Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

PF desarticuila quadrilha que faturava R$ 3 bi por ano com contrabando

“Uma organização criminosa que atuava em vários estados e movimentava anualmente cerca de R$ 3 bilhões em mercadorias contrabandeadas é alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã de hoje (16).

A Operação Celeno envolve várias equipes que somam 360 policiais. Eles cumprem 138 mandados judiciais, sendo 28 mandados de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 18 de condução coercitiva e 77 de busca e apreensão, nos estados do Paraná, de São Paulo, do Espírito Santo e de Minas Gerais.

As investigações começaram em 2013 e detectaram a existência de quatro grupos criminosos que, quase que diariamente, pousavam e decolavam seus aviões da cidade de Salto Del Guairá, no Paraguai, até pistas clandestinas no interior do estado de São Paulo.

As mercadorias eram então retiradas dos aviões e levadas para entrepostos de armazenamento, de onde eram transportadas por caminhões e outros veículos para os destinatários.

Durante as apurações, os policiais constataram que pelo menos 12 aviões eram usados pelos criminosos, fazendo até dois voos por dia. Cada aeronave levava cerca de 600 quilos de mercadorias, num valor estimado de US$ 500 mil dólares por frete.

Os grupos criminosos, responsáveis pelos fretes, eram contratados por agenciadores baseados em Foz do Iguaçu, no Paraná, e no Paraguai. Além disso, uma dessas organizações comercializava as mercadorias em empresas próprias, estabelecidas em Ribeirão Preto e na capital paulista.”

(Agência Brasil)

Petrobras – Uma vaca de tetas bilionárias

sem-titulo-14

Cada político tinha sua vaca nesse pasto de corrupção.

Com o título “Vaca com generosas tetas”, eis o que escreve em sua coluna, no O POVO desta quinta-feira, o jornalista Fábio Campos sobre o personagem Sérgio Machado, o “homem-bomba” do PMDB e, pelo visto, da República. Confira:

O conjunto de delações de Sérgio Machado e filhos fecha o quebra-cabeça da corrupção na Petrobras. O resultado final nos faz lembrar uma imagem muito comum nos açougues. No caso, a anatomia do boi com as divisões e subdivisões de cada corte. O boi é a Petrobras (nesse caso, a imagem da vaca leiteira é até mais contundente). Uma vaca só com partes nobres. Carnes de primeira.

Cada pedaço da Petrobras tinha um dono. Podia ser um partido. Podia ser um político ou um grupo deles. É claro que havia um comando superior que metodicamente providenciou a divisão do filé, da maminha, da alcatra, da picanha. Só carne sem osso.

A BR Distribuidora foi entregue a Fernando Collor de Mello, um político da bancada do “eu sozinho”. A Transpetro coube ao PMDB. Notadamente, à bancada do partido no Senado. São duas subsidiárias da Petrobras. Tão grandes que mesmo que fossem independentes da empresa mãe ainda se situariam na lista de maiores do Brasil.

O negócio principal da Petrobras é a extração e o refino de petróleo. São negócios globais. Ao longo dos anos, a estatal se tornou uma referência no mundo em extração de petróleo em alto mar. Na área de refino e extração, os custos são de bilhões. As compras são de bilhões. As obras são de bilhões.

Por isso, a presidência e as diretorias da empresa eram as carnes mais nobres dessa vaca de tetas generosas. O PT, é claro, deu as cartas nessa estrutura e chamou o venerável PP para uma lucrativa parceria. A estruturação não era engessada. Cada mandatário de um pedaço tinha que colaborar e ser solidário com os outros mandatários. Era como um condomínio da corrupção. É por isso que a lista de beneficiários de Machado é abrangente.

Machado é uma ave rara nessa divisão. Foi o único político nomeado para cargo de comando na Petrobras. Com exceção da presidência, os outros cargos estratégicos ficaram com funcionários de carreira da estatal. Gente com bom currículo técnico. Porém, carreiristas que só chegaram lá por que aceitaram a lamentável função de açougueiros da estatal.

Eram eles diretores operacionais que mantinham sob seu controle gerentes também operacionais. Suas tarefas eram cumprir ordens. Se o comando definia que era preciso fazer uma refinaria, mesmo que desnecessária, eles providenciavam. Quando era preciso comprar uma, mesmo que ferro velho, eles tocavam o negócio.

