Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Fortaleza vai a julgamento no STJD. Presidente do clube se diz otimista, mas não disfarça preocupações

122 2

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=u12NsgL7_T0[/youtube]

O time do Fortaleza vai a julgamento, nesta sexta-feira, no Rio, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O clube é acusado pelo novo quebra-quebra de cadeiras registrado na Arena Castelão, quando da partida da equipe contra o Brasil de Pelotas, pelo mata-mata da Série C, do Brasileirão. O tricolor ficou no zero a zero e acabou desclassificado.

O presidente do clube, Jorge Mota, viajou, nesta quinta-feira, para acompanhar o julgamento no STJD. O Fortaleza está sob ameaça de pegar boa temporada de suspensão de jogos por contra desse ato de vandalismo, quase o mesmo que se verificou no final do campeonato estadual, quando o clube empatou em 2 a 2 com o Ceará e conquistou o título.

Para o Blog, Jorge Mota disse estar otimista quanto ao julgamento. Ele fez questão de afirmar que o clube adotou todas as providências relacionadas à segurança e que colaborou até na identificação de vândalos que praticaram o quebra-quebra.

Planalto corrige prazo final do eSocial. Agora vai até 30 deste mês

“O Palácio do Planalto corrigiu a informação que havia dado sobre a prorrogação do eSocial – programa que formaliza a contratação de trabalho doméstico e permite o recolhimento unificado de tributos. Ao invés de uma Medida Provisória que continha a alteração do prazo, será publicada uma portaria interministerial assinada pelos Ministérios da Fazenda e do Trabalho. A prorrogação não será por 30 dias, e sim o último dia útil do mês. Agora, o prazo final para emissão da guia e pagamento do tributo será 30 de novembro.

A Receita Federal já havia reconhecido que milhares de pessoas em todo o País enfrentavam dificuldades na emissão da guia de pagamento do eSocial e, por conta disso, trabalhava em um “plano de contingência”. O Fisco, no entanto, dizia que o prazo não seria alterado. Se não fosse adiado, quem não conseguisse emitir a guia e pagar o tributo poderia ser multado.”

(Estadão Conteúdo)

Uma imagem que expõe o desrespeito às pessoas e às Instituições

SAIDINHA

Este rapaz dando língua é um dos acusados de ter assassinado om coreano Taechwan Roh (39), nesse quarta-feira, numa agência dom Bradesco de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza). Reflete o grau de impunidade e de desrespeito às Instituições.

Este País, com corrupção em tudo que é setor, precisa ser repensado. Em todos os sentidos.

* Mais sobre o assunto no O POVO desta quinta-feira aqui.

(Foto – Fábio Lima)

Pai do Bolsa Família fará palestra em Fortaleza

ricardo_paes

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) vai promover um debate sobre as políticas de redução da pobreza. O evento ocorrerá no dia 8 de dezembro, no auditório da Secretaria de Planejamento do Estado (Seplag).

A informação é do presidente do Ipece, Flávio Ataliba, adiantando que o encontro terá a participação de Ricardo de Paes de Barros, considerado um dos pais do Programa Bolsa Família.

Ricardo Paes de Barros deixou o Governo Dilma Rousseff neste ano para assumir como economista-chefe do Instituto Ayrton Senna. Ali, ele tocará programas na área de desenvolvimento de propostas para a educação.

Associação Cearense de Orquidófilos com nova página na internet

Da diretoria da  Associação Cearense de Orquidófilos (cultivadores de orquídeas), recebemos nota pedindo divulgação de sua nova página. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

A webpage da Associação Cearense de Orquidófilos – www.orquidofilos.com – está com novo visual. A mudança objetivou deixar a página mais atraente, valorizar as fotos e facilitar a leitura por parte dos que usam smartphones, tablets e outros dispositivos móveis.

Convidamos a todos a nos visitar e conferir as últimas notícias sobre o 9º FestOrquídeas. Faltam apenas 23 dias para a abertura da grande mostra anual de orquídeas no Ceará.

Atenciosamente,

Diretoria da ACEO.

