Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

BNB amplia financiamentos para a agricultura orgânica

“O Banco do Nordeste informa estar ampliando esforços no sentido de incrementar as aplicações nas linhas de financiamento agrícola da base agroecológica ou orgânica pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), por todas as linhas de crédito do Pronaf, especialmente a Pronaf Agroecologia. A decisão consta do plano de atuação da Instituição para 2016 e toma como base o Plano Brasil Agroecológico, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Governo Federal.

A produção em base agroecológica ou de transição é aquela que busca otimizar a integração entre capacidade produtiva, uso e conservação da biodiversidade e dos demais recursos naturais, equilíbrio ecológico, eficiência econômica e justiça social. A modalidade ainda tem por objetivo conciliar a geração de renda, preservação ambiental e valorização social do agricultor. Já produção orgânica se concentra na substituição de insumos químicos por aqueles de origem orgânica em uma produção voltada para mercados de nicho.

Os dois casos vão ao encontro da atuação do Pronaf, de promover o desenvolvimento sustentável dos agricultores familiares, propiciando-lhes o aumento da capacidade produtiva, a geração de empregos e a melhoria de renda. O apoio financeiro ao Programa é destinado às atividades agropecuárias e não agropecuárias exploradas com o emprego direto da força de trabalho da família produtora rural.

Os agricultores familiares estão sendo incentivados a investir na transição agroecológica – a passagem da maneira convencional de produzir com agrotóxicos e técnicas que agridem a natureza, para novas maneiras de fazer agricultura, com tecnologias de base ecológica. É uma busca para integrar a produção agrícola, o respeito e a conservação da natureza, sem esquecer de proporcionar uma melhor qualidade de vida aos consumidores e aos próprios produtores agrícolas.

A crescente preocupação do consumidor brasileiro em adquirir alimentos saudáveis resulta no aumento da demanda por produtos agroecológicos ou orgânicos. A comercialização de hortifrutigranjeiros, quando originados dos pequenos agricultores, geralmente é realizada de forma direta: nas propriedades rurais, com entregas em domicilio, através de associações ou cooperativas de agricultores (compras governamentais), ou ainda em feiras locais.

Esta última modalidade tem povoado as grandes cidades brasileiras de centros de distribuição pontuais. Em locais e dias pré-determinados, as feirinhas agroecológicas viraram ponto de encontro dos moradores de bairros tradicionais. Quem perguntar vai encontrar muitos agricultores “pronafianos” do outro lado da banca.

Condições

O agricultor precisa apresentar plano simplificado ou projeto para financiamento de produção de base agroecológica ou para transição agroecológica pelo Pronaf, onde não poderá conter fertilizantes sintéticos de alta solubilidade, agrotóxicos, reguladores de crescimento e aditivos sintéticos na alimentação animal e organismos geneticamente modificados. Ele ainda precisa ter plano simplificado ou projeto técnico elaborado por técnicos cadastrados no Sistema Informatizado de Assistência Técnica e Extensão Rural (Siater), do MDA.”

(Site do BNB)

Canção Nova oferece alternativas para foliões católicos

Cerca de 30 mil pessoas deverão passar pela Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), durante o feriado do Carnaval (5 a 9 deste mês). Nestes dias, acontecerá o acampamento “Vem Louvar”, com o tema: “Manifestemos nossa alegria ao Senhor” (Sl 95, 1). Há 19 anos, os foliões católicos se reúnem para celebrar a fé.

A programação começa nesta sexta-feira , às 16 horas, com missa presidida pelo padre Roger Luis, da comunidade Canção Nova. Durante o evento, haverá pregações com os missionários Dunga, Eliana Ribeiro e padre Adriano Zandoná. Além de grupos de oração e recitação do Terço Mariano.

O fundador da comunidade Canção Nova. monsenhor Jonas Abib, fará uma pregação no sábado, às 9h15min, com tema: Tema: “Manifestemos nossa alegria ao Senhor” (Sl 95,1). E no domingo, preside a missa às 16 horas.

Shows

Para garantir a animação, shows católicos, às 12h30min e à noite, a partir das 21 horas. Entre as atrações estão as bandas Kirius Reagge, Frutos de Medjugorje, Pegada Santa e Alto Louvor, a dupla DDD (Doidin de Deus), os cantores Cassiano, Diácono Nelsinho Corrêa e a Cantora Jake Trevisan, que evangeliza em ritmo de axé.

