Caso Senado Pompeu – E agora , presidente Luizianne Lins?

Com o título “O caso Senador Pompeu e o pragmatismo do PT”, eis artigo assinado pelo jornalista Luiz Henrique Campos no O POVO deste sábado. Ele cobra da presidente estadual petista, a prefeita Luizianne Lins, uma posição diante desse novo escândalo envolvido petista. Confira:

A reunião da Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) marcada para segunda-feira, segundo foi informado pela assessoria da legenda, reserva fortes emoções, por estar em pauta a possível expulsão do prefeito de Senador Pompeu, Antônio Teixeira de Oliveira. Em épocas remotas, quando o partido ainda não tinha tido experiências administrativas, seria certa a expulsão do mesmo, apesar de ser petista histórico.

A chegada do PT ao poder, porém, além do bônus, trouxe a reboque o ônus dos descaminhos de quem está a frente das administrações públicas. Nesse sentido, se em Senador Pompeu a gestão petista, já em segundo mandato, ganhou prêmios importantes, é inegável o desgaste gerado pelos recentes episódios envolvendo o prefeito Teixeira e auxiliares. Isso é o que vai marcar a passagem do PT pela cidade. Por isso mesmo, os olhares agora se voltam para a reunião de segunda-feira, como espécie de lavagem de roupa suja da imagem da estrela vermelha no estado.

O resultado do encontro, todavia, não será fácil de prever. Se de um lado há por parte dos militantes a exigência de medida drástica, que poderia significar a expulsão; de outro, há aspectos políticos que não podem ser ignorados. Teixeira, para quem não sabe, é próximo de um dos homens mais fortes do partido, que é o deputado federal José Guimarães. Aliado a isso, como já foi dito, é petista histórico e bastante popular na cidade e na região.

Nessa disputa será interessante acompanhar o posicionamento da presidente estadual Luizianne Lins. Aos que tem memória curta, é bom lembrar que ela e seu grupo foram duros com relação aos nomes do partido surgidos no caso do mensalão, envolvendo José Dirceu e outras personalidades do petismo. Será que agora terá a mesma disposição para enfrentar um aliado de Guimarães?

São essas respostas que poderão fazer do PT maior ou menor diante do baque de agora, apesar de há muito a utopia ter se rendido ao pragmatismo nas hostes petistas.

* Luiz Henrique Campos

lhcampos@opovo.com.br

Editor adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO.

Eliomar de Lima

Sobre Eliomar de Lima

Jornalista, radialista, professor e escritor de histórias infantis, mas, acima de tudo, um viciado em informação, não dispensa cantarolar de vez em quando. Pra não dizer que fugimos do mundo da intelectualidade, temos Especialização em Gestão da Comunicação. Email:eliomarmar@uol.com.br / eliomardelima@gmail.com

5 comentários sobre “Caso Senado Pompeu – E agora , presidente Luizianne Lins?

  1. Já faz muito tempo que a “UDN de macacão” foi desvirginada, esse tipo de coisa vindo de um petista histórico não causa mais nenhum tipo de surpresa.

  2. Caro Eliomar eis-me aqui após intervalo de escritos, rogo que publiques minhas ilações

    O PT é o partido que nas últimas décadas foi protagonista das mais nobres lutas no Brasil. O PT preparou-se na ausculta do povo brasileiro para ser governo.
    O presidente Lula e o governo por ele levado á cabo é sinal evidente e eloquente dessa propedêutica que obteve sucesso reconhecido no Brasil e no mundo. O governo da presidenta Dilma trilha o mesmo caminho, pois originada e alicerçada na mesma matriz ideológica, sendo pois um governo de continuidade do governo Lula.
    O PT sempre tratou e sempre tratará os desvios éticos por ventura postos em curso por algum de seus filiados com o rigor, também ético, que cada caso requeira.Não há rito sumário. Não somos um partido de caciques e coronéis. Não caímos na esparrela eleitoreira e demagógica de jogar para a galera.
    O PT tem um estatuto elaborado de forma democrática e em permanente construção e aperfeiçoamento, como nesse exato momento histórico, onde debates sobre a reforma de nossa constituição interna, se podemos assim chamar, está em curso.
    As instâncias partidárias funcionam plenamente e são compostas de forma também democrática. Aqui reside a força e a diferença do PT: a sua vitalidade interna, sem caciquismos, repito.
    Isso posto imagino que os tramites que o caso do prefeito de Senador Pompeu requer serão elencados, e não poderia ser diferente, à luz do estatuto, que a meu juízo remeterá para a Comissão de ética da instância estadual para em prazo determinado emitir parecer.
    Não será, como nunca foi, se comprovado por quem de direito internamente ao PT, tolerado desvios de qualquer natureza que maculem nossos estatutos, seja qual for o filiado, seja vinculado a quem for.
    O PT funciona assim com respeito à democracia interna. Esse modo do PT é uma forte razão de ser o partido preferido dos brasileiros, como apontam todas as pesquisas que tratam desse tema, atingindo um percentual quatro vezes maior que o segundo colocado. Em Fortaleza esse dado de predileção beira os 40%.
    Deve ser muito incomodo para os nossos algozes, o nosso governo ser bem sucedido e o PT continuar crescendo na preferência dos brasileiros e brasileiras.
    O PT não aceita desvios de conduta, nem muito menos rito sumário.A democracia interna é força motriz do PT.
    Abraços cordiais
    Moacir Tavares- dirigente municipal do PT de Fortaleza

  3. Essa prefeita incompetente vai já dizer que é intriga da oposição e que o prefeito de Senador Pompeu não fez absolutamente nada!!!É a resposta automática dos PTistas!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 − 2 =