Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Fiec debaterá setor da mineração. Entre destaques, Usina de Itataia

125 1

Na próxima sexta-feira, das 8h30min às 18 horas, a Federação das Indústrias do Ceará (FIEC) será palco do IV Encontro de Mineração do Estado. O evento é uma realização da Câmara Setorial Mineral, do Sindicato das Indústrias de Mármores e Granitos do Estado do Ceará (Simagran), do Sindbebidas, do Sindbrita, do Sindcerâmica e do Sindminerais.

Segundo o presidente do Simagran, Carlos Rubens de Alencar, durante o evento será apresentada a Agenda do Setor Mineral, na qual os empresários e profissionais da mineração apresentam os principais eixos, estratégias e indicadores desta atividade que congrega cerca de 1000 empresas e gera aproximadamente 50.000 empregos diretos. O setor ainda contribui anualmente com aproximadamente R$ 100 milhões na arrecadação direta do ICMS do Estado.

Entre os temas a serem discutidos, estarão também a política mineral no Brasil, Projeto Itataia, petróleo e gás no Ceará, minerais industriais no Ceará e conhecimento geológico e a tecnologia mineral. O Estado tem hoje a segunda maior capacidade de beneficiamento de granitos e mármores instalada, destacando-se como o terceiro maior exportador do país.

Programação

08H30 – CAFÉ DE BOAS VINDAS

09h00 – ABERTURA

09H15 – AGENDA DO SETOR MINERAL DO ESTADO DO CEARÁ

Apresentação por Carlos Rubens A. Alencar – Presidente do Simagran e da Câmara Setorial Mineral

09H30 – A POLÍTICA MINERAL NO BRASIL

Palestrante – Geólogo Dr. Carlos Nogueira Junior – Secretário de Geologia e

Minas – MME

11H00 – PROJETO ITATAIA

Palestrantes I – Aquilino Senra Martinez – Presidente da INB

Palestrante II – Ronaldo Galvani Jr

12H30 – INTERVALO PARA ALMOÇO

14H30 – PETRÓLEO E GÁS NO ESTADO CEARÁ

Palestrante – Dr. Francisco Nepomuceno Filho – Centro de Excelência em

Geofísica do Petróleo – UFC

15H30 – MINERAIS INDUSTRIAIS NO ESTADO DO CEARÁ

Palestrante I – Marcelo Quinderé – Presidente do Sindiminerais

Palestrante II – Abdias Veras – Presidente do Sindibritas

Palestrante III – Marcelo Tavares – Presidente do Sindicerâmica

Palestrante IV – Claudio Targino/Aline Teles – Presidente do Sindibebidas

Palestrante V – Carlos Rubens A. Alencar – Presidente do Simagran

16H15 – INTERVALO

16H30 – CONHECIMENTO GEOLÓGICO E A TECNOLOGIA MINERAL

Palestrantes I – Geólogo, Dr. Francisco Valdir Silveira – Chefe do Dept.

Recursos Minerais da CPRM

Palestrante II – Economista Francisco Magalhães – Presidente do NUTEC

Palestrante III – Geólogo Dr.Clóvis Parente – Geologia UFC

Palestrante IV – Engenheiro Dr. Francisco Hollanda – Diretor do CETEM – MCTI

18H00 – ENCERRAMENTO E COQUETEL

General cearense que comandava Missão da ONU no Haiti morre vítima de infarto

O general do Exército José Luiz Jaborandy Júnior, natural de Fortaleza (CE), comandante da Força Militar da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (Minustah), morreu nesse domingo, 30, aos 57 anos, durante um voo de volta ao Brasil.

Segundo informações da família, o cearense sofreu um infarto dentro do avião, a caminho de Manaus, onde conheceria a neta, nascida há poucos meses. Em seguida, o general participaria de uma festa de aniversário de um parente em Maceió.

O brasileiro estava no Exército desde 16 de fevereiro de 1976 e foi declarado aspirante a oficial da Arma de Infantaria em 14 dezembro de 1979.

