Arquivos da categoria: Educação

Anuário do Ceará 2017/2017 será lançado no próximo dia 27

Referência no Estado, o Anuário do Ceará 2017-2018, será lançado dia 27 de julho, às 20 horas, no Viriato Buffet. Tradicionalmente, a edição mostra informações econômicas, políticas, sociais, geográficas e culturais, apresentando textos, mapas, tabelas, fotos e ilustrações.

Nesta edição há uma homenagem ao patrimônio histórico e aos bens tombados no Estado. No capítulo especial, os 80 anos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) são resgatados pelo professor doutor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e ex-superintendente do órgão, Romeu Duarte.

A Editora-Executiva de Imagem do O POVO, Andrea Araújo, faz sua estreia no Anuário do Ceará ao assinar o projeto gráfico da publicação. Todo o conteúdo da versão impressa pode ser conferido pelo site www.anuariodoceara.com.br. Na linha de sempre oferecer informações completas e de manuseio amigável, há múltiplas possibilidades de cruzar informações acerca do Ceará em formato de big data.

Dividida em 11 capítulos e 640 páginas, a publicação é a mais antiga em circulação no Estado, com cerca de 150 anos. O rigor na apuração, a atualização constante e a credibilidade fazem da publicação uma fonte obrigatória para estudantes e profissionais de todas as áreas. Além de Fábio Campos, a publicação tem à frente os jornalistas Jocélio Leal, que assina como editor-executivo, e Joelma Leal como editora-adjunta.

Os repórteres Alex Ferreira, Camila Gadelha, Cristina Brito, Hamlet Oliveira e Rebeca Soares apuraram o conteúdo que o leitor vai encontrar no Anuário do Ceará 2017-2018. A revisão e a checagem são do jornalista Soriel Leiros.

Tradicionalmente, a publicação traz o ranking dos mais influentes na Assembleia Legislativa do Ceará, da Câmara Municipal de Fortaleza e da bancada cearense em Brasília, assim como a lista de Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado e outros conteúdos úteis para o leitor.

TV O POVO

Em agosto, os telespectadores poderão conferir na TV O POVO o Anuário Especial. Serão 16 especiais, trazendo convidados e temas que compõem a publicação e o site.

Concepção gráfica

O projeto gráfico elegeu 11 obras que ilustram a capa e os capítulos da edição, criadas por Carlus Campos. Aliada às imagens, uma paleta de cores trafega por cada capítulo, juntamente com texturas e tipografias cuidadosamente escolhidas: uma família de serifadas para os títulos e outra, sem serifa, para os textos. Os conceitos visuais, tanto as imagens quanto os espaços brancos, estão em harmonia com o editorial, numa sintonia quase que poética, tanto no impresso como no digital. A forma e o conteúdo comungam na publicação que mantém uma tradição histórica e nobre há mais de 150 anos em nosso Estado. Os profissionais Cristiane Frota, Antônia Coutinho, Welton Travassos, Luciana Pimenta e Gabriel Almeida formam o time responsável pela arte do Anuário.

SERVIÇO

*Site: www.anuariodoceara.com.br

*Para comprar o Anuário

Onde: bancas, livraria Cultura e sede do O POVO
Valor do Anuário (bancas e Livraria Cultura)
Venda Avulsa: R$ 99
Assinantes: R$ 79 (na sede do O POVO)
Assinantes podem solicitar pelo Call Center: (85) 3254 1010

Inscrições para Encceja destinado a residentes no exterior se encerram nesta segunda-feira

Os brasileiros residentes no exterior que quiserem fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) têm até as 23h59 desta segunda-feira (17) para fazer a inscrição. A participação é voluntária e gratuita, destinada a quem não concluiu os estudos em idade apropriada. A inscrição está disponível na página eletrônica do exame: http://sistemasencceja2.inep.gov.br/exterior

O Encceja Exterior 2017 será aplicado no dia 10 de setembro nos Estados Unidos (Boston, Nova Iorque e Miami), na Bélgica (Bruxelas), na Guiana Francesa (Caiena), em Portugal (Lisboa), na Suíça (Genebra), na Espanha (Madri), no Reino Unido (Londres), na França (Paris), na Holanda (Amsterdã) e no Japão (Nagóia, Hamamatsu e Ota). O exame também será realizado em unidades prisionais em Tóquio (Japão) e em Caiena (Guiana Francesa), entre os dias 11 a 22 de setembro.

