Arquivos da categoria: Transportes

Sest/Senat e Fetrans promoverão ações de saúde para profissionais do transporte coletivo

O Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte de Fortaleza (SEST/SENAT) e a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans) vão promover nesta quarta-feira, das 8 às 18 horas, uma série de ações de caráter educativo e multidisciplinar junto aos trabalhadores do setor.

As ações, que acontecerão na sede do SEST/SENAT Fortaleza, integram o Projeto Transportando Saúde nas Cidades – Orientações e Cuidados. Os profissionais serão contemplados com serviços das diversas áreas de saúde da entidade. A Odontologia fará aplicação de flúor e orientações sobre higiene bucal com distribuição de kit de higiene bucal. A Fisioterapia realizará aulas de alongamento e orientará sobre boa postura corporal. A Nutrição promoverá assistência nutricional e consultas iniciais, além de cálculo de IMC, palestra e dicas de alimentação saudável com distribuição de kit´s lanches. E a Psicologia fará palestra e dará orientações sobre o combate e prevenção ao uso de álcool, drogas e equivalentes.

Pesquisa

De acordo com pesquisa realizada pela CNT em março deste ano, quando foram entrevistados 1.055 motoristas de ônibus urbanos, 55,5% deles disseram procurar profissionais de saúde de forma preventiva, sendo que 83,9% informam que realizam exames preventivos pelo menos uma vez por ano. Em relação à saúde, 70, 2% estão acima do peso, o que pode estar relacionado com suas rotinas alimentares e de exercícios como: 14,7% não têm local certo para fazer as refeições e 46,9% alimentam-se em casa; 38,6% não realizam exercícios físicos atualmente, 13% nunca praticaram e apenas 27,3 % praticam atividades físicas em três dias ou mais da semana.

Um dos principais objetivos do Projeto Transportando Saúde nas Cidades é mudar esses números, fazendo com que os profissionais voltem mais sua atenção para os cuidados com sua saúde, pois profissionais com boa qualidade de vida trabalham melhor, o que impacta positivamente na redução dos índices de acidentes nas ruas e rodovias.

SERVIÇO

*SEST SENAT Fortaleza – Rua Dona Leopoldina, 1050 – Centro.

*Mais Informações – 3304-4111.

(Foto – Divulgação)

VLT ligando Borges de Melo a Parangaba iniciará operação assistida

 

O VLT foi uma promessa para a Copa de 2014.

Uma Operação Assistida do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) terá início, a partir desta terça-feira, no trecho ligando a estação Borges de Melo até a estação de  Parangaba. O governador Camilo Santana (PT) estará às 8h30min no local para cumprir esse trajeto, informa a assessoria de imprensa do Palácio da Abolição.

Ele sairá da Estação Borges de Melo, perfazendo o trajeto entre as estações Borges de Melo, Vila União, Montese e terminando em Parangaba. Como é operação assistida, não haverá cobrança de tarifa nessa fase. O sistema funcionará, no período, entre as 8 e 12 horas, de segunda a sexta-feira.

A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) ficará responsável pelas operações. O secretário da Infraestrutura do Estado, Lúcio Gomes, e o presidente do Metrofor, Eduardo Hotz, participarão do evento.

SERVIÇO

*Saída da Estação Borges de Melo – Rua Engenheiro Edmundo Almeida Filho e chegada na Estação Elevada da Parangaba, na Avenida Carlos Amora.

(Foto – Divulgação)

Carros elétricos terão vagas exclusivas de estacionamento

A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP)vai implantar as Vagas VAMO (Sistema de Carros Elétricos) a partir desta sexta-feira. A ordem é oferecer novas opções de vagas exclusivas para os carros elétricos localizadas em quatro locais distintos da cidade, informa a assessoria de imprensa do Paço Municipal.

As Vagas VAMO estarão disponíveis em locais públicos, como a Praça do Ferreira, o Centro Cultural Dragão do Mar e a Avenida Beira Mar, em frente ao Náutico; e privados, como o Shopping Riomar Fortaleza. Neste último, como benefício extra, o usuário será isento de pagamento de estacionamento ao utilizar as vagas. As localidades foram selecionadas com o objetivo de contemplar o deslocamento do VAMO para novas áreas da Capital, porém sem a possibilidade de recarga dos carros elétricos.

