Blog do Eliomar

Categorias para Aviação

“História da Aviação no Ceará” – 3ª edição é lançada na CDL Fortaleza

Ivonildo falando sobre a publicação. À direita, Augusto Oliveira.

Os jornalistas Ivonildo Lavor e Augusto Oliveira lançaram, nesta semana, a terceira edição do livro “História da Aviação no Ceará”. O ato, dos mais concorridos, ocorreu no auditório da CDL Fortaleza.

Prestigiaram o evento, além de autoridades como o Comandante da Base Aérea, coronel-aviador Alex Pereira de Souza, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), Manoel Cardoso Linhares, o presidente da CDL, Assis Cavalcante, e o superintendente da Faculdade CDL Fortaleza, Lourenço da Mata.

Pela família de Pinto Martins compareceram o sobrinho do aviador, Armando Pinto Martins, acompanhado de sua filha, e bisneta do piloto, Allanda Medeiros Pinto Martins, além de integrantes do 5º Grupo Escoteiros do Ar Pinto Martins.

(Foto – Divulgação)

GOL e Latam arrematam em leilão ativos da Avianca

A Avianca Brasil leiloou, na tarde de hoje (10), seus ativos e slots [autorizações para voos e decolagens], que foram divididos em Unidades Produtivas Isoladas (UPIs) e arrematados pelas companhias Gol e Latam. A Azul não participou do leilão. O leilão foi realizado pela Mega Leilões.

O leilão estava suspenso desde 5 de maio, após uma liminar proferida pelo relator do caso, desembargador Ricardo Negrão. Mas hoje o leilão foi realizado apesar da Justiça de São Paulo ter permitido que a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) fizesse a redistribuição dos slots [horários de pousos e decolagens] que eram utilizados pela companhia aérea, que se encontra em recuperação judicial. Como essa questão sobre os slots [se a Avianca pode inclui-los ou não como ativos e, então, poder leiloá-los] está ainda sendo discutida na Justiça, há a possibilidade de que o resultado desse leilão seja suspenso.

Leilão

De acordo com o plano de recuperação judicial da empresa, os ativos e slots da Avianca foram divididos em sete Unidades Produtivas Isoladas (UPIs). Seis dessas Unidades Produtivas Isoladas (UPIs) correspondem essencialmente às autorizações de voos e direitos de uso de horários de chegadas e partidas, nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Santos Dumont. A outra UPI trata do programa de fidelidade da Avianca, o Amigo.

As primeiras UPIs, a A e B foram leiloadas individualmente. O leilão previa também que as UPIS C, D e E seriam leiloadas em conjunto, mas como não houve lances, ele foi desmembrado e feito individualmente. Depois aconteceram os lotes F e o do programa de fidelidade.

O primeiro lote compreendia a UPI A (Unidades Produtivas Isoladas) e tinha valor mínimo de US$ 70 milhões. O lote foi vendido para a Gol Linhas Aéreas, utilizando créditos prioritários por empréstimos à Avianca como pagamento.

O segundo lote, a UPI B, também tinha o valor mínimo de US$ 70 milhões, utilizando abatimento com os créditos prioritários e foi adquirida por esse valor pela Latam.

O terceiro lote, das UPIs C, D e E, tinham lance mínimo de US$ 70 milhões, mas teve que ser desmembrado porque não houve lances. Com isso, o quarto lote, passou a prever a UPI C, com lance inicial de US$ 10 mil. Mas ele também não foi arrematado.

O quinto lote, com a UPI D, tinha valor mínimo de US$ 10 mil e foi adquirido pela Gol Linhas Aéreas, utilizando créditos prioritários.

O sexto lote, correspondente à UPI E, tinha valor mínimo de US$ 10 mil e foi a primeira e grande disputa do leilão, com Gol e Latam alternando as ofertas. Após vários lances, o lote acabou sendo arrematado pelo valor de US$ 7,3 milhões, pela Gol.

O sétimo lote, que compreende o lote F, com valor inicial de US$ 10 mil, não teve interessados.

