Blog do Eliomar

Categorias para Aviação

Anac interdita avião usado por Maiara e Maraísa

199 1

Em uma operação contra os táxis-aéreos piratas, a Anac interditou o avião usado pela dupla Maiara e Maraísa para voar nos últimos meses entre um show e outro. A informação é do O Globo.

A agência constatou que a aeronave não tinha certificação para ser fretada para táxi-aéreo. Os pilotos envolvidos no transporte das cantoras tiveram suas licenças suspensas.

A polêmica das sertanejas com esse tipo de serviço não é de hoje. Em 2017, elas já haviam sido notificadas pelo mesmo motivo. Inclusive, quase sofreram um acidente em outubro em um desses aviões.

Maiara e Maraísa não foram as únicas celebridades atingidas pela operação. Um avião que transportava Amado Batista também foi interditado ontem, dois dias após um pouso de emergência na Bahia.

Os dois casos serão encaminhados à Polícia e ao Ministério Público.

Gol lucra R$ 504 milhões no primeiro trimestre deste ano

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes registrou, no primeiro trimestre deste ano, um lucro operacional de R$ 504,3 milhões no período, representando margem operacional de 17,0%. Esse resultado significa um crescimento de 97,4% em relação ao primeiro trimestre de 2017 e também a maior margem em um trimestre desde 2006. A informação é da assessoria de imprensa dessa empresa.

“Os resultados da companhia comprovam a assertividade da estratégia de oferecer um produto diferenciado e de alta qualidade, ao mesmo tempo em que atuamos incansavelmente na eficiência de custos. Continuamos focados em promover a melhor experiência em transporte aéreo aos nossos Clientes, com serviços exclusivos e pontualidade, em aeronaves novas e modernas que interligam os principais mercados, em horários e frequência de maior conveniência”, comenta Paulo Kakinoff, presidente da GOL.

A relação de dívida líquida (excluindo os bônus perpétuos) sobre EBITDA foi de 2,5x no primeiro trimestre de 2018, melhor em relação ao quarto trimestre de 2017 (3,0x) e ainda melhor em relação ao primeiro trimestre de 2017 (5,2x). A liquidez total, incluindo caixa, aplicações financeiras, caixa restrito e contas a receber, totalizou R$ 3,1 bilhões, um aumento de 104,9% sobre 31/03/17.

Câmara dos Deputados vai regulamentar atividade de aeroportuário

Levantamento do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (SINA) revela: há mais de 22 mil aeroportuários que prestam serviços à Infraero e às concessionárias do país aguardando a regulamentação de suas atividades. Na Câmara dos Deputados tramita a proposta (PL 6172/16) que prevê os direitos e deveres destes profissionais.

Os aeroportuários fazem o controle de embarque, desembarque, segurança e controle de raio-X, atividades de manutenção de infraestrutura aeroportuária, controle administrativo de aeroportos, aeródromos, helipontos e heliportos.

O líder do PSD na Câmara, Domingos Neto, é a favor da matéria. Ele lembra que, há poucos meses, a Lei nº 13.475/2017 reformulou a regulamentação da profissão de tripulante de aeronave. “O problema é que deixaram de fora o trabalhador que exerce função em terra, do lado de fora dos aviões. São profissionais imprescindíveis para a segurança aeroportuária e que ficaram sem amparo da legislação”, explica o parlamentar.

Na prática, o projeto permitirá que os aeroportuários tenham o mesmo status jurídico-profissional que há muito tempo já é concedido aos aeronautas (pilotos e copilotos) e aeroviários (manutenção de aeronaves). “Já fomos questionados até mesmo fora do país por não sermos regulamentados. Discutimos a condição do trabalhador, os seus direitos trabalhistas. Também temos preocupação com o bem-estar, a garantia do emprego e a responsabilidade civil e criminal do aeroportuário”, disse o presidente do SINA, Francisco Lemos, em audiência na Câmara.

Outra norma que deve acompanhar o processo de regulamentação da profissão faz menção à jornada de trabalho. Pelo texto, não será permitido exceder 36 horas semanais de trabalho para profissionais que trabalham em turnos, e 40 horas por semana para os demais. Para aqueles que trabalham mais de seis horas será obrigatório intervalo de descanso de no mínimo uma hora e no máximo duas.

