Arquivos da categoria: Educação

Associação Cearense de Direito quer levar noções de cidadania para as escolas públicas

robevtor

O presidente da Academia Cearense de Direito (ACED), Roberto Victor Ribeiro, anuncia: a entidade vai às escolas públicas municipais e estaduais.

O objetivo da ACED é levar, uma vez por mês, aos estabelecimentos de ensino lições de Direito e Cidadania.

Roberto Victor adiantou que também vai procurar o secretário municipal de Cultura, Evaldo Lima, para apresentar o projeto da academia e colocar a ACED à disposição “para fomentar e irradiar conhecimento jurídico em formato cultural”, disse.

Quem se importa com a Educação?

Em artigo enviado ao Blog, o professor Djacyr de Souza cobra benefícios aos professores. Confira:

Tenho razões diversas para dizer que o prefeito de Fortaleza vai continuar sua gestão com a marca de total desrespeito à educação e tais razões estão engasgadas na garganta nos tantos professores que certamente não votaram nele para continuação do mandato.

Vemos com tristeza escolas sucateadas, sem condições mínimas de funcionamento, com paredes rachadas, salas sem ventiladores e energia, o que denota desprezo e desrespeito ao funcionamento da escola e uma prática educativa real, que mesmo com tantas negatividades ainda é capaz de aferir bons resultados, embora saibamos que as provas nacionais não são referenciais para a realidade educacional.

Por outro lado, alguns professores assistem várias prefeituras – e até no Governo do Estado – ratearem valores do Fundeb com seus professores, enquanto Fortaleza sequer distribui aos professores o que é de direito, que é a tal verba do antigo Fundef. Na realidade, até hoje esta história não está explicada e ninguém sabe na verdade se é direito ou não dos professores o que prova que transparência não é muito a praia do prefeito.

A realidade da educação é dura e o prefeito tenta maquiar com construção de escolas de tempo integral, que são verdadeiros gigantes com “pés de barro”, que tem mais valor midiático que educacional. Parece que nosso prefeito não gosta muito dos professores e nem quer dar-lhe benefícios.

Fica claro esse jeito torpe de tratar os educadores, pois mesmo no fervilhar das eleições este mesmo prefeito teve a coragem de dizer que os mesmos viviam na mamata. Que gestores desprezem a educação não é novidade, mas dói ver a população a tratar do mesmo jeito elegendo quem despreza um dos valores mais importantes de uma nação que supostamente quer crescer.

Então, viva a ignorância…

Salmito destaca política educacional no Ceará

foto salmito 150811 opovo

Em publicação na Fanpage, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), destaca matéria no O POVO desta quarta-feira (18), dos índices do Ceará na Educação, por meio do relatório da Meta 3 do Todos Pela Educação (TPE). Confira:

Feliz com as boas notícias da Política Educacional no meu Ceará e na minha Fortaleza!

  1. Educação no Ceará apresenta melhor evolução no Brasil!
  2. Fortaleza pela primeira vez atinge meta em aprendizagem em Português!
  3. Municípios com baixo PIB apresentam bom desempenho!

Parabéns ao ex-governador Cid Gomes que iniciou essa exitosa Política Educacional no Ceará, parabéns ao Governador Camilo Santana por dar continuidade ao que deu certo e avançar nos resultados e parabéns ao Prefeito Roberto Cláudio por inaugurar uma política educacional que ano após ano alcança melhores resultados!

Parabéns a todos que fazem as Comunidades Escolares no Ceará, em Fortaleza e nos municípios com baixo PIB e bom desempenho!

Fico muito feliz como Sociólogo, Professor, Parlamentar e Cidadão de Fortaleza e do Ceará!

Aqui em Fortaleza e no Ceará há políticos que investem na Educação Pública de Qualidade!

Precisamos e iremos avançar ainda mais!

Parabéns ao jornal O Povo ao dar destaque a resultados tão importantes para o nosso povo de Fortaleza de todo o Ceará!