As decisões bilionárias respondiam a uma lógica que mistura política com ambições de enriquecimento pessoal. Não foi à toa que um gerente sozinho teve que devolver 100 milhões de dólares. Não é à toa que Sérgio Machado acolheu uma multa de R$ 71 milhões e mais a devolução do que for encontrado em contas no exterior.

As investigações da Lava Jato estão chegando à reta final. A radiografia da corrupção está sendo meticulosamente detalhada pela Operação. A questão que vai permanecer para ser respondida é a seguinte: que tempos foram esses que criaram um clima e condições tão propícias para a corrupção vicejar em níveis tão assombrosos?

Certamente, os estudiosos vão se debruçar sobre a questão, mas há pistas. Duas certezas perambulavam na mente dos operadores e políticos. Uma: o esquema não seria descoberto. Outra: se descoberto, permaneceria impune. Foi tudo ao contrário. Portanto, um marco na história e na cultura política e empresarial do Brasil.

Jogos Olímpicos 2016 – Ingressos para nado sincronizado e ginástica artística à venda

“O Comitê Rio 2016 faz hoje (16), a partir das 12 horas, no site www.rio2016.com/ingressos, nova liberação de ingressos de contingência para nado sincronizado e ginástica artística, rítmica, trampolim e gala. As duas modalidades de ginástica – artística e rítmica – têm tíquetes esgotados atualmente, de acordo com informação da Diretoria de Ingressos do comitê.

Para as finais do nado sincronizado dueto rotina livre, que ocorrerão no dia 16 de agosto, os preços variam de R$ 140 a R$ 420, mesmo valor para as provas de rotina livre por equipes, no dia 19. Na rotina livre, as atletas fazem movimentos e formações escolhidas pela equipe, ao contrário da rotina técnica, em que precisam desenvolver movimentos obrigatórios, estabelecidos pelos juízes.

Nas finais da ginástica artística, competição por equipes masculinas, programada para 8 de agosto, e para a disputa feminina, no dia 9, os preços são os mesmos: de R$ 260 a R$ 900. Esses valores se mantêm para as finais das competições individuais – geral masculina, no dia 10 de agosto, e geral feminina, no dia 11. Não haverá alteração ainda de preço para as finais de aparelhos masculina e feminina, no domingo (14 de agosto) e no dia 16, e para a final masculina de argola, dia 15 de agosto.

Para a ginástica rítmica, os ingressos para a final da competição individual geral feminina, que ocorrerá no dia 20 de agosto, e para a final por equipes femininas, no dia 21, custarão de R$ 220 a R$ 540.

(Agência Brasil)

Aliados de Cunha ameaçam faltar às sessões para salvá-lo da cassação

Eduardo-Cunha1

“Enquanto DEM, PSDB e PPS acreditam que Eduardo Cunha (PMDB/RJ) será cassado pelo plenário com cerca de 40 votos de vantagem, aliados do presidente afastado da Casa ainda tentam uma última estratégia para salvar o deputado.

Como sabem que poucos terão coragem de ir ao microfone e abertamente defender Cunha, os aliados do presidente tentam convencer os colegas simpáticos a ele a faltar no dia da votação.

Para a cassação, são necessários pelo menos 257 votos. Cada falta, na prática, é um voto favorável a Cunha.

Curiosamente, a tática desesperada é idêntica à que chegou a ser cogitada para salvar Dilma Rousseff. Sem sucesso, é claro.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Assembleia Legislativa promove encontro sobre corte de verbas do Judiciário cearense

A Assembleia Legislativa, por meiok de sua Comissão de Orçamento, Finanças e Tributação (COFT), promoverá nesta quinta-feira, às 14h30min, uma audiência pública sobre o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a dotação orçamentária destinada ao Poder Judiciário do Ceará.

O debate, que atende às solicitações dos deputados Renato Roseno (Psol) e Fernanda Pessoa (PR), juntamente com a Associação Cearense de Magistrados (ACM), acontecerá no auditório do Complexo de Comissões Técnicas da Casa.

De acordo com o requerimento, o Poder Judiciário do Ceará está sendo “bastante afetado” com os cortes orçamentários sofridos no Estado, visto que tem sua receita proveniente de um percentual sobre a receita corrente líquida do Ceará.

