Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Dom Benedito Francisco ganhará homenagem por seus 30 anos de ordenação episcopal

530 2

timthumb

Fiéis de diferentes recantos da Diocese de Itapipoca vão se reunir, a partir das 19 horas do próximo dia 5, na Catedral Diocesana de Nossa Senhora das Mercês, para homenagear Dom Benedito Francisco de Albuquerque, bispo emérito de Itapipoca, pelos seus 30 anos de ordenação episcopal.

Foi na Catedral Diocesana onde Dom Aloísio Lorscheider, então arcebispo de Fortaleza, impôs as mãos sobre o Padre Benedito, ordenando-o bispo para o serviço diocesano.

Durante os 20 anos à frente da diocese, Dom Benedito muito fez pela região. Fundou o Instituto São Vicente de Paulo, abriu várias casas religiosas em diversas paróquias, fundou o ITEPI (Instituto Teológico e Pastoral de Itapipoca), o Centro Popular Profissionalizante, o Lar Sagrada Família, Casa de Nazaré, Casa de Recuperação dos Dependentes Químicos – “Volta Israel”, Comunidade de Vida Apostólica Shalom (Itapipoca) e o Centro de Defesa dos Direitos Humanos.

Dom Benedito também criou várias pastorais e movimentos, paróquias e áreas pastorais e, muito preocupado com a comunicação, adquiriu as Rádios Uirapuru e FM Educativa Esperança e criou a Pastoral da Comunicação em janeiro de 1998.

TJ/CE realiza prova de psicotécnico de candidatos a juiz na próxima segunda-feira

58 1

Cento e dezenove candidatos ao cargo de juiz do Tribunal de Justiça do Ceará farão, na próxima segunda-feira, das 8 às 18 horas, exames psicotécnicos na Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec). As avaliações serão feitas por profissionais da Perícia Médica do Ceará.

A Esmec também será a sede das provas orais do certame que acontecerão de 19 a 24 de maio. Nos dias 23, 24, 27 e 28 de abril os candidatos fizeram exames médicos na Perícia Médica do Estado.

A Comissão do Concurso é presidida pelo desembargador Francisco Glaydson Pontes. Estão sendo ofertadas 80 vagas para juiz, além da formação de cadastro reserva. O concurso vale por dois anos, prorrogável por igual período, e está sendo organizado pela Fundação Carlos Chagas.

Contas de luz precisam de 33% de reajuste para o rombo do setor

75 1

“Dois meses depois do aumento de até 40% nas contas de energia, o consumidor poderá se deparar com um novo “tarifaço” nos próximos meses. Levantamento feito pela consultoria PSR mostra que há um passivo existente no setor elétrico avaliado em torno de 64 bilhões de reais, fruto da crise de energia enfrentada pelo país, que ainda precisa ser quitado, segundo reportagem do jornal Valor Econômico publicada nesta quarta-feira.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ainda não definiu quem deve assumir esses gastos, podendo ser pago tanto pelo Tesouro como pelos consumidores por meio da conta de luz. Com o ajuste fiscal em curso, no entanto, a tendência é que o último grupo seja o responsável pela fatura. Se todos esses custos forem incorporados de uma só vez na tarifa, o reajuste será de 33%, calculou a consultoria. Essas despesas também podem ser repassadas em valores parcelados por anos.

A maior parte desse passivo está relacionada à aprovação da Medida Provisória 579/2012, que reduziu a conta de luz e renovou os contratos com as concessionárias. A consultoria calcula que 27,6 bilhões de reais se referem à indenização de ativos cobrados pelas empresas de transmissão e geração de energia. O restante das despesas se refere à insuficiência de recursos recolhidos no atual sistema de bandeira tarifária, à renegociação da dívida da Eletrobras com a Petrobras em relação ao gasto de combustível para geração de energia, e aos problemas causados pela crise de estiagem.”

(Veja Online)

Vem aí o VI Misericódia

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=6t3Gxy7OhT4[/youtube]

Eis Irmã Kelly Patrícia, uma das atrações do VI Misericórdia, que ocorrerá de 1º a 3 de maio, no Ginásio Paulo Sarasate. Organizado pelo Instituto Hesed, o momento será de adoração ao santíssimo com missas e apresentações musicais.

