Arquivos da categoria: Enem

Recurso para isenção de taxa no Enem pode ser apresentado até este domingo ao Inep

Os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que tiveram a isenção do pagamento da taxa de inscrição negada têm até as 12 horas deste domingo (25) para enviar os documentos que comprovem o direito ao benefício ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os documentos devem ser encaminhados para o e-mail: isencaoenem@inep.gov.br.

O assunto do e-mail deve ser “Recurso Administrativo – Isenção da Taxa de Inscrição do Enem 2017”. O corpo do e-mail deve conter o nome completo, CPF e número de inscrição do participante, além do nome completo e o CPF da mãe. A ausência de qualquer uma dessas informações inviabilizará a análise do recurso. A documentação enviada deverá ser legível, em formato .pdf ou .jpg

A possibilidade de recurso administrativo é apenas para os participantes que tinham direito ao benefício, solicitaram a isenção, mas se equivocaram ao escolher o ato legal que embasa sua situação socioeconômica e, como consequência, tiveram a Guia de Recolhimento da União (GRU) para pagamento da taxa gerada. O participante deve decidir entre a Lei 12.799/2013, que dispõe sobre a desobrigação das taxas em processos seletivos de ingresso nos cursos das instituições federais de educação superior, e o Decreto 6.135/2007, que trata do Cadastro Único para Programas Sociais.

Podem solicitar isenção do pagamento da taxa de R$ 82 os alunos que concluíram o ensino médio em escola pública ou em escola privada com bolsa de estudos integral e os que tenham renda igual ou inferior a um salário-mínimo e meio por integrante da família.

(Agência Brasil)

Alunos do Programa Juventude sem Fronteiras desembarcam em Fortaleza

Alunos que foram selecionados pelo Programa Juventude sem Fronteiras, da Prefeitura de Fortaleza, para estudar fora do Brasil, começaram a desembarcar neste final de semana. Eles estavam em Salamanca, na Espanha, e chegaram na noite de sábado. Os que estavam em Toronto, no Canadá, desembarcam nesse domingo e os que foram a Vancouver, também no Canadá, chegarão na noite desta segunda feira, informa a assessoria de imprensa do Paço Municipal.

O projeto selecionou alunos de escola pública, com melhores notas e frequências na Academia Enem. Ao todo, 98 estudantes viajaram. 49 alunos que participaram do Enem em 2015 e 49 alunos que fizeram a prova em 2016.

Na noite desse domingo, em frente ao portão de desembarque do Aeroporto Internacional Pinto Martins, estava um grupo de pais, avós, irmãos e amigos, todos orgulhosos e cheios de saudade. “Eu cheguei aqui às cinco da tarde. Estou toda me tremendo, foram os dois meses mais longos da minha vida. Mas estou muito feliz porque ele queria muito isso”, disse a dona de casa Antônia Muniz que esperava o filho.

Durante oito semanas – tanto na Espanha, como no Canadá, os estudantes tiveram todas as despesas pagas, desde o material escolar até a ajuda de custo para estudar o idioma local. Oportunidade que o estudante Francisco da Silva, de 18 anos, nunca vai esquecer. “Foi incrível. Fomos muito bem tratados. Eu quero agradecer à Prefeitura por essa oportunidade. Eu senti muito orgulho de dizer que eu estava lá por causa de um projeto do nosso Governo e eles também se admiraram muito com isso”, disse o estudante, que conquistou uma vaga de jornalismo na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Seleção

Para participar da seleção, o aluno matriculado no Academia Enem precisava ter entre 18 e 29 anos, ter cursado o ensino médio integralmente na rede pública ou ainda cursar o terceiro ano em escola pública, ter obtido a frequência mínima obrigatória de 65% nas aulas do Academia Enem e ter alcançado a pontuação mínima de 550 pontos na média geral do Enem 2015 ou 2016. “É um projeto que muda a vidas dos jovens de Fortaleza. Eles expandiram a mente e isso não tem volta. Eles estão preparados para ser cidadão do mundo, ajudar a construir uma cidade melhor e mais justa e estão cheios de projetos, é algo lindo de se ver”, disse o coordenador de Juventude da Prefeitura de Fortaleza, Júlio Brizzi.