O último lote, que compreende o Programa Amigo, também tinha lance inicial de US$ 10 mil e não teve interessados.

Após o final dos lances, o lote da UPI C voltou a ser leiloado pelo valor mínimo de US$ 10 mil e acabou sendo vendido para a Latam.

Procurada pela Agência Brasil, a Anac preferiu não se pronunciar sobre o leilão.

Recuperação judicial

A Avianca Brasil entrou em processo de recuperação judicial. A empresa aérea tem cancelado voos e em abril devolveu aeronaves em cumprimento a decisões judiciais. No dia 24 de maio, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu cautelarmente todas as operações da empresa aérea. Por meio de nota, a Avianca Brasil informou que tomou a iniciativa de suspender temporariamente suas operações.

(Agência Brasil)

GOL já está vendendo bilhetes do trecho Fortaleza-Juazeiro do Norte

A GOL Linhas Aéreas já está vendendo bilhetes para a rota direta entre Fortaleza e Juazeiro do Norte (Região do Cariri). Os clientes terão à disposição voos diretos todos os dias, entre as duas cidades, a partir de 2 de setembro.

Os bilhetes, segundo a empresa, estão disponíveis a partir de R$ 99,99 o trecho (sem taxas) em todos os canais da companhia – aplicativo e site (www.voegol.com.br), nas lojas VoeGOL e nas agências de viagem. Cumprindo com o compromisso da companhia em oferecer preços acessíveis.

Atualmente a GOL disponibiliza cerca de 430 frequências semanais no estado do Ceará (pousos e decolagens). Opera em três aeroportos do estado: Fortaleza, Jericoacoara e Juazeiro do Norte e lidera em decolagens no Ceará com 36% da oferta de assentos.

(Foto – Divulgação)

Gol vai operar voos Fortaleza-Juazeiro do Norte a partir de setembro, anuncia Camilo Santana

287 11

A Gol Linhas Aéreas vai retomar voos regulares entre Fortaleza e Juazeiro do Norte (Cariri), a partir de setembro próximo. A informação é dada pelo governador Camilo Santana (PT) em sua página no Facebook.

A venda de passagens, inclusive, já está começando nesta quinta-feira.

As operações da Gol chegam como um reforço nesse trecho, que chegou a ficar sem voo em razão da saída da Avianca, empresa em recuperação judicial. A Azul iniciou operações de forma provisória nestas férias.

Confira o que escreveu Camilo:

Compartilho com vocês mais uma ótima notícia para o Ceará, em especial para nossa região do Cariri. Voltaremos a ter voos regulares entre Fortaleza e o Aeroporto de Juazeiro, através da Gol Linhas Aéreas, já a partir de setembro. As vendas de bilhetes já começam hoje. O trecho Fortaleza-Juazeiro terá frequências diárias (exceto sábados) às 23h55, e o trecho de volta Juazeiro-Fortaleza também terá voos diários (exceto domingos) às 4h05. Isso é muito importante para o turismo e economia de toda a região, que foi prejudicada com a saída da Avianca em todo o Brasil. Atualmente a Azul Linhas Aéreas está operando esses voos de forma provisória no período de férias.

(Foto – Divulgação)

Cabo Verde opera terceiro voo de Fortaleza para a Ilha do Sal com conexão para Milão

A Cabo Verde Airlines já está operando sua terceira frequência de voos saindo de Fortaleza para a Ilha do Sal (em Cabo Verde, na África). Com uma novidade, que é a conexão direta para Milão, na Itália. A viagem é feita com Boeing 757-200, com 18 assentos na classe executiva e 165 na econômica. A empresa anuncia que está se preparando também  para iniciar outros voos que deverão partir de Sal para Luanda (Angola) e Washington (EUA) ainda em 2019.

Antes, todas as operações que saíam do Brasil para a Ilha do Sal se conectavam apenas com Lisboa. A partir de hoje outras duas conexões serão realizadas semanalmente pela companhia com destinos à Paris, Milão e Roma.

