Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Embraer – Prazo para adesão ao Plano de Demissão Voluntária começa na segunda-feiera

“Começa segunda-feira (23) e se estende até 14 de setembro o prazo para adesão dos trabalhadores da Embraer ao Plano de Demissões Voluntárias (PDV), anunciado ontem (17) pela empre. As inscrições serão analisadas até 23 de setembro. Todos os empregados que aderirem ao PDV terão seu desligamento realizado na 1ª semana de outubro deste ano. O programa será aberto a todos os empregados de todas as unidades do Brasil.

Segundo a empresa, a inciativa ocorre após algumas rodadas de negociação com o sindicato da categoria e faz parte de uma série de medidas de redução de custos adotada pela empresa para superar o cenário desafiador enfrentado hoje pela indústria aeroespacial.

Entre os incentivos para adesão ao PDV estão o pagamento rescisório equivalente a desligamento sem justa causa (aviso prévio, incluindo quinquênios, férias e abono de férias, décimo terceiro salário proporcional e 40% do FGTS), indenização adicional proporcional ao tempo de empresa (40% do salário nominal por ano de empresa), garantindo um mínimo de dois salários nominais brutos, pagamento de seis meses do plano de saúde e de assistência odontológica para o empregado e seus dependentes já cadastrados, apoio e orientação para o processo de transição de carreira ou de aposentadoria, workshops de planejamento financeiro, empreendedorismo e consultoria.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (CSP-Conlutas), os trabalhadores aprovaram em assembleia nessa quarta-feira um plano de lutas contra as demissões programadas pela empresa. A votação reuniu cerca de oito mil trabalhadores da produção e do setor administrativo e atrasou em duas horas a entrada do primeiro turno.”

(Agência Brasil)

BNB promove debate com “Startups” sobre ferramentas da IBM

O Banco do Nordeste receberá, nesta sexta-feira, às 15h30min, empreendedores para o seminário “Bluemix, Watson e ferramentas IBM em apoio às startups”. O evento será conduzido pela program manager da empresa, Renata Zanuto.

O seminário será oferecido no Hub Inovação Nordeste (Hubine), espaço voltado ao apoio de iniciativas inovadoras da região. O gerente do Projeto Gestão da Inovação do BNB, Eduardo Gaspar, receberá os empreendedores e apresentará a parceria entre a instituição financeira e a empresa de soluções tecnológicas.

Renata abordará “Benefícios GEP para as startups do Hubine”. A IBM fornece recursos para empresas inovadoras, como software gratuito, especialistas técnicos, mentores especialistas e mais por meio de programas específicos para startups.

SERVIÇO

*A agenda completa de seminários e workshops para 2016 está disponível na internet, em www.hubine.bnb.gov.br/todos-os-eventos.

*Sede do BNB – Avenida Doutor Silas Munguba, 5.700, bairro Passaré, em Fortaleza.

Ator Luís Miranda é atração no Shopping RioMar

mirandd

O ator baiano Luís Miranda, que interpreta o pela do gaiato Luma na série Mister Brau, da Globo, é a atração desta quinta-feira, a partir das 20 horas, do projeto gratuito Humor na Praça do Shopping RioMar (Papicu).

Com apresentação do humorista Ciro Santos, Luís Miranda irá mostrar ao público alguns de seus famosos personagens, como é o caso do flanelinha e “filósofo do cotidiano” Queixada e a líder comunitária Dona Edith, que dá dicas e alguns “ensinamentos do mundo”.

Dono de personagens marcantes que se tornaram sucesso do teatro para a internet, Luís Miranda arrebatou o Prêmio Contigo de TV de Melhor Ator Coadjuvante ao dar vida à transexual Dorothy Benson de Geração Brasil (Globo). No teatro, atuou nos espetáculos Terça Insana e 7 Conto.

SERVIÇO

*Praça de Eventos 01 do Shopping RioMar Fortaleza – Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 / piso L1 – Papicu)

*Acesso gratuito

*Mais Informações – 3066 2000.

