Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Lula, o vendedor de ilusões

134 7

Com o título “As armadilhas do Lulopetismo”, eis artigo do deputado estadual João Jaime (DEM). Ele aborda a perspectiva de Lula voltar a disputar a presidência da República em 2018. Confira:

Nesta semana, a imprensa nacional, em especial, os jornais Folha de São Paulo e O Globo, nos trazem notícias sobre a movimentação do ex-presidente Lula rumo às eleições de 2018. Mimetiza e articula a política suja do nosso país, na pretensão de voltar ao Palácio do Planalto.

Nessa perspectiva, montou uma equipe de notáveis petistas alegando precisar formalizar novas propostas. Metamorfósico que o é, já procura uma forma de se diferenciar de Dilma Rousseff, já que ela, por sua vez, tem seu fracasso deflagrado.

A cara de pau é tão grande que, agora, Lula – o “Macunaíma”, tenta passar a imagem de que não concorda com o que a “Mãe do PAC” está fazendo. Tenta descolar sua imagem de uma das falsas esperanças criadas por ele: Dilma,  a “Gerentona”.

Pois bem, um novo embuste paira sobre a população brasileira com “novos” projetos e sonhos falsos que ele tenta lançar, criando um novo factoide na expectativa de que possa iludir de esperanças nossa Nação e essa concedê-lo um novo mandato.

A bem da verdade, esse governante nunca foi Pai; fez-se o quanto pôde. Cinismo é seu sobrenome. Enganou nosso Estado quanto ao projeto da nossa Refinaria, a Transnordestina, Transposição e o Pré-sal que chegou a ser vendido como o remédio de todos os males. Jaz!

Embalado pela autossuficiência energética e de refino de petróleo vendeu um Brasil de estaleiros modernos e Indústria de ponta; No entanto, agora que chegou a conta, constatamos que tudo foi de caso pensado, para manter um partido e um pequeno grupo no poder. Mesmo que, para isso, não importasse a falência dos fundos de pensão dos trabalhadores, ou a quase destruição da Petrobras, o sucateamento do setor elétrico e o aumento descontrolado da inflação.

A falta de credibilidade na turma do Mensalão, Petrolão e outros escândalos mais que estão por vir, acabara por afastar os investidores estrangeiros.

Vale citar a precisão da frase de Charles de Gaulle nesta nova peripécia metamorfósica: “O Brasil não é um país sério”.

A frase soa como um tapa com luva de pelica, uma vez que o grande ilusionista Lula, depois de disseminar a fórmula de enganar e vender o que nem ele acredita, cogita voltar à Presidência.

Ele se esquece que, agora, as pessoas despertaram sua ira, foram às ruas manifestar os apertos do desemprego e da inflação a que foram submetidas. Ele se esquece que, agora, os “notáveis picaretas” terão um desafio maior: convencer os brasileiros a subirem novamente no navio da enganação e da desonestidade, com atenuante do naufrágio.

* João Jaime,

Deputado estadual do DEM. 
Jjgma@me.com

Delcídio Amaral, o articulador

Delcídio Amaral é a única esperança da articulação política do governo para tentar reverter a tendência da bancada petista no Senado de manter a flexibilização do fator previdenciário.

A maior parte dos senadores quer manter a flexibilização.

Está nas mãos de Delcídio convencer a turma de que o PT deve dar o exemplo para a base.

(Veja Online)

Câmara dos Deputados debaterá impactos do Piso Salarial dos Professores nos Estados e Municípios

bb79307c32c1403032475da0a71f596dmosesplenario.1.

“A Comissão de Educação da Câmara Federal realizará nesta terça-feira (19), às 14h30min, uma Audiência Pública para discutir os impactos do Piso Salarial dos Professores nos Estados e Municípios. O requerimento é de autoria do deputado Moses Rodrigues (PPS/CE).

“Essa Audiência foi solicitada após alguns gestores relatarem dificuldade em cumprir o Piso Salarial em seus Estados e Municípios, já que alguns recursos destinados à Educação foram reduzidos. Nosso papel é garantir que nenhum trabalhador brasileiro seja prejudicado”, destacou Moses Rodrigues.