Os estudantes embarcaram nos dias 18 e 19 de abril. Além das aulas, os jovens tiveram a oportunidade de conhecer outras culturas. “Foi uma experiência única, conheci pessoas de vários países, várias culturas diferentes. Esse intercâmbio mudou minha vida, até minha timidez foi embora. Eu tô muito feliz de ter participado, “falou a estudante Karlaine Porto.

(Foto – Divulgação)

MEC divulga nesta segunda-feira resultado do ProUni do segundo semestre

O Ministério da Educação divulga nesta segunda-feira (12) o resultado do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre de 2017. Estão sendo oferecidas 147.492 bolsas em 1.076 instituições privadas de educação superior. O resultado estará disponível na página do programa na internet.

Até o dia 19 de junho, os estudantes pré-selecionados deverão procurar as instituições de ensino para comprovar as informações prestadas no momento da inscrição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações levará, automaticamente, à reprovação do candidato.

Podem concorrer às bolsas do ProUni estudantes brasileiros da rede pública ou bolsistas integrais de escolas particulares, que não tenham diploma de curso superior. É preciso ainda ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016, ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do exame e não ter tirado zero na redação.

Os candidatos que pleitearem bolsas integrais devem ter renda familiar bruta mensal per capita de, no máximo, um salário mínimo e meio. No caso da bolsa parcial, a renda familiar não pode ser maior que três salários mínimos. Do total de bolsas, 67.603 são integrais e 79.889, parciais.

O processo seletivo será constituído de duas chamadas sucessivas. A primeira está marcada para amanhã e a segunda está prevista para 26 de junho. Na segunda chamada a comprovação das informações deverá ser feita de 26 a 30 de junho.

Para participar da lista de espera, o estudante deverá manifestar seu interesse na página do programa, entre 7 e 10 de julho. A lista estará disponível no sistema, para consulta pelas instituições de educação superior, no dia 13 de julho. Nesse caso, o candidato deverá comparecer à instituição e entregar a documentação no período de 17 a 18 de julho.

(Agência Brasil)

Enem 2017 – Mais de 6,1 milhões de inscrições já confirmadas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá pelo menos 6.135.418 candidatos, segundo balanço divulgado hoje (30) pelo Ministério da Educação (MEC). O número poderá mudar, pois a pasta ainda recebe recursos dos estudantes. Ao todo, 7.603.290 fizeram a inscrição no sistema entre os dias 8 e 19 de maio. As inscrições só são confirmadas após o pagamento da taxa do exame que, neste ano, foi de R$ 82.

Mais de 1,4 milhão de estudantes não pagaram a taxa. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o percentual de candidatos que não confirmaram a inscrição foi o maior desde 2012 e chegou a 19,3%. Em 2012, 10,8% dos candidatos não confirmaram a inscrição. Em 2013, a taxa foi 8,4%, em 2014, 8,1% e em 2016, 7%.

Segundo a pasta, o número de inscritos confirmados ainda pode mudar. Vários candidatos reclamaram que pediram isenção no exame e atendem aos critérios, mas tiveram o pedido negado. O ministério abriu um prazo até dia 25 de junho para que esses candidatos enviem documentos comprobatórios ao Inep.

“A orientação do MEC é que se faça cumprir a legislação”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho. “A disposição é no sentido de quem tiver feito a inscrição, o direito será preservado e assegurado. Mas não podemos assegurar que pessoas que não tenham condições de isenção possam se beneficiar dessa gratuidade”, acrescentou.

De ontem para hoje, cerca de 7 mil candidatos tiveram o pedido de isenção negado. A autarquia não informou quantos pedidos foram feitos. Neste ano, a comprovação era feita na hora da inscrição, mediante a inserção de documentos no próprio sistema que cruzava automaticamente as informações com a base de dados da Receita Federal e do CadÚnico, além do Censo Escolar.

Pelas regras do exame, estão isentos os estudantes que cursem o último período do ensino médio em escola pública; integrantes de famílias que recebam até três salários mínimos (R$ 2.811) no total ou até meio salário mínimo (R$ 468,50) por pessoa e que, além disso, estejam inscritos no CadÚnico; e os membros de famílias com renda per capita igual ou menor a um salário mínimo e meio (R$ 1.405,50) e que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola privada.