(Foto – Divulgação)

Moro adia retorno de Bumlai ao presídio

DF - CPI/BNDES/DEPOIMENTOS/JOS… CARLOS BUMLAI  - POLÕTICA - O pecuarista JosÈ Carlos Bumlai durante sess„o da CPI do BNDES na C‚mara     dos Deputados, nesta terÁa-feira, 01, em BrasÌlia.  Bumlai cumpriu a     promessa e est· seguindo orientaÁ„o de seus advogados para n„o responder     ‡s perguntas feitas por membros da CPI. O silÍncio do empres·rio j·     provocou reaÁ„o de alguns integrantes do colegiado.     25/11/2015 - Foto: DIDA SAMPAIO/ESTAD√O CONTE⁄DO

“O juiz federal Sérgio Moro adiou para 30 de agosto o retorno do pecuarista José Carlos Bumlai ao presídio. Na decisão, Moro pediu que a defesa do empresário esclareça se Bumlai continua internado e entregue o resultado dos exames médicos. O acusado é réu em uma das ações penais da Operação Lava Jato que tramitam na Justiça Federal em Curitiba.

Em março, Moro autorizou Bumlai a cumprir recolhimento domiciliar para fazer tratamento contra câncer na bexiga durante três meses. Nesse período, o empresário foi monitorado por tornozeleira eletrônica. No dia 10 de agosto, Moro determinou que Bumlai voltasse à prisão no dia 23 de agosto por entender que o empresário oferece risco às investigações da Lava Jato.

Na decisão, o juiz citou que Bumlai responde ação penal na Justiça do Distrito Federal pela suposta tentativa de impedir o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró de assinar acordo de delação premiada. “Considerando a proximidade do dia 23/08 e para evitar riscos desnecessários ao acusado, adio, por ora, para 30/08 sua reapresentação à Polícia Federal em Curitiba, sem prejuízo de nova avaliação se necessário”, decidiu o juiz.

No mesmo processo, são réus o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o filho do empresário, Mauricio Bumlai. A investigação foi aberta com base na delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral.”

(Agência Brasil/Foto – Dida Sampaio)

Hortência Marcari ligou para a reportagem do Blog

hortenm

Não! Não bato.

Ficamos felizes, nesta tarde de quinta-feira, ao recebermos um telefone de Hortência, ex-jogadora da Seleção de Basquete. No início, era só alegria, mas, depois, veio o apelo: ela estava atuando como garota-propaganda do Omega 3. Falou maravilhas, na gravação, dizendo que havíamos sido sorteados para ter desconto.

Apesar de sabermos que Hortência é Hortência e tem credibilidade para muito, preferimos não comprar nada.

Ela, pelo menos, está exercitando parte sensível do seu corpo: o bolso.

Azul ofertará voo direto para Orlando

Orlando, nos Estados Unidos, será o primeiro destino internacional ofertado pela Azul a partir do Recife, com estreia prevista para 7 de dezembro deste ano. A operação – exclusiva da Azul, será às quartas-feiras e aos domingos, e terá como diferenciais a conectividade, pois com novas operações entre a capital pernambucana e diversas cidades do Nordeste. A aeronave é um Airbus A330, o maior da frota.

A opção por Orlando ocorre por ser uma das cidades norte-americanas de mais rápida expansão econômica, pela excelência de seu aeroporto, ótimo para conexões com outras cidades dos Estados Unidos, e por eliminar a necessidade de conexão em Miami para que os pernambucanos possam chegar a esse que é o destino de lazer preferido dos brasileiros.

As conexões para Orlando por meio do aeroporto do Recife estarão disponíveis para os viajantes que decolam de Salvador, Fortaleza, Natal, Aracaju, Maceió, São Luís, João Pessoa, Teresina, Belém, Petrolina e São Paulo (Campinas e Guarulhos).

Brasil ganha ouro na vela

naom_57b60517c7c7e

Saiu mais um ouro para o Brasil. Martine Grael e Kahena Kunze conquistaram a medalha nesta quinta-feira (18), dessa vez na vela.

Segundo o Globoesporte.com, as brasileiras fizeram uma final emocionante na classe 49er FX feminina. A disputa foi muito acirrada. A prata ficou com a Nova Zelândia e a Dinamarca com o bronze.

Martine fez jus ao sangue de velejadora. Ela é filha do bicampeão olímpico Torben Grael, que fez história na vela sendo até hoje um dos principais nome do esporte.

Bolsa Família – Gestores municipais têm até o dia 31 para informar gastos

Termina no próximo dia 31 o prazo para gestores estaduais e municipais do Bolsa Família informarem os gastos com o programa em 2015 ao Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA).  Os municípios que não informarem seus gastos terão o repasse de setembro suspenso até que regularizem a situação.