Tarifa

A tarifação do sistema foi reduzida, levando em conta o tempo de uso dos veículos. Com isso, o valor cobrado dos usuários que possuem Bilhete Único diminuiu de R$ 20,00 para R$ 15,00 referente aos primeiros 30 minutos de utilização. Este novo valor é indivisível, ou seja, do primeiro minuto ao trigésimo minuto, o valor cobrado é fixo e totaliza R$ 15,00. Dessa forma, até 3 horas de utilização, cada faixa de tempo terá sua respectiva taxa de valor indivisível. Somente a partir de 3 horas de uso, é que será cobrado R$ 0,30 por minuto adicional; e a partir de 5 horas, será cobrado R$ 0,50 por minuto adicional. Resumindo, a cobrança se dará da seguinte forma:

– Para até 30 minutos de uso: tarifa reduzida de R$ 20,00 para R$ 15,00 (redução de 25%);
– Para até 1 hora de uso: tarifa reduzida de R$ 44,00 para R$ 20,00 (redução de 54%);
– Para até 2 horas de uso: tarifa reduzida de R$ 80,00 para R$ 30,00 (redução de 62%);
– Para até 3 horas de uso: tarifa reduzida de R$ 110,00 para R$ 35,00 (redução de 68%);
– Entre 3 horas e 5 horas de uso: tarifa de R$ 35,00, com acréscimo de R$ 0,30 por minuto adicional;
– A partir de 5 horas de uso: R$ 71,00, com acréscimo de R$ 0,50 por minuto adicional.

Além da redução na tarifa por tempo de uso, os valores da taxa mensal caíram 50%. Anteriormente, o valor cobrado era de R$ 30,00 para usuários cadastrados com Bilhete Único e de R$ 40,00 para os demais. Agora, será cobrado R$ 15,00 para os cadastrados com Bilhete Único e R$ 20,00 para os demais. Conforme já vinha sendo praticado, o valor da taxa mensal continuará sendo revertido, integralmente, em crédito de R$ 20 para os usuários, sendo ou não cadastrado com o Bilhete Único.

Estações do VAMO – 12 estações disponíveis

Estação 1 – Igreja de Nazaré (Rua André Chaves, 177 – Montese – em frente à Igreja de Nazaré)
Estação 2 – North Shopping (Rua Moreira de Souza, 58 – Parquelândia – ao lado do Banco do Brasil)
Estação 3 – Praça Luiza Távora (Av. Santos Dumont, oposto ao número 1546 – Aldeota)
Estação 4 – Shopping Center Um (Rua Barbosa de Freitas, 1100 – Aldeota)
Estação 5 – Shopping Iguatemi (Av. Washington Soares, s/n – Edson Queiroz)
Estação 6 – Praça Martins Dourado (Rua Bento Albuquerque, s/n – Cocó)
Estação 7 – Praça da Imprensa (Rua Visconde de Mauá, s/n – Dionísio Torres)
Estação 8 – Praça Antônio Prudente (Av. Historiador Raimundo Girão, s/n – Meireles)
Estação 9 – Igreja de Fátima (Av. Deputado Oswaldo Studart, s/n – Fátima)
Estação 10 – Unifor (Av. Dr. Valmir Pontes, esquina com Av. Washington Soares – Edson Queiroz)
Estação 11 – Igreja Matriz da Parangaba (Rua Sete de Setembro, 217 – Parangaba)
Estação 12 – North Shopping Jóquei (Av. Lineu Machado, 419 – Jóquei Clube)

Metrofor vai iniciar venda de passagens em cartões recarregáveis

A clientela da Linha Sul do Metrofor já pode utilizar o cartão do metrô para comprar passagens em cartões recarregáveis, podendo inserir qualquer quantia em créditos. A informação é da assessoria de imprensa da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos, adiantando que a medida representa economia de tempo, já que dispensa a ida à bilheteria a cada vez que o passageiro utilizar o serviço.

Os cartões recarregáveis entraram em circulação na última segunda-feira (10/7). Até então, eram distribuídos cartões carregados com passagem única, sem possibilidade de recarga, recolhidos pela catraca eletrônica após liberação do embarque, adianta a empresa. Agora, usuários que compram duas ou mais passagens ficam de posse do cartão recarregável – que não é recolhido pela catraca.

Caso o usuário solicite apenas uma passagem, receberá o cartão para apenas um embarque, e que será recolhido ao passar na catraca em qualquer das 19 estações da Linha Sul.

Operação

O cartão do Metrofor é distribuído gratuitamente. Para adquirir, é necessário ir à bilheteria e comprar duas ou mais passagens, ou solicitar qualquer valor em crédito, acima de R$ 3,20. O passageiro paga apenas o valor das passagens ou o valor solicitado em créditos no cartão.

A cada embarque, será debitado do cartão o valor de uma passagem inteira (R$ 3,20), até o consumo total do saldo. Restando crédito menor que R$ 3,20, será necessário uma nova recarga – com valor mínimo para completar uma passagem inteira – para voltar a utilizar o cartão. As recargas podem ser realizadas em qualquer bilheteria, sendo obrigatória a apresentação do cartão. Todos os valores inseridos em crédito tem validade de 6 meses.

