Arquivos da categoria: Política

Temer se reúne com Rodrigo Maia e aliados na residência oficial da Câmara

O presidente Michel Temer se reuniu neste domingo (19) com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em Brasília. A reunião foi realizada na residência oficial de Maia e durou cerca de duas horas. Foi o segundo encontro entre Temer e o presidente da Câmara neste fim de semana. Ontem (18), no Palácio da Alvorada, os dois conversaram sobre a reforma da Previdência e a pauta de votações da Câmara para os próximos dias.

A pauta da reunião deste domingo não foi divulgada oficialmente. O encontro ocorre na semana na qual Temer pretende definir o sucessor do ex-ministro das Cidades Bruno Araújo, que pediu exoneração na última segunda-feira (13), e reunir votos de aliados para aprovar a reforma da Previdência.

Além do presidente, participaram do encontro o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e líderes dos partidos aliados na Casa.

(Agência Brasil)

“Não vai ser difícil ganhar as eleições presidenciais de 2018”, diz Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou neste domingo, 19, que “não vai ser difícil” ganhar as eleições presidenciais de 2018, mas defendeu uma mudança de estratégia dos partidos de esquerda para barrar as propostas do governo Michel Temer no Congresso. Ele avaliou que a oposição está fragilizada e lamentou que não tenha conseguido barrar o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e propostas que, na sua avaliação, representam um retrocesso com relação aos avanços das gestões petistas, como a reforma trabalhista.

“Éramos contra reforma trabalhista, e ela aconteceu, éramos contra a Previdência, e se não tomarmos cuidado, vai acontecer”, disse o petista, ao discursar no Congresso do PCdoB. Lula afirmou que o governo Michel Temer é “fraco” e, por isso, se submete “aos interesses do mercado”. “Nenhum presidente fraco é respeitado.” “Os congressistas que estão votando pelo desmonte não têm compromisso conosco. Nunca vi tanto deputado reacionário, tanto troglodita, e se não tomarmos cuidado vai piorar na próxima eleição”, disse.

Ele declarou que é preciso evitar a aprovação da reforma da Previdência, que “está acontecendo concomitantemente com o desmonte da Petrobras”. “Não tenho mais idade de ficar criando movimento ‘fora Temer’ e ele estar dentro, de ficar gritando não vai ter golpe e ter golpe. Vamos ter que parar de gritar e evitar que isso aconteça mesmo. Isso não pode continuar acontecendo debaixo da nossa barba.” Segundo ele, estão querendo desmontar a Petrobras porque “eles não são políticos, são usurpadores.” E continuou: “Eles não têm compromisso com o povo brasileiro, querem fazer o desmonte, destruir o BNDES, a Eletrobras, a Caixa, desmontar a cidadania.”

No discurso, Lula disse que, se não fosse pela sua teimosia e a do PT, não teria chegado à Presidência da República. E que provou que era possível a esquerda transformar este País, citando melhorias em salário, educação e na própria inserção do Brasil no exterior. “Deixamos de falar ‘fino’ com os Estados Unidos.” “Tiramos o País do mapa da fome.” E lamentou que o sonho que a gestão petista sonhou “infelizmente está sendo aos poucos desmontado”. “Estava tudo preparado para o Brasil se tornar a 5ª economia do mundo.”

Lula fez um discurso pela unificação da esquerda no País e de incentivo à candidatura da deputada estadual gaúcha Manuela D’Ávila à presidência da República, durante congresso do PCdoB realizado neste domingo. Ele chegou ao evento por volta do meio-dia, acompanhado da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e sentou ao lado da pré-candidata e do governador Flávio Dino (MA), ambos do PCdoB. Ele destacou que a candidatura de Manuela não deixa “rusgas” na relação do PT com o PCdoB.

“Manuela, mesmo quando a gente faz uma campanha que a gente não ganha, se a gente fizer uma campanha ideologicamente bem feita, bem organizada, e a militância for para a rua, quero dizer que vale a pena ser candidato. Da minha parte, a única coisa que vão estranhar daqui para frente é um belo dia eu aparecer em algum dos comícios da Manuela.”

Ele disse que apoia que outros partidos também lancem candidatos, mas rejeitou a tese de que Geraldo Alckmin (PSDB) seria um candidato de centro. “Não podem dizer que Lula é de extrema esquerda, que Jair Bolsonaro é de extrema direita, e que é preciso achar o caminho do meio. Quem convive com Bolsonaro sabe quem ele é, que é mais do que extrema direita, mas ele também tem direito de ser candidato.”

