Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Bolsonaro: projeto de capitalização não é essencial no momento

275 2

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que não quer “complicar” o andamento da reforma da Previdência. Portanto, disse Bolsonaro, a discussão da proposta de capitalização do sistema de aposentadorias não é essencial no momento e pode ficar para depois.

“Nós não queremos é complicar o andamento da reforma que está aí. Eu não quero desidratar nada, mas não é essencial isso [projeto de capitalização] no momento. A ideia era botar a PEC [proposta de emenda constitucional] e depois regulamentar lá na frente, via o Parlamento também”, afirmou.

Pela proposta enviada ao Congresso, os trabalhadores que ingressarem no mercado de trabalho após a aprovação da reforma da Previdência poderão aderir a um regime de capitalização (uma espécie de poupança).

O sistema vai garantir o salário mínimo, por meio de um fundo solidário. O trabalhador poderá escolher livremente a entidade de previdência, pública ou privada, e a modalidade de gestão de reservas, com possibilidade de portabilidade. Ainda segundo a proposta, a gestão das reservas será feita por entidades da previdência, habilitadas por órgão regulador. O novo regime enfrenta resistência entre parlamentares.

(Agência Brasil)

Receita abre na segunda consulta a lote da malha fina do IR

A Receita Federal abre na segunda-feira (8) consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda (IR) Pessoa Física de abril. Ao todo, serão desembolsados R$ 210 milhões para 91,3 mil contribuintes que estavam na malha fina das declarações de 2008 a 2018, mas regularizaram as pendências com o Fisco.

A lista com os nomes estará disponível a partir das 9h no site da Receita na internet. A consulta também pode ser feita pelo Receitafone, no número 146. A Receita oferece ainda aplicativo para tablets e smartphones, que permite o acompanhamento das restituições.

As restituições terão correção de 6,64%, para o lote de 2018, a 108,76% para o de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a entrega da declaração até este mês.

O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração no próximo dia 15. O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para pessoas com deficiência) para ter acesso ao pagamento.

(Agência Brasil)

Ednardo – Água Grande

127 1

Sugestão de leitor do Blog. O fortalezense José Ednardo Soares Costa Sousa, 73 anos, ficou conhecido pela composição Pavão Mysteriozo. Também é integrante do grupo de cantores chamado Pessoal do Ceará.

Receita aciona PF para investigar acesso a dados fiscais de Bolsonaro

142 1

A Receita Federal acionou a Polícia Federal (PF) para investigar o acesso a informações fiscais do presidente da República, Jair Bolsonaro, e de membros de sua família. Em nota oficial, o órgão informou que uma sindicância concluiu que dois servidores do órgão consultaram os dados sem motivação legal.

De acordo com o comunicado, além de avisar a PF, a Receita abriu processo administrativo para apurar a responsabilidade funcional dos envolvidos. O Fisco não informou quando ocorreu o acesso aos dados nem forneceu mais detalhes sobre o caso.

(Agência Brasil)

Servidores da educação estadual pedem concurso público

A necessidade da realização de um concurso público, o Plano de Carreira dos servidores ADO e ANS, a incorporação da gratificação das secretárias escolares, a bonificação para aposentados e a gratificação de deslocamento para servidores do interior do Estado foram discutidas nesta sexta-feira (5) em reunião entre a Associação dos Servidores da Secretaria de Educação do Estado do Ceará (ASSEEC) e a secretária Eliana Estrela, titular da pasta.

Sobre o Plano de Carreira, a secretária assegurou que vai requerer uma audiência com o chefe da Casa Civil, Élcio Batista, para que a demanda chegue ao Executivo.

Durante a reunião desta sexta-feira, a presidente da ASSEEC, Ritinha Bacana, sugeriu a atualização nas tabelas para gratificação de desempenho de atividades de interesse da educação para servidores dos grupos ADO e ANS em 60%, bem como uma gratificação nominal para secretários escolares. O assessor especial do gabinete da Seduc, Audizio Vieira, disse que será realizada uma pesquisa técnica com base em outras secretarias.

O deputado federal Idilvan Alencar, ex-secretário da Seduc, acompanhou a reunião e afirmou que o pleito é antigo e que já houve avanços.