A programação do encontro de cura e libertação contará com a presença dos padres Anderson Guerra e Geilson. A expectativa é de 10 mil pessoas.

SERVIÇO

* A venda do ingresso único acontece nas livrarias Imaculadas – R$ 20,00.

Universidade de New Jersey quer parceria com UFC

Membros da universidade norte-americana The College of New Jersey (TCNJ) reuniram-se, nesta quarta-feira (29), com professores da UFC para começar a discutir formas de estreitar o intercâmbio de alunos e docentes entre as duas instituições. O encontro se deu no Gabinete do Reitor (Campus do Benfica). Pela UFC, participaram do encontro a Pró-Reitora de Extensão, Profª Márcia Machado, e a subcoordenadora de Intercâmbio Internacional da UFC, Claudiana de Almeida. Pelo The College of New Jersey, os pesquisadores Carole Kenner e Jon Stauff.

Atualmente, a TCNJ já recebe cerca de 80 alunos brasileiros por meio do Programa Ciência sem Fronteiras, muitos deles oriundos da UFC. “Tivemos uma experiência muito positiva com eles”, destacou o Prof. Stauff, para quem os alunos brasileiros têm “fome” de novas experiências. A universidade norte-americana demonstrou interesse em ampliar essa relação para outros programas, especialmente nas áreas de enfermagem, saúde pública e tecnologia.

Stauff relata que a universidade norte-americana sente necessidade, inclusive, de formar profissionais que falem português, sugerindo a possibilidade de que um primeiro aluno seja encaminhado já no segundo semestre deste ano. A necessidade vem da constatação de que há um crescimento no número de falantes da língua portuguesa na região de New Jersey – não apenas brasileiros.

Durante o encontro os representantes das duas universidades começaram a discutir os termos de memorandos de entendimento. Nos próximos dias, a TCNJ deve encaminhar à UFC documento informando suas necessidades iniciais para que as conversas avancem.

Após o encontro na Reitoria, os pesquisadores conheceram as atividades do Centro de Tecnologia da UFC, no Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra. E ainda na tarde desta quarta-feira (29), a comitiva visita as instalações do Departamento de Enfermagem da UFC, onde os pesquisadores ministram palestra de apresentação, em inglês (sem tradução simultânea), sobre a TCNJ, da qual podem participar professores de Enfermagem, Engenharia e Saúde Pública, além de estudantes de graduação e pós-graduação desses cursos.”

(Site da UFC)

 

Renan Calheiros – Dilma quer a terceirização?

renan calheiros

“O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), cobrou hoje (29) uma posição da presidenta Dilma Rousseff sobre a proposta que regulamenta a terceirização. “O que se quer neste momento é que a presidenta diga claramente o que é que ela pensa do projeto, da precarização, do direito do trabalhador. É isso que ela precisa dizer”, informou Renan que já se posicionou contrário à matéria classificada por ele como uma “pedalada” contra o trabalhador.

Apesar da cobrança de Renan, a presidenta já se manifestou esta semana sobre o tema . Segundo ela, o projeto não pode retirar direitos trabalhistas nem reduzir a arrecadação de impostos.

O texto já aprovado pelos deputados, chegou ontem (28) ao Senado. O ponto mais polêmico da proposta permite a contratação de mão de obra terceirizada para todas as atividades da empresa, inclusive para a atividade-fim.

O presidente do Senado defende que a proposta seja alterada na Casa. Cumprindo o que havia dito semana passada, que nada seria avaliado com pressa, despachou o texto para análise inicial de quatro comissões. Caso os senadores alterem o texto aprovado pela Câmara, os deputados terão de reanalisar o projeto.”

(Agência Brasil)

Bó, Cearáááááá´!!!!

carr

Nesta quarta-feira em que o meu Ceará vai decidir a Copa do Nordeste, na Arena Castelão, a partir das 22 horas, com o Bahia, estamos mais nervosos do que nunca.

Não, não é falta de confiança na equipe, mas esperando que o esquema de segurança funcione e que prevaleça só o clima de festa.

