Arquivos da categoria: Brasil

Serra promete deixar o PSDB de Doria disputar em 2018

A pelo menos um interlocutor, o ex-ministro José Serra disse que sairá do PSDB, caso João Doria seja o candidato da legenda em 2018. Serra chega a chamar o prefeito de São Paulo de “blefe”.

À Coluna Radar, Serra disse, no entanto, que nunca falou isso e garantiu que não sairá do PSDB em nenhuma hipótese.

Ator José Mayer vai permanecer bom tempo na geladeira

O ator José Mayer vai ficar longe da TV por um bom tempo, informa a Coluna Radar, da Veja Online.

Afastado após a acusação de assédio sexual, ele estava escalado em “O sétimo guardião”, de Aguinaldo Silva, prevista para maio de 2018. Mas a Globo acaba de avisar ao autor que Mayer permanece vetado.

(Foto – Reproduçao TV Globo)

Sobral tem o maior número de escolas premiadas no Ceará

Celebrando os 10 anos do Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Paic), o Governo do Estado do Ceará entregou o Prêmio Escola Nota Dez para 262 escolas públicas com os melhores desempenhos de Alfabetização e proficiências em Língua Portuguesa e Matemática.

As escolas municipais de Sobral (Zona Norte) conquistaram 22 premiações, colocando essa cidade com o maior número de escolas premiadas no Estado do Ceará, segundo dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece), em 2016.

(Foto – Divulgação)

Tom Cavalcante anuncia filme “Os Parças”

O humorista Tom Cavalcante usou sua página no Facebook para anunciar: em outubro próximo, vai estrear o filme “Os Parças”. No elenco, além do Tom, o youtuber Whindersson Nunes, Danilo Gentili e Tirulipa.

Na direção, o cearense Halder Gomes, de filmes como “Cine Holliúdy” e “Shaolim do Sertão”..

(Foto – Divulgação)

Aprovação de Michel Temer é de 7%, menor índice em 28 anos, segundo o Datafolha

A aprovação do governo Michel Temer é de 7% hoje, segundo a mais recente pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada neste sábado pelo Jornal Folha de São Paulo. Na série histórica, trata-se do pior resultado para um presidente em 28 anos. Apenas José Sarney atingiu patamar tão baixo em quase três décadas, ao somar 5% de avaliações positivas em setembro de 1989, durante a crise da hiperinflação.

A impopularidade do presidente aumentou desde a revelação da colaboração premiada dos donos da JBS, que situaram Temer no centro de um esquema de corrupção nacional. Segundo o Datafolha, 69% do público considerada a gestão ruim ou péssima, e 23% avaliam o governo como regular.

Mulheres, jovens e eleitores de renda mais baixa mostram mais indisposição com Temer, em comparação com a média da população.

Em 1989, 68% consideravam ruim ou péssima a atuação de Sarney, enquanto 24% julgavam a administração regular.

Impopularidade

O novo levantamento do instituto ouviu 2.771 pessoas entre quarta-feira e a sexta-feira. Os novos números evidenciam a queda da popularidade do presidente, que, há dois meses, somava 9% entre os entrevistados que avaliavam a gestão como ótima ou boa. No fim de abril, 61% julgavam o governo como ruim ou péssimo e 28% enxergavam uma administração regular.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O Datafolha ainda informou que a nota do presidente caiu de 3 para 2,7 na nova pesquisa. Não souberam responder 2% dos entrevistados.

A avaliação de Temer é pior que a de Dilma Rousseff às vésperas da conclusão do processo de impeachment, quando a petista seria destituída pelo Congresso. Na época, ela tinha 13% de aprovação e 63% de reprovação. A impopularidade do peemedebista é semelhante à da ex-presidente de agosto de 2015, quando Dilma amealhou 71% de avaliações de um governo ruim ou péssimo.

