Arquivos da categoria: Universidade

Iguatu deve ganhar faculdade privada de Medicina em 2018

Uma faculdade de Medicina privada deverá ganhar, ano que vem, a cidade de Iguatu (Centro Sul). Instituições de nível superior de Fortaleza já estão na disputa pelo projeto. Também o INTA, de Sobral.

A informação é da deputada estadual Mirian Sobreira (PDT), que esteve na última semana, em Brasília, mantendo contatos com o Ministério da Educação. Ela informou que a faculdade vai sair, destacando que Iguatu tem infraestrutura de saúde e hospitais para abrigar o empreendimento.

 

Unilab receberá embaixador e membro da Academia Brasileira de Letras

O Campus da Liberdade, em Redenção (Região Metropolitana de Fortaleza), receberá, dia 16 próximo, o embaixador João Almino de Souza Filho, diretor da Agência Brasileira de Cooperação, do Ministério das Relações Exteriores (ABC/MRE), para ministrar a conferência “A cooperação brasileira em prol do desenvolvimento”. A atividade, que acontecerá no Auditório Didático, integra a programação do VIII Ciclo de Debates sobre Bioética, Diplomacia e Saúde Pública e do Curso Livre “Desenvolvimento, Desigualdade e Cooperação Internacional em Saúde”, realizados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a Unilab.

Na ocasião, o diplomata, que ocupa a cadeira nº 22 da Academia Brasileira de Letras, lançará o romance “Entre facas, algodão”. A mesa será coordenada pelo reitor da Unilab, Anastácio de Queiroz Sousa, com participação do diretor da Fiocruz no Ceará, Carlile Lavor, e do coordenador do Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde de Brasília, José Paranaguá de Santana.

O ciclo e o curso livre são promovidos pelo Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde, da Fundação Oswaldo Cruz (Nethis/Fiocruz), em parceria com a Unilab, e visam discutir as questões de saúde no panorama internacional para fortalecer os processos decisórios dos sistemas nacionais. A ação tem patrocínio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, vinculada ao Ministério da Educação (Capes/MEC).

Lançamento do romance “Entre facas, algodão”

Em seu primeiro romance nordestino, o sétimo de sua trajetória, João Almino transporta o enredo para Várzea Pacífica, cidadezinha imaginária no interior do Ceará. Lá, o protagonista, um advogado de 70 anos e recém-separado, sai em busca de sua própria identidade, revisitando a memória e o que resta dela, nos lugares onde cresceu. Em uma narrativa em primeira pessoa e na forma de diário, “Entre facas, algodão” circula entre dimensões indispensáveis à vida humana: espaço, tempo e família.

Sobre o autor

Nascido em 1950, em Mossoró (RN), o escritor e diplomata João Almino lecionou na Fundação Universidade de Brasília (UnB), na Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), no Instituto Rio Branco e nas universidades de Berkeley, Stanford e Chicago. É bacharel em Direito, mestre em Sociologia, doutor em História Comparada das Civilizações Contemporâneas, e pós-doutor no Centro de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP). Embaixador, serviu nas embaixadas do Brasil em Paris, México e Washington. Como escritor, ganhou o prêmio do Instituto Nacional do Livro e Prêmio Candango de Literatura, pelo livro “Ideias para onde passar o fim do mundo”. Conquistou o prêmio Casa de las Américas, pela obra “As cinco estações do amor”, e o prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura, com “Cidade Livre”. Em março deste ano, João Almino foi eleito como imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). O autor passou a ocupar a cadeira 22, na sucessão do médico Ivo Pitanguy.

SERVIÇO

*Os interessados devem preencher o formulário de inscrição no site da Fiocruz Brasília para emissão de certificados.

*Os inscritos poderão assistir às palestras a distância ou presencialmente. O evento será transmitido ao vivo por facebook.com/fiocruzbrasilia, em transmissão compartilhada por facebook.com/unilaboficial. Posteriormente as palestras estarão disponíveis também offline.

Prefeitura de Fortaleza promove aulões com foco no Spaece

A Secretaria Municipal da Educação vai realizar, a partir das 7h30min, deste sábado, aulões para estudantes do 9ª ano das escolas municipais por meio do projeto #AprenderMais. A ação tem como objetivo preparar os estudantes para as avaliações do Sistema de Avaliação Permanente da Educação Básica do Estado do Ceará (Spaece).

A abertura dos aulões ocorrerá no Centro de Treinamento Profesor Antônio de Albuquerque Filho e em diferentes polos e contará com acolhidas, palestras motivacionais e aplicação de conteúdos. Com foco nas disciplinas de português e matemática. Essa iniciativa promete fortalecer a aprendizagem dos alunos para ingresso no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).