A propósito: finalmente, a imprensa esportiva sulista vem falando do certame. Nesta manhã, por exemplo, na Rede CBN/O POVO, o comentarista Juca Kfouri dizia que a “sensacional” Copa Nordeste deverá bater recorde de público e renda.

DETALHE – O POVO Online informa que os ingressos para esse jogão estão esgotados.

Ministro da Previdência é contra projeto das terceirizações

“O ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, disse que o projeto que regulamenta a terceirização nas empresas fragiliza as relações de trabalho. “Ele expõe muito o trabalhador e desmonta um processo que existe entre o empregado e o empregador, via representação sindical. E isso fragiliza, desestrutura toda a cadeia e, por isso, sou conceitualmente contra [o projeto]”.

Segundo Gabas, o governo não tem uma posição centralizada e várias pessoas deram opinião sobre o assunto, “inclusive a presidenta [Dilma Rousseff], que manifestou preocupação com a forma com que o texto foi votado na Câmara, que traz um risco ao trabalhador”.

O ministro falou sobre a sobre as mudanças nos seguro previdenciário que, segundo ele, não tem relação direta com o ajuste fiscal do governo federal. “As mudanças foram propostas pela oportunidade da discussão. É claro que, no tempo, elas trarão economia de recursos, mas o objetivo é racionalizar o processo de concessão, torná-lo mais eficiente, protegendo o fundo que é a fonte de recursos para pagamento de benefícios”, disse.

Para ele, é necessário adequar as regras da Previdência à realidade social. “Nós não defendemos uma ampla reforma, mas temos a convicção de que a sociedade é dinâmica e as regras têm que ser dinâmicas também. Têm que acompanhar a nova realidade da sociedade. Foram estabelecidas há mais de 50 anos, então precisam ser atualizadas para garantir, inclusive, a sua sustentabilidade”.

Segundo ele, apesar de o ajuste fiscal não ser o aspecto central das mudanças, a previsão inicial é uma economia de R$ 18 bilhões só em 2015.”

(Agência Brasil)

Operação Lava Jato – Executivos investigados deixam a prisão

107 1

“Depois de cinco meses presos, nove executivos de empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato deixaram hoje (29) a prisão em Curitiba. Eles foram beneficiados ontem (28) pela decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que concedeu liberdade aos investigados. Por maioria de votos, os ministros entenderam que a prisão preventiva não pode ser aplicada como sentença antecipada, mesmo diante da gravidade dos crimes praticados.

Com a decisão do Supremo, foram soltos os executivos da OAS José Ricardo Nogueira Breghirolli, Agenor Franklin, Mateus Coutinho e José Aldemário Filho, além de Sérgio Mendes (Mendes Júnior), Gerson Almada (Engevix), Erton Medeiros (Galvão Engenharia), João Ricardo Auler (Camargo Corrêa) e Ricardo Pessoa (UTC). Os executivos estavam presos na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba e no Complexo Médico-Penal do Paraná, em Pinhais (PR), região metropolitana da capital paranaense.

Antes da liberação, os investigados foram levados para audiência com o juiz Sérgio Moro, onde assinaram termo de compromisso para cumprir as medidas cautelares determinadas pelo Supremo e colocarem as tornozeleiras eletrônicas.

Em troca da liberdade, os investigados cumprirão prisão domiciliar, serão monitorados por tornozeleira eletrônica, não poderão ter contato com outros investigados e deverão comparecer à Justiça a cada 15 dias. Todos estão proibidos de deixar o país e deverão entregar o passaporte. Os executivos foram presos em novembro do ano passado, por determinação de Sérgio Moro, com base em acusações colhidas em depoimentos de delação premiada do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa .”

(Agência Brasil)

Ministério dos Transportes vira casa onde falta pão

safe_image

“O ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, reconheceu hoje (29) que a pasta sofre com a falta de recursos e por isso teve de interromper obras que ainda estão sem previsão de recomeçar. Convidado a falar sobre os investimentos da pasta, na Comissão de Infraestrutura do Senado, o ministro disse que a grande preocupação hoje é ter recursos para manutenção de rodovias.

