Arquivos da categoria: História

A Charge do Clayton

Debate sobre Revolução Russa é atração nesta sexta-feira na Bienal do Livro

O acelerado progresso social e as transformações políticas provocados pela Revolução Russa serão debatidos na noite desta sexta-feira (21), a partir das 19h, na Sala Francisca Clotilde – Mezanino II, no Centro de Eventos do Ceará, na XII Bienal Internacional do Livro, durante o lançamento da obra “100 anos da Revolução Russa”.

Os debatedores serão os co-autores do livro, Ana Maria Prestes e Augusto Buonicore.

Há 225 anos morria o dentista, militar e ativista político Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes

“Campo de Concentração” em plena seca cearense vai ser preservado

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quarta-feira (19):

Uma boa iniciativa adotou o Ministério Público do Ceará (MPCE). Firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Prefeitura de Senador Pompeu para promover o tombamento de diversos pontos históricos do município, entre eles o Campo de Concentração do Patu.

De acordo com o promotor de justiça do Juizado Especial de Senador Pompeu, Geraldo Nunes, um inquérito civil público e um relatório técnico foram realizados pelo MPCE e concluíram: o tombamento do Campo de Concentração é uma medida para a defesa e preservação da memória cearense, por apresentar “inegável valor histórico-cultural”.

Um relatório do Iphan atesta que a área foi utilizada para instalação de um campo de concentração, em 1932, retendo cerca de 20 mil retirantes que viriam para Fortaleza na tentativa de fugir da seca.

Antigo campo de concentração em Senador Pompeu será preservado

Com o objetivo de proteger o patrimônio histórico-cultural de Senador Pompeu, o Ministério Público do Ceará firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Prefeitura daquela cidade a fim promover o tombamento de diversos pontos históricos do Município. Foram citados, no acordo, o sítio arquitetônico da “Barragem do Patu”, o tombamento da “Vila dos Ingleses”, do “Cemitério” e do “Campo de Concentração do Patu”, além do registro do bem imaterial da “Caminhada das Almas”. A informação é da assessoria de imprensa do MPCE.

Segundo o promotor de Justiça do Juizado Especial de Senador Pompeu, Geraldo Nunes Laprovitera Teixeira, um inquérito civil público e um relatório técnico foram realizados pelo MPCE e concluíram que o tombamento do “Campo de Concentração” é benefício para a defesa da cultura e história cearenses, por apresentar “inegável valor histórico-cultural”. O Município assinou o TAC e, em caso de descumprimento, será aplicada multa de cinco mil reais por mês.

Segundo relatório do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) a área foi utilizada para instalação de um campo de concentração em 1932, retendo retirantes que iam para Fortaleza na tentativa de fugir da seca. Segundo o documento, ainda existem sobreviventes que passaram pelo lugar. Dos sete campos de concentração existentes no Ceará, à época, o de Senador Pompeu foi o segundo maior, com uma população de 20 mil pessoas.

“Fato que demonstra esse forte elo [com a cidade] foi a construção de um cemitério simbólico localizado na área onde foram colocados os retirantes, com o objetivo de sagração das ‘almas das barragens’, que, inclusive, já tem incorporado a si uma manifestação ritualística: a procissão em louvor às santas almas da barragem, que ocorre no segundo domingo do mês de novembro, tendo como ponto de partida a Igreja Matriz e ponto de chegada o cemitério”, consta na ACP.

Outro momento histórico vinculado ao lugar, trata-se da construção da barragem do açude Patú, que representa o ideal de luta contra as secas no Nordeste, impetrado pela República Velha, quando foram construídos açudes e estradas com o objetivo de facilitar o acesso à água e a mantimentos pelo sertanejo.

“Dentro do quadro de ações, a Inspetoria Federal de Obras contra as Secas (IFOCAS), atual DNOCS, contratou a empresa inglesa Dwight P. Robinson e Co. para elaborar o projeto e acompanhar a construção da barragem do açude Patú. A empresa exigiu que fosse construída uma estrutura física para as pessoas que viriam trabalhar na área. O conjunto, iniciado em 1919 e que ficou conhecido como Vila dos Ingleses, não foi concluído, pois o projeto de construção do açude foi paralisado em 1923, por ordem do então Presidente da República, Artur Bernardes”, detalha o relatório do Iphan.