Spaece

O Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) é uma avaliação realizada anualmente, que abrange as escolas públicas das redes estadual e municipais do estado. São avaliados os alunos da Educação Básica, desde as etapas de Alfabetização até o Ensino Médio, por meio de testes, com itens elaborados pelos professores da Rede Pública, tendo como orientação os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ministério da Educação (MEC) e os Referenciais Curriculares Básicos (RCB) da Secretaria da Educação do Estado (Seduc).

SERVIÇO

*Centro de Treinamento Prof. Antônio de Albuquerque Filho – Rua Adolfo Moreira de Carvalho, S/N – Edson Queiroz.

URCA ganha emissora de rádio educativa

A Universidade Regional do Cariri (URCA) vai contar com emissora de rádio educativa, informa o primeiro-secretário do Senado, José Pimentel (PT). A novidade para a instituição de ensino superior cearense tem decreto legislativo n] 131/2017 publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira.

O senador José Pimentel (PT), que apoiou, desde o início, a mobilização do corpo docente da universidade para garantir a outorga da rádio, diz que agora caberá ao reitor da URCA, Patrício Melo, cumprir todas as etapas do processo, tanto no Ministério das Comunicações como no Congresso Nacional.

A rádio vai funcionar no campus São Francisco, no Crato, e integrará a comunidade acadêmica dos outros campi da URCA, instalados nas cidades de Juazeiro do Norte, Iguatu, Campos Sales e Missão Velha. A universidade atende a uma comunidade de aproximadamente 11.000 estudantes de cerca de 91 municípios dos estados do Ceará, Piauí, Pernambuco e Paraíba.

Dicas do Enem – Caneta preta e documentação oficial com fotos são obrigatórios

Caneta esferográfica de tinta preta e documento oficial com foto são os dois itens que não podem ser esquecidos pelos candidatos que vão fazer o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no próximo domingo (12). A caneta deve ser fabricada com material transparente e obrigatoriamente preta, porque outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas.

O documento pode ser a carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, carteira de reservista ou passaporte. A carteira de estudante não será aceita como documento oficial. Também não serão aceitas cópias, nem mesmo as autenticadas.

Se o candidato perdeu ou teve o documento roubado, deverá apresentar um boletim de ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação do Enem – dia 5 de novembro.

O cartão de comprovação de inscrição, que deve ser impresso na página do Enem, não é obrigatório, mas é recomendável levar para ter acesso mais fácil a dados como o local e a sala da prova. Quem precisar comprovar sua presença na prova, para apresentar no trabalho, por exemplo, deve levar a declaração de comparecimento impressa e colher a assinatura do coordenador no dia da prova. O formulário está disponível na Página do Participante.

Lanches são permitidos, mas os alimentos industrializados, como biscoitos, salgadinhos e iogurte precisam estar com as embalagens lacradas. Todos serão vistoriados antes do ingresso na sala.

Itens proibidos

Não é autorizado o uso de celular ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o fim das provas.

O candidato também não poderá usar lápis, lapiseira, borracha, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Se estiver com um desses objetos, eles deverão ser colocados no porta-objetos.

(Agência Brasil)

MEC libera verbas para unidades do IFCE de Caucaia e Pecém

Danilo Forte e Rafael Callou (MEC).

O Ministério da Educação anunciou a liberação de recursos para a aquisição de equipamentos destinados aos laboratórios de cursos como eletromecânica, metalurgia e petroquímica das unidades de Caucaia e Pecém do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Atendeu a um pleito apresentado pelo deputado federal Danilo Forte (PSB). Nos próximos meses, será realizado o repasse de aproximadamente R$ 248 mil para ampliar o ensino profissionalizante na região.

Danilo recebeu a informação durante reunião, nesta quinta-feira, em Brasília, com o chefe de gabinete do MEC, Raphael Callou.

“A chegada do Complexo Industrial do Porto do Pecém foi benéfica, mas as grandes empresas que buscam instalação na região precisam de mão de obra qualificada e o IFCE assume esse papel quando possui a infraestrutura e o apoio necessários”, destacou Danilo Forte.

Durante a reunião o parlamentar reforçou a importância de outras demandas já apresentadas, como a ampliação estrutural do campus localizado em Tabuleiro do Norte, a construção do refeitório na unidade de Canindé e o apoio para o projeto de aproveitamento da energia solar desenvolvido pelos alunos de Caucaia.