Além de Temer, Dilma e Sarney, apenas Fernando Collor atingiu indíces tão negativos frente à população. Ele somava 68% de ruim e péssimo, em setembro de 1992, ao sofrer impeachment.

Qual a diferença de Dilma para Temer?

De um ministro de Michel Temer, ontem, ao analisar a dificuldade de seu chefe de fazer o governo ter uma imagem positiva: “É o mesmo redemoinho que pegou a Dilma em 2016. Temer pode tentar, tentar, mas nenhum fato positivo tem repercussão. As pessoas só estão olhando os fatos negativos”.

A diferença é que, ao contrário de Dilma, Michel Temer tem uma folgada maioria do Congresso com ele.

A informação é do colunista Lauro Jardim, do O Globo.

Maioria dos brasileiros quer a saída de Temer

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha indica que a maior parte da população brasileira é contra a permanência de Michel Temer na Presidência da República. O estudo foi realizado entre quarta (21) e sexta-feira (23). De acordo com a Folha de S. Paulo, o levantamento registrou também um pico de impopularidade do presidente, que tem seu governo avaliado como ruim ou péssimo por 69% dos entrevistados.

Os entrevistados foram questionados sobre o que seria mais benéfico para o país, considerando a crise política e a recuperação da economia: se Temer saísse do cargo ou completasse o mandato (que vai até o final de 2018). Só 30% se disseram a favor de ele ficar na Presidência; 65% acham que sua saída é o melhor para o Brasil.
76% defendem uma possível renúncia do peemedebista. São contrários a essa iniciativa 20% dos entrevistados, e 4% não souberam responder.

Em um cenário em que Temer não renuncie, 81% são a favor da abertura de um processo de impeachment contra ele. A fatia dos que rejeitam a possibilidade é de 15% (4% não souberam responder).

Mas na possibilidade de Michel Temer realmente deixar o cargo, a maior parte dos brasileiros prefere que o novo presidente seja eleito pela população. A medida, que demanda mudanças na Constituição, é defendida por 83% dos entrevistados.
Somente 12% indicam que o melhor seria que o Congresso fizesse a escolha, na convocação de uma eleição indireta. 5% não souberam responder.

(Notícia a Minuto)

Luizianne diz que Ciro é “um grande embuste nacional”

Em algum lugar do passado…

A deputada federal Luizianne Lins (PT) pediu a união do partido no Ceará em torno do nome do ex-presidente Lula para a eleição presidencial do ano que vem e criticou possível apoio do governador Camilo Santana (PT) ao ex-ministro Ciro Gomes (PDT).

Em conversa com o Blog Política, na quinta-feira, 23, a ex-prefeita afirmou, no ato político de posse dos presidentes De Assis Diniz, no diretório estadual, e Acrísio Sena, no diretório de Fortaleza, que o Ceará precisa dizer ao País “quem é Ciro Gomes”.

“Que a gente jamais imagine (apoio a) qualquer candidatura principalmente um candidato que não vai dizer nada para o Brasil chamado Ciro Gomes, que na verdade é um grande embuste nacional e que nós precisamos é do Ceará criar todas as nossas energias para dizer quem é Ciro Gomes para o resto do Brasil”, criticou.

A petista, cética com a declaração do governador de apoio ao ex-presidente Lula para a eleição de 2018, voltou dizer que em caso de não haver apoio a Lula por parte de Camilo, deverá disputar prévias com ele.

Durante o evento do partido, o governador afirmou que o ex-presidente era “o grande nome” do PT e das esquerdas para a candidatura em 2018. Ao descer do palanque, evitou antecipar o cenário eleitoral. “Eleição é só no ano que vem, eu só vou discutir no ano que vem. Eu disse que (Lula) é um dos grandes nomes desse País. Eu votei a vida inteira no Lula, gente”, disse.

(Do Blog Política do O POVO)

Camilo e comitiva na rota de Jericoacoara

O governador Camilo Santana (PT) gravou vídeo, agora há pouco, antes de embarcar de Congonhas(SP) direto para o Aeroporto Regional de Jericoacoara (Litoral Oeste). É o voo inaugural da Gol, que promete aquecer ainda mais o mercado turístico cearense.