Parcial

No momento, o sistema de bilhetagem eletrônica ainda opera parcialmente – já que as passagens eletrônicas estão disponíveis apenas para pagantes de tarifa cheia. Ajustes técnicos estão sendo finalizados para que, em seguida, o cartão do Metrofor seja liberado para idosos (gratuidade), e estudantes (meia passagem). Temporariamente, estas passagens continuam disponibilizadas por meio do bilhete de papel.

Camilo gira ministérios em Brasília em busca de recursos

O governador Camilo Santana (PT) cumpre agenda, nesta quarta-feira, em Brasília. Um giro pelos ministérios dos Transportes, Educação, Saúde e Justiça.

Na agenda, obras de infraestrutura de estradas, VLT e Metrofor, recursos para o setor educacional e saúde e apoio, no âmbito da Justiça, para ações no plano do sistema penitenciário e de segurança.

(Foto – Rodrigo Carvalho)

Comissão rejeita direitos de outorga de mototaxistas

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados rejeitou o projeto do deputado Daniel Vilela (PMDB-GO) que estende aos mototaxistas os direitos de outorga conferidos aos taxistas na Lei da Mobilidade Urbana (Lei 12.587/12).

A proposta (PL 3356/15) foi rejeitada pelo relator, deputado Diego Andrade (PSD-MG). Segundo ele, a substituição do taxi pelo transporte de motocicleta pode representar maior risco aos usuários em virtude das características do veículo e da inexistência de proteção adequada para passageiro e condutor, entre outros.

Ele acredita que o texto vai “colocar em risco a vida de milhares de usuários, podendo contribuir diretamente para o aumento no número de vítimas fatais no trânsito”.

Inicialmente, o projeto recebeu parecer favorável do deputado Leônidas Cristino (PDT-CE), mas foi rejeitado pela comissão, tornando-se este relatório voto em separado.

(Agência Câmara Notícias)

Sesst/Senat e Fetrans promoverão ações pelo Dia do Motorista

Em homenagem ao Dia do Motorista, celebrado em 25 de julho, o Sest/Senat Fortaleza e a Fetrans promoverão, nesta sexta, das 12 às 16 horas, no Posto da Secretaria da Fazenda em Aracati (Litoral Leste), uma série de ações na área da saúde e em favor dos profissionais do transporte.

Na programação, aferição de pressão arterial, teste de glicemia, orientação nutricional e palestra sobre a importância da atividade física e saúde bucal.

PF e MPF realiza no Rio nova fase da Operação Ponto Final

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) iniciaram, nas primeiras horas de hoje (5), uma nova fase da Operação Ponto Final, desencadeada na última segunda-feira (3) e que já prendeu 11 pessoas por envolvimento em irregularidades no transporte público do Rio de Janeiro. Entre as pessoas presas na operação, está o empresário Jacob Barata Filho, detido no Aeroporto Internacional do Galeão quando tentava embarcar para Portugal.

Nesta fase da Operação Ponto Final, agentes da PF, em conjunto com o Ministério Público Federal, cumprem mais quatro mandados expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio. Desses, três são de busca e apreensão e um de condução coercitiva, todos na capital fluminense, segundo nota da Polícia Federal.

A Operação Ponto Final tem por objetivo desarticular organização criminosa que atuava no setor de transportes do Rio. Desde o início, a PF já cumpriu cerca de 30 mandados de busca e apreensão.

Os empresários presos são acusados de desvios de cerca de R$ 500 milhões. Os 11 presos, dez dos quais estão na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na região central do Rio, são Jacob Barata Filho, Marcelo Traça Gonçalves, Lelis Marcos Teixeira, João Augusto Morais Monteiro, Marcelo Marques Pereira de Miranda, Carlos Roberto Alves, Otacílio de Almeida Monteiro, Eneas da Silva Bueno, Claudio Sá Garcia de Freitas e David Augusto da Câmara Sampaio.

Além de Jacob Barata Filho, estão presos outros empresários, funcionários públicos ligados a órgãos de fiscalização do transporte público – como o ex-presidente do Detro Rogério Onofre, preso pela Polícia Federal em Florianópolis – e políticos.

O conselheiro da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio José Carlos Reis, também envolvido no esquema, encontra-se em Portugal, mas já consta da lista de foragidos da Interpol – a Polícia Internacional.

(Agência Brasil)

Polícia Federal cumpre mandados contra empresários do transporte do Rio

A Polícia Federal cumpre oito mandados de prisão nesta segunda-feira em mais um desdobramento da operação Lava Jato no Rio de Janeiro. O foco da ação é a cúpula do transporte rodoviário. De acordo com as investigações, R$ 200 milhões em propina teriam sido pagos pelos investigados a políticos do Estado. A informação é da Veja Online.