Saídas de dólares do País superaram entradas em US$ 3,5 bilhões em outubro

“O saldo da entrada e saída de dólares do país, o fluxo cambial, ficou negativo em US$ 3,5 bilhões em outubro, de acordo com números divulgados hoje (4) pelo Banco Central. A maior parte do saldo negativo vem do segmento financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações), com saídas maiores que as entradas em US$ 3,263 bilhões.

O segmento comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) registrou saldo negativo de US$ 237 milhões.

De janeiro a outubro, o saldo do fluxo cambial está positivo em US$ 7,665 bilhões. No período, o fluxo financeiro registrou saldo negativo US$ 9,506 bilhões e o comercial ficou positivo em US$ 17,171 bilhões.”

(Agência Brasil)

As secas passam e o Dnocs continua sem chuva no seu roçado

Com o título “Dnocs no caminho da Sudene”, eis artigo de Edilton Silva Saldanha, jornalista e servidor do Dnocs. Ele expõe o esvaziamento dessa estatal que tem sede em Fortaleza e destaca que a Sudene, por exemplo, aparece com promessa de reestruturação. Confira:

O Diário Oficial da União, na Seção 2, Páginas 36 a 46, publicou hoje, dia 4 de outubro, o Regimento Interno e a Nova Estrutura da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Com a conclusão da reestruturação da Sudene, o povo que habita o semiárido brasileiro, espera também que o governo, com a mesma mão e olhos, sinta a necessidade de revitalizar o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), dando-lhe uma nova reestrutura organizacional. Isso, para que venha agregar mais atividades finalísticas ao órgão, e que essas atribuições permitam execução obras estruturantes não só na área hídrica, como também, nas demais que forem necessárias, para propiciar ao homem do nordeste melhores dias nas suas glebas.

Há anos, sindicato, associações, gestores, políticos unidos aos servidores tentam essa mudança para a autarquia secular. Mas, até agora, não se tem nenhuma notícia positiva vinda do Ministério da Integração Nacional – pasta a qual o Departamento está vinculado.

Secas e mais secas estão acontecendo ao longo dos anos e é de se destacar as dos últimos cinco anos, que resultam num baixo percentual de reserva hídrica, nos açudes do Nordeste. Basta lembrar, que o açude Castanhão está com um volume abaixo de 14%. Com o anúncio da Funceme – de seca em 2016, com a presença do fenômeno ‘El Niño”, como vai ficar esse Nordeste?

Temos que rogar em primeiro lugar a São Pedro, para abrir as torneiras dos reservatórios divinos dos céus, deixando esvair sobre a Terra, em especial o semiárido brasileiro, a água, na quantidade certa, para suprir as necessidades do homem do campo.

* Edilton Silva Saldanha,

Jornalista e servidor do Dnocs.

Uece oferece curso de inglês para vesteibulandos

O Curso Pré-Vestibular da Universidade Estadual do Ceará (UeceVest) inscreve, até sexta-feira, para um minicurso de inglês, que terá como foco a leitura e interpretação de texto, tópicos gramaticais e vocabulário contextualizado, direcionado ao Vestibular da Uece.

As inscrições podem ser feitas na Secretaria do UeceVest, no Campus Itaperi, com a doação de escovas de dentes, que serão entregues para o Lar Torres de Melo.

As aulas acontecerão aos sábados, durante todo este mês, das 8 as 11h4omin.

SERVIÇO

*Mais informações – 3101-9658.

Diocese de Sobral vai comemorar 100 anos

domclaudio

A Diocese de Sobral comemora 100 anos de criação. Para marcar a data, realizará a Semana Eucarística Paroquial, com ponto alto previsto para domingo, quando haverá missa presidida pelo cardeal Dom Cláudio Hummes e concelebrada por ex-bispos dessa diocese e bispos da Regional Nordeste I, da CNBB. Confira a programação:

* Semana REucarística Paroquial

Tríduo em preparação para o Jubileu Diocesano – 05 a 07 de novembro

Tema geral: “Fica conosco Senhor” (Lc 24, 13-35)

05/11/2015 (Quinta) – Tema: A Eucaristia Edifica a Igreja 17h – Momento Mariano.
18h – Momento Eucarístico.
Grupos Responsáveis: MESC / Irmandade do Santíssimo Sacramento / COMIPA ; Comunidade Coração de Maria.
19h – Na Catedral – Celebração Eucarística – Celebrante – Dom Aldo di Cillo Pagotto, SSS.
Paróquias Participantes: Paróquia da Sé / Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio.
Grupos Responsáveis: Renovação Carismática Católica (RCC) / Comunidade Nova Jerusalém.
20h – Show com Robério e Banda (Praça da Catedral).