Na quarta-feira, os fiéis poderão receber a Cinza nas missas celebradas no Santuário do Pai das Misericórdias, dentro da Canção Nova, às 7h, 12h, 17h30 e 20h. Nas homilias, os sacerdotes farão referência à Campanha da Fraternidade Ecumênica, deste ano, com o tema: “Casa Comum, nossa responsabilidade”.

Vem Louvar Kids

Para as crianças de 6 a 12 anos, a Canção Nova preparou o “Vem Louvar Kids”, no Instituto Canção Nova (Rua Luiz Carlos Pinto Filho s/nº, Vila Cacarro). A festa é garantida no sábado, domingo e segunda, das 9 às 15 horas e na terça das 9 às 12 horas.

SERVIÇO

*Canção Nova (Centro de Evangelização) – Rua João Paulo II, s/nº – Alto da Bela Vista – Cachoeira Paulista/SP

*Entrada: Gratuita

* Mais informações: Assessoria de Imprensa Canção Nova – assessoria.cancaonova.com

(12) 3186-2086 / (12) 7898-1597 / ID: 139*1435.

Tiririca faz piada com Congresso lotado

517 1

tiririca

“Sempre que chega ao Congresso, Tiririca (PR/SP), um dos poucos deputados que comparecem a 100% das sessões, gosta de soltar uma piada.

Na terça-feira, ao sair do plenário lotado para assistir ao discurso de Dilma Rousseff e ir para o cafezinho da Câmara, brincou com alguns colegas:

“Hoje a Casa está lotada. Está aparecendo até neguinho que nunca esteve aqui”.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Operação Lava Jato – Delcídio Amaral quer anular gravação que justificou sua prisão

delcidio

“A defesa do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso em novembro do ano passado, por envolvimento na Operação Lava Jato, pediu ao Supremo Tribunal Federal a anulação da gravação usada como prova para justificar a prisão do parlamentar. Na petição, os advogados alegam que o áudio não é válido, por ter sido gravado pelo filho do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, sem que Delcídio tivesse conhecimento.

“Fica evidente que a reunião marcada por Bernardo Cerveró buscava trazer o senador para uma armadilha, engendrada por ele. Cabe rememorar que a atuação típica de um agente infiltrado exige previa autorização judicial, não sendo possível que ela decorra de acordos entre o Ministério Público Federal e quem quer que seja”, argumenta a defesa.

A prisão foi embasada por uma gravação apresentada à Procuradoria-Geral da República por Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor. Segundo a procuradoria, o senador ofereceu R$ 50 mil por mês para a família de Cerveró e mais um plano de fuga para que o ex-diretor deixasse o país. Os fatos ocorreram em uma reunião na qual estivam presentes Bernardo, Edson Ribeiro, ex-advogado de Cerveró e Delcídio. O objetivo de Delcídio era evitar que o ex-diretor fizesse acordo de delação premiada, segundo os procuradores.

Além de Delcício do Amaral, continuam presos o chefe de gabinete do senador, Diogo Ferreira, e Edson Ribeiro. Todos cumprem prisão preventiva em Brasília.”

(Agência Brasil)

Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar 2016 já recebe inscrições a partir desta sexta-feira

A partir de sexta-feira, estarão abertas as inscrições para o Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar 2016 nos estados do Ceará, Piauí e Maranhão. As empresas de transporte de passageiros e de transportes de cargas podem fazer  a inscrição pelo site http://www.fetrans.org.br até o próximo dia 28.

A empresa deverá inscrever uma comissão formada por três colaboradores, denominada “Comissão de Colaboradores”. Essa comissão será responsável pela elaboração dos projetos socioambientais, ação inovadora, acompanhamento da inspeção veicular, práticas ambientais e entrega dos projetos.

Ceará poderá ganhar Instituto de Tecnologia de Energia Renovável

8e2f338a-c1b6-4a7b-bf4b-8fdadb8e98aa

Eronildo expõe para público de pesquisadores na Fiec.

O Ceará poderá abrigar um Instituto de Tecnologia de Energia Renovável. O secretário nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Eronildo Braga Bezerra, informou que o Estado reúne as condições necessárias para abrigar o Instituto. Eronildo Bezerra participou de uma oficina sobre “Certificação em Energias Renováveis”, promovida pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, na manhã desta quarta-feira, no auditório da Federação das Indústrias do Estado.

Já o secretário Inácio Arruda (Secitece), presente ao encontro, anunciou que o Governo do Estado trabalha para garantir a vinda desse empreendimento para o Ceará.