(Foto – MEC)

UFC promove painel sobre transplantes de órgãos

A Universidade Federal do Ceará realizará nesta quinta-feira, a partir das 10h30min, no auditório do Centro de Ciências (Campus do Pici), um painel sobre o tema “Transplante de órgãos: o pioneirismo e excelência da UFC”.

O evento, que faz parte dos “Encontros Universitários”, uma promoção da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, terá a participação dos professores e médicos Fernando Barroso Duarte e José Huygens Garcia.

A mediação ficará por conta do reitor Henry Campos, que integra a diretoria da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos.

Autor de tentativa de homicídio na Unilab continua foragido

De um leitor do Blog no município de Acarape (Região Metropolitana de Fortaleza) sobre tentativa de homicídio registrada na Unilab contra estudante da Unilab. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

Hoje completam-se 18 dias da tentativa de homicídio ocorrida na Unilab. Até agora, o autor dos disparos segue foragido, coisa infelizmente comum, aqui no Ceará, em função, entre tantas outras coisas, da precariedade da polícia investigativa.

Bem, ocorre que, quase que diariamente, o autor dos disparos faz chegar à família da vítima e outras pessoas ligadas a ela, inclusive estudantes da universidade, ameaças de “conclusão do serviço” .

Esta situação, além de levar pânico aos familiares da jovem, que temem pelo retorno dela para casa, o que deverá ocorrer em breve, está alimentando os comentários de que o autor doa disparos está se escondendo na região de Redenção e que a polícia estaria fazendo vista grossa para a situação, não se empenhando de fato na sua captura.

Essa situação tem tido muitas repercussões negativas, inclusive boatos de que familiares e amigos da vítima estariam se armando para “fazer justiça”, pois nada esperam da polícia. Há clima de tensão na região, especialmente na universidade, que beira o insuportável.

*Sobre o caso, leia aqui.

IFCE tem 10% do seu orçamento retido pelo governo federal

O governo federal contingenciou 10% do orçamento do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE, que é da ordem de R$ 600 milhões.

A informação é do reitor Virgílio Araripe que busca, em Brasília, reverter essa situação. Sonhando com apoio da bancada federal cearense.

XVI Semana do Direito da Uni7 oferecerá serviços gratuitos para a comunidade

Nesta terça-feira, das 9 às 17 horas, haverá prestação gratuita de serviços para a comunidade fortalezense. O ato faz parte da programação da XVI Semana do Direito da Uni7, que comemora os 15 anos desse curso.

A Superintendência Regional do Trabalho e a Secretaria de Justiça vão emitir de carteira de trabalho e de identidade, inclusive de segunda via. A Polícia Civil emitirá boletim de ocorrência, enquanto o Decon levará unidade móvel para oferecer consultas. Já os alunos e professores do Direito darão consultorias jurídicas nas áreas cível, família, consumidor e trabalhista. O atendimento funcionará mediante senha que será entregue no local.

Na programação ainda massagem, manicure, engraxate, consulta de nutricionista e de fonoaudióloga, em parceria com a Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (CAACE).

A programação da XVI Semana do Direito continuará nos dias 7, 8, 9 e 10 deste mês com debates, palestras, mesas redondas, oficinas e conferências sobre temas atuais e relevantes como a reforma trabalhista, a liberdade artística, o direitos de personalidade, orientação sexual e transexualidade, ensino religioso e os quatrocentos anos da revolução russa. Haverá ainda lançamento de livros, filmes e uma sessão-aula com a 4ª Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Ceará.

SERVIÇO

*Uni7 – Avenida Almirante Maximiniano da Fonseca, 1395, bairro Engenheiro Luciano Cavalcante.

*Programação completa da XVI Semana do Direito da UNI7: http://www.uni7setembro.edu.br/semanadireito/2017.

Universidade Regional do Cariri está de luto

O reitor da Universidade Regional do Cariri (Urca), Patrício Melo, decretou luto oficial de três dias em razão da morte do Monsenhor Gonçalo Farias Filho, ex-vice-reitor da Instituição, ocorrida nesse domingo.

Em nota, a Urca expressa “inteira solidariedade aos familiares, amigos e à comunidade” e ressalta as relevantes contribuições que Monsenhor Gonçalo Farias Filho desempenhou para a consolidação da Instituição. Também destaca a sua importante atuação educativa na Região do Cariri, como professor e gestor da universidade e diretor da Fundação Padre Ibiapina.

Monsenhor Gonçalo desempenhou papel atuante na comunicação social regional, como diretor do Jornal Ação e da Rádio Educadora do Cariri.