A transferência é feita com base no Índice de Gestão Descentralizada do Bolsa Família (IGD-PBF), que mede o desempenho dos municípios na gestão do programa e do Cadastro Único. O índice varia entre zero e 1.

Quanto mais próximo de 1, melhor o resultado da avaliação da gestão. Se chegar a zero, o município pode perder o recurso.

SERVIÇO

*Os dados devem ser lançados no Sistema SuasWeb (AQUI), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

Cearenses lançam livro sobre “Golpe 2016”

371 4
livrogolpe
“O Ceará e a Resistência ao Golpe de 2016” é o título do livro que será lançado na próxima quarta-feira (24), às 19 horas, no Cine-Teatro São Luis. A obra é uma coletânea de artigos de cearenses de diferentes áreas de atuação, que se posicionam contra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).
Entre os autores estão os advogados Inocência Uchoa e Marcelo Uchoa, que também assinam a organização da obra. Também participam o diretor teatral Aderbal Freire-Filho, o padre Ermanno Alegri, o psicanalista Valton Miranda e os jornalistas Alberto Perdigão e Valdemar Menezes.
DETALHE – O livro será autografado no local pelos coautores e a renda será revertida para o movimento anti-golpista.

Roubo de cargas – Número de ocorrências aumenta 10% no País

Um novo levantamento feito pela Associação Nacional do Transporte de Cargas & Logística aponta para o aumento do número de ocorrências de roubo de cargas no Brasil. O estudo apresenta um crescimento estimado de 10% dos casos em 2015, quando comparados ao ano anterior. Foram 17.500 ocorrências em 2014 contra 19.250 em 2015, com um prejuízo recorde em valores de 1,12 bilhão de reais só nesse último ano.

O Sudeste permanece como principal região do país em que ocorre esse tipo de crime, com 85,76% de todos os casos, sendo São Paulo o primeiro local (44,11%), apesar de ter apresentado queda em 2015, e Rio de Janeiro o mais preocupante, pois trata-se do estado com maior aumento no índice, representando 37,54% dos casos em 2015, comparado aos 33,54% de 2014.

Entre as cargas mais visadas, o levantamento mostra diminuição no roubo de produtos metalúrgicos e aumento exponencial de roubo de bebidas, de todos os tipos, principalmente no Rio de Janeiro.

STJ decide se “soldado da borracha” tem direito a pensão vitalícia

soldados-da-borracha

“A Primeira Turma do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) vai decidir nesta quinta-feira o pedido de pensão vitalícia de um ex-seringueiro, hoje como 87 anos, depois de ter trabalho na extração da borracha, na Floresta Amazônica, durante o período da 2ª Guerra Mundial.

O autor argumenta que o trabalho dele ajudou no fornecimento de látex à indústria bélica norte-americana durante o conflito armado.

Calcula-se que 60 mil pessoas foram enviadas ao Amazonas para efetuar o trabalho, a maioria nordestinos que fugiam da seca que assolava o Nordeste. Metade dessas pessoas morreram vítimas de doenças tropicais como a malária. O grupo ficou conhecido como os “soldados da borracha”.

(Veja Online)

*Mais sobre “Soldados da Borracha” aqui.

Polícia conclui que nadadores dos EUA mentiram sobre assalto

Os nadadores norte-americanos Ryan Lochte e James Feigen mentiram sobre eles e seus companheiros Gunnar Bentz e Jack Conger terem sido assaltados no Rio de Janeiro na madrugada do último domingo. Ao menos é essa a conclusão de investigação da Polícia Civil, segundo apurou o ESPN.com.br.

O inquérito aponta que os atletas não foram assaltados, mas que teriam se envolvido em uma confusão em um posto de gasolina. A conclusão é feita com base em imagens de câmeras de monitoramento, colhidas pela investigação, que tentou refazer o trajeto dos nadadores norte-americanos.

Segundo a Polícia, Lochte, Feigen, Bentz e Conger pararam em um posto de gasolina próximo à Casa França. No local, eles teriam iniciado uma discussão com seguranças, danificando, inclusive, a porta de um banheiro. O caso é acompanhado pessoalmente pelo chefe de Polícia Civil do Rio, Fernando Veloso, e conduzido pelo delegado Alexandre Braga, da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo.

