Blog do Eliomar

Categorias para Artes

Adjafre e Gero – Cearenses se destacam na teledramaturgia e no cinema

Da Coluna Vertical, no O POVO desta terça-feira (9), pelo jornalista Demitri Túlio:

Dois cearenses, Daniel Adjafre e Gero Camilo, começam em alta a temporada de 2018 na teledramaturgia e no cinema.

Gero, único selecionado do Ceará no edital do Prodecine, rodará o filme Aldeota. Roteiro baseado na peça de teatro que leva o nome do bairro de Fortaleza e escrita e encenada pelo próprio Gero. Ele que passou pelo curso de princípios básicos de teatro do TJA, na década de 90.

Já Adjafre assina a novela Deus Salve o Rei, folhetim que estreia hoje, no horário das 19 horas, na Globo. O autor é cria do curso de formação em dramaturgia pelo Instituto Dragão do Mar (2000). Será seu primeiro solo em novela na plim-plim, ele foi coautor de Sete Vidas.

Daniel Adjafre escreveu dois livros pela Fundação Demócrito Rocha: As Garrafinhas de Areia Colorida e A Batalha de Jericoacoara. Antes de ser novelista, Adjafre se formou em Ciências da Computação pela Uece.

Arte na Praça promove a democratização da cultura, arte e lazer

Os municípios de Pedra Branca, Barro e Palmácia receberam nesse fim de semana o projeto Arte na Praça, que conta com brincadeiras populares, show de mágica, apresentações artísticas, pintura facial e em tela, além de outras atrações. A programação é gratuita, diante da democratização da cultura, arte e lazer.

A iniciativa, que ocorre sempre no primeiro sábado do mês, é uma das ações do Programa Mais Infância Ceará, voltado para o desenvolvimento infantil e idealizado pela primeira-dama do Ceará, Onélia Santana. O Arte na Praça, realizado pelo Governo do Ceará e pelo Serviço Social do Comércio Ceará (Sesc/CE), com apoio dos municípios cearenses, já atendeu, até o mês de novembro, 71 cidades.

”Estamos fechando o ano com aproximadamente 80 edições do Arte na Praça. Isso nos deixa felizes porque são crianças brincando com a família e com a comunidade. Através do brincar, elas se divertem, têm lazer e cultura, associado a uma vasta programação, realizada junto ao Sesc-CE, grande parceiro do Mais Infância Ceará, que está realizando com o Governo do Ceará o Arte na Praça nos municípios cearenses”, destaca Onélia Santana.

O Arte na Praça também será realizado em Fortaleza e Ubajara, na Serra da Ibiapaba, no sábado (9).

(Governo do Ceará / Foto: Divulgação)

Artista plástico cearense expõe “Quatro Estações – Rio São Francisco” na Câmara dos Deputados

O contraste entre a exuberância da natureza e a degradação ambiental resultante da ação humana é a inspiração da nova exposição do Centro Cultural Câmara dos Deputados, assinada pelo artista plástico e geólogo cearense Francisco Ivo. “Quatro estações – Rio São Francisco” traz, em 20 telas, um estudo de caso sobre uma das mais importantes bacias hidrográficas do País, cuja transposição das águas pode chegar ao Ceará em 2018. O trabalho integra a 11ª edição da Mostra de Arte Cidadã da Câmara, aberta à visitação gratuita até 13 de dezembro.

A exposição, em breve, poderá ser trazida ao Ceará, pois está inscrita em editais de cultura locais. Antes de Brasília, parte da obra do cearense foi destaque em exposição individual no Memorial à República de Maceió, em Alagoas, entre novembro e dezembro do ano passado.