Além dos integrantes da Comissão de Educação, foram convidados para a Audiência representantes do Ministério da Educação, a Presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME, Cleuza Repulho, o Presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação – CONSED, Eduardo Deschamps, Presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE, Roberto Franklin de Leão, e o Presidente da Confederação Nacional de Municípios – CNM, Paulo Ziulko Ski.”

(Com Agência Câmara)

Fortaleza terá VII Marcha da Maconha

140 1

msaconhja

Fortaleza terá mais uma edição da Marcha da Maconha. O evento ocorrerá no próximo dia 24, a partir das 14 horas, com saída da Estátua de Iracema (Guardiã), situada na Praia de Iracema. Essa marcha é um evento internacional que acontece todos os anos ao redor do mundo desde 1999. Na Capital cearense, é realizada desde 2008.

Atualmente, mais de 300 cidades realizam o evento, sempre no mês de maio. No Brasil, a manifestação acontecerá em 28 cidades espalhadas pelo país nesse ano de 2015.

Segundo organizadores, os objetivos principais da Marcha da Maconha são: Criar espaços onde indivíduos e instituições interessadas em debater a legalização da maconha possam se articular e dialogar; estimular reformas nas Leis e Políticas Públicas sobre a maconha e seus diversos usos; ajudar a criar contextos sociais, políticos e culturais onde todos os cidadãos brasileiros possam se manifestar, de forma livre e democrática, a respeito das políticas e leis sobre drogas; e exigir formas de elaboração e aplicação dessas políticas e leis que sejam mais transparente, justas, eficazes e pragmáticas, respeitando a cidadania e os Direitos Humanos

SERVIÇO

Site: www.marchadamaconha.org

Página do facebook: www.facebook.com/MarchaDaMaconhaFortaleza

Evento do facebook: https://www.facebook.com/events/1441631842794759/

Por uma Polícia Civil com Lei Orgânica

Com o título “Por uma Política de Segurança Pública”, eis artigo do advogado Irapuan Diniz de Aguiar. Ele volta a cobrar do Governo do Estado uma lei orgânica para a Polícia Civil. Confira:  

A cada novo pleito é renovada a esperança de que Segurança Pública deixe a condição de simples discurso eleitoral para se tornar concretamente uma política de Estado e uma prioridade de governo.

A construção de uma Polícia Judiciária, como anseia a sociedade brasileira, essencialmente técnica, apolítica e apartidária, requer um processo contínuo de modernização institucional que não pode ser ignorado ou permanecer indefinido. Isso impõe a classe política uma série de medidas e ações efetivas que impliquem num compromisso permanente com a mudança do atual contexto de intranquilidade e insatisfação vivenciado pela polícia judiciária no país.

Infelizmente as expectativas de melhorias no âmbito da instituição policial civil têm sido frustradas pela inércia e omissão de governantes e parlamentares no enfrentamento da grave questão. É inaceitável que até hoje a Polícia Civil funcione sem sua Lei Orgânica Nacional, a despeito de tramitar no Congresso Nacional há muito anos.

A classe dirigente assiste passivamente e, por vezes, até alimenta, a desagregação do Sistema Único de Segurança Pública – SUSP e do Sistema de Persecução Penal. Negligencia a necessidade de um marco regulatório legal com competências a atribuições claramente delimitadas entre os operadores dos referidos sistemas. Ignora a crescente usurpação das funções de polícia judiciária por outros órgãos e instituições em absoluta afronta ao disposto na Constituição Federal. Omite-se em face dos embates decorrentes da indefinição sobre o poder investigatório e o controle externo da atividade policial pelo Ministério Público. Dessa forma, permite desentendimentos e crises institucionais perfeitamente evitáveis entre a Polícia e desta com o Ministério Público e o Judiciário.