(Com Portal Uol)

Quem quer salvar Eduardo Cunha?

248 1

Com o título “Avança operação para salvar Cunha”, eis artigo do jornalista Plínio Bortolotti, que pode ser conferido no O POVO desta quinta-feira. Ele alerta que até anistia para Eduardo Cunha tem sido orquestrado. Confira:

Já escrevi neste espaço que o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff tinha (tem) o objetivo de salvar políticos do PMDB e PSDB (e outros partidos menos cotados) da Lava Jato, deixando o grosso da conta somente com o PT. Ou como disse Romero Jucá, o breve, com todas as letras: “Tem de mudar o governo para estancar a sangria”.

Fui contestado por leitores argumentando que “nada” pararia a Lava Jato. Apesar de a afirmativa ser discutível, anotei ser o objetivo pará-la, mas não que o propósito seria alcançado. Porém, o conluio para descontinuá-la (para usar uma palavra da moda) vem ganhando cada vez mais força e adeptos; um deles, o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Maia quer dar consequência ao desejo do deputado Paulinho da Força (SDD-SP) que, sem corar, defendeu uma “anistia” ao famigerado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por ele ter encaminhado o pedido de impeachment de Dilma.

Pois vejam, o presidente da Câmara marcou a votação da cassação do mandato de Cunha para o dia 12 de setembro, quando todos os políticos estarão em campanha eleitoral, com um agravante: é segunda-feira, dia em que o plenário fica vazio. Como são necessários 257 votos para a cassação, qualquer ausência beneficia Cunha.

E os sinais ficam cada vez mais evidentes. A jornalista Maria Cristina Fernandes (Valor, 12/8/2016) afirma que avança nos bastidores do Congresso a trama para dar anistia a uma parcela (imaginem qual) de políticos que tiveram o nome envolvido na Operação Lava Jato. Essa “parcela” está temendo uma vingança de Eduardo Cunha que fez ameaça direta aos seus pares: “Eu sou vocês amanhã” – e continua aterrorizando antigos aliados.

Além de parlamentares, o interino Michel Temer também se assusta com o velho amigo Cunha e está mexendo os pauzinhos para salvá-lo da cassação. É de se lembrar que, após a Operação Mãos Limpas, na Itália, o Parlamento aprovou uma série de leis para aliviar a situação de políticos enrolados em malfeitos.

*Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br

Jornalista do O POVO.

Temer transfere para Dnocs ações de combate à seca

200 2

eunicio-apoia-temer-de-olho-no-senado_578835

O DNOCS está sob controle do líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira.

Na mesma semana em que começou a campanha eleitoral nos municípios brasileiros, o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) retirou dos governadores do Nordeste a execução de obras destinadas ao combate à seca para transferi-la ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), órgão controlado predominantemente por peemedebistas.

O Palácio do Planalto também decidiu aumentar o valor repassado a Estados governados pelo PMDB, como Sergipe e Alagoas. A decisão ocorreu após uma reunião no Palácio do Jaburu, no domingo, entre Temer e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, presidente em exercício do PMDB do Pará e filho do senador Jader Barbalho (PMDB-PA).

A decisão reverte um acordo feito pela presidente afastada Dilma Rousseff de que caberia aos governadores a gestão desses recursos. A gerência das verbas para obras contra seca costuma ser disputada por nomes de todos os partidos pelo fato de servir como arma eleitoral por políticos da região.

A liberação dos recursos foi autorizada por Temer com a edição da uma medida provisória no fim de julho que abriu crédito extraordinário de R$ 789,9 milhões para ações emergenciais no Nordeste, que enfrenta o quinto ano consecutivo de seca, segundo a Agência Nacional de Águas (ANA). Parte do valor será destinada para obras emergenciais, como a construção de adutoras e perfuração e instalação de poços.

Segundo o Ministério da Integração Nacional, a decisão de transferir a gestão dos recursos se deu porque, na avaliação do governo, o Dnocs é o órgão que tem “anos de experiência em obras contra a seca”. “A expertise do Dnocs está acima de qualquer questionamento. É o órgão que tem mais know-how e especialização em obras emergenciais de seca”, disse o ministro, por meio de sua assessoria.

