Arquivos da categoria: Habitação

Às vésperas do Natal, Temer vai entregar moradias do Minha Casa, Minha Vida

O governo decidiu promover, às vésperas do Natal, o “Dia Nacional do Minha Casa, Minha Vida”. Na quarta-feira (20), o presidente Michel Temer vai entregar 22.500 unidades habitacionais em todo o Brasil. Ministros foram escalados para se dividir pelo país nas cerimônias de entrega das chaves. A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo deste domingo.

Alexandre Baldy, ministro das Cidades, calcula que aproximadamente 100 mil pessoas vão estar em suas casas próprias na festa natalina.

Mesmo com orientação médica para diminuir o ritmo de trabalho, o presidente Temer avalia ir a Maceió – a capital que receberá mais moradias–, na quarta (20), entregar 3.900 unidades do MCMV.

Roberto Cláudio sorteia 578 unidades habitacionais aos servidores municipais

O prefeito Roberto Cláudio sorteou 578 unidades habitacionais destinadas aos servidores do Município, nesta sexta-feira (15), na Câmara Municipal de Fortaleza. Com a ação, a Prefeitura subsidiará o financiamento das moradias, a serem recebidas pelos servidores municipais, no bairro Passaré.

“É a primeira vez que a Prefeitura garante sorteio de habitação aos servidores municipais. Quem está em uma faixa de renda familiar de R$ 2.600 a R$ 5.500, que é servidor e não tem casa própria, pôde se inscrever. Foram mais de três mil inscritos, sendo sorteados 578 apartamentos hoje”, afirmou Roberto Cláudio.

Os servidores sorteados receberão apartamentos de dois conjuntos habitacionais localizados no bairro Passaré que contemplam as faixas 1,5 e 3 do programa “Minha Casa, Minha Vida”. Os colaboradores ainda passarão por uma avaliação de crédito da Caixa Econômica, financiadora dos imóveis, por isso, foi gerado também um cadastro reserva na mesma ocasião.

O sorteio aconteceu por intermédio de sistema eletrônico, elaborado pelos técnicos da Fundação de Ciência Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), obedecendo critérios definidos em conjunto com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Fortaleza e é auditado pela Empresa de Tecnologia de Informação do Ceará (Etice).

Participaram do sorteio os servidores municipais de Fortaleza inscritos no cadastro específico, cuja renda familiar mensal bruta esteja entre R$ 2.600,00 e R$ 6.500,00. Entre os critérios para a prioridade no sorteio, estiveram mulheres chefes de família, moradores de áreas de risco, famílias numerosas e servidores com doenças crônicas incapacitantes. Um total de 3% das vagas foram destinadas a servidores que possuam, na família, pessoas com deficiência.

Presente no sorteio, a guarda municipal Karlianne Costa Melo foi uma das contempladas e compartilhou com alegria a concretização de um sonho. “Estou muito emocionada, muito feliz, na expectativa de receber a casa, fazer um chá de casa nova e comemorar. Foi muita coincidência, achei que não ia poder acompanhar e fui determinada para vir para cá e coincidentemente vi meu nome ali. É um sonho que está sendo facilitado pela Prefeitura, que muito provavelmente não conseguiria alcançar se não fosse por esse projeto”, comentou.

(Prefeitura de Fortaleza)

Índice usado em contratos de aluguel acumula queda de 0,68% em 12 meses

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguéis, acumula queda (deflação) de 0,68% em 12 meses, de acordo com a primeira prévia de dezembro divulgada pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Apesar da deflação acumulada, o IGP-M registrou alta de 0,73% em dezembro, taxa superior ao -0,02% da prévia de novembro.

A alta da prévia de novembro para dezembro foi provocada por aumentos nos três subíndices que compõem o IGP-M.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, passou de -0,09% na prévia de novembro para 0,96% na de dezembro. A taxa do Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, subiu de 0,03% para 0,30% no período. Já a inflação do Índice Nacional do Custo da Construção subiu de 0,29% para 0,30%.