Atualmente, a companhia possui três aeronaves e duas outras chegarão nos meses de novembro e dezembro deste ano. Para 2020, mais uma deve ser incluída na frota, que é toda composta por B757-200.

(Com Informações do Mercado &Eventos/Foto – Divulgação)

Voo internacional da Azul é desviado para Fortaleza com 238 passageiros: manutenção é a explicação

Uma aeronave Azul Linhas Aéreas permanece no pátio do Aeroporto Internacional Pinto Martins, após ter feito um desvio para trabalhos de manutenção. A aeronave cumpriria a rota Campinas (SP) – Porto (Portugal), mas precisou fazer um pouso no Aeroporto Internacional Pinto Martins, nessa noite de quarta-feira, 26. Os 238 passageiros, de acordo com a empresa, foram acomodados em hotel.

O pouso da aeronave da Azul poderia ter sido motivado por entupimento do banheiro da aeronave. Outra versão sobre a causa do pouso de emergência estaria ligado a problemas no tanque de combustível. Funcionários da empresa nada falam sobre o caso e a Frapor, administradora do terminal, diz que só tem conhecimento de casos programados e não de emergência.

O voo da Azul está programado para decolar nesta quinta, 27, às 20 horas.

Confira nota oficial da Azul:

Nota à Imprensa

Por conta de uma manutenção não programada na aeronave, o voo AD8756 (Campinas-Porto) alternou para o aeroporto de Fortaleza, na noite de ontem (26).

A companhia ressalta que está prestando toda a assistência necessária a seus Clientes, conforme previsto na resolução 400 da ANAC, e que os reacomodará em um voo reforço que partirá da capital cearense hoje à noite. A Azul lamenta eventuais aborrecimentos ocorridos e reforça que medidas como essa são necessárias para conferir a segurança de suas operações.

*Bruno Tortorella,

Assessoria de Imprensa da Azul Linhas Aéreas.

Fechado acordo que garante dois voos ligando Fortaleza a Madrid

575 2

Camilo, Juan Hidalgo e Arialdo Pinho.

O governador Camilo Santana (PT) assinou, nesta sexta-feira, na Espanha, acordo entre o Governo do Ceará e o Grupo Globalia garantindo operações de voos diretos entre Fortaleza e Madri com a empresa Air Europa.

De acordo com o que ele informou, em ato ao lado do secretário estadual do Turismo, Arialdo Pinho,serão dois voos semanais a partir de 1º de dezembro,o que promete fortalecer o hub aéreo do Nordeste. As vendas já se iniciam este mês.

A assinatura foi com o presidente do grupo, Juan José Hidalgo. Camilo retornará neste sábado ao Ceará.

(Foto Divulgação)

Camilo viaja a Madri em busca de novos voos

O governador Camilo Santana (PT) está em Madri, na Espanha. Ali, terá reuniões com o Grupo Globalia, dono da Air Europa. Ao lado do secretário estadual do Turismo, Arialdo Pinho, acertará detalhes para a volta do trecho Fortaleza-Espanha, que chegou a operar na Era Cid Gomes pela Air Madrid.

Camilo oferecerá pacote de isenções e vantagens à Globalia, que promete operar com dois voos semanais Fortaleza-Madri-Fortaleza, a partir de novembro. Essas operações também são fechadas com aval do chamado hub aéreo e, também, pelo prestígio da Fraport, gestora do Pinto Martins, com obras que prometem tornar o aeroporto de Fortaleza em terminal de ponta.

Em relação ao turista internacional, tudo vai bem, mas ainda não é suficiente para aquecer o mercado, que sente o baque da queda do turismo doméstico.

*Da Coluna Eliomar de Lima, no O POVO desta quinta-feira (20).

Embraer firma contrato com United Airlines para venda de até 39 jatos EI75

A Embraer assinou contrato com a United Airlines para a venda de até 39 jatos E175, pelo valor de US$ 1,9 bilhão. O pedido inclui 20 pedidos firmes e 19 opções com as aeronaves sendo configuradas com 70 assentos. O anúncio foi feito hoje na 53ª edição do Paris Air Show International.