Dos nove Estados do Nordeste, só o Maranhão não faz parte do plano, pois não enfrenta seca como os outros. Na região, segundo pesquisas, Temer tem o maior índice de rejeição.

Indicações

A decisão de Temer favorece o PMDB na medida em que o Dnocs é controlado na maior parte dos Estados pelo partido. No Ceará, por exemplo, o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, é o responsável pela indicação tanto do coordenador regional quanto do diretor-geral nacional do órgão. O senador é adversário político do governador cearense, Camilo Santana (PT).

No Rio Grande do Norte, a indicação do coordenador do órgão partiu do senador Garibaldi Alves (PMDB) e do ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB). Ambos são adversários do governador Robinson Faria (PSD). Na Paraíba, o favorecido será o senador José Maranhão (PMDB-PB), padrinho do coordenador regional do Dnocs. Ele é adversário do governador Ricardo Coutinho (PSB), que se posicionou contra o impeachment de Dilma.

Em Estados administrados pelo PMDB, as obras também serão tocadas pelo Dnocs, mas a Integração Nacional ampliou os recursos que serão enviados, por ordem de Temer.

Para Alagoas, governado por Renan Filho (PMDB), o presidente em exercício mandou aumentar o repasse de R$ 2 milhões para R$ 10 milhões, segundo a pasta. O governador é filho do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que vem se aproximando de Temer nas últimas semanas. O mesmo aconteceu em Sergipe, administrado por Jackson Barreto (PMDB), onde saltará de R$ 3 milhões para R$ 10 milhões.

Nos Estados controlados pela oposição, a decisão favoreceu aliados de Temer, como no Piauí, administrado pelo petista Wellington Dias, onde o Dnocs é comandado por aliados do senador Ciro Nogueira (PP).

‘Politização’

Governadores criticaram a decisão de Temer. “Não quero acreditar que isso foi feito por questões políticas”, disse o governador do Ceará. Robinson Faria disse ter recebido “com surpresa” a decisão.

Já o candidato a vice-prefeito de João Pessoa (PMDB-PB), deputado Manoel Júnior, avalia que os governos estaduais “politizam” a execução dos recursos. “Quando o governo manda dinheiro, eles só gastam nos municípios que eles têm interesse.” Eunício reconhece o sucateamento do Dnocs, mas diz que a mudança vai contribuir para revalorizá-lo.

(Estadão/Conteúdo)

Caixa Cultural recebe a tragicomédia “Blow Elliot Benjamin”

caixx

Uma das mais conceituadas companhias de dança de Curitiba está de volta à CAIXA Cultural Fortaleza. Desta vez, o G2 Cia de Dança apresentará dois espetáculos: Blow Elliot Benjamim, de quinta até domingo, e o mais recente trabalho, La Cena, que só virá para a Capital cearense, no entanto, no período de 25 a 28 próximos.

Além das apresentações na CAIXA Cultural Fortaleza, o grupo fará performances gratuitas, no dia 24, no shopping Iguatemi, a partir das 18h30min.

O Espetáculo

Blow Elliot Benjamin é uma tragicomédia baseada no cotidiano, contando histórias que, juntas, compõem uma lenda urbana. O espetáculo coloca uma lente de aumento sobre a vida de pessoas comuns e fala sobre o aspecto transitório e fugaz da existência humana, sempre com uma pitada de humor. Entre os personagens da história estão um aviador que cai do céu, uma serial killer, Jack, o estripador, e uma cantora de ópera que morre dentro de um teatro. A história real de um britânico, Elliot, um inglês diagnosticado erroneamente com uma doença terminal, foi o ponto de partida para a montagem.

SERVIÇO

Blow Elliot Benjamin

Horário: quinta-feira a sábado, às 20 horas e, domingo, às 19 horas

Ingressos: R$ 10,00 (inteira) R$ 5,00 (meia)

Duração: 80 minutos

Classificação indicativa: Livre.

CAIXA Cultural Fortaleza – Avenida Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema.

Seca – Uma responsabilidade do governo federal

Com o título “Seca impõe mobilização política”, eis o Editorial do O POVO alertando para a necessidade de se reforçar a vigilância e cobrar do governo federal obras e ações de combate à estiagem . Confira:

São maiores as incertezas quanto ao fim da estiagem em 2017. Já há menos indicativos positivos quanto à duração do La Niña, o fenômeno climático que, quando não é suficientemente longo, resfriando as águas do oceano Pacífico, aumenta a probabilidade de índices pluviométricos insuficientes para estabelecer um período de chuvas que caracteriza um bom inverno.