(Agência Brasil)

Camilo e Eunício fazem festa no Crato em clima de palanque 2018

Enquanto o PT estadual baixou resolução, neste sábado, priorizando luta por uma vaga de senador, o governador Camilo Santana, ao lado do senador Eunício Oliveira (PMDB), e do vice-presidente de Habitação da Caixa, Nelson de Souza, entregou um residencial no Crato (Região do Cariri). Isso sob olhares do deputado federal José Nobre Guimarães (PT), líder da minoria na Câmara. O projeto é o Filemon Limaverde e faz parte do Minha Casa Minha Vida, contando com 982 moradias. que atenderão a cerca de 4 mil pessoas.

Eunício e Camilo, ao lado também do prefeito do Crato, Zé Aílton Brasil (PP), comemoraram a entrega do benefício em mais um ato reunindo os dois que, nessa sexta-feira, estavam em Limoeiro do Norte lançando a pedra fundamental do futuro Hospital Regional do Vale do Jaguaribe. O clima entre eles é de reaproximação política.

Camilo Santana destacou que as casas estão sendo entregues em um residencial que conta com saneamento, arruamento, iluminação pública e que, breve, disporá de transporte público, novas estradas e uma creche. Ele agradeceu a parceria do senador Eunício Oliveira em benefício da população, celebrando a organização da comunidade e o empenho dos gestores envolvidos no projeto.

Camilo fez selfie com as autoridades presentes e com populares.

“Confesso que, ao entrar na residência, me emocionei. Eu sei qual o sofrimento de uma mãe não ter hospital para levar o filho doente, ou um sertanejo não ter água para a sobrevivência de sua família. Essa é a parceria verdadeira, que, independente de questões partidárias, trabalha para melhorar a qualidade de vida das famílias cearenses. Os interesses da população estão acima das questões pessoais. O governador cumpriu o que tinha que cumprir e está apto a captar os recursos para investimento”, afirmou Eunício.

Palanque

A solenidade foi prestigiada ainda pelo deputado federal e presidente estadual do PSB, Odorico Monteiro, os deputados estaduais Danniel Oliveira, Tomaz Holanda e Agenor Ribeiro, os secretários estaduais do Trabalho e Desenvolvimento Social, Josbertini Clementino, de Esportes, Euler Barbosa, o reitor da Universidade Regional do Cariri, Patrício Melo, o secretário adjunto da Casa Civil, Quintino Vieira, e os prefeitos de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, de Porteiras, Fábio, de Granjeiro, João do Povo, de Mauriti, Mano Morais, de Saboeiro, Micheline, de Caririaçu, Edmilson, de Barro, Marquinélio, de Santana do Cariri, Daniele, de Salitre, Rondilson, de Várzea Alegre, Zé Hélder, de Nova Olinda, Ronaldo Sampaio.

DETALHE – José Guimarães não esconde que sonha com o Senado. Eunício quer uma vaga, mas o PDT, que apoia a reeleição do governador Camilo Santana, também quer vaga e já indiciou o ex-governador Cid Gomes. Essa disputa promete.

(Fotos – Divulgação)

Servidores municipais terão 570 moradias no Passaré

Da Coluna Vertical, no O POVO desta sexta-feira (1º):

No próximo dia 15 de dezembro será feito o sorteio dos 570 servidores públicos municipais a serem contemplados com o primeiro programa municipal de habitação da Prefeitura de Fortaleza. Esse grupo é da ativa e ganha até R$ 5 mil mensais.

Segundo o prefeito Roberto Cláudio, o pacote dessa obra já está fechado com a Caixa Econômica Federal, com linha especial de financiamento da ordem de R$ 67,5 milhões. O Paço disponibilizará terreno, subsídios e desoneração de impostos para a concretização do empreendimento.

O prefeito destaca que “será a primeira ação, nessa área, por parte da Prefeitura”. Até o fim de 2018, as primeiras moradias vão ser entregues. As prestações serão descontadas em folha e o local desse residencial (dois condomínios), com creche, praça e outros equipamentos municipais, já está definido: bairro Passaré.