Ele assumiu a Minustah em março do ano passado. Antes de atuar no Haiti, Jaborandy comandou a 8ª Região Militar, em Belém.

Ele foi ainda observador militar do Grupo de Observação das Nações Unidas na América Central, em 1991, e da Missão de Observação das Nações Unidas em El Salvador, em 1992.

Em nota, na manhã desta segunda-feira, 31, a presidenta Dilma Rousseff lamentou a morte do general e agradeceu a dedicação do militar à missão de paz.

“O general Jaborandy contribuiu com sua dedicação, profissionalismo e espírito de liderança para os esforços de preservação da paz e da segurança na nação-irmã do Haiti. O país perde um grande brasileiro. Transmito minhas condolências aos familiares e amigos do general Jaborandy”.

(Agência Brasil)

Ag

Conta de luz – Redução no valor começa a valer a partir de setembro

“A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve a cor vermelha para a bandeira tarifária de setembro. Os valores extras a serem cobrados a partir de 1º de setembro foram publicados no Diário Oficial da União de hoje (31). No caso da bandeira vermelha, o acréscimo na conta de luz será R$ 4,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos – valor abaixo dos R$ 5,50 cobrados anteriormente.

Os novos valores foram definidos no dia 28 de agosto pela Aneel. Eles representam uma redução de 18% no valor da bandeira – o que corresponde a uma queda de 2 pontos percentuais no custo final da conta de luz. A diminuição nos valores cobrados foi em decorrência da redução no custo de produção de energia, a partir do desligamento de 21 termelétricas.

O valor adicional indicado pelas bandeiras verde, amarela e vermelha é um mecanismo adotado nas contas de luz para informar ao consumidor se ele está pagando mais caro pela energia. A bandeira verde indica condições favoráveis de geração de energia, situação que não resulta em acréscimos na tarifa. A bandeira amarela indica condições de geração menos favoráveis. Nesse caso, a tarifa sofreria acréscimo de R$ 2,50 para cada 100 kWh consumidos.”

(Agência Brasil)

Bancários terão um setembro de luta por melhorias salariais e de condições de trabalho

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=rB9X32sj3Jo[/youtube]

Setembro vai chegar e os bancários entrarão no mês que é a data-base da categoria em matéria de campanha salarial.

O presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, em conversa com o Blog, informa como vão se dar a negociação com os banqueiros.

Ele deixou claro que a categoria tem pauta ampliada e que, em ultima discussão, deve entrar a pedida sobre reajuste salarial, que é da ordem de 16%.

Mercado estima que economia do País caia 2,26% neste ano

“Analistas e investidores do mercado financeiro estimam que a economia do país caia 2,26% este ano, segundo o boletim Focus, divulgado semanalmente pelo Banco Central. De acordo com a publicação, a produção industrial brasileira cairá 5,57%.

Haverá, segundo as estimativas, queda de 9,29% para 9,28% da inflação baseada no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), na comparação com os dados do último boletim Os preços administrados, monitorados pelo governo, terão um aumento de 15,20%

A estimativa para a dívida líquida do setor público em percentual do PIB foi elevada de 36,15% para 36,20%, na comparação com o boletim da semana passada. A expectativa para a taxa básica de juros foi mantida em 14,25% até o fim do ano. Também foi mantida a expectativa do dólar no valor de R$ 3,50 para o mesmo período.

Para o setor externo, na avaliação do mercado financeiro, o déficit em conta corrente ficará em US$ 76,5 bilhões. O saldo da balança comercial atingirá US$ 8 bilhões e os investimentos estrangeiros diretos, US$ 65 bilhões.”

(Agência Brasil)

Eunício Oliveira – PMDB no Senado não aprovará PEC que beneficiará quem mudar de partido

foto eunício

Em entrevista radiofônica nesta manhã de segunda-feira, o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (PMDB) afirmou que a Casa não aprovará a proposta de emenda à Constituição (PEC) que prevê brecha de 30 dias em anos de eleições para que deputados e vereadores possam mudar de partido sem perder o mandato. Referiu-se à chamada “janela partidária”.

