autoria do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), foram três as principais mudanças na primeira votação em Plenário. Uma delas é a redução da idade exigida do professor de ensino infantil e básico para se aposentar com pedágio de 100% do tempo de contribuição que faltar para cumprir o requisito na data de publicação da futura emenda constitucional. A idade passou de 55 anos se mulher e 58 anos se homem para 52 anos se mulher e 55 anos se homem.

Na regra de transição de aposentadoria por idade, os deputados também diminuíram de 20 anos para 15 anos o tempo mínimo de contribuição exigido para se aposentar pelo INSS.

Para a mulher, no cálculo do salário pela média, ela receberá 60% do calculado por 15 anos de contribuição e 2% a mais dessa média por cada ano que passar disso.

(Agência Câmara Notícias)

Mesmo com autorregulação, uso do cheque especial continua alto

O uso do cheque especial, modalidade de crédito mais cara para as famílias, continua alto – mesmo após o anúncio da autorregulação, estratégia adotada por bancos há pouco mais de um ano.

A medida entrou em vigor em julho de 2018 e estabelece a oferta automática de parcelamento mais barato para consumidores que usam mais de 15% do limite por 30 dias consecutivos.

A oferta é feita nos canais de relacionamento e é o cliente quem decide se adere à proposta. Caso não aceite, um novo contato é feito a cada 30 dias.

Números
De acordo com dados do Banco Central (BC), em junho deste ano, o saldo do cheque especial (R$ 25,755 bilhões) representava 2,5% do crédito livre ofertado para as famílias (R$ 1,008 trilhão). Em junho de 2018, o percentual estava em 2,7%, com saldo do cheque especial em R$ 23,970 bilhões.

No caso das concessões, o cheque especial (R$ 30,885 bilhões) foi responsável por 18,4% do crédito liberado pelos bancos para as famílias (R$168,2 bilhões) em junho deste ano. No mesmo mês de 2018, o percentual era 20,4%, com concessões do cheque especial em R$ 30,721 bilhões.

Já a taxa de juros subiu de 304,9% ao ano (12,4% ao mês) em junho de 2018 para 322,2% ao ano (12,8% ao mês) em junho deste ano – modalidade mais cara do crédito livre, em que os bancos têm autonomia para emprestar o dinheiro captado no mercado e definir as taxas de juros cobradas dos clientes.

Segundo o BC, o cheque especial tem “participação modesta” na carteira de crédito total do sistema bancário, mas foi responsável por aproximadamente 10% da margem de lucro de juros líquida (descontada a provisão para inadimplência). Outro dado apontado pelo estudo é que a maioria dos usuários do cheque especial pertence a uma faixa renda mais baixa, de até dois salários mínimos.

Avaliação
Para o diretor da Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac), Miguel de Oliveira, as medidas de autorregulação não atingiram o objetivo esperado, que era reduzir o uso do cheque especial.

“Desde o início, eu dizia que só iria funcionar se fosse obrigatório [o repasse da dívida para o crédito pessoal com taxa menor]. Quando não é obrigatório, há comodismo tanto por parte dos bancos, que recebem juros maiores, quanto dos clientes, que não vão em busca de outra opção”, disse.

Oliveira acrescentou que, antes, “o vilão” dos juros altos era o cartão de crédito, mas, com a regulamentação imposta pelo governo, o líder em taxa de juros alta passou a ser o cheque especial. No caso do cartão de crédito, o rotativo dura 30 dias. Após esse prazo, as instituições financeiras têm que parcelar a dívida, o que é feito com uma taxa menor.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) destaca que mais de 12 milhões de pessoas trocaram o cheque especial pelo crédito parcelado no primeiro ano de vigência das novas regras.

Para Oliveira, parte desses 12 milhões de pessoas podem ter voltado a usar o cheque especial e outros clientes podem ter caído na modalidade de crédito, já que o saldo e as concessões não mostraram alterações significativas ao longo de um ano. “Se a taxa não fosse tão alta, não seria um problema”, disse.

Segundo a Febraban, quem migrou para a modalidade parcelada pagou juros menores. A taxa média paga por quem optou pela mudança, em junho, passou de 12,48% ao mês (cheque especial) para 3,09% ao mês (crédito parcelado), de acordo com levantamento feito pela Febraban com 12 bancos que representam cerca de 90% do mercado brasileiro do produto.

A pesquisa também mostrou que os juros cobrados na linha de crédito alternativa caíram 13% ao longo dos 12 meses, de 3,54% ao mês para 3,09% ao mês.

Para o diretor de Autorregulação da Febraban, Amaury Oliva, a medida tem balanço positivo após um ano de vigência. “Um dos objetivos era incentivar o uso consciente do cheque especial, destinado a situações emergenciais e por curto tempo. Os bancos passaram a enviar alertas e a diferenciar o saldo do cliente e o limite do cheque especial. Não havia um padrão entre os bancos”, destacou.

Oliva também destacou que os clientes passaram a ter acesso facilitado a uma linha de crédito mais barata, em alternativa ao cheque especial.

Procurado, o Banco Central disse que não comentaria sobre o assunto.

Entenda
Pelas regras da autorregulação, nos extratos bancários dos clientes, o saldo em conta deve ser informado de forma separada do limite do cheque especial, para que o usuário não confunda o valor do crédito como sendo saldo positivo da própria conta.

A iniciativa dos bancos também estabeleceu que as instituições financeiras passassem a usar os canais de relacionamento com o cliente, como internet e telefone, para alertar o consumidor toda vez que ele entrar no cheque especial. No alerta, os bancos informam que esse crédito deve ser utilizado em situações emergenciais e temporárias.

(Agência Brasil)