Blog do Eliomar

Arquivos do autor Eliomar de Lima

Carta branca para atirar põe todos em risco

221 1

Da Coluna Política, do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta quinta-feira, eis o tópico “Carta branca para atirar põe todos em risco”. Confira:

Um dos motes da campanha de Jair Bolsonaro (PSL) e de outras candidaturas que tentam surfar na onda de medo é a defesa do direito dos policiais de atirarem primeiro e perguntarem depois. Creio que ninguém imagine que o profissional de segurança deva esperar o criminoso atirar e colocar a vida em risco antes de reagir. Se houver percepção do perigo, ele precisa se defender, sim, e jamais pode ser punido por isso. Ponto. Muito diferente disso é permitir que se atire em qualquer situação. Dizer que nenhuma morte provocada por profissional de segurança em serviço precisará ser investigada. Trata-se de servidor público, em área que lida com a vida. Como qualquer um nessa situação, deve ser avaliado, cobrado e prestar contas. Simples assim.

A ideia de aval para atirar é um perigo para qualquer pessoa. Na noite de terça-feira, 28, policiais mataram um colega, cabo da Polícia Militar, que foi pedir socorro após reagir a assalto. Ao verem o homem armado em direção à viatura, os policiais acharam se tratar de criminoso e atiraram contra ele. Foi quando descobriram ser um colega.

Não é o único caso. Em 11 de junho, a universitária Giselle Távora Araújo foi morta por policiais, na avenida Washington Soares. Ela estava com a filha no carro que, segundo a Polícia, teria sido confundido com veículo roubado. Os responsáveis pela abordagem afirmaram que a intenção seria atirar no pneu. Acertaram as costas da motorista.

No começo deste mês, o jogador de sinuca José Messias Guedes Oliveira, de 35 anos, foi morto em abordagem policial. Novamente, o carro seria suspeito e os agentes de segurança teriam disparado no pneu. Porém, acabaram acertando Oliveira. Foram feitas buscas no veículo, mas não foram achadas armas.

Será que o problema da segurança é mesmo falta de permissão para os policiais atirarem? Sério mesmo que teremos um País mais seguro?

Inflação que reajusta aluguéis sobe e acumula alta de 8,89%

A inflação, medida pelo Índice Geral de Preços- Mercado (IGP-M), que serve para o reajuste dos aluguéis, fechou agosto com alta de 0,19 ponto percentual, ao passar de 0,51% para 0,70% de julho para agosto.

Com o resultado, divulgado hoje (30), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibr –FGV), o IGP-M passou a acumular alta de 6,66% no ano e de 8,89% nos últimos 12 meses.

São Paulo – Prédios (Agência Brasil/Arquivo)
Índice que reajusta aluguéis acumula alta de 6,66% no ano e de 8,89% nos últimos 12 meses (Arquivo/Agência Brasil)
Em agosto do ano passado, o índice havia subido 0,10% e acumulava queda de 1,71% em 12 meses.

O resultado de agosto reflete alta de preços nos três subíndices que compõem o IGP-M, o dos preços ao produtor, que responde por 60% do IGP-M; o dos preços ao consumidor, 30% da composição da inflação; e o dos custos da construção, 10%.

A principal influência para a alta veio do Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que passou de 0,50% em julho para 1,0% de julho para agosto.

(Agência Brasil)

General Theophilo cumpre agenda de campanha em Aracati

Na rota do Litoral Leste.

O candidato a governador pelo PSDB-PROS, General Theophilo, faz campanha, nesta manhã de quinta-feira, em Aracati (Litoral Leste). Na agenda dele, caminhada pelas principais ruas do município e entrevista à Rádio Canoa FM.

Depois, ele retorna para Fortaleza onde, a partir das 20 horas, terá encontro com grupo de médicos oftalmologistas no Edifício Harmony Medical Center, onde vai expor sua plataforma na área da saúde. Nesse encontro, Dra. Mayra, candidata ao Senado pelos tucanos.

(Foto – Divulgação)

Mauro Filho, o coordenador do plano econômico de Ciro, dará palestra em Fortaleza

Mauro Filho, coordenador do programa econômico do candidato a presidente da República elo PDT, Ciro Gomes, é o próximo convidado do Lide, grupo de lideranças empresariais que se reúne mensalmente para debater tema da atualidade com convidado especial.