Aeroviários e aeronautas

A categoria dos aeroportuários é representada pelo SINA desde 1989, mas ainda aguarda a regulamentação da profissão. Outros setores do segmento aéreo já estão totalmente resguardados por legislação específica: aeroviários pelo decreto 1.232/62 e aeronautas pela Lei 7.183/84.

A proposta em tramitação na Câmara também prevê 17 de novembro como o Dia do Trabalhador Aeroportuário.

(Com Agências)

Cadê o hub dos voos domésticos?

440 3

Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado (5):

Merece elogios o esforço do governo estadual que atraiu o hub aéreo da Air France-KLM/Gol. As perspectivas para o setor econômico são positivas, mas, ao mesmo tempo em que o horizonte se abre no plano dos voos internacionais, o passageiro do voo doméstico continua amargando tarifas elevadas e nada de facilidades nos trechos entre Fortaleza e capitais, por exemplo, próximas, aqui do Nordeste.

Encontrar voos diretos para cidades como Recife é uma novela. Isso, sem falar que, quando há condições, aparecem escalas absurdas que geram perda de tempo e desgastes.

O momento de festa vivido por aqui precisa servir para reflexões no sentido de que a atual política da malha aérea do País deve, com urgência, ser repensada. Viajar para o Exterior, muitas vezes, até sai mais barato do que voar para qualquer ponto do Brasil como Gramado (RS) ou até Manaus (AM).

Claro que são muitos os fatores de influência neste País continental, mas será que a Anac e as empresas aéreas não poderiam discutir esse cenário?

Não custa nada cutucar politicamente um nicho onde governos e empresa aérea de grande porte não abrem para que a aviação regional tenha também direito ao seu pedacinho de céu nesse mercado.

Passageiros via hub ficarão no Ceará até 3 dias sem custo extra, anuncia Camilo Santana

Fortaleza vai se tornar ponto de stopover (quando o passageiro faz, de maneira voluntária, escala ou conexão com duração maior que 24 horas). Foi o que anunciou, nesta manha de sexta-feira, durante coletiva, no Hotel Gran Marquise, o governador Camilo Santana (PT). Isso será possível porque haverá parceria com as empresas de aviação.

A ideia, com a chega do hub aéreo da Air France-KLM-Gol, é que a “parada” se estenda por até três dias, o que deve aumentar o fluxo de turistas na cidade e animar donos de hotéis, restaurantes e setores da economia que lidam diretamente com os viajantes.

“A partir de agora, o passageiro que for fazer uma conexão em Fortaleza pode passar até três dias sem alterar a tarifa da passagem”, reforçou em sua fala o governador.

(Com O POVO Online – Repórter Irna Cavalcante/Foto – Divulgação)

Há algo no ar do Aeroporto Internacional Pinto Martins

Para a festa de instalação do hub da Air France-KLM-Gol, a partir da chegada de voos procedentes de Paris e Amsterdã, no fim desta tarde de quinta-feira, a Fraport, administradora do Aeroporto Internacional Pinto Martins, prepara recepção festiva. Com direito a cerimônia de batismo e o corte da faixa de inauguração das rotas.

Quem chega ao terminal, já vislumbra logo a logomarca da Fraport toda iluminada.

(Foto – Paulo MOska)

Camilo e Izolda já estão na rota da festa de inauguração do hub da Air France-KLM-Gol

O governador vem de Paris…

O governador Camilo Santana e a vice-governadora Izolda Cela inauguraram, nos aeroportos de Paris (França) e Amsterdã (Holanda), o primeiro voo direto da Air France e da KLM para Fortaleza. A cerimônia ocorreu nesta quinta-feira.

Os dois embarcaram para a Capital cearense marcando a inauguração do hub aéreo, com festa programada para o Aeroporto Internacional Pinto Martins no fim da tarde desta mesma quinta-feirase.

O avião da KLM, que vem de Amsterdã, tocará o solo cearense às 17h20min, enquanto o voo de Paris deverá pousar às 17h30min.

… E Izolda Cela vem de Amsterdã.

Camilo Santana e Izolda Cela lideram a comitiva oficial cearense nesses voos internacionais. No desembarque, no aeroporto de Fortaleza, ainda haverá o batismo das aeronaves.

(Fotos – Divulgação)

Secretário do Turismo comemora instalação oficial do hub Air France-KLM-Gol

196 1

Bilhete do secretário – Paris/Fortaleza.

O secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, comemora, em sua página no Facebook, a concretização do hub da Air France-KLM-Gol, com voos inaugurais Paris-Fortaleza e Amsterdã-Fortaleza sendo aguardado no fim da tarde desta quarta-feira no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Tudo com direito a festa no desembarque e jantar no Palácio da Abolição anfitrionado pelo governador Camilo Santana – que virá no voo procedente de Paris, e a vice, izolda Cela – que chegará oriunda de Amsterdã, para convidados. Confira a postagem:

Hoje, com orgulho estou realizando um sonho, com muito trabalho e perseverança. Estou no primeiro voo Paris Fortaleza do HUB AIRFrance/KLM/Gol. 

Chegarão ao mesmo tempo para inauguração do HUB voos, 1. Paris Fortaleza Joon Air France, 2. Amsterdam Fortaleza Joon KLM, 3. São Paulo Fortaleza GOL. Inaugurando nova etapa para turismo do Ceará e do Nordeste.

Gol lança novos voos entre Fortaleza e Argentina

Para fortalecer o hub do Nordeste, que se iniciará nesta quinta-feira (3), a Gol anuncia novos voos entre Fortaleza e Argentina com previsão de início no segundo semestre deste ano. A companhia solicitou autorização para ampliar as frequências de operações entre Fortaleza e Buenos Aires e também iniciar duas rotas inéditas decolando da capital cearense, com voos diretos para Córdoba e Rosário. A informação é da assessoria de imprensa dessa empresa aérea.

Com as novas operações, a companhia terá seis voos diretos semanalmente decolando da capital cearense com destino à Argentina. Os voos para Buenos Aires passam de uma frequência semanal para quatro; já as novas rotas para Rosário e Córdoba terão uma opção de voo cada.

Com isso, a Gol expande as oportunidades de viagens, tanto para os clientes argentinos que podem aproveitar as belas praias do Nordeste, como para os passageiros que embarcam nas cidades que compõem o hub. As operações de Buenos Aires estão estruturadas para oferecer conexões rápidas e eficiente com as capitais do norte e nordeste e Europa, com os voos das parceiras estratégicas Air France e KLM.

A Gol aguarda a autorização dos órgãos reguladores argentinos para iniciar a venda dos bilhetes. Os voos serão operados com aeronaves Boeing 737-800, que tem disponível serviço de bordo gratuito, internet e entretenimento a bordo.

Camilo viaja nesta segunda-feira para voo inaugural Paris/Fortaleza

1625 1

O governador Camilo Santana viaja nesta segunda-feira (30) para a França. Ele participará do voo inaugural Paris/Fortaleza, da Air France/KLM, com embarque na capital francesa.

Antes de deixar o Estado, Camilo Santana fará a transmissão do cargo para o presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, Gladson Pontes, a partir das 9 horas, diante da impossibilidade da vice-governadora Izolda Cela e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque, de assumirem o Palácio da
Abolição.

O governador volta neste voo inaugural da Air Frnace/KLM na próxima quinta-feira.

(Foto – Arquivo)

Ufa! Justiça libera obras do novo terminal do Pinto Martins

A Justiça liberou a realização das obras no terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Pinto Martins. O local, na área leste do equipamento, possui estrutura de concreto e ferro inacabada, um legado da Copa do Mundo de 2014.

Em nota, a Fraport Brasil-Fortaleza, concessionária do Aeroporto, informa que foi realizada ontem uma inspeção judicial no Fortaleza Airport com o intuito de promover maior celeridade à solução do conflito entre Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e o consórcio CPM Novo Fortaleza, que era responsável pelas obras à época do mundial.

Houve audiência, realizada pelo juiz federal Waldemar Claudio de Carvalho, da 14ª Vara. Na ocasião, as partes realizaram acordo e o acesso da Fraport ao local das obras foi liberado.

”Estamos felizes em poder realizar as obras, que trarão tamanho progresso e desenvolvimento para o Município, Estado e toda a região. Agradecemos grandemente o apoio de todos os envolvidos”, comemora a Fraport, por meio da nota.

No Aeroporto, a concessionária isolou parte da área do lado oeste do terminal para iniciar as obras de expansão do embarque e desembarque internacional, conforme O POVO publicou no dia 18 deste mês. No local, foram colocados tapumes de alumínio.