Ele diz que a regra para quem mudar de partido seguirá a mesma. Ou seja haverá pedido automático para a perda de mandato de quem resolver trocar de partido. “O PMDB do Senado não dará oportunidade para aqueles que ficam toda eleição mudando de partido”, explicou Eunício.

danilo forte deputado

DETALHE – A posição do parlamentar foi recebida como um recado não só para peemedebistas de outros Estados, mas para membros do partido no Ceará que falam em mudar de legenda. É o caso, por exemplo, do deputado federal Danilo Forte, que anunciou trocar o PMDB pelo PSB.

O Brasil que não privilegia a educação das crianças e o debate sobre redução da maioridade

Com o título “Educação versus redução da maioridade penal”, eis mais um artigo que debate o tema dos mais polêmicos. Dessa vez do advogado Boaventura Furtado Bonfim, magistrado estadual resignatário, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira.

A Constituição Federal assegura que a educação é direito de todos e dever do Estado e da família. Segundo o filósofo suíço Jean-Jacques Rousseau, moldam-se as plantas pelo cultivo, e os seres humanos pela educação.

A educação, portanto, é o alicerce da verdadeira formação do ser humano. Eduquem-se as crianças e não haverá necessidade de punir os adultos.

No Brasil, infelizmente, não se privilegia a educação, tampouco o educador. Por isso, a maioria dos jovens, alijada do processo educacional, não encontra alternativa, senão percorrer caminhos escusos em direção à “vala comum” da marginalidade.

Devido ao aumento da violência praticada por menores de 18 anos, uma parcela da população passou a defender a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, entendendo ser essa a solução para os problemas da delinquência juvenil.

De acordo com a Constituição Federal, são penalmente inimputáveis os menores de 18 anos, sujeitos às normas da legislação especial. Ressalte-se que tais menores são inimputáveis, ou seja, não são capazes de entender o caráter ilícito do ato praticado por eles; mas não são impuníveis, visto que respondem por atos infracionais.

No entanto, tramita no Congresso Nacional proposta de emenda à Constituição visando reduzir a maioridade penal de 18 para 16 anos. Dessa forma, o menor de 18 anos perderá a condição de inimputável e passa a ser imputável, pois o ato ilegal por ele praticado não mais será tido como ato infracional, porém como crime, submetendo-se às penas prisionais estabelecidas no código penal.

A meu juízo, o menor de 18 anos que infringe a lei precisa de medidas socioeducativas, já previstas em normas vigentes, que o tornem capaz de refluir ao convívio social, e não de prisão, que nada corrige, apenas reforça sua permanência na marginalidade.

Em suma, reduzir a maioridade penal, em vez de priorizar a educação, afigura-se-me lamentável equívoco que lembra o pensamento do dramaturgo e poeta alemão Bertolt Brecht: “Diz-se violento o rio que tudo arrasta, mas não se dizem violentas as margens que o oprimem”.

* Boaventura Joaquim Furtado Bonfim

boaventura@secrel.com.br

Advogado, aposentado do Poder Judiciário Federal, magistrado estadual resignatário

CPI da Petrobras – José Dirceu fica calado

116 1

zé dirceu

“Convocado pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, preso na 17ª fase da Operação Lava Jato, foi o primeiro a ser ouvido hoje (31), na série de depoimentos que a comissão marcou para esta semana em Curitiba, onde se concentram as investigações.

Orientado por seus advogados, Dirceu não respondeu às perguntas feitas pelos membros da comissão. O ex-ministro está preso desde o último dia 3, na carceragem da Polícia Federal (PF), na capital paranaense, acusado pelo Ministério Público Federal de comandar esquema de superfaturamento de contratos da Petrobras. O representante no Brasil da empresa italiana Saipem, João Antonio Bernardi Filho, segundo a prestar depoimento, também permaneceu em silêncio.

