Blog do Eliomar

Categorias para Aeroporto

Aeroporto de Aracati recebe certificação operacional da Anac

242 1

O Aeroporto de Aracati, situado no Litoral Leste cearense, já está apto a receber voos comerciais. A certificação que autoriza esse tipo de operação foi assinada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na última sexta-feira (28), informa o gerente de aeroportos do Departamento Estadual de Rodovias (DER), coronel Paulo Edson. A a portaria será publicada até esta segunda-feira, 31, no Diário Oficial da União.

O documento é emitido após o operador aeroportuário prover os requisitos de infraestrutura e segurança exigidos pela ANAC para operação de voos no local. “No conjunto da certificação está a operação de voos por instrumentos – IFR, o que garante a operação de pouso e decolagem de aeronaves em condições de tempo e visibilidade desfavoráveis. Era o que faltava para o Aeroporto de Aracati começar a receber voos domésticos comerciais”, destaca Paulo Edson.

Azul

A empresa Azul informou que, a partir de fevereiro de 2019, iniciará a operação com três frequências semanais, saindo do Recife para Aracati, com escala em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Com a operação comercial, o Aeroporto de Aracati vai proporcionar uma nova dinâmica ao turismo do Litoral Leste do Estado, dando apoio aos empreendimentos turísticos que se instalam na região, especialmente nos municípios de Beberibe, Icapuí, Fortim e Aracati.

Fac-símile do D.O.U.

(Foto – DER)

Claro e Net ampliam rede de Wifi em aeroportos. Pinto Martins não foi contemplado

Aeroporto Internacional Pinto Martins, de Fortaleza.

A Claro e a NET estão ampliando a presença de sua rede de Wi-Fi nos aeroportos brasileiros, incluindo o Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU). A partir de agora, por meio de uma parceria com a norte-americana Boingo Wireless (NASDAQ: WIFI) – líder mundial em DAS, small cells e serviços de Wi-Fi para usuários finais, operadoras e anunciantes -, a rede “#NET-CLARO-WIFI” está presente nos 10 principais aeroportos do país, que representam aproximadamente 70% do fluxo anual de passageiros.

São aproximadamente 120 milhões de pessoas por ano que vivem conectadas entre um voo e outro, nos grandes centros urbanos do Brasil, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Manaus, Salvador e Recife.

Além do Wi-Fi no aeroporto, a Claro tem outras ofertas exclusivas para o público que viaja para o exterior e deseja estar sempre conectado. Com o Passaporte Mundo, o cliente pode utilizar seu plano móvel em mais de 80 países, utilizando normalmente como se estivesse no Brasil. Fala Ilimitado com quem necessitar (no país visitado ou em chamadas para o Brasil) e ainda navega no celular utilizando o plano de dados contratado.

“Estamos expandindo as possibilidades de conexão, no Brasil ou no exterior, para que nossos clientes aproveitem ao máximo suas viagens de negócio ou de lazer com a família. Em casa, na empresa, no aeroporto ou até em outros países, a Claro e a NET oferecem a melhor conexão somando diversas tecnologias de última geração, como fibra óptica, 4.5G e Wi-Fi. As mais rápidas conexões de internet e uma comodidade que só a Claro oferece, que permite utilizar seu plano móvel no exterior como se estivesse no Brasil”, explica Marcio Carvalho, diretor de Marketing da Claro.

Veja abaixo a lista de aeroportos que tem o serviço disponível:

· Aeroporto Internacional de Curitiba/Afonso Pena (CWG)

· Aeroporto de Belo Horizonte/Pampulha (PLU)

· Aeroporto Internacional de Minas Gerais/Confins (CNF)

· Aeroporto Internacional de São Paulo/Congonhas (CGH)

· Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU)

· Aeroporto Internacional de Manaus/Eduardo Gomes (MAO)

· Aeroporto Internacional de Recife/Guararapes – Gilberto Freyre (REC)

· Aeroporto Internacional de Salvador/Deputado Luis Eduardo Magalhães (SSA)

· Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão – Antônio Carlos Jobim (GIG)

· Aeroporto Santos Dumont (SDU)

SERVIÇO

*Para se conectar, basta encontrar a rede #NET-CLARO-WIFI (nomenclatura universal da rede em locais públicos) e digitar o mesmo login e senha utilizados para acesso ao site da NET. Para clientes Claro Móvel pós-pago basta criar um login e senha no primeiro acesso.