De acordo com a fabricante de aviões, o pedido firme será incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do segundo trimestre de 2019.

As entregas têm previsão de início no segundo trimestre de 2020. Essas aeronaves substituirão aviões de 70 lugares mais antigos que atualmente operam com os parceiros regionais da United.

Incluindo este novo contrato, a Embraer vendeu mais de 585 jatos E175 para companhias aéreas na América do Norte desde janeiro de 2013.

(Agência Estado/Foto – Reprodução)

Ceará tem a maior frota de helicópteros do Norte e Nordeste

Com 43 unidades, o Ceará tem a maior frota de helicópteros do Norte e Nordeste, de acordo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Em seguida, está o Pará, com 41 veículos. No Estado, o setor conta com transporte particular e outros serviços feitos por helicópteros, como voos panorâmicos por praias e atendimento de casos de urgência e emergência em saúde.

Dentro desse quadro e ainda após o registro de acidente envolvendo helicóptero na última segunda-feira, 10, em Nova York, o O POVO busca entender como o setor funciona no Ceará e quais são as regras de segurança estabelecidas para esse tipo de transporte aéreo.

De acordo com João César Moura, responsável pelo mestrado profissional em Segurança da Aviação e Aeronavegabilidade Continuada (MPSafety), é importante avaliar a forma mais adequada de chegar ao destino desejado, seja por meios marítimos, aéreos ou terrestres.

O especialista ressalta que, ainda que o Ceará não tenha histórico recente de acidentes de helicópteros, devem ser levadas em conta as características do trajeto — se o destino final possui pista de pouso adequada e se haverá continuação da viagem para outro lugar, por exemplo. Já em relação à regularização das empresas prestadoras de táxi-aéreo, a recomendação mais básica é que os consumidores se informem junto à Anac.

A Agência indica que, ao entrar em aeronave de empresa que presta serviço…

*Confira a íntegra da matéria no O POVO aqui.

DETALHE – Vários centros comerciais de Fortaleza estão tendo aprovação de projeto para implantação de heliponto. O mais recente agora é do Iguatemi Empresarial.

(Foto – Repodução do Youtube)

Ceará pode ganhar operações de mais quatro empresas aéreas

O problema da malha aérea nacional pode ser resolvido ainda este ano com a entrada de novas empresas. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional), Manoel Cardoso Linhares, em entrevista à coluna de Neila Fontenele, informou que quatro companhias estrangeiras podem iniciar operações no Brasil ainda este ano, das quais duas com ligações com o Ceará.

A situação de voos no País, segundo Linhares, é semelhante a década de 1970, quando existiam em operação apenas três companhias, o que é péssimo para o turismo interno. Com a abertura para o capital estrangeiro a esperança é que o problema seja resolvido.

No caso do Ceará, existe previsão de chegada de novos investimentos e da criação da Zona de Interesse Turístico, o que facilitaria a liberação de licenciamentos.

(Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta segunda-feira/Foto – Paulo MOska)

Voo da TACV é cancelado por problemas mecânicos

261 1

O voo da Transportes Aéreos Cabo Verde (TACV) que deveria ter decolado às 3h45min desta madrugada de segunda-feira para a Ilha do Sol acabou cancelado. A aeronave registrou problemas mecânicos, segundo funcionários da empresa.

Os 70 passageiros que deveriam embarcar foram acomodados em hotel e outros do Ceará retornaram para casa, com a empresa informa que, nas próximas horas, daria mais informações sobre o voo.

(Foto – Paulo MOska)

Fortaleza terá mais um voo para Cabo Verde a partir de julho

A Cabo Verde Airlines terá a rota Fortaleza-Ilha do Sal (Arquipélago de Cabo Verde, na África) com nova frequência a partir do próximo 1º de julho, totalizando três voos para o destino. A viagem será operada em Boeing 757-200, com 18 assentos na classe executiva e 165 na econômica. As informações foram divulgadas pelo site Panrotas. Os valores, no entanto, não foram revelados.

