Arquivos da categoria: Campeonato Brasileiro

Com chegada do Ceará e “salvações” de Sport e Vitória, Brasileirão terá número recorde de times nordestinos

FORTALEZA, CE, BRASIL, 19-11-2017: Chegada dos jogadores do Ceará. (Foto: Evilázio Bezerra/O POVO).

O futebol nordestino estará mais representado do que nunca na elite do Brasileirão no próximo ano. Pela primeira vez na história, a Região terá quatro representantes na Série A em 2018: Ceará-CE, Sport-PE, Bahia-BA e Vitória-BA. Até hoje, o Nordeste só conseguiu reunir três times na 1ª Divisão do Brasileiro, em oito oportunidades: 2003, 2007, 2008, 2009, 2012, 2013, 2014 e 2017.

Este ano, Vitória e Sport lutaram até a última rodada do Campeonato contra o rebaixamento. Mas, na última rodada, disputada neste domingo (3), o Sport fez sua parte ao vencer o Corinthians por 1 a 0, na Ilha do Retiro. Já o Vitória conseguiu se manter mesmo com a derrota por 2 a 1 para o Flamengo, no estádio Barradão. Acabou sobrando para o Coritiba e Avaí, que se juntam a Ponte Preta e Atlético-GO como times rebaixados para a Série B nacional.

Já o Bahia, o outro nordestino que disputou a Série A, se garantiu na elite do Brasileirão por antecedência e terminou o Campeonato na 13ª colocação. A novidade entre os representantes da região fica para o Ceará, que garantiu acesso para a o Brasileirão ao fechar a Segundona na 3ª colocação, regressando ao pelotão de elite dos times brasileiros após sete anos.

Na geografia do Brasileirão, duas regiões do País não contarão com representantes: Norte e Centro-Oeste, que perdeu o único representante que tinha, o Atlético-GO. A região Sul contará com 5 representantes. A recordista em participantes continua sendo o Sudeste, com 11 times.

Confira os 20 times que disputarão a Série A 2018 por Região:
Nordeste: Sport, Ceará, Bahia e Vitória (4)
Sudeste: Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo, Cruzeiro, Atlético-MG e América-MG (11)
Sul: Grêmio, Internacional, Chapecoense, Atlético-PR e Paraná (5).

(O POVO Online)

Após o acesso, Ceará quer garantir patrocinadores

Com o acesso garantido à Série A do Brasileirão do próximo ano, o Ceará agora espera assegurar patrocínios para um ano repleto de competições. Logo após a vitória do Vozão sobre o ABC, nesse sábado (25), no Castelão, por 1 a 0, o deputado federal e advogado Danilo Forte (PSB) disse que esta semana estará ao lado do presidente alvinegro Robinson de Castro, em Brasília, na luta para seguir na parceria com a Caixa Econômica Federal e até mesmo novos patrocinadores.

No início do ano, o parlamentar atuou na aproximação do Ceará Sporting com a Caixa. O encontro acabou rendendo um contrato de patrocínio para este ano. Em reconhecimento, o clube cearense rendeu homenagem ao deputado federal.

(Foto: Divulgação)

Ceará se despede da Série B com novo recorde de público

O Ceará se despediu da Série B do Campeonato Brasileiro, na noite deste sábado (25), no Castelão, como equipe de Série A. Com um público de 56.999 torcedores, o Vozão venceu o ABC, por 1 x 0, gol de Maikon Leite, aos 35 minutos do segundo tempo, e encerrou a competição na terceira colocação.

Além do Ceará, também conquistaram o acesso o América Mineiro (campeão), o Internacional (vice-campeão) e o Paraná (quatro colocado). Foram rebaixados para a Série C, o Luverdense, o Santa Cruz, o ABC e o Náutico (lanterna).

O governador Camilo Santana homenageou o acesso do Ceará com a entrega de um troféu.