Lula disse ainda que somente partidos com legado terão chance de vencer a próxima eleição presidencial, e lembrou que PT e PCdoB construíram um forte legado nos últimos 30 anos, desde a campanha presidencial de 1989, citando conquistas do seu governo. “Por isso temos que governar o País sem querer ser governante, a gente tem que ouvir o povo, o povo sabe, nós só temos que ter coragem de perguntar.” Ele defendeu ainda a regulação dos meios de comunicação e distribuição de riquezas. “Quero meios de comunicação onde todos possam se manifestar.”

(Agência Estado)

MP do Rio pede anulação de sessão da Alerj que revogou prisão de deputados

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) protocolou eletronicamente na Justiça, nesse sábado (18), um mandado de segurança pedindo a anulação da votação da sexta-feira (17) da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Na sessão, foi revogada a prisão dos deputados estaduais Jorge Picciani (presidente da Alerj), Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB.

Os três deputados se entregaram à Polícia Federal (PF) na quinta-feira (16), após serem indiciados na Operação Cadeia Velha, que investiga o uso dos cargos públicos para corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, em combinação com as empresas de ônibus.

No pedido divulgado hoje (19), o MP alega que o presidente em exercício da Alerj durante a sessão, deputado Wagner Montes (PRB), e a mesa diretora ignoraram a liminar que determinava que a sessão fosse aberta para todos os cidadãos. O requerimento à Justiça pede a realização de uma nova sessão, que repita a votação, permitindo o acesso às galerias.

Ao vedar o acesso dos cidadãos às galerias da Assembleia, o MP entende que os deputados “camuflaram” a sessão pública e, assim, desrespeitaram “os princípios mais basilares do Estado Democrático de Direito”. O MP classificou os atos praticados pelo presidente em exercício da Alerj de arbitrários e ilegais, segundo a nota divulgada por sua assessoria.

Picciani comunicou hoje que vai se licenciar de suas atividades parlamentares a partir de terça-feira (21) para se dedicar à sua defesa e do seu filho, Felipe Picciani, que permanece preso em consequência da Operação Cadeia Velha. A empresa, gerenciada por seu filho e comandada pela família Picciani há 33 anos, teve a conta bloqueada como parte da operação.

O presidente da Alerj também informou que aguarda “com serenidade” movimentos que possam levar a um possível pedido de seu afastamento do mandato, bem como o de Paulo Melo e Edson Albertassi. Caso o pedido se concretize, Picciani afirma que pretende recorrer.

A Alerj esclareceu que a licença de Jorge Picciani não será remunerada e que tem prazo máximo para a licença contínua é de 120 dias. Se passar desse prazo, a vaga de deputado deve ser ocupada pelo suplente. Enquanto estiver de licença, Picciani fica afastado também do cargo de presidente e de suas funções administrativas.

(Agência Brasil)

Um Milagre de Natal em pleno Centro de Fortaleza?

Prossegue, neste fim de tarde, na Praça do Ferreira, a programação do Natal de Luz. O evento é uma realização da Ação Novo Centro e conta, como ocorre todos os anos, com o coral infantil entoando belas canções natalinas da sacada de edifícios históricos da cidade.

De sexta-feira, quando da abertura do Natal de Luz, até agora, não se observou mais a presença dos moradores de rua, aquela turma que, com colchões velhos, transformava a Praça do Ferreira num dormitório a céu aberto.

A Prefeitura diz que conseguiu remover boa parte para seus abrigos, internar alguns que precisavam de apoio e convencer outros a voltar para o convívio da família. Ou seja, fez em poucas semanas, o que não conseguiu há muito tempo. Devemos atribuir isso, quem sabe, a um milagre de Natal.

O que Geddel vai dizer sobre os R$ 51 milhões encontrados em apartamento?

O ex-ministro Geddel Vieira Lima já tem uma linha mestra para defender o indefensável: vai dizer à Justiça que os R$ 51 milhões encontrados num apartamento de Salvador (BA)não eram só dele, mas do partido também.

A informação é do colunista Lauro Jardim, do O Globo.