Os resultados do Encceja podem ser utilizados para a certificação de conclusão de ensino fundamental ou do ensino médio ou para emissão da declaração de parcial de proficiência. Para a certificação do ensino fundamental, o candidato deve ter 15 anos completos na data da realização da prova e para a do ensino médio, a idade é de pelo menos 18 anos. A prova será aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em parceria com o Ministério das Relações Exteriores e com as representações diplomáticas do Brasil nos locais de aplicação.

Para quem mora no Brasil, as inscrições para o Encceja começam no dia 7 de agosto e a prova será realizada no dia 8 de outubro. A partir deste ano, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não poderá mais ser usado para a certificação de conclusão do ensino médio, e que feita exclusivamente pelo Encceja.

(Agência Brasil)

Anuário do Ceará 2017/2018 já tem data de lançamento

 
O lançamento do Anuário do Ceará 2017-2018 está marcado para o próximo dia 27, às 20 horas, no Viriato Buffet (Rua República da Armênia, 1400 – Parque Manibura).
Trata-se de uma publicação da mais alta qualidade do Grupo de Comunicação O POVO, sob edição dos jornalistas Fábio Campos e Jocélio Leal, que expõe dados dos mais diversificados sobre o Estado: política, economia, costumes, questões sociais e perfis interessantes para boas reflexões sobre nossa classe política.

Prefeitura de Caucaia empossa 172 novos professores

Nesta sexta-feira, o prefeito de Caucaia, Naumi Amorim, deu posse a 172 professores aprovados no mais recente concurso público desse município da Região Metropolitana de Fortaleza. O grupo, segundo a assessoria de imprensa do Paço, vai reforçar o ensino em escolas municipais já a partir de agosto deste ano, no retorno do calendário letivo.
“Nossos índices precisam melhorar. Como a gente só consegue alcançar algo se sonhar junto, eu quero sonhar junto com vocês. Nós pegamos a educação de Caucaia acabada, mas vamos fazer tudo o que for possível para melhorar”, prometeu o prefeito.
Dos 172 professores empossados hoje, 125 são para Educação Básica. Os demais dividem-se em: 12 de Educação Física, nove de Matemática, sete de Língua Portuguesa, seis de Língua Estrangeira, cinco de Ciências, quatro de Geografia, três de História e um de Artes. “Não podemos falar de educação de qualidade sem professores capacitados. A educação precisa de pessoas comprometidas para reverter o quadro atual. É um grande desafio. Por isso, o dia de hoje é de alegria mas também de compromisso” sintetizou a secretária municipal de Educação, professora Lindomar Soares.
Conforme o edital do concurso, a Prefeitura teria dois anos para convocar profissionais para todas as vagas. Fez isso, porém, em menos de sete meses da nova administração municipal. Inclusive no tocante ao Cadastro Reserva. “Nós precisamos de um time consciente e que se entenda na posição de influenciador. Porque muitas crianças têm em vocês um referencial! Nós estamos cientes das muitas dificuldades, mas também de que temos condições de avançar. Que vocês sejam bênçãos e abençoadores”, pontuou a secretária de Governo e Articulação Política, a primeira-dama Erika Amorim.
Essa foi a segunda posse da gestão de Naumi Amorim. A primeira ocorreu em 20 de abril, quando 126 aprovados no último concurso municipal assumiram seus cargos nas secretarias Municipais de Saúde (SMS), Desenvolvimento Social (SDS) e Planejamento Urbano e Ambiental (Seplam).
(Foto – Divulgação)

FNDE repassa R$ 948,5 milhões Estados, municípios e DF

Distrito Federal, estados e municípios de todo o Brasil já podem investir a parcela de junho do salário-educação. Disponíveis desde a quinta-feira, 13, os recursos, que totalizam R$ 948,5 milhões, foram repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC. Desse montante, foram destinados R$ 517,8 milhões às redes municipais e R$ 430,7 milhões às redes estaduais e distrital.

Ao lado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino. Trata-se de uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social. A alíquota é de 2,5% sobre a folha de pagamento.

Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE repartir os recursos, sendo 90% em cotas estadual/municipal (2/3) e cota federal (1/3), e 10% para serem utilizados pela autarquia em programas e ações voltados à educação básica, com o objetivo de reduzir os desníveis socioeducacionais entre municípios e estados.