Só 7,3% dos alunos atingem aprendizado adequado em matemática no ensino médio

O percentual de estudantes com aprendizado adequado no Brasil aumentou do ensino fundamental ao ensino médio, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (18) pelo movimento Todos pela Educação. Persiste, no entanto, um gargalo em matemática, no terceiro ano do ensino médio. Ao deixar a escola, apenas 7,3% dos estudantes atingem níveis satisfatórios de aprendizado. O índice é menor que o da última divulgação, em 2013, quando essa parcela era 9,3%.

O índice é ainda menor quando consideradas apenas as escolas públicas. Apenas 3,6% têm aprendizado adequado, o que significa que 96,4% não aprendem o esperado na escola. “É algo muito frustrante. A gente não está conseguindo avançar na gestão da política pública educacional”, diz a presidente executiva do movimento, Priscila Cruz. “Matemática é uma disciplina cujo aprendizado é muito mais dependente da escola. Se não aprendeu na escola, não aprende na vida. Diferentemente de leitura e interpretação de texto, que é algo que os estudantes acabam praticando fora da escola”, acrescenta.

De acordo com a definição do Todos pela Educação, o aprendizado adequado de matemática no ensino médio significa que os estudantes tiraram pelo menos 350 no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Isso os coloca no nível 5 de 10. São estudantes que conseguem pelo menos resolver equações, determinar a semelhança entre imagens e calcular, por exemplo, a divisão do lucro em relação a dois investimentos iniciais diferentes. “É o mínimo adequado”, diz Priscila.

(Agência Brasil)

Roberto Cláudio busca em Brasília recursos para a infraestrutura, educação e turismo

foto-rc-entrevista-radio

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) se encontra nesta terça-feira (17), em Brasília, onde participa de audiências na Casa Civil, na Secretaria do Tesouro Nacional e no Ministério da Educação.

Roberto Cláudio está tratando de novos empréstimos, junto ao Tesouro Nacional, para as áreas de mobilidade urbana e infraestrutura.

Na Educação, o prefeito de Fortaleza apresenta projetos para a ampliação de escolas em tempo integral.

Ainda em Brasília, Roberto Cláudio aborda projetos no setor de turismo, voltados para a Nova Beira Mar.

Federação de Transportes homenageará colégios centenários de Fortaleza

santa-cecilia-wizard2

Colégio Santa Cecília entre homenageados.

A Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (FETRANS) e o Sest/Senat realizarão, na próxima quinta-feira, uma cerimônia, no 1° andar do Sest/Senat, a partir das 15 horas, para descerramento de placas em homenagem a três escolas de Fortaleza: Colégio Santa Cecília, Colégio Santa Isabel e Escola de Ensino Médio Clóvis Berviláqua.

Estas instituições serão agraciadas por serem oriundas do século XX, fazendo parte do desenvolvimento urbanístico e social da cidade, e por suas veias católicas, marcando a tradição de Fortaleza ao longo de dois séculos.

Representantes das três escolas já confirmaram presença no evento.

Gestão nova. O que há de novo?

Em artigo enviado ao Blog, o professor Djacyr de Souza lamenta a facilidade com que ladrões invadem ou roubam escolas em Fortaleza. Confira:

É simplesmente triste ter que reconhecer que as escolas da Rede Pública Municipal estão entregues a uma gestão insensível, desrespeitosa e que não preza o que é público. Como admitir que uma escola fosse vítima de dois assaltos em menos de 15 dias? Como admitir que mesmo que a direção tenha pedido providências sobre o primeiro assalto, a irresponsabilidade de gerir tenha feito com que houvesse um segundo assalto?

A pergunta que nos cabe fazer no momento é: o que se espera de um ensino público sucateado, desrespeitado e que deixa o pouco que tem ser roubado pelos “amigos do alheio”, que já descobriram que invadir uma escola pública é a coisa mais fácil do mundo?

É simplesmente revoltante ver que a escola pública é alvo de saques que prejudicam os pobres cidadãos, cheios de impostos para pagar, e que o retorno destes investimentos é completamente insuficiente para melhorar a vida do povo. Equipamentos que serviriam ao ensino foram subtraídos facilmente pelos invasores, o que prova que roubar nas escolas públicas é a coisa mais fácil do mundo. Basta uma mente criminosa, pois a operacionalidade é aberta e estimulada pelo Poder Público.