Deputada quer criar a Ouvidoria Especial das Crianças e Adolescentes

Tramita, na Assembleia Legislativa, um projeto de lei de autoria da deputada estadual Aderlânia Noronha (SD) instituindo a Ouvidoria Especial das Crianças e Adolescentes. De acordo com o projeto, a Ouvidoria terá a função de receber queixas, orientar e registrar as denúncias e encaminhar imediatamente as informações ao Conselho Tutelar ou às Prefeituras. Também deverá acompanhar as providências adotadas e informá-las aos denunciantes.

A parlamentar estipulou ainda que a Ouvidoria terá que publicar na internet, trimestralmente, estatísticas sobre este tipo de atendimento, resguardando o sigilo na identificação dos denunciantes e das vítimas.

O órgão especial funcionará ininterruptamente, durante as 24 horas, inclusive aos sábados, domingos e feriados, via rede mundial de computadores e através dos meios de comunicação tradicionais, atendendo as vítimas, crianças e adolescentes em situação de abandono ou abuso, bem como pessoas que delas tenham conhecimento.

“A violência, o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes são considerados problemas de saúde pública grave, devido aos elevados índices de incidência e suas consequências para o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social da vítima e de sua família. Uma mensagem eletrônica ou mesmo um telefonema à Ouvidoria da Criança e do Adolescente poderá salvar a vida de um menor em situação de risco”, explica Aderlânia Noronha.

Casos de violência

De acordo com registros da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), 1.047 crianças e adolescentes foram vítimas de crimes sexuais, no Ceará, no período de janeiro a setembro deste ano. Entre as vítimas, 559 são crianças (têm entre zero e 11 anos de idade) e 488, adolescentes (entre 12 e 17 anos). O sexo feminino é o principal alvo dos criminosos sexuais, com 451 crianças e 445 adolescentes entre as vítimas. Enquanto 108 crianças e 43 adolescentes do sexo masculino sofreram crimes sexuais.

DETALHE – Na próxima quinta-feira, 23, às 14 horas, na Assembleia Legislativa, haverá audiência pública para o “Lançamento das Diretrizes Nacionais para o Atendimento a Crianças e Adolescentes em Situação de Rua.”

(Foto – ALCE)

A Praça do Ferreira e os moradores de rua

Editorial do O POVO neste domingo (19) aponta que se a ocupação da praça não pode continuar, a simples expulsão do local das pessoas em situação de rua também é inaceitável. Confira:

As crises econômicas costumam atingir com mais violência os setores empobrecidos da sociedade, e não foi diferente com os problemas enfrentados pelo Brasil no último período. Uma das graves consequências foi o aumento da população morando nas ruas; ou pela perda de emprego ou por falhas na rede de proteção social.

Esse fenômeno, em Fortaleza, fica mais evidente no Centro da Cidade, mais especificamente na Praça do Ferreira, que se tornou um dormitório a céu aberto, com todas as nefastas consequências daí decorrentes. Famílias inteiras estão alojadas ali, incluindo as crianças, expostas a todos os tipos de risco – e sem nenhum atendimento propício a tirá-las dessa situação miserável.

Por óbvio, o drama maior é das pessoas, expostas à intempérie, sem um teto debaixo do qual possam viver com dignidade, mas é preciso reconhecer que o problema também passa a perturbar os frequentadores do local. E muitos desses, sem entender o contexto do problema, passam a culpar as vítimas – os moradores de rua – pela circunstância na qual se encontram.

Se é razoável afirmar que esse estado de coisas não pode perdurar, também seria inaceitável resolver o problema simplesmente com a expulsão dessas pessoas da praça, sem propiciar-lhes alternativa capaz de resgatar-lhes a dignidade.

O arrazoado vem a propósito de uma suposta tentativa da Prefeitura em remover os moradores de rua da Praça do Ferreira, o que foi negado pelo prefeito Roberto Cláudio, classificando a ocorrência como “mal-entendido”. O deslocamento da polícia e da Guarda Municipal ao local, no dia 12/11, teria sido parte de uma investigação para prender traficantes.

O prefeito lembrou que está sendo construído um abrigo no Centro, capaz de atender 250 pessoas, cuja obra estará pronta em março do próximo ano. Comprometeu-se também a entregar, no próximo mês, um novo Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas.

Destaquem-se ainda as palavras do prefeito reconhecendo ser incorreto apenas retirar as pessoas da praça, pois elas “continuarão com os mesmos problemas, indo para outro lugar”. Porém, para quem está em situação de rua, os problemas teriam de ser solucionados com mais urgência, mesmo porque se arrastam há muito tempo.

Shopping Benfica ganhará homenagem da Câmara Municipal por seus 18 anos de mercado

João Soares é o controlador do shopping.