SERVIÇO

*Os valores transferidos a cada ente federativo podem ser conferidos na página eletrônica do FNDE, em Liberação de recursos.

Funece abre inscrições para seleção de professores

A Universidade Estadual do Ceará (Funece) lançou o Edital nº 39/2017 que tem por objetivo a seleção de professores (ocupação de vagas e cadastro de reserva) para atuação no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no âmbito da Funece – exercício de 2017.

Serão ofertadas vagas nos cursos de Agricultor Familiar, Avicultor, Caprinocultor, Agente de Informações Turísticas, Inglês aplicado aos Serviços Turísticos, Libras, Agente de Desenvolvimento Sócio Ambiental, Higienista de Serviços de Saúde e Assistente de Secretaria Escolar.

Poderão participar da seleção docentes integrantes do Grupo Ocupacional Magistério Superior (MAG) das Universidades Estaduais do Estado do Ceará; docentes com vínculo funcional nas esferas federal, estadual e municipal; professores sem vinculação com a Administração Pública; e profissionais atuantes nas áreas de formação acadêmica dos cursos com experiência em Educação Profissional.

Inscrições

Os candidatos interessados deverão entregar ficha de inscrição e documentação exigida em Edital na secretaria da Unidade de Educação Profissional da Uece (Unep), no prédio da Reitoria, Campus Itaperi, no período de 17 a 21 de julho, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. O pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 50, deverá ser efetuado por meio de depósito bancário.

O candidato poderá se inscrever, concorrer e ser selecionado, no máximo, em duas vagas/curso/disciplina/município, desde que atenda às exigências de formação acadêmica, que seja do interesse da Funece e que não haja simultaneidade de calendário e horários.

SERVIÇO

*Leia o Edital e o Adendo nº 01.

*Mais informações – (85) 3101-9997.

Depois da SSPDS, a vez da Seduc no bate-papo do governador, via Facebook, com internautas

 

Depois do secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, André Costa, eis que agora é a vez do o secretário da Educação, Idilvan Alencar, estar no bate-papo semanal, via Facebook, do governador Camilo Santana (PT) com os internautas.

Na terça-feira, a partir das 13 horas, Idilvan vai expor os avanços da área que, no momento, é a menina dos olhos do governador. Ao contrário da segurança – com índices absurdos de violência, a Seduc vem obtendo reconhecimento nacional com seus projetos.

Idilvan Alencar divulgará um pacote que Camilo lançará no dia 4 de agosto no setor educacional e que visa a compra de equipamentos para a rede de ensino. O valor a ser investido é da ordem de R$ 15 milhões.

 

Camilo gira ministérios em Brasília em busca de recursos

O governador Camilo Santana (PT) cumpre agenda, nesta quarta-feira, em Brasília. Um giro pelos ministérios dos Transportes, Educação, Saúde e Justiça.

Na agenda, obras de infraestrutura de estradas, VLT e Metrofor, recursos para o setor educacional e saúde e apoio, no âmbito da Justiça, para ações no plano do sistema penitenciário e de segurança.

(Foto – Rodrigo Carvalho)

Sancionada lei que reajusta gratificações dos professores estaduais

Nesta terça-feira à tarde, no Palácio da Abolição, o governador Camilo Santana (PT) sancionou a lei que reajusta as Gratificações de Atividades Educacionais Especializadas (GAEE) e por efetiva regência de classe dos profissionais do Grupo Ocupacional Magistério (MAG).

Com isso, os professores da rede estadual básica de ensino terão ganho médio de 7,64%, acima do índice da inflação acumulada no período. A GAEE passa a 8,5% em julho, e 12% em novembro, e a regência de classe pode chegar a 52% para quem possuir doutorado.

O ato foi prestigiado pelo presidente do Sindicato Apeoc, Anízio Melo, ao lado do secretário estadual da educação, Idilvan Alencar, e por parlamentares estaduais.

O projeto de lei prevê ainda a atualização da Parcela Variável da Redistribuição do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (PVR/Fundeb) para professores temporários. Serão beneficiados ativos e inativos com a regência e a gratificação.

(Foto – Divulgação)

Camilo fecha pacote para a educação

Da Coluna Vertical, no O POVO desta terça-feira (11):

Na estratégia de reforçar a imagem de seu governo com os bons resultados e avanços na área da educação, o governador Camilo Santana (PT) está fechando um pacote de investimentos para o setor, na ordem de R$ 15 milhões.