Em “Quatro estações – Rio São Francisco”, a técnica da pintura em óleo sobre tela ajuda o visitante a compreender as transformações no Velho Chico ao longo dos 2.700km de sua extensão, desde a nascente, em Minas Gerais, até a foz, entre Alagoas e Sergipe. As telas retratam não só a beleza dos cânions, da fauna e da flora, mas também os ciclos de desenvolvimento socioeconômico que acabaram cobrando um alto preço ao rio.
Obras como “Máquina imperial”, “Pontes do Velho Chico”, “Luz para todos” e “Transposição”, para citar apenas alguns exemplos, chamam a atenção para os efeitos positivos e negativos do progresso sobre a região.

A formação em Geologia do artista confere um tom especializado às pinceladas. Nas telas “Lajeados e Bromélias”, “Corrupião” e “Guaramiranga”, por exemplo, Francisco Ivo explica que a diversidade observada na bacia hidrográfica só foi possível graça à complexidade dos relevos e aos múltiplos habitats gerados durante uma longa história geológica, climática e biológica.

Quatro Estações

O estudo de caso sobre o São Francisco integra projeto anterior do pintor cearense, batizado de “Quatro estações”. Inspirado na obra “As Quatro Estações”, do compositor italiano Antônio Vivaldi, Francisco Ivo pintou as primeiras telas da série, pensando nas condições ambientais em que o planeta se encontrava no século XVIII.

Cada estação é associada a um fenômeno ou processo humano com impacto no meio ambiente, como a ocupação urbana, o consumo desenfreado, a industrialização e o desmatamento. Foi com base nessa concepção que Ivo decidiu expandir a série de pinturas e realizar o estudo de caso sobre a bacia hidrográfica, ampliando o olhar sobre a dicotomia natureza-degradação e trazendo a realidade do Velho Chico para sua coleção.

O Artista

Membro da Academia Cearense de Ciências, Letras e Artes do Rio de Janeiro, Francisco Ivo estudou desenho de arquitetura e produziu suas primeiras pinturas nos anos 1980, tendo a arte NAIF como inspiração. Em 1987, concluiu o curso de Geologia e, em seguida, mudou-se para o Rio de Janeiro, fixando residência em Niterói. Cursou aulas de pintura na Sociedade Brasileira de Belas Artes, no Rio. Em 2016, deu início a exposições individuais por seleção.

A trajetória do artista Francisco Ivo traz curiosidades. É trineto de uma importante personagem da história política cearense, Fideralina Augusto Lima, conhecida como “a matriarca de Lavras da Mangabeira”. Personagem forte, em uma época na qual a política era totalmente comandada por homens, Dona Fideralina teve sua história contada em livro de Dimas Macêdo, lançado em outubro (bit.ly/2A2wBwF). Antes, inspirou romance da escritora Rachel de Queiroz, no livro “Memorial de Maria Moura”. Dona Fideralina era avó de Sinhá D´Amora, figura importante das artes plásticas no Ceará e do Brasil, que acabou por também influenciar a veia artística de Francisco Ivo, seu sobrinho-neto.

Governo inscreve para concurso de presépios

A Central Cearense de Artesanato (Ceart) está com inscrições abertas, até a próxima segunda-feira (20), para o XXI Concurso de Presépio Artesanal 2017. O objetivo do certame é valorizar o artesanato cearense e divulgar as diversas tipologias artesanais do Estado. Podem participar artesãos cadastrados no Programa Estadual para o Desenvolvimento do Artesanato, com a confecção de peças seguindo a tipologia da qual ele é fornecedor.

“Este concurso é mais uma ação do Governo do Ceará em benefício dos artesãos cearenses. Um incentivo à produção do legítimo artesanato do nosso estado. Os presépios produzidos são belíssimos e a população pode adquirir o produto, que estará disponível após a premiação do dia 30 de novembro, para enfeitar o seu Natal”, explica a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

Os três primeiros lugares receberão prêmios nos valores: R$ 2.400,00; 1.200,00 e 800,00, respectivamente. Os trabalhos serão avaliados por uma comissão, formada por personalidades das artes e da cultura no Estado, nos dias 23 e 24 de novembro, e ficarão expostos na loja da Praça Luiza Távora, entre os dias 21 de novembro e 6 de janeiro de 2018.