A fala daquele que também foi ex-secretário da Fazenda do petista Camilo Santana está marcada para as 8h30min desta sexta-feira, 31, no Hotel Gran Marquise.

Recentemente, o Lide ouviu Paulo Guedes, o coordenador do plano econômico de Jair Bolsonaro.

(Foto – Fco Fontenele)

Ciro vai reforçar campanha no Nordeste

Em estratégia para arregimentar eleitores, Ciro Gomes (PDT) e sua candidata a vice, Kátia Abreu (PDT-TO), dividiram as agendas. Segundo informa a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta quinta-feira, até próximo o dia 15, a senadora vai percorrer regiões de São Paulo, Rio e Minas.

Já o presidenciável, por sua vez, reforçará reduto no qual já é conhecido: o Nordeste.

Nas últimas semanas, Ciro havia investido na estratégia oposta, visitando colégios eleitorais em que ainda é pouco conhecido. Foi a São Paulo e ao Centro-Oeste.

(Foto – Reprodução de TV)

Pelo amor de Deus, Ceará!!

Juninho Quixadá, que perdeu o que seria uma pintura de gol.

Como torcedor alvinegro, que nunca perde a fé no time, estou começando a ficar preocupado. Pela atuação dessa noite de quarta-feira, no PV, contra o Bahia (0 X 2), creio que o clima interno entre alguns atletas e o mágico Lisca não anda bem como se poderia pensar. A insistência pelo craque Ricardinho, lento feito tartaruga grávida, nos dá nos nervos.

Não vamos nos alongar nessa postagem, até porque não entramos no campo do futebol. Cadê o Cardona? Brigou mesmo com o treinador como se propaga? Ou está mesmo contundido?

Está na hora do presidente do time do Ceará, Robinson de Castro, que também preside o DEM de Fortaleza, o Conselho Regional de Contabilidade e que é empresário, arranjar um tempo para o clube. Antes que a vaca, hoje atolada no brejo, sucumba de uma vez.

(Foto – Julio Caesar)

Camilo e Salmito fazem campanha no Dendê

Em ritmo de campanha pró-reeleição, o governador Camilo Santana (PT) abriu esta quinta-feira (30) caminhando pelas ruas da comunidade do Dendê, em Fortaleza. Com ele, o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT), que disputa vaga para o legislativo estadual.

“Estamos construindo Areninhas em todos os municípios, ampliando as bolsas atleta para apoiar os que mais precisam e avançando muito nas escolas de tempo integral. Já somos o segundo estado do país com mais escolas”, disse para um grupo de moradores da área, o governador, que posou para selfies ao lado de eleitores.

No grupo, estava também Preto Zezé, licenciado do comando da CUFA para disputar cadeira de deputado estadual pelo PCdoB. Ele, inclusive, inaugura seu comitê nesta quinta-feira.

(Foto – Divulgação)

Enviado do meu iPhone

Desemprego recua em julho, mas ainda atinge 12,5 milhões de brasileiros, aponta IBGE

A taxa de desemprego no Brasil caiu para 12,3% no trimestre encerrado em julho, na quarta queda mensal consecutiva, mas ainda atinge 12,9 milhões de brasileiros. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O órgão adiantou que a taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,5 % no trimestre encerrado em julho.

Esse grupo de trabalhadores subutilizados reúne os desempregados, aqueles que estão subocupados (menos de 40 horas semanais trabalhadas), os desalentados (que desistiram de procurar emprego) e os que poderiam estar ocupados, mas não trabalham por motivos diversos.

(Com Agências)

Geraldo Alckmin foi quem mais arrecadou até agora, informa TSE

Duas semanas após o início oficial da campanha eleitoral, oito dos 13 candidatos à Presidência da República declararam ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que arrecadaram R$ 71,5 milhões. O maior volume – 60,9% – é do tucano Geraldo Alckmin, que informou ter recebido R$ 43,4 milhões da direção nacional do PSDB. A menor arrecadação declarada, até o fechamento desta reportagem, foi a do candidato João Goulart Filho (PPL): R$ 1.800 de financiamento coletivo e gasto de R$ 157,10 com taxa de administração.