Enem 2017 – No primeiro dia de provas, 30% de abstenção

Dos 6,73 milhões de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, 30,2% não compareceram ao primeiro dia de provas. Esse é o maior índice de abstenção desde 2009, quando foram registradas 37,7% de ausência.

No total, 273 pessoas foram eliminadas no primeiro dia, sendo que 264 foram por descumprimento das regras gerais do edital e nove por terem algum equipamento identificado pelos detectores de metal.

Não foi identificado nenhum caso de candidato usando ponto eletrônico, apenas uma pessoa que usava um fone de ouvido, que foi desclassificada. “A própria divulgação de que estamos utilizando equipamentos que identificam o uso de transmissores deve ter inibido os malfeitores que tentam ir no caminho dessa fraude”, disse o ministro da Educação, Mendonça Filho, em entrevista agora à noite. Neste ano, pela primeira vez foram utilizados detectores de ponto eletrônico.

O Inep também identificou dois casos de pessoas que saíram do local da prova antes do horário e também foram eliminadas. Um candidato foi identificado com um cigarro de maconha no bolso, mas ele pôde concluir a prova.

Duas turmas não conseguiram concluir a prova por falta de energia, uma em Tersina (PI) e outra em Uruaçu (GO). Esses alunos terão refazer a prova em dezembro e, segundo o Inep, não serão prejudicados.

Segundo o Inep, o participante isento de pagamento da taxa de inscrição do Enem 2017 que não compareceu às provas e não justificar essa ausência do sistema de inscrição do Enem 2018, por meio de documento legal, perderá o direito a nova isenção.

Hoje (5) foi o primeiro dia do Enem, com provas de redação, linguagens (língua portuguesa e língua estrangeira) e ciências humanas (geografia, história, filosofia, sociologia e conhecimentos gerais). O segundo dia de provas será em 12 de novembro, com questões de matemática e ciências da natureza.

Este é o primeiro ano que o Enem é realizado em dois domingos consecutivos. Até o ano passado, as provas eram realizadas em um único fim de semana – sábado e domingo.

(Agência Brasil)

III Corredor Cultural do Benfica terá até bloco de Carnaval

O Corredor Cultural Benfica vai dar prosseguimento à sua programação nos dias 11 e 12 deste mês de novembro, com pluralidade de linguagens, acesso gratuito e o objetivo de incentivar o fortalezense a ocupar o bairro universitário para vivenciar a cultura. A informação é da assessoria de imprensa da Universidade Federal do Ceará.

Tudo começa na manhã de sábado (11), a partir das 8h30min, com o projeto Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante. O ônibus, projeto de extensão do Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes) da UFC, dispõe de um verdadeiro “arsenal” de brinquedos e jogos para diversas faixas etárias e uma salinha de cinema, onde os pequenos poderão assistir a desenhos infantis e sessões de contação de história com a Associação Carne Seca de Arte.

Na área externa, as crianças encontrarão parquinho inflável, pula-pulas, jogos de tabuleiro e o apoio dos monitores do Curso de Educação Física da UFC. Instalado nos jardins da Reitoria (Avenida da Universidade, 2853, Benfica), o equipamento funcionará no sábado (11), das 8h30min às 11h30min, e no domingo (12), das 8 às 13 horas.

Música

O fim da tarde de sábado (11) dá início à programação musical do Corredor Cultural Benfica com apresentação do grupo Miraira, às 17 horas, na Concha Acústica da Reitoria. Laboratório cênico-musical de ensino, pesquisa e extensão em folclore e cultura popular, é formado por estudantes e professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (Ifce), além de membros da comunidade. Ao longo de 35 anos de história, seu trabalho transdisciplinar de resgate e difusão de elementos da cultura tradicional brasileira já ganhou os palcos em nove estados.

Às 17h30min, a atração será a banda Pulso de Marte, vencedora do II Festival de Música da Juventude de Fortaleza, cuja final ocorreu no dia 21 de outubro, na última edição do Corredor Cultural do Benfica. Com vocais femininos fortes e um mix de indie rock, MPB, pop rock, hardcore e rock alternativo, o grupo apresenta na Concha Acústica as músicas de seu primeiro CD, A busca.

Em seguida, às 18 horas, será anunciado o resultado da premiação dos melhores trabalhos dos Encontros Universitários da UFC, realizados de 8 a 10 de novembro no Campus do Pici.

A atração seguinte será o Grupo de Música Percussiva Acadêmicos da Casa Caiada, projeto vinculado ao Curso de Música da UFC (Fortaleza). Coordenado pela professora Catherine Furtado, o grupo costuma representar a UFC no desfile oficial do carnaval de Fortaleza e promete colocar o público para dançar com seus maracatus e sambas-enredo.