Agentes da PF estiveram no apartamento de Lélis Marcos Teixeira, presidente da Fetranspor, para cumprir mandado de prisão contra ele. Também há buscas nas cidades de São Gonçalo e Paraíba do Sul, no Rio de Janeiro, e no Paraná e em Santa Catarina.

No domingo, Jacob Barata Filho, um dos maiores empresários do ramo de ônibus do Rio de Janeiro, foi detido no Aeroporto Internacional Tom Jobim, enquanto tentava embarcar para Portugal.

O mandado foi expedido pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelas investigações que levaram à cadeia o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

PF prende Jacob Barata Filho ao tentar embarcar para Portugal

O empresário Jacob Barata Filho foi preso pela Polícia Federal na noite desse domingo, 2, no escopo da Operação Lava Jato no Rio. Ele estava no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio, de onde embarcaria para Portugal.

Barata Filho teria pago propina a autoridades do Rio para conseguir facilidades para seus negócios. Ele teve a prisão decretada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelas investigações que levaram à cadeia o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

A prisão seria nos próximos dias, mas a polícia descobriu que ele viajaria nesse domingo, por isso antecipou sua captura, informou o programa Fantástico, da TV Globo.

Conhecido como “o rei do ônibus do Rio”, Barata Filho estava já na área de embarque do Tom Jobim. Iria viajar para Lisboa. Ele é dono de um conglomerado de empresas no Rio e em outros Estados com mais de quatro mil veículos. Herdou o negócio de seu pai, que atuava no ramo desde os anos 1960. Os negócios da família incluem também operadores de turismo, entre outras empresas, e se estendem por Portugal.

(Agência Estado)

Expresso Guanabara é condenada a pagar R$ 120 mil de indenização a mãe e filha vítimas de acidente

A 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará manteve a sentença que condenou a Expresso Guanabara a pagar R$ 120 mil para mãe e filha vítimas de acidente envolvendo ônibus da empresa. Também terá de pagar pensão mensal no valor de um salário mínimo. A decisão, proferida nessa terça-feira (27), teve como relator o desembargador Durval Aires Filho, informa a assessoria de imprensa do TJCE.

Consta no recurso (nº 0015806.85.2011.8.060151) que o fato ocorreu em 11 de agosto de 2007, durante viagem de Araripe (Interior do Ceará) a Fortaleza. Por volta das 22h30, no km 6 da rodovia CE 386, o motorista perdeu o controle do veículo, que desceu a pista de rolamento e capotou de forma violenta, com 33 passageiros.

A criança, então com quatro anos, teve lesões graves, amputou parte do braço esquerdo e ficou com cicatrizes. A mulher afirmou ainda que precisou buscar tratamentos médicos para a menina, além de passar pela angústia em ver o sofrimento da filha.

Em 2011, as duas ingressaram com pedido de indenização na Justiça. Alegaram que chegará o momento em que a mãe, pessoa humilde e viúva, não terá condições de prover o sustento da filha. Solicitaram indenização por danos morais, estéticos e ainda pensão mensal para a criança, bem como o fornecimento de prótese.

Na contestação, a Guanabara defendeu a prescrição do caso e a inclusão, nos autos do processo, da seguradora contratada pela empresa. Argumentou que o motorista guiava com prudência e dentro dos limites de velocidade, mas teve que realizar manobra emergencial para não colidir com uma motocicleta.

Em abril de 2014, a juíza da 1ª Vara de Quixadá, Patrícia Fernanda Toledo Rodrigues, rejeitou a inclusão da seguradora, por ausência de fundamentos, e a argumentação da prescrição, pois não se passaram mais de cinco anos entre o acidente e o ajuizamento da ação. Além disso, determinou o pagamento de pensão no valor de um salário mínimo, a partir da data do sinistro até o dia em que a vítima complete 70 anos. Também terá de pagar R$ 100 mil, sendo metade por danos morais e a outra parte por danos estéticos; e o fornecimento de prótese. Para a mãe, a quantia fixada como reparação moral foi de R$ 20 mil.

As partes recorreram ao TJCE. As vítimas pleitearam a majoração da quantia. Já a Guanabara requereu a improcedência da demanda, por falta de comprovação de culpa, ou alternativamente a redução dos valores impostos na sentença.

No julgamento do recurso, a 4ª Câmara de Direito Privado decidiu pelo improvimento das apelações, mantendo a decisão, conforme o voto do relator. “A indenização fixada na sentença foi compatível com o abalo moral experimentado pelas demandantes [vítimas]. Além disso, também determinou o Juízo que fosse paga indenização por dano estético e o fornecimento de prótese para a menor e um salário mínimo mensal. Elementos esses que jamais eliminarão o sofrimento pela perda do membro, mas a ajudarão a se enquadrar na nova realidade”, ressaltou.