(Foto: Divulgação)

Lula fica em silêncio em depoimento à PF

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou em silêncio durante depoimento prestado hoje (5) na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, onde está preso.

Segundo a defesa, Lula não teve acesso antecipado ao conteúdo da investigação. Na oitiva, a PF pretendia questionar o ex-presidente sobre o conhecimento dele da suposta cobrança de propina em contratos de navios-sonda da Petrobras e nas obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

Em março, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou o pedido da defesa do ex-presidente e suspendeu o mesmo depoimento.

Na decisão, Fachin concordou com a defesa e determinou prazo mínimo de cinco dias úteis para que os advogados possam analisar os processos antes do depoimento.

A defesa de Lula, desde sua prisão em abril de 2018, reitera a inocência dele e diz que ele não cometeu crimes em momento algum. O ex-presidente também afirma que não cometeu irregularidades.

Lula está preso desde 7 de abril do ano passado, após ter sua condenação confirmada pelo TRF4, que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão ao ex-presidente, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no processo do tríplex do Guarujá (SP).

(Agência Brasil)

Enem 2019 – Comissão criada para avaliar questões conclui trabalhos

A comissão criada para decidir as questões que vão entrar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano já concluiu o trabalho de análise dos itens previstos. Segundo o Intituto Nacional de Estudos e Pesquisas Eduacacionais Anísio Teixeira (Inep), os resultados da análise não serão divulgados dado o caráter sigiloso do Banco Nacional de Itens (BNI), que é composto por questões que ficam disponíveis para aplicações do Enem.

De acordo com nota técnica publicada pelo Inep, a comissão, criada no dia 20 de março deste ano, deveria “identificar abordagens controversas com teor ofensivo a segmentos e grupos sociais, símbolos, tradições e costumes nacionais” e, com base nessa análise, recomendar que tais itens não fossem usados na montagem do exame deste ano.

As recomendações ainda terão de passar pela Diretoria de Avaliação da Educação Básica do Inep, que deverá emitir um contraparecer para cada um dos itens avaliados. A decisão final sobre o uso de tais itens no exame de 2019 caberá ao presidente da autarquia, cargo que está sendo ocupado interinamente por Carlos Sampaio.

O grupo era composto pelo secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Marco Antônio Barroso, pelo diretor de Estudos Educacionais do Inep, Antonio Maurício das Neves, e por um representante da sociedade civil, Gilberto Callado de Oliveira.

Como a elaboração de uma questão é um processo longo e oneroso, o Inep garantiu que nenhum item será descartado. As questões dissonantes serão separadas para posterior adequação, testagem e utilização, se for o caso.

Questionamento

Nesta semana, a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal (MPF), pediu novas explicações ao Inep sobre a instalação da comissão.

A procuradoria já havia solicitado ao Inep detalhes das avaliações feitas em relação ao Enem 2018 que levaram à conclusão da necessidade de adoção da etapa técnica de revisão do BNI, assim como quais profissionais especialistas em avaliação educacional e quais instituições de educação superior participaram desse trabalho. Em nota, o Inep afirma que todas as informações técnicas pertinentes foram encaminhadas à procuradoria, no prazo estipulado de cinco dias úteis.

As explicações, no entanto, foram consideradas “insuficientes” pela PFDC, que enviou, esta semana, novo ofício ao Inep pedindo informações sobre os critérios sugeridos na avaliação feita pela comissão e a qualificação técnica e profissional dos membros do grupo.

A PFDC pediu também informações sobre os subsídios oferecidos à comissão para assegurar que os trabalhos observassem os parâmetros psicométricos, o desenho esperado da prova e a matriz de referência do exame, conforme estabelece a normativa na área. A procuradoria estipulou um novo prazo de cinco dias para que a autarquia responda ao pedido.

Em nota, o Inep diz que já foi notificado sobre o novo pedido da PFDC e que vai responder oportunamente.

(Agência Brasil)

Cândido Albuquerque: UFC vira canteiro de obras paradas

A Universidade Federal do Ceará está com 52 obras paradinhas da silva.

Segundo o candidato a reitor Cândido Albuquerque, atual diretor da Faculdade de Direito da Instituição, por falta de planejamento.

“Isso representa um enorme prejuízo para a universidade!”, lamenta Cândido que, neste sábado, a partir das 16 horas, reunirá grupo de apoiadores no Iate Clube.