Entre os tribunais de médio porte, o Tribunal de Justiça do Ceará é o que tem o menor orçamento per capita do Brasil. O TJ recebe 5,7% da receita corrente líquida do Estado. Essa porcentagem está bem inferior à média nacional, que é de 7,45%.

Aprovada MP que reduz IR sobre remessas de dinheiro para o Exterior

“Depois de quase oito horas de intensa obstrução de partidos de oposição ao governo interino de Michel Temer, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nessa noite de quarta-feira, a Medida Provisória (MP) 713/16, que reduz de 25% para 6% o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) sobre as remessas de dinheiro ao exterior. O texto agora segue para apreciação do Senado.

A medida se aplica para despesas com gastos pessoais em viagens de turismo e negócios, a serviço e para treinamento ou missões oficiais até o limite de R$ 20 mil ao mês. A proposta também isenta do IRRF as remessas ao exterior destinadas ao pagamento de gastos com tratamento de saúde e educação.

No caso das operadoras ou agências de viagens, o limite é R$ 10 mil por passageiro. De acordo com o texto, para ter acesso à redução da alíquota, as empresas deverão ser cadastradas no Ministério do Turismo e a remessa das divisas terá de ser feita por instituição financeira domiciliada no País.

A redução da alíquota entrou em vigor em 2 de março de 2016, quando a MP foi publicada, e valerá até 31 de dezembro de 2019.

Antes da aprovação, deputados do PT, PCdoB, PDT, PSOL e Rede obstruíram a votação e criticaram as medidas que estão sendo adotadas pelo governo interino. “Não estamos contra a medida provisória editada pela presidenta Dilma Rousseff, mas contra o que o governo ilegítimo de Temer vem fazendo”, disse o deputado Henrique Fontana (PT-RS), ex-vice-líder do governo de Dilma.

Os deputados também criticaram a inclusão na medida dos chamados “jabutis”, matérias estranhas ao texto principal. Em especial, uma emenda do senador Romero Jucá (PMDB-RR) que prorrogava até abril de 2020 “a alíquota zero sobre o PIS/Pasep e Confins para a importação e venda no mercado interno de papel para a impressão de jornais e periódicos”.

A aprovação da MP só foi possível após acordo envolvendo os líderes dos partidos aliados e da oposição com a retirada, pelo PMDB, da emenda e o compromisso do adiamento da votação de outra medida que trata do aumento da participação de capital estrangeiro nas empresas aéreas. A proposta constava da ordem do dia, mas, com o acordo, a votação foi adiada para a próxima segunda-feira (20).”

(Agência Brasil)

Governadores do Nordeste farão reunião em Fortaleza

foto camilo governador ceará

Fortaleza será sede, na próxima segunda-feira, 20, de reunião do Fórum de Governadores do Nordeste. Será o quinto evento regional do gênero, com pauta ainda em discussões, mas com uma certeza: os gestores se posicionarão contra o reajuste do Poder Judiciário aprovado recentemente pela Câmara dos Deputados e que deve causar forte impactos nas contas estaduais. No Ceará, o impacto do reajuste está estimado em R$ 100 milhões por ano.

O governador Camilo Santana (PT) será o anfitrião do encontro, marcado para as 17 horas, no Palácio da Abolição. Serão discutidas alternativas de financiamento para os Estados. O último encontro foi realizada em Maceió (AL).

Outro detalhe. Será a segunda reunião dos governadores do Nordeste em clima de governo Temer.

Chacina de Messejana – Tenente-coronel e tenente estão entre denunciados

“O Ministério Público do Ceará (MPCE) pediu a prisão preventiva de um tenente-coronel, um tenente, sete sargentos, seis cabos e 30 soldados da Polícia Militar por participação na Chacina da Grande Messejana. O documento, assinado por 12 promotores, foi protocolado ontem na 1ª Vara do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua. Entre os 45 agentes, uma parte teria atuado ativamente na execução das 11 vítimas e nas lesões provocadas em outras sete em 12 de novembro do ano passado. O restante teria praticado crime de prevaricação por não impedir as execuções.

Na manhã de ontem, os promotores da 1ª Vara do Júri e do Grupo de Atuação de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), que atuam no caso, tiveram uma última reunião para finalizar os últimos ajustes da denúncia, que foi entregue durante a tarde. Está prevista para a próxima semana uma entrevista coletiva com o procurador-geral Plácido Rios, que chegou ontem de Brasília. O horário e o local ainda não foram definidos pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ).

