Bloco “De Saída” gera expectativa no Carnaval da Domingos Olímpio

Uma sociedade pós-capitalista, sem a necessidade do uso de dinheiro, é a proposta do bloco carnavalesco “De Saída”, do grupo Crítica Radical. O desfile do bloco ocorre na noite deste domingo (2), na avenida Domingos Olímpio, com concentração no cruzamento da rua Barão de Aratanha, a partir das 18 horas.

O grupo vai levar também para a avenida o CD das músicas anteriores fazendo a divulgação e a campanha de finanças para concluir a aquisição do Sítio da Humanidade e do Planeta, dentro do projeto Sociedade sem Dinheiro.

DETALHE – Será que a nossa querida Rosa da Fonseca irá aparecer como porta-bandeira?

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Um comentário sobre “Bloco “De Saída” gera expectativa no Carnaval da Domingos Olímpio

  1. “ FHC, infelizmente, fala uma coisa e pratica outra. Fala e escreve até entusiasmado em favor do novo de verdade mas, infelizmente, se conduz em direção ao velho, ao retrocesso, tentando puxar as brasas novas para as suas próprias e velhas sardinhas , no caso seu pupilo que, a exemplo de outros do mesmo naipe e velho “modus operandi”, sufocando e anulando divergências e a própria militância, impôs-se como pré-candidato do seu partido logo após tornar-se praticamente dono do dito cujo. Por outro lado, a nosso ver, com a ressalva acima, mandou bem o editorial da FSP, de hoje, sob o título de “Ambição real”, do qual pinçamos o excerto seguinte: ‘O ex-presidente Fernando Henrique tem razão quando fala da natural fadiga que acomete grupos políticos instalados por muito tempo no poder, regra que vale para todos os partidos, em todos os níveis da Federação. Fundamental, nesse sentido, oxigenar o debate –não necessariamente com novos mandatários, mas sem dúvida com novas ideias. Forças governistas e seus opositores poderiam se inspirar nos exemplos do passado. Pouco importam, no fundo, discussões sobre o mérito do que já desbota no tempo; o país demanda uma visão de futuro. O ano é propício.’ HMM-RPL-PNBC-ME, saudações.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 9 =