Flórida Bar será palco de encontro de chorões e sambistas

Jornalista Felipe Araújo puxa a festa.

Abrindo as comemorações do mês nacional do choro, o Flórida Bar promoverá, neste próximo sábado (6), a primeira edição do projeto Quintal do Choro. A partir das 15 horas, alguns dos maiores chorões e sambistas do Ceará vão se reunir para um grande encontro musical nesse que é um dos bares mais tradicionais de Fortaleza.

Otílio Moura (sanfona), Luiz José (cavaquinho de 6 cordas), Francisco de Medeiros (violão de 6 cordas), Lucas Everdosa (violão de 7 cordas), Giltácio Santos (clarineta), Eduardo Pontes (pandeiro), Paulo de Tarso Pardal (cavaquinho) e Felipe Araújo (percussão), além de convidados especiais, vão levantar a poeira do salão do Flórida nesse que é o primeiro encontro de outros que acontecerão ao longo do mês de abril.

O objetivo é celebrar a memória e as composições eternas de Pixinguinha, aniversariante do mês – cujo aniversário deu origem ao Dia Nacional do Choro (23 de abril) -, e também revisitar a obra de mestres do gênero, como Jacob do Bandolim, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Luiz Americano, entre tantos outros. Com direito a alguns sambas clássicos entremeando o repertório chorão.

DETALHE – Essa primeira edição do Quintal do Choro tem o apoio cultural da loja GoldSounds, discos e equipamentos de áudio; do escritório de arquitetura Deborah de Araújo; e do escritório de advocacia Thales Catunda de Castro.

SERVIÇO

*Flórida bar, rua Dom Joaquim, 68, Praia de Iracema.

(Foto – O POVO)

Observatório de Fortaleza agora na Adece

A professora Cláudia Leitão, diretora do Observatório de Fortaleza, agora preside a Câmara Setorial da Economia Criativa na Agência do Desenvolvimento Econômico do Ceará (Adece).

Cláudia, aliás, quando titular da Secretaria da Cultura do Estado (Governo Lúcio Alcântara), promoveu a interiorização da cultura e fomentou uma série de eventos e projetos tocados hoje no Ceará.

(Foto – Sara Maia)

Advogado-geral da União diz que setores da sociedade querem manter privilégios

163 1

O advogado-geral da União, André Mendonça, disse hoje (5) estar seguro de que todos os pontos da proposta de emenda constitucional (PEC) sobre a reforma da Previdência, enviada ao Congresso, estão dentro do permitido pela Constituição, mas que ainda assim alguns setores da sociedade buscarão argumentos jurídicos para tentar manter privilégios.

“Setores, principalmente uma ala corporativista da sociedade, vão buscar manter direitos e alguns privilégios. Tudo aquilo que envolve quebra de privilégio é um ponto sensível de judicialização, mas nós temos segurança de que estamos fazendo não só o certo para o país, mas o certo dentro dos parâmetros que a Constituição nos permite fazer”, disse Mendonça.

O advogado-geral da União destacou que, mesmo antes da proposta ser enviada ao Congresso, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) mapeou preventivamente todos os pontos passíveis de contestação judicial. “Então, vai haver judicialização? Vai haver nesses pontos, possivelmente, mas nós temos segurança”, disse Mendonça.

O debate da reforma da Previdência está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, uma vez aprovada segue para a comissão especial da Casa, depois para duas votações no plenário. A tramitação no Senado é a etapa final.

(Agência Brasil)

Partido Novo instala núcleo em Caucaia

O executivo Geraldo Luciano, que preside o Partido Novo do Ceará, vai estar neste sábado em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza. Ali, às 18h30min, no HM Topografia (Centro), vai instalar o núcleo municipal da legenda.

Na prática, a sigla busca sair dos arredores da Aldeota de Fortaleza. Ou seja, é hora de começar a difundir seus objetivos, pois 2020 bate à porta.

Falando nisso, Geraldo é o nome mais cotado do Novo para a disputa na Capital.

 

Salmito quer liberação da venda de bebida alcoólica nos estádios para aliviar despesas do Castelão

280 2

O Governo gasta, com manutenção da Arena Castelão, R$ 700 mil/mês.