O POVO não conseguiu contato com a empresa até o fechamento desta edição. Em entrevista ao portal, o executivo comercial da Cabo Verde Airlines, Josué Silva, falou sobre as apostas no Nordeste.

“Ao contrário das operações para Salvador e Recife, focadas no brasileiro que quer viajar mais em conta para a Europa, com direito a stopover (parada na cidade de conexão antes do destino final) de sete dias em Cabo Verde, as frequência de Fortaleza trazem mais passageiros africanos (senegaleses também utilizam o voo), muitos interessados em comprar para revender. O artesanato cearense é um dos principais focos da viagem”, avaliou.

A meta da companhia é abarcar a demanda para a Europa com preços competitivos. Também em julho a empresa deve acrescenta Roma e Milão ao portfólio. “O stopover de até uma semana no Cabo Verde para quem sai do Brasil continua mantido, na ida ou na volta. E as conexões para Milão e Roma também serão imediatas”, disse ao Panrotas.

Para o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, uma nova frequência sinaliza a consolidação do hub aéreo. “Estamos apenas com um ano (hub) e isso mostra um fluxo crescente. A política de divulgação está dando resultado”, apontou.

Arialdo acrescenta que novas frequências estão por vir. “Para esse ano, as linhas já existentes devem aumentar a quantidade de voos”, projeta, descartando novos destinos. Em dezembro, começa a operar a rota Fortaleza-Madrid. Serão dois voos semanais operados pela Air Europa, ligando a capital à cidade espanhola.

Na contramão deste cenário, a Copa Airlines encerrou os voos Panamá-Fortaleza, em julho passado, após um ano de operação. Em nota ao veículo, a companhia aérea informou que “a medida corresponde a uma decisão de negócios, uma vez que a rota não atingiu o desempenho necessário para garantir sua viabilidade econômica, em meio a um cenário macroeconômico desafiador”.

(Com O POVO/Foto – Divulgação)

Juazeiro do Norte volta a estar ligada via aérea com Fortaleza

A Azul Linhas Aéreas iniciou, na madrugada da última segunda-feira, 3, operação ligando Juazeiro do Norte (Região do Cariri) com Fortaleza. Isso ocorrerá durante os meses de junho e julho, informa, em nota, a empresa.

Neste mês, quatro frequências semanais com ligação à Capital operam na rota. Mês que vem, serão voos diários.

A entrada da Azul chega para compensar a ausência dos voos da Avianca, empresa hoje em processo de recuperação judicial.

(Foto – Divulgação)

Ai France, KLM e Gol vão comemorar um ano do Hub de Fortaleza com festa e sorteio de passagens

524 3

As companhias Air France, KLM e Gol comemoram um ano do Hub Fortaleza no próximo domingo, 9. Como parte das celebrações, a parceria, segundo a assessoria de imprensa da Gol, lança o “Embarque nessa festa”, ação que convidará 100 sortudos e seus acompanhantes para uma festa no badalado Colosso Fortaleza, com tudo incluso. Na ocasião, serão sorteados três pares de passagens, com embarques para Paris, Amsterdã e Buenos Aires, voando de Air France, KLM e GOL, respectivamente.

Todos os participantes sorteados na primeira etapa online, e seus acompanhantes deverão comparecer na comemoração com malas prontas e em mãos, além do passaporte válido. Novos sorteios serão realizados durante a festa, e os ganhadores terão o privilégio de assistir ao pôr do sol no Colosso, em Fortaleza, e acordar na manhã seguinte em alguma das outras três capitais mais bonitas do mundo.

SERVIÇO

Para participar, é preciso se cadastrar online e concorrer a uma das 100 vagas para a festa. As inscrições estão abertas até esta terça-fera, no site embarquenestafesta.com.br, onde encontram-se também o regulamento e informações adicionais da promoção. Os ganhadores serão avisados por e-mail para comparecerem a festa.

