Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Copa Nordeste – Ceará e Fortaleza já sabem que vão enfrentar

“Em sorteio realizado na noite desta quinta-feira, 24, em Natal, Ceará e Fortaleza conheceram seus adversários na fase de grupos da Copa do Nordeste de 2016.

Atual campeão, o Alvinegro encabeça o grupo E e terá como adversários na primeira fase o Sampaio Corrêa, Vitória da Conquista-BA (vice-campeão baiano) e o Flamengo do Piauí.

Já o Tricolor do Pici caiu no grupo D e terá pela frente como oponentes na 1ª fase o Sport-PE, River e Botafogo-PB. Os dois últimos times já foram adversários do Leão no Nordestão deste ano.

O formato do torneio é o mesmo do ano passado. As 20 equipes estão distribuídas em cinco grupos com quatro equipes em cada. Os times se enfrentam dentro de seus grupos em jogos de ida e volta na primeira fase. O líder de cada grupo garante vaga automaticamente na segunda fase.

Os três melhores segundos colocados também garantem classificação, formando as quartas de final, em partidas de mata-mata, até chegar na final. A CBF, que chancela a competição, confirmou que a Copa do Nordeste começa 14 de fevereiro de 2016.

Veja como ficaram os grupos da Copa do Nordeste:
Grupo A: Imperatriz, Campinense, Salgueiro e ABC

Grupo B: Estanciano, Coruripe, CRB e América de Natal

Grupo C: Juazeirense, Confiança, Santa Cruz e Bahia

Grupo D: River, Botafogo da Paraíba, Fortaleza e Sport

Grupo E: Flamengo do Piauí, Vitória da Conquista, Sampaio Corrêa e Ceará.

(O POVO Online)

Operação Lava Jato – STF dá mais 30 dias para Eduardo Cunha apresentar sua defesa

EDUARDO CUNHA/ENTREVISTA

“O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), estendeu por mais 30 dias o prazo para que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), apresente sua defesa à corte. Em agosto, Cunha foi denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato. O prazo passará a contar a partir da publicação da decisão no Diário da Justiça, o que está previsto para ocorrer nos próximos dias.

De acordo com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Eduardo Cunha recebeu US$ 5 milhões para viabilizar, em 2006 e 2007, a contratação de dois navios-sonda pela Petrobras com o Estaleiro Samsung Heavy Industries.

O negócio foi formalizado sem licitação e ocorreu com intermediação do empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, preso há nove meses em Curitiba, e do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró. Todos são investigados pela Operação Lava Jato.

O caso foi descoberto após depoimento de Júlio Camargo, que fez acordo de delação premiada. Conforme a denúncia, Camargo também participou do negócio e recebeu US$ 40,3 milhões da Samsung Heavy Industries para efetivar a contratação. A denúncia foi rebatida com “veemência” por Eduardo Cunha, que chamou de “ilações” os argumentos apresentados por Janot. Na época, o deputado se disse inocente e aliviado, “já que o assunto passava para o Poder Judiciário”.

(Agência Brasil)

Conselho Monetário Nacional aumenta para 7% ao ano a taxa de juros dos empréstimos do BNDES

“As empresas que contraírem empréstimos e financiamentos no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) terão de pagar juros maiores. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aumentou a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) para 7% ao ano. Com a elevação, a taxa subiu para o maior nível desde setembro de 2006, quando a TJLP estava em 7,5% ao ano.

A cada três meses, o CMN fixa a taxa para o trimestre seguinte. O conselho é formado pelos ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa, e pelo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini.

O reajuste da TJLP diminui as pressões sobre o Tesouro Nacional, que gastará menos para cobrir a diferença entre a taxa subsidiada e os juros de mercado. Em janeiro de 2013, a taxa tinha sido reduzida para o menor nível da história, em 5% ao ano, como medida de estímulo à economia. A taxa aumentou para 5,5% ao ano em janeiro deste ano, 6% em abril e 6,5% em julho.

Criada em 1994, a taxa é definida como o custo básico dos financiamentos concedidos ao setor produtivo pelo BNDES.