A informação foi dada pelo deputado estadual Salmito Filho (PDT), durante discussões, na Assembleia Legislativa, em torno do projeto de lei que quer a liberação da venda de bebida alcoólica nos estádios.

Salmito disse ser a favor dessa liberação como forma de triar do Estado essa despesas. Ele considera uma contradição que tal venda possa ocorrer em shows e outros eventos nessa praça esportiva, enquanto no futebol, esporte das massas, está proibida.

(Foto – ALCE)

ONG Verdeluz abre inscrições para voluntários

O Instituto Verdeluz está recrutando novos voluntários. As inscrições estão abertas até o próximo dia 13 de abril. Qualquer pessoa poderá se candidatar, mas a entidade tem interesse em preencher parte das vagas com alunos ou profissionais das áreas de Administração, Direito, Psicologia, Medicina Veterinária, Engenharia de Produção, Arquitetura e Urbanismo, Gestão de Qualidade, Recursos Humanos, Comunicação Social e cursos afins.

Ao todo, são 32 vagas distribuídas nos seguintes setores: Gestão de Pessoas, Gestão de Projetos, Projeto de Ativismo, Grupo de Conservação às Tartarugas (GTAR) e Programa de Informação e Participação Ambiental (Pipa). Dentre esses setores, o dos Projetos de Ativismo é o que, até o momento, mais necessita da ampliação de equipe.

Essa é uma oportunidade para quem tem interesse em participar da ONG e ter uma experiência de voluntariado envolvendo a proteção à natureza. Além disso, os novos voluntários terão a chance de se capacitar e contribuir para a promoção da Educação Ambiental e para a proteção do Meio Ambiente.

SERVIÇO

*Link do Edital: https://drive.google.com/file/d/1wkOI6j3JeoSahRqCX7IauH5QK_yKsset/view?fbclid=IwAR1cpEXbzDTeC2fJPa0NWX-xtNP8Ynn1AV1yZ_Hp0xmV0QmEfy4XpxzNYDU

*Link do Formulário de Inscrição:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfcHQBe6JHIFOxEeR4vRrpaUsJVhYkz0L_QSnFU8BomNf-eCw/viewform

Discutindo a relação: Universidades e empresas

Com o título “Discutindo a relação: universidades e empresas”, eis artigo do professor Ricardo Porto, pesquisador e coordenador de Inovação Tecnológica da UFC. Ele traz ao debate tema dos mais importantes e item prioritário nestes tempos de desenvolvimento e compartilhar de experiências. Confira:

Empresas e universidades podem colaborar de diversas formas, mas, há muita discussão sobre a melhor forma para essa colaboração. Qual papel cabe a cada ente na promoção da inovação em produtos, serviços e processos? Como ponto de partida é bom deixar claro que são entes distintos: a missão da universidade é formar gente e produzir conhecimento; as empresas são o locus natural da inovação. Esta distinção das respectivas missões não impede reconhecer que empresas e universidades tem papéis fortemente complementares e que, portanto, devem manter um diálogo institucional permanente. As empresas, por exemplo, podem sugerir o perfil do profissional que desejam para os egressos da universidade que por sua vez pode refletir tais demandas em seus currículos. As empresas devem oferecer estágios qualificados e bem remunerados aos graduandos. Empresas podem e devem informar à universidade os setores do conhecimento que julgam mais relevantes. As universidades devem ser ágeis e abertas o suficiente para firmar projetos conjuntos de pesquisa com as empresas de forma a compartilhar e desenvolver esse conhecimento. A universidade, em seu turno, pode e deve fomentar espaços e condições para a formação empreendedora e a atividade criativa de seus alunos e professores através, por exemplo, de incubadoras.

No contexto da relação com universidades percebe-se, ainda muito poucos pesquisadores (cientistas, engenheiros, doutores) contratados pelas empresas. Dados da OCDE apontam na direção contrária: quanto mais rico o país, maior a proporção de pesquisadores que estão nas empresas em contraste com aqueles que atuam nas universidades. Outro dado que muito ilumina o debate: dos 10 maiores depositantes de patente no Brasil, 9 são universidades. Trata-se de uma distorção: nos EUA, a primeira universidade que aparece no ranking de patentes está na posição 77. Sim, eventualmente a universidade cria produtos “de prateleira” inovadores, como em caso recente no qual a UFC licenciou um produto (o “ketchup de acerola”) para uma empresa cearense de alimentos. Mas via de regra, o caminho mais seguro para o sucesso nesta colaboração se dá quando empresa e universidade, compreendendo seus respectivos papéis, dialogam franca e abertamente sobre formação qualificada e sobre compartilhamento de conhecimentos.