(Foto – Divulgação)

Latam anuncia mais cinco voos para o Ceará

A Latam Airlines Brasil vai operar cinco novos voos diários como contrapartida ao acordo de redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o combustível de aviação. Esse acordo foi firmado com o Governo do Ceará em maio de 2018.

Com a expansão, a frequência semanal de Fortaleza para Brasília passará de 18 para 26 voos (ida e volta); com os trechos para Teresina (PI), Belém (PA) e Salvador (BA) o número de voos passará de sete para 14 e na viagem para São Luís (MA) passará de 11 para 15 voos.

Em nota, a companhia aérea informa que os novos voos no Ceará serão operados a partir de agosto de 2019, com foco no mercado doméstico brasileiro e na ampliação do volume de chegadas e partidas no Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza.

O incremento ampliará de 20 para 25 frequências diárias a operação regular da companhia no Estado. Segundo Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil, o anúncio marca o segundo ano deste acordo que tem permitido o crescimento sustentável das operações da empresa no Ceará.

(Com Agência Estado/Foto – Fco Fontenele)

Anac suspende todas as operações da Avianca

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou hoje (24) que suspendeu cautelarmente todas as operações da empresa aérea Avianca Brasil.

“Com a medida, estão suspensos todos os voos até que a empresa comprove capacidade operacional para manter as operações com segurança. A decisão foi tomada com base em informações prestadas à área responsável por segurança operacional da Agência”, diz a nota da Anac.

A Anac recomenda que os passageiros com voos marcados para os próximos dias na Avianca entrem em contato com a empresa e evitem se descolar até o aeroporto antes de terem informações sobre sua situação. A empresa aérea segue obrigada a oferecer aos passageiros opções como reembolso e reacomodação.

Recuperação judicial
A Avianca Brasil entrou em processo de recuperação judicial. A empresa aérea tem cancelado voos e em abril devolveu aeronaves em cumprimento a decisões judiciais, atendendo pedido de empresas de leasing.

No último dia 17 os tripulantes da Avianca Brasil entraram em greve, que foi suspensa temporariamente no dia 19. Os trabalhadores disseram que paralisaram as atividades porque estão com salários e benefícios atrasados.

(Agência Brasil)

Senado deve votar nesta quarta-feira a MP das empresas aéreas

Pressionado pelo último dia de vigência hoje (22) da chamada Medida Provisória (MP) das Aéreas (863/18), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que o esforço na sessão deliberativa do plenário nesta quarta-feira será no sentido da votação da proposta que autoriza até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas sediadas no Brasil.

O pedido foi feito hoje pessoalmente pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que esteve no Congresso com os presidentes do Senado e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para tratar do assunto.

“Ela é muito importante para abrir o espaço aéreo brasileiro, permitir principalmente que as empresas de baixo custo possam vir para o Brasil”, disse Onyx. Ele destacou que a preocupação do governo Bolsonaro é fazer com que a economia brasileira possa estar mais aberta para que haja mais competição,. “Com isso, a sociedade brasileira é beneficiada com a redução do custo das passagens aéreas”, afirmou.

Só ontem o texto da MP, editada ainda no governo Temer, foi aprovado pela Câmara. Diante de um impasse com o relatório do senador Roberto Rocha (PSDB-MA) aprovado pela Comissão Mista Especial, a Câmara aprovou um destaque, apresentado pelo PSD, para que o texto original da MP fosse apreciado e não o de Rocha.

Na proposta original a única modificação foi uma emenda que incluiu no texto a volta da franquia mínima de bagagem no transporte aéreo doméstico e internacional. Nos voos locais, o passageiro poderá levar, sem cobrança adicional, uma mala de até 23 kg nas aeronaves a partir de 31 assentos. Esse ponto também estava no texto aprovado na Comissão Especial.

O texto da Comissão Especial não avançou porque, além desse ponto, ele incluía a obrigatoriedade das empresas operarem ao menos 5% de seus voos em rotas regionais por, no mínimo, dois anos. O principal argumento para a rejeição desse ponto é que isso poderia desestimular empresas estrangeiras pelo mercado brasileiro.