“O problema mais sério que eu tenho é a [BR-] 153 (Tocantins-Goiás). O que aconteceu? A Galvão [Engenharia], a concessionária, já aportou R$ 200 milhões e aguarda um financiamento de R$ 400 milhões do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social], que estava programado. Não preciso dizer a todos aqui que ela está envolvida na Operação Lava Jato, tendo sido cortado o referido financiamento”, disse o ministro. Segundo ele, amanhã (30) haverá uma reunião no BNDES para tratar do assunto.

Ao saber que haverá um jantar do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, hoje com parlamentares, Antônio Carlos Rodrigues pediu que o senador Blairo Maggi (PR-MT) , um dos que participarão do encontro, “peça ao ministro socorro para os transportes”.

Rodrigues destacou o impacto negativo do envolvimento de empreiteiras na Operação Lava Jato e do ajuste fiscal no setor. “Não há cortina de fumaça. Eu não posso esconder o que está acontecendo no ministério. Tudo que aconteceu e que está acontecendo no Brasil afetou muito o meu setor de transporte. Por quê? As grandes empresas estão na Lava Jato”. Perguntado por vários senadores sobre a paralisação de obras, o ministro disse que hoje não tem condições de fazer nenhuma previsão.”

(Agência Brasil)

Uece monitora qualidade do ar em sete praças de Fortaleza

monitoraa

Os laboratórios de Biofísica da Respiração (LBR) e de Conversão Energética e Emissões Atmosféricas (LACEEMA), do Mestrado Acadêmico em Ciências Físicas Aplicadas (MACFA), da Universidade Estadual do Ceará (UECE), iniciaram o monitoramento da qualidade do ar de sete praças desportivas de Fortaleza. Avaliar a qualidade do ar de praças durante os horários de uso intenso de seus equipamentos e também nas horas de tráfego pesado de veículos é o objetivo do projeto.

O monitoramento é realizado em dois momentos durante três dias da semana por praça: terça, quarta e quinta feiras, no período da manhã, a partir das 7 horas, e no fim de tarde, até às 18h45min. A coleta de mostras será feita em praças espalhadas por diferentes áreas de Fortaleza: São Gerardo, Beira-Mar, Cidade 2000, Jóquei Clube, Aldeota. Esta semana, é na Praça Luíza Távora, no bairro Dionísio Torres, e na próxima, no Passaré.

Coordenado pela professora Mona Lisa Oliveira, do Mestrado em Ciências Físicas Aplicadas da Uece, o projeto de monitoramento da qualidade do ar de praças desportivas é a primeira fase de uma ação conjunta do Grupo de Pesquisa em Energia, Transporte e Poluição Atmosférica, composto por professores da Uece, UFC e IFCE.

Praças monitoradas

Praça Luiza Távora – Aldeota
Praça Farias Brito – Passaré
Calçadão Crasa – próximo à Avenida Bezerra de Menezes
Praça dos Stressados – Beira Mar
Praça das Flores – Avenida Padre Antônio Tomás
Praça da Maçonaria – Cidade 2000
Jockey Clube

(Site da Uece)

CNI – Produção industrial registra queda

“A produção industrial continua em queda. O indicador que mede a evolução da produção ficou em 48,2 pontos em março deste , de acordo com a Sondagem Industrial, pesquisa divulgada mensalmente pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Pela metodologia do estudo, pontuação abaixo de 50 indica recuo. Mesmo em declínio, o ritmo da produção melhorou em relação a fevereiro, quando o índice estava em 40,1 pontos. Mas caiu em relação a março de 2014, quando estava em 48,8 pontos.

O emprego na indústria também segue recuando. Em março, o indicador que mede a evolução do número de empregados ficou em 43,6 pontos. Em fevereiro deste ano, ficou em 44,7 pontos e, em março do ano passado, atingiu 48,6 pontos. A utilização da capacidade instalada atingiu 67% no mês passado. O indicador teve melhora em relação aos 66% de fevereiro, mas piorou em comparação ao nível de 71% de março do ano passado. Segundo a CNI, a utilização foi a pior para março desde o início da série histórica, em 2011.