É desestimulante o tratamento dispensado à Polícia Judiciária. As recentes mudanças legislativas e as políticas governamentais são caracterizadas pela discriminação e desvalorização. Enquanto a Advocacia e a Defensoria Pública crescem na valorização de suas funções à semelhança do Judiciário e do Ministério Público, a Polícia Judiciária sofre com o esvaziamento constitucional de sua importância. Tal fato se observa pela injustificável resistência de alguns governos no reconhecimento da natureza de carreira jurídica aos delegados de polícia, de uma reestruturação dos demais cargos da polícia civil e de uma legislação processual realmente comprometida com o combate ao crime organizado e à impunidade.

Por tais razões, cumpre, mais uma vez, abordar o tema na convicção de que o governador Camilo Santana saberá enfrentar as questões que lhe estão afetas, não mais deixando permanecer as mencionadas indefinições, o que poderá ser solucionado mediante compromisso político e a concretização das medidas recomendadas.

* Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado.

Operação Lava Jato – Seis testemunhas de acusação serão ouvidas no processo

SÈrgio Fernando Moro

“Seis testemunhas de acusação no processo referente a 10ª fase da Operação Lava Jato serão ouvidas hoje (18) pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável, na primeira instância, pelos processos decorrentes da operação que investiga superfaturamento em contratos da Petrobras, pagamento de propina aos agentes e partidos políticos além de fraudes em contratos de publicidades de órgãos públicos.

Serão ouvidos hoje, os ex-executivos da empreiteira Camargo Corrêa Dalton dos Santos Avancini e Eduardo Hermelino Leite, que cumprem prisão domiciliar, em São Paulo, o advogado Carlos Alberto Pereira da Costa, que trabalhava na Empresa GDF Investimentos, do doleiro Alberto Youssef, Leonardo Meirelles, sócio da Labogen, Maurício Godoy e Marcos Pereira Berti, acusado de participar de reuniões do cartel de empreiteiras.

As oitivas estão marcadas para as 14h, na sede da 13ª Vara da Justiça Federal, em Curitiba. A pedido das defesas, o juiz Sérgio Moro dispensou os depoimentos do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque e do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. Duque e Vacarri são réus na ação penal decorrente da 10ª fase da Lava Jato, deflagrada em março, ao lado do ex-gerente da diretoria de Serviços da Petrobras Pedro Barusco e do doleiro e operador do esquema, Alberto Youssef.”

(Agência Brasil)

Mercado financeiro estima inflação anual em 8,29%

“Analistas e investidores do mercado financeiro voltaram a elevar a previsão de fechamento da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2015. A estimativa de alta, que estava em 8,29%, agora é 8,31%.

O IPCA, calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), verifica a variação de preços de um conjunto de produtos e serviços comercializados no varejo, referentes ao consumo pessoal das famílias, com rendimento de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte de rendimentos. Desde junho de 1999, o IPCA é o índice utilizado pelo Banco Central (BC) para o acompanhamento dos objetivos estabelecidos no sistema de metas de inflação, sendo considerado o índice oficial de inflação do país.

O mercado ampliou ainda a previsão de elevação para os preços administrados, como o da energia e da gasolina, de 13,2% para 13,5%.

As informações estão no Boletim Focus, pesquisa semanal junto a instituições financeiras, divulgado hoje (18) pelo BC.Os analistas mantiveram inalterada a expectativa de queda do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país), em -1,2%. A projeção de queda da produção industrial ampliou-se, de -2,5% para -2,8%.”

(Agência Brasil)

 

Consórcio de Saúde do Vale do Curu inscreve profissionais para CEOS e Policlínicas

O Consórcio Público de Saúde Interfederativo do Vale do Curu (Cisvale) realiza processo seletivo público simplificado para contratação de médico, enfermeiro, ouvidor, cirurgião dentista, técnico em saúde bucal, técnico em prótese dental, auxiliar em saúde bucal e auxiliar em prótese dental.

Esses profissionais deverão preencher vagas nas seguintes unidades: Centro de Especialidades Odontológicas de Caucaia, Centro de Especialidades Odontológicas de São Gonçalo do Amarante e Policlínica Regional de Caucaia.