Segundo dados disponíveis no portal do TSE, até este momento a campanha do PSDB não informou despesas eleitorais. O teto de gastos estabelecido pelo TSE, no primeiro turno de cada campanha presidencial, é de R$ 70 milhões.

O candidato do MDB, Henrique Meirelles, informou uma doação própria de R$ 20 milhões e gastos de R$ 50 mil, com o impulsionamento de conteúdos na internet. Meirelles declarou um patrimônio total de R$ 377, 5 milhões.

Horário eleitoral

A candidata Marina Silva arrecadou R$ 5,6 milhões, sendo a maior parte (R$ 5,8 milhões) repassada pela direção nacional do partido. Pouco mais de R$ 171 mil são de financiamento coletivo e R$ 15 mil de doação individual.

Do total arrecadado, a campanha aplicou R$ 1,5 milhão na produção dos programas para o horário eleitoral gratuito nas emissoras de rádio e televisão. Também pagou quase R$ 13 mil da taxa de administração do financiamento coletivo e R$ 1.100 do aluguel de equipamentos de informática.

Doação individual

O Podemos transferiu R$ 3,2 milhões para a campanha do candidato Alvaro Dias, que arrecadou mais R$ 510 mil de doações individuais. A maior parte foi doada pelo professor Oriovisto Guimarães, empresário do setor de educação que disputa uma cadeira no Senado pelo Paraná. À Justiça Eleitoral, Guimarães declarou um patrimônio de R$ 240 milhões.

A campanha de Dias destinou a totalidade da verba repassada pelo Pode para a produção do programa de televisão do candidato. O candidato tem direito a 40 segundos em cada bloco da propaganda eleitoral gratuita e 53 inserções. O horário eleitoral dos presidenciáveis vai ao ar às terças-feiras, às quintas-feiras e aos sábados.

Fundo de campanha

O candidato João Amoêdo (Novo) arrecadou R$ 495 mil, sendo R$ 308 mil de financiamento coletivo, R$ 143 de doações individuais e R$ 43,9 mil repassados pelo partido. Amoêdo gastou cerca de R$ 200 mil com impressão de material de campanha, transporte, aluguel de bens móveis (exceto carros), taxa de administração do financiamento coletivo e locação de imóvel.

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) declarou R$ 53,6 mil de financiamento coletivo e o pagamento de R$ 2,3 mil de taxa de administração. A candidata Vera Lúcia (PSTU) informou que o partido repassou R$ 50 mil para a campanha, sendo R$ 27,4 mil usados para a produção de material impresso.

Neste ano, a principal fonte de financiamento das campanhas eleitorais é o fundo de R$ 1,7 bilhão criado para essa finalidade. Até agora, 34 partidos políticos já tiveram os recursos liberados pelo TSE. O partido Novo decidiu não utilizar os recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC).

(Agência Brasil)

OAB do Ceará – Marcelo Mota confirma que não disputará reeleição e garante apoio a Erinaldo Dantas

351 1

Divergências políticas também geraram clima interno de divergências na OAB.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, regional Ceará, Marcelo Mota, confirmou: não vai disputar reeleição e apoiará Erinaldo Dantas, atual presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (CAACE). Ele fez questão de dizer que nunca pensou em recondução e que o respaldo a Erinaldo faz parte de um projeto que buscará a valorização da categoria é a prioridade.

“Nós vamos apoiar um projeto de valorização dos profissionais sem interesses pessoais. Nossa preocupação sempre foi com compromissos voltados para um Poder Judiciário eficiente e temos certeza que esse projeto será continuado ainda mais forte com Erinaldo”, acentuou Mota. O pleito na entidade ocorrerá em novembro próximo.

Sobre a divisão em sua diretoria, onde a vice, Roberta Vasques, está como candidata apoiada pelo secretário-geral da Ordem, Fábio Timbó – que chegou a ensaiar candidatura, o presidente da Ordem preferiu dizer que “existe hoje um grande interesse pela OAB”. Considerou “legítimo” que pessoas de sua gestão tenham interesse em disputar, mas acentuou: “O mais preparado é Erinaldo Dantas!”