A informação é do secretário estadual da Educação, Idilvan Alencar, adiantando que, dessa vez, priorizará a aquisição de carteiras escolares, aparelhos de ar-condicionado, mobiliário e computadores para a rede estadual de ensino. Os investimentos na área dos docentes foram feitos, bem como reforma de escolas e a ordem agora é dar boas condições ao ambiente de trabalho. O pacote deve ser lançado em agosto.

Há, no entanto, uma crítica à área educacional: faltam vigilantes nos estabelecimentos. O governo cortou despesas nessa área.

(Foto – Marco Antônio, da Secom /AL)

Comércio Exterior – Estudantes de mestrado da Índia conhecem realidade de Fortaleza

As estudantes indianas de Mestrado em Comércio Exterior na Jindal Global University, Aakanksha Lohia e Sanjana Medipally, se encontram em Fortaleza para conferir algumas iniciativas da cidade com relação à geração de emprego e implantação de negócios.

Elas estiveram com o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), em encontro proporcionado pelo representante do Instituto Brasil África, André Brayner.

“Tivemos a chance de trocar informações relevantes sobre a realidade dos dois países. Pude apresentar iniciativas em Fortaleza como os incentivos à implantação de negócios em áreas de baixo índice de desenvolvimento humano, as operações urbanas consorciadas e outras ações que estimulam a implantação de negócios que gerem emprego e renda em nossa cidade”, comentou Salmito.

(Foto: Divulgação)

Assembleia Legislativa aprova mensagem que garante reajuste a professores

A Assembleia Legislativa aprovou, nessa quinta-feira, a mensagem do Governo do Ceará que reajusta as Gratificações de Atividades Educacionais Especializadas (GAEE) e por efetiva regência de classe dos profissionais do Grupo Ocupacional Magistério (MAG). Com isso, os professores da rede estadual básica de ensino terão ganho médio de 7,64%, acima do índice da inflação acumulada no período. Para entrar em vigor, a lei precisa passar pela sanção do governador Camilo Santana. “Para nós, é uma imensa satisfação reconhecer o trabalho dos profissionais da educação, que têm trazido tantas alegrias para o nosso estado e colocado o Ceará em posição de destaque nacional”, afirmou o governador.

A GAEE passa a 8,5% em julho, e 12% em novembro, e a regência de classe pode chegar a 52% para quem possuir doutorado. Baseado no Plano de Cargos e Carreiras dos professores, os percentuais serão ajustados da seguinte forma:

O projeto de lei prevê ainda a atualização da Parcela Variável da Redistribuição do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (PVR/Fundeb) para professores temporários. Serão beneficiados ativos e inativos com a regência e a gratificação.

No texto aprovado, o Governo do Ceará ressalta a contínua política de valorização do magistério da educação básica, bem como o cumprimento do compromisso assumido com os professores. “Os professores cuidam do nosso futuro e são também um instrumento importantíssimo para a cultura de paz, principalmente agora que instituímos a Política de Ensino Médio em Tempo Integral na rede estadual de ensino”, destacou Camilo.

(Também Com AL/CE)

MEC anuncia 100 mi vagas a juro zero para Fies em 2018

O governo federal anunciou hoje (6) a abertura, para 2018, de 310 mil vagas em três modalidades do Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Novo Fies). Dessas vagas, 100 mil serão ofertadas a juro zero para estudantes com renda familiar per capita de até três salários mínimos, incidindo somente correção monetária.

O Novo Fies passará a vigorar a partir de 2018. Na modalidade Fies 1, com oferta de 100 mil vagas por ano a juro zero, o estudante pagará uma parcela máxima de 10% de sua renda mensal. Outros pontos de corte serão a pontuação mínima de 450 pontos e nota na redação acima de zero no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O ministro da Educação, Mendonça Filho, afirmou, também, que as universidades serão responsáveis por bancar os custos com as taxas bancárias para os empréstimos. Com isso, a economia para a União será de R$ 300 milhões, segundo o governo. Um fundo garantidor será criado para que as instituições de ensino contribuam para mitigar os riscos das operações.