*O serviço de WIFI em aeroportos é parte da rede oferecida pela Claro Brasil gratuitamente para clientes Claro e NET, e que é composta por mais de 2,5 milhões de pontos espalhados pelo Brasil. Para saber mais informações sobre o serviço basta acessar o link.

*Para contratar o Passaporte Mundo, o Passaporte Américas ou o Passaporte Europa, cliente Claro pode acessar o aplicativo Minha Claro.

(Foto – Paulo MOska)

Aeroportos da Infraero devem receber 5 milhões de pessoas até janeiro

A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) espera receber 5 milhões de passageiros, entre embarques e desembarques, em seus aeroportos neste fim de ano. Ela acredita que o movimento de aeronaves deve ser de aproximadamente 42 mil pousos e decolagens no período entre esta segunda-feira (17) até o dia 6 de janeiro.

De acordo com a empresa, a preparação para receber o fluxo intenso de passageiros começou em novembro e passou pela manutenção preventiva de esteiras de despacho e restituição de bagagens, sinalização de pista, pontes de embarque, escadas rolantes, raios-x e detectores de metal, entre outros.

Dentre os aeroportos administrados pela Infraero estão os de Congonhas, Santos Dumont, Curitiba, Recife e Manaus.

(Agência Brasil)

Posto do Decon no Pinto Martins já realizou 1.121 atendimentos neste ano

124 1

O Posto Avançado do Decon no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, realizou 1.121 atendimentos. A informação é da assessoria de imprensa do Ministério Público do Ceará, adiantando que esse número integra um balanço preliminar deste ano do órgão. Em 2017, ocorreram 1.132 atendimentos. A unidade funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Criado em 2013, o serviço é destinado a pessoas em trânsito, ou seja, que passam pelo aeroporto e tiveram problemas relacionados ao consumo durante a viagem: atraso ou cancelamento de voos, problemas com a locação de veículos, descumprimento de oferta, desrespeito contratual por parte da agência de turismo ou do local de hospedagem, dentre outros. Apesar de ser destinado a pessoas que estão em embarques ou desembarque no horário comercial, o guichê pode atender a outros consumidores.

Os atendimentos mais recorrentes no posto avançado são para registro de reclamações contra práticas que são consideradas abusivas pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), cometidas por empresas de aviação como: extravio de bagagem, remarcação unilateral da viagem e cancelamento automático de passagem aérea de volta, mesmo que o consumidor perca a ida. A secretária-executiva alerta, ainda, pra que os cidadãos estejam atentos à abordagens de representantes comerciais de algumas empresas no hall no aeroporto, com propagandas enganosas ou contratações indevidas.

(Foto – Paulo MOska)

Governo do Ceará manda nota em resposta a artigo de ex-secretário que questionou Hub Aéreo

180 1

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômica, manda nota para o Blog em resposta ao artigo “Turismo: o “hub” dos voos comprados a preço de ouro”, de autoria do ex-secretário estadual do Turismo Allan Aguiar. Allan fez duras críticas às isenções no setor aéreo. Confira a nota:

Nota

A subvenção econômica às empresas aéreas que se estabeleceram com operação de centro de conexões (hub) no Estado é prevista em legislação aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Decreto nº 32.856, de 1º de novembro de 2018; Lei nº 16.580, de 19 de junho de 2018, alterada pela Lei nº 16.671, de 25 de outubro de 2018). Tendo em vista o grande efeito multiplicador de novas linhas aéreas internacionais na economia cearense, a subvenção é destinada a contribuir com parte dos custos necessários para o estabelecimento de rotas internacionais em aeroportos cearenses, como, por exemplo, a divulgação do Ceará nos mais diversos países do mundo como destino turístico.

Muito mais do que levar os cearenses para a Europa em voos diretos, como afirma o artigo do Sr. Allan Aguiar, ex-secretário do Turismo, os novos voos proporcionados não só pelo centro de conexões (hub aéreo), mas também pela chegada de uma nova administradora para o Aeroporto de Fortaleza, a Fraport, colocam o Ceará em inquestionável destaque no cenário brasileiro pelas oportunidades no âmbito do turismo e também na economia de uma forma geral.

A liberação da subvenção pelo Governo do Ceará foi condicionada aos impactos do hub aéreo, estimados em estudo do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), em mais de R$1,05 bilhão no PIB do Estado. Os efeitos na economia cearense já são visíveis através do aumento do fluxo de turistas no Estado, movimentando toda uma cadeia de serviços, gerando empregos e renda; na retomada na exportações de produtos como flores, peixes e plantas ornamentais, pescado, entre outros, que estavam fora da pauta de comércio exterior por problemas de logística.