A expectativa agora é que a análise da denúncia pelo juiz Ely Gonçalves Júnior, da 1ª Vara, seja realizada no prazo de 20 a 30 dias. Ele decidirá se acata o pedido, tornando os acusados réus no processo, que está em segredo de Justiça.

Um preso

Como O POVO antecipou no último dia 7 de abril, 38 policiais foram indiciados pela Controladoria Geral de Disciplina (CGD) por participação na chacina. Cinco deles por prevaricação e os outros 33 por homicídio qualificado e tentativa de homicídio. O Ministério Público, porém, entendeu que as provas e indícios levantados durante o inquérito são suficientes para responsabilizar 45 agentes.

Entre os acusados está o soldado Marcílio Costa de Andrade, que já se encontra preso no Presídio Militar da PM, desde 29 de fevereiro deste ano. Apontado como um dos pivôs da chacina, menos de um mês antes das execuções de nove adolescentes e dois adultos, conforme a CGD, Marcílio matou o adolescente Francisco de Assis Moura de Oliveira, 16, o Neném, e deu um tiro no adulto Raimundo Cleiton Pereira da Silva, no bairro Curió.

Os crimes que envolveriam o soldado Marcílio e outros personagens, praticados em 25 de outubro do ano passado, são partes de uma história costurada por rixas, revanches e acertos de contas que culminaram com a Chacina da Grande Messejana — deflagrada após a morte do soldado Valterberg Chaves Serpa durante uma tentativa de assalto, na Lagoa Redonda na noite do dia 11 de novembro.

Marcílio foi preso pela CGD por causa do homicídio e pela tentativa de outra morte. Na época, porém, a controladoria negou que a prisão estivesse relacionada à chacina, para não comprometer as investigações.

O POVO entrou em contato, ontem, com os promotores Marcus Renan Palácio e Joseana França Pinto, da 1ª Vara do Júri de Fortaleza — lugar onde foi protocolada a denúncia e o pedido de prisão preventiva de 45 policiais militares. Nenhum dos dois quis se manifestar sobre o caso que se encontra em segredo de Justiça.”

chacinaa

(Demitri Túlio e Tiago Paiva – O POVO)

CFC realizará seminário sobre prestação de contas e financiamento de campanhas

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) realizará, nesta quinta-feira 16), na sede do conselho, em Brasília, o Seminário Nacional de Qualificação de Multiplicadores. O tema do evento é o “Financiamento de Campanha e Prestação de Contas de Candidatos e Partidos Políticos para as Eleições 2016”. O Seminário é aberto ao público e ensinará como realizar a prestação de contas de uma campanha. O evento é o primeiro de uma série que pretende capacitar 30 mil profissionais da contabilidade para atuar no processo eleitoral deste ano.

A partir das Eleições 2016, empresas não poderão mais financiar campanhas eleitorais. O objetivo é tornar as campanhas mais baratas e combater a corrupção. Entretanto, há o temor de que aumente a ocorrência de doações ilegais por meio de Caixa 2. Com o intuito de enfrentar esse problema, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) criou uma série de iniciativas para informar o cidadão sobre as regras do processo eleitoral.

Durante o evento, ocorrerá o lançamento de um ebook com informações sobre como realizar a prestação de contas das eleições. A publicação foi realizada pela comissão de trabalho instituída pelo CFC para tratar das prestações de contas das eleições municipais de 2016. Dentre os integrantes da comissão, estão especialistas em contabilidade eleitoral, representantes do conselho e do TSE.

O seminário ocorre durante todo o dia, no auditório do CFC, em Brasília, e já conta com mais de 200 inscritos. Mais informações podem ser encontradas no site cfc.org.br/eventos.

Nany People é atração no Shopping RioMar

DSC0524-550x300

A humorista Nany People fará show, a partir das 19h30min desta quarta-feira, na Praça de Eventos do Shopping RioMar.

O público vai conferier solo intitulado “TsuNANY”. No palco, ela – conhecida nacionalmente por suas participações na TV, ensinará como encarar a vida com bom humor.

SERVIÇO

*Shopping RioMar  – Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 /piso L1 – Papicu).