No mesmo dia, O POVO noticiou que o Aeroporto havia começado a receber as primeiras máquinas. “A movimentação vista na área leste está relacionada a um equipamento para bater as estacas de fundações. Neste primeiro momento, fará as estacas do novo sistema viário. Na área oeste, em breve vamos iniciar as obras de expansão do embarque e desembarque internacionais”, afirmou a empresa à época.

O sistema viário elevado levará os passageiros à nova área de embarque, que será expandida. O consórcio contratado pela Fraport para as obras é formado pelas empresas paulistas Passarelli e Método.

A Fraport realiza, na área leste, fundações para o novo sistema viário do Aeroporto. Na área oeste, inicia as obras de expansão do embarque e desembarque internacionais.

(O POVO – Repórter Beatriz Cavalcante)

Empresas aéreas podem ser obrigadas a oferecer seguro de bagagem

O deputado federal Celso Russomanno (PRB/SP) apresentou um projeto de lei obrigando as companhias aéreas a fornecerem ao passageiro uma forma de rastrear suas bagagens e um seguro de cada unidade despachada até que as malas sejam entregues.

Russomanno, na justificativa do projeto, diz que desde que as empresas começaram a cobrar por bagagens despachadas, o valor do serviço cobrado não é equitativo com o prestado.

Ele também propõe que todas as bagagens de mão sejam pesadas antes do embarque, para que seja respeitado o peso máximo exigido.

(Com Agências)

Camilo estará entre passageiros do primeiro voo ligando Paris a Fortaleza

Da Coluna do Eliomar de Lima, do O POVO desta segunda-feira:

Depois de meses e meses de negociações e expectativas, o hub aéreo de Fortaleza começa, de fato, no próximo dia 3. É quando partirão de Paris e Amsterdã os primeiros voos da parceria Air France/KLM/Gol. Como coordenou pessoalmente todas as tratativas para essa conquista, Camilo Santana fará questão de vir no primeiro voo que sai de Paris para o Ceará.

Camilo sabe da importância desse hub para a economia do Estado. Com o incremento no turismo, melhora a economia e aquece o mercado de trabalho. São mais vagas de emprego em restaurantes, hotéis, supermercados, táxis e transportes alternativos, e muito mais.

A boa notícia é que esse hub despertou ainda mais o interesse de outras empresas aéreas com o Ceará. A Condor anunciou, recentemente, mais voos para a Europa, e a Latam divulgará, em breve, a ampliação de suas rotas dentro do Brasil e para o Exterior partindo de Fortaleza.

Cresce o turismo e, espera-se, haja a tão sonhada divisão de dividendos sociais principalmente.

(Foto – oxereta.com)

Ceará deve ter voos regionais no segundo semestre

447 1

Em parceria com a Gol e a TWO Taxi Aéreo, o governo cearense fecha um projeto com objetivo de estimular a aviação regional em sete municípios. A previsão é de que esses voos possam ter início logo no segundo semestre deste ano. Neste período, prevê-se ainda a internacionalização do Aeroporto de Jericoacoara.

As cidades de Aracati, Iguatu, Crateús, Camocim, São Benedito, Jericoacoara e Sobral já estão com seus terminais homologados e liberados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), informa o governo. Falta apenas a formalização das empresas.

Esses aeroportos deverão receber aeronaves Grand Caravan, que transportam cerca de 12 passageiros, com trabalho do Governo na área do turismo, interligando o hub do Aeroporto Internacional Pinto Martins que a Gol tem com a Air France-KLM. Vai ser possível ir de Fortaleza direto para esses municípios em avião, por exemplo.

(Com O POVO)

Famílias de vítimas do voo da Chapecoense vão processar empresa aérea

Após um ano ano e cinco meses, nenhuma família das vítimas do acidente com o avião que levava os jogadores da Chapecoense recebeu indenização da empresa seguradora ou da companhia aérea responsável pelo voo. Sem nenhuma perspectiva a curto prazo, o advogado da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo da Chapecoense, Eduardo Lemos Barbosa, informou com exclusividade à Agência Brasil que ingressará, até o próximo mês, com um processo contra a seguradora boliviana Bisa e a companhia aérea Lamia.