Até o momento, a empresa Air France foi a única a pleitear a subvenção ao Estado, mas a legislação foi justamente modificada para dar oportunidade a qualquer outra companhia que se enquadre nos requisitos a pleitear o benefício.

De acordo com o Ministério do Turismo, o turismo é uma atividade dinâmica que impacta em cerca de 52 setores da economia e tem tudo para contribuir para o crescimento econômico do país, por meio da geração de empregos e renda, além do impacto em outras cadeias produtivas de bens e serviços. E é justamente isso que estamos começando a viver no Ceará:

Impactos do Hub Aéreo

• Incremento na operação do aeroporto e novos voos – até o próximo ano, serão mais de 60 voos entre o Ceará e o mundo, envolvendo todas as operações internacionais;

• Ampliação do Aeroporto de Fortaleza: a FRAPORT estima que até 2047 o número de passageiros aumente de 6,3 milhões para 29,2 milhões por ano;

• Exportação por modal aéreo – capacidade de mais de 120 toneladas/semana. Em média a movimentação por semana está em torno de 17 toneladas. Produtos como flores e peixes ornamentais voltaram à pauta de exportação, tornando-se mais competitivos.

• Aumento no fluxo de turistas com impacto direto na economia, principalmente em setores como construção civil, imobiliário, serviços e comércio;

• Impacto estimado no PIB de 0,79%, representando injeção de R$ 1,05 bilhão, no primeiro ano de implantação (Ipece);

• Previsão de geração de 80 mil empregos formais e informais no Ceará (Ipece).

Não existe dúvida de que o hub aéreo no Aeroporto Internacional de Fortaleza, ao lado de outros projetos na área da indústria e logística que estão em curso no Ceará, a exemplo do hub marítimo e do hub tecnológico, será um grande diferencial para o desenvolvimento do Estado.

*Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Ceará.

(Foto – Ilustrativa)

Aeroportos vão taxar obras de arte pelo peso e não pelo valor

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro Silveira, determinou: os aeroportos brasileiros não poderão cobrar impostos para armazenar obras de arte pautados no valor das peças. A partir de agora, as taxas serão, obrigatoriamente, baseadas no peso da peça.

Em abril deste ano, as concessionárias que administram os aeroportos de Cumbica, em Guarulhos (São Paulo), e do Galeão, no Rio de Janeiro – dois dos maiores do país – adotaram o regime de taxação pautado no preço das obras de arte. Museus e galerias teriam, então, que desembolsar quantias exorbitantes para trazer as peças para o Brasil, dificultando a realização de diversas exposições.

A Pinacoteca do Estado de São Paulo, por exemplo, para organizar a exposição Mulheres Radicais – Arte Latino-Americana, 1960-1985, gastaria cerca de 56.000 reais se a taxa cobrada fosse pelo valor das obras — em vez de 1.079 reais pela determinação agora em vigor.

A resolução foi divulgada nesta quarta-feira, 21, no Diário Oficial da União. Ela fixa, como diretriz de política pública setorial, a interpretação do termo “cívico-cultural” como sendo referente a obras de arte, instrumentos musicais e outras cargas que entram no Brasil sob regime de admissão temporária, destinadas a eventos de caráter cívico ou cultural.

(Com Estadão Conteúdo/Foto Ilustrativa)

Estacionamento do aeroporto de Fortaleza ganhará área coberta

A Fraport, gestora do Aeroporto Internacional Pinto Martins, iniciou a implantação de uma área coberta no estacionamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Terá, segundo funcionários da Parebem, a nova empresa que passou a gerir o estacionamento, um preço diferenciado dos R$ 14,00 cobrados por horário nesse local.

Todo o serviço deve ficar pronto até 20 deste mês.

(Foto – Paulo MOska)

Bilhetes aéreos já são emitidos seguindo o horário de verão

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou nota para alertar os passageiros com voos marcados a partir da zero hora deste domingo (4) sobre os bilhetes emitidos pelas companhias aéreas, que já consideram o horário de verão.

O novo horário será implementado até a meia-noite de 16 de fevereiro de 2019, nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo e no Distrito Federal.

A Anac sugere que, em caso de dúvidas, o passageiro entre em contato com as empresas aéreas, uma vez que “é dever das companhias informar e orientar sobre eventuais alterações nos horários programados”.