Resta aos membros da comunidade escolar pedir aos senhores ladrões que não roubem sua escola ou que doem equipamentos para que a mesma funcione. A escola Presidente Kennedy está ferida e, principalmente, ciente de que os gestores da SME ou da Prefeitura de Fortaleza tem por ela um único pensamento: vocês não são nada.

Esta é simplesmente a gestão da maldade para professor, alunos e para quem procura a escola. É vergonhoso.

*Djacyr de Souza

Professor.

MPCE apura construção de elevador irregular em escola da Capital

foto-elevador-escola-mp

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da 16ª Promotoria de Justiça de Defesa da Educação, está apurando a denúncia de que um elevador foi construído irregularmente na Escola Municipal Professor Denizard Macedo, no bairro Quintino Cunha, em Fortaleza, dando acesso a um andar inexistente.

Em 2014, uma vistoria técnica do MPCE constatou diversos problemas na infraestrutura da escola, dentre eles, que a acessibilidade no prédio estava comprometida, em especial nos banheiros e biblioteca. Para regularizar este e outros itens, foi firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Prefeitura de Fortaleza, no mês de setembro daquele ano, em que o município se comprometeu a regularizar todos os itens apontados, inclusive com a realização das obras de adaptação de acessibilidade aos alunos com necessidades especiais e mobilidade reduzida.

Em maio de 2016, a Promotoria de Justiça recebeu o relatório de finalização da obra comprovando, em tese, que a escola estaria com todos os itens de acessibilidade regularizados. O documento incluía fotos da “instalação de plataforma elevatória” realizada pela empresa CIPAL – Construções Incorporações, Participações e Administração LTDA. Porém, segundo a promotora de Justiça Elizabeth Maria Almeida de Oliveira, o MPCE recebeu uma denúncia de que o elevador estaria com o funcionamento comprometido.

“De primeiro, eu não havia conseguido compreender a denúncia do cidadão, de que o elevador ‘não tinha chão’, então, eu fui à escola para entender, foi quando constatei esse absurdo. Mesmo o espaço já possuindo rampa de acessibilidade, foi construído um elevador que não leva a lugar algum e que custou aos cofres públicos mais de R$ 50 mil reais, além de um valor que é pago periodicamente para manutenção do equipamento”, explica a titular da 16ª Promotoria de Justiça.

“É possível que o caso seja encaminhado para a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, a depender da origem do recurso investido, caso não seja uma verba da Educação, porém, é garantido que o Ministério Público vai apurar as responsabilidades pelo ocorrido e já estamos requerendo à Prefeitura de Fortaleza mais detalhes sobre o caso”, concluiu.

(MPCE)

Ivo Gomes dará posse a novos professores em Sobral

ivo-gomes-corte

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), dará posse, às 8 horas desta terça-feira, a professores aprovados em concurso público. O ato ocorrerá no Centro de Convenções de Sobral. Os docentes comporão o quadro efetivo do Sistema Municipal de Ensino de Sobral e assumirão salas de aula no início deste ano letivo, dia 30 de janeiro.

O concurso público para provimento efetivo dos cargos de professor da Educação Infantil e Ensino Fundamental inicial (pedagogos) e professor de Ensino Fundamental final (especialistas de Matemática e Inglês) contou com a participação de 1.649 candidatos, que concorreram a 162 vagas, e foi realizado em quatro etapas.

Menos da metade dos municípios declarou cumprir o piso dos professores em 2016

Menos da metade dos municípios e 17 estados, além do Distrito Federal, declararam conseguir pagar em 2016 ao menos o mínimo estabelecido em lei aos professores de escolas públicas da educação básica de suas respectivas redes de ensino. Os dados são de um levantamento feito pelo Ministério da Educação (MEC). Em 2017, todos os entes terão que arcar com um valor ainda maior. O novo piso foi anunciado hoje (12) e o salário dos professores passa a ter que ser de pelo menos R$ 2.298,80 para uma jornada de 40 horas semanais, o que representa um reajuste de 7,64% em relação aos R$ 2.135,64 do ano passado.