“Agora as instituições de ensino superior privadas serão sócias também da inadimplência, elas terão que zelar por cada real emprestado, e se por acaso a inadimplência aumentar, elas terão que aportar mais recursos no fundo garantidor”, disse o ministro durante o anúncio do Novo Fies, no Palácio do Planalto.  “Tem que ser sócio no filé e também tem que ser sócio no osso.”

Para o ministro, as modificações garantirão a continuidade do programa. Ele mostrou dados segundo os quais, em seu formato anterior, o programa acumulava uma inadimplência de 46,4%, cujo risco terá que ser absorvido inteiramente pelo Tesouro Nacional.

Na segunda modalidade, o Novo Fies terá como fonte de recursos fundos constitucionais regionais. Em 2018, neste grupo serão ofertadas 150 mil vagas para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, a juros de até 3% ao ano, mais correção monetária.

A terceira modalidade do Novo Fies contará com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Neste grupo, 60 mil vagas serão ofertadas em 2018 a estudantes com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos.

(Agência Brasil)

Prefeitura de São Gonçalo do Amarante firma parceria com a Cearaportos

A Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, por meio da Secretaria de Educação, fechou parceria com a Companhia de Integração Portuária do Ceará (Cearáportos).

O objetivo é traçar estratégias para a ampliação do sistema de visitas que as escolas municipais fazem ao Porto do Pecém. Assim, os alunos poderão conhecer melhor o órgão através de vídeos institucionais, palestras e visitas guiadas às dependências do porto.

(Foto – Divulgação)

MEC libera R$ 347 milhões para universidades e institutos federais de todo o País

O Ministério da Educação (MEC) liberou R$ 347,22 milhões para universidades e institutos federais de todo o país aplicarem em manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil. Desse total, R$ 256,82 milhões serão repassados às universidades federais, incluindo hospitais universitários, e R$ 90,40 milhões para a rede federal de educação profissional, científica e tecnológica.

Mais R$ 2,64 milhões serão repassados ao Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), ao Instituto Benjamin Constant (IBC) e à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

O MEC também aumentou o limite do orçamento de custeio para as universidades e institutos federais de 60% para 70%. O orçamento de capital, utilizado para adquirir equipamentos e fazer investimentos, passou de 30% para 40%.

Os recursos estão previstos na Lei Orçamentária Anual de 2017. Segundo o MEC, essa elevação aumentará o limite de empenho em mais R$ 900 milhões para as universidades e os institutos federais em todo o país, e deverá cobrir as despesas de custeio e investimento das unidades de modo a não comprometer o funcionamento das instituições.

(Agência Brasil)

Chanceler Airton Queiroz é referencial de boa conduta a gerações futuras em Fortaleza, diz Salmito

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), destaca o trabalho do chanceler Airton Queiroz como empresário, nas ações sociais, na educação e no incentivo às artes.

“Foi com grande pesar que recebi hoje a notícia de falecimento do chanceler Airton Queiroz.

Deixo meu abraço fraterno aos familiares, amigos e colaboradores que acompanharam a jornada desse ilustre fortalezense.

Airton foi um dos maiores incentivadores do ensino e da pesquisa em nosso Município. Esteve à frente da Universidade de Fortaleza durante valiosos anos de sua vida, incansavelmente dedicado à promoção da educação de qualidade em Fortaleza. O chanceler era sempre visto pelo Campus acompanhando de perto a rotina da Universidade.

Airton também teve um grande destaque no incentivo à produção artística e à formação de público em nosso Estado. Um dos maiores colecionadores de belas artes do País, Airton disponibilizou acesso à parte de seu acervo para apreciação aberta e gratuita ao público.

O chanceler também teve grande destaque na manutenção de obras sociais e filantrópicas, principalmente na região do Dendê, no entorno da Unifor.

Mais uma vez me sensibilizo e lamento a grande perda para a família Queiroz e para nossa cidade. Acredito que o exemplo deixado por ele é e será um referencial para a boa conduta de gerações futuras em Fortaleza”.

Cordialmente,

João Salmito Filho

Quando um programa de educação tem continuidade

Com o título “Tecendo a manhã da educação”, eis artigo de Sofia Lerche, pesquisadora do CNPq e professora da Uece, destacando os 10 anos do Programa de Alfabetização na Idade Certa (PAIC), do governo estadual. “Os resultados de hoje são fruto de um longo processo de maturação, em que se construiu uma robusta rede de colaboração e uma mobilização pela educação”, diz a pesquisadora. Confira:

Em “Tecendo a Manhã”, o poeta João Cabral de Melo Neto descreve o movimento do nascer ao clarear do dia, tecido pelos gritos de galos que, em sintonia não planejada, constroem a manhã. Para além da magistral arquitetura do verso, o texto comporta uma analogia com o processo de cooperação humana, contribuindo para refletir sobre este elemento estratégico ao sucesso de uma política pública.