Nação alvinegra acompanha desembarque do Vozão

Milhares de torcedores acompanham neste momento o desembarque do elenco do Ceará, que nesse sábado (18) conquistou o acesso à Série A do próximo ano. Desde cedo, já era grande o congestionamento no bairro Vila União, nas proximidades do antigo aeroporto. Por medida de segurança, a Infraero solicitou que o desembarque não fosse feito pelo Pinto Martins.

Mais cedo, torcedores promoveram uma carreata pelas ruas de Fortaleza para comemorar o acesso.

É preciso comemorar, mas também se planejar

Em avaliação no O POVO deste domingo (19), o jornalista Ítalo Coriolano aponta os desafios do Vozão para o próximo ano. Confira:

Depois de seis anos, o Ceará volta à Série A do Brasileiro coroando o excelente trabalho do treinador Marcelo Chamusca, que pegou o time na 12ª posição, com aproveitamento de apenas 44,4%, e conseguiu emplacar uma sequência de resultados positivos que deram cara nova à equipe.

Com esquema tático eficiente, o alvinegro obteve vitórias cruciais fora de casa, como há muito tempo não se via, responsáveis diretas pela conquista de uma vaga na elite do futebol nacional.

O momento agora é de muita comemoração, claro. A apaixonada torcida do Vozão, que deverá bater mais um recorde de público no Castelão no jogo contra o ABC, no próximo sábado, merece.

Mas logo a diretoria precisará se planejar para 2018. O primeiro desafio é garantir a permanência de Chamusca no comando do time. O assédio de grandes clubes deverá ser intenso, o que exigirá habilidade dos dirigentes para não deixar o técnico escapar. O segundo é montar um elenco digno de primeira divisão e habilitado para as batalhas que virão pela frente.

O risco de o atual grupo ser desmontado é iminente. O lateral Romário, por exemplo, já está de malas prontas para o Santos. Outros nomes que foram destaque, como o volante Richardson e o meio Pedro Ken, podem desfalcar a equipe. Por isso, a necessidade de substituições à altura e de contratações de peso, pois não será um ano fácil.

Logo em janeiro, o Campeonato Cearense, que terá clima especial diante do centenário do principal adversário, o Fortaleza, que também vem cheio de entusiasmo após a subida para a Série B e a contratação do técnico Rogério Ceni. Fora a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil. Em seguida, a própria Série A.

A missão inicial do Ceará é conseguir se manter nela, permitindo que o time vá se estruturando ainda mais e não passe pelos aperreios das experiências anteriores. Ao se manter no topo, a equipe de Porangabuçu já estará ajudando a garantir um novo ano de ouro para o futebol cearense.

Camilo parabeniza Ceará pelo acesso à Série A

O governador Camilo Santana parabenizou o Ceará Sporting pelo acesso à Série A do Campeonato Brasileiro 2018, na noite deste sábado (41), após o Vozão ser beneficiado pelo empate do Londrina (0x0 América Mineiro) e derrota do Oeste (0x2 ABC).

Em campo, o Ceará empatou com o Criciúma, em 1 a 1, no estádio Heriberto Hülse, no interior catarinense. Richardson abriu o placar para os donos da casa, no início do segundo tempo, e Lima empatou para o Vozão, aos 16 minutos, após passe de Magno Alves.

O Ceará encerra a temporada no próximo sábado (25), no Castelão, diante do ABC.

Adeus bigode – Ceará chega à Série A de cara limpa

Promessa é promessa… bigode nada à parte. Torcedores do Ceará cobraram deste blogueiro o fim do bigode, diante do acesso do Vozão á Série A do Brasileirão. A promessa foi cumprida no Besouro Verde, na Parquelândia.

Ceará entra em campo já com o acesso garantido

O Ceará sequer precisou entrar em campo para garantir presença na Série A do próximo ano. Os maus resultados de Londrina (0x0 América) e Oeste (0x2 ABC), há pouco, asseguraram a permanência do Vozão no G4, independente dos dois últimos jogos do time cearense, que às 18h30min enfrenta o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, no interior catarinense.