Eduardo Lemos Barbosa disse que, inicialmente, entrou com uma ação trabalhista contra o time da Chapecoense e agora vai processar também a seguradora e a companhia aérea.“O que aconteceu lá [o acidente na Colômbia] foi um acidente de trabalho clássico. Estamos processando o empregador. Alguns são [empregados] da Chapecoense, outros são da imprensa. E também a responsabilidade civil por acidente aéreo, no caso, a [companhia aérea] Lamia e sua seguradora. Estamos entrando com esses processos [contra a Lamia e a Bisa] até meados de maio”, disse o advogado da Associação.

O trágico acidente que matou 71 pessoas, entre atletas e membros da Chapecoense, tripulantes e jornalistas, ocorreu em 29 de novembro de 2016. Seis pessoas sobreviveram, quatro brasileiros e dois bolivianos. O avião, que levava a equipe para disputar a final da Copa Sul-Americana caiu quando se aproximava do aeroporto de Medellin, na Colômbia.

A assessoria de imprensa da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo da Chapecoense informou que algumas famílias, sem citar quantas, entraram em acordo com o clube sobre a ação trabalhista. A assessoria ressaltou, entretanto, que nenhuma família aceitou o acordo proposto pela empresa aérea e pela seguradora.

A empresa boliviana Bisa tentou acordo com os familiares oferecendo US$ 200 mil por meio de um Fundo de Assistência Humanitária. As famílias não aceitaram o acordo, que além de ter o valor questionado também impediria novas ações judiciais contra a seguradora e a companhia aérea. “O processo de indenização infelizmente está parado. As indenizações referentes à companhia aérea, infelizmente não conseguimos avançar em nada. É uma questão preocupante. Tem prazos. Mas a associação, em si, tem trabalhado fortemente nessa questão”, disse a presidente da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo da Chapecoense, Fabeanne Belle, em entrevista à Agência Brasil.

Segundo a presidente da Associação, o pagamento pela apólice de seguro foi negado por exclusão geográfica. “Eles propuseram às famílias o pagamento do valor por meio de um fundo monetário, mas para isso eles querem a quitação total para dono de aeronave, para governo, para seguradora, resseguradora. Eles querem que você abra a mão de seus direitos a fim de receber um valor muito abaixo do que seria o valor da apólice”, disse Fabeanne.

O advogado relata que muitas das famílias vivem atualmente com dificuldades financeiras. “Há famílias com situação de problema alimentar. Pedimos liminares ao juiz para atender emergencialmente aquelas necessidades, algumas vezes a gente consegue. Outras, incrivelmente a gente não consegue. É a nossa luta na Justiça”, disse Barbosa, ressaltando o fato de o acidente ter ocorrido fora do país. “A Lamia é uma companhia que nem existe mais”, lembrou.

Pensão

Um projeto de lei em tramitação no Senado discute o pagamento de uma pensão especial às famílias das vítimas do acidente aéreo do voo da Chapecoense. A proposta é pagar o benefício até o término do processo com a seguradora. “Essa é uma bandeira que a associação levantou porque grande parte das famílias dependia do seu ente querido para sobreviver. Existiam pessoas em diferentes fases profissionais. Existiam pessoas que estavam iniciando a carreira e existiam aqueles profissionais que eram do operacional e que recebiam salários pequenos, baixos. E essas famílias ficaram financeiramente desamparadas e tem muitas passando por necessidade”, disse Fabeanne.

A Associação também aguarda o resultado das investigações na área criminal. “Não foi permitido que tivéssemos acesso a qualquer tipo de informação sobre essas investigações”, disse Fabeanne, ressaltando que alguns prazos da investigação acabam quando o acidente completar dois anos, portanto em 29 de novembro deste ano.

(Agência Brasil)

Avião militar cai na Argélia e deixa mais de 200 mortos

(Atualização às 7h59min)

Um avião militar caiu, nesta quarta-feira (11), perto da base aérea de Boufarik, na cidade de Blida, na Argélia, e mais de 200 pessoas que estavam a bordo morreram, segundo informou a mídia local. A causa do acidente ainda é desconhecida. A informação é da Algerie Presse.

A aeronave, de fabricação soviética Il-76, ia para Bechar, no sudoeste do país, que fica no norte da África.

Boufarik fica no norte da Argélia, perto do Mar Mediterrâneo e a cerca de 30 km da capital, Argel.