SERVIÇO

* Mais informações pelo site do consórcio: www.cisvale.com.br

CBFS divulga na quinta-feira em Fortaleza nova comissão técnica da Seleção de Futsal

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=zS7a2PE5EbU[/youtube]

Tem novo presidente da Confederação Brasileira de Futebol de Salão. Assumiu Marcos Madeira, que pegou um rombo financeiro na entidade e que está sendo tratado na via judicial. Madeira entrou no lugar do ex-deputado federal Aécio de Borba que, de acordo com o novo dirigente, acabou levando a CBFS a uma crise em razão de interferências familiares.

Marcos Madeira anunciou que já na próxima quinta-feira, a partir das 14 horas, na sede da CBFS em Fortaleza, divulgará a nova comissão técnica da Seleção Brasileira de Futsal.

Governador lançará Seguro Garantia Safra nesta terça-feira

cidade

O governador Camilo Santana lançará, às 9 horas desta terça-feira, em solenidade no Palácio da Abolição, o programa Seguro Garantia Safra 2014/2015. O evento reunirá cerca de 130 prefeitos e o secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado (SDA), Dedé TeixeiraO programa beneficiará os produtores que perderam mais de 50% da colheita durante o período de estiagem e que já fizeram a adesão junto ao sistema do Garantia Safra, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Cada agricultor vai receber o valor de R$850,00, pago em cinco parcelas.

O Ceará é o estado do país com o maior número de beneficiários do Seguro Garantia Safra 2014/2015. Ao todo, 320.304 agricultores cearenses serão atendidos com a assinatura do termo de adesão. Segundo o secretário Dedé Teixeira, o Governo do Ceará vai investir cerca de R$ 31 milhões para assegurar o benefício, com apoio do MDA. O programa vai atender agricultores dos Inhamuns, da Região de Crateús, do Centro-Sul e do Sertão Central.

Garantia

O Garantia Safra é um fundo em que participam o agricultor com R$14,90 (pagamento único), o Município com R$44,63, o Governo do Estado com R$89,25 e a União com R$297,50. O seguro é pago desde a safra 2002/2003, quando no Ceará teve apenas o município de Potiretama atendido. Em 2011, ainda em período de plena safra, nenhuma cidade cearense foi incluída na lista do seguro.

 

PDT pode romper com Governo. Partido no Ceará estaria com relações estremecidas?

andré figueiredo pdt sesporte

André Figueiredo preside o PDT no Ceará.

“A votação em bloco dos 19 deputados do PDT contra o ajuste fiscal da presidente Dilma Rousseff foi um sintoma. Outro foram as declarações do presidente nacional do partido, Carlos Lupi, que disse numa reunião interna que o PT “roubou demais”, segundo o jornal
O Estado de S. Paulo. “O PT exauriu-se, esgotou-se. Olha o caso da Petrobras. A gente não acha que o PT inventou a corrupção, mas roubaram demais”, disse Lupi na ocasião.

Mirando as eleições de 2016, o PDT já articula a formação de uma bancada “independente” no Congresso Nacional e negocia alianças inclusive com partidos de oposição para lançar candidatos a prefeito e vice-prefeito na maioria das capitais.

Apesar de ocupar o Ministério do Trabalho desde 2007 e de ser um aliado histórico dos petistas, o PDT viu sua parceria com o PT minguar depois das eleições de 2014. Em ao menos 20 estados, os pedetistas estão parcial ou totalmente em campo oposto ao dos petistas.

“O PT quer receber nosso apoio, mas é difícil ter reciprocidade. E isso vai ser levado em conta pelos membros do partido na hora de deliberar sobre a aliança nacional”, afirma o presidente do PDT, Carlos Lupi.

Nos dois estados governados pelo PDT e nos cinco comandados pelo PT, a aliança dos dois partidos é sólida apenas em um: no Acre. No Amapá e em Mato Grosso, governados pelos pedetistas Waldez Góes e Pedro Taques, respectivamente, os petistas engrossam as bancadas de oposição.

Já nos estados governados pelo PT, a aliança está estremecida na Bahia, no Ceará e Piauí. Em Minas Gerais, onde é tradicional aliado de Aécio Neves (PSDB), o PDT declara-se “independente” da gestão Fernando Pimentel (PT).