De acordo com o Ministério da Fazenda, o valor da TJLP leva em conta dois fatores: centro da meta de inflação, atualmente em 4,5%, mais o Risco Brasil, indicador que mede a diferença entre os juros dos títulos brasileiros no exterior e os papéis do Tesouro norte-americano, considerados o investimento mais seguro do mundo.”

(Agência Brasil)

Greve do IFCE – Servidores podem suspender a paralisação

foto ifce 150807 greve

Os servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em greve desde o dia 23 de julho, podem suspender a paralisação. Nesta sexta-feira, numa assembleia geral, a categoria avaliar indicativo de suspensão do movimento encaminhado após plenária nacional. A convocação é do Sindicato dos Servidores do IFCE (SINDSIFCE).

A assembleia ocorrerá nesta sexta-feira, às 15 horas, no Campus Fortaleza, na Quadra Professor Valdson Alencar. Na ocasião, os servidores devem analisar tanto as propostas feitas pelo Governo Federal em âmbito nacional, como também os pontos da pauta que vem sendo negociada localmente com a Reitoria.

O indicativo de suspensão da greve, com proposta de data para o dia 30/9, foi aprovado durante plenária do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE), realizada no dia 20/9, em São Paulo. A aprovação, porém, não altera a situação da greve, uma vez que a decisão sobre a suspensão ou não do movimento paredista somente ocorrerá durante nova plenária nacional, desta vez convocada para os dias 26 e 27 próximos, quando será feita a consulta às seções sindicais após rodada de assembleias em curso. Ao todo, o movimento grevista compreende 253 unidades de Institutos Federais em 25 estados. No Ceará, ao todo 21 campi do IFCE encontram-se em greve, o que faz do estado a maior base grevista do sindicato nacional.

A síntese das propostas feitas pelo Governo Federal

Pontos destacados na proposta enviada pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) ao Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE), por meio do ofício nº 11700/2015, na última quarta-feira, 23/9:

1. Reestruturação das tabelas remuneratórias na ordem de 10.8%, sendo a primeira parcela em 1º de agosto de 2016, mantendo-se a segunda para 1º de janeiro de 2017;
2. Alteração do step da carreira em 0,1% a partir de 1º de janeiro de 2017;
3. Benefícios: auxílio-alimentação (R$ 458,00); assistência à saúde (passando de R$ 117,78 para R$ 145,00); assistência pré-escolar (passando do valor médio R$ 73,07 para R$ 321,00), a partir de janeiro de 2016.

Pontos destacados na proposta enviada pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC) do Ministério da Educação (MEC) ao Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE), por meio do ofício nº 969/2015, no dia 18/9:

1. Migração para o Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) de todos os servidores que hoje fazem parte dos ex-territórios e também os que estavam nos Cargos de Nível de Apoio (PUCRCE): embora o número de servidores não seja tão expressivo, o atendimento deste pleito encerra o congelamento salarial a que esses estão submetidos há pelo menos dez anos;
2. Fim do ponto docente e isonomia entre os professores dos Institutos Federais e das Universidades;
3. Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC) para técnico-administrativos: a sinalização em documento oficial de que o tema será pautado na Comissão Nacional de Supervisão (CNS), instância que conta com a participação do SINASEFE, FASUBRA, CONIF e ANDIFES;
4. Pagamento dos retroativos da progressão DI-DIII: primeira sinalização oficial do governo em relação a esses pagamentos;
5. Migração para o Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE) dos servidores que estão nos Cargos de Nível de Apoio (PUCRCE) e no Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE): migração dos técnico-administrativos das escolas militares para o PCCTAE;
6. Direito dos técnico-administrativos com nível superior a se candidatarem a Diretor Geral.

(Foto – Arquivo)

Código de Defesa do Consumidor precisa de atualização, defende especialista

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=n4AzwD4MJH4[/youtube]

Nesta quinta-feira, a professora Cláudia Lima Marques, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, está ministrando palestra no auditório da Pós-Graduação da Unifor (Bloco 28). Ela veio expor sobre os 25 anos do Código de Defesa do Consumidor, na condição de quem é um dos nomes mais respeitados nessa área no País e no Exterior.