Com os resultados já conhecidos na penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro – Criciúma x Ceará encerram a 37ª rodada -, América Mineiro, Internacional, Paraná e Ceará confirmaram o acesso, enquanto Luveredense, ABC, Santa Cruz e Náutico foram rebaixados para a Série C do próximo ano.

Ceará tem 62,9% de chances de acesso à Série A neste sábado

Das 27 combinações de resultados dos jogos Criciúma x Ceará, Londrina x América Mineiro e ABC x Oeste, todos disputados na tarde deste sábado (18), pela penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vozão tem interesse em 17 combinações, o que representa 62,9% de chances de o Ceará já conseguir hoje o acesso à elite do Brasileirão 2018.

Mesmo em caso de derrota, o Vozão assegura o acesso em quatro combinações: empate do Londrina e empate do Oeste; empate do Londrina e derrota do Oeste; derrota do Londrina e empate do Oeste; derrota do Londrina e derrota do Oeste.

Além da probabilidade a favor da equipe de Porangabussu, o Ceará também conta com o desmonte do time do Criciúma, que não mais poderá ser rebaixado, tampouco lutar para o acesso. Para o jogo no estádio Heriberto Hülse, o treinador interino Grizzo promoverá alguns atletas da categoria de base.

Alheio à desmotivação do adversário, o Ceará entra em campo com sua formação principal, à exceção do atacante Elton, que cumpre suspensão pela expulsão na terça-feira (14), na vitória por 2 a 0 sobre o Paysandu. Na partida de ida entre Ceará e Criciúma, no Castelão, no início de agosto, vitória do Vozão, por 3 a 1.

O árbitro da partida de hoje é o paulista Raphael Claus, apontado como melhor árbitro do Brasileirão do ano passado. Claus conduziu somente uma partida do Ceará, no final de setembro, na vitória do Vozão sobre o Brasil de Pelotas, por 2 a 1, no Castelão.

Com público recorde, Vozão mostra por que é Série A

Mais de 45 mil torcedores lotaram o Castelão, na noite dessa terça-feira (14), para festejar a presença do Ceará na Série A do Brasileirão do próximo ano. O público é recorde na Série B deste ano. Com a vitória por 2 a 0, diante do Paysandu, o Vozão chegou a 98,4% de chances de integrar a elite do futebol brasileiro em 2018, a duas rodadas para o final da temporada. A previsão é do site Chance de Gol, que inclui ainda o Paraná, com 77,1% de chances, o Londrina (13,1%) e o Oeste (11,2%). América Mineiro e Internacional já confirmaram o acesso.

Pio, aos 16 minutos do primeiro tempo, e Élton, aos 20 minutos da segunda etapa, marcaram os gols do Ceará. A rodada marcou ainda os rebaixamentos de Santa Cruz e Náutico para a Série C. O ABC já havia sido rebaixado na rodada anterior.

O Ceará volta a campo no sábado (18), fora de casa, contra o Criciúma. O Vozão faz a última partida pela Série B, dia 25, no Castelão, diante do ABC.

Ceará empata no Serra Dourada e poderá garantir acesso na terça-feira

 

A torcida deve receber time no aeroporto nas próximas horas

Em contagem regressiva para retornar à elite do futebol brasileiro, o Ceará segurou o Goiás, na tarde deste sábado, na 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, ao empatar em 0 a 0 com a equipe goiana. Com o resultado, o Vozão chegou aos 60 pontos e poderá assegurar o acesso na rodada cheia da terça-feira (14), quando enfrentará o Paysandu no Castelão.

A três rodadas do final da competição, o Ceará garante acesso em caso de vitória e derrota do Oeste (enfrenta o Internacional) e empate ou derrota de Londrina (diante do Guarani) e Vila Nova (Figueirense).