(Com Agências)

Lideranças do Governo e uma semana de projetos impactantes

foto guimarães pt

O líder do Governo na Câmara, José Nobre Guimarães (PT), participará, nesta segunda-feira, de café da manhã com o vice-presidente Michel Temer (PMDB/SP). No mesmo encontro, demais lideres a base aliada, que vão fechar estratégias para provação de medidas do ajuste fiscal no Legislativo.

Na pauta, projetos impactantes para as contas do Palácio do Planalto, como a desoneração da folha e o aumento de imposto sobre importação (PIS e Cofins). Além disso, o Senado vota amanhã a indicação do juiz Luiz Edson Fachin ao Supremo Tribunal Federal (STF), no que já levou também para Brasília o líder do Governo no Congresso, o senador José Pimentel (PT).

“Será uma semana de decisões muito importantes. Vamos focar nossos esforços na aprovação do PL (projeto de lei) da desoneração”, afirma o líder do governo na Câmaras, José Guimarães (PT-CE).

Também consta o fechamento de estratégia para tentar, no Senado,  evitar a reprovação do advogado e ex-procurador do Paraná, Luiz Fachin, para a vaga deixada por Joaquim Barbosa, nove meses atrás, no STF. Depois de 12 horas de sabatina pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, na última terça, 12, o nome de Fachin foi aprovado por 20 votos a sete.

O PL da desoneração será votado na próxima quarta como parte do plano de equilíbrio nas contas do governo. O projeto já havia sido enviado ao Congresso como Medida Provisória (MP), mas foi devolvido pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Agora, a proposta volta como projeto de lei. Governistas apostam no poder conciliador de Temer para aprovar o plano, que prevê aumento na alíquota paga sobre o faturamento bruto das empresas a partir de junho, de 2% para 4,5% e de 1% para 2%, dependendo do setor.

O aumento na taxação (PIS e Cofins) sobre importações também passará pelo crivo da Câmara nesta semana, por meio da MP 668/15. Caso a proposta seja aprovada sem alterações, o consumidor deve enfrentar alta nos preços de produtos estrangeiros, como itens de perfumaria, que teriam imposto incidente de 20% em vez dos 12,5% cobrados atualmente.

Com exceção do pagamento de serviços prestados no Brasil, os outros itens de importação seriam afetados pela nova alíquota. Segundo o governo, a elevação dos tributos renderia R$ 694 milhões na arrecadação federal deste ano.

Orçamento 2015

Na quinta-feira, o Palácio do Planalto terá outro momento de desgaste ao anunciar o tamanho do corte no orçamento da União como medida para sanear as contas públicas. A expectativa é de que o contingenciamento varie entre R$ 60 bilhões e R$ 80 bilhões, podendo atingir até os principais programas do governo, como o “Minha Casa, Minha Vida”.

José Guimarães diz esperar que a redução não afete áreas básicas da gestão petista, como a social, a educação, a saúde e o Projeto de Aceleração do Crescimento (PAC). Neste ano, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) já sofreu baixa com os cortes no orçamento federal.

CGU lança índice que mede transparência de Estados e Municípios. Ceará e São Paulo em alta

Em comemoração aos três anos de vigência da Lei de Acesso à Informação – dia 16 de maio, a Controladoria-Geral da União (CGU) lançou, na manhã desta sexta-feira (15), em Brasília, o índice que mede a transparência pública em estados e municípios brasileiros. É a Escala Brasil Transparente (EBT), metodologia criada pela Controladoria para avaliar o grau de cumprimento às normas de Lei de Acesso (Lei 12.527/2011).

No Ceará, o Poder Executivo de 16 cidades (9% do total de municípios) passou pela avaliação de transparência. Fortaleza teve nota 8,61, mas catorze cidades tiveram nota zero. A nota do Estado (resultado da avaliação do índice de transparência do Poder Executivo estadual, sem influência do resultado dos municípios) foi dez. O Ceará está ao lado de São Paulo, nas duas primeiras posições do ranking nacional.

No total, foram analisados 492 municípios com até 50 mil habitantes, incluindo todas capitais, além dos 26 estados e do Distrito Federal. Todos os entes avaliados receberam uma nota de 0 a 10 pontos, calculada pela soma de dois critérios: regulamentação da Lei de Acesso (25%) e efetiva existência e atuação do Serviço de Informação ao Cidadão (75%). A ideia da metodologia é refletir sobre o cenário de transparência em todo o Brasil.