Com Camilo, uma comitiva de parlamentares, empresários e operadores de turismo que conferirão o ato de inauguração do aeroporto de Cruz.

O voo é operado por um Boeing 737-800 aos sábados, saindo do Aeroporto de Congonhas (SP), às 10h30min, e chegando a Jericoacoara às 14 horas. Sai de Jericoacoara às 14h30min, chegando a Congonhas, às 18 horas. A CVC, bom lembrar, freta esses voos.

(Foto – Divulgação)

Catedral Metropolitana de Fortaleza ganha novos jardins

Terceira maior do Brasil, a Catedral Metropolitana de Fortaleza, no Centro, voltou a ter jardins que enchem os olhos. A instalação de sistema de irrigação e de paisagismo é resultado do Programa de Adoção de Praças e Áreas Verdes da Secretaria Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma). Na mudança, finalizada há cerca de uma semana, carnaúbas, palmeiras e hibiscos, entre outras espécies, foram plantadas no entorno do templo. Uma empresa privada realizará a manutenção do jardim durante um ano.

A igreja conviveu, nos últimos anos, com a área externa sem manutenção adequada. “Melhorou 100% o aspecto. Os turistas e as noivas que vêm casar aqui estão adorando”, comemora Paulo Sérgio Matos, 46. Responsável pela manutenção da Catedral há quase 30 anos — entre “idas e vindas” — ele acompanhou as mudanças do local.

Paulo Sérgio Matos, responsável pela manutenção da Catedral há quase 30 anos

Comemorando a revitalização, o pároco da Catedral, padre Clairton Alexandrino, teme que a mudança não dure. “Não temos como contratar alguém para fazer a segurança à noite, quando vêm pessoas que quebram os canos de irrigação e destroem a grama”, lamenta. A projeção é feita a partir de experiências anteriores. De acordo com ele, o espaço já passou por revitalização mas os jardins foram alvo de vandalismo. “Seria diferente se tivesse segurança aqui dentro à noite”, considera.

Responsável pelo policiamento no Centro, major Otoniel Nascimento diz que duas viaturas e duas trincas (grupos de três) de bicicleta fazem a segurança à noite para “evitar arrombamentos e vandalismo”. De acordo com ele, não é possível colocar policiamento fixo no local porque “não há grande fluxo de pessoas”. Segundo a Guarda Municipal de Fortaleza, quatro equipes de ciclopatrulhamento e da Inspetoria de Proteção Urbana fazem ronda noturna.

(O POVO)

VAMOS NÓS – Isso só foi possível porque a Feira da José Avelino saiu da área da Catedral.

CNI promove congresso para debater o futuro da indústria brasileira no mundo digital

As maiores tendências em inovação e a forma como as tecnologias digitais impactarão a indústria brasileira e a capacidade de o País competir internacionalmente serão debatidas no 7º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria. A realizado é da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e ocorrerá terça e quarta-feira próximas, em São Paulo. O evento faz parte da agenda da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), informa a assessoria de imprensa da CNI.

A última edição do Congresso de Inovação aconteceu em maio de 2015, em São Paulo, e atraiu mais de 2 mil pessoas. Nesta 7ª edição, são esperadas 3 mil pessoas para os dois dias de programação do evento, que terá como tema Inovar é criar valor. A estrutura envolve uma área de 11 mil metros quadrados, com duas arenas para palestras, espaço comum para apresentação de ecossistemas de inovação e uma praça de convivência.