Transporte de passageiros pelas empresas aéreas registrou aumento de 2,2% em maio

 

O número de passageiros transportados pelas aéreas registrou um aumento de 2,2% em maio, comparada com o mesmo mês de 2016. Os números foram divulgados hoje (26) pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e se referem ao índice RPK (em passageiros-quilômetros pagos transportados). Foram transportados 7,1 milhões de passageiros pagos em voos domésticos. Esta é terceira alta do indicador após 19 meses consecutivos em queda.

Também foi registrado um crescimento de 2,9% na oferta em assento-quilômetros (ASK) comparado com o mesmo período do ano passado. De acordo com a Anac, “nos cinco primeiros meses do ano, demanda e oferta acumularam alta de 0,5% e queda de 0,5%, respectivamente”.

Ainda de acordo com a Anac, os dados mensais mostram que “no período de 2013 até meados de 2015 houve uma relativa estabilidade no nível de RPK e de ASK no mercado doméstico, ante forte tendência de alta nos anos anteriores. Entre o final de 2015 e fevereiro de 2017 ambos indicadores apresentaram sequências de quedas, a partir de quando retomaram o crescimento.”

Os números também mostram que houve uma diminuição entre a empresa líder no mercado doméstico Latam, e a Gol, segunda colocada. “Em janeiro de 2017, a diferença entre elas diminuiu e aparece estável de março a maio, quando a Gol apresentou 35,1% de participação no RPK doméstico e a Latam obteve 32,4%, representando variações de -4% de -6,1%, respectivamente, na comparação com o mês de maio de 2016”, apontou a Anac.

Quem também apresentou novamente crescimento em sua participação foi a Azul. A empresa alcançou 18,9% no mês de maio. Em seguida aparece a Avianca, que respondeu por 13,1% da demanda doméstica. Os números mostram que a participação das demais empresas “concorrentes das duas líderes foi de 32,5% em maio de 2017, o que representou aumento de 12,3% na comparação com o percentual apurado em igual mês do ano anterior. A Latam e a Gol apresentaram redução em suas demandas (RPK) no mês, de 4,1% e 1,9%, respectivamente. A Avianca e a Azul apresentaram crescimento de 19,6% e 14,1%, respectivamente”, informa a Anac.

No que diz respeito ao transporte de carga e correio embarcados no mercado doméstico, os números da Anac mostram que foi mantida a estabilidade no setor. Entre o começo de 2011 e o fim de 2014, as empresas aéreas carregavam cerca de 45.000 toneladas por mês. “A partir de então, percebe-se uma retração nesse mercado, sendo que em maio de 2017 foram transportadas 37.300 toneladas, o que representou um aumento de 10% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Nos cinco primeiros meses do ano houve uma queda acumulada de 1,8%”, disse a agência.

(Agência Brasil/Foto – Paulo MOska)

Maracanaú e Caucaia receberão o projeto “Galera do DNIT”

O Ceará vai receber, na próxima quinta-feira, a “Galera do DNIT”. Trata-se de um projeto coordenação pela área de Engenharia de Trânsito do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes, em Brasília, que tem como principal objetivo educar as crianças para o trânsito e torná-las fatores multiplicadores das ações realizadas. Mais de 2.200 crianças já participaram do projeto itinerante Galera do DNIT no primeiro semestre deste ano, segundo a coordenação geral.

Realizado em escolas públicas localizadas até um quilômetro de distância das rodovias federais, onde há movimento grande de veículos e comunidades ao redor, a iniciativa já passou pelas cidades de Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT) e Araguaína (TO). Nela, os alunos aprendem a teoria e prática sobre a importância da gentileza no trânsito, noções de sinalização e de comportamento seguro.

Na área externa de cada uma das escolas, é instalado um circuito de trânsito onde as crianças percorrem todo o caminho como pedestres e ciclistas, enquanto aprendem, na prática, as principais formas de sinalização. Também faz parte das brincadeiras um jogo de tabuleiro gigante, que traz diversas situações de segurança e risco no trânsito.

DETALHE – No Ceará, o projeto passará pelos municípios de Maracanaú e Caucaia.

(Foto – Divulgação)

Investimento público federal em transportes caiu 6,1% em seis anos, mostra EPL

O investimento público federal em transportes caiu de R$ 19,7 bilhões em 2010 para R$ 18,5 bilhões em 2016, um recuo de 6,1% em seis anos. Quando levado em conta o investimento total, com público somado ao privado, o montante aplicado aumentou 26,5% entre 2010 e 2016.

O investimento privado feito em concessões foi o que mais cresceu no período, passando de R$ 4,2 bilhões em 2010 para R$ 9,8 bilhões no ano passado, ou seja, uma elevação de 133,3%.