SERVIÇO

*Inscrições na Coordenadoria do Desenvolvimento do Artesanato, localizado na avenida Santos Dumont, nº 1589 (Praça Luíza Távora). Fazer a inscrição mediante apresentação da carteira de identidade artesanal, no horário das 8h30min às 16h30min.

*Mais Informações – 3101.1637.

Vem aí o 16ª Festival de Audiovisual Universitário

A Caixa Cultural Fortaleza vai apresentar, de terça a domingo próximos, o 16º NOIA – Festival do Audiovisual Universitário, que reunirá a produção universitária brasileira nas linguagens artísticas cinema, fotografia e música. Durante seis dias, o evento promoverá a exposição dessas obras, o diálogo com os realizadores e a realização de atividades formativas. Os curtas-metragens serão divididos em dois programas. A Mostra Brasileira de Cinema Universitário exibirá 21 produções de nove estados e o Distrito Federal. Já a Mostra Cearense de Cinema Universitário apresentará, em competição especial, sete curtas-metragens locais.

Os filmes selecionados concorrerão ao Troféu Noia nas seguintes categorias: melhor curta-metragem (júri oficial, júri popular e júri da crítica), direção, roteiro, montagem, edição de som, trilha sonora, fotografia, direção de arte, figurino, maquiagem, atriz, ator e intérprete coadjuvante. A Mostra Cearense também premiará o melhor filme de acordo com o voto popular.

Compõem o júri oficial da Mostra Brasileira de Cinema Universitário: Marcelo Dídimo, professor do curso de Graduação em Cinema e Audiovisual e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (UFC), Salomão Santana, cineasta e programador, e Verônica Guedes, cineasta e produtora. O júri da crítica será organizado, mais uma vez, pela Associação Cearense de Críticos de Cinema, e contará com a jornalista Adriana Martins, o crítico Ailton Monteiro e o crítico e programador Pedro Azevedo.

SERVIÇO

*Os interessados devem realizar inscrição prévia no site oficial do Festival Noia (festivalnoia.com.br).

*Cultural Fortaleza Fortaleza – Avenida. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema.

O artesanato que transforma vidas

Com o título “Artesanato: tradição e modernidade”, eis artigo do superintendente estadual do Sebrae, Joaquim Cartaxo. Ele aborda o valor e o peso econômico do artesanato no campo não só cultural, mas da geração de empregos. Confira:

A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD), acontecida em 2004, classifica as atividades da economia criativa em quatro grandes grupos de atividades da indústria criativa: tradição, arte, mídia e criações funcionais. Do latim traditio, tradição é o conjunto de bens culturais como os valores, os costumes e as manifestações que são transitados de geração a geração e passam a fazer parte da identidade social de um povo. Justamente neste grupo, encontra-se uma das atividades produtivas que mais conseguem materializar o patrimônio histórico e cultural de um povo, comunidade ou grupo: o artesanato.

O artesanato é uma das atividades primordiais do homem que passaram a criar utensílios para seu uso e também para decorar o ambiente onde vive. Também vem sendo sustento de milhões de pessoas em todo o mundo, que encontram no artesanato a sua principal atividade produtiva. Ao longo dos tempos, este fazer artesanal conseguiu resistir à era industrial e, hoje, em um mundo cada vez mais digital, e graças à internet, está conseguindo ampliar o seu alcance, atingindo consumidores em locais bem distantes de seus centros de produção.

Assim sendo, a modernidade passou a ser aliada importante desta produção artesanal, seja na divulgação, seja no acesso dos produtores a novos mercados consumidores. Mais do que uma atividade que resiste ao tempo, o artesanato vem encontrando cada vez mais espaço e, também, servindo de inspiração para os trabalhos criativos de diversos outros setores econômicos como a moda, a arquitetura e a indústria de mobiliários, por exemplo.