06/11/2015 (Sexta) – Tema: A Paróquia, Comunidade Eucarística

17h – Momento Mariano.
18h – Momento Eucarístico.
Grupos Responsáveis: MESC / Irmandade do Santíssimo Sacramento / Apostolado da Oração / Grupo de Coroinhas da Catedral.
19h – Na Catedral – Celebração Eucarística – Celebrante – Dom Antônio Fernando Saburido, OSB
Paróquias Participantes: Paróquia da Sé / Paróquia da Ressurreição / Paróquia de Fátima /Paróquia de São José – Sumaré.
Grupos Responsáveis: Comunidade Shalom / Comunidade Rainha da Paz.
20h – Show com Ir. Kelly Patrícia (Praça da Catedral).

07/11/2015 (Sábado) – Tema: A Eucaristia é a Igreja em Missão

17h – Momento Mariano.
18h – Momento Eucarístico.
Grupos Responsáveis: MESC / Irmandade do Santíssimo Sacramento / Capela do Menino Deus / Encontro de Casais com Cristo (ECC) / Pastoral Familiar / Pastoral do Batismo / Capela da Santíssima Trindade (Bairro Pedrinhas).
19h – Na Catedral – Celebração Eucarística – Celebrante – Dom Odelir José Magri, MCCJ.
Paróquias Participantes: Paróquia da Sé / Paróquia São Paulo Apóstolo / Paróquia do Coração de Jesus.
Grupos Responsáveis: Setor de Juventude / Comissão Missionária Diocesana (COMIDI).
20h – Show com Zé Vicente (Praça da Catedral).

08/11/2015 (Domingo) – Jubileu Diocesano – 100 anos

06h – Alvorada Festiva – Repicar dos sinos em todas as igrejas.
06h30 – Missa Dominical na Catedral.
07h30 – Laudes Solenes na Catedral, com os seminaristas, padres e bispos convidados, e a comunidade em geral.
10h – Visita oficial ao Museu Dom José.
12h – Almoço de Confraternização.
18h – Grande concelebração Jubilar Eucarística, presidida pelo Cardeal Dom Cláudio Hummes, concelebrada por Dom Vasconcelos, Dom Aldo Pagotto, Dom Fernando Saburido, Dom Odelir José, demais bispos do Regional Nordeste I – Ceará, padres da Diocese e demais convidados.

PF deve investigar vazamento sobre movimentação financeira de Lula, Palocci, Erenice e Pimentel

O Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão do ministério da Fazenda, pediu à Polícia Federal que investigue o vazamento de relatório sobre movimentações financeiras do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ex-ministros petistas Antonio Palocci Filho, Erenice Guerra e Fernando Pimentel, governador de Minas Gerais.

A documentação, divulgada pela Revista Época no fim de semana, foi produzida a partir de requerimento da CPI do BNDES e revelou movimentações de cerca de R$ 300 milhões.

(Valor Econômico)

Pesquisa da CNT: 42,7% das rodovias brasileiras estão em boas condições

ipva

“A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou, nesta quarta-feira, uma pesquisa mostrando que 57,3% dos cerca de 100 mil quilômetros de rodovias avaliadas apresentam algum tipo de deficiência em relação à pavimentação, sinalização ou geometria da via. De toda a malha visitada pela CNT, 6,3% estavam em péssimo estado, 16,1% foram considerados ruins e 34,9%, regulares. Segundo o levantamento, 42,7% da extensão rodoviária foram classificados de bom ou ótimo, tendo assim “condições adequadas de segurança e desempenho”. Além disso, apenas 12,4% da malha rodoviária nacional é pavimentada. Isso corresponde a 213,3 mil km dos 1,72 milhões de km de rodovias no país.

De acordo com a Pesquisa CNT de Rodovias 2015, 48,6% da extensão rodoviária analisada apresentam “algum tipo de deficiência” em relação à pavimentação. O percentual de deficiência fica mais alto quando focado exclusivamente nos problemas de sinalização (51,4%) e nos problemas de geometria (77,2%).