*Rodrigo Porto,

Professor, pesquisador e coordenador de Inovação Tecnológica da UFC.

Navio-veleiro Cisne Branco abre para visitação pública neste sábado

309 3

O navio-veleiro Cisne Branco, da Marinha do Brasil, está ancorado no Porto do Mucuripe.

A embarcação integra a comissão Europa 2019, que visa fortalecer a presença das Forças Armadas náuticas brasileiras junto a outros países. O capitão-de-mar-e-guerra Adriano Batista, está à frente de uma tripulação de 67 homens, com destino a Rouen, na França, onde se engajará às comemorações dos 75 anos do Desembarque da Normandia.

Neste sábado, a partir das 14 horas, estará abeto para visitação publica, com distribuição de 1.000 senhas.

(Foto – Fábio Lima)

Paulo Guedes defende reforma da Previdência e ganha aplausos do empresariado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu hoje (5) a reforma da Previdência e a redução da máquina pública no 18o Fórum Empresarial do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), realizado na cidade de Campos do Jordão (SP). Guedes foi aplaudido pelos empresários presentes ao evento.

Segundo o ministro, a reforma da Previdência é tema prioritário do governo federal. “O modelo econômico é ruim, se esgotou. Temos que reformar. O diagnóstico é esse. Em torno disso, costuramos o nosso programa”, disse.

Desde o regime militar, o governo lida com o descontrole de gastos, conforme Guedes, o que resultou no déficit do sistema previdenciário público.

Para Guedes, é necessária a redução da intervenção do Estado na economia. “Hoje, é melhor o empresário ir à Brasília pedir algo, do que mergulhar na competição”, disse. “A economia com muita intervenção do Estado perde a dinâmica de crescimento, corrompe as práticas”, acrescentou.

Privatizações

A segunda prioridade do governo na área econômica é a privatização de estatais, de acordo com o ministro. O objetivo é fazer o balanço das gestões. “As estatais, descapitalizadas, se transformaram em locais de aparelhamento, um problema para a classe política”, argumentou.

Durante a sua participação, Guedes comentou a audiência, na última quarta-feira (3), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara para discussão sobre a reforma da Previdência.

O ministro entrou em debate com parlamentares da oposição e se desentendeu com o deputado Zeca Dirceu (PT-PR).

“Se as principais lideranças do país estão comprometidas com a reforma [da Previdência], eu vou temer o quê? Perder a paciência depois de seis, sete horas? E me cansar com certo desrespeito, com quem me desrespeitou? Rumores. Acontece”, afirmou.

(Agência Brasil)

Governo arrecada R$ 447,64 com outorga em leilões de portos

O leilão de arrendamento de seis terminais portuários no Pará terminou com R$ 447,64 milhões arrecadados com outorga. No total, o governo federal ofertou à iniciativa privada cinco áreas no Porto Organizado de Belém e uma no porto de Vila do Conde, em Barcarena. Todos os terminais têm como objetivo principal a movimentação de graneis líquidos, principalmente combustíveis. Ao todo o governo espera que sejam investidos pouco mais de R$ 420 milhões nos portos.

O leilão, realizado na B3, Bolsa de Valores de São Paulo, teve início as 10h e terminou pouco antes das 12h. O certame contou com a participação de várias empresas interessadas nos terminais. O prazo dos contratos vai de 15 a 25 anos, podendo ser renovados até um limite de 70 anos. Pelas regras do leilão, o valor mínimo de outorga começou em R$ 1,00.

Blocos

O primeiro bloco foi arrematado pelo Consórcio Latitude, com o lance de R$ 40 milhões. Denominada BEL02A, a área com 46.627 m² tem capacidade estática de armazenamento do terminal é de 41.872 toneladas cuja previsão de investimento é de R$ 48,3 milhões, com 15 anos de arrendamento.