*Acesso gratuito.

*Mais Informações – 3066 2000.

Como vai a aferição dos semáforos?

236 1

Do leitor Sérgio José Ribeiro, de Joinville (SC), recebemos a seguinte nota, em tom de queixa contra o Detran do seu Estado. Ele nos manda a reclamação que, sem sombra de dúvidas, nos remete a indagar também como está a aferição dos semáforos cearenses. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

Em 06/05/2016, fui multado por “avançar sinal vermelho do semáforo – fiscalização eletrônica”. Ao visualizar a multa no site do Detran/SC, observei que a data de aferição do equipamento (código inmetro. 0000021085 )
estava datada em 20/03/2015.

Pergunta :

1- Estes equipamentos não devem ser aferidos pelo Inmetro de 12 em 12 meses ?
2- A Multa é inválida ?
3- Qual o artigo / resolução/ parágrafo do CTB ou Contran que exige aferição deste equipamento de 12 em 12 meses?

Solicito sua ajuda na resposta destas perguntas e, principalmente, o número do artigo/resolução/parágrafo, enfim, a lei que exige a aferição deste equipamento de 12 em 12 meses.

Grato

Sérgio José Ribeiro,

Joinville (SC.

Tite vai comandar a Seleção Brasileira

tite

Tite não é mais técnico do Corinthians e vai assumir o comando da Seleção Brasileira. A informação foi dada, nesta tarde de quara-feira, pela direção do clube paulista onde o treinador trabalhava.

Bom destacar que Tite ganhou título da Libertadores, um Mundial, uma Recopa, dois Campeonatos Brasileiros e um Campeonato Paulista pelo Corinthians.

(Fonte – TV Bandeirantes)

Grupo Betânia deve instalar fábrica na Bahia

jorgeparente

A Companhia Brasileira de Lacticínios (CBL), detentora da marca “Betânia”, negocia com o governo baiano a implantação de uma fábrica sua nesse Estado. A informação é de Jorge Parente, um dos controladores, que se encontra em Salvador em acertos com o governo.

Segundo Jorge, as negociações estão bem adiantadas e a expectativa é de iniciar a implantação da unidade a partir de 2017.

O Grupo CBL tem fábrica no Ceará, Pernambuco e Sergipe.

Temer teria recebido propina para campanha, diz Sérgio Machado em delação

148 1

temeri

Em sua delação premiada na Lava Jato, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado listou os nomes de 20 políticos que teriam recebido propinas no esquema de corrupção na subsidiária da Petrobras e também o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) que, segundo o delator, teria pedido a ele recursos ilícitos para a campanha de Gabriel Chalita (PMDB) à Prefeitura de São Paulo em 2012.

Segundo o delator, todos os políticos citados por ele “sabiam” do funcionamento do esquema de corrupção capitaneado por ele na estatal e “embora a palavra propina não fosse dita, esses políticos sabiam, ao procurarem o depoente, não obteriam dele doação com recursos do próprio, enquanto pessoa física, nem da Transpetro, e sim de empresas que tinham relacionamento contratual com a Transpetro”. Ainda segundo Machado, nenhuma das doações solicitada por ele às empresas era lícita.

Repasses de propina

De acordo com Machado, empreiteiras que mantinham contrato com a estatal realizavam pagamentos mensais de propinas para políticos, parte por meio de entrega de dinheiro vivo e parte por meio de doações oficiais como forma de garantir os contratos com a estatal que era área de influência do PMDB. O delator assumiu a presidência da estatal em 2003, por indicação do presidente do Senado Renan Calheiros, dos senadores Jader Barbalho, Romero Jucá e Edison Lobão e do ex-presidente José Sarney, todos da cúpula do PMDB e que foram beneficiados com propinas do esquema.

Ele admitiu ainda que administrava a estatal visando “extrair o máximo possível de eficiência das empresas contratadas pela estatal, tanto em qualidade quanto em preço” e que outros políticos, além dos responsáveis por sua indicação ao cargo, também se beneficiaram do esquema criminoso.