A criação de uma nota gerou um ranking dos entes avaliados. Segundo a escala, os estados do Ceará e de São Paulo são os mais transparentes do país, ambos com nota máxima. Eles são seguidos do Paraná, de Sergipe, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, com notas 9,72; 9,31; 9,17 e 9,17, respectivamente. Em contrapartida, Amapá e Rio Grande do Norte figuram no final da lista com notas zero.

Em âmbito municipal, Apiúna (SC) e São Paulo (SP) receberam nota dez. Contudo, 63% dos municípios avaliados tiraram nota zero e cerca de 23%, entre um e dois. Apenas sete municípios, tiraram notas entre nove e dez (1,4%), sendo cinco da região sul. No caso das capitais, os três mais transparentes foram São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Brasília (DF), com notas 10; 9,31; e 8,89, respectivamente. Macapá (PA), Porto Velho (RO) e São Luís (MA) não pontuaram.

(CGU)

O Caso Lewdinho e o Papel da Imprensa

130 1

Com o título “( I) Responsabilidade Jornalística: O Caso Lewdinho – O Erro se repete”, eis artigo do advogado Felipe Cortez. Ele aborda o caso do subtenente, que foi acusado de matar o filho, tentar mata a esposa e se matar. O caso ocupou várias manchetes e chegou a um desfecho que merece, segundo o articulista, reflexões também por parte da mídia. Confira:  

Aos caros leitores, com menos de 30 (trinta) anos de idade não devem lembrar-se de um famoso caso noticiado pela imprensa em março de 1994, onde uma escola localizada em São Paulo foi acusada de ser um local de práticas do crime de pedofilia.

Em resumo, o caso acima transcorreu devido à irresponsabilidade da imprensa e ao trabalho desidioso de um delegado de polícia, que em referência a provas parcas apontou como os culpados os direitos da escola. O ESTRAGO JÁ ESTAVA FEITO! Empós a imprensa noticiar aos quatro pontos cardeais do mundo, que realmente naquele ambiente educacional acontecera prática de pedofilia, o velho ditado popular já estava instalado: “ A PRIMEIRA IMPRESSÃO É A QUE FICA!”.

Acontece que depois que o Delegado de polícia foi substituído, a polícia de São Paulo chegou a conclusão que a suposta conduta ilícita apontada aos diretores da escoa foi um GRANDE ERRO, que devido à interpretação equivocadas por partes dos pais e que por meio da divulgação irresponsável de alguns comunicadores da imprensa, o caso tomou proporções de alcance mundial e irreparáveis aos donos da escola acusados injustamente, diga-se de passagem.

Bem qual foi o resultado de toda essa IRRESPONSABILIDADE? Os diretores da escola, a partir daquele momento injusto, onde sequer puderam exercer o seu direito constitucional da ampla defesa e do contraditório, tiveram um fim de vida indesejável para qualquer pessoa que seja. O marido morreu de infarto e sua esposa de câncer. A vida dele tornou-se um inferno, foram obrigados a mudar de cidade, mas nem assim a pecha injusta de “pedófilos” foram apagadas de suas memórias.

Bem, por que trago esse caso para nossas cercanias? Respondo: CASO LEWDINHO. Por força do destino, talvez por razões do plano superior, o caso Lewdinho não tornou-se uma “ ESCOLA DE BASE DE SÃO PAULO” aqui em nossa cidade. Caso o Pai do Lewdinho, o subtenente do Exército brasileiro Francilwedo Bezerra, viesse à óbito, bingo: CRIME PERFEITO! Mas não, o destino opera de maneira desconhecida e inesperada. E assim, foi! Com a saída do estado de coma do pai do Lewdinho, toda a verdade veio à tona.

Mas venha cá, e se isso não tivesse acontecido? Creio que também, a verdade seria colocada para todos, pois graças ao trabalho hercúleo do Delegado Wilder Brito e da perícia forense do Ceará o caso também seria desvendado.