A oposição diz que, sob o comando de Mota, a Ordem foi muito complacente com o Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza em casos como o alto índice de homicídios no Estado e, mais recentemente, o aumento das taxas de alvarás.

Marcelo Mota confirmou para o Blog, portanto, a informação veiculada no O POVO Online dessa quarta-feira sobre não disputar mandato. Dle falou antes de embarcar, nesta madrugada de quinta-feira, para Porto Alegre (RS), onde participará de encontro do Colégio de presidentes estaduais de OAB.

(Foto – OAB/CE)

Gasolina vendida nas refinarias amanhece mais cara nesta quinta-feira

O preço do litro da gasolina vendida nas refinarias aumenta nesta quinta-feira (30) de R$ 2,0829 para R$ 2,1079. Já o preço do diesel permanece estável em R$ 2,0316. O aumento obedece à política de preços da Petrobras para a gasolina e o diesel comercializados com as distribuidoras e que “tem como base o preço de paridade, formado pelas cotações internacionais”.

De acordo com a empresa, a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. A Petrobras informa ainda que a gasolina e o diesel comercializados com as distribuidoras diferem dos produtos no posto de combustíveis.

“São os combustíveis tipo A, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis”.

A empresa explica também, em seu site, que “os preços médios informados consideram a média aritmética nacional dos preços à vista, sem encargos e sem tributos, praticados na modalidade de venda padrão nos diversos pontos de fornecimento, que variam ao longo do território nacional, para mais ou para menos em relação à média. Essa variação pode ser de até 12% para gasolina A e até 9% para o diesel A”.

(Agência Brasil)

Fortaleza briga para ser campeão da Série B e quer manter Rogério Ceni, avisa dirigente tricolor

A meta do Fortaleza é ser campeão da Série B, título inédito para o clube e para o Estado., Eis o que disse, na madrugada desta quinta-feira, o diretor de futebol tricolor, Sérgio Papellin, antes de embarcar para Goiânia (GO) onde, no sábado, às 19h30min, a equipe enfrentará o Goiás, time entre os quatro da zona de classificação.

Sergio Papellin admitiu também que o clube vai brigar para manter o técnico Rogério Ceni, com cotação elevada pelo bom desempenho à frente do “leão”, mas que não poderá fazer igual esforço com relação ao atacante Gustavo, pois este, que veio por empréstimo, e que pertence ao Corinthians, pode até para ser vendido para algum clube do Exterior.

Sobre nova contratações, o diretor de futebol disse que “se aparecer alguma situação boa”, o Fortaleza pode fechar algum acerto, já que o prazo sói termina no dia 10 de setembro.

O que os candidatos ao Governo do Ceará vão dizer na propaganda eleitoral gratuita?

Nesta véspera do início da propaganda eleitoral gratuita, candidatos ao Governo do Estado divergem sobre a melhor estratégia para a nova etapa da campanha.

Líder das pesquisas de intenção de voto, Camilo Santana (PT), que disputa a reeleição, afirmou por meio da assessoria que deve manter o mesmo ritmo adotado até agora. Com 6 minutos e 18 segundos de propaganda, o dobro de tempo de todos os demais candidatos somados, o petista “vai mostrar o que foi realizado nesses quatro anos” de gestão.

Segundo o governador, “tudo que o Ceará avançou nesse tempo e o que precisa ser melhorado” vão servir de norte tanto para as peças televisivas e radiofônicas quanto para a próxima etapa da campanha.

Determinado por lei, o tempo do horário eleitoral se distribui entre os postulantes segundo critérios de representação parlamentar.

Amanhã, quando a propaganda começar na televisão, Francisco Gonzaga (PSTU) terá nove segundos para inaugurar a queda de braço entre os candidatos. Na sequência, também na casa de um dígito, vem Mikaelton Carantino (PCO), com 9 segundos. Nome do PSL, Hélio Gois contará com 10 segundos.

Entre as candidaturas nanicas, Ailton Lopes (Psol) lidera no quesito exposição, com 17 segundos.