A medida chega como espécie de presente de Natal para uma categoria que ainda sonha com reajuste salarial.

Nestas férias, nada de casa engomada

Com o título “Casa segura durante as férias”, eis artigo de Amilton Saraiva, especialista em condomínios dos mais requisitados no Sudeste do País. Ele aborda a questão da segurança condominial em tempos de férias. Confira:

Férias são sempre boas oportunidades de recarregar as baterias, se divertir com os amigos ou a família e aproveitar bons momentos juntos de relaxamento e lazer. Mas imagine chegar em casa e encontrar objetos espalhados por todo chão, ou simplesmente não encontrar nada. Esta situação desagradável é muito comum de acontecer durante o período das férias escolares de janeiro, afinal, os criminosos sabem que a maioria das residências estão desprotegidas e os velhos truques para tenta enganá-los já não funcionam mais. Mas algumas medidas podem ser tomadas para evitar tudo isso.

Para pessoas que moram em condomínios (sejam de casas ou apartamentos), a dica é evitar, ao máximo, divulgar o itinerário de sua viagem para os outros. Agir com discrição pode impedir que pessoas mal-intencionadas saibam que o lar está vazio. Se for passar muito tempo fora, é importante deixar avisado o zelador e o porteiro, e também deixar uma autorização com alguém no caso de alguma pessoa ou empregado precisar entrar no seu apartamento durante a ausência. Por mais que se confie em funcionários da residência, por exemplo, faxineira ou jardineiro, eles podem inocentemente comentar com alguém de fora, que pode não ser uma pessoa bem intencionada.

A portaria conhece a rotina do condomínio, e é muito difícil os profissionais desta área não perceberem a ausência de algum morador. Por isso, é recomendável que os porteiros sejam contratados através de uma empresa terceirizada confiável, que ofereça um treinamento especializado de atendimento, discrição e segurança preventiva. A empresa, profissional e especializada, realiza contratações após verificar o histórico profissional e pessoal do porteiro e também ao investigar possíveis antecedentes criminais, sua conduta e por indicação. Quando contratados diretamente pelo condomínio, geralmente a contratação não dispõe de todos esses recursos, aumentando o risco de maus profissionais adentrarem em um ambiente onde a segurança deveria ser prezada e mantida.

Como em toda e qualquer residência, a atenção deve ser intensificada também quanto ao fechamento correto de portas, grades e janelas, e objetos valiosos precisam ser colocados em um lugar seguro e longe de serem vistos facilmente, caso ocorra alguma invasão. Para prevenir a entrada indesejada de mal-intencionados, pode-se instalar um sistema de segurança 24h, com alarmes e circuito interno de câmeras. E ainda, não é indicado deixar a luz acesa durante o tempo em que estiver fora, porque na verdade pode ser uma evidência de que não há ninguém em casa, além de poder ser um gasto desnecessário de energia. É importante, também, pedir a um vizinho ou uma pessoa de confiança para visitar sua casa sempre que for possível. Isto indica que o lar não está vazio e engana os ladrões.

Os cuidados com a segurança durante as férias não devem ser apenas quanto a ações criminosas, é crucial também se certificar de que registros de água e gás, por exemplo, foram bem fechados, para assim evitar eventuais desperdícios e acidentes. Estes procedimentos de segurança garantem tranquilidade à família que irá curtir a viagem, sem ninguém precisar se preocupar se irá encontrar surpresas desagradáveis ao voltar.

Artigo de:

Amilton Saraiva, especialista em condomínios da GS Terceirização: www.gsterceirizacao.com.br.

Ministério das Cidades libera 2,7 mil moradias para o Ceará

O Diário Oficial da União publica na segunda-feira (6) a liberação de 2.735 moradias para o Ceará, dentro do programa Minha Casa, Minha Vida, por parte do Ministério das Cidades.

A informação é do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que solicitou nessa sexta-feira (3), junto à União, a liberação das moradias para nove municípios cearenses: Fortaleza, Viçosa do Ceará, Pindoretama, Tianguá, Acaraú, Iguatu, Granja, Aracati e Russas.