Palestrantes

Entre os palestrantes confirmados estão Peter Diamandis, presidente da Singularity University, fundador da XPRIZE Foundation e autor de best-sellers, como “Abundância” e “O futuro é melhor do que você imagina”; Lisa Gallo, vice-presidente global de Pesquisa da Avon, que participa de painel sobre inovação no Brasil e no mundo; o brasileiro Henrique Malvar, cientista-chefe da Microsoft, que falará de armazenamento em nuvem; Carlos Cunha, brasileiro cientista sênior de dados da Bosch, que tratará de tecnologias inteligentes; Colin Parris, vice-presidente da GE, que participará de painel sobre os riscos e oportunidades para o Brasil diante de inovações disruptivas; Rafael Steinhauser, presidente da Qualcomm para a América Latina, que falará sobre tecnologias disruptivas e os principais fatores que devem impulsionar o ambiente de inovação no país; entre outros especialistas em inovação.

Na terça-feira (27), primeiro dia de atividades do Congresso, será apresentado o Índice Global de Inovação, um dos principais indicadores de inovação, editado anualmente pela Universidade de Cornell (EUA) e a escola de negócios Insead (França), em parceria com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI). O documento apresenta o desempenho de 127 economias – mais de 97% do PIB mundial – em diversos critérios de inovação. É a primeira vez que o Fórum Internacional do Global Innovation Index ocorrerá na América Latina.

Casos de Inovação

Além dos debates, o Congresso de Inovação é uma grande vitrine para a inovação desenvolvida no Brasil. O evento dedicará um espaço para a exibição interativa dos exemplos de inovação selecionados para compor o livro 22 Casos de Inovação.
O público poderá conhecer soluções, produtos e processos inovadores desenvolvidos por micro, pequenas e grandes indústrias, de setores variados.

Rodrigo Maia sanciona projeto que libera venda de remédios emagrecedores

O presidente da República em exercício, Rodrigo Maia, sancionou hoje (23) o Projeto de Lei (PL) 2431/2011, que libera a produção e venda de remédios emagrecedores. O projeto, do deputado Felipe Bournier (PROS-RJ), foi sancionado sem vetos por Maia e a sanção será publicada no Diário Oficial da próxima segunda-feira (26). Rodrigo Maia deixará a presidência da República na madrugada deste sábado (24), quando Michel Temer volta de viagem internacional.

Pela nova lei, substâncias anorexígenas como a sibutramina, a anfepramona, o femproporex e o mazindol passam a ter a comercialização liberada. Até então, a manipulação e venda de fórmulas com essas substâncias eram vedadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na justificativa do projeto, aprovado na última terça-feira (20), Bournier apresentou dados da obesidade e ressaltou a importância de tais medicamentos.

“Nesse sentido, a proibição da produção e comercialização dos anorexígenos prejudica milhares de pacientes que realmente necessitam desse tipo de medicamento, sem contar com a provável ampliação do mercado negro dessas substâncias em consequência da proibição”, completou Bournier, no texto do PL.

Os chamados anorexígenos, cuja produção, venda e consumo foram liberados com esta decisão, inibem o apetite e geralmente são utilizados em tratamentos contra a obesidade mórbida.

Anvisa defendeu veto

A Anvisa, em nota, disse lamentar a decisão tomada pelo presidente em exercício e afirmou que a lei é inconstitucional. “Essa lei, além de inconstitucional, pode representar grave risco para a saúde da população. Legalmente, cabe à agência a regulação sobre o registro sanitário dessas substâncias, após rigorosa análise técnica sobre sua qualidade, segurança e eficácia. Assim ocorre em países desenvolvidos e significa uma garantia à saúde da população”, disse a agência.

Antes da sanção, a agência já tinha recomendado ao presidente Michel Temer o veto ao projeto. A Anvisa completou dizendo que a decisão do Congresso – que não fez nenhuma análise técnica – e do presidente em exercício destoa dos padrões internacionais.

“A decisão de sancionar a liberação da comercialização desses anorexígenos no Brasil vai contra o que ocorre em outros países desenvolvidos, cuja competência para avaliar se estão aptos a serem oferecidos à população é das respectivas agências reguladoras”.