Bloco Luxo da Aldeia

O bloco carnavalesco Luxo da Aldeia é o quarto show da noite. O grupo homenageia, em ritmo de marchinhas, frevos, sambas e maracatus, a identidade cearense com um repertório de talentos locais de todas as épocas, como Lauro Maia, Evaldo Gouveia, Petrúcio Maia, Ednardo, Fausto Nilo e Fagner.

Selvagens à Procura de Lei

Presença confirmada no festival Lollapalooza Brasil 2018, a banda cearense Selvagens à Procura de Lei fecha a programação noturna do dia 11 com uma união perfeita entre rock e pop. Os músicos apresentam o show do álbum Praieiro (2016). Residente em São Paulo desde o ano passado, com público fiel, a banda tem uma história de proximidade com a UFC, tendo feito parte da seletiva universitária do Festival UFC de Cultura em 2011.

Na manhã de domingo (12), a música continua com a Camerata de Violões do Ifce, que se apresenta às 9h30min no palco montado na Avenida da Universidade. Às 10h30min, o mesmo palco recebe uma compilação de trabalhos artísticos apresentados na IV Mostra ICA, organizada pelo Instituto de Cultura e Arte da UFC.

Às 11 horas, a atração é o grupo Palmerê, iniciativa da Cia. Bate Palmas, que trabalha com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social residentes no bairro Conjunto Palmeiras. Há quase uma década, o projeto vem formando crianças na área de percussão alternativa e convencional, tendo dois grupos de batuque infantil e uma banda musical de alunos veteranos.

Dança

Os amantes da dança terão de acordar cedo no domingo (12) para marcar presença em um aulão de dança de salão. A formação será ministrada às 8 horas, no palco principal montado na Avenida da Universidade, pela Entre Abraços Escola de Dança.

Às 10 horas, o mesmo palco recebe a Escola de Ballet da UFC, com apresentação de coreografias clássicas. Ligado ao Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes) da UFC, o grupo atende à demanda pela formação em balé para adultos, ofertando desde 2013 aulas gratuitas no Campus do Pici. A escola apresenta o espetáculo Novelos, cujo apanhado de coreografias clássicas aborda, com delicadeza e força, a luta pelos direitos das mulheres. As peças são trechos oriundos de obras como Dom Quixote, A bela adormecida e O lago dos cisnes.

Esportes

Como nas duas edições anteriores, a Rua Paulino Nogueira será interditada para receber o espaço destinado à prática de jogos tradicionais e esportes de rua, como futebol e basquete. As atividades são abertas a todas as faixas etárias e contam com o suporte do Departamento de Educação Física do Ifce.

O Ifce marca presença ainda por meio de duas atividades abertas nas modalidades de capoeira (às 9 horas) e muay thai (10h) nos jardins da Reitoria. A primeira prevê apresentação dos instrumentos utilizados na roda de capoeira e um aulão com aquecimento, demonstração técnica e roda de capoeira. Não há restrição de idade. Já na de muay thai, está prevista uma apresentação da filosofia dessa arte marcial, além de demonstração técnica e noções básicas da luta. Ambas serão ministradas por equipes do Ifce.

CINEMA – Na manhã de domingo (12), a partir das 9h30min, o auditório da Reitoria sediará o Cine Debate do Observatório de Políticas Públicas da UFC. Na ocasião, será exibido o documentário Defensorxs (2015, 86 minutos) e haverá bate-papo com os realizadores da Nigéria Filmes.

Circo e Sarau

As risadas estarão garantidas, a partir das 9 horas do domingo (12), com a trupe do projeto Palco Aberto, que terá como picadeiro os jardins da Reitoria. Até as 12 horas, mímicos e palhaços reunirão adultos e crianças para entretê-los com muito humor e artes circenses, como malabares, trapézio de chão e acrobacias. Também às 9 horas, em outra área dos jardins, a Associação Carne Seca de Arte promoverá um pocket show instrumental e o sarau literomusical Viva Palavra.

Oficinas

Quatro oficinas serão ofertadas na manhã de domingo (12): “Artesanato em nó” (ás 8 horas), “Bonecas de pano” (9h30min), “Grafite” (9h30min) e “Quadrinhos” (8h30min). As três primeiras serão realizadas nos jardins da Reitoria, e a última, no Departamento de Arquitetura da UFC (Avenida da Universidade, 2890, Benfica). As inscrições poderão ser realizadas on-line, por meio de formulário eletrônico ou no horário e local das formações até o preenchimento das vagas disponíveis.