Em alguns locais, a produção artesanal também vem incorporando o design em seus produtos, trazendo para a criação desses utensílios aspectos funcionais, estéticos e que entrega conceitos. Com isso, o artesanato ganha um novo valor, estabelece novos padrões de qualidade e ajuda a transformar a vida de pessoas.

*Joaquim Cartaxo

cartaxojoaquim@bol.com.br

Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae/Ceará.

Sobrado Dr.José Lourenço abre exposição neste sábado

O Museu de Arte Sobrado Dr. José Lourenço receberá, neste sábado, às 10 horas, a exposição “Os Pensamentos do Coração”, que reúne 35 obras de 20 artistas da cidade de Fortaleza, inspiradas na arte de Leonilson. Idealizada pela produtora e gestora cultural Nádia Sousa, com curadoria de Sérgio Gurgel, Simone Barreto e Ruth Aragão, e realizada pela Mercúrio – Gestão, Produção e Ações Colaborativas. Na abertura, haverá show da banda Dronedeus e performance artística.

Os artistas Bruno Queiroz, Fernanda Martins, Fernanda Meireles, Gleyson Portela, Laura Karine, Natália Parente, Nilo Lima, Nina Santiago, Raísa Christina, Robézio Marques, Rodrigo Ferrera, Ruth Aragão, Sérgio Gurgel, Silvânia de Deus, Simone Barreto, Tereza Dequinta, Tiago Fontoura, Victor Hugo, Vitória Forte e Yuri Yamamoto produzem um diálogo entre a moda e a obra de Leonilson, utilizando os mesmos materiais e caminhos do artista cearense: bordados, frases com delimitação de sentido, pinturas, riscados sobre papel, números, bússolas, ampulhetas, pedras, botões.

Oficinas

Como forma de promover a formação artística, a exposição no Sobrado Dr. José Lourenço também traz oficinas ministradas pelos artistas. No dia 3, de 13h30min às 16h30min, acontece a oficina de “Visagismo e Autoestima”, com Gleyson Portela. O “Crochê Contemporâneo” é tema da oficina do dia 5, das 9 às 11h3min0, com Nina Santiago. No dia 9, das 13h30min às 16h30min, acontece a oficina de “Bordado Livre”, com Fernanda Martins e Natália Parente. Já no dia 11, às 13h30min, é a vez da oficina “Bordado Experimental”, com as mesmas artistas. Por fim, no dia 12, às 9 horas, acontece a oficina “Ilustração de Moda”, com Gleyson Portela. As inscrições para as oficinas já foram encerradas, tendo todas as vagas preenchidas.

SERVIÇO

*Sobrado Dr. José Lourenço – Rua Major Facundo, 154 – Centro, Fortaleza – CE)

*Exposição: De 29 de julho a 19 de agosto

*Visitação: De segunda à sexta, das 9 às 17 horas e sábado, das 9 às 12 horas.

(Foto – Divulgação)

Exposição de bonecos é boa pedida para a criançada e também para os grandinhos

Repórter do Blog, Ângela, minha Massozinha e Augusto.

A exposição “Circula Boneco Nordeste” segue no Shopping Benfica, até o dia 31 de agosto, no térreo, ao lado da Loja Comfort. Com curadoria de Ângela Escudeiro, a exposição reúne criações do humorista e comediante Augusto Bonequeiro, incluindo o “Seu Encrenca”.

Os bonecos têm divertido a criançada e também os grandinhos.

A reportagem do Blog visitou a exposição neste sábado.

Sucesso sempre para Augusto Bonequeiro e a querida Ângela Escudeiro.

Augusto Bonequeiro abre exposição no Shopping Benfica

O Shopping Benfica abrirá, nesta sexta-feira, a exposição Circula Boneco Nordeste – Acervo Augusto Bonequeiro. São bonecos feitos por Augusto Bonequeiro que apresentará, inclusive, uma das criações de maior sucesso: o “Seu Encrenca”.