Expectativa

O número de inscritos total (mais de 7,6 milhões) bateu os 7,5 milhões esperados pelo Inep. O número é menor que o registrado no ano passado (9,3 milhões). A redução já era esperada pelo governo porque, a partir deste ano, o Enem não servirá mais para certificar o ensino médio. Cerca de 1 milhão de candidatos usavam a prova para obter o diploma dessa etapa de ensino. Agora, isso será feito exclusivamente pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Para confirmar a inscrição, os estudantes tinham que pagar a taxa de inscrição de R$ 82. O valor foi uma das principais reclamações dos estudantes nas redes sociais. Até o ano passado, a taxa para fazer o Enem era R$ 68. O prazo para o pagamento terminou no dia 24.

De acordo com o balanço do MEC, 4.135.822 tiveram a isenção confirmada e 1.999.596 pagaram o exame. Este ano, 32,6% pagaram a taxa, maior porcentagem desde 2014, quando 26,5% eram pagantes; em 2015, foram 25,5% e, em 2016, 23,2%.

Segundo a presidente do Inep, Maria Inês Fini, aqueles que pagaram o exame e tiverem a isenção confirmada, não receberão o dinheiro de volta e aqueles que não pagaram e não tiverem a isenção confirmada estarão excluídos do exame.

Neste ano, o Enem será nos dias 5 e 12 de novembro. O resultado pode ser usado para concorrer a vagas em instituições públicas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas de estudo em instituições privadas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e a financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

(Agência Brasil)

Enem – Candidatos têm até esta quarta-feira para pagar a taxa de inscrição

Os candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até esta quarta-feira (24) para pagar a taxa de inscrição, no valor de R$ 82, respeitando o horário de compensação bancária. O boleto poderá ser gerado por meio do site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep (www.enem.inep.gov.br/participante).

O número de inscritos no Enem 2017 somente será divulgado na terça-feira (30), quando as instituições bancárias confirmarem o pagamento dos boletos dos candidatos.

(Com Agências)

Governo lança programa “Enem Chego Junto Chego Bem”

A Secretaria da Educação do Ceará vai lançar nesta terça-feira, às 8 horas, no Liceu do Conjunto Ceará, a edição 2017 do programa “Enem Chego Junto Chego Bem”.
A ideia é preparar e motivar os alunos para o exame.
A Fundação Demócrito Rocha é parceira da iniciativa, que deve contar, no lançamento, com a presença do governador Camilo Santana.

Enem 2017 – Jovens de baixa renda podem garantir isenção por meio do aplicativo ID Jovem

Do Site da Secretaria da educação do Estado:

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem ser efetuadas somente até as 23h59min desta sexta-feira (19). E para facilitar o acesso de jovens de baixa renda, a Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) garantirá que os jovens cadastrados no programa federal Identidade Jovem (ID Jovem) possam ter isenção total do valor (R$ 82).

O coordenador especial de Políticas Públicas de Juventude Governo do Ceará, David Barros, explica que o Estado pretende garantir o crescimento da participação de estudantes de escola pública nos vestibulares e, com isso, potencializar o ingresso desses jovens no Ensino Superior. “A meta da Secretaria da Educação é que 100% dos estudantes da rede pública façam o Enem. A isenção através do aplicativo (ID Jovem) pode ajudar com que mais jovens no Estado do Ceará possam fazer parte dessa prova e, a partir daí, com mais inscrições, ter o aumento de jovens da escola pública adentrando na universidade, que essa é a nossa meta”, disse.

O ID Jovem é um documento que leva a brasileiros entre 15 e 29 anos acesso aos benefícios de meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos, como também vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual. O acesso a esses direitos para jovens é garantido por meio do Estatuto da Juventude – Lei nº 12.852/2013.

Os interessados em garantir a isenção da taxa de inscrição do Enem devem realizar o download o aplicativo do ID Jovem no celular. Para se inscrever no programa, o usuário precisa pertencer à família com renda mensal de até dois salários mínimos e estar com informações atualizadas no Cadastro Único do Governo Federal há pelo menos dois anos. Para alterar dados do cadastro, o jovem deve procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da cidade onde reside.

O estudante precisa ainda informar o seu Número de Identificação Social (NIS) no aplicativo – possível de consulta no Cartão Cidadão. “Com esses dados, você vai gerar o QR Code e pode solicitar no ato da inscrição do Enem a isenção”, complementou David Barros. A ID Jovem tem validade de 180 dias. Após o vencimento, é necessário revalidar o documento em nova consulta no app ou no site.