O segundo bloco ficou com a Petróleo Sabbá que ofereceu valor de outorga de pouco mais de R$ 60 milhões. A área, denominada BEL 02B possui 43.240m². A capacidade estática de armazenamento do terminal é de 28.272 toneladas e previsão de investimentos é de R$ 27,4 milhões. O prazo de arrendamento é de 15 anos.

O terceiro bloco, BEL 04 foi arrematado pela Ipiranga por R$ 87,121 milhões. O prazo do contrato também é de 15 anos e a previsão de investimento é de R$ 11,6 milhões. Com 26.200 m² o terminal tem capacidade de armazenamento de 18.200 toneladas.

O quarto bloco ficou com a Petrobras Distribuidora que ofereceu pouco mais de R$ 50 milhões pelo terminal. A área, BEL 08, tem previsão de investimento de R$ 89 milhões. Com 50.700 m², o terminal tem capacidade de armazenamento de 49.821 toneladas. O prazo do contrato é de 20 anos.

O quinto bloco, BEL 09, foi arrematado pela Transpetro que ofereceu R$ 30,2 de outorga. Com 37.600 m² e capacidade de armazenamento de 13.997 toneladas, o terminal deve receber investimentos de R$ 128 milhões. O contrato também tem duração de 20 anos.

Último bloco a ser arrematado, o de Vila do Conde, foi o que recebeu o maior valor de outorga. O terminal foi arrematado pela Terminal Químico de Aratu (Tequimar) com uma lance de R$ 180,5 milhões. O empreendimento, ainda em fase de planejamento, possui área de 47.000m2 e tem capacidade de 4 milhões de toneladas. A previsão de investimento de R$ 126,3 milhões e o prazo do contrato é de 25 anos de arrendamento.

Calendário
Este é o segundo leilão de terminais portuários em menos de um mês. No final de março, o governo conseguiu arrecadar R$ 219,52 milhões, com o leilão de 4 áreas portuárias, três na Paraíba e uma no Espírito Santo. O investimento previsto é de R$ 199 milhões.

Ainda sem data definida, os próximos leilões do setor portuário ainda estão sendo estruturados pelo governo. A previsão é que seja lançado ainda em abril o edital de mais três terminais, sendo dois deles no Porto de Santos, em São Paulo, e outro no Porto de Paranaguá, no Paraná. A previsão de investimentos é de aproximadamente R$ 400 milhões.

(Agência Brasil)

IPVA 2019 – Terceira parcela vence na próxima segunda-feira

A Secretaria da Fazenda avisa: a terceira parcela do IPVA 2019 vence na próxima segunda-feira (8). O pagamento pode ser efetuado independente da quitação das duas primeiras parcelas ou da existência de débitos anteriores. Para os contribuintes que optaram pelo parcelamento do imposto, ainda restam três parcelas, que devem ser pagas em 8 de abril, 8 de maio e 10 de junho. Até o momento, mais de 780 mil donos de veículos já acertaram o pagamento das duas primeiras parcelas.

Neste ano, 2.271.067 veículos são tributados, com uma previsão de arrecadação de cerca de R$ 1 bilhão, sendo que 50% desse valor pertence ao Tesouro Estadual e os outros 50% são destinados aos municípios cearenses.

Desde 2015, a Sefaz não envia cobranças do IPVA pelos Correios. Todos os boletos para pagamento encontram-se disponíveis aos contribuintes no site da Secretaria.

Primeiras parcelas

Os contribuintes que não quitaram as duas primeiras parcelas do IPVA, que venceram nos dias 08 de fevereiro e 08 de março, ainda podem efetuar o pagamento. É só acessar o link de emissão do DAE e imprimir o boleto do IPVA atualizado, com o acréscimo de juros e multa de 0,15% ao dia, até o limite de 15% sobre o valor do imposto.

SERVIÇO

Para imprimir o boleto, basta acessar o link (http://www2.sefaz.ce.gov.br/ipva/#/impostos/emitir-dae) e informar o chassi do veículo, ou a placa e o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores). O pagamento pode ser feito normalmente nos bancos Caixa Econômica, Bradesco, Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Santander, Itaú, nas casas lotéricas e na rede de farmácias Pague Menos. Quem preferir pode pagar o imposto por meio dos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.

(Foto – Ilustrativa)