Houve, ainda, aumento dos estoques indesejados. O índice que mostra a evolução dos estoques efetivos em relação aos planejados pelos empresários registrou 52,1 pontos, crescendo em relação aos 51,8 pontos de fevereiro deste ano e aos 49,9 pontos de março do ano passado.

Com relação ao indicador que mostra a situação financeira do setor, o resultado de 40,5 pontos para o primeiro trimestre de 2015 mostra deterioração em comparação aos 46 pontos do quarto trimestre do ano passado. Na comparação com o primeiro trimestre de 2014, que registrou 47,2 pontos, também houve piora. De acordo com a CNI, o indicador de situação financeira é o pior desde o início da série, em 2007.”

(Agência Brasil)

Ministro da Fazenda diz que desequilíbrio fiscal é “igual a castelo de na praia”

“O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, fez apelo aos parlamentares, hoje, em audiência na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, para que concluam as votações das reformas enviadas ao Congresso Nacional a fim de que a economia volte a crescer. Segundo ele, o desequilíbrio nas contas públicas “é igual fazer um castelo na praia: se houver uma onda, vem e destrói tudo”. O ajuste econômico e fiscal não irá atrapalhar o crescimento da economia do Brasil, acrescentou Levy. Ele disse que as medidas adotadas orientarão a economia para um rumo melhor.

“Precisamos estimular a confiança. [Sem o ajuste], os investidores se sentem inseguros. Com a perspectiva de descontrole fiscal as pessoas se retraem. A gente viu isso no início do ano. As receitas caíram . O PIB não vai cair pelo ajuste fiscal. Precisamos concluir as reformas”, defendeu.

Levy lembrou que a adoção de uma polícia anticíclica, que previne quedas na atividade econômica, não pode ser permanente. “A música mudou”, disse. Como exemplos de mudanças que levaram o governo a alterar a política anticíclica, ele citou as alterações econômicas que ocorrem no resto do mundo, que estimulam a saída de capitais do Brasil e derrubam o preço dos produtos básicos, vendidos no exterior. Se o governo não mudasse, acrescentou, o Brasil correria o risco de passar por “situação muito grave”.

“As políticas para proteger a renda, por exemplo, iriam se deteriorar. Era necessário mudar do estímulo da demanda para estimular da oferta”, disse Levy. Segundo ele, a situação chegou ao ponto de produzir “saída de capital”, simultaneamente à queda de preços de matérias-primas.

“Mas – acrescentou – o Brasil pela primeira vez estava preparado para a crise com US$ 250 bilhões de reservas internacionais. O Brasil tinha ferramentas para enfrentar a crise. Agora, precisamos enfrentar a nova realidade e fortalecer a receita, pois os gastos não caíram. Precisam estar atentos e garantir o equilíbrio fiscal, sem o que [não haverá] crescimento”.

(Agência Brasil)

Empregada anunciada como “pior funcionária do mês” ganhará indenização

90 1

“Um dia, ao chegar na loja em que trabalhava, uma vendedora encontrou um cartaz com a sua foto pregado na parede. Na peça, ela era classificada como a pior funcionária do mês. Agora, receberá R$ 3 mil de indenização por danos morais, de acordo com decisão mantida pela 6ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho.

A autora do processo recorreu ao TST com o objetivo de restabelecer a sentença de primeiro grau, que havia fixado o valor em R$ 10 mil, mas o ministro Aloysio Corrêa da Veiga, relator do processo, manteve o valor decidido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, por considerar que quantia estava dentro do poder de decisão do magistrado e dos limites da razoabilidade.

Em sua defesa, a empresa alegou que o cartaz teria sido uma brincadeira dos empregados da loja, cujo teor era desconhecido pela gerente. A companhia alegou que a gerente e os proprietários são chineses e não têm o domínio da língua portuguesa.

De acordo com o TRT, no entanto, ficou comprovado que o cartaz permaneceu fixado na parede “por um longo período” com a foto da autora do processo e a frase: “Funcionários destaque em ‘piores’ do mês de outubro”. Também foi esclarecido que a “brincadeira” não teve consentimento da empregada, que estava ausente quando o cartaz foi colocado, e que ela pediu a sua retirada à gerente.