SERVIÇO

*Mais informações sobre o ID Jovem aqui.

 

Enem 2017 – Inscrições não serão prorrogadas, diz Inep

Os estudantes interessados em realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste ano têm até as 23h59min desta sexta-feira (19) para fazer sua inscrição. A informação é da assessoria de imprensa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), garantindo que o prazo não será prorrogado.

O Inep lembra ainda que o número de inscritos do Enem não é igual ao número de participantes confirmados no exame, já que, após fazer a inscrição, quem não receber isenção na taxa terá que pagar no banco os R$ 82 para confirmar sua participação. O prazo para pagar a taxa termina no dia 24 de maio.

O órgão diz que o sistema de inscrições segue funcionando sem percalços.

SERVIÇO

*Para participar do Enem, é preciso acessar o site aqui.

Inep divulga exemplo de Enem vídeo traduzido em Libras

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou hoje (17) um exemplo de prova em vídeo traduzida em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Neste ano, pela primeira vez, o Inep vai aplicar de forma experimental esse formato no Enem. Os candidatos que desejarem fazer o exame em vídeo Libras terão que marcar a opção na inscrição, que vai até esta sexta-feira (19), no site do Enem.

Os interessados podem acessar a prova montada para um estudo realizado em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que já oferece essa opção de prova em seus vestibulares. A Vídeo Prova Traduzida em Libras tem 60 questões de edições anteriores do Enem, e com diferentes níveis de dificuldade.

Os participantes surdos ou com deficiência auditiva que escolherem a nova modalidade de aplicação terão as questões apresentadas em Libras por meio de um vídeo e terão acesso, ainda, ao Caderno de Questões impresso com os itens correspondentes apresentados no vídeo. As respostas deverão ser marcadas no Cartão-Resposta, como fazem os demais participantes. A Vídeo Prova será aplicada para até 20 pessoas por sala.

Além da prova em vídeo, os estudantes com deficiência auditiva terão as opções de tradutor-intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e de leitura labial. Eles poderão escolher apenas uma delas. Quem opta pelo tradutor-intérprete terá o auxílio de profissional capacitado em Libras para tradução das orientações gerais e para esclarecer dúvidas específicas de compreensão da língua portuguesa escrita, sem uma tradução integral da prova. O participante faz as provas em salas com até seis pessoas e com dois tradutores.

No recurso de leitura labial, o participante tem o auxílio de profissional capacitado em comunicação oral de pessoas com deficiência auditiva ou surdez e preparado para usar técnicas de interpretação e leitura dos movimentos labiais. Esses profissionais também atuam em dupla em salas para até seis participantes.

Para concluir a inscrição, é preciso anexar laudo médico que comprove a deficiência auditiva ou surdez. Esse participante também tem direito a uma hora adicional para realização da prova, desde que solicite esse benefício no ato da inscrição. Comentários, sugestões e mesmo dúvidas sobre o novo recurso podem ser enviados para o Inep pelo e-mail enemlibrasexperimental@inep.gov.br.

Enem

As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa de R$ 82. O prazo vai até o dia 24 deste mês.

Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

(Agência Brasil)

Enem 2017 já tem mais de 3 milhões de inscritos

O número de inscritos para participar das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já ultrapassou os 3 milhões. Até as 18 horas desse sábado (13), já haviam se inscrito 3.059.538 de candidatos, segundo informações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os interessados em participar do exame podem se inscrever pela internet, no site do Enem, até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 19 de maio. A expectativa é que cerca de 7 milhões se inscrevam para as provas deste ano.

As inscrições começaram na última segunda-feira (8). As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa do exame que, este ano, é R$ 82. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 24 deste mês.

Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Caso haja algum problema na hora da inscrição, os candidatos podem ligar para o Inep pelo telefone 0800 616161. O atendimento é das 8h às 20h, no horário de Brasília.

(Agência Brasil)

Enem 2017 – Mais de 2 milhões de inscritos

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) bateu a marca dos 2 milhões de inscritos. Segundo o boletim de inscrições divulgados na manhã de hoje (11) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o exame já conta com 2.193.707 inscritos. As inscrições podem ser feitas pela internet, no site do Enem, até as 23h59 (horário de Brasília) do dia 19 de maio. A expectativa é que cerca de 7 milhões se inscrevam para as provas.