A professora Cláudia Lima Marques conversou com o Blog ao desembarcar em Fortaleza, nesta tarde. Entre vários assuntos, apregoou a necessidade de atualização do Código de Defesa do Consumidor, principalmente por causa do super endividamento dos consumidores.

*Saiba mais sobre Cláudia Lima Marques aqui.

Reforma ministerial? Só quando Dilma voltar dos EUA

DILMA PARTICIPA DE COMEMORAÇÃO DO DIA DO EXÉRCITO

“A presidente Dilma Rousseff avisou nesta quinta-feira, 24, ao vice-presidente Michel Temer que adiará o anúncio da reforma ministerial para a semana que vem. Diante do impasse na definição do espaço a ser ocupado pelo PMDB na equipe, preferiu conversar mais com os aliados depois que retornar da viagem internacional. Dilma embarcará ainda nesta quinta-feira para Nova York, a fim de participar da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

O impasse ocorreu porque a bancada do PMDB na Câmara exige dois ministérios. Um deles está acertado que será o da Saúde, hoje controlado pelo PT, mas os deputados não aceitam pôr em sua cota as pastas de Turismo, ocupada por Henrique Eduardo Alves, e Aviação Civil, comandada por Eliseu Padilha.

O líder do partido na Câmara, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), ameaçou desfazer o acordo com o governo e retirar as indicações feitas se a bancada não conquistasse duas vagas na Esplanada.

Dilma ofereceu cinco ministérios para o PMDB, mas pode ampliar a participação do partido de Temer para seis, na tentativa de barrar eventuais pedidos de impeachment na Câmara e aprovar o ajuste fiscal.

Até agora, o favorito para ocupar o Ministério da Saúde, no lugar de Arthur Chioro (PT), é o deputado Manoel Junior (PMDB-PB), homem da confiança do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Recentemente, Manoel Junior disse que situação de Dilma era “quase insustentável” e recomendou a sua renúncia.

A última proposta apresentada por Dilma previa que Eliseu Padilha permanecesse na Aviação Civil e Helder Barbalho, filho do senador Jader Barbalho (PMDB-PA), fosse deslocado da Secretaria da Pesca para Portos. Para abrigar Helder, a presidente desistiria de fundir Portos e Aviação. O plano de Dilma é incorporar a Pesca ao Ministério da Agricultura.

Os ministros Eduardo Braga (Minas e Energia) e Kátia Abreu (Agricultura), que representam a bancada do PMDB no Senado, continuam em seus postos. Dilma quer prestigiar Temer e manter Padilha e Henrique Eduardo Alves, mas enfrenta resistências da bancada do PMDB na Câmara.

ESTADÃO conteúdo

Enquanto a greve não acaba, docentes da UFC debatem expansão do ensino superior no Brasil

Como parte das atividades de greve dos professores da UFC, UFCA e UNILAB, hjaverá nesta sexta-feira, às 9 horas, no auditório Rachel de Queiroz (CH2-UFC), palestra sobre “A expansão do ensino superior no Brasil: democratização ou massificação mercantil?”, que será ministrada pelo professor Valdemar Sguissardi (UFSCAR/UNIMEP).

Nessa ocasião, ele apresentará o diagnóstico da expansão do Ensino Superior no Brasil no período de 2002 a 2012. O estudo, de sua autoria, evidencia o processo de mercantilização promovido pela política pública para o ensino superior no país. A palestra será transmitida via vídeoconferência para os campi do interior.

Quem é

O Prof. Doutor Valdemar Sguissardi é licenciado em Filosofia pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (1966); mestre (1972) e doutor (1976) em Sciences de l’Éducation – Université de Paris X, Nanterre, França; Professor Titular aposentado da Universidade Federal de São Carlos (1992) e professor aposentado da Universidade Metodista de Piracicaba (2010). É autor do livro “Universidade brasileira no século XXI – Desafios do presente”.

 

Partido Novo investirá na divulgação de suas propostas

Depois de ter seu registro aprovado pelo Tribunal Superior Eleitoral no último  dia 15, o Partido Novo — que defende um Estado menor e mais eficiente, promete apostar na expansão de sua ideologia.