Trata-se de um projeto elaborado pela Escudeiro Produções Artísticas, que tem á frente Ângela Escudeiro, e que foi contemplado em 2015 pelo Programa BNB/CNIC/Ministério da Cultura.

A exposição vai se estender até 31 de agosto, no térreo do shopping, ao lado da Loja Comfort.

Primeira-dama divulga artesanato cearense em Portugal

A primeira-dama do Ceará, Onélia Leite, embarcou na rota de Portugal. Ali, participará, como curadora, da exposição que a Ceart apresentará durante a 40ª edição do Festival Nacional do Artesanato de Vila do Conde, nesse País.

O objetivo é divulgar nessa feira, uma das mais importantes do ramo na Europa, o artesanato cearense como produto de exportação.

Uma exposição com paisagens inquietantes ganha espaços no Ideal Clube

A Galeria do Iate Clube expõe, a partir desta quinta-feira, uma coletânea de trabalhos realizados pelo fotógrafo brasiliense Druso Frota. Radicado no Ceará ha 15 anos, a exposição “Paisagens Inquietantes, Olhares Penetrantes” apresenta trabalhos do artista ao longo de seus 10 anos de carreira.

Com um olhar sensível, a exposição “Paisagens Inquietantes, Olhares Penetrantes” é o resultado de dezenas de viagens de Druso Frota por diversos diversos estados brasileiros e Países como Colombia, Argentina, Vietnam e Tailandia.

“Minhas fotografias têm a intenção de transportar o espectador para ambientes que transcendem o imaginário e desperte novas emoções”, diz Druso Frota. A exposição se estenderá até 12 de agosto.

(Foto – Divulgação)

Feira do Artesanato, Moda e Alimento (Fama) é atração no Aterrinho da Praia de Iracema

Começa nesta terça-feira, a partir da 17 horas, no Aterrinho da Praia de Iracema, a Feira de Artesanato, Moda e Alimentos (FAMA). A realização é do Sebrae/CE e tem por objetivo expor o melhor de cada segmento para os cearenses e, em especial, para os turistas que visitam Fortaleza.

A FAMA 2017 vai se estender até sábado, sempre no horário das 17 ás 22 horas, informa a assessoria de imprensa do Sebrae, que disponibilizou para o Blog este vídeo promocional.

Ceart terá estande em feira de artesanato de Portugal

Todos os anos a Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde, em Portugal, convida um país para apresentar seus produtos artesanais, gastronomia e manifestações culturais.

Neste ano, em sua 40° edição, a organização da feira, em parceria com a Associação para a Defesa do Artesanato e Patrimônio, convidou o Ceará, através da Ceart, como representante do Brasil no evento. O Estado foi convidado, por ser considerado referência no desenvolvimento de políticas públicas para fomento do segmento artesanal.

O livro “Mãos que fazem história – A vida e a obra de artesãs cearenses”, foi também motivo de inspiração para o convite, por mostrar a diversidade e riqueza das tipologias artesanais do Ceará. Durante o evento, mais de duas centenas de artesãos demonstrarão ao vivo o seu saber nas mais diversas expressões de artesanato. Além dos estandes, a programação contempla mostras, concurso fotográfico e shows.

A Feira de Vila do Conde ocupará uma área total de 11 mil metros quadrados e aguarda cerca de 400 mil  visitantes. Serão 190 expositores, com a Ceart devendo ocupar 55 metros quadrados. Artesãos de 27 municípios cearenses, de vários segmentos, estarão nessa exposição.

(Foto Ilustrativa)

 

Shopping Iguatemi abre feira de artesanato

Nesta terça-feira, a partir  da 19h30min, o Shopping Iguatemi abrirá a feira “Artesanias do Ceará”, mais precisamente na sexta etapa de sua expansão.

Trata-se de uma feira que promete expor e colocar para comercialização o melhor do artesanato do Estado em vários segmentos.

Para este período de férias, boa opção para os turistas. Mas, claro, a cearensidade não vai perder essa oportunidade.