Segue-se então Camilo, ocupando metade do tempo do bloco de 12 minutos e 25 segundos, e o tucano General Theophilo, com a segunda maior cota entre os adversários do governador: 1 minuto e 55 segundos.

Um dos coordenadores da campanha do General Tehophilo, o ex-governador Lúcio Alcântara (PSDB) afirma que, a partir de agora, o desafio é torná-lo mais conhecido. “O horário eleitoral permite tornar esse conhecimento mais rápido. Essa é a vantagem. E tem que ser aproveitada da melhor forma com a boa qualidade de conteúdo”, respondeu.

Candidato do presidenciável Jair Bolsonaro no Estado, Hélio Gois (PSL) diz que, apesar de parcos dez segundos, considera essa porção suficiente para que o eleitor saiba “quem é ou não é de bem”.

(O POVO -Repórter Henrique Araújo)

Jair Bolsonaro bate recorde no Facebook com entrevista ao Jornal Nacional

981 3

A entrevista do candidato a presidente da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, ao Jornal Nacional, da Globo, motivou o maior engajamento deste ano em sua página no Facebook.

Na segunda-feira (27), foram 112.002 curtidas, reações, comentários e compartilhamentos, enquanto na terça (28) foram 1.077.913 de interações – maior engajamento diário da página do candidato desde janeiro de 2017 e primeiro dia com volume de interações superior a um milhão.

Entre as 19 horas de terça e as 7 horas de quarta, Bolsonaro mobilizou 1.368.500 publicações no Twitter. É o recorde se comparado aos outros compromissos televisivos de campanha até aqui.

O levantamento é da FGV DAAP e foi divulgado pela Veja Online.

(Foto – Reprodução de TV)

Teatro São José já tem data de reinauguração

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta quinta-feira:

Definida a data da reinauguração do Teatro São José. De acordo com o prefeito Roberto Cláudio (PDT), será no dia 19 de setembro, a partir das 19 horas, com uma atração de peso nacional. O ato, segundo ele, não se resumirá a uma noite festiva, mas se estenderá por duas semanas, contando com programação gratuita e com grupos locais das área de teatro, dança e música.

“Queremos uma festa bem maior, até porque era grande a expectativa da classe artística por esse equipamento”, explica o prefeito. Sobre a atração nacional, nada adiantou, mas promete surpresa. A reforma do teatro, bom lembrar, começou ainda na gestão de Luizianne Lins, passou pela primeira gestão de Roberto Cláudio e, finalmente, terá seu último ato.

Espera-se que o equipamento, por sinal com recursos modernos em todos os sentidos, conte também com uma programação democrática e diversificada.

(Foto – Divulgação)

Editorial do O POVO – “Brasil – Transporte e Logística”

Com o título “Brasil: transporte e logística”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira:

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) acaba de publicar o Plano Transporte e Logística 2018, com dados referentes aos investimentos necessários para o desenvolvimento da infraestrutura brasileira em termos de transporte e logística, ou seja: estradas, portos, aeroportos e ferrovias. Somente no Ceará há necessidade de R$ 28,9 bilhões em investimentos para esse objetivo. Para o Brasil como um todo, as cifras alcançam R$ 1,7 trilhão. Estima-se que se o Governo Federal aplicasse R$ 11 bilhões do PIB (Produto Interno Bruto) nos segmentos de transporte e logística, gastaríamos 144 anos para a conclusão. Se fosse um pouco mais ousado e o valor do investimento fosse de R$ 55 bilhões anuais, ainda necessitaria de 28 anos para alcançar a meta. Ou seja, é um desafio enorme que se tem pela frente para alcançar as condições mínimas para o País sair do entrave em que se encontra nesse quesito fundamental e ter uma performance econômica à altura de suas potencialidades.

No caso do Ceará, existem pelo menos 100 projetos necessários ao desenvolvimento da infraestrutura desses modais para integrá-lo à logística nacional, compreendendo desde melhorias nas BRs-020, 222 e 304, a conclusão da ferrovia Transnordestina e intervenções na região do Porto do Pecém, tais como tancagem (armazenamento de combustíveis) e acessos estruturantes.