Há 53 anos, o então presidente João Goulart era deposto pelo Golpe Militar

Há 586 anos Joana D’Arc era formalmente acuasada de bruxaria

Sindiônibus inscreve para passeio histórico em comemoração ao aniversário de Fortaleza

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus) vai promover no domingo, 9 de abril, um passeio de ônibus por alguns pontos históricos da cidade. O evento integra as comemorações dos 291 anos da Capital cearense.

O passeio “Fortaleza – História em Movimento” conta com o apoio da Federação das Empresas de Transporte Rodoviários dos Estados do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans), e do Sest/Senat. Pelo terceiro ano consecutivo, o evento busca promover gratuitamente o acesso à cultura e à história da cidade para a população, informa a assessoria do Sindiônibus.

O passeio será realizado em dois ônibus articulados com ar-condicionado, terá capacidade para 200 pessoas e será monitorado pelo historiador e turismólogo Gerson Linhares. O tour passará por alguns pontos históricos de Fortaleza como o Passeio Público, Forte Nossa Senhora da Assunção, Marco Zero na Barra do Ceará, Museu do Transporte, Centro Histórico, Praça do Ferreira, Catedral, entre outros.

SERVIÇO

*As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas através do site http://www.sindionibus.com.br .

*No dia do evento, os participantes devem levar 1 kg de alimento não perecível. As vagas são limitadas.

Memorialista Nirez baterá papo sobre Fortaleza na Caixa Cultural

Histórias de Fortaleza dos primeiros anos do século passado, as transformações urbanísticas e arquitetônicas, personalidades alencarinas e muitos fatos pitorescos são lembrados pelo jornalista, historiógrafo, memorialista e colecionador Miguel Ângelo de Azevedo, o Nirez.

Neste sábado (25), às 16 horas, ele estará na CAIXA Cultural Fortaleza para falar sobre sua trajetória e sobre as raridades que estão na exposição “Arquivo Nirez”, que pode ser visitada no local.

O acesso à palestra e à exposição é gratuito.

Museu da Fotografia vai entrar na lista do Patrimônio Turístico de Fortaleza

O Museu da Fotografia de Fortaleza, inaugurado no último dia 11, no bairro Varjota, vai entrar na lista de Patrimônio Turístico da Cidade. Anunciou o secretário Alexandre Pereira, ao visitar o equipamento, nesta semana. O museu é resultado de um sonho e investimento do empresário Silvio Frota. O ato de reconhecimento deve acontecer até o próximo mês.

“O Museu tem sua importância cultural, histórica, turística e ainda social. O Sílvio desenvolveu um trabalho belíssimo, que vai levar a arte da fotografia até às comunidades carentes”, destaca o secretário do Turismo.

Acervo

O Museu reúne 440 obras das mais de 2 mil imagens colecionadas pelo empresário Sílvio Frota. São imagens de fotógrafos brasileiros e estrangeiros, que narram histórias de guerras mundiais, da Grande Depressão, da ditadura militar brasileira, dos conflitos que arruinaram a Síria e dos protestos de 2013, entre outras.

É o segundo equipamento de iniciativa privada, que será reconhecido como Patrimônio Turístico. No ano passado, o Espaço Cultural Unifor também foi reconhecido e incluído na promoção do destino Fortaleza.

(Foto =- Divulgação)

Fortaleza ganhará Museu da Fotografia

Soldado Vanderlei Vignoli foi agredido por grupo ao tentar evitar pichação no prédio do Tribunal de Justiça. (Foto: Drago/Selva SP)

Fortaleza ganhará nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, o Museu da Fotografia. Trata-se de um projeto do empresário Silvio Frota, que colocará à disposição seu acervo com mais de duas mil imagens que contam sobre manifestações sociais, políticas, religiosas e artísticas. O governador Camilo Santana e o prefeito Roberto Cláudio participarão do ato.