Em setembro último, Eunício já havia intermediado a liberação de 3.350 casas populares para 43 cidades do Ceará.

(Foto: Divulgação)

Banco do Brasil participará do Feirão Imobiliário em Sobral

O Banco do Brasil vai participar, com suas linhas de financiamento, do Feirão Imobiliário de Sobral, uma promoção de construtoras e imobiliárias da Região Norte. O evento acontecerá nesta sexta (27) e sábado (28), das 10 às 22 horas, no North Shopping Sobral. Haverá soluções de crédito para financiamento de imóveis novos e usados.

No primeiro semestre deste ano, o BB financiou somente no Ceará um montante superior a R$ 123 milhões, volume 33% superior ao contrato no mesmo período do ano anterior. Além disso, o saldo da carteira de imobiliário do BB no Ceará já ultrapassou R$ 1,9 bilhões, o que representa a maior carteira de imobiliário do Banco do Brasil considerando as regiões Norte e Nordeste.

Para o superintendente estadual do Banco do Brasil no Ceará, Castro Júnior, há grandes expectativas para esse evento. “A melhora nas condições de crédito com redução das taxas de juros das linhas de financiamento imobiliário, bem como a melhora de indicadores importantes do setor, como o de lançamento de empreendimento e o de vendas, indicam reaquecimento do setor. A iniciativa constitui-se portanto em uma excelente oportunidade de negócios que proporcionará facilidade aos clientes que desejam adquirir a casa própria”, afirma.

SERVIÇO

*North Shopping Sobral (Av. Monsenhor Aloísio Pinto, 300 – Dom Expedito, Sobral (Ceará).

Ministério Público Federal promove audiência para discutir alocação de famílias do Vila do Mar II

Nesta terça-feira, às 13 horas, o Ministério Público Federal no Ceará vai realizar uma audiência pública para discutir os critérios de escolha na alocação das famílias em unidades habitacionais do Programa Habitacional Vila do Mar III da Prefeitura de Fortaleza. O encontro ocorrerá no auditório da Procuradoria-Geral da República no Estado. As informações a serem levantadas durante a audiência irão subsidiar inquérito civil público sobre o programa que tramita no MPF.

Associações de moradores questionaram ao MPF os critérios que seriam utilizados junto a prefeitura para fazer a distribuição. O Vila do Mar III terá 504 unidades habitacionais e a previsão é que no primeiro lote sejam entregues 208 residências.

Inquérito

As obras do Vila Mar III chegaram a ficar paradas, o que motivou inicialmente a abertura do inquérito instaurado pelo MPF e que está sob a responsabilidade do procurador da República Fernando Antônio Negreiros Lima.

A audiência pública será aberta para todos os interessados. Os participantes terão o direito de manifestação oral ou por escrito. O direito de fala obedecerá uma ordem e o tempo será definido em função do número de participantes e da duração total prevista na agenda.

(Foto – Arquivo)

MPF vai debater alocação de famílias da Vila do Mar

O Ministério Público Federal no Ceará vai promover, às 13 horas do próximo dia 3 , em sua sede, uma audiência pública para discutir os critérios de escolha na alocação das famílias em unidades habitacionais do Programa Habitacional Vila do Mar III da Prefeitura de Fortaleza. As informações levantadas durante a audiência irão subsidiar inquérito civil público sobre o programa que tramita no MPF, informa a assessoria de imprensa da Instituição.

Associações de moradores questionaram junto ao MPF os critérios que seriam utilizados junto a prefeitura para fazer a distribuição. O Vila do Mar III terá 504 unidades habitacionais e a previsão é que no primeiro lote sejam entregues 208 residências. As obras do Vila Mar III chegaram a ficar paradas, o que motivou inicialmente a abertura do inquérito instaurado pelo MPF e que está sob a responsabilidade do procurador da República Fernando Antônio Negreiros Lima.

A audiência pública será aberta para todos os interessados. Os participantes terão o direito de manifestação oral ou por escrito. O direito de fala obedecerá uma ordem e o tempo será definido em função do número de participantes e da duração total prevista na agenda.