O levantamento foi feito em novembro com base na declaração dos estados e municípios. Acre, Alagoas, Amapá, Distrito Federal, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins declararam cumprir o piso salarial dos professores, determinado em lei desde 2008. Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul e São Paulo não prestaram informações.

Já entre os municípios, 2.533, o equivalente a 44,9%, declararam cumprir o valor do piso. “Temos que enfrentar um problema concreto, precisamos melhorar o salário dos professores, valorizar os professores e, ao mesmo tempo, não há recursos suficientes para dar um reajuste acima da inflação. O reajuste agora é acima da inflação, cumprindo a lei, mas sabemos e entendemos as dificuldades dos estados e municípios”, diz a secretária-executiva da pasta, Maria Helena Guimarães de Castro.

(Agência Brasil)

Ministério da Educação abre na próxima semana a consulta pública sobre o novo Enem

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir a consulta pública para o novo modelo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na quarta-feira (18), segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho. “Espero uma interação positiva dos estudantes do Brasil, educadores, pesquisadores e todos que possam colaborar com o aperfeiçoamento do exame que é patrimônio do Brasil”, disse. Já o resultado do Enem de 2016 será divulgado na quinta-feira (19).

Segundo o ministro, a intenção é adequar o Enem à reforma do ensino médio, que atualmente está em discussão no Congresso Nacional. Pela Medida Provisória (MP) 746/2016, parte da carga horária do ensino médio é voltada a um aprendizado comum, definido pela Base Nacional Comum Curricular, que ainda está em discussão; e, na outra parte, o estudante poderá escolher entre cinco itinerários formativos: linguagens; matemática; ciências da natureza; ciências humanas; e formação técnica e profissional.

Algumas possíveis mudanças chegaram a ser debatidas, como a possibilidade de o exame não servir para certificar a conclusão do ensino médio e a exclusão dos treineiros – aqueles que fazem as provas só para testar os conhecimentos. Para eles, em troca, seria aplicado um simulado nacional, em julho, antes do Enem, que ocorre no final do ano.

Uma das possibilidades, proposta por especialistas, é que haja modelos diferentes de Enem, mais direcionados para o que os estudantes aprenderam na etapa de ensino. No final do ano passado, o ministro disse que as questões que serão colocadas na consulta ainda não estavam definidas.

Atualmente, as notas do Enem podem ser usadas para ingressar no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, também pode ser usado para obter a certificação do ensino médio.

(Agência Brasil)

Piso dos professores tem reajuste de 7,64% e vai para R$ 2.298

O piso salarial dos professores em 2017 terá um reajuste de 7,64%. Com isso, o menor salário a ser pago a professores da educação básica da rede pública deve passar dos atuais R$ 2.135,64 para 2.298,80. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (12) pelo Ministério da Educação (MEC).

O piso salarial dos docentes é reajustado anualmente, seguindo as regras da Lei 11.738/2008, a chamada Lei do Piso, que define o mínimo a ser pago a profissionais em início de carreira, com formação de nível médio e carga horária de 40 horas semanais.

O ajuste deste ano é menor que o do ano passado, que foi de 11,36%. O valor representa um aumento real, acima da inflação de 2016, que fechou em 6,29%. O novo valor começa a valer a partir deste mês.

“Significa um reajuste acima da inflação, cumprindo a legislação”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho. “É algo importante porque significa, na prática, a valorização do papel do professor, que é central na garantia de uma boa qualidade da educação. Não se pode ter uma educação de qualidade se não tivermos professores bem remunerados e motivados”, acrescenta.

A lei vincula o aumento à variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Pela lei, os demais níveis da carreira não recebem necessariamente o mesmo aumento, o que é negociado em cada unidade federativa.

(Agência Brasil)

Isenção de IR para professores vai à Comissão de Assuntos Econômicos

foto josé pimentel senador

O projeto (PLS 445/2012) que isenta do Imposto de Renda (IR) a remuneração dos professores será analisado em decisão terminativa pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), porém, aprovou parecer pela rejeição do texto.