“Um dos fatores que mais contribuem para as más condições das rodovias é a grande quantidade de rodovias simples de mão dupla. A falta de segunda via aumenta a ocorrência de acidentes”, disse o diretor executivo da CNT, Bruno Batista, ao informar que 86,5% dos trechos avaliados têm esse perfil.

A deficiência das rodovias resultou em prejuízo tanto para os usuários quanto para o governo: “R$46,8 bilhões foram perdidos em 2014 devido às deficiências do pavimento. Só com acidentes rodoviários foram gastos R$12,3 bilhões. Se todas as rodovias fossem boas ou ótimas em 2015, teríamos também uma economia de 749 milhões de litros de óleo diesel, o que corresponde a R$ 2,1 bilhões. Isso fora os benefícios para o meio ambiente”, acrescentou Batista.

Para o diretor da CNT, no final, é a sociedade que acaba pagando pelo prejuízo. “A concessão talvez seja a saída mais viável”, completa. Segundo ele, são necessários investimentos de R$ 300 bilhões padronizar toda a malha rodoviária brasileira. “Há ainda [gastos com] as pensões por morte, invalides ou Sistema Único de Saúde. Tudo isso nos faz concluir que investir em rodovias vai trazer economia para os cofres da União”, disse o diretor Vander Costa.

Segundo Costa, há, por parte da iniciativa privada nacional e estrangeira, interesse em investir no modal rodoviário. “O que falta é dar segurança ao capital que vem ao Brasil, com contratos de longo prazo”. A pesquisa foi feita em junho e julho de 2015 por 20 equipes da CNT.”

(Agência Brasil)

Ciro Gomes e a lucidez de suas críticas

385 4

Com uma análise sobre a entrevista que o ex-ministro Ciro Gomes concedeu ao programa Espaço Pública, nessa noite de terça-feira, da TV Brasil, eis artigo do jornalista Paulo Ernesto Serpa. Confira:

Ciro Gomes tem traduzido, com muita propriedade, a realidade política, econômica e social do Brasil atual. Quem o conhece, desde o tempo em que foi deputado estadual, Prefeito de Fortaleza, Governador do Ceará, Ministro da Fazenda no Governo Itamar e Ministro da Integração Nacional no primeiro Governo Lula, tem a dimensão do seu tirocínio e da sua capacidade de interpretar o comportamento dos políticos, dos banqueiros e de líderes da oposição. Atualmente, mais maduro e mais experiente, suas ideias enriquecem o debate político.

A sua participação no programa Espaço Público, da TV Brasil, na noite de terça-feira, dia 3 de novembro, teve lucidez tamanha a ponto de oferecer ânimo novo a quem tem esperança de ver a sociedade brasileira voltar novamente a se orgulhar dos seus líderes políticos. A sua fala vem carregada do simbolismo que está faltando aos líderes constituídos do Brasil. Tem força, firmeza, determinação de um jovem, mas reconhecidamente maduro e lúcido porque explica, com argumentos objetivos, cada crítica que faz, cada opinião que emite sobre a presidente Dilma Roussef, o vice-presidente Michel Temer, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, os ex-presidente Fernando Henrique e Lula da Silva, os banqueiros, os líderes da oposição, os representantes de segmento s de pequenos grupos da sociedade recentemente formados para defender o impeachment de Dilma.

Ciro é um defensor veemente do trabalho político e administrativo do ministro da Justiça, Eduardo Cardoso, e do ministro Aloísio Mercadante, que saiu da Casa Civil e foi para a Educação, mesmo que o ex-presidente Lula já tenha se manifestado contra ambos.

Criticou o comportamento dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luís Inácio Lula da Silva, por estarem, com frequência, manifestando a sua opinião sobre os episódios cotidianos da política. Segundo Ciro Gomes, ambos estão jogando fora a biografia que construíram durante seus respectivos Governo. Para o ex-governador do Ceará, os ex-presidentes do Brasil deveriam se preservar e manter seu conceito respeitado perante a sociedade brasileira. Por estarem sempre opinando sobre questões menores, as ideias de Fernando Henrique e Lula estão deixando de representar o valor que teriam caso selecionassem os momentos para se manifestar, fazendo com que sua manifestação representassem palavras sábias de figuras que preservam o amor à Pátria e servem de alento à sociedade.