As inscrições começaram na segunda-feira (8). As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa do exame que, este ano, é R$ 82. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 24 deste mês.

Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Caso haja algum problema na hora da inscrição, os candidatos podem ligar para o Inep pelo telefone 0800 616161. O atendimento é das 8h às 20h, no horário de Brasília.

(Agência Brasil)

Enem 2017 – Inscrições começam nesta segunda-feira

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 começam a partir das 10 horas desta segunda-feira (8) e terminam às 23h59min do dia 19 de maio, pelo site do Enem. A prova será realizada em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro. No primeiro domingo, os estudantes farão provas de ciências humanas, linguagens e redação. No segundo, as provas serão de matemática e ciências da natureza.

A taxa de inscrição para o Enem 2017 é de R$ 82, que deve ser paga até o dia 24 de maio. Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

Os resultados das provas poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

(Agência Brasil)

Recorde na Academia Enem: a luta de Roberto Cláudio para dar melhores oportunidades aos que mais precisam

Em artigo enviado ao Blog, o coordenador Especial de Políticas Públicas de Juventude de Fortaleza, Júlio Brizzi, destaca o maior número de presença de alunos na Academia Enem, com oito mil candidatos, nesse sábado (6). Confira:

Se entre os papéis centrais do poder público estão a promoção de caminhos de igualdade e a garantia de possibilidades equitativas de crescimento econômico e social; então, este final de semana, sem sombra de dúvidas, representa um marco para esses propósitos fundamentais que vêm definindo a trajetória da luta e da gestão do prefeito Roberto Cláudio.

Quando Roberto Cláudio afirmou que buscaria fazer do primeiro ano da sua nova gestão à frente da cidade de Fortaleza uma demonstração de superação de metas e desafios, ninguém que o conhece de verdade teve dúvidas de que realmente seria para valer.

E o sábado deste final de semana é mais uma prova dessa constatação, pois entra para a história com o sucesso garantido pelo recorde de público da Academia Enem, com cerca de 8 mil jovens e adultos, prioritariamente de escolas públicas e bairros carentes, que buscam o sonho de uma formação de nível superior.

A proposta do prefeito Roberto Cláudio com a Academia Enem foi de criar uma política complementar de preparação para jovens ou adultos que estão cursando ou concluíram o terceiro ano do Ensino Médio, garantindo mais chances de ingressar em universidade pública.

Os estudantes são beneficiados com bilhetes únicos para um deslocamento gratuito, materiais escolares, camisetas, lanches, e o mais importante, aulas com os melhores professores da cidade de Fortaleza, dentro do Ginásio Paulo Sarasate.

O Programa, que, desde o seu início, já beneficiou mais de 40 mil estudantes, começa agora uma nova fase em 2017 com esse grande sucesso. Além disso, este ano, os cem melhores alunos da Academia Enem de 2015 e 2016 estão sendo beneficiados com bolsas de intercâmbio no Canadá e na Espanha por meio do Programa Juventude sem Fronteiras da Prefeitura.

Esses resultados são provas incontestáveis da luta e do trabalho de Roberto Cláudio para garantir políticas públicas que promovem a igualdade de oportunidades, especialmente para as pessoas que mais precisam.

Inscrições para o Enem 2017 começam na segunda-feira

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 começam a partir das 10 horas da segunda-feira (8) e terminam às 23h59min do dia 19 de maio, pelo site do Enem. A prova será realizada em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.

No primeiro domingo, os estudantes farão provas de ciências humanas, linguagens e redação. No segundo, as provas serão de matemática e ciências da natureza.

A taxa de inscrição para o Enem 2017 é de R$ 82, que deve ser paga até o dia 24 de maio. Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

Os resultados das provas poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

(Agência Brasil)

Enem 2017 – Inscrições começam na próxima segunda-feira

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 começam na próxima segunda-feira (8). Os interessados devem se inscrever pelo site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), na página do Participante, até 19 de maio. O valor da taxa de inscrição é R$ 82 e pode ser paga até o dia 24 de maio, em qualquer agência bancária, em lotéricas ou nos Correios.

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, lembra que os estudantes que concluíram o ensino médio em escola pública podem pedir isenção da taxa, assim como os já declarados no CadÚnico e os que se enquadram nas exigências da Lei nº 12.799 (que dispõe sobre a isenção em processos seletivos a instituições federais de ensino superior).