Na partida deste sábado, o Ceará teve que segurar no primeiro tempo a pressão do Goiás, que ainda possui chances de rebaixamento, mas poderia ter deixado o Serra Dourada com uma vitória na segunda etapa, em duas oportunidades desperdiçadas por Lima. Na primeira, o atacante alvinegro errou o chute, dentro da área e livre de marcação, enquanto, minutos depois, o goleiro Marcelo Rangel fez boa defesa.

O América Mineiro assegurou o acesso, na rodada de hoje, ao vencer o Figueirense, por 2 a 1, fora de casa. O time mineiro também é o novo líder da Série B, agora com 66 pontos, diante do empate em 1 a 1 entre Internacional e Vila Nova, em pleno Beira Rio.

Ceará e Goiás decidem seus destinos em confronto neste sábado

Para os treinadores Marcelo Chamusca (Ceará) e Hélio dos Anjos (Goiás), a partida entre Goiás x Ceará, na tarde deste sábado (11), no Serra Dourada, pela 35ª rodada da Série do Campeonato Brasileiro irá decidir o destino das duas equipes na competição. Enquanto o Ceará poderá praticamente garantir o acesso à Série A, em caso de vitória, beneficiado pelo empate sem gols de Juventude x Oeste, na noite dessa sexta-feira (10), o Goiás, também em caso de vitória, ficará livre do fantasma do rebaixamento.

Com 59 pontos, o Vozão caiu nessa sexta-feira para a quarta colocação, após vitória do Paraná sobre o Luverdense, por 2 a 0. O time paranaense chegou à mesma pontuação do Ceará, mas possui melhor saldo de gols.

O árbitro da partida é o carioca Grazianni Maciel Rocha, conhecido pela aplicação de cartões vermelhos, além de marcar gols e pênaltis, mesmo em casos de dúvida. O perfil faz com que o árbitro raramente encerre uma partida na igualdade do placar. Este ano, em 17 jogos que apitou nas quatro séries do Campeonato Brasileiro, somente três terminaram empate.

O árbitro também traz “sorte” ao Ceará. Nos quatro jogos do Vozão que apitou, nos últimos cinco anos, o Ceará soma três vitórias e um empate: 1/08/2017 – Ceará 3×1 Criciúma; 23/08/2014 – Portuguesa 1×1 Ceará; 06/09/2013 – Ceará 4×2 São Caetano; 28/08/2012 – América/MG 1×3 Ceará.

Ceará empata em casa, mas é favorecido pelos maus resultados dos concorrentes ao G4

Tendo o tempo como principal aliado, quando faltam apenas quatro rodadas para o final da Série B do Campeonato Brasileiro, o Ceará não passou de um empate contra o Guarani de Campinas, na noite dessa terça-feira (7), no Castelão, em 2 a 2, mas foi beneficiado pelos maus resultados de Paraná, Oeste, Vila Nova e Juventude, todos concorrentes às duas últimas vagas de acesso à Série A do próximo ano, quando Internacional e América Mineiro estão praticamente de volta à elite do futebol nacional.

O Vozão abriu o placar, por meio de Rafael Pereira, mas Bruno Nazário empatou, ambos no primeiro tempo. Na segunda etapa, Diego Jussani virou o jogo para o time paulista. Magno Alves, aos 35 minutos, empatou a partida, um minuto após entrar em campo. O Ceará ainda poderia ter virado o placar, em gol de Richardson, mas a arbitragem errou ao marcar impedimento, quando dois atletas do Guarani davam condição ao jogador alvinegro de aproveitar a bola na pequena área.

Com os resultados da 34ª rodada, o Vozão se manteve na terceira colocação da tabela de classificação, com 59 pontos, três a mais que Paraná e Oeste e seis à frente do Vila Nova. O Ceará volta a campo no sábado (11), no Serra Dourada, contra o Goiás.