“O depoente também repassou propina, via doação oficial, para os seguintes: Cândido Vaccarezza (PT), Jandira Feghali (PCdoB), Luis Sérgio (PT), Edson Santos (PT), Francisco Dornelles (PP), Henrique Eduardo Alves (PMDB), Ideli Salvatti (PT); Jorge Bittar (PT), Garibaldi Alves (PMDB), Valter Alves, José Agripino Maia (DEM), Felipe Maia (DEM), Sergio Guerra (PSDB, morto em 2014), Heráclito Fortes (PMDB), Valdir Raupp (PMDB); que Michel Temer pediu ao depoente que obtivesse doações oficiais para Gabriel Chalita, então candidato a prefeito de São Paulo”.

(O POVO Online)

Revista Entrevista – Alunos do Jornalismo da UFC lançam a 35ª edição

zetestinha

Será lançada nesta quarta-feira, às 18 horas, a 35ª Revista Entrevista, uma produção dos alunos do curso de Jornalismo da UFC, sob orientação do professor Ronaldo Salgado. O lançamento ocorrerá no auditório da Área 2 do Centro de Humanidades (Benfica).

Nesta edição, os entrevistados da vez são a cantineira Tia Cleide, a líder comunitária Nereide do Pirambu, o marcador de quadrilha junina Reginaldo Rogério (Zé Testinha), o empresário Jurandir Filho e a professora Raquel Rigotto.

MPF quer regras duras para proteção de dados pessoais

“O Ministério Público Federal enviou nota técnica à Câmara para pedir que os deputados aprovem regras para a proteção de dados pessoais semelhantes ou até mesmo mais avançadas que as da União Europeia.

Atualmente não há regras claras para a proteção de dados pessoais no Brasil, por isso, órgãos públicos ou empresas que coletam informações podem, pode exemplo, repassá-los a terceiros sem sequer obter o consentimento do cidadão.

Além disso, a inexistência de um regime de proteção de dados também inviabiliza investigações com cooperação internacional.

Para que a Europa, por exemplo, repasse dados de seus cidadãos ao Brasil, é preciso um regime que garanta a proteção das informações. O projeto de lei que trata do assunto tramita na Câmara sob a relatoria de Alessandro Molon (Rede-RJ).

(Veja Online)

Protagonista do documentário “Lixo Extraordinário” dará palestra em Fortaleza

sebastião-santos-palestrant

Protagonista do documentário indicado ao Oscar “Lixo Extraordinário” e trabalhador de um aterro sanitário no Rio de Janeiro, Sebastião Carlos dos Santos, o “Tião”, dará palestra em Fortaleza nesta quinta-feira. Ele falará sobre “Reciclagem e Sustentabilidade” para os alunos da Escola de Ensino Fundamental e Médio General Eudoro Corrêa (Bairro Parangaba).

A palestra faz parte da programação deste ano do Projeto CDL Móvel, promovido pela CDL de Fortaleza, e ocorrerá a partir das 9 horas, no auditório da escola.

O ex-catador e líder do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), Tião Santos, falará sobre os 11 anos em que viveu no Jardim Gramacho, o maior aterro sanitário da América Latina, além de abordar aspectos sociais, econômicos e ambientais da questão do lixo e os avanços da Lei dos Resíduos Sólidos, que ajudou a elaborar.

SERVIÇO

*Escola E.F.M. General Eudoro Corrêa  – Rua Júlio Braga, 101, próximo ao Hospital Distrital Maria José Barroso de Oliveira, no bairro Parangaba.

*Mais Informações – (85) 3464.5512.

Jair Bolsonaro pode ser cassado pelo Conselho de Ética

288 1

bolsim

Aprovado parecer sobre a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), entrou na pauta do Conselho de Ética da Câmara nesta quarta-feira, 15, representação do Partido Verde que pede cassação do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por apologia ao crime de tortura. Reunião está marcada para as 14h30min.

De acordo com o PV, ao anunciar seu voto pela admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), em 17 de abril, Bolsonaro quebrou o decoro ao homenagear a memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra. “À memória do coronel Brilhante Ustra, o pavor da Dilma”, disse Bolsonaro, logo após homenagear Eduardo Cunha.

Primeiro integrante da ditadura reconhecido como torturador pela Justiça, o coronel Brilhante Ustra foi chefe do Destacamento de Operações Internas (DOI-Codi) de São Paulo entre 1970 a 1974, mesmo período em que a presidente afastada foi presa e torturada. Pelo menos 45 mortes são atribuídas ao militar, muitas delas sem qualquer relação à luta armada contra a ditadura.