(Agência Brasil)

Arquivado pedido de cassação de Aécio Neves

O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, senador João Alberto Souza (PMDB-MA), determinou nesta sexta-feira (23) o arquivamento da representação contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi afastado do mandato por decisão do Supremo Tribunal Federal. As informações são da assessoria do senador. “Indeferi por falta de provas”, disse João Alberto Souza.

O senador lembrou que qualquer integrante do Conselho de Ética tem até dois dias úteis para recorrer da decisão, desde que conte com o apoio de cinco parlamentares.

A representação, que pede abertura de processo por quebra de decoro contra Aécio, investigado no âmbito da Operação Lava Jato, foi apresentada em maio pela Rede e pelo PSOL e havia sido recebida na segunda-feira (19) por João Alberto.

(Agência Senado)

Mega-Sena sorteará prêmio de R$ 3 milhões neste sábado

A Mega-Sena pode pagar o prêmio de R$ 3 milhões neste sábado (24), do concurso 1.942. O Caminhão da Sorte está estacionado em Campina Grande (PB), onde será realizado o sorteio, em clima de festa de São João.

O montante, se aplicado na Poupança da CAIXA, pode render R$ 17 mil por mês ao apostador acertar sozinho os seis números da modalidade.

O ganhador também pode investir em bens e montar uma frota de 100 carros populares ou adquirir 12 casas de R$ 250 mil cada. A aposta mínima na Mega-Sena é de R$ 3,50 e pode ser feita em qualquer lotérica do país.

Exportações da produção industrial do NE crescem 325,8% no ano

As exportações de produtos industrializados nordestinos aumentaram 35,8% em 2017 até maio, em relação ao mesmo período do ano anterior. Nos primeiros cinco meses do ano, as vendas da produção industrial para o exterior registram US$ 5,24 bilhões. Somados os produtos não-industrializados, as empresas da Região exportaram US$ 6,64 bilhões, valor 30,4% maior do que em 2016. A informação é da assessoria de imprensa do BNB.

Entre os industrializados, as exportações dos manufaturados somaram US$ 3,17 bilhões, o que aponta crescimento de 47,7%, em relação ao período de janeiro a maio do ano passado. As vendas de semimanufaturados para o exterior totalizam US$ 2,07 bilhões, aumento de 20,9%. As exportações de produtos básicos registram US$ 1,33 bilhão, 12,8% maiores do que no mesmo período de 2016.

Ceará

No Ceará, as exportações cresceram 109% no ano. O Estado já vendeu US$ 824,3 milhões a outros países. Os principais produtos exportados são placas de aço. Castanha de caju e calçados de borracha aparecem na sequência.

Até maio, a Região importou US$ 7,91 bilhões. O valor é 21,3% maior do que nos cinco primeiros meses de 2016. China, Estados Unidos e Argentina são os principais parceiros comerciais do Nordeste.

O recorte regional é do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), órgão de pesquisas do Banco do Nordeste, com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. O trabalho está publicado no documento Diário Econômico, disponível no site www.bnb.gov.br/diario-economico-2017.

Capital de giro

O Banco do Nordeste disponibiliza capital de giro em condições diferenciadas a exportadores de mercadorias ou serviços. O produto Exportação Nota de Crédito à Exportação / Cédula de Crédito à Exportação (NCE/CCE) pode ser acessado por pessoas jurídicas ou físicas e tem como principais vantagens: isenção de IOF, prazo de pagamento de até 36 meses, com carência de até 12 meses, e flexibilidade na definição do tipo de encargo (juros pré-fixados, pós-fixados ou indexados a variação cambial).

O crédito contempla financiamento à exportação ou à produção de bens para exportação e atividades de apoio e complementação integrantes e fundamentais do comércio exterior.

Meirelles diz que meta de inflação para 2019 pode ser reduzida

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (23) que há espaço para reduzir a meta da inflação na próxima reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN). “Há uma possibilidade sim. A inflação apurada no IPCA-15 [Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15, prévia da inflação oficial] é a menor inflação em 12 meses desde 2007, 3,52%. A expectativa de inflação para os próximos 12 meses está estabilizada e nós temos boas condições para analisar qual será a meta para 2019.”