A Câmara Municipal de Fortaleza vai realizar, no próximo dia 23, a partir das 19 horas, uma sessão solene para comemorar os 18 anos do Shopping Benfica.

A iniciativa é do vereador Michel Lins (PPS) e contou com o apoio de todos os demais vereadores que reconhecem o shopping como importante equipamento não só comercial, mas também de difusão da cultura na Capital.

O Shopping Benfica é conhecido por abrir seus espaços para exposições e festivais de quadrilha junina e músicas carnavalescas, além de ter o componente da responsabilidade social em uma série de programas e parcerias.

Chile em clima de eleições neste domingo

O Chile está realizando neste domingo (19) a sétima eleição presidencial desde o retorno da democracia, em 1990, e a primeira em que a coalização de centro-esquerda – que elegeu a presidente Michelle Bachelet – enfrenta dividida. A fragmentação favoreceu o empresário bilionário, Sebastián Piñera, de centro-direita, que governou o pais de 2010 a 2014. Dos oito candidatos à sucessão, ele é o favorito nas pesquisas de opinião.

Na ultima pesquisa publicada pelo do instituto Cadem, Piñera teria 45% da intenção de voto – o dobro dos 23% obtidos pelo segundo colocado, o senador Alejandro Guillier, candidato de Bachelet. Além de Guillier, três outros candidatos representam a antiga coalizão de centro-esquerda Concertación (que em português significa pacto), que foi rebatizada de Nova Maioria em 2013. Desde o fim da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990),  ela elegeu todos os governos, com exceção de um: o do próprio Piñera.

A terceira colocada nas pesquisas de opinião é a jornalista Beatriz Sanchez, com 14% das intenções de voto. Não fosse o racha, ela estaria na mesma coligação de centro-esquerda que Guillier. Mas a queda na popularidade de Bachelet contribuiu para a divisão.

Bachelet, que concluiu seu primeiro mandato em 2010 com um índice de aprovação de 80%, deixará o governo em março e conta atualmente com 32% de popularidade. Uma das razões foi o desempenho da economia, que foi afetada pela queda do preço do cobre, principal produto de exportação chileno.

A presidente – que foi eleita pela revista Forbes como a quarta mulher mais poderosa do mundo – legalizou o casamento gay (num pais onde ser homossexual era crime até 1999) e o aborto (em casos de estupro, risco de morte da mãe e inviabilidade do feto). Ela promoveu uma reforma educativa, para ampliar o acesso gratuito a colégios e universidades, e uma reforma tributária, que aumentou os impostos as grandes empresas.

(Agência Brasil)

Evandro Leitão saúda a conquista do time do Ceará

O ex-presidente do Ceará Sporting Club, o deputado estadual Evandro Leitão (PDT), gravou mensagem comemorando o acesso do alvinegro à 1ª Divisão do Campeonato Brasileiro.

Para ele, uma conquista de todos que amam e fazem o time do Ceará.

DETALHE – O Ceará vai desembarcar, por volta das 16h30min, pelo antigo terminal do Aeroporto Internacional Pinto Martins, o que, claro, evitará transtornos para as operações do novo terminal. A torcida promete muita festa.

Bolsonaro já propôs matar FHC e mais 30 mil brasileiros

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (19):

Na última quinta-feira, em palestra nos EUA, FHC reconheceu a possibilidade de o Brasil repetir a experiência italiana depois da Operação Mãos Limpas e eleger um presidente de direita similar a Silvio Berlusconi, na esteira da Lava Jato. Na verdade, seria muito pior, pois reconheceu que a direita a que se refere é formada por “pessoas perigosas”.

FHC prosseguiu: “Um dos candidatos propôs me matar quando eu estava na Presidência. Na época, eu não prestei atenção. Mas hoje eu tenho medo, porque agora ele tem poder, ainda não, ele tem a possibilidade do poder”.

De fato, em entrevista à TV Bandeirantes, em 1999, Bolsonaro afirmou que seria impossível realizar mudanças no Brasil por meio do voto. “Você só vai mudar, infelizmente, quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro. E fazendo um trabalho que o regime militar não fez. Matando 30 mil, e começando por FHC”.

O candidato extremista já teria sido flagrado, outras vezes, repetindo essa possibilidade de correr sangue, se houver resistências às suas medidas autoritárias – segundo apontam observadores nacionais e estrangeiros. As manifestações que o acompanham têm sido comparadas às da ascensão dos nazistas.