Para o tribunal, independentemente do fato de o cartaz ter se originado de uma brincadeira dos empregados, não há como eximir a empresa da responsabilidade pelos constrangimentos sofridos pela trabalhadora. “O empregador tem o dever de zelar pela harmonia do meio ambiente do trabalho”, destacou a decisão.

Não seria aceitável também o desconhecimento da gerente do que estava escrito no cartaz. Isso porque a própria testemunha da empresa confirmou no processo que ela sabia do conteúdo do cartaz elegendo os melhores funcionários, “não sendo razoável que não tivesse a curiosidade de procurar saber o significado do outro cartaz”. O TRT ressaltou que o empresário, “independente de sua nacionalidade, ao assumir um empreendimento, tem que obedecer às normas legais do país no qual se estabeleceu”.

(Site do TST)

Carlos Lupi diz que “PT roubou demais” e tenta se explicar com Rui Falcão

78 1

lupi rio

Depois do excesso de “sincericídio” ao dizer que o “PT roubou demais”, Carlos Lupi teve uma conversa telefônica com Rui Falcão para esclarecer alguns pontos da sua fala em uma reunião do PDT.

Lupi já perguntou para as oito pessoas que estavam na reunião quem fez a gravação publicada pelo jornal Estado de S. Paulo no último domingo. Todas negaram – ou seja, alguém está mentindo.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Loterias da Caixa sofrerão reajuste de preço. Será também por causa do ajuste fiscal?

“O governo federal reajustou hoje (29) os preços das loterias da Caixa Econômica Federal e, a partir de 24 de maio, a aposta unitária, de seis números, da mega-sena passará de R$ 2,5 para R$ 3,5. Em consequência, os preços das apostas combinadas, de sete a 15 números vão subir e custarão de R$ 24,5 a R$ 17.517,5. A portaria da Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda com os valores reajustados foi publicada no Diário Oficial da União.

A partir de 23 de maio, o preço da aposta de 15 números da Lotofácil também será reajustada e passará a R$ 2. E para apostas combinadas de 16 a 18 números serão cobrados de R$ 32 a R$ 1.632. Os valores das premiações fixas da Lotafácil também mudarão. As apostas vencedoras com 11, 12 e 13 números passarão a ser, respectivamente, R$ 4, R$ 8 e R$ 20.

Os preços das apostas da Quina e da Dupla-sena também subirão. No primeiro caso, a partir de 24 de maio as apostas de cinco, seis e sete números passam a ser, respectivamente, de R$ 1,5, R$ 7,5 e R$ 20. A Dupla-sena será reajustada, para R$ 2 o jogo simples de seis números e de R$ 14 a R$ 10.010, as apostas de sete a 15 números.

O caso da loteria esportiva Loteca, a posta simples custará R$ 1 e, em consequência, os preços das apostas múltiplas, envolvendo prognósticos duplos ou triplos, passarão a custar de R$ 2 a R$ 729. O reajuste da Loteca será em 18 de maio.

Também nesta data, a loteria esportiva Lotogol custará R$ 1 para uma aposta, caracterizada por um conjunto de cinco placares finais de partidas de futebol indicados pelo apostador e R$ 2 para concorrer com 2 apostas iguais ou R$ 4 para concorrer com 4 apostas iguais, válidas para o mesmo concurso.

Ficam mantidos, entretanto, em R$ 1,5 o preço da aposta única, de 50 números, da Lotomania e em R$ 2 a aposta única da Timemania, de 10 números e indicação de um time do coração. A Caixa Econômica Federal deverá divulgar os novos preços e os números dos concursos que serão cobrados dos apostadores com, no mínimo, dez dias de antecedência das datas estabelecidas.