Segundo Meirelles, a eventual redução da meta, que hoje é de 4,5%, não compromete a retomada econômica. “Não há nada que possa prejudicar a retomada neste momento”, destacou.

Meirelles participou, em São Paulo, de uma reunião com empresários do setor varejista. Durante o encontro, fechado à imprensa, o assunto foi o desenvolvimento da economia, segundo relato do ministro. “Houve um interesse muito grande em saber como está o desenvolvimento da economia brasileira, se falou bastante da questão das reformas e a perspectiva de aprovação, que impacta bastante esse segmento.”

Em relação à reforma da Previdência, Meirelles espera que a proposta do governo seja aprovada integralmente e reafirmou que a negociação com os parlamentares está em curso. “O projeto como está acreditamos que seja adequado, mas, evidentemente, o Congresso é soberano e temos que conversar, não achamos que possa haver alterações dramáticas porque isso prejudicaria a eficácia da reforma”, argumentou.

(Agência Brasil)

Projeto quer perda de cargo imediata para agente público condenado por corrupção

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) apresentou um projeto de lei para que agentes públicos percam automaticamente seus cargos ao serem condenados por corrupção passiva. A informação é do colunista Lauro Jardim, do O Globo.

Da maneira que é hoje, políticos, magistrados, membros do Ministério Público e servidores culpados são afastados apenas se a perda da função for explicitada na sentença.

O texto aguarda relator na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

(Agência Sendo)

Moro rebate pedido de defesa de Lula por acesso a delações da OAS

O juiz federal Sergio Moro rebateu um pedido feito pelos advogados do ex-presidente Lula para que eles tenham acesso às delações premiadas feitas pelo ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, e o ex-diretor internacional da construtora Agenor Franklin Magalhães Medeiros.

“As informações disponíveis ao Juízo é que a suposta colaboração das duas referidas pessoas ainda se encontra na fase de tratativas entre eles, seus defensores e a Procuradoria Geral da República”, disse Moro.

“Então não há acordo de colaboração formalizado ou depoimentos tomados, com o que a Defesa pretende acesso a elementos que não ainda existem, o que é de impossível atendimento”, conclui o juiz. A informação é da Veja Online.

Assembleia Legislativa de São Paulo aprova lei proibindo uso de cobaias para ensino

A proibição do uso de cobaias em escolas e universidades paulistas foi aprovada na quinta-feira (22) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). O Projeto de Lei (PL) 706/2012, de autoria do deputado estadual Feliciano Filho (PSC-SP), mantém apenas as atividades de observação, exames e tratamentos de animais já feridos ou doentes. O projeto segue para sanção ou veto do governador Geraldo Alckmin.

Batizado de Lei Anticobaias, o projeto quer poupar animais de dores e sequelas, que, em alguns casos, levam à morte. “Reconhece-se o fato de que procedimentos realizados em animais em sala de aula são apenas repetições de eventos conhecidos, podendo o mesmo evento ser demonstrado em outros métodos que não animais, em conjunto conhecidos como métodos alternativos ou métodos substitutivos”, diz o texto de justificativa do PL.

O autor do projeto de lei acrescenta que a proibição poupa também estudantes que ficam sob estresse ao realizar os procedimentos. “A utilização de animais vivos tem o potencial de dessensibilizar o estudante, podendo fazê-lo perder o senso de reverência e respeito pela vida. A utilização de métodos substitutivos condiz com a formação de profissionais mais sensíveis e humanos”, avalia o parlamentar.

De acordo com Feliciano Filho, a Lei de Crimes Ambientais n° 9.605, de fevereiro de 1998, já criminaliza o uso de procedimentos dolorosos ou cruéis em animais vivos, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

(Agência Brasil)