Carteiros sofrem ameaças da população por causa de entrega atrasada de encomendas

Carteiros cearenses já figuram hoje entre as categorias que mais sofrem assédio moral, segundo o sindicato da categoria. Isso se deve ao número insuficiente de empregados para dar conta de volumes cada vez maiores de encomendas. O caso, no entanto, tomou outas proporções e muitos desses profissionais passaram a sofrer ameaças de agressão por pessoas que não recebem suas encomendas no prazo estipulado pela empresa.
Com o crescimento das vendas pela internet, o montante de encomendas já é três vezes o suportável por cada carteiro, de acordo com o sindicato, o que faz com que os pacotes e cartas cheguem às residências cada vez mais atrasados. Nesta semana, de acordo com lideranças sindicais, um carteiro foi ameaçado com revólver por um cliente. Essa história foi veiculada na sexta-feira à tarde pela rádio O POVO/CBN.
De concreto mesmo é que muitos estão indo diretamente ao CDD (Central de Distribuição Domiciliar) para receber suas encomendas, as ameaças prosseguem e o governo federal não resolve o problema. Falta pessoal.
Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − oito =