Ciro voltou a mostrar a enorme diferença entre a situação vivida pelo ex-presidente Fernando Collor e pela qual passa a atual presidente Dilma Roussef, com relação ao impeachment. O político cearense lembrou que na época de Collor todas as entidades representativas da sociedade brasileira – como UNE, CUT, OAB, e de classes empresariais e dos movimentos populares – defendiam o impeachment de Collor. Atualmente, segundo Ciro, nenhuma delas defende a saída de Dilma. Para Ciro, a presidente Dilma deveria dar a volta por cima, ao aproveitar a decisão do Ministério Público da Suíça, ao revelar as contas bancárias secretas do Presidente da Câmara dos Deputados, que movimentaram mais de R$ 400 milhões, dinheiro proveniente de suborno da Petrobras, conforme o caso Lava a Jato. Segundo ele, Dilma deveria dar o grito de independência, soltar as amarras com o PMDB, afirmar que quer trabalhar para resolver os problemas da economia do País, desafiando Cunha e sua turma para votar o pedido de impeachment de seu mandato. Com esse gesto, segundo ele, a presidente Dilma ganharia o apoio da sociedade brasileira e reverteria a situação a seu favor.

Ele criticou as tentativas do ex-presidente Lula de estar sempre manifestando o seu desejo de disputar o terceiro mandato de presidente do País, por entender que a situação não lhe é favorável. Ele entende que o desgaste político e social do PT é o sinal que desmanchará suas perspectivas de conquistar um terceiro mandato e de encontrar um ambiente favorável como aconteceu nos seus 8 anos de mandato. Para o ex-governador do Ceará, Lula deveria preservar a sua biografia do Presidente do Brasil que zerou a miséria no País, ao priorizar programas para as classes mais carentes do País, que passou ter o direito às três refeições diárias. Para Ciro, Lula foi um dos três maiores presidentes que o Brasil já teve.

Disse ainda que Lula deveria deixar Dilma livre para trabalhar para restabelecer os índices de emprego e das conquistas sociais dos últimos anos, consolidadas durante os seus dois mandatos. Ciro criticou Lula por misturar a política com a possibilidade de ganhar dinheiro, lembrando os contratos conquistados por familiares. Citou que os seus três filhos estão vacinados contra a ideia de ganhar dinheiro, em função de prestígio ou favorecimento político. Criticou a tentativa de Lula de buscar mais um mandato, por achar que quer a repetição do antigo personalismo típico dos países da América Latina, como ocorreu com o varguismo no Brasil, o peronismo, na Argentina, e o chavismo, na Venezuela. Para ele, o Brasil não precisa mais disso, porque tem de avançar no modelo de fazer política e de governar, com a oportunidade de novas lideranças.

Conclamou a sociedade a defender a democracia na rua, ao lembrar que ele mesmo tem feito isso nos últimos meses, por sentir que é sua obrigação, ao mesmo tempo afirmou que essa tarefa para ele é mais fácil, porque tem alto salário de executivo, morada em um bairro nobre de São Paulo e tem condições de manter uma vida acima dos padrões normais do brasileiro. Por isso, gostaria de estar presenciando, na rua, defendo a democracia, o brasileiro trabalhador, a dona de casa, o estudante, profissional liberal, pequeno comerciário, pequeno empresário, que mantém seu negócio com muito sacrifício.

Condenou a atual política econômica que impõe juros altos aos brasileiros, beneficiando única e exclusivamente os poucos e privilegiados banqueiros do País, que acumulam grande fortunas, enquanto a grande massa da sociedade perde emprego e vê sua renda encurtar sem ter condições de manter as refeições diárias. Igualmente condenou o índice IGPM que está indexado ao dólar, usado para comprar petróleo e o trigo, ao mesmo tempo que reajusta o preço da energia. Para ele, os juros deveriam baixar para permitir que o brasileiro recupere o seu poder de compra. Lamentou que a indústria esteja sendo sacrificada, pela atual política econômica, cuja participação no PIB dificilmente será compensada pelo crescimento dos serviços, porque a indústria ainda tem o seu papel a cumprir no Brasil proximamente, mesmo que a perspectiva mundial mais para frente seja o inverso: o PIB do serviço ser maior do que o PIB da indústria.