Feiras e exposições

Durante a manhã do dia 12, na Avenida da Universidade, os amantes dos livros poderão conferir expositores de diversas livrarias, com exemplares novos e usados à venda. Designers, artistas plásticos e artesãos participarão do Mercado de Economia Criativa, com produtos autorais nas áreas de arte, moda e decoração. Completa o leque de atrações na via uma exposição de bicicletas personalizadas.

Já a Feira de Orquídeas, com comercialização de diferentes espécies dessa família de flores, perfumará novamente os jardins da Reitoria. Os corredores do prédio, por sua vez, serão ocupados pela Feira de Artefatos, com itens como rádios, discos, antiguidades e objetos colecionáveis em geral.

Ainda nos jardins, estará montada a exposição UFC 60 anos, coleção de registros documentais e fotográficos da Universidade, organizados sob a curadoria do Memorial da UFC. O setor realizará, paralelamente, uma visita orientada à Reitoria, que prevê a observação de ambientes externos e internos com suporte de historiadores.

SERVIÇOS

Na noite de sábado (11), na lateral da Concha Acústica da Reitoria (Avenida da Universidade, 2853, Benfica), será montado um espaço de redução de danos da Rede Cuca, com distribuição de preservativos e de material informativo sobre infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), além da realização de teste rápido para detecção do vírus HIV e de outras ISTs, como hepatites e sífilis.

Já no domingo (12), das 8 às 12 horas, o posto de atendimento da Ciclofaixa de Lazer estará mais uma vez à disposição do público, com aferição de pressão arterial, teste de glicemia e distribuição de mudas. Também haverá equipes realizando emissão de bilhete único, cadastramento nos sistemas municipais de transporte compartilhado e solicitação de vagas especiais de estacionamento (idosos e pessoas com deficiência). Os atendimentos serão realizados por equipes da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos da Prefeitura Municipal de Fortaleza.

SAS abre seleção para Programa de Estágio

O SAS Plataforma de Educação está de portas abertas para os jovens com a realização do Programa de Estágio SAS 2018. Com a campanha #GenteJovemQueFazAcontecer, o programa promete captar os melhores candidatos, tanto por suas habilidades profissionais como por suas características pessoais e pela vontade de fazer a diferença em uma corporação. As inscrições seguem até o dia 22 de novembro.

O programa é destinado a jovens estudantes de faculdades sediadas em Fortaleza. A seleção deverá acontecer no período de um mês, e os aprovados iniciarão em janeiro de 2018 já com projetos a serem desenvolvidos durante a experiência.

O Programa de Estágio SAS 2018 contemplará as seguintes etapas: na primeira, ocorrerão inscrições e triagens para determinar os currículos que se adequem mais ao perfil da empresa; em um segundo momento, testes (conhecimentos gerais e raciocínio lógico) e dinâmicas serão realizadas para avaliar o desempenho em atividades individuais e em grupos. Em seguida, os candidatos gravarão vídeos respondendo a perguntas sobre cultura organizacional. Por fim, os aspirantes a estagiários participarão de entrevistas com lideranças da empresa.

SERVIÇO

*Os interessados podem inscrever-se no Programa de Estágio SAS 2018 pelo site www.vemprosas.com.br/estagio.

*Para obter mais informações sobre o programa, como fotos e depoimentos, acesse: imprensa.portalsas.com.br/estagio.

UFC manda nota sobre MAUC

Da Coluna Vertical, do O POVO desta sexta-feira:

Sobre a nota “Uma biblioteca fora do lugar”, publicada ontem nesta Vertical, o reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Henry Campos, enviou comentário. A íntegra pode ser lida em www.opovo.com.br/colunas/vertical: “Desejo, inicialmente, lamentar o nível de desinformação de quem considera inapropriada a existência de um acervo de livros em um museu de arte. A biblioteca do Museu de Arte da UFC (MAUC) existe há algum tempo e, para abriga-la condignamente, nenhum espaço está sendo subtraído daquele destinado à exposição do acervo artístico.

Continua: “No momento, o MAUC passa por uma série de reformas, que inclui a renovação completa do equipamento de ar condicionado e adequações arquitetônicas necessárias para abrigar, dentro em breve, uma importante exposição do nosso Curso de Design. Ao mesmo tempo, a instituição, dentro em breve, de um Conselho Curador, e a parceria que vem sendo construída com o Instituto Dragão do Mar a Secretaria da Cultura do Governo do Estado, constituem sólida base para criar uma sociedade de apoio ao MAUC, concretizando assim um antigo projeto”.