(Foto – Paulo Winz)

Caixa reduz para 50% limite para financiamento de imóveis usados

A partir desta segunda-feira (25), os mutuários terão mais dificuldade em financiar a compra de imóveis usados. A Caixa Econômica Federal reduziu para 50% do valor do imóvel o limite máximo de financiamento. Atualmente, os clientes poderiam financiar até 60% ou 70% do montante dependendo do tipo de linha de crédito contratada.

A redução vale para todas as modalidades, como Minha Casa Minha Vida, empréstimos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (que usa recursos da poupança).

Em nota divulgada na noite dessa sexta-feira (22), o banco informou que o novo limite vigorará para as futuras operações de crédito. As propostas em análise entregues até esta semana continuarão a operar sob os limites antigos, caso o empréstimo seja liberado.

Responsável por 70% do crédito imobiliário no país, a Caixa informou que a redução dos limites ajusta o capital disponível da instituição financeira às condições do setor, cujo volume de crédito está crescendo neste ano. De maio a julho, o valor das concessões de financiamentos com juros regulados – como os imobiliários – somou R$ 2,4 bilhões, alta de 24% em relação ao trimestre anterior (fevereiro a abril).

(Agência Brasil)

Justiça Federal no Ceará realiza até esta sexta-feira conciliações de contratos habitacionais

A Justiça Federal no Ceará (JFCE) e a Caixa Econômica Federal (CEF) encerram nesta sexta-feira (22) o mutirão de conciliação de contratos habitacionais, edifício-sede da JFCE, no Centro. Ao todo, foram enviados convites a 2.613 contratantes, com intuito de negociar pendências e evitar o início de ações judiciais, uma vez que essas conciliações têm natureza pré-processual.

As propostas de acordo podem dispensar multas e juros, de todo o período em atraso, permitindo também o parcelamento dos valores. Além disso, o FGTS pode ser utilizado para quitar até 80% do valor das prestações pendentes. Por dia, estima-se que as equipes de conciliação da JFCE e CEF façam mais de 500 audiências de conciliação.

Os cidadãos que estiverem em situação semelhante podem procurar uma agência da Caixa para solicitar participação nas conciliações.

(JFCE)

Prefeito RC vai apresentar Programa de Habitação para Servidores de Fortaleza

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai apresentar, às 15 horas desta terça-feira, na Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão, o Programa de Habitação para Servidores do Município de Fortaleza

A apresentação ocorrerá durante reunião com representantes de sindicatos, que conhecerão os primeiros empreendimentos escolhidos, o perfil definido para os candidatos e as regras para participação.

(Foto – Divulgação)

 

Prefeito Roberto Cláudio: Da China para o Ginásio

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) já retornou da China. Foi no fim da noite dessa quinta-feira, após contatos com investidores e participação em seminário da FGV e Universidade de Pequim, entre outras reuniões.

Nesta manhã de terça-feira, às 9 horas, o prefeito já cumprirá agenda. Vai estar na entrega de 2.960 unidades da segunda etapa do Residencial Alameda das Palmeiras, conjunto habitacional localizado no bairro Ancuri (Regional VI). O ato ocorrerá no Ginásio Paulo Sarasate. Na oportunidade, os contemplados pelo sorteio do Programa Minha Casa, Minha Vida, realizado 27 de junho de 2016, saberão em que bloco e em que apartamento vão morar.

O processo é feito por meio de um programa desenvolvido pelo Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) e operacionalizado pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), que sorteia os apartamentos conforme os grupos de prioridade.

(Foto – Paulo MOska)

 

Câmara Municipal debaterá o Plano de Habitação e Interesse Social da Capital

A Câmara Municipal realizará segunda-feira, a partir das 14 horas, audiência pública para discutir as novas perspectivas e propostas para o Plano Municipal de Habitação de Interesse Social da Capital. A iniciativa é da vereadora Eliana Gomes (PCdoB), que convidou órgãos municipais, estaduais e federais, bem como segmentos da sociedade civil.