Até quarta-feira (2), a CPI da Petrobras pretende ouvir, em Curitiba, 13 pessoas que são investigadas pela força-tarefa da Lava Jato. Além de Dirceu, foram convocados o ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada, o presidente da empreiteira Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, e o executivo da construtora Elton Negrão de Azevedo.

Amanhã (1º), a CPI marcou o depoimento de seis pessoas: cinco executivos da construtora Odebrecht, entre eles o presidente da construtora, Marcelo Odebrecht, e um ex-funcionário da Petrobras. Também será ouvido nesta terça-feira Celso Araripe de Oliveira, ex-gerente de Projetos da Petrobras.

Na quarta-feira (2), devem ser ouvidos o publicitário Ricardo Hoffmann, ex-vice-presidente da agência Borghi/Lowe, e o empresário Fernando Antônio Guimarães Hourneaux de Moura. Hoffmann é acusado de intermediar contratos fraudulentos de publicidade com o Ministério da Saúde, com a ajuda do ex-deputado federal André Vargas. Moura é apontado pela PF como representante do ex-ministro José Dirceu na Petrobras.”

(Agência Brasil)

CPI da Petrobras deve ouvir José Dirceu

“Começou há pouco a reunião da CPI da Petrobras convocada para tomar depoimento de cinco presos acusados pela Operação Lava Jato de envolvimento em irregularidades na Petrobras. A sessão da CPI ocorre na sede da Justiça Federal em Curitiba (PR). Um dos depoentes é o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.

Ao todo, a comissão pretende ouvir 13 pessoas e fazer pelo menos uma acareação até quinta-feira. Além de José Dirceu, serão ouvidos hoje o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Jorge Zelada, e três empresários.

Dois são executivos da empreiteira Andrade Gutierrez: Otávio Marques de Azevedo e Elton Negrão de Azevedo. O terceiro é João Antonio Bernardi Filho, representante no Brasil da empresa italiana Saipem.

Acusações

O ex-ministro da Casa Civil foi preso quando cumpria pena de 7 anos de prisão em regime domiciliar por envolvimento no mensalão. O Ministério Público suspeita que a empresa de consultoria dele recebeu dinheiro desviado da Petrobras. Ele nega.

Jorge Zelada foi o sucessor de Nestor Cerveró, também preso pela Operação Lava Jato. Ele foi acusado de receber propina pelo ex-gerente de Serviços Pedro Barusco.

E os dois executivos da Andrade Gutierrez vão responder as acusações de que a empreiteira pagou propina a diretores da Petrobras em troca de seis contratos, com valor total de R$ 4 bilhões. Eles e a empresa também negam a acusação.”

(Agência Câmara)

FGV – Índice de confiança do empresário do comércio na economia registrou queda de 4,1%

“O índice da Fundação Getulio Vargas (FGV) que mede a confiança do comércio teve queda de 4,1% de julho para agosto, divulgou hoje (31) o Instituto Brasileiro de Economia (Ibre). O recuo mensal foi o quarto seguido e reduziu o indicador ao menor patamar da série histórica, iniciada em março de 2010.

Segundo a FGV, a percepção dos empresários sobre o momento atual da economia foi o principal fator que puxou para baixo o Índice de Confiança do Comércio (Icom).

O grau de satisfação com a demanda, medido pelo Índice da Situação Atual, teve queda de 12,1%, atingindo o menor nível da série.

Por outro lado, o Índice de Expectativas teve um resultado positivo após dois meses de queda. O percentual subiu 0,4% em agosto, após perdas de 4,6% em julho e 1% em junho. Esse resultado foi obtido com um aumento do otimismo em relação à situação dos negócios nos próximos seis meses, que cresceu 1,8%.”