Hoje, o La Niña está atuando, mas é preciso que o fenômeno perdure até abril do próximo ano para que o conjunto de fatores climáticos seja favorável à concretização de uma quadra chuvosa que atenda às necessidades de água do Ceará. Do contrário, são grandes as chances de prevalecer o sexto ano seguido de baixas médias pluviométricas, o que seria desastroso para o Estado e toda a Região Nordeste.

É fato que, em tempos não muito distantes, cinco anos seguidos de estiagem já teriam gerado consequências bem mais dramáticas do que as verificadas hoje. No início dos anos 1990, por exemplo, o Governo do Ceará se viu obrigado a construir uma grandiosa obra emergencial cujo objetivo principal foi fornecer água para a Capital. Em paralelo, ocorriam constantes invasões de cidades por famélicos vítimas da seca que buscavam alimentos.

Não foi apenas a rede de assistência social que ganhou mais eficiência. Louvem-se também as políticas públicas de recursos hídricos que não foram interrompidas mesmo com seguidas trocas de governantes. No entanto, é estratégico para o Ceará estabelecer novas ações para que o fornecimento de água não dependa apenas das chuvas. Daí a importância de políticas de reúso e de dessalinização.

São ações de médio e longo prazo. Hoje, o quadro climático já é muito complicado e somente a alocação de recursos financeiros federais pode garantir a execução das ações emergenciais na medida das imensas necessidades. Portanto, nesse sentido, é inequívoca e imprescindível a mobilização política de nossos representantes em Brasília.

A seca é um problema de responsabilidade federal, que fique claro. Diante do drama humano e econômico provocado pela estiagem, seria irresponsabilidade apenas esperar pelas chuvas.

CUT articula greve geral para o dia de votação do impeachment de Dima Rousseff

191 1

will

A Central Única dos Trabalhadores está reunindo, até esta sexta-feira, em São Paulo, todos os seus dirigentes estaduais. O objetivo é fechar um calendário de lutas contra a Reforma Trabalhista programada pelo governo do presidente em exercício, Michel Temer.

Segundo o presidente da CUT/CE, Will Pereira, que participa do encontro, a ordem é convocar a classe trabalhadora para barrar projetos que possam prejudicar os avanços sociais e interesses da categoria.

Will Pereira afirma que essa mobilização também tem o objetivo de defender o mandato “legítimo” da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Ele adianta que a CUT não descarta puxar uma greve geral no País no dia em que o Senado for votar o processo de impeachment.

(Foto – Paulo MOska)

 

Operação Lava Jato – Aníbal Gomes retorna ao mandato em setembro e avisa: “Sou inocente”

anibalgomes

O deputado federal Aníbal Gomes (PMDB), citado na Operação Lava Jato, reassumirá seu mandato dia 14 de setembro. Isso, após se restabelecer de cirurgia na coluna.

O parlamentar afirmou que quer reassumir para se dedicar à sua defesa. Aníbal, sobre acusações de integrar esquema de propinas junto a Petrobras, avisa que é “inocente”.

Com o retorno de Aníbal à Câmara, o peemedebista Mauro Benevides retornará à condição de suplente.

(Foto – Paulo MOska)

 

Eleições no Rio juntam Ciro e Cunha

224 1

o-CIRO-GOMES-E-CUNHA-facebook

Ciro Gomes e Eduardo Cunha estão juntos na sucessão do Rio de Janeiro. O candidato do PMDB na Capital carioca é Pedro Paulo, que foi secretário do atual prefeito Eduardo Paes (PMDB), que tem entre seus aliados o PDT do ex-ministro.

O fato seria até normal em contendas eleitorais, pois acordos entre partidos virou uma rotina, mas, nesse caso, chamou a atenção do eleitorado do Rio. Tudo porque Ciro, várias vezes, bateu no PMDB e classificou várias de suas lideranças de “quadrilha”.

Até chamou Cunha de “gângster” e ”o maior vagabundo de todos”. Pelo visto, essa contradição poderá causar prejuízos no projeto cirista rumo ao Planalto em 2018.