O autor do projeto, senador Sérgio Petecão (PSD-AC), propõe alteração na legislação do IR tornando isentos os valores recebidos por professores em efetivo exercício na educação infantil, fundamental, média e superior. Ele entende que a isenção de IR aumentará o reconhecimento da relevância do professor e representará um incentivo para que mais profissionais integrem o magistério, contribuindo para suprir uma carência no sistema educacional.

Na CE, o projeto recebeu voto contrário da relatora, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE). Em seu entendimento, os salários dos professores são tão baixos que “não adianta assegurar a isenção a quem não atingiu a condição de contribuinte”. A relatora calcula que o piso salarial dos professores, estabelecido em R$ 1.567,00 em 2008, “precisaria de uma complementação de aproximadamente 26% para que os professores que o recebem fossem alçados à condição de contribuintes na legislação do IRPF.”

O texto do relatório, aprovado em 11 de novembro de 2014, ainda argumenta que a isenção provocaria redução da receita tributária dos estados e municípios, o que poderia causar prejuízo aos professores que ganham menos.

A Comissão de Assuntos Econômicos apreciará requerimento do senador José Pimentel (PT-CE) para a tramitação conjunta do projeto com outras matérias.

(Agência Senado)

Camilo visita escolas em construção e confirma 14º salário na conta dos professores estaduais amanhã

foto-camilo-escolas

O governador Camilo Santana visita na manhã desta quinta-feira (12) duas das 17 escolas estaduais em construção em Fortaleza.

Durante as visitas, que acontecem nos bairros Luciano Cavalcante e Conjunto Ceará, Camilo confirmou ao Blog que já autorizou R$ 58,7 milhões para serem rateados entre 20 mil professores estaduais.

Cada um receberá em torno de três mil reais extras na conta nesta sexta-feira (13). Será uma espécie de 14º salário.

VAMOS NÓS – É o dinheiro do Fundeb chegando, uma conquista nacional dos docentes.

Fortaleza deverá ter este ano o projeto “Xadrez nas Praças”

foto-xadrez-licinio-e-eron

Uma parceria público-privada deverá este ano levar para as praças de Fortaleza o jogo de xadrez. A iniciativa é do vereador Dr. Eron Moreira (PP), que nessa terça-feira (10), esteve reunido na Secretaria Municipal de Educação (SME) com a secretária Dalila Saldanha e com o presidente da Federação Cearense de Xadrez (FCX), Licinio Correa, engenheiro civil e comodoro do Iate Clube.

“Pesquisei e estudei que outros projetos dessa magnitude já foram implantados com sucesso em algumas cidades do Brasil. O objetivo é a salutar prática do jogo de xadrez entre os jovens, principalmente das escolas públicas do município, com inclusão cultural, desportiva e social”, afirmou Eron Moreira, oftalmologista e ex-presidente da FCX, que a partir de fevereiro deverá dar entrada no projeto “Xadrez nas Praças” na Câmara Municipal de Fortaleza.

MP da Reforma do Ensino Médio dará boas-vindas aos senadores após recesso

reforma-do-ensino-medio-5

A Reforma do Ensino Médio deve abrir as atividades no Senado no início deste ano. Tramitando em regime de urgência, a Medida Provisória (MP) 746/2016 tranca a pauta de votações no plenário caso não seja apreciada.

Os senadores têm um mês para deliberar sobre a MP 746/2016, após o retorno do recesso parlamentar.

A Medida Provisória perderá a validade caso não seja aprovada até o dia 2 de março.

Sesc oferta mais de mil vagas para cursos de Idiomas e Pré-Vestibular

O Sesc recebe até o dia 15 de fevereiro as inscrições para cursos de Idiomas (Inglês, Espanhol e Francês) e Pré-Vestibular. Com mais de mil vagas destinadas a pessoas de todas as idades, as turmas estão distribuídas em quatro bairros de Fortaleza.