Afirmou que aceitaria ser candidato a Presidente da República para realizar as tarefas que a sociedade espera dos seus líderes: reformas estruturais da política, tributária e previdenciária. Lembrou que o momento atual está muito parecido quando o então vice-presidente da República, Itamar Franco, assumiu o cargo de Presidente. Nessa mesma época surgiu o escândalo dos Anões do Orçamento, como foi chamada a negociata que envolveu parlamentares com os recursos destinados ao orçamento anual do Governo Federal. Disse que a classe política estava desmoralizada e a sociedade procurava uma liderança em quem pudesse renovar suas esperanças. Foi dai que se impôs como candidato do PSDB, Fernando Henrique Cardoso, ao se aproveitar de todo um processo de articulação e montagem da estrutura d e uma equipe econômica, sob o comando do então Presidente Nacional do PSDB, Tasso Jereissati, ex-governador do Ceará. Pelo seu papel de líder do partido e articulador de um projeto de Governo para o Brasil, Tasso Jereissati seria o candidato natural do PSDB à sucessão do então presidente Itamar Franco, segundo Ciro Gomes, que nessa época era Governador do Ceará e o único filiado ao PSDB em todo o Brasil, condição que o credenciou a integrar o grupo das principais lideranças políticas do País.

* Paulo Ernesto Serpa,

Jornalista.

Cassação de Cunha – Relator do processo será anunciado no fim da tarde desta quarta-feira

“O presidente do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, José Carlos Araújo (PSD-BA), marcou para as 17h de hoje (4) o anúncio do relator do caso contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O processo para investigar se houve quebra de decoro do peemedebista foi aberto formalmente ontem (3). Cunha é acusado de receber propina para viabilizar negócios da Petrobras e de manter contas secretas na Suíça.

Na lista de possíveis relatores, sorteados ontem (3) entre os integrantes do colegiado, estão Fausto Pinato (PRB-SP), Vinicius Gurgel (PR-AP) e Zé Geraldo (PT-PA). A função não pode ser assumida por parlamentares do PMDB ou do Rio de Janeiro, partido e estado de Cunha.

O processo pode durar até 90 dias úteis. Com a escolha do nome do relator, começa a contar o prazo de dez dias para apresentação de um parecer preliminar que apontará se a representação deve continuar. Se o relator definir pela admissibilidade e o colegiado aprovar a decisão, Cunha terá outros dez dias para apresentar sua defesa.

A partir daí, o conselho tem mais 40 dias para ouvir testemunhas e colher documentos. Com o fim desse período de oitivas e coleta de provas, o relator terá ainda mais dez dias para concluir o parecer final indicando a perda do mandato para que o conselho delibere sobre o destino de Cunha.”

(Agência Brasil)

Ana Paula Arósio é a capa da Revista Cláudia

na

“Há dois anos, Ana Paula Arósio vive em uma pequena cidade da Inglaterra com o marido, o arquiteto e cavaleiro Henrique Pinheiro. Sua participação mais recente na TV brasileira foi em 2010, na minissérie Na Forma da Lei, e depois disso realizou trabalhos pontuais no cinema.

Na capa de CLAUDIA, a atriz apareceu pela última vez em abril de 2004, quando tinha 28 anos, e se dividia entre a minissérie Um Só Coração e a criação de cavalos em seu sítio, no interior de São Paulo. Na época, fazer cinema era seu maior desejo, e casamento não estava nos planos. Hoje, aos 40 anos, ela se declara mais segura e tranquila.

Longe da TV, escolhe a dedo os projetos cine­matográficos de que quer participar, como o lançamento, em novembro, do filme A Floresta Que Se Move, dirigido por Vinícius Coimbra. O longa faz uma releitura de Macbeth, de Shakes­peare.

Na entrevista para a revista CLAUDIA, a paulistana fala do filme, da rotina em outro país, de cuidar da horta e preparar o jantar para o marido e dos planos que tem com ele, com quem divide a paixão por cavalos. Confira alguns trechos:

A chegada aos 40
“Sou bem mais feliz agora. Muito do que me tira­va do sério antigamente hoje não me incomoda mais. Morar fora também exige flexibilidade.”