O que explica o fato de que algumas boas iniciativas permanecem e outras não? No fim dos anos noventa, Judith Tendler, pesquisadora norte-americana recentemente falecida, estudou programas dos governos Tasso Jereissati e Ciro Gomes. Em “Bom governo nos trópicos” (2002), a autora credita o sucesso dos mesmos ao compromisso e reconhecimento dos agentes públicos, bem como à descentralização de ações públicas. Com Lúcio Alcântara, boas práticas tiveram continuidade e aliaram-se à “gestão por resultados”, estratégia de validação de avanços necessários durante a vigência de um acordo com o Banco Mundial.

Tais condições, aliadas à cooperação financeira e técnica entre o Estado e os Municípios, criaram condições propícias a outras ações. Uma delas foi a criação do Comitê Cearense pela Eliminação do Analfabetismo Escolar, iniciativa conjunta da Assembleia Legislativa (capitaneada pelo então deputado Ivo Gomes), Secretaria de Educação e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), à qual se somaram inúmeros outros parceiros.

Inspirado nas boas práticas de gestão iniciadas em Sobral, o relatório do trabalho desenvolvido pelo Comitê (2006) mostrou um caminho a percorrer. O que vem depois, é bem conhecido de todos: o Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic), ícone da política educacional do Ceará.

Ao comemorar, com razão, dez anos desta bem-sucedida política, é oportuno lembrar que os resultados de hoje são fruto de um longo processo de maturação, em que se construiu uma robusta rede de colaboração e uma mobilização pela educação. O Paic é motivo de orgulho e deixou importante legado. Mas é preciso ter humildade. Tal como nos dizia o escultor de palavras pernambucano, “um galo sozinho não tece uma manhã: ele precisará sempre de outros galos. De um que apanhe esse grito que ele e o lance a outro (…) para que a manhã, desde uma teia tênue se vá tecendo, entre todos os galos”. Governos passam, princípios permanecem. A manhã da educação, apenas começa a entretecer-se. Luz balão.

Sofia Lerche Vieira

sofialerche@gmail.com

Pesquisadora do CNPq e professora do Programa de Pós-Graduação da Uece

IBGE reconhece erro em dados de pesquisa

Para o coordenador de Trabalho e Rendimento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cimar Azevedo, “o problema não é relevante”, mas 7,1 milhões de brasileiros passaram a ser considerados analfabetos, em apenas três meses, e salários de trabalhadores subiram de modo significativo, apesar do momento de maior crise financeira no País.

Os erros na pesquisa do IBGE, sobre mercado de trabalho, teriam sido provocados por uma mudança na metodologia dos questionários, que estariam passando por um “aprimoramento”. O órgão avalia passar a rodar duas pesquisas simultâneas: uma com a nova metodologia e a outra com a antiga.

Como a pesquisa teve como foco o setor da economia, Cimar Azevedo acredita que um dado equivocado na área da educação não seria de tamanha relevância.

Outro erro…

(com agências)

Sobral tem o maior número de escolas premiadas no Ceará

Celebrando os 10 anos do Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Paic), o Governo do Estado do Ceará entregou o Prêmio Escola Nota Dez para 262 escolas públicas com os melhores desempenhos de Alfabetização e proficiências em Língua Portuguesa e Matemática.

As escolas municipais de Sobral (Zona Norte) conquistaram 22 premiações, colocando essa cidade com o maior número de escolas premiadas no Estado do Ceará, segundo dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica (Spaece), em 2016.

(Foto – Divulgação)

Gaudêncio Lucena dá uma de aluno chato e tenta melar festa do governo pela educação

Em seu Facebook, o presidente em exercício do PMDB do Ceará, empresário Gaudêncio Lucena, resolveu tentar melar a festa que o Governo do Estado faz com bons resultados na área da educação. O Ceará ficou em primeiro na luta contra o analfabetismo.

Alguém do Governo ficaria incomodado?