“É preciso avaliar novas propostas para enfrentar o déficit habitacional de Fortaleza, que ainda é grande, apesar de o Governo Federal, nos tempos de Lula e Dilma, ter atuado com o programa Minha Casa Minha Vida, que neste momento sofre desmonte no governo Temer”, explica Eliana Gomes.

A audiência debaterá questões como o Cartão Reforma, novo programa Federal; o avanço das propostas de política municipal de Regularização Fundiária, da qual Eliana é uma das autoras; aluguel social; equipamentos sociais e infraestrutura de residenciais do Minha Casa, Minha Vida e Conjuntos Habitacionais; políticas de cessão de terrenos para fins de mutirão; sorteio de unidades habitacionais na Capital; avanço de obras de habitação; e Zonas Especiais de Interesse Social (Zeis).

Camilo define como “crime” cortes no Bolsa Família

“Para mim, isso é um crime. Quem deve pagar a conta da má administração do País não são os mais pobres, mais humildes. E infelizmente é o que está acontecendo, ainda mais quando o desemprego aumentou, quando a situação econômica está complicada”, disse, nesta segunda-feira, o governador Camilo Santana (PT), ao ser indagado sobre cortes no programa Bolsa Família.

Os estados brasileiros sofrem cortes contínuos desde março último. Nesse período, o Ceará já soma 70 mil famílias retiradas do Bolsa Família. No país, o corte atingiu 41.691 famílias do programa, o que foi a maior redução de beneficiados da história do programa.

Camilo deu essa declaração após a entrega da primeira etapa do Residencial José Euclides Ferreira Gomes, situado no bairro Jangurussu. Ali, ele entregou, na companhia do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e do vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal, Nelson Sousa, o equipamento.

O residencial acolherá, inicialmente, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), 1.488 famílias oriundas do entorno dos rios Maranguapinho e Cocó, áreas de impacto que atualmente recebem projetos de urbanização. Ainda neste ano, outras 1.504 famílias também serão contempladas com unidades habitacionais do residencial.

“Este empreendimento está bem localizado, com toda a infraestrutura necessária”, analisou o governador durante a cerimônia. Até agora, dentro do Plano Estadual de Habitação, mais de 40 mil unidades já foram entregues, somando as unidades da faixa 1 (que atende famílias com renda de até R$ 1.800 por mês), do SUB-50 (municípios com população de até 50 mil habitantes) e do Plano Nacional de Habitação Rural (PNHR), segundo o governo do Estado.

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) lembrou, ainda, que outros residenciais estão sendo levantados na região, como o Luiz Gonzaga (1.750 unidades) e o Alameda (cerca de 5 mil unidades). “Temos areninha, Escola de Tempo Integral, creches, posto de saúde, a duplicação da principal via de acesso – a avenida Valparaíso. Governo e Prefeitura fizeram chegar, juntos, uma infraestrutura em paralelo (à construção do residencial)”, disse o gestor municipal.

Já Nelson Sousa, vice de Habitação da Caixa Econômica Federal assegurou os investimentos para todas as obras contratadas.

Ciro Gomes

Durante o ato o pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), participou como convidado e representando a família. Isso, porque o residencial leva o nome do seu pai falecido, José Euclides.

(Fotos – Divulgação)

41 mil famílias são excluídas do Bolsa Família no Ceará

No Ceará, 41.691 famílias não contam mais com o benefício do programa Bolsa Família. O corte, feito no mês de julho, acompanhou a redução de outros 501 mil beneficiários em todo o País. É a maior redução de beneficiários da história do Bolsa Família.

A queda contínua do total de famílias cearenses atendidas pelo programa acontece desde março, somando quase 70 mil benefícios. O número atual de beneficiários no Estado, 965.342, é o menor da década, pela primeira vez no período abaixo de um milhão.

Fortaleza registrou o maior corte, de 12.252 famílias, seguida por Caucaia (2.260), Maracanaú (926) e Maranguape (722). Todos os 184 municípios tiveram redução.