O reitor prossegue: “A alegação de que o equipamento está ‘alheio aos movimentos artísticos’ e ao turismo desmorona diante de iniciativas como o intercâmbio e parcerias estabelecidas com o Governo do Estado, Unifor e MASP, que expuseram ou expõem preciosas obras de nosso valioso acervo. O Museu também tem participado da programação do Corredor Cultural do Benfica (a ser reproduzido em novembro e dezembro). Depositamos plena confiança no diretor, o professor Pedro Eymar, que não permaneceria no cargo não fora sua competência, seriedade e compromisso institucional”.

René Barreira contará em livro sua experiência como reitor da UFC

O professor René Barreira está escrevendo livro contando a experiência de quem foi reitor da Universidade Federal do Ceará. Pretende lançá-lo mês que vem.

Ele segue assim o bom exemplo do professor Roberto Cláudio que, na última semana, na Casa José de Alencar, lançou o livro “Minha Universidade, Minha História” contando um pouco da trajetória de quem também foi reitor da UFC.

Esse tipo de publicação é importante para o resgate e manutenção da memória da mais importante instituição de ensino superior do Estado, hoje primeiro lugar no Norte e Nordeste em se tratando de pesquisa.

Uma biblioteca fora do lugar

Da Coluna Vertical, no O POVO desta quinta-feira (2):

O Museu da UFC (Mauc), que completará 70 anos em 2018, precisa de um choque de gestão, principalmente no sentido de ser ativo na relação com os movimentos artísticos do Ceará e com o turismo. Parece um equipamento encastelado e, estranho, não abre nos fins de semana, dias em que as pessoas poderiam visitar o precioso acervo, no bairro Benfica.

A última da diretoria do Mauc: transformar a mais importante sala expositiva numa biblioteca. Uma decisão questionável, já que o museu precisa de mais espaço para expor o que é patrimônio público cearense. O salão já está com o pé direto sendo diminuído, sinal de uma gestão que se perpetua sem crítica, sem um conselho consultivo e sem renovação de ideias.

Aliás, a UFC é useira em criar essas castas hereditárias. É assim na Casa Amarela, que não renova seu gestor, foi assim no extinto Curso de Arte Dramática. Ainda bem que no teatro, depois de décadas, chegou ao fim a cultura da “ficância”.

É construtiva a alternância de gestores.

Câmara aprova MP que muda regras do Fies

O plenário da Câmara aprovou na noite dessa terça-feira (31) a medida provisória que institui novas regras para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Por 255 votos a 105, os deputados acataram as mudanças propostas pelo governo ao sistema que financia estudantes de cursos privados do ensino superior, profissional, técnico ou tecnológico e em programas de mestrado e doutorado. A matéria agora vai ao Senado.

Atualmente, para ter acesso ao financiamento, o estudante deve passar por avaliação positiva em processos estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC), como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Também é necessário comprovar renda familiar mensal bruta de até três salários-mínimos. Entre as principais mudanças estão as formas de pagamento da dívida e das taxas de juros do financiamento.

Uma das alterações propostas pela MP está a exigência de que o pagamento do valor financiado ocorrerá no primeiro mês após a conclusão do curso. Antes, após a formatura, o estudante tinha até 18 meses para começar a pagar o financiamento. O chamado “prazo de carência” tinha como objetivo dar um tempo ao recém-formado para que ele conseguisse uma fonte de renda antes de começar a quitar a dívida. Nesse período, o estudante pagava, a cada três meses, uma parcela de até R$ 150, referente aos juros que incidem sobre o financiamento.

Entre outros pontos, a medida estabelece também que, a partir do primeiro semestre de 2018, os financiamentos serão concedidos, dependendo da modalidade, sem juros e com correção anual de acordo com a variação do índice oficial de preços ou taxa estipulada no início do contrato. Hoje, a taxa de juros anual do programa é de 6,5%. A MP admite a possibilidade de reparcelamento ou amortização em condições especiais de débitos vencidos e a extensão do prazo para conclusão do curso financiado por até quatro semestres.

O governo argumenta que as mudanças são necessárias para garantir a sustentabilidade e a continuidade do programa. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, o Fies precisa ser reestruturado para cobrir um rombo de R$ 32 bilhões do sistema. Parlamentares da base governista argumentaram no plenário da Câmara que as mudanças garantem o aumento de vagas para estudantes de baixa renda.