Segundo Maria Inês, em breve estará disponível o hotsite Enem 2017, com o cronograma e resposta a dúvidas frequentes para os candidatos. “Também teremos um aplicativo e o cartão de confirmação da inscrição, no qual serão depositados o cronograma, os gabaritos, resultados, alguns alertas e outras funcionalidades”, esclareceu.

SERVIÇO

*O cartão estará disponível para consulta e impressão na página eletrônica do Enem

(Portal Brasil)

Composições de Belchior serão mote de aulão preparatório do Enem

No próximo domingo, às 9 horas, nos Cinemas Benfica (Shopping Benfica), acontecerá mais um aulão preparatório para o Enem, o Papo Benfica. A edição será especial,  pois em homenagem à obra do cantor e compositor cearense Belchior, que morreu no último dia 30.

“Nossa intenção é manter viva a obra de Belchior e extrair dela o nosso conteúdo de estudo para o Enem. Será um encontro repleto de boa música nos conteúdos de Linguagens, códigos e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias; Ciências humanas e suas tecnologias” informa o coordenador do projeto, professor Freire Neto.

SERVIÇO

*As inscrições para o Papo Benfica são feitas pelos fones 98415-1051 e 99795-1051 ou pelo envio de e-mail (pomarculturalwebfm@gmail.com), com nome completo, RG e escolaridade.

*Cinemas Benfica (2º piso do Shopping Benfica – Avenida Carapinima, 2200.

Enem 2017 – Candidatos com deficiência auditiva contarão com tradutores

Na edição de 2017 do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), estudantes surdos ou com alguma deficiência auditiva contarão com tradutores especializados em língua brasileira de sinais (Libras) e vídeos explicativos para orientações durante a prova. A inciativa tem caráter experimental e visa atender uma demanda antiga desses estudantes. “É a primeira vez que o fazemos, para atender também a prerrogativas legais e ao anseio dessa população”, disse a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini.

As provas desses participantes serão realizadas em salas adaptadas e separadas dos demais candidatos. Cada uma terá até seis participantes e dois intérpretes. Maria Inês Fini explica que os intérpretes irão esclarecer dúvidas que não interfiram nas respostas às questões, assim como traduzir informações gerais sobre a aplicação transmitidas pelos chefes de sala.

O Inep esclarece, ainda, que, no caso dos participantes com surdo-cegueira, são oferecidos guia-intérprete, prova ampliada, superampliada, em braille, tradutor-intérprete de libras, leitura labial, ledor, transcritor e sala de fácil acesso.

Tempo adicional

Os candidatos com deficiências como surdez, cegueira, déficit de atenção, dislexia e discalculia ou outra condição especial também poderão solicitar tempo adicional. Da mesma maneira, esse requerimento deve ser feito no ato da inscrição com apresentação de laudo comprobatório.

“Até o ano passado, ele podia fazê-lo ao fiscal do local de aplicação. Este ano, terá de fazê-lo no ato da inscrição. A inserção de laudo comprobatório da deficiência ou de outra condição especial também deverá ser feita no ato de inscrição. E o resultado da análise desses laudos deverá ser consultado na página do participante”, acrescentou Maria Inês Fini.

Gestantes e idosos também poderão solicitar atendimento especializado.

O Enem 2017 será realizado nos dias 5 e 12 de novembro, que correspondem a dois domingos consecutivos. As inscrições estarão abertas de 8 a 19 de maio.

(Portal Brasil)

Notas do Enem serão aceitas por mais duas universidades portuguesas

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou convênio com mais duas universidades portuguesas, para o ingresso de estudantes brasileiros em cursos de graduação por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A partir de agora, a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, entidade privada de Lisboa, e o Instituto Politécnico de Setúbal, instituição pública de ensino superior, passam a aceitar os resultados do Enem na seleção de brasileiros.

Com a adesão, sobe para 22 o número de instituições portuguesas a reconhecer o Enem como instrumento de avaliação.