O lema de sua campanha é: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”. É o mesmo dístico dos nazistas: “Alemanha acima de tudo” (Deutschland über alles), só que acrescido da referência a Deus para atrair setores conservadores evangélicos. Sabemos em que deu isso.

FPM – Prefeituras receberão mais de R$ 600 milhões nesta segunda-feira

As Prefeituras vão receber, nesta segunda-feira (20), o repasse do segundo decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O montante transferido será de R$ 602.119.486,82, já descontada a dedução do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) dá a informação adiantando que, em valores brutos, isto é, incluindo a dedução do Fundeb, o valor é de R$ 752.649.358,53.

De acordo com um levantamento feito com base em repasses anteriores do FPM, o segundo decêndio de novembro de 2017, comparado com mesmo período de 2016, apresentou queda de 7,23% em termos nominais, ou seja, levando em conta os valores sem considerar os efeitos da inflação. Por sua vez, o montante apresenta crescimento de 3,54% em comparação ao ano anterior quando são somados os dois decêndios.

Já o valor real do repasse do segundo decêndio de novembro em relação ao mesmo decêndio de 2016 representa queda de 9,51% quando são consideradas as consequências da inflação. Entretanto, o acumulado dos dois decêndios apontou crescimento de 1% em relação ao ano anterior.

Acusação de delator contra Globo repercute no Planalto

Temer estaria rindo à toa

A delação de Alejandro Buzarco em Nova York (EUA) sobre o Caso Fifa teve repercussões no Palácio do Planalto, informa a Coluna Radar, da Veja Online.

O governo ficou particularmente interessado nas acusações de que a Globo pagou propina pelos direitos de transmissão de jogos de futebol.

Há quem defenda importar o caso, talvez com uma CPI.

Lei do Silêncio deverá ser sancionada na quarta-feira, no Dia do Músico

A nova Lei do Silêncio no município de Fortaleza deverá ser sancionada pelo prefeito Roberto Cláudio na quarta-feira (22), quando o país comemora o Dia do Músico. Aprovada na terça-feira (14), a nova lei visa adequar o crescimento da cidade com a expansão cultural.

De acordo com o propositor da matéria, vereador Eron Moreira (PP), a lei ainda continua respeitando o cidadão e agora também passa a dar mais direitos e oportunidades para que músicos exerçam sua profissão.

“Tinha muito equipamento, instrumento de trabalho apreendido. E os instrumentos são o ganha pão dessas pessoas, que colocam comida em suas mesas através da música. O que fazemos hoje é contemplar essa justa demanda da sociedade”, ressaltou Eron Moreira, que presidiu a comissão que debateu as propostas da nova lei.

Reforma Tributária -MP sobre tema deve movimentar a semana do Congresso

A MP 808/2017, que fez ajustes na reforma trabalhista (Lei 13.467/2017), promete ser um dos temas dominantes da agenda do Congresso nos próximos dias. Editada na última terça-feira (14), uma véspera de feriado, ela deve começar a ser debatida na sessão não deliberativa do Senado agendada para segunda-feira (20), às 14 horas.

O prazo de recebimento de emendas perante a Comissão Mista que vai apreciar a MP se encerra nesta terça-feira (21). A oposição já anunciou que vai apresentar grande número de emendas.

A medida provisória era parte de um acordo proposto pelo governo para que a reforma fosse aprovada no Senado sem alterações – evitando, assim, que retornasse à Câmara e acelerando sua sanção. Os pontos mais polêmicos da reforma seriam ajustados pela MP.

(Com Agências)

Comissão aprova redução de IPI a consumidor que entregar carro antigo para desmanche

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados aprovou proposta que reduz em 60% o Imposto de Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre veículos automotores novos, incluindo carros, caminhões, motocicletas, tratores e colheitadeiras.

Para ter acesso ao benefício fiscal, o comprador será obrigado a entregar ao Detran local outro veículo similar com mais de 15 anos de registro de fabricação, para fins de desmanche.

O texto aprovado é um substitutivo do deputado Mauro Pereira (PMDB-RS) ao Projeto de Lei 6167/16, do deputado Nelson Padovani (PSDB-PR).

A redação original da proposta condicionava o desconto à troca de veículos com mais de 17 anos, que deveriam ser entregues à concessionária pelo comprador.