Mas o mote desse singelo artigo é chamar a atenção para àqueles que são formadores de opinião. Certa vez, assistindo uma reportagem sobre o papel do JORNALISTA como formador de opinião e divulgador de uma notícia, ouvi a seguinte: “ SEJA O PRIMEIRO A DAR A NOTÍCIA, MAS DÊ A NOTÍCIA CERTA! ”.

O CASO LEWDINHO teve uma “GRANDE AJUDA NEGATIVA” devido à reportagens de alguns programas de televisão local. O que ouvi-se era o seguinte chamado: “ SUBTENENTE MATA O FILHO, ENVENA A ESPOSA E SE MATA”, e por aí vão as outras chamadas de diversas reportagens. Ora, se a questão é chamar a atenção dos telespectadores com o fito de “bombar” o “ ibope”, conseguiram!

Todavia, com o viés negativo para o inocente acusado, agora vítima. E agora como fica a imagem desse pai que teve a honra e o nome manchados por àqueles que não foram fiéis ao bom princípio jornalístico que é APURAR TODA INFORMAÇÃO ANTES DA DIVULGAÇÃO?

Fica a lição para todos os profissionais que lidam diretamente e indiretamente com o destino das pessoas e daqueles que as cercam.

* Frederico Cortez

Advogado.

MEC baixa portaria com regras que altera isenção de taxa para aluno que faltar ao Enem

“Portaria do Ministério da Educação publicada hoje (15) no Diário Oficial da União determina que candidatos isentos de taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que não comparecerem nos dois dias de provas sem justificar a ausência, perderão o benefício para a próxima edição.

O anúncio da nova regra foi feito ontem (14) pela pasta. O objetivo, segundo o governo, é diminuir os índices de abstenção e, com isso, evitar o desperdício de dinheiro público. “As ausências injustificadas de candidatos inscritos no Enem importam, anualmente, em prejuízos vultosos ao Erário”, informou a portaria.

Na edição do Enem do ano passado, dos 8.721.946 alunos inscritos, 2.494.477 faltaram aos dois dias de prova. O número representa índice de abstenção de 28,6%. A maior parte dos faltosos é composta por estudantes isentos da taxa de inscrição.

O ministro da Educação, Renato Janine, destacou que quase 30% das provas do Enem são impressas e transportadas, com infraestrutura e segurança previstas, para alunos que não comparecem. A pasta ainda vai definir quais serão as justificativas aceitas para a ausência de alunos nas provas.”

(Agência Brasil)

Escritor espírita lança livro com personagens da Turma da Mônica

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=od8P8Kiuj_s[/youtube]

Em Fortaleza, o escritor Luis Hu, nome dos mais conhecidos no mundo literário espírita. Ele vem divulgar o lançamento do seu 10º livro – “Meu pequeno Evangelho”, em parceria com Ala Mitchell e com Maurício de Sousa, que ofereceu os personagens da “Turma da Mônica” para contar histórias e ensinamentos cristãos.

Luis Hu conversou com o Blog e deu detalhes desse seu novo trabalho, que será lançado em agosto próximo em todo o País.

* Mais sobre Luis Hu aqui.

Ativistas da Paz promovem encontro em Fortaleza

bassumagirão

Luís Bassuma ao lado do amigo, o empresário Luís Eduardo Girão.

“A 4ª Reunião Nacional do Movimento PAZ – Ativistas da Paz pela Vida será realizada neste sábado, das 8 às 20 horas, no Hotel Porto D’Aldeia Eco Resort, na praia da Sabiaguaba, em Fortaleza. Entre as lideranças nacionais do movimento, está o ex-deputado federal baiano Luiz Bassuma, que falará no encontro sobre a atual conjuntura política brasileira. Também confirmou presença o promotor de justiça da 27° Vara da Infância e Adolescência de Campo Grande (MS), Sérgio Harfouche, que fará palestra sobre “Conciliação para prevenir a violência e a evasão escolar”.