O diretor institucional da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Expedito José do Nascimento, conta que soube do corte no início de julho. “Já começamos a prevenir alguns municípios. Quando eles cortam é de forma geral. Estão usando a questão de fazer um recadastramento e a partir daí, cortam”, explica.

Conforme Expedito, as famílias só sabem que não fazem mais parte do programa quando vão sacar o dinheiro. “Aí mandam ligar para a central do Bolsa Família e encaminham para a Prefeitura”, conta. Ele acrescenta que os municípios não têm como oferecer programas que possam suprir as necessidades das famílias. “No governo anterior (de Dilma Rousseff) também houve corte, mas tinha muitos critérios”.

Para o consultor econômico da Aprece, Irineu de Carvalho, o valor financeiro do corte executado em julho, de R$ 6 milhões, não afeta economicamente o Estado, mas impacta nas famílias. “No acumulado do período tem um peso diferente, afeta o comércio, além da questão social”.

Impacto

O professor do curso de Economia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fábio Maia Sobral, considera desastrosos os cortes. “Precisamos avaliar que estamos em uma época de desemprego. E mesmo sobre os que estão empregados, o Ceará tem, historicamente, um grande mercado informal”. O especialista destaca que, do ponto de vista econômico, os cortes representam “o abandono das periferias e do interior”. “O retorno da fome, da pobreza extrema, já foi sinalizado”.

Por nota, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) afirmou que o corte ocorreu porque as famílias não atendiam mais aos critérios de inserção do programa. Principalmente em relação à renda per capita familiar. A pasta destacou que a “condução desastrosa da política econômica brasileira e a irresponsabilidade fiscal do governo Dilma Rousseff (PT) ainda geram impacto na vida dos brasileiros sobretudo da parcela mais vulnerável da população”. Conforme o ministério, existem 551 famílias aguardando a concessão do benefício.

(O POVO – Repórter Sara Oliveira)

Ministério das Cidades vai entregar 1.400 casas no Bairro Ancuri

O Ministério das Cidades vai entregar, a partir das 9 horas desta segunda-feira, no bairro Ancuri, um total de 1.700 casas do Programa Minha Casa Minha Vida.

Isso é resultado de um investimento da ordem de R$ 207 milhões, informa o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (PMDB).

O senador garante que os recursos foram liberados sem qualquer conotação político-partidária e afirma que isso faz parte do esforço do governo federal e dos demais governos – estadual e municipal – para reduzir o alto déficit habitacional na Capital cearense.

Camilo, RC e TJCE vão entregar o papel da casa na Lagoa Redonda

O governador Camilo Santana (PT), o prefeito Roberto Cláudio (PDT), e o desembargador Paulo Airton Albuquerque – representando a presidência do Tribunal de Justiça, vão entregar, às 9 horas deste sábado, títulos de propriedade de imóvel para cerca de 600 famílias. O evento ocorrerá na Escola Municipal Isabel Ferreira, no bairro Lagoa Redonda.

A iniciativa integra o programa “Papel da Casa”, que oferece isenção do IPTU, ITBI e taxa da Companhia de Habitação do Ceará (Cohab), além da redução de 70% das custas cartorárias para residências construídas pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Lançado em 2013, o programa já beneficiou cerca de 5 mil famílias. A meta é regularizar mais de 22 mil imóveis.

SERVIÇO

*Escola Municipal Isabel Ferreira  – Rua Isabel Ferreira, 1000, Conjunto Curió – Bairro Lagoa Redonda.

(Foto – Arquivo)

Prefeito Roberto Cláudio retoma agenda após temporada nos EUA

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), retoma agenda nesta terça-feira, depois de participar de curso para gestores públicos nos EUA, quando atendeu a convite da Fundação Bloomberg e Universidade de Harvard.

Roberto Cláudio vai entregar, a partir das 18 horas, 310 Títulos de Regularização Fundiária aos moradores do Conjunto Palmeiras. A ação corresponde ao segundo lote de papel da casa entregue aos moradores do bairro.

O evento acontecerá no CSU do Conjunto Palmeiras e contará ainda com a presença do secretário municipal de Desenvolvimento Habitacional, Diogo Cruz.