América/MG vence Guarani e retoma vice-liderança do Vozão

Com um gol do ataque do Ceará, em 2014, o América Mineiro venceu o Guarani, por 1 a 0, nesse sábado (4), em pleno estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, e reassumiu a vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, no complemento da 33ª rodada. Aos 14 minutos do primeiro tempo, Felipe Amorim passou pela defesa paulista e tocou para Bill aproveitar a primeira oportunidade de gol do time mineiro.

Com o resultado, o América passa a ter 96,7% de chances de acesso à Série A, segundo o site Chance de Gol, contra 88,7% do Ceará, 79% do Paraná e 32,3% do Oeste, esse último a três pontos do Vozão e o quinto colocado na tabela de classificação. De acordo com o mesmo site, o líder Internacional possui 99,3% de chances de retornar à elite do futebol brasileiro.

Na terça-feira (7), no Castelão, o Ceará recebe o desesperado Guarani de Campinas, que está com 28,8% de chances de rebaixamento. O time paulista possui o segundo pior aproveitamento como visitante na competição, com apenas duas vitórias em 16 jogos, além de 10 derrotas e quatro empates.

Em rodada ruim para o G4, Ceará perde para Juventude

Após a derrota do Paraná para o Oeste, na terça-feira (31), em plena Curitiba, os times que compõem o G4 também não tiveram vida fácil nessa sexta-feira (3), no seguimento da 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Enquanto o Internacional não passou de um 0 a 0 com o CRB, no Beira Rio, o Ceará foi derrotado pelo Juventude, por 1 a 0, em Caxias do Sul. No fechamento da rodada, o América Mineiro, que também compõe o G4, enfrenta neste sábado (4) o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Caso seja a única equipe do G4 a vencer na rodada, o time mineiro desbancará o Ceará da vice-liderança.

Com chance de praticamente garantir o acesso à Série A do próximo ano, em caso de vitória em Caxias do Sul, o Ceará não conteve a motivação do Juventude, que estreava o treinador Antônio Carlos Zago, ex-Fortaleza, e que ainda sonha com o acesso à Série A. O gol do time gaúcho ocorreu aos 17 minutos do segundo tempo, após o atacante Ramon aproveitar de carrinho a bola cruzada rasteira na área alvinegra.

O Ceará volta a campo na terça-feira (7), em rodada cheia, contra o Guarani de Campinas, no Castelão.

Ceará poderá colocar o pé na Série A, em caso de vitória contra o Juventude

O Ceará enfrenta o Juventude, estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, nesta sexta-feira (3), a partir das 18h15min (horário em Fortaleza), em partida que poderá valer a vaga do Vozão na Série A do próximo ano. Em caso de vitória, o Castelão deverá ficar pequeno, na terça-feira (7), diante do Guarani, no jogo do acesso.

Se vencer hoje, o Ceará também poderá ficar como melhor time com campanha de visitante na Série B.

Oeste surpreende Paraná e volta a sonhar com acesso

A 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro teve início na noite dessa terça-feira (31) com a surpreendente vitória do Oeste sobre o Paraná, em plena Vila Capanema, em Curitiba, por 2 a 1.

Com o resultado, o time paulista mantém chances de acesso à Série A do próximo ano, agora com 55 pontos, um a menos que o próprio Paraná e a três pontos do Ceará, vice-líder. O América Mineiro, terceiro colocado, possui 57 pontos. Já o líder Internacional conta com 61 pontos.

O Vozão entra em campo na sexta-feira (3), diante do Juventude, em Caxias do Sul, quando uma vitória poderá praticamente assegurar a classificação à elite do futebol brasileiro.

Segundo o site Change de Gol, o Ceará possui 93,9% de chances de acesso, diante de 90,3% do América Mineiro, 78,4% do Paraná e 33,4% do Oeste. O Internacional está com 99,7% de chances para retornar à Série A.