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, as regiões Norte e Nordeste não adotam o horário de verão, porque a hora adiantada é mais eficaz nas regiões mais distantes da linha do equador, onde há uma diferença mais significativa na luminosidade do dia entre o verão e o inverno.

Nos estados do Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país, os dias de verão são mais longos. O objetivo do horário de verão é estimular as pessoas e as empresas a encerrarem as atividades do dia mais cedo, a aproveitarem a iluminação natural e evitar que equipamentos eletrônicos sejam ligados para reduzir o consumo e a demanda energética no horário das 18h às 21h.

O ministério explica que no período também há aumento da temperatura e consequente aumento do uso de aparelhos de ar-condicionado, o que neutraliza o impacto no sistema elétrico.

(Agência Brasil/Foto – Jarbas Oliveira)

Setur trabalha a atração de mais quatro empresas aéreas

O secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, informa estar prospectando a vinda de mais quatro empresas aéreas “de vários continentes” para operações no Ceará até 2019. Ele diz que isso é possível com as novas regras baixadas pelo Governo para o incentivo econômico no mercado da aviação.

Os nomes e os países sede dessas companhias não foram revelados pelo secretário. Segundo Arialdo, há grande concorrência entre aeroportos, principalmente do Nordeste, e as negociações devem ficar em sigilo, até que acordos sejam firmados.

Conforme O POVO publicou, em março deste ano, voo Fortaleza-Marrocos pela companhia marroquina Royal Air Maroc (RAM) está sendo negociado. Além disso, em outubro, Arialdo havia confirmado que a companhia aérea Air Europa vai operar voos que ligam a Capital a Madri, a partir de maio de 2019. O lançamento oficial deverá ocorrer em novembro, com duas frequências previstas.

Em segundo plano, o grupo espanhol ainda estuda ingressar no ramo de hotelaria do Ceará. Globalia, grupo que gerencia a Air Europa e alinha empresas turísticas no país europeu, deverá aproveitar a nova conexão aérea com a Capital cearense para expandir suas atividades.

(Com O POVO)

Com apoio de Eunício, Camilo consegue cessão de terreno da Base para expansão do aeroporto

593 10

O presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (MDB), e o governador Camilo Santana (PT) estiveram reunidos, nesta quarta-feira, em Brasília, com o ministro da Defesa, General Joaquim Silva e Luna. No encontro, Luna anunciou que o projeto de cessão do terreno da Base Aérea de Fortaleza para utilização no plano de concessão do Aeroporto Internacional Pinto Martins já foi finalizado e incluído no Plano de Alienação da Base.

“Mais uma etapa superada para conclusão do processo”, comemorou o governador Camilo Santana, adiantando que essa é mais uma “demanda importante do Estado, que conta com o apoio de Eunício, para atender projetos estruturantes e assim impulsionar o crescimento econômico do Ceará.”

(Foto – Divulgação)

Obras do novo terminal de passageiros do Pinto Martins chegam a 26% de sua totalidade

As obras do novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, atingem 26% do seu total.

Nesta terça-feira, o governador Camilo Santana (PT) e comitiva visitaram o empreendimento que tem a empresa Fraport Brasil – Fortaleza, subsidiária da alemã Fraport AG Frankfurt Airport Services Worldwide, em acordo de concessão com o Governo do Ceará, como responsável pelo projeto.  O investimento no projeto é de R$ 1 bilhão para a realização das fases 1B e C.

“É um grande investimento de ampliação e modernização em que vamos praticamente dobrar o aeroporto em termos de área, criando novos acessos, aumentando o estacionamento. Todo um planejamento para bagagens, aumento da pista. O importante é que estamos fortalecendo o fluxo, só de voos internacionais passamos de oito para 48 e a tendência é aumentar para 60 no ano que vem. Há interesses em companhias de ampliar o número de voos. O aeroporto de Fortaleza se consolida como um grande hub aéreo e isso significa que temos que garantir condições para acolher esses passageiros”, disse Camilo Santana durante a visita.

(Foto – Paulo MOska)

Justiça Federal determina livre acesso ao estacionamento do aeroporto de Juazeiro do Norte

Decisão proferida pela 16ª Vara Federal da Seção Judiciária do Ceará determinou o livre acesso de veículos ao estacionamento do aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte, ao suspender o contrato comercial entre a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e a empresa concessionária Luciano Carvalho Bezerra de Menezes – ME.