Agora que tem conta bancária e CNPJ, o Novo anuncia que vai contratar um profissional de marketing, em tempo integral, para formatar sua mensagem.

VAMOS NÓS – No Ceará, quem se habilita a implantar o Partido Novo?

Sérgio Moro: “Pagar propina era a regra do jogo”

SÈrgio Fernando Moro

“O juiz Sérgio Moro, que conduz os processos da operação Lava-Jato, disse hoje (24) que a naturalização da propina em contratos públicos é um fato assustador. O magistrado falou durante um almoço com empresários na capital paulista. “Às vezes, há uma certa dificuldade de se obter uma resposta muito clara de porque se pagava propina. As explicações recorrentes de alguns desses acusados confessos era de que, simplesmente, era a regra do jogo. Houve, simplesmente, uma naturalização do pagamento de propina. O que é extremamente assustador”, disse, em referência aos depoimentos tomados em diversos casos de corrupção em que atuou.

Na opinião de Moro, a corrupção no Brasil atingiu um nível sistêmico. “Em quatro casos julgados, envolvendo diferentes empresas e diferentes agentes públicos foi constatada uma prática que eu trabalhei como corrupção sistêmica, no sentido de que a acertação de um contrato público envolvia o pagamento, quase naturalizado, de um percentual de propina”, destacou, em referência a casos envolvendo corrupção na Petrobras e na Caixa Econômica Federal.

Para mudar essa situação, Moro defendeu uma nova postura, tanto do Poder Público, como dos agentes privados que negociam com o Estado. “No âmbito das instituições públicas, é extremamente necessário, não só uma postura firme por parte das autoridades públicas contra a corrupção, mas também a postura dos juízes e mais reformas no nosso sistema de justiça criminal. Nosso sistema de justiça criminal, como eu disse, tem muito do italiano, e é extremamente moroso”, ressaltou o magistrado, que tem teses acadêmicas sobre a Operação Mãos Limpas, que combateu a máfia na Itália durante a década de 1990.

Em relação aos empresários, o juiz disse que a iniciativa privada deve se recusar a pagar por benefícios, e denunciar quando houver extorsão. “A iniciativa privada tem um papel importante em dizer não ao pagamento de propina em casos de corrupção. É certo qu, muitas vezes, o empresário pode ser extorquido. Mas essas questões têm que ser levadas às autoridades, quando acontecerem”.

Moro evitou comentar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que tirou a competência da 13ª Vara de Curitiba, onde o juiz é titular, de julgar crimes descobertos na Operação Lava-Jato, não relacionados diretamente à Petrobras. A decisão foi tomada ontem (23), pelo plenário da Corte, em relação ao inquérito 4130, que investiga a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

A determinação, que deve se refletir em outros casos relativos à operação, foi de que o processo deve ser remetido à Justiça de São Paulo e a relatoria do caso, no STF, redistribuída aleatoriamente. Até o momento, todos os processos relativos à Lava-Jato eram relatados pelo ministro Teori Zavascki.”

(Agência Brasil)

PMDB do Ceará ganhará novas adesões nesta sexta-feira

eleições 2014 2t pmdb eunício opovo

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, comandará nesta sexta-feira no Interior cearense atos em que o partido realizará novas filiações.

Segundo a assessoria de imprensa do peemedebista, haverá eventos do gênero em Acopiara e Mombaça.

Em Acopiara, entre as novas adesões do PMDB está o ex-prefeito e ex-deputado estadual Antônio Almeida. Já em Mombaça, o prefeito Ecildo Filho deverá assinar fichar com o PMDB.

Todas essas fichas serão abonadas pelo senador Eunício Oliveira, que já trabalha de olho na sucessão governamental de 2018.