Contas do País registram superávit primário de R$ 1,4 bilhão em março

“Em março, o Governo Central – que reúne as contas Tesouro Nacional, da Previdência Social e do Banco Central – registrou superávit primário de R$ 1,463 bilhão. Em fevereiro, houve déficit de R$ 7,4 bilhões. O superávit primário é a economia pública para pagamento dos juros da dívida. Apesar de positivo, o resultado é 54,3% inferior ao superávit de março de 2014, que ficou em R$ 3,2 bilhões. No acumulado de janeiro a março, há superávit de R$ 4,485 bilhões, resultado 65,8% inferior ao saldo positivo de R$ 13,1 bilhões registrado para igual período de 2014.

As informações foram divulgadas hoje (29) pelo Tesouro Nacional. Amanhã (30), o Banco Central divulgará um resultado fiscal mais amplo, incluindo, além do Governo Central, as contas dos estados, municípios e empresas estatais.

Em março, houve crescimento das receitas do Governo Central, que aumentaram R$ 5,6 bilhões, ou 6,1% em relação a fevereiro, chegando a R$ 97,4 bilhões. Além disso, as transferências da União aos estados e municípios tiveram decréscimo de R$ 6,9 bilhões (31,8%).

Segundo o Tesouro, a queda decorreu da diminuição em R$ 4,4 bilhões (26,6%) nas transferências constitucionais, reflexo da arrecadação de tributos compartilhados como Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Ainda segundo o Tesouro, houve influência, ainda, da queda de R$ 1,8 bilhão, ou 66,4%, das transferências de royalties do petróleo. As despesas do Governo Central tiveram acréscimo de R$ 3,6 bilhões, ou 4,7%, no comparativo entre fevereiro e março de 2015.”

(Agência Brasil)

Câmara aprova projeto que acaba com exigência sobre produto transgênico com rótulo

“A Câmara dos Deputados aprovou o projeto que acaba com a exigência de afixar o símbolo de transgenia nos rótulos de produtos geneticamente modificados (OGM) destinados a consumo humano. O texto modifica a Lei 11.105/2005 que determinava a obrigação da informação em todos os produtos destinados a consumo humano que contenham ou sejam produzidos com OGM ou derivados, por exemplo, milho, soja, arroz, óleo de soja e fubá.

De acordo com o projeto, o aviso aos consumidores somente será obrigatório nas embalagens dos alimentos que apresentarem presença de organismos transgênicos “superior a 1% de sua composição final, detectada em análise especifica” e deverá constar nos “rótulos dos alimentos embalados na ausência do consumidor, bem como nos recipientes de alimentos vendidos a granel ou in natura diretamente ao consumidor”. Nesses casos, deverá constar no rótulo as seguintes expressões: “(nome do produto) transgênico” ou “contém (nome do ingrediente) transgênico.”

Assim como ocorreu com a aprovação do projeto de lei sobre a biodiversidade, o debate sobre o fim da exigência do rótulo colocou em oposição deputados da bancada ruralista e defensores do meio ambiente, que argumentaram que o projeto retira o direito do consumidor de saber o que está comprando.”

(Agência Brasil)

Economista Firmo de Castro diz que projeto da refinaria é uma história mal contada

274 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=yFHbzoPt6zw[/youtube]

A Confederação Nacional da Indústria está reunida em Brasília avaliando o cenário político-econômico do País e, principalmente, acompanhando a votação do pacote fiscal. O economista Firmo de Castro, ex-deputado federal e hoje integrado à equipe técnica da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), reforça o lobby junto ao Congresso.

Firmo de Castro, em conversa com o Blog, avaliou as perspectivas da economia e, no que diz respeito mais especificamente ao Ceará, lamentou “a história mal contada” chamada refinaria de petróleo. O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, descartou o projeto nos próximos cinco anos.

Sindiônibus ainda não fala em reajuste de tarifa

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=pBaj9I1mt1Q[/youtube]

Nada de perspectiva de aumento das passagens de ônibus por enquanto. Eis o que garantiu, nesta quarta-feira, o presidente do Sindiônibus, Dimas Barreira, embora reconheça que, no Congresso, há um projeto da presidente Dilma Roussef, no ajuste fiscal, querendo aumentar a contribuição previdenciária do setor de transporte.

Sobre a modernização do setor de transporte coletivo, Dimas Barreira garantiu que mais ônibus com ar-condicionado vão circular, até o fim deste ano, pelas vias de Fortaleza.