A decisão determina, ainda, que sejam imediatamente desfeitas as obras construídas para o estacionamento e que estão impedindo a livre circulação de veículos na Praça Capitão Aviador Samuel Wagner Almeida e na Avenida Virgílio Távora, área próxima ao Terminal de Passageiros.

A decisão destacou que as exigências legais quanto à possibilidade de contratação sem licitar não foram observadas no Contrato Comercial de n.º 02.2018.113.0008, razão pela qual foi determinada a sua imediata suspensão, como requerido pelo Ministério Público Federal.

No entanto, em sua decisão, o juiz federal Fabricio de Lima Borges ressaltou que a Infraero, conforme seu juízo de conveniência e oportunidade, pode realizar nova contratação de empresa privada para explorar o serviço de estacionamento do Aeroporto de Juazeiro do Norte, desde que observadas as exigências legais.

O Município de Juazeiro do Norte e a União também foram intimados da decisão.

(Foto: Arquivo)

Viagens domésticas movimentam aeroportos neste feriado prolongado

Aeroporto de Fortaleza.

A previsão do Ministério do Turismo (MTur) para este feriado prolongado de 12 de outubro é de que sejam feitas 3,24 milhões de viagens domésticas, com impacto econômico de R$ 6,7 bilhões nos destinos visitados. Além de homenagear a padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, nesta sexta-feira também é celebrado no país o Dia da Criança. O feriado pode ser prolongado até segunda-feira (15), com a comemoração do Dia do Professor. Segundo o Ministério do Turismo, os destinos mais procurados são Porto Seguro (BA), Natal (RN), Fortaleza (CE) e Balneário Camboriú (SC).

Os aeroportos da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) com voos comerciais regulares devem registrar aumentos de 2% na movimentação de passageiros e de 6% na circulação de aeronaves durante o feriado. De acordo com estimativa da empresa, entre os dias 11 e 15 de outubro, 47 aeroportos da empresa devem receber 1,07 milhão de viajantes, considerando embarques e desembarques, e um total de 9,2 mil voos, entre pousos e decolagens. Os números, no mesmo período no ano passado, foram de 1,05 milhão de passageiros e 8,7 mil voos, levando em conta a movimentação entre quinta e segunda-feira.

O dia de Nossa Senhora Aparecida é o quarto feriado prolongado do ano, depois do Dia do Trabalho, Corpus Christi – segundo com maior faturamento e viagens –, e o 7 de Setembro. A estimativa do MTur é de que os sete feriados prolongados de 2018 resultem em 13,9 milhões de viagens e injetem R$ 28,84 bilhões na economia. O cálculo não inclui a Semana Santa e nem o Carnaval, por já serem prolongados.

Até o final de 2018, mais três feriados prolongados (Finados, Proclamação da República e Natal) devem estimular a realização de viagens internas, segundo o ministério.

(Com Agência Brasil)

NO AEROPORTO Internacional Pinto Martins, é boa a movimentação de passageiros embarcando e desembarcando neste começo de tarde de sexta-feira. Quem chega, vem embalado por pacotes promocionais.

Novo Terminal – Fraport aguarda mais uma licença da Semace

A Fraport, gestora do Aeroporto Internacional Pinto Martins, com sete ações no canteiro das obras de ampliação do terminal de passageiros, ainda aguarda uma licença a ser liberada pela Semace.

Diz respeito a soltura de animais silvestres por ventura capturados durante o desmatamento no projeto. Esse item atrasa algumas etapas do projeto.

(Foto – Paulo MOska)

No feriado da padroeira do Brasil, Fortaleza espera receber 75 mil turistas

Fortaleza deverá receber no feriado da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, no dia 12 de outubro, cerca de 75 mil turistas. A previsão é da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, no Ceará (ABIH-CE), adiantando que a estimativa de ocupação da rede hoteleira para o período é de 77,9%.Em termos de impacto econômico, há expectativa de aproximadamente R$ 200 milhões, em três dias de feriado prolongado.

Segundo a plataforma de viagens Voopter, ferramenta que compara preços de passagens aéreas, Fortaleza apareceu como o terceiro destino mais procurado pelos brasileiros para o feriado. Isso, depois de São Paulo e Rio de Janeiro. A Capital cearense também foi apontada pelo buscador de viagens Kayak como o quarto dos destinos nacionais mais pesquisados pelos usuários, no período de 11 a 14 de outubro, saindo de todos os aeroportos do Brasil.

