Caso Ivete – Cid Gomes diz que vai entrar com representação contra procurador

cid-e-ivete

“O show da cantora Ivete Sangalo para inaugurar um hospital em Sobral continua rendendo polêmicas. Nesta quarta-feira, durante evento na Secretaria da Educação do Estado (Seduc), o governador Cid Gomes (PSB) afirmou que irá entrar com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público contra o procurador que questiona o cachê de R$ 650 mil pago à artista baiana.

Cid disse “lamentar profundamente” a postura dos dois procuradores envolvidos no caso – fazendo menções específicas a Gleydson Alexandre (Ministério Público de Contas) e Oscar Costa Filho (Ministério Público Federal). Contudo, não deixou claro se ambos serão alvo da ação.

“Eu lamento profundamente, e por enxergar nisso o que chamo de litigância de má-fé, vou representar no Conselho Nacional do MP contra o procurador que vem insistindo nessas questões”, declarou. Para o governador, “fica claro que há muito mais do que um dever institucional do Ministério Público”. Na avaliação dele, “há uma coisa de pessoal”, estando os procuradores preocupados em “ocupar espaço em mídia”.

“É natural que um Ministério Público entre com alguma representação, como qualquer pessoa pode entrar. Mas nos dois casos, tanto no MP de Contas houve um indeferimento pelo Tribunal de Contas, que é de fato o órgão judiciário, a corte que julga. E no caso da Justiça federal, houve já também um pronunciamento da Justiça sobre a demanda do MP”, explicou Cid.

No caso do Ministério Público de Contas (MPC), o presidente em exercício à época do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Pedro Timbó, arquivou processo aberto pelo procurador Gleydson Alexandre, com base em um parecer da 7ª inspetoria do órgão. Gleydson, que não concorda com o valor do cachê de Ivete, recorreu da decisão, e o pleno do TCE deu prazo de dez dias para o Governo apresentar novas informações.

Já em relação ao Ministério Público Federal (MPF), Oscar Costa Filho alega que houve “desvio de finalidade”. E exige que o governador devolva do próprio bolso os R$ 650 mil pagos a Ivete Sangalo. A Justiça Federal, por sua vez, alegou que não poderia avaliar o processo, já que recursos da União não foram utilizados para o show de inauguração do Hospital Regional da Zona Norte (HRN). A ação foi devolvida e Oscar decidiu também recorrer.”

(Canal Política POVO Online)

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

8 comentários sobre “Caso Ivete – Cid Gomes diz que vai entrar com representação contra procurador

  1. Eliomar.

    Como qualquer cidadão brasileiro, o Governador Cid Gomes também tem o direito de ingressar com AÇÃO, porém, ele deveria lembrar que os Procuradores também estão exercendo o seu papel constitucional, diante da sociedade, como fiscais da Lei.

    Ora, se a verba destinada ao pagamento desse cachê,especificamente, e segundo ELE veio de meio “legal”, pode até ser que sim, mas…seria ético, seria moral o seu uso em tempos tão difíceis em nosso Estado, por conta da SECA? Nem tudo que é legal, é moral ou ético, pois também existem leis injustas. O momento que se apresenta não é propício aos “showzaços”.É de COMEDIMENTO, Senhor Governador, pela horrenda SECA que assola o Ceará! Tem rio secando, gado morrendo e sertanejo passando “aperreio” no sertão “brabo” do Ceará!

    E toda a “celeuma” desse episódio deve-se aos “espetaculares” eventos que Sua Excelência gosta de realizar entre seus presentes.E TODAS elas são originadas, SIM, na grande maioria das vezes, de VERBAS PÚBLICAS e, em algumas vezes, de parcerias público-privadas. Estou certa ou errada, Senhor Governador?

    Se o Governo do Estado do Ceará (que nos representa!) não tivesse realizado esses eventos da forma “QUESTIONÁVEL” como realizou aos “olhos do Ministério Público” – de Contas ou Federal -, será que essa situação teria existido? Se houvesse somente a inauguração pura e simples do Hospital, ou mesmo uma inauguração mais “econômica” do suntuoso CEC (questionada pelo TCE) estaríamos lendo sobre esses questionamentos de autoridades fiscalizadoras?Hein, Governador Cid Gomes?

    O Governador pode até pensar que está sofrendo “perseguição pessoal” mas será que ele já parou e refletiu sobre como está a sua “imagem” perante o eleitor que o elegeu? E que é “obrigado” a digerir essas notícias “goela abaixo”?