CPI dos Fundos de Pensão vai ouvir doleiro Yousseff e Eike Batista

“Deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Fundos de Pensão aprovaram hoje (24) a convocação do doleiro Alberto Youssef e do empresário Eike Batista, presidente do Grupo EBX. Na lista de 91 requerimentos, previstos para serem analisados na sessão de hoje, ainda estavam as convocações dos ministros Ricardo Berzoini (Comunicação) e Carlos Gabbas (Previdência) e do ex-gerente da Petrobras, Pedro Barusco, mas não houve acordo entre os parlamentares para votar estes depoimentos.

Youssef será chamado para falar sobre documentos apreendidos em seu computador, na Operação Lava Jato, que incluíam 12 arquivos relacionados a operações de intermediação de negócios fraudulentos junto ao Fundo de Previdência dos Funcionários da Petrobras (Petros).

“O doleiro investigado é acusado de praticar tráfico de influência, em conjunto com o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, para influenciar em decisões de investimentos “podres” nos fundos de pensão de empregados de empresas públicas brasileiras”, afirmou a deputada Hissa Abrahão (PPS-AM).

O relator da CPI, deputado Sérgio Souza (PMDB-PR), disse que a convocação do doleiro será “extremamente necessária” para as investigações. “Este cidadão está ligado a todas as grandes operações financeiras que envolveram o governo federal. Seu nome já foi citado várias vezes dentro da CPI, e está no momento de ouvi-lo”, disse.

Eike Batista terá que explicar os aportes financeiros dos principais fundos de pensão do país no grupo EBX. “As empresas do Eike causaram grandes prejuízos a investidores brasileiros, na medida em que vários fundos investiram em suas empresas”, destacou Souza, ao mencionar o uso de benefícios e contribuições dos participantes dos fundos investigados pela comissão.

A CPI ainda aprovou a convocação do diretor de Investimento do Petros, Licio da Costa Raimundo, dos presidentes de conselhos deliberativos da Previ, Robson Rocha, da Fundação dos Economiários Nacionais (Funcef), Joaquim Lima de Oliveira, e dos conselhos fiscais do Instituto de Seguridade Social dos Correios e Telégrafos (Postalis) e do Petros.”

(Agência Brasil)

Fiec firma parceria com universidade americana

O superintendente do Instituto Euvaldo Lodi, Ricardo Sabadia, representando o presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Beto Studart, embarcará nesta sexta-feira para Miami (EUA). Ali, ele vai firmar parceria entre a Florida International University (FIU) e o Instituto Euvaldo Lodi do Ceará.

Sabadia terá encontro com o reitor Jose M. Aldrich para tratar sobre programas da FIU que serão construídos nesse primeiro momento (no Ceará ou na Flórida). Na lista, programas de imersão weekend-long para ​altos ​executivos, com workshops direcionados para práticas de gerenciamento exemplarmente aplicadas, incluindo desenvolvimento de visões de liderança.

Também entram nessa parceria programas de certificação híbridos short-term, visando habilidades específicas para executivos e gerentes em geral.

Ajuste fiscal ajuda a melhorar a situação da dívida pública, diz BC

“O Banco Central (BC) avalia que quanto mais cedo for implementado o ajuste fiscal, mais rápida será a retomada da trajetória favorável da dívida pública e a melhora na confiança das famílias e empresas. A avaliação consta do Relatório de Inflação, divulgado pelo BC, hoje (24).

O governo propôs um ajuste fiscal com corte de gastos e a criação de receitas com a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). O governo também anunciou medidas para diminuição do gasto tributário, reduzindo ou retirando benefícios fiscais de empresas. Mas, para aumentar as receitas, o governo tem de conseguir aprovação de medidas no Congresso Nacional.

No Relatório de Inflação, o BC diz que “a mudança de trajetória para as variáveis fiscais, implícita na proposta orçamentária para 2016, afetou as expectativas e, de forma significativa, os preços de ativos”, como o câmbio. Inicialmente, o governo enviou ao Congresso proposta orçamentária com déficit de R$ 30,5 bilhões. Posteriormente, o governo anunciou medidas para ampliar as receitas e atingir a meta de superávit primário, economia para o pagamento de juros da dívida pública, de 0,7%, no próximo ano.