O secretário municipal do Turismo, Régis Medeiros, afirma que outubro costuma ser um mês de movimentação para o turismo, em que as pessoas aproveitam para fazer viagens mais curtas, dentro do próprio País. “Estamos bem otimistas. Fortaleza vem liderando o ranking entre os nacionais e em quase todos os feriados do ano estivemos com a média de 75% a 80% de ocupação dos nossos hotéis”, acentua Medeiros.

(Foto – Divulgação)

Gestora do Aeroporto Internacional Pinto Martins quer R$ 700 milhões do BNB

A Fraport Brasil, empresa gestora do Aeroporto Internacional Pinto Martins até 2047, decidiu tomar emprestado até R$ 700 milhões do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para investir na modernização e ampliação do terminal. A decisão foi aprovada, por unanimidade, pela diretoria e por acionistas da companhia em assembleia geral extraordinária realizada no último dia 24 de agosto, na Capital cearense.

O crédito virá do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e será pago em até 20 anos. A expectativa é que a taxa de juros seja de 5,8% ao ano. As negociações entre Fraport e BNB começaram em fevereiro.

Além do financiamento das obras de modernização e ampliação do Aeroporto de Fortaleza, outras operações com a Fraport estão sendo analisadas pela instituição. Para 2018, o banco projeta contratar cerca de R$ 14,5 bilhões para projetos de infraestrutura no Nordeste.

Para pagar o financiamento de R$ 700 milhões, a Fraport constituiu algumas garantias durante a assembleia geral, como: cessão fiduciária de aplicações financeiras das contas bancárias a serem especificadas no contrato de financiamento, nos termos, condições e valores especificados pelo BNB; penhor das ações de emissão da companhia por sua acionista Fraport AG Frankfurt Airport Services Worldwide; cessão fiduciária dos recebíveis oriundos das receitas obtidas pela prestação de serviços de operação do aeroporto; cessão fiduciária dos direitos emergentes decorrentes das indenizações e demais valores devidos à empresa nos termos do contrato de concessão do terminal, celebrado com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac); e outras garantias de caráter pessoal ou real que estejam previstas ou sejam necessárias no contrato de financiamento.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também estava disposto a financiar as obras, que são tocadas pelo consórcio Método e Passarelli desde abril. A escolha da companhia pelo BNB estaria ligada às taxas mais competitivas.

“Em entrevista concedida ao O POVO no mês passado, antes de a Fraport decidir pela contratação da operação de crédito, o presidente do BNB, Romildo Rolim, disse que estava otimista quanto ao acordo. “A parte do projeto que depende do Banco do Nordeste já foi concluída. Estamos aguardando a decisão da empresa, que está fazendo ajustes apenas no dimensionamento dos investimentos”, afirmou na ocasião.

A Fraport precisaria entregar a primeira etapa das obras de expansão e reforma do terminal existente em outubro de 2019. Mas solicitou à Anac que o prazo fosse estendido em seis meses, para abril de 2020.

(O POVO -Repórter Raone Saraiva/Foto – Jarbas Oliveira)

Passarela de pedestres em frente ao aeroporto exige ação educativa

422 2

Enquanto pedestres usam as passarelas da avenida Engenheiro Santana Júnior (Centro de Eventos), e a da BR-116 (Colégio Paulo Airton), a turma que trabalha ou precisa ir ao Aeroporto Internacional Pinto Martins continua se arriscando entre os carros. Triste.

Bem que algum tipo de ação educativa, por parte do Governo, Prefeitura ou Fraport, esta gestora do terminal aeroportuário, poderia ser feita para conscientizar sobre o uso do equipamento.

(Foto – Paulo MOska)

Decreto quer servidor estadual viajando para o exterior partindo apenas de Fortaleza

Da Coluna de Jocélio Leal, no O POVO desta sexta-feira, o tópico “Pousos e decolagens por aqui mesmo”. Confira:

O governador Camilo Santana (PT) está para assinar decreto que determina aos servidores do Estado embarque e desembarque em voos internacionais apenas pelo Pinto Martins.

Noutros termos, reforça com a demanda do Governo as frequências para o Ceará. Camilo ouviu a sugestão do secretário do Turismo, Arialdo Pinho. O pessoal que fazia questão de voar Emirates a partir de São Paulo terá de deixar o desfrute para as férias.

Na Era Tasso havia bem menos voos, mas existia esta exigência.

(Foto – Jarbas Oliveira)