Passagem aérea puxou para baixo a inflação de março

Com queda de preços de 15,42%, as passagens aéreas foram o item que teve maior impacto no recuo da taxa de inflação de 0,32%, em fevereiro, para 0,09%, em março deste ano. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a queda de preços para março era esperada, já que os meses anteriores (janeiro e fevereiro) são de férias escolares e março é mês de volta às aulas, quando a demanda por passagens se reduz. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, foi divulgado hoje (10) pelo IBGE.

Com a queda das passagens e o recuo de 0,19% do preço da gasolina, o grupo transportes teve deflação (queda de preços) de 0,25%. Outro grupo de despesa com deflação foi comunicação, com recuo de 0,33%.

Por outro lado, o grupo de despesas saúde e cuidados pessoais, teve alta de 0,48%, com o maior impacto na inflação de março. O principal responsável pela alta dos gastos com saúde foi o item plano de saúde (1,06%). O item individual que mais contribuiu para a inflação em março, no entanto, foi o das frutas, que tiveram alta de preços de 5,32%. Os preços dos alimentos como um todo subiram 0,07% no último mês.

Os gastos com habitação também tiveram impacto importante na inflação do mês, com taxa de 0,19%, influenciados principalmente pelo aumento do custo com energia elétrica, de 0,67%. A variação de preços pode ser explicada pelos reajustes de 9,09% e de 21,46% nas duas concessionárias de energia do Rio de Janeiro.

(Agência Brasil/Foto – Fco Fontenele)

Fraport enfrenta greve… no aeroporto de Frankfurt

Centenas de voos não decolaram e nem aterrissaram nesta terça-feira (10) no aeroporto de Frankfurt, o maior da Alemanha, devido à greve convocada pelo sindicato de serviços alemão Verdi para pressionar a negociação de novo acordo coletivo. As interrupções afetaram outros aeroportos e os serviços de trens, especialmente no estado da Renânia do Norte-Westfalia.

Em várias cidades como Dortmund, Colônia, Duisburg e Essen, os serviços ferroviários e de metrô foram reduzidos, além das linhas de ônibus urbanos.

Fraport, a empresa que administra o aeroporto de Frankfurt, estima que a greve impedirá o funcionamento de cerca de 660 voos com saída ou chegada à cidade, o que afeta aproximadamente 76,4 mil passageiros.

Uma porta-voz do sindicato Verdi afirmou que, nesta manhã, cerca de mil empregados do aeroporto participaram da greve.O sindicato estima que o número de participantes deverá duplicar ao longo do dia.

A companhia aérea alemã Lufthansa cancelou 800 voos em Frankfurt e nos aeroportos de Munique, Colônia e Bremen, que também participam da greve. Segundo Verdi, apoiam a greve funcionários dos serviços de preparação de aviões e de extinção de incêndios, assim como do serviço de controle do tráfego aéreo.

O sindicato reivindica aumento salarial de 6% para cerca de 2,3 milhões de empregados do setor público na Alemanha. A negociação do acordo coletivo começou no fim de fevereiro e os patrões ainda não apresentaram uma proposta. A próxima rodada de negociações está marcada para os próximos dias 15 e 16 de abril.

(Agência Brasil)

Fortaleza será sede de fórum internacional de aviação

Fortaleza vai ser sede de um fórum internacional de aviação. Trata-se do “IWAF: ICAO World Aviation Forum”, que congrega administradores de aeroportos do mundo todo, companhias aéreas, agentes do setor, órgãos reguladores, companhias de turismo e operadores. Será a primeira vez que o fórum acontecerá fora de Montreal, no Canadá. O fórum ocorrerá em setembro próximo, no Centro de Eventos e resultará de uma parceria do Governo do Estado e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Nesta manhã de quarta-feira, o governador Camilo Santana recebeu o presidente da Anac, Ricardo Botelho, em audiência no Palácio da Abolição, quando tudo ficou acertado. A International Civil Aviation Organization (ICAO) é uma agência especializada das Nações Unidas na área da aviação e organizará o fórum.

Ainda durante o encontro, Camilo e Botelho discutiram a parceria entre a empresa alemã Fraport e o Aeroporto de Fortaleza e fortaleceram as expectativas de novos voos e oportunidades para o Ceará. Participaram também da reunião o secretário do Desenvolvimento Econômico, Cesar Ribeiro, o secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes.

(Foto – Divulgação)