(Agência Brasil)

Padre cearense recebe carta de agradecimento do Papa Francisco

493 1

geovanenee

O padre Geovane Saraiva recebeu, do Vaticano, carta em que o Papa Francisco, por meio de sua assessoria, agradece o envio de dois livros de sua autoria: “Francisco – Um sinal para o Mundo” e “Voz dos que não tem voz”.

O religioso, inclusive, dividiu o que definiu como “graça” essa carta com os fieis da Paróquia de Santo Afonso (Igreja Redonda), no bairro Parquelândia, em Fortaleza.

Confira a carta:

cartaaaa

Unilab fará concurso para professor do seu futuro curso de Medicina

“O Ministério da Educação, por intermédio da portaria MEC no 805/2015, redistribui para a Unilab 20 códigos de vagas para o cargo de professor do magistério superior, no processo de implantação dos cursos de Medicina no Campus das Auroras, em Redenção (Ceará), e no Campus dos Malês, em São Francisco do Conde (Bahia).

Essas são as primeiras de um total de 120 vagas que a universidade receberá para incluir Medicina entre seus cursos de graduação. Em 2014, a Reitoria realizou uma pactuação na Secretaria de Educação Superior (SESu) do MEC para a implantação dos cursos. Nela, foi acordado para cada curso o quantitativo de 60 códigos de vaga para o cargo de professor do magistério superior e 30 vagas para cargos de servidor técnico-administrativo.

Na 30ª Sessão Ordinária do Conselho Universitário (Consuni), ocorrida na última quinta-feira (27), o Instituto de Ciências de Saúde (ICS) foi autorizado a realizar os primeiros concursos. Segundo a pró-reitora de Graduação, professora Andrea Linard, a previsão é que o ICS publique em setembro de 2015 os primeiros editais para a contratação de professores.

A Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) iniciou, juntamente com as comissões de implantação no Ceará e na Bahia, a Coordenação de Políticas de Acesso e Seleção de Estudantes e o ICS, as ações de planejamento do processo seletivo para ingresso de alunos nos cursos. As comissões estão há mais de um ano trabalhando para esse projeto ser concretizado.

A liberação dos códigos de vaga está vinculada às ações do Governo Federal de fortalecimento do processo de interiorização das universidades federais, expansão das Escolas Médicas, melhoria da formação médica e consolidação do Programa “Mais Médicos”. No total, o MEC liberou 880 vagas para as universidades federais que abriram novas vagas nos cursos de Medicina ou criaram faculdades nas áreas.”

(Site da Unilab)

Grendene de Sobral faz adequações no horário de produção para evitar demissões

821 1

Para evitar demissões e readequar-se ao cenário de ajuste fiscal, a Grendene, maior produtor de calçados do País, com sede em Sobral (Zona Norte), está readequando seus horários de produções. O grupo divulgou a medida em nota. Confira:

Comunicado da Grendene

A Grendene, continuando seu papel de empresa transparente, sólida e responsável comunica que:

1. Vem investindo em construção, otimização e rearranjo do seu layout fabril de modo a aumentar sua capacidade produtividade e assim superar os desafios da economia nacional e mundial. Com estas medidas criamos a condição de concentrar os horários de produção para a área de Montagem em Sobral em apenas 2 turnos, sendo aberta a oportunidade aos colaboradores do 3º turno que trabalham no setor de Montagem para migrarem para os 1º e 2º turnos, onde já se concentram mais de 90% dos colaboradores diretamente ligados à fabricação de calçados.

2. O terceiro turno permanecerá funcionando normalmente com o setor de embalagem e injeção. Os colaboradores cujos horários serão modificados foram os primeiros a saberem da decisão e perfazem 8% do quadro geral da empresa e 30% do efetivo do 3º turno.

3. Esta redistribuição de horários se dará sem redução do quadro de funcionários, pois todas as pessoas do setor de montagem poderão escolher os novos turnos em que desejam trabalhar e terão 90 dias para fazerem suas adequações, isto é, o setor de montagem do 3º turno continuará funcionando normalmente por mais três meses para que seja completada a migração proposta.