Um dos coordenadores do PAZ no Ceará, o engenheiro Fernando Lobo, informa que, no encontro, serão discutidas ações nacionais do movimento que se articula para ser registrado como partido político. Os participantes irão definir estratégias para a coleta das assinaturas e também vão tratar da organização interna. Na programação, está previsto ainda um debate sobre Legislação e Reforma Política, que irá embasar a posição do movimento sobre a questão.
Ele confirma a participação de representantes de vários estados brasileiros: Amazonas, Ceará, Paraíba, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Esta será a segunda vez que ocorre uma reunião nacional do PAZ em Fortaleza. Em 5 de maio de 2013, a proposta  de criação do partido, ocasião em que foi assinada a ata de fundação do PAZ. Outras reuniões nacionais aconteceram em Salvador e em Brasília.”
SERVIÇO
* Hotel Porto D’Aldeia Eco Resort – Avenida Manoel Mavignier, 6433 – Sabiaguaba, em Fortaleza.
(Agência da Boa Notícia)

UFCA inscreve graduados de outras instituições

A Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Federal do Cariri (UFCA) está recebendo inscrições de graduados e estudantes de outras instituições que queiram ingressar num dos seus 11 cursos de graduação. São oferecidas 77 vagas para os cursos de Agronomia, Administração, Administração Pública, Biblioteconomia, Design de Produto, Engenharia Civil, Engenharia de Materiais, Licenciatura e Bacharelado em Filosofia, Jornalismo, Medicina e Música.

Neste semestre, as inscrições estão sendo feitas exclusivamente pela internet, por meio da plataforma da UFCA, até terça-feira (19). No edital que regula o processo de seleção, são detalhados os cursos considerados afins em relação aos oferecidos pela UFCA, assim como a documentação necessária para cada modalidade de ingresso.

SERVIÇO

Pro-Reitoria de Ensino da UFCA – (88) 3572 7241.

proen@ufca.edu.br

Eu vou voltar? Desembargador aposentado quer retomar vaga no Tribunal de Justiça do Ceará

vou voltar

“Aposentado compulsoriamente desde fevereiro deste ano, o desembargador Rômulo Moreira de Deus tenta retomar na Justiça sua vaga no Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE). Nesta semana, ele entrou com ação em que busca ser enquadrado na chamada “PEC da Bengala”, emenda à Constituição que amplia de 70 para 75 anos a idade para a aposentadoria compulsória de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Caso seja deferida, a ação garantiria ampliação de seu mandato até fevereiro de 2020, quando ele completará 75 anos. Em seu processo, o desembargador pedia também liminar determinando seu retorno imediato ao cargo no pleno do TJ.

O POVO apurou, no entanto, que o pedido de liminar já foi indeferido pelo juíz da 11ª Vara da Fazenda Pública, Carlos Rogério Facundo. Em sua decisão, o juiz não enxergou risco de prejuízo iminente ao desembargador que justificasse sua volta imediata. O mérito do processo ainda aguarda julgamento.

O POVO procurou Rômulo para comentar o caso. Após diversas chamadas ao seu celular, um homem que não se identificou atendeu e disse apenas que o desembargador “não estava”. Em nova ligação, Rômulo chegou a atender, mas a chamada caiu logo após. Demais telefonemas não foram atendidos.

PEC da Bengala

Promulgada pelo Congresso em 7 deste mês, a chamada “PEC da Bengala” pode afetar também desembargadores de todo o País. A ampliação dos efeitos, no entanto, ainda não é consenso e tem questionamentos inclusive da Associação de Magistrados do Brasil (AMB).

No caso do TJ-CE, quinze desembargadores podem ser afetados pela nova regra. Dois deles, Clécio Aguiar e Francisco Sales Neto, completam 70 anos já em 2015. Cinco deles, que completariam esta idade em 2019, terão seus mandatos ampliados para até 2024.

Procurada pela reportagem, a assessoria do TJ afirma que o setor jurídico da Corte ainda não formulou análise sobre aplicação da PEC no Judiciário local. Em todo o País, diversos desembargadores que completarão 70 anos neste ano foram à Justiça pedir aplicação da medida em seus mandatos. O caso de Rômulo, de um desembargador já aposentado, ainda é incomum.”

(O POVO – Jornalista Carlos Mazza)