A preparação para o filme
“Intensa. Eu estava cheia de teia de aranha, pois não trabalhava havia muito tempo. Pegar um personagem denso de cara era um desafio. Tive ajuda da Rossela Terranova (preparadora de elenco da Globo) e fiz um trabalho com o Ga­briel Braga Nunes para que o casal tivesse unidade.”

Sobre a falta dos trabalhos na TV
“Na verdade, não penso em voltar pa­ra um veículo ou outro. O papel tem que me inte­ressar. Se for bacana, com gente legal, que dê te­são, volto para a TV ou teatro daqui ou da China.”

A carreira prematura
“Desde menina eu queria parar de trabalhar ce­do para curtir a vida. É comum ouvir: ‘Quando eu me aposentar, vou…’, mas aí a pessoa está cardíaca, diabética, não consegue andar e gasta todo o dinheiro que juntou com hospital. Quis gastar comigo antes disso.”

Sobre os planos de aumentar a família
“Estamos deixando para Deus decidir.”

(Revista Cláudia)

Camilo recebe embaixadora de Cuba e fala de parcerias

unnamed

Nesta quarta-feira, o governador Camilo Santana (PT) recebeu, em audiência, no Palácio da Abolição, a embaixadora de Cuba no Brasil, Marielena Ruiz Capote. Ela visita o Ceará desde terça-feira, quando esteve em Sobral (Zona Norte) visitando grupos de médicos cubamos que trabalham no Estado dentro do Programa Mais Médicos, do governo federal.

Camilo destacou como importante a visita da embaixadora como forma de estreitar também as relações e parcerias comerciais.

Nessa audiência, estavam com o governadora a vice, Izolda Cela, e os secretários Élcio Batista (Chefia de Gabinete), Inácio Arruda (Secitece), Henrique Javi (Saúde), Nicolle Barbosa (SDE) e Antônio Balhmann (Relações Internacionais). 

A cônsul-geral de Cuba no Nordeste, Laura Pujol, também participou do encontro em Fortaleza.

(Foto – Divulgação)

Produção industrial brasileira registrou queda de 1,3% em setembro

“A produção industrial brasileira recuou 1,3% em setembro deste ano, na comparação com o mês anterior. Segundo a Pesquisa Industrial Mensal divulgada hoje (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é a quarta queda consecutiva do indicador nesse tipo de comparação.

Na comparação com setembro do ano passado, a queda é 10,5%, a maior redução desde abril de 2009 (-14,1%) e a 19ª consecutiva neste tipo de comparação. A produção acumula perdas de 7,4% no ano e de 6,5% no acumulado de 12 meses.

A queda de 1,3% em setembro, em comparação a agosto, foi provocada por recuos de 5,3% na produção de bens de consumo duráveis e de 1,3% nos bens intermediários (insumos industriais usados no setor produtivo). Os bens de capital (máquinas e equipamentos usados no setor produtivo) tiveram alta de 1% e os bens de consumo semiduráveis e nãoduráveis tiveram aumento de 0,5% na produção.”

(Agência Brasil)

Taxa de retorno dos imóveis no país voltou a cair pela terceira vez seguida

“O Índice Geral do Mercado Imobiliário – Comercial (IGMIC-C) voltou a cair pela terceira vez seguida, no terceiro trimestre deste ano, ao atingir 2,48%. A taxa correspondente à renda passou de 2,2% (no segundo trimestre) para 2,1% e a taxa sobre o capital, de 0,7% para 0,4%. Os dados são da pesquisa do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), feita com base em 678 imóveis.

De acordo com a FGV, essas variações refletem o desaquecimento da economia. “A recessão econômica iniciada no segundo trimestre de 2014 tem como resultado um claro efeito negativo sobre a rentabilidade dos imóveis comerciais”, diz a nota técnica.

Na comparação anual, as taxas vem registrando recuos desde o final de 2013. Em relação ao retorno da renda, a taxa – que oscilou 9,7%, no terceiro trimestre do ano passado, passou para 9,17%, enquanto o índice relativo ao capital, baixou de 5,3% para 2,6%.”

(Agência Brasil)