Pela versão aprovada, o veículo terá seu registro baixado junto ao Departamento de Trânsito, não podendo ser vendido a um terceiro. Após a baixa no sistema, o carro será considerado “sucata” e deverá ser destinado à reciclagem industrial no prazo máximo de 90 dias.

Pereira acredita que o incentivo fiscal vai resultar em aumento da demanda por veículos novos, “proporcionando um resultado altamente positivo, compensando com sobras a redução de arrecadação de IPI com o aumento da arrecadação de IPVA e a retomada do crescimento da indústria automobilística e dos empregos”.

Caberá ao Departamento de Trânsito a armazenagem dos veículos envolvidos na negociação.

O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Viação e Transportes; de Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Agência Câmara Notícias)

Ajuste não pode degradar a vida dos mais pobres

Editorial do O POVO deste sábado (18) aponta que é preciso criar uma rede social para acudir os mais frágeis, pois, desde junho, quando a Petrobras mudou a política de preços, o botijão de gás de cozinha subiu 54%, derivado mais utilizado pela classe mais pobre. Confira:

Pode-se afirmar, com bom grau de segurança, que há consenso na sociedade de que são necessários ajustes nas contas públicas para que o País possa encontrar o caminho do desenvolvimento seguro. Porém esse ajuste não pode degradar as condições da vida dos setores mais pobres e desprotegidos da sociedade, que dependem, essencialmente, dos serviços públicos – e não têm como suportar reajustes de preços em produtos básicos à sobrevivência.

De alguns meses para cá, a degradação desse segmento mais vulnerável pode ser observada nas ruas de Fortaleza, quando se nota o aumento de pedintes, inclusive famílias inteiras ao abandono nas calçadas e ruas.

Um exemplo de como a situação piora para o setor social mais pobre é o aumento do preço do gás de cozinha. Desde junho, quando a Petrobras mudou a política de preços, o botijão de gás subiu 54%, custando hoje, em média, R$ 75.

Reportagem publicada no portal Uol (16/11/2017) mostra a situação dramática de famílias da periferia de Maceió, que não podem mais comprar o gás, apelando para o fogão a lenha. O chefe de uma dessas famílias diz que seu dilema é comprar comida ou o gás. E que a situação é tão difícil que até madeira está faltando no lugar onde mora. A mesma circunstância se repete aos milhares, em qualquer cidade brasileira.

E a situação tende a se complicar mais ainda: depois de uma inflação relativamente baixa, de 2% nos últimos 12 meses, para as famílias com renda abaixo de R$ 900 por mês, o preço dos alimentos voltará a pressionar as taxas inflacionárias, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Os alimentos representam 29% da cesta de consumo dos mais pobres, sendo de apenas 9% entre as pessoas com renda acima de R$ 9 mil. Nos últimos 11 anos, pressionada pelos alimentos, a alta da inflação dos mais pobres acumulou 102%, bem superior à registrada na faixa de renda mais alta, de 86%.

É preciso, portanto, criar uma rede social para acudir os mais frágeis, ao mesmo tempo em que se busca tributação mais equânime. Não seriam medidas simples e baratas, porém efetivas como essas, que prejudicariam um necessário plano de ajuste econômico.

Camilo-Eunício: A aliança já aconteceu

Da Coluna Política, no O POVO deste sábado (18), pelo jornalista Érico Firmo:

Quando Cid Gomes (PDT) falou pela primeira vez sobre a possibilidade de seu grupo retomar aliança com Eunício Oliveira (PMDB), deu a senha de como isso poderia acontecer: “Não vou dizer que sim nem que não, mas se tiver de acontecer, eu acho que essa coisa tem de ser conversada e tem de ser construída. Como é que um dia desses aí a gente estava falando uma coisa e no dia seguinte a gente muda completamente de opinião? Eu acho que não pode ser assim, tem de haver aí um processo de compartilhamento de informações”.

A frase foi publicada no O POVO de 18 de setembro. Ontem, foi oferecido um dos sinais mais contundentes de que isto já está em curso. A construção está a todo vapor.

Quer ver o quanto avançou a construção da aliança? Veja esta foto:

 

Foi em 7 de março deste ano. Naquele dia, Eunício recebeu Camilo pela primeira vez em audiência no Senado. Foi o primeiro encontro entre os dois desde o quiprocó que marcou a eleição de 2014.

Agora, veja esta outra foto, de ontem:

Entendeu o que mudou em oito meses na relação entre senador e governador? Percebeu o resultado da construção de que fala Cid?