Sediado onde funcionava uma das sedes do Ibeu, o equipamento de 2,5 mil m² abriga três andares de exposição mais auditório para cursos e palestras, e espaço para eventos. A visita pública só ocorrerá a partir deste sábado.

Para Silvio Frota, abrir um museu de fotografia – o segundo do Brasil, o primeiro é em Curitiba – é uma forma de valorizar uma linguagem que vem sendo explorada à exaustão. “Todo mundo hoje é fotógrafo, quer conhecer quais são as fotos icônicas no mundo. Montamos o museu para dar acesso às pessoas a essa coleção e a obras que poucas pessoas no mundo veem”, explica o empresário.

SERVIÇO

*Museu da Fotografia – Rua Frederico Borges, 545 – Varjota

*Funcionamento: de quarta a sábado, das 12 às 17 horas. No primeiro mês, de quarta a domingo.

*Mais Informações – (85) 3017 3661.

Para conhecer um pouco da saga do povo sírio que foge da guerra

A jornalista Isabel Filgueiras lançará, às 19 horas do próximo dia 23, no Espaço O POVO de Cultura & Arte, o livro “Recortes da diáspora síria”.

Na publicação, da Editora Dummar, Isabel narra muitos dos desafios do povo sírio ao deixar o País após a guerra.

(Foto – Paulo  MOska)

Casa de Taipa do Sítio Fundão será reinaugurada

A Casa de Taipa do Parque Estadual do Sítio Fundão, no Crato (Região do Cariri), foi totalmente restaurada e será entregue, nesta quarta-feira, pelo titular da Secretaria do Meio Ambiente do Estado, Artur Bruno.  A casa sede foi construída na década de 1950 por Jefferson da Franca Alencar, antigo proprietário do Sítio Fundão.

A edificação de barro batido e madeira, comum no Nordeste, com um primeiro andar, é a única casa do Brasil registrada neste modelo de construção.

A obra, iniciada em novembro de 2016, foi orçada em aproximadamente R$ 100 mil, por meio de compensação ambiental, e contemplou, além da restauração, a instalação de rampas de acesso e a criação um Centro de Visitantes, que funcionará como núcleo de sensibilização e educação ambiental, oferecendo lazer e serviços.

Reforma

Os laudos atestavam que a casa estava em estado precário. Devido ao problema, foi realizado o destelhamento completo, protegendo as telhas para limpeza e retelhamento posterior. As peças danificadas foram substituídas por similares da região. Toda a estrutura de ripamento do madeiramento, inclusive o de bambu, foi reconstruída, com a mesma forma e material originalmente empregado.

O piso recebeu reparos pontuais com substituição de peças da tijoleira, enquanto as paredes que possuíam deformações, fissuras e trincas, foram completamente recompostas.

(Foto – Divulgação)

Tombamento do prédio do Colégio Cearense será aprovado nesta quarta-feira

O tombamento definitivo, em termos estaduais, do prédio do Colégio Cearense, situado na Avenida Duque de Caxias, 101, Centro de Fortaleza, poderá ser aprovado nesta quarta-feira. O Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio (Coepa) fará reunião, a partir das 9 horas, no próprio prédio.

Nessa ocasião, a Coordenadoria de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (Cophac), da Secretaria da Cultura do Estado, vai apresentar ao Coepa o parecer para tombamento definitivo do estabelecimento. Atualmente funciona no local o Centro Universitário Estácio do Ceará – Campus Centro.

Caso aprovado o tombamento definitivo, o conjunto arquitetônico do Colégio Marista Cearense, que teve suas obras iniciadas em 1910, deverá ter realizada pelo Governo sua inscrição no Livro de Tombo Histórico e Etnográfico, conforme Art 9º-a, da Lei Estadual Nº 13.465 de 05 de maio de 2004.

Há 311 anos nascia o escritor, estadista e inventor norte-americano Benjamin Franklin

frases Benjamin Franklin