Com esta adequação de horários, feita ao longo de 3 meses, a Grendene espera manter todos os seus colaboradores e assim melhorar sua produtividade e competitividade global, continuando sua trajetória de contribuição para o desenvolvimento social e econômico de Sobral como tem feito há mais de 20 anos

*Herbert Rocha
Relações Públicas da Grendene S/A para Sobral.

José Guimarães vai apresentar projeto que recria a CPMF com nova roupagem

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=t_R8GXsl4rU[/youtube]

O líder do Governo na Câmara, José Nobre Guimarães (PT), informou, nesta segunda-feira, antes de seguir para Brasília, que o governo federal vai encaminhar, nas próximas horas, a proposta do Orçamento da União 2016 para o Congresso. O parlamentar garantiu que obras na área do combate à seca vão ser preservadas.

José Guimarães reconheceu que o orçamento 2016 virá apertado, pois integra um momento de ajuste, que é duro. “O orçamento virá transparente e vamos discutir com o Congresso Nacional”, garantiu o líder do Governo.

Sobre a possibilidade da vinda da CPMF, Guimarães disse que a presidente Dilma Rousseff não deve brigar mais por esse imposto. Mas Guimarães fez questão de anunciar: ele vai apresentar um projeto de lei criando uma contribuição social exclusiva para a Saúde. O parlamentar não chama de Nova CPMF e lamenta que a mídia tenha criado um “fetiche”! em torno dessa contribuição.

A ideia de José Guimarães com essa contribuição social é taxas os ricos e os que lucram mais com a economia. A ordem é novos recursos para União, Estados e Prefeituras investirem em saúde.

Pêsames ao “Preto Zezé”

263 2

jonnn

“O adolescente Malcom Jonas do Nascimento Lima, de 17 anos, foi assassinado na noite do último sábado, 29, na rua Fonseca Lobo, comunidade Barreira, próximo à Via Expressa. O jovem é filho do presidente nacional da Central Única das Favelas (Cufa), Preto Zezé. Malcom Jonas cumpria medida socioeducativa no Centro Educacional São Miguel e havia sido um dos 68 que haviam fugido na noite da última sexta-feira, 28, segundo informou a assessoria de imprensa da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social.

O corpo foi encontrado, segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, com três perfurações, provavelmente à bala. O sepultamento ocorreu na tarde de ontem, no cemitério Parque da Saudade, em Caucaia, em cerimônia restrita a familiares e amigos. Não foi divulgada a razão pela qual Jonas cumpria medida socioeducativa.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o adolescente estava na casa da mãe quando, por volta das 15 horas de sábado, 29, avisou que iria cortar o cabelo nas proximidades da rua Fonseca Lobo, próximo à Via Expressa. Foi nesse local, segundo a Polícia, que o jovem foi assassinado. Malcom Jonas foi atingido em três partes do corpo – duas vezes no ombro e outra, na cabeça – provavelmente por um revólver. Ninguém foi preso. O inquérito tramita no 2º DP (Aldeota).”

(O POVO)

Padre Marcelo Rossi lança livro em Fortaleza

281 1

marcelorossi

Fortaleza receberá nesta segunda-feira a vista do Padre Marcelo Rossi. Na agenda dele, contatos com a imprensa.

Na terça-feira, às 14 horas, o religioso lançará seu mais recente livro – Philia, à partir das 14 horas, com sessão de autógrafos, na Livraria Saraiva, no Shopping Iguatemi.

Padre Marcelo vem percorrendo o País lançando uma publicação onde ele conta sua experiência de ter superado a depressão.

Sobre o livro

“Philia” é o amor dos pais por seus filhos, o amor entre irmãos, entre amigos. Após o sucesso de Ágape e Kairós, com mais de 12 milhões de exemplares vendidos, Padre Marcelo trata a depressão de forma simples e direta, com exemplos práticos e orações, apresentando caminhos de esperança e superação.