As informações estão no Anuário Estatístico dos Transportes, documento da Empresa de Planejamento e Logística (EPL) e do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil com informações sobre os sistemas e a infraestrutura de transportes em geral no Brasil. O objetivo do anuário é ajudar na formulação de políticas públicas e na tomada de decisões sobre o setor.

O diretor-presidente da EPL, José Carlos Medaglia Filho, ressalta que a partir de 2010 a soma do investimento público e privado no setor de transportes parou de crescer e se estabilizou. A partir de 2015, houve redução. O principal fator para a queda, segundo ele, foi a redução do investimento público.

Em 2016, segundo diretor-presidente da EPL, o investimento público mostrou pequena recuperação – crescendo 0,61% na comparação com 2015 – e o privado, por sua vez, teve queda de 19,3%, em uma reversão de tendência em relação ao ano anterior. O motivo do recuo do investimento privado, de acordo com Medaglia, foi a incerteza quanto ao retorno financeiro dos investimentos somada à recessão.

“Os interesses do setor privado, aliados ao delicado momento porque passa a conjuntura econômica nacional foram, no ano de 2016, os grandes inibidores do investimento no setor”, afirmou. Segundo ele, o governo está trabalhando para o tornar o investimento mais atrativo para os empresários.

(Agência Brasil)

Bilhete Único completa 4 anos de implantação


O prefeito Roberto Cláudio comemora o benefício.

O Bilhete Único completou quarta-feira (15/06) quatro anos de implantação pela Prefeitura de Fortaleza, com mais de 1,1 milhão de usuários e com um crescimento anual do número de integrações. A informação é do Sindiônibus, adiantando que, somente no mês de maio, 2.272.453 integrações temporais foram feitas pelos usuários do Bilhete Único, que permite a integração no sistema de transporte público em qualquer ponto da cidade sem cobrança adicional de tarifa no intervalo de duas horas. Além da economia, o usuário ainda ganha no tempo de deslocamento.

Todos os usuários de transporte coletivo podem utilizar o Bilhete Único, sejam crianças, estudantes, trabalhadores, idosos ou pessoas com deficiência. Do total de 1.156.808 usuários ativos do Bilhete Único atualmente, 556.789 são bilhetes de vale-transporte e cartões avulsos; 303.361 são carteiras estudantis; além das gratuidades que são 16.314 Bilhetinhos, destinados a crianças de até sete anos ou com altura máxima de 1,10 cm; 18.121 bilhetes para pessoas com deficiência e acompanhantes e 262.223 cartões para idosos, destinado às pessoas com mais de 65 anos.

Além da redução do tempo e maior economia, outra vantagem do Bilhete Único é a possibilidade de efetuar recargas tanto no BU quanto da carteira estudantil, evitando a circulação de dinheiro nos ônibus e aumentando a segurança dos passageiros. O número de passageiros pagantes em março de 2013 chegava a 40,56% utilizando o crédito eletrônico, enquanto que no mesmo período em 2017, esse dado subiu para 45,06%, correspondendo a um aumento de mais de 11%. A recarga dos bilhetes pode ser realizada em diversos pontos de venda, pela internet ou na máquina de autoatendimento do Shopping Benfica.

Com aproximadamente duas mil integrações ao dia, as dez linhas que são mais utilizadas são 075-Campus do Pici/Unifor, 074-Antônio Bezerra/Unifor, 012-Circular II, 855-Bezerra de Menezes/Washington Soares, 041-Parangaba/Oliveira Paiva/Papicu, 045-Cj Ceará/Papicu/Montese, 030-Siqueira/Papicu/13 de Maio, 024-Antônio Bezerra/Lagoa/Unifor, 044-Parangaba/Papicu/Montese e 029-Parangaba/Náutico.

Solicitação

*Quem ainda não solicitou o cartão Bilhete Único pode fazê-lo a qualquer momento em um dos postos de cadastro nos terminais, vapt-vupt e sede do Sindiônibus. O atendimento é rápido e o prazo de entrega do cartão Bilhete Único é de 10 dias.

*Para adquirir o cartão basta apresentar CPF, RG e comprovante de residência com CEP. Quem utiliza o vale transporte eletrônico, o cartão avulso ou a carteira de estudante também deverá apresentar seus cartões para que seja realizada a transferência de créditos para o Bilhete Único.

Taxistas e motoristas da Uber entram em conflito em rodoviária

Taxistas e uberistas se envolveram em uma confusão na Rodoviária Engenheiro João Tomé, no bairro de Fátima, na noite dessa quarta-feira, 14. Vídeos foram divulgados no aplicativo WhatsApp e mostram o momento do conflito e a agressão a um motorista da Uber que filmava o conflito. Policiais civis estiveram no local e conseguiram controlar a situação.