Se a estimativa for o Brasil, como um todo, existem 2.600 projetos imprescindíveis para o alcance desse objetivo (eram 2.045 em 2014). À época, o valor para executá-los girava em torno de R$ 1 trilhão.

Quase dobrou, desde então. Sem esses projetos, a competitividade do País fica prejudicada. Para esses cálculos foram considerados vários projetos de programas do Governo Federal, dentre os quais os Programas de Aceleração do Crescimento (PAC), o Avançar, o Avançar Parcerias, o Nacional de Logística (PNL), o Nacional de Logística e Transportes (PNLT), além de planos setoriais, como o Hidroviário Estratégico (PHE) e o Nacional de Integração Hidroviária (PNIH).

Em termos de modais de transportes, houve um erro estratégico quando o Brasil optou pelo rodoviário, ao contrário da maioria dos países – hoje desenvolvidos – que preferiram o ferroviário ou o aquático (marítimo, fluvial e lacustre), bem mais baratos. Foi a pressão da indústria automobilística americana, supostamente, que produziu essa derrapagem histórica. Hoje, o mais racional e competitivo é integrar todos os modais de transporte para obter maior proveito. E isso se faz com investimentos, desburocratização e aprimoramento da infraestrutura necessária a cada modal. Não há tempo a perder, para o Brasil não ficar para trás.

Governo desiste de adiar reajuste dos servidores do Executivo

Diante da decisão do Judiciário e do Legislativo de aumentarem os salários de seus funcionários em 2019, o presidente Michel Temer desistiu de enviar ao Congresso Nacional uma medida provisória (MP), dada como certa desde 10 de agosto, que adiaria para 2020 o reajuste dos servidores do poder Executivo.

O Palácio do Planalto avaliou que a MP que excluiria apenas o Executivo do benefício salarial não teria apoio dos parlamentares.

A decisão foi tomada após conversas do presidente com representantes do Judiciário e do Legislativo. Temer também negociou com o Supremo Tribunal Federal (STF) a promessa de troca do auxílio-moradia, que deixaria de existir no Poder Judiciário, pelo reajuste de 16,8% aprovado pela maioria do STF.

Os reajustes impactam em R$ 11 bilhões o orçamento de 2019, considerando todos os servidores, entre civis e militares. Se o reajuste fosse adiado, como previsto inicialmente, apenas para os civis, a economia seria de R$ 6,9 bilhões, segundo o Ministério do Planejamento. A previsão é que as despesas da União com pessoal em 2019, como salários e encargos, alcancem R$ 322 bilhões.

(Agência Brasil)

Problema da pobreza no Brasil é a interferência do Estado, diz João Amoêdo

Candidato à Presidência da República pelo Novo, João Amoêdo, defendeu ontem uma menor interferência do Estado como forma do desenvolvimento da economia brasileira. Em passagem por Fortaleza para divulgar as propostas de campanha, ele argumentou que a pobreza é consequência da ingerência estatal nos rumos sociais e econômicos do País.

“O grande problema da pobreza no Brasil é devido à interferência do Estado. O Estado brasileiro tem sido um grande concentrador de renda e vem dificultando que as pessoas consigam empreender.”

O candidato chegou ao Ceará fazendo críticas ao ex-presidente Lula. Declarado o candidato mais rico entre os 13 postulantes, Amoêdo argumentou que o discurso adotado pelo petista, de ser oriundo das classes menos abastadas, não funciona, porque hoje o candidato está preso por acusações de corrupção. O patrimônio alto, justifica, é resultado de muito trabalho e sucesso, na iniciativa privada.

Questionado sobre privatizações e o combate à corrupção na relação das empresas privadas com os contratos públicos, Amoêdo afirmou que não haverá indicação política para essas empresas que serão vendidas, como Caixa Econômica e Banco do Brasil, e que por isso não haverá contrapartidas.

“Na medida em que você transfere isso para a iniciativa privada, você diminui o poder dessas pessoas, deixa de ter indicação política e o ente público não vai mais perder dinheiro com isso. Tudo isso vai contribuir para ter menos corrupção. Se existir corrupção, quem paga a conta é o acionista daquela empresa, e não os cidadãos brasileiros”, respondeu.

(O POVO – Repórter Wagner Mendes/Foto – Novo)