Camilo viaja para a China e Izolda volta a assumir o Governo

96 4

foto camilo e izolda

Izolda Cela assumiu o governo de novo.

O governador Camilo Santana (PT) já se encontra na rota da China. Ele embarcou nas últimas horas, de São Paulo, tendo ao lado um assessor e o secretário de Assuntos Internacionais do Governo, Antônio Balhmann.

A ordem é estreitar contatos com grupos chineses interessados em investir no Complexo Portuário e Industrial do Pecém. Segundo Balhmann, não está descara  busca por parceiro para o projeto da refinaria de petróleo que a Petrobras excluiu das prioridades dos seus investimentos.

No roteiro, estão previstas ainda reuniões com empresas, como NORINCO (China Noth Industries Corp), CEIEC (China National Eletronics Import & Export Corp) e CSIC (China Shipbuilding Industry Corp), entre outras. Camlo ainda apresentará o Centro de Formação Olímpica (CFO) como possível local de preparação para os jogos olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro.

Com a viagem de Camilo para a China, quem assumiu o governo foi a vice, Izolda Cela, É a segunda vez na gestão que ela ocupa o Palácio da Abolição. Na primeira vez, ela ficou no cargo porque Camilo resolveu passar curta temporada com a família nos EUA, em período de descanso.

A viagem de Camilo terá duração de oito dias.

PIB do Brasil fica em 33º em ranking de 35 países

109 3

“Com a queda de 1,9% da economia brasileira no segundo trimestre deste ano em relação ao trimestre anterior, e de 2,6% na comparação com mesmo período do ano passado, o Brasil ficou com a 33ª colocação em um ranking que leva em consideração a taxa de crescimento de 35 países.

De todas as nações analisadas pela agência de classificação Austin Rating – que contempla os países que publicaram seu resultado até o momento – só três não tiveram resultado positivo: Brasil, Rússia e Ucrânia. O país superou somente as duas outras economias, que amargaram retração de 4,6% e 14,7%, respectivamente, na comparação anual. A China lidera o levantamento, com um crescimento de 7%, seguida por Filipinas (5,6%) e Malásia (4,9%).

A estimativa da Austin Rating é de queda de 2,1% para o PIB brasileiro de 2015 e de recuo também em 2016, de 0,3%. “Se confirmado nossa estimativa de retração do PIB brasileiro no biênio 2015-2016 será o pior desempenho econômico do Brasil em 85 anos Ou seja, a última vez que o Brasil anotou queda do PIB por dois anos consecutivos foi em 1930 (-2,1%) e 1931 (-3,3%) refletindo, em parte, o crash da bolsa de Nova York em 1929 e o ambiente político nacional conturbado com o fim da oligarquia paulista devido a revolução de 1930”, destaca a Austin. A agência tomou como base a série histórica do Ipea, que compila dados anteriores à série do IBGE, que começa em 1948.

Confira o ranking

alx_ranking-pib_original

 

(Veja Online)

Câmara pode votar PEC do Pacto Federativo na próxima semana

“A proposta de emenda à Constituição sobre o pacto federativo (PEC 172/12) e o projeto de lei complementar que facilita a participação de empresas no Supersimples (PLP 25/07) são os destaques do Plenário da Câmara dos Deputados a partir de terça-feira (1º).

A PEC do Pacto Federativo foi aprovada na comissão especial na última quarta-feira (26), com relatório do deputado Andre Moura (PSC-SE) para a proposta do deputado Mendonça Filho (DEM-PE).

O texto impede a União de impor ou transferir encargo ou prestação de serviços a estados, ao Distrito Federal ou a municípios sem a previsão de repasses financeiros necessários ao seu custeio. A União só será responsável pelas obrigações repassadas se houver dotação orçamentária para isso.

A proposta permite um acerto de contas anual de estados e municípios com a União envolvendo dívidas e repasses para cobrir os encargos.”

(Agência Câmara)