    CID GOMES tem formação em Engenharia Civil. Ele constrói “degraus” em sua carreira política, mas esquece-se que cada notícia negativa sobre sua pessoa, e seus atos, enquanto governante que é, tem o condão de desconstruir tudo o que vem construindo ao longo do tempo.

    O dia 31 de dezembro de 2014 chegará, Sr. Governador, tanto para Vossa Excelência como para qualquer outro governante desse país. O PODER na POLÍTICA até pode parecer eterno, mas não é…(olha o exemplo da Luizianne!)

    Deixe o Ministério Público realizar o seu papel constitucional, assim como Vossa Excelência também tem por obrigação eleitoral continuar desempenhando eficientemente o seu, na qualidade de Governador de nosso Estado, o Ceará. E não se preocupe! Além do Ministério Público,TCE e quem mais que o seja, Vossa Excelência tem 2.436.940 (dois milhões, quatrocentos e trinta e seis mil, novecentos e quarenta) Eleitores e Fiscais de seu mandato.E euzinha aqui sou uma delas!

    “Quem não deve, não teme”.

  2. O príncipe parece que não tem noção do que seja Estado Democrático de Direito. O Ministério Público existe exatamente para isso: questionar ao Judiciário aquilo que se julgue ilegal ou inoportuno.

  3. O governador Cid Gomes ou demonstra conhecimento primário sobre o papel do Ministério Público e de Contas ou usa de má-fé para manipular a informação diante da população. Como cidadão, não aceito essa reação do governador. Dizer que os procuradores querem ocupar espaço na mídia é argumento infantil, próprio de pessoas leigas, desinformadas, politicamente idiotas (idiotas aqui no sentido grego da palavra, ou seja, pessoa desinteressada da política), o que, por certo, não é o caso do governador. Os procuradores agem em nome de milhões de cearenses que não concordam com o que fez o governador no tocante ao pagamento de alto cachê para inaugurar um hospital, levando ao desgaste a área pública melhor administrada de seu governo, que é a área da saúde. O MP apenas está recorrendo de uma decisão prolatada em juízo, mas passível de recurso. O governador não pode desconhecer isso e usar de artifícios argumentativos que empobrecem o seu papel de governante. O governador precisa agir como age um governante no Estado democrático e de direito. O caminho a seguir por um governante consciente da grandeza do cargo que ocupa é, além de contestar, nas instâncias judiciais, o pleito legitimamente interposto pelos procuradores, o de explicar ao povo as razoes jurídicas e políticas de seu ato. Sofismar, tergiversar, praticar discursos desviacionistas, como tem feito o governador, é subestimar a inteligência dos cidadãos. É de se lamentar em todo esse debate a omissão condenável da Assembléia Legislativa. Que deputados temos, representantes do povo e porta-vozes de suas dores e clamores ou despachantes de luxo do poder executivo?

  4. Cada dia fico mais decepcionado com o Poder Judiciário, pois quando alguém quer trabalhar há pessoas envolvidas na politicagem que não deixam, assim até quando iremos conviver com tanta corrupção, pois gastar este valor com show, enquanto o próprio hospital que ele inaugurou não tem se quer seu quadro de profissionais completo. Agora gostaria de ver se a Lei do Dep. Heitor que proibi gastar dinheiro público com show vai passar na assembléia, pois a maioria dos deputados são todos vendidos por cargos públicos.

  5. Quem “lamenta profundamente” é o povo Cearense e Brasileiro. Tecnicamente legal ou ilegal importa menos do que a Imoralidade que representou tamanho deboche. O Tribunal de (Faz de )Contas, Assembléia Legislativa, Ministério Público…enquanto o Brasil tiver governantes desse quilate, será sempre uma República de Bananas. Não se intimide Procurador. Siga em frente com seu dever. Não ceda a ameaças e chantagens. O Brasil está farto de Imoralidades como esta. Isso aqui não é mais tecnicamente uma Capitania Hereditária. Governador crie vergonha.

  6. Caro Sr. Eliomar,
    O sr. Governador Cid Gomes, através da Procuradoria Geral do Estado, não cumpre sequer a decisão do STF, que após mais de vinte anos de peleja na justiça, deu ganho da causa “piso salarial” aos professores das universidades públicas do Estado, além de abusar das medidas protelatórias à obrigação de fazer, razão pela qual o Estado foi acusado de “litigante de má-fé”, no TRT-Ce. Os demais atos desrespeitosos do governo estadual, em relação aos professores da UECe, UVA e URCA podem ser conhecidos através do blog “piso salarial agora”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 16 =