Antes da confusão, por volta das 19h, o motorista da Uber, Cléber Freitas, teve o carro apreendido por agentes da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), em frente à rodoviária, quando aguardava um amigo. O uberista afirma que não estava em serviço, mas mesmo assim sofreu a apreensão. Neste momento, o presidente e o secretário da Associação dos Motoristas Privados Individuais de Passageiros (Ampip-CE), Antônio Evangelista e Washington Ramos, foram para o local para prestar apoio ao colega.

Por volta das 22h40min, quando aguardavam o reboque, o presidente da Ampip, que possui liminar da Justiça para usar o aplicativo, se despediu de Cléber e Washington e ligou o app para começar o trabalho. Uma cliente da Uber o acionou para pegá-la na área de embarque e desembarque da rodoviária. Quando Evangelista parou o automóvel no local, taxistas se aproximaram do veículo, alegando a ilegalidade do serviço e iniciando a confusão.

Conforme vídeos que circulam no WhatsApp, houve bate boca e ameaças. Segundo Washington Ramos, os taxistas teriam avariado o carro de Antônio Evangelista. “Os taxistas foram e fecharam o carro. Tanto o motorista, quanto a cliente foram hostilizados. Ele (Evangelista) passou o áudio no WhatsApp (explicando a situação) e todo mundo foi para a rodoviária”, comenta Washington.

Cléber Freitas, que ainda aguardava o reboque do seu carro, conta que se aproximou da confusão e passou a filmar a situação. Um suposto taxista teria começado a filmá-lo. O vídeo flagra o momento em que Cléber é agredido e perseguido. Segundo o uberista, ele perdeu o celular e teve o óculos quebrado.

Conforme o Washington Ramos, ele ligou para a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), solicitando a presença de uma viatura da Polícia Militar (PM) para o local. O secretário da Ampip afirma que lhe foi informado que não havia viaturas para atender a ocorrência.

Policiais civis, que estiveram no local no local, conduziram o presidente da Ampip até o 34º Distrito Policial (DP), onde ele registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.). O motorista da Uber, Cléber Freitas, informou que iria procurar uma delegacia para registrar um B.O. nesta sexta-feira, 16.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, por meio da Ciops, que o Pronto Apoio da Polícia Civil atendeu a ocorrência da confusão na rodoviária. A pasta afirmou ainda que uma viatura da Polícia Militar também esteve no local, mas os agressores já havia se dispersado. “As investigações acerca do caso estão a cargo da Polícia Civil”, comunicou.

O presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditáxi), Vicente de Paula, afirma que a posição da associação é “totalmente” contra atitudes de violência. O sindicalista diz que a categoria tem passado por situação delicada, devido a queda de cerca de 70% por causa do aplicativo Uber.

(O POVO Online)

Assaltantes mudam procedimento de abordagens e escapam das estatísticas do Sindiônibus

Na tarde da quarta-feira do dia 26 de abril último, três homens armados abordaram passageiros da linha 066 – Parangaba/Aeroporto/Papicu e levaram aparelhos celulares e alguns pertences das vítimas. O trio obrigou o motorista a parar na avenida Murilo Borges, nas proximidades da avenida Rogaciano Leite, no bairro Luciano Cavalcante.

Também em uma quarta-feira, no dia 24 de maio último, passageiros da linha 084 – Siqueira/Messejana/Perimetral também foram assaltados por três homens, no fim da tarde, que levaram aparelhos celulares e alguns pertences. Os assaltantes desceram na avenida Presidente Costa e Silva, entre o Parque Dois Irmãos e o Passaré, após obrigarem ao motorista a parar fora do ponto.

Nos dois casos, os assaltantes não levaram o aparelho celular do motorista e também não abordaram o trocador, apesar da boa movimentação na catraca.

O novo procedimento dos assaltantes é motivado por um manual de conduta do Sindiônibus, segundo o que revelam ao Blog motoristas e cobradores, quando o Boletim de Ocorrência é realizado somente quando há subtração de valores no caixa do ônibus ou objetos do motorista ou cobrador.

De acordo ainda com motoristas e cobradores, os objetos levados dos passageiros não resultariam dano às empresas, o que poderia ser classificado como “defesa do interesse de terceiros”. Nesse caso, caberia a cada passageiro registrar o próprio Boletim de Ocorrência.

Segundo motoristas e cobradores, é raro o passageiro que se mostra disposto a registrar a ocorrência em um Distrito Policial, ou mesmo pela Delegacia Eletrônica, após ter seu aparelho celular roubado. Segundo ainda motoristas e cobradores, uns passageiros desmotivam os outros a registrarem a ocorrência, pois “não irá dar em nada”.