Para participar das turmas de Pré-Vestibular é necessário ter o perfil PCG (Programa de Comprometimento de Gratuidade), ser comerciário ou dependente de comerciário e aluno matriculado ou egresso da rede pública de ensino, com renda familiar de até três salários mínimos. Já para as turmas de idiomas, além de vagas para alunos com perfil PCG, também têm vagas disponíveis para sociedade em geral, com taxa semestral subsidiada e de baixo custo. Para alguns módulos, é necessário realizar teste de nível.

Os interessados devem consultar turmas, horários e locais e procurar o setor de Relacionamento com Clientes nas Unidades Fortaleza e Centro do Sesc. As aulas têm início a partir do dia 23 de janeiro.

SERVIÇO

Inscrições para cursos de idiomas e pré-vestibular

Local: Relacionamento com Clientes: Unidade Fortaleza (Rua Clarindo de Queiroz, 1740), Unidade Centro do Sesc (e Rua 24 de Maio, 692 )

Horário: 8h às 20h, segunda-feira a sexta-feira

Informações: (85) 3206 6250 / 3206 6277

(Sesc-Ceará)

Fies: estudantes poderão renovar os contratos a partir da próxima semana

fies

Os estudantes poderão renovar os contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) a partir do dia 16 de janeiro, segundo o Ministério da Educação (MEC). Os aditamentos são feitos pela internet, no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). A renovação vale somente para contratos formalizados até 31 de dezembro de 2016. As novas inscrições estão previstas para fevereiro.

Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no SisFies. A partir desta segunda-feira (9), as instituições de ensino superior devem cadastrar os dados dos estudantes beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Após essa etapa, os estudantes devem entrar no sistema e confirmar os dados. O prazo para as instituições inserirem os dados dos estudantes vai até o dia 30 de abril.

No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

(Agência Brasil)

Professor destaca que perspectiva de vida supera dificuldades na periferia de Fortaleza

Em texto enviado ao Blog, o professor Luiz Bernardino aponta que crianças têm esperança de volta, diante de uma educação infantil de qualidade. Confira:

O evento que ocorreu ontem na Escola Municipal Dom Hélder Câmara (no bairro Floresta), para muitos foi apenas uma festa de ABC, mas para nós foi uma solenidade que alimenta a esperança de 79 crianças, pais e familiares.

Esperança de pessoas que moram à Beira da Lagoa do Urubu, onde as dificuldades são deixadas de lado quando oferecemos perspectivas de vida. E o que posso oferecer é o amor e a saída do mundo miserável da ignorância do alfabetismo.

Muitos são os entraves para realizar meu trabalho, pois acredito que o mesmo deve extrapolar os cadernos, lápis e tocar o coração de crianças que na maioria das vezes a carência maior não é um prato de comida e sim gestos de amor, como um abraço, um sorriso e devolver a esperança na vida.

Do fundo do coração quero fazer o melhor, despertar nestas crianças a certeza que um mundo melhor pode ser construído tendo como base as atitudes de solidariedade. O preço da festa de ontem foi tirar sorrisos de pais, mães que vieram agradecer, pois para muito deles aquela tinha sido a única festa que tinham tido em toda sua vida.

Para alguns “ditos inteligentes” ofereci circo e pão, mas tenho a certeza que ofereci a doçura da felicidade. Aprendi que a felicidade fica acima da razão de muitos.

Um abraço e obrigado pelo espaço.

Toinha Rocha destaca educação infantil em Fortaleza

foto-toinha-rocha-escola-face

A advogada e ex-vereadora Toinha Rocha destaca no Facebook a qualidade do ensino infantil em Fortaleza. Confira:

Compromisso !!!

Hoje meu amigo professor Luiz Bernadino diretor da Escola Dom Hélder Câmara forma 79 crianças na linda festa de Dr ABC.

Vejam a forma que ele vai receber os pequenos e seus pais.

Parece que é uma escola particular… Só parece.

Na real é uma escola da rede municipal de Fortaleza. Parabéns Conde Luiz Bernardino e aos Secretários Ivo F. Gomes e Jaime Cavalcante que fizeram um excelente trabalho na 1ª gestão do prefeito Roberto Cláudio.

Esse respeito que vocês tiveram e têm por essas crianças e seus pais fazem toda diferença.