Confira momento do voto de Jair Bolsonaro no Impeachment:

 

Conforme o argumento do partido, a forma como Bolsonaro se referiu ao coronel constitui-se “em verdadeira apologia ao crime de tortura”, atentado contra os direitos humanos e desrespeito com aqueles que foram torturados durante a ditadura militar. Ação da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro (OAB-RJ) também faz o mesmo questionamento.

Liberdade de expressão

“O deputado Jair Bolsonaro tem o direito de expressar suas preferências e simpatias. No entanto, não pode fazê-lo de modo a enaltecer crimes ou criminosos. Essa citação, por tudo o que o coronel Brilhante Ustra representou contra a democracia brasileira, os direitos humanos e o estado de direito, constitui-se em uma grave ofensa aos cidadãos do”, diz a representação.

Bolsonaro, por sua vez, divulgou vídeo em que diz que Ustra não era torturador. “Jamais defenderia um torturador, quem quer que seja. A memória que trouxe, por ocasião da votação no último domingo é de um homem que esteve ao lado da democracia e ao lado da nossa liberdade, lutando contra aqueles que queriam impor o comunismo”, diz o deputado, contrariando dezenas de depoimentos de vítimas e decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo contra Ustra.

(O POVO Online)

Até Satanás temeria perder seu trono para nossos políticos

165 2

Com o título “Mas que tristeza, pá!”, eis artigo do cineasta Rosemberg Cariry, que pode ser conferido no O POVO desta quarta-feira. Ele aborda uma procissão de “mortos-vivos” em que se transformou o cenário político brasileiro do momento.Confira:

A partir do que dizia a TV Globo, a formar coro triunfante com alguns jornalões conservadores, o mundo saudaria o “novo governo” como suposto porta-voz da honestidade e justiça. Viajei pesaroso, pois entendia que o tal impeachment outra coisa não era que uma farsa, ensaiada em arranjos ocultos, onde se dera a armação de um golpe contra alguns ícones democráticos: liberdade, razão e constituição republicana.

O primeiro espanto eu tive na Ilha Terceira, nos Açores, onde fui filmar a Festa do Divino. Sabendo-me brasileiro, várias pessoas se aproximavam para conversar e diziam: – “Que golpe mais atrasado, pá!”. Em várias cidades de Portugal recebi os mesmos gestos solidários.

No Alentejo, em Évora, uma senhora de 80 anos, cabelos brancos, porte digno e elegante, em seu traje preto e sóbrio, quis saber sobre o Brasil. Ela não me disse não entender como corruptos conseguiram dar um golpe numa presidente sobre quem não pesava processo algum de corrupção. Queria ela saber com que direito tal grupo estava a entregar as riquezas da nação, rasgando leis de proteção aos aposentados e às crianças, à educação e à saúde pública. Ela me indagava, enfim, por que destruir a nação brasileira. Generosa e meiga, no começo da nossa conversa, tomada de indignação repentina, exclamou, num acesso de comoção sincera: – “Vão todos para o inferno!”

Chegou-me a viva imagem de uma procissão de mortos-vivos, feita de políticos corruptos e alguns pastores evangélicos, dos reis da soja e do agrotóxico, dos defensores da bala e da tortura, a chegar no inferno, com suas peles enrugadas, suas pontes de safenas, suas carecas ou cabelos pintados de acaju; ladeados de suas mulheres repuxadas por plásticas e silicones (ditas belas, recatadas e do lar); suas empresas e latifúndios, suas carruagens de caveiras e ossos, recitando suas litanias intermináveis, feitas de crimes cometidos contra a maioria do povo brasileiro.

Logo depois, veio-me a certeza de que eles não irão para o inferno, pois Satanás e o seu séquito não correriam o risco de perder o seu trono para um bando de “conspiradores”, capazes de trair a própria pátria e ultrapassar o tinhoso em maldade e sordidez. Satanás, diante da ameaça, lhes diria: “Já que não têm almas para arder eternidade afora, que vaguem pelas trevas do mundo, livrando o inferno desse mal maior! ” Pensei cá comigo, se possível em Miami, bem longe do Brasil, senhores!

*Rosemberg Cariry

cariri.filmes@uol.com.br

Cineasta e escritor