Ceará impõe derrota ao Inter, em pleno Beira Rio, e entra na briga pelo título da Série B

O Ceará se firmou na vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, ao derrotar o líder Internacional, em pleno Beira Rio, na tarde deste sábado (28), e entrou na briga pelo título da competição. Élton, aos 15 minutos do segundo tempo, marcou o gol da vitória, após jogada individual de Lima, dentro da área gaúcha.

Com o resultado, o Ceará abriu seis pontos de vantagem para o quinto colocado Oeste e está a três pontos do Inter.

Na sexta-feira (3), o Vozão enfrenta o Juventude, em Caxias do Sul, quando poderá praticamente garantir o acesso à Série A do próximo ano.

Ceará tenta segunda maior sequência invicta da Série B contra o Internacional

Invicto há 43 dias na Série B do Campeonato Brasileiro, o Ceará poderá atingir a segunda maior marca da competição, na tarde deste sábado (28), diante do Internacional, no Beira Rio, quando poderá somar nove partidas sem derrota. De quebra, o Vozão ainda se manterá distante do quinto colocado na tabela de classificação, o Oeste, que nessa sexta-feira (27) derrotou o Brasil de Pelotas, por 1 a 0, e se mantém três pontos atrás do alvinegro cearense. No primeiro turno, em julho, o Ceará perdeu para o Inter, no Castelão, por 2 a 0.

Com oito rodadas sem derrota, o Vozão já detém a segunda maior série invicta, mas ao lado do Oeste. Com 12 partidas sem perder, o América Mineiro é o recordista da temporada. Atrás do Ceará e do Oeste estão o Internacional e o Juventude, ambos com uma série de seis jogos de invencibilidade.

No entanto, das cinco equipes, o Ceará é o único que poderá estender a marca, pois os outros quatro times já somam derrotas em partidas anteriores.

O Internacional entrará em campo com seis desfalques na equipe, incluindo a dupla Rodrigo Dourado e Leandro Damião, além do zagueiro Klaus, que tem sido decisivo para o time gaúcho em jogos anteriores. O Ceará não contará com três atletas titulares: Raul, Lelê e Tiago Cametá.

O árbitro é o carioca Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa), que há um mês se envolveu em polêmica na partida São Paulo 1×1 Corinthians, quando teria beneficiado em três ocasiões o time do Parque São Jorge, atual líder da Série A.

No apito, o árbitro carioca conduziu quatro partidas do Vozão, sendo três derrotas e apenas uma vitória do time cearense.

Fortaleza empata sem gols com o CSA e fica com o vice da Série C

O Fortaleza bateu na “trave” pela terceira vez na busca por um título nacional desde os anos 2000 e ficou com o vice da Série C na decisão diante do CSA, na noite desse sábado, 21, no estádio Rei Pelé, ao ficar num empate sem gols com o rival. Apesar de o grito de campeão não ter se concretizado, a equipe do Leão encerrou a participação na Terceirona com dever cumprido pela conquista do maior objetivo na temporada: o acesso após 8 anos na competição.

O time de Antônio Carlos Zago se mostrou aguerrido, mas faltou criatividade na finalização da jogada. O Tricolor teve, nos dois tempos, a maior posse de bola, entretanto, não soube aproveitar o domínio em campo para balançar as redes.

Precisando reverter o placar do jogo da ida (2 a 1), o time cearense foi se perdendo na partida à medida que o tempo passava. Os passes errados começaram a aparecer com mais frequência. No momento de ter tranquilidade, vinha a afobação de finalizar a jogada.

Enquanto Zago montou o time para se lançar ao ataque, o CSA de Flávio Araujo se fechou lá atrás e dificultou as investidas do rival. O sistema defensivo do Azulão funcionou bem e impediu, na maior parte dos 90 minutos de jogo, a entrada dos cearenses na grande área. Sem se expor a maiores perigos, os alagoanos mantiveram o placar e garantiram o título da Terceirona.

(O POVO Online)