Confira as instituições que firmaram convênio com o Inep:

1. Universidade de Coimbra (26/5/2014);
2. Universidade de Algarve (18/9/2014);
3. Instituto Politécnico de Leiria (24/4/2015);
4. Instituto Politécnico de Beja (10/7/2015);
5. Instituto Politécnico do Porto (26/8/2015);
6. Instituto Politécnico de Portalegre (8/10/2015);
7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (9/11/2015);
8. Instituto Politécnico de Coimbra (24/11/2015);
9. Universidade de Aveiro (25/11/2015);
10. Instituto Politécnico de Guarda (26/11/2015);
11. Universidade de Lisboa (27/11/2015);
12. Universidade do Porto (9/3/2016);
13. Universidade da Madeira (14/3/2016);
14. Instituto Politécnico de Viseu (15/7/2016);
15. Instituto Politécnico de Santarém (15/7/2016);
16. Universidade dos Açores (4/8/2016);
17. Universidade da Beira Interior (20/9/2016);
18. Universidade do Minho (24/10/2016);
19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (16/3/2017)
20. Universidade Lusófona (5/4/2017)
21. Instituto Politécnico de Setúbal (5/4/2017)
22. Instituto Politécnico de Bragança (6/4/2017)

(Portal Brasil)

Inep libera hoje os espelhos da correção do Enem 2016

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) libera nesta terça-feira (11) os espelhos da correção das redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. Segundo a autarquia, os mais de 6 milhões de participantes terão acesso à correção detalhada da prova a partir das 10h, na Página do Participante.

No espelho, os candidatos terão acesso à correção, saberão quanto tiraram em cada uma das competências avaliadas e poderão comparar seu desempenho com o dos demais. As provas recebem nota de 0 a 1.000. Desde o dia 18 de janeiro, os candidatos já têm acesso à nota da prova. Agora, para fins pedagógicos, terão acesso a mais detalhes da correção. Pelas regras do exame, o espelho serve apenas para que os estudantes possam saber como se saíram. Eles não podem recorrer do resultado.

Os temas da redação do Enem no ano passado foram “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil” – para quem fez o exame nos dias 5 e 6 de novembro -, e “Caminhos para combater o racismo no Brasil” – para quem fez a prova nos dias 3 e 4 de dezembro. Em 2016, devido à ocupação de escolas e universidades por grupos contrários a mudanças educacionais no Brasil, o Enem foi adiado para alguns participantes.

(Agência Brasil)

Enem fica mais caro – Taxa será de R$ 82,00

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) fica mais caro este ano. Para se inscrever, o candidato terá que pagar R$ 82,00. A nova taxa está no edital do exame, publicado hoje (10) no Diário Oficial da União. No ano passado, a taxa era de R$ 68. As inscrições começam às 10 horas do dia 8 de maio e terminam às 23h59min do dia 19 de maio, pela internet, no site do Enem . O pagamento deve ser feito até o dia 24 de maio.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a correção não só levou em conta a variação de preços pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), como incorporou variações de anos anteriores que deixaram de ser aplicadas e parte da diferença entre o custo do exame e a taxa de inscrição.

Atualmente, o Inep cobre cerca de 70% do custo do exame. No ano passado, por exemplo, o custo, de R$ 91,49 por participante, foi R$ 23,49 acima do valor pago. A autarquia diz que mesmo com a alta, o Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140.

Isenções

Pelas regras do edital estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio em 2017, os participantes de baixa renda que integram o CadÚnico e os que se enquadram na lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.

O Inep informa que vai conferir todos os pedidos de isenção. Caso o candidato não se enquadre, poderá gerar o boleto e pagar a taxa para participar do Enem. Se as informações prestadas forem falsas e for constatada concessão indevida de isenção, o participante será eliminado do exame e terá que ressarcir a taxa.

A partir deste ano, o sistema de inscrição permitirá que o participante informe o Número de Identificação Social, do CadÚnico. Para que a isenção seja validada, é preciso que os dados pessoais sejam iguais aos cadastrados na base da Receita Federal.

Os participantes isentos que não comparecerem nos dois dias de prova e quiserem fazer o Enem 2018 sem pagar a taxa terão que justificar a ausência por meio de atestado médico, documento judicial ou boletim de ocorrência. Caso contrário, perderão a isenção.

Enem

O Enem 2017 será realizado em dois domingos consecutivos – dias 5 e 12 de novembro – e não mais em um único fim de semana. No primeiro domingo, os estudantes farão provas de ciências humanas, linguagens e redação. No segundo, as provas serão de matemática e ciências da natureza.

Os resultados das provas poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

(Agência Brasil)