Segundo a Polícia, a omissão das vítimas, além de estimular novos assaltos nesse tipo de modalidade, ainda prejudica uma estratégia de combate à prática criminosa, pois não há como mapear as áreas com maiores ocorrências.

A falta do registro das ocorrências, por parte das vítimas, também reflete no relatório diário da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), pois os casos de assaltos a coletivos somente aparecem quando na condição de flagrante.

Fortaleza e os mototaxímetros

Da Coluna Vertical, no O POVO deste sábado (10):

Apesar do serviço de mototáxi existir em quase todo o Brasil, só é regulamentado em 12 capitais e no Distrito Federal.

Fortaleza regulamentou o serviço, mas não há regras claras sobre a cobrança. Nos pontos de mototáxi, o comum é a corrida ser cobrada “no tiro”, ou seja, sem uma tabela ou um valor de referência. Não existe ainda um equipamento para padronizar os valores.

O mototaxímetro, segundo o representante da categoria, Cícero Férrer, seria a solução e garantiria preços justos para a clientela. Desenvolvido pelo Inmetro e uma empresa privada, o mototaxímetro funcionaria como os taxímetros comuns, marcando quilômetros rodados e tempo parado durante a corrida.

A proposta está com o presidente da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza, José do Carmo. A medida será estudada nos aspectos legais.

Leitor apela à Etufor por melhor integração da Linha Inter Shopping

Do leitor Tiago Fontenele, recebemos a seguinte nota, em tom de sugestão para a Etufor. Confira:

Caro jornalista Eliomar de Lima,

Chamo-me Tiago Fontenele, sou radialista e venho, através desta, parabenizá-lo pelo seu trabalho em colaborar com a população. O motivo do envio deste e-mail é uma reclamação acerca da linha 017- Inter Shoppings.

Essa linha, em si, faz parte da linha urbana de Fortaleza que vai do Shoppings Via Sul até a Catedral de Fortaleza. pena que não faça integração com as demais, mesmo com o sistema de bilhete único na linha e a passagem do mesmo valor, R$ 3,20.

O pedido seria que a ETUFOR pudesse estudar a possibilidade dessa linha também ser beneficiada pela integração do bilhete único, onde o passageiro teria o um tempo hábil de 2 horas para se deslocar de um local para o outro, pois o usuário acaba gastando outra passagem quando embarcando num outro ônibus urbano.

Agradeço, desde já, pela atenção.

Tiago Fontenele,

Seu leitor.

Secretário Artur Bruno ganhará homenagem da Federação das Empresas de Transportes

A Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans) reunirá, nesta quarta-feira, empresários, ambientalistas, colaboradores de empresas de transportes de passageiros e cargas e autoridades para premiar as melhores iniciativas realizadas pelo setor de transporte em prol do cuidado com o meio ambiente. Será durante a 15ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar (PMQA), ação realizada anualmente por meio do Despoluir – Programa Ambiental do Transporte da Fetrans, com o objetivo de reconhecer e incentivar o investimento em projetos socioambientais. A solenidade de anúncio das empresas vencedoras será realizada às 16 horas, no auditório do Sest/Senat Fortaleza (Rua Dona Leopoldina, 1050 – Centro).

O Prêmio busca valorizar as empresas que mobilizam suas equipes e propagam a causa ambiental, tanto nas suas garagens como nas comunidades onde atuam, transcendendo o aspecto econômico e mostrando à sociedade que a preocupação com o meio ambiente é algo que pode e deve ser trabalhado por todos os setores. Dentre as 19 empresas inscritas para o Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar 2017, onze são empresas de transporte de passageiros e oito de transporte de cargas.

A edição 2017 traz novidades, com a inclusão do critério inédito “Ação Inovadora”, reconhecendo as três melhores ações na busca por soluções criativas ambientalmente sustentáveis; e também com a entrega do Prêmio Técnico Modelo, com o reconhecimento ao profissional Técnico do Despoluir que se sobressaiu no exercício da função.

Além disso, a FETRANS fará também outros reconhecimentos durante a solenidade. Um deles é o Certificado de Qualidade Empresa 100%, conferido às empresas com frota totalmente aprovada pelo Programa Despoluir e que não tiveram nenhuma multa aplicada pelos órgãos fiscalizadores ambientais. O período de avaliação dos veículos se deu de 1° de junho de 2016 a 31 de março de 2017.

Artur Bruno

Outro momento do PMQA é a entrega do Troféu Destaque Ambiental, destinado a uma empresa, instituição ou personalidade cujas ações têm contribuído para um meio ambiente mais saudável. Nessa edição, o agraciado com o troféu será o secretário do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Ceará (SEMA), Artur Bruno. A regulamentação do Parque do Cocó pesou na escolha.