Solução

Apesar da insatisfação do senador Roberto Rocha com o texto, o presidente do Senado sinalizou que o impasse pode ser resolvido por meio do projeto de lei 27/24/2015, já aprovado pela Câmara e agora, sob a relatoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

A proposta tem praticamente o mesmo conteúdo da MP e deverá continuar tramitando, podendo incluir o ponto que trata da aviação regional.

Prazo

Tomando como exemplo a MP das aéreas, diante do presidente da Câmara, Alcolumbre mais uma vez falou de uma reclamação antiga dos senadores: a de que as medidas provisórias só chegam da Câmara para o Senado já prestes a perder a validade.

“Novamente o Senado da República sai prejudicado na votação de uma medida provisória porque você praticamente consome todo tempo de tramitação da MP na Câmara dos Deputados, mas há o entendimento de senadores de que a gente vote hoje [a MP das aéreas] mesmo sabendo que 24 horas para votar uma medida provisória é uma injustiça”, afirmou.

Ao lado de Alcolumbre, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, se comprometeu a colocar na pauta a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 70/11, já aprovada no Senado, que trata do procedimento de apreciação das medidas provisórias pelo Congresso Nacional.

Pela proposta, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal terão 55 dias, cada, para apreciação de matérias desse tipo.

(Agência Brasil/Foto – Pedro Ladeira, da Folhapress)

Presidente da Anac vai à Câmara explicar aumento das passagens

 

O presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Ricardo Botelho, irá, nesta quarta-feira, a uma audiência pública na Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados. A informação é da Veja Online.

O aumento das passagens aéreas, depois que estourou a crise na Avianca, será um dos principais temas da conversa. O deputado Dr. Luiz Antônio Teixeira Jr. (PP-RJ) afirma que as tarifas para voos nacionais subiram, em média, 14%.

Há também suspeita de formação de cartel por parte das duas principais empresas brasileiras, que estariam praticando preços bem semelhantes.

(Foto – Arquivo)

Funcionários da Avianca estão em greve

Funcionários da Avianca começaram na manhã de hoje (17) uma paralisação das atividades nos Aeroporto de Congonhas. No início da manhã, eles protestaram no saguão principal do aeroporto. De acordo com o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), 900 funcionários foram demitidos nesta semana e não há “condições psicológicas” nem segurança para continuar os voos. Restaram pelo menos 700 funcionários.

“Prezamos acima de tudo a segurança dos voos. Os funcionários estão com salário atrasado e também não receberam vale refeição e diária de alimentação, além de a empresa não estar depositando o FGTS. A situação e as demissões geram grande instabilidade emocional porque não sabemos quantos mais serão demitidos”, disse o presidente nacional do SNA, Andino Dutra.

Segundo informações da Avianca Brasil, devido à paralisação dos trabalhadores, 13 voos planejados para hoje foram cancelados. Devido ao mau tempo no Rio de Janeiro, que ocasionou o fechamento do aeroporto de Santos Dumont, foram cancelados mais sete voos.

Por meio de nota, a Avianca informou entender e respeitar a manifestação de parte de seus colaboradores e reforça que não está medindo esforços para cumprir as etapas de seu Plano de Recuperação Judicial e garantir suas obrigações com seus funcionários.

“A empresa espera que o Sindicato Nacional dos Aeronautas cumpra a decisão da Justiça de manter, ao menos, 60% da operação da companhia e que os colaboradores que estão se apresentando para trabalhar sejam respeitados e não impedidos de assumir suas funções”, diz a nota.

A Avianca Brasil disse ainda que a segurança operacional de seus voos continua sendo sua principal prioridade e está totalmente mantida. “Os passageiros em voo continuam tendo à disposição todos os serviços e atendimentos que, eventualmente, precisem. A empresa está totalmente empenhada em minimizar ao máximo o impacto a seus passageiros.”

(Agência Brasil)