“A geração de superávits primários que fortaleçam a percepção de sustentabilidade do balanço do setor público contribuirá para criar uma percepção positiva sobre o ambiente macroeconômico no médio e no longo prazo, por conseguinte, diminuindo o custo de financiamento da dívida pública”, diz o BC.”

(Agência Brasil)

Ministério da Saúde e OPAS anunciam: Ceará é zona livre do sarampo

opasss

Arthur Chioro e Camilo Santana: Xô sarampo!

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, e o governador Camilo Santana anunciaram, nesta manhã de quinta-feira, em Brasília, que a transmissão do vírus do sarampo foi interrompida no Ceará. Camilo estava acompanhado pelos secretários Henrique Javi (Estado) e Socorro Martins (Fortaleza). Para Arthur Chioro, o Ceará conseguiu atingir o objetivo graças a “um conjunto de iniciativas fundamentais”.

“Minha palavra é de agradecimento pela parceria com o Ministério e com os municípios. Hoje, para nós, é um dia de muita alegria por estarmos anunciando a erradicação do sarampo. Esse é um trabalho fruto dessa parceria. Muito obrigado a todos os profissionais de saúde do Ceará que tanto se empenharam para erradicar o sarampo”, disse, no ato, o governador.

De acordo com o boletim epidemiológico conjunto do Ministério da Saúde e da Secretaria da Saúde do Estado, foram confirmados durante o surto 916 casos da doença em 38 municípios do Ceará, de 25 de dezembro de 2013 a 12 de setembro de 2015: um caso em 2013, 747 em 2014 e 168 este ano. Do início do surto até a ocorrência do último caso confirmado, em 6 de julho deste ano, foram registrados casos de sarampo de forma ininterrupta. A partir dessa data, nenhum caso mais foi confirmado, completando 10 semanas sem casos de sarampo.

Logo no início, o Ceará adotou estratégias de vacinação para imunizar a população, controlar e interromper o surto de sarampo.

(Foto – MS)

Por eleições onde o eleitor seja o ator principal

70 1

Com o título “Fim do escândalo das doações “, eis artigo do jornalista Plínio Bortolotti, que pode ser conferido no O POVO desta quinta-feira. Ele comemora decisão do STF que significa importante avanço na busca de eleições sem influências do poder econômico. Confira:

O principal argumento daqueles a favor das doações empresariais às campanhas políticas é que a medida não acabaria com o “caixa 2”, propiciando o surgimento de um “laranjal” para doar dinheiro aos políticos por baixo dos panos. Sabe de nada, inocente (ou sabe muito), pois esse malfeito já é praticado à larga, que o digam todos eles (partidos).

Parece claro que neste país do jeitinho e da truculência, em que se passa por cima das leis fracas e por baixo das leis fortes, o fim das doações empresariais não acabará com as fraudes. Mesmo porque inexiste sistema perfeito: vale para qualquer atividade humana.

Mas, ao contrário do que dizem os críticos da sentença do STF em proibir o financiamento privado, a tendência é reduzirem-se as doações “por fora”.

Retirar o dinheiro das empresas das campanhas diminuirá a escandalosa interferência do poder econômico sobre o poder político. De modo geral, é eleito quem gasta mais; e gasta mais quem consegue mais dinheiro com os grandes conglomerados econômicos, que depois cobram a conta: e isso sai muito caro ao País, como está mostrando a Lava Jato.

O fim do financiamento pelas empresas terá ainda pelos menos outras duas consequências positivas:

1) vai reduzir o obsceno custo das eleições, portanto, será mais fácil observar se há sinais de exuberância nos gastos nas campanhas.

2) obrigará os partidos a correram atrás do dinheiro das pessoas físicas, tendo de convencê-las de que vale a pena investir nesse ou naquele programa partidário. Assim, é provável que as campanhas se tornem mais politizadas. Isto é, o eleitor – do mesmo modo daquele que contribui para uma Igreja ou para um clube de futebol – tenderá a cobrar resultados do político ou partido no qual investiu os seus recursos.

Se o caro leitor não se convenceu, tenho um argumento definitivo: a medida que proibiu o financiamento empresarial é tão boa que até o ministro Gilmar Mendes ficou contra ela.

* Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br

Jornalista do O POVO

Morre o ex-técnico César Moraes, o “Guri”

César Moraes, ex-técnico de futebol, morreu nesta quinta-feira, aos 83 anos, vítima de complicações do Alzheimer. O velório ocorre no Cemitério Jardim Metropolitano, onde o corpo será enterrado às 16 horas.

Conhecido como “Guri”, foi bicampeão cearense pelo Fortaleza em 1987 e 1992 e tetracampeão pelo Ferroviário. Também fez história no futebol do Pará, onde foi campeão quatro vezes pelo Paysandu.

Banco Central aumenta projeção da inflação deste ano para 9,5%

“O Banco Central (BC) espera mais inflação este ano. Na estimativa do BC, a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), deve ficar em 9,5%, 0,5 ponto percentual acima da projeção do BC divulgada em junho (9%), segundo estimativa do Relatório Trimestral de Inflação, divulgado hoje (29). Em 2016, a inflação deve atingir 5,3%, ante 4,8% previstos em junho. Em 12 meses acumulados no final do terceiro trimestre de 2017, a projeção ficou em 4%.

Essas projeções são do cenário de referência, em que o BC levou em considerações informações disponíveis até o último dia 18 deste mês para fazer as estimativas. Nesse cenário foram considerados o dólar em R$ 3,90 e a taxa básica de juros, a Selic, em 14,25% ao ano.

O BC também divulga os dados do cenário de mercado, que faz estimativas para a taxa de câmbio e a Selic. No cenário de mercado, a previsão para a inflação também neste ano é 9,5%, 0,4 ponto percentual acima da estimativa de junho (9,1%). Para 2016, a projeção passou de 5,1% para 5,4%. Em 12 meses acumulados no final do terceiro trimestre de 2016, a estimativa ficou em 4,6%.

A inflação deve superar o limite superior da meta de inflação (6,5%) este ano. O centro da meta é 4,5%. Para tentar levar a inflação para a meta em 2016, o BC elevou a taxa básica de juros, a Selic, por sete vezes seguidas. Depois desse ciclo de alta, na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), no início do mês, a Selic foi mantida em 14,25% ao ano.”

(Agência Brasil)

Taxa de desemprego no País atinge 7,6% em agosto

“A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do país ficou em 7,6% em agosto deste ano, segundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa é superior às observadas em julho deste ano ano (7,5%) e em agosto de 2014 (5%). Esse é o maior índice desde março de 2010, quando foi registrada a mesma taxa (7,6%).

Comparando-se apenas com os meses de agosto, essa é a maior taxa desde 2009, já que em agosto daquele ano, a taxa de desocupação ficou em 8,1%.

A população desocupada ficou em 1,9 milhão de pessoas, o mesmo contingente de julho deste ano: esse total é 52,1% superior aos dados de agosto de 2014. Em termos absolutos, havia 636 mil pessoas a mais procurando emprego em agosto deste ano do que no mesmo período do ano passado.

A população ocupada foi estimada em 22,7 milhões de pessoas, mostrando estabilidade em relação a julho. Em relação a agosto do ano passado, no entanto, caiu 1,8%.”

(Agência Brasil)

Vereadora Toinha Rocha vai se filiar à Rede de Marina

 DSC_00541

A vereadora Toinha Rocha vai se filiar à Rede da Sustentabilidade, partido de Marina Silva que teve registro liberado nesta semana, pelo Tribunal Superior Eleitoral. Foi o que ela informou para este Blog, aguardando apenas alguns detalhes burocráticos para marcar a data de seu ingresso na legenda.

Adalberto Alencar, um dos dirigentes da Rede no Estado, comemora o ingresso de Toinha Rocha no partido e garante que outras adesões deverão se consolidar nesses dias.

Toinha Rocha dará adeus ao PSOL, onde sempre bateu de frente com o grupo do vereador João Alfredo e do deputado estadual Renato Roseno.

Uma certeza: a vereadora, que disputará a reeleição, poderá agora até elogiar aspectos da gestão do prefeito Roberto Cláudio, coisa que doia nos calos da turma do PSOL.