Para partidos da oposição, a reforma do sistema pode prejudicar o acesso de estudantes de baixa renda ao ensino superior.

(Agência Brasil)

MEC libera R$ 1,47 bilhão para o Fies e beneficia mais de um milhão de universitários

O Ministério da Educação liberou nesta segunda-feira, 30, R$ 1,47 bilhão para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os recursos serão repassados para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia que atua como agente operador do programa, e destinados à recompra de certificados do Tesouro Nacional pertencentes às entidades mantenedoras de instituições de ensino superior com adesão ao Fies. A verba contempla cerca de 1,2 milhão de alunos, informa o site do MEC.

O FNDE efetua o pagamento dos encargos educacionais às mantenedoras de instituições de ensino. Esses encargos se referem às operações de financiamento realizadas por meio de repasses de títulos da dívida pública, os Certificados Financeiros do Tesouro – Série E (CFT-E), que são utilizados prioritariamente para a quitação de tributos fisco-previdenciários.

“O Fies é uma das ações estruturantes do MEC para o acesso da população à educação superior”, observa o coordenador-geral de finanças da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento do MEC, Waslei José da Silva. “Com essa liberação financeira, mantemos a regularidade dos pagamentos dessa ação que atende, anualmente, centenas de milhares de estudantes brasileiros por meio da oferta de financiamento de cursos em instituições privadas.”

Com essa liberação, o MEC mantém o cronograma de repasses para o Fies. Depois de quitados os tributos fisco-previdenciários, o saldo remanescente de títulos pode ser recomprado pelo Fies e os recursos financeiros creditados em conta corrente aberta especificamente para esse fim.

UFC aprova novas propostas de criação de pós-graduações nos campi de Fortaleza, Sobral e Quixadá

O Conselho Universitário da Universidade Federal do Ceará (Consuni) aprovou, nessa segunda-feira, por unanimidade, 10 propostas de criação de programas de pós-graduação para os campi da UFC em Fortaleza, Sobral e Quixadá. Englobando mestrados e doutorados acadêmicos, além de um mestrado profissional, as proposituras já tinham recebido aval positivo do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade (CEPE), seguindo agora para avaliação (e consequente aprovação ou não) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A informação é do site da UFC.

Foram aprovadas pelo Consuni as seguintes propostas:

QUIXADÁ – Programa de Pós-Graduação em Computação – Mestrado Acadêmico;

SOBRAL – Programa de Pós-Graduação em Psicologia e Políticas Públicas – Mestrado Profissional;

FORTALEZA – Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Uso e Conservação da Biodiversidade – Mestrado e Doutorado (Centro de Ciências); Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção – Mestrado Acadêmico (Centro de Tecnologia); Programa de Pós-Graduação em Ciências Cardiovasculares – Mestrado Acadêmico (Faculdade de Medicina); Programa de Pós-Graduação em Patologia – Doutorado (Faculdade de Medicina); Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia e Funcionalidade – Mestrado Acadêmico (Faculdade de Medicina); Programa de Pós-Graduação em Medicina Translacional – Mestrado e Doutorado (Faculdade de Medicina); Programa de Pós-Graduação em Sistemas e Mídias Digitais – Mestrado Acadêmico (Instituto Universidade Virtual); Programa de Pós-Graduação em Secretariado Executivo – Mestrado Acadêmico (Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade).

Posse

Outro destaque da 112ª Reunião Ordinária do Consuni foi a posse dos novos representantes do Magistério Superior no órgão, com atuação até 30 de outubro de 2019: Professores José de Paula Barros Neto e Gregório Pacelli Feitosa Bessa (Titulares), Márcio Viana Ramos e Tânia Maria Batista de Lima (Associados), Adryane Gorayeb Nogueira Caetano e Ivan José Ary Júnior (Adjuntos), Filipe Maciel Roberto e Maria do Socorro de Araújo (Assistentes), Liu Man Ying e Ismar Capistrano Costa Filho (Auxiliares).

Também foram empossados como representantes das coordenações de cursos de pós-graduação os professores Christian Denys Monteiro de Oliveira e Orlando Luiz de Araújo, com atuação até 30 de outubro de 2018.

Ingressaram ainda como membros permanentes, sem direito a voto: o superintendente de Infraestrutura e Gestão Ambiental, José Ademar Gondim Vasconcelos; a secretária de Governança, Ruth Carvalho de Santana Pinho; o secretário de Cultura Artística, Elvis de Azevedo Matos; a secretária de Acessibilidade, Vanda Magalhães Leitão, e o secretário de Tecnologia da Informação, Joaquim Bento Cavalcante.