O INTER deve funcionar como um centro de testes e demonstrações em energia eólica no Brasil e realizará testes em protótipos, desenvolvendo tecnologia e pesquisa aplicada, favorecendo a transferência de conhecimento e fomentando a formação de especialistas no setor de energias renováveis.

De acordo com o estudo elaborado pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), estão previstos investimentos de R$ 404.591.577,00 milhões para instalação do INTER, incluindo as despesas com obras e construções; equipamentos; recursos humanos; administração, operação e manutenção.

(Foto – Secitece)

Humberto Costa emplaca a liderança do PT no Senado

“Mesmo depois de manifestar que não gostaria de permanecer à frente da liderança do PT no Senado, Humberto Costa (PE) foi reconduzido por unanimidade ao cargo nesta quarta-feira (3). A ideia de Costa era se dedicar às eleições municipais em Pernambuco, mas, diante da opinião dos colegas, ficará por mais um ano no cargo.

“Houve um entendimento de que, pelo momento de dificuldade e pelo fato de nos últimos dois anos, que também foram difíceis, nós termos conduzido a bancada, seria interessante que alguém com mais experiência pudesse fazer esse trabalho. Aí não pude me furtar de assumir essa responsabilidade”, justificou.

Humberto Costa admitiu que se a votação sobre a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) fosse hoje, não teria votos suficientes para aprová-la no Senado, mas, para ele, o PT é o menor problema nessa questão. “A bancada absorve razoavelmente bem. Outras bancadas [da base aliada] é que têm mais dificuldade, e eu hoje diria que não temos votos para aprovar a matéria”, afirmou.

O líder lembrou que não houve a regulamentação da repatriação de ativos, que pode trazer uma receita importante e, quem sabe, diminuir a necessidade da CPMF.”

(Agência Brasil)

Para quem vai passar o Carnaval no Rio, está informação é importante

“O policiamento durante o carnaval no Rio de Janeiro contará com 15,5 mil homens da Polícia Militar (PM) por dia de 6 a 9 de fevereiro. A PM divulgou hoje (3) o planejamento para atuar no Carnaval e destacou grandes eventos como o desfile do Cordão do Bola reta, no dia 6, que contará com policiamento extra de 300 agentes e 19 viaturas.

O Monobloco, que desfila no domingo depois do Carnaval, no centro da cidade, terá 140 agentes e também 19 viaturas.

O desfile das escolas de samba, na Marquês de Sapucaí, mobilizará 529 policiais, incluindo homens do Batalhão de Choque e do Batalhão de Polícia Montada. Neste ano, o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel vai auxiliar o policiamento na região, além de continuar a ser utilizado na Praia do Arpoador, na zona sul do Rio.

Para atender à demanda, a PM convocou todos os policiais de férias e alocará no policiamento ostensivo os que trabalham em serviços administrativos. A PM priorizou a convocação de policiais que não se enquadrariam no Regime Adicional de Serviço (RAS), que dá direito ao pagamento de horas-extras, hoje atrasadas em dois meses devido à crise financeira do Estado.”

(Agência Brasil)

Todos contra o mosquito

Com o título “Combater o vetor é a única saída”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. A luta contra o Aedes aegypti é uma prioridade de todos. Confira:

Em 1955, o Brasil declarou que o mosquito Aedes aegypti estava erradicado no País. Isso, após décadas de uma política continuada que havia sido planejada pelo sanitarista Oswaldo Cruz. A dengue já existia, mas a preocupação maior era por causa da febre amarela. Durou pouco. O Brasil desmontou as estruturas de combate ao mosquito e, no fim da década de 1960, o Aedes reapareceu. Hoje, está espalhado por todo o Brasil e, nas áreas urbanas, é o vetor de três doenças.

A introdução serve para mostrar como seguidos governos foram omissos no combate eficiente ao mosquito. Foram-se mais de quatro décadas de fracassos no combate ao vetor, que se tornou mais resistente, adquiriu novos hábitos e, além do vírus da dengue, passou a hospedar e transmitir os vírus chikungunya e zika, esta última com consequências graves ainda em estudo.

A negligência do setor público foi acompanhada pela incapacidade da comunidade científica de alertar para a dimensão que o problema poderia alcançar. Junte-se a isso uma população despreparada para lidar com suas responsabilidades mais básicas e o efeito é o que se vê hoje.

Após mais de 40 anos de derrotas para o mosquito, os poderes públicos começam a adotar medidas que o sanitarista Oswaldo Cruz já havia promovido há mais de 100 anos. No caso, por exemplo, determinar ações simples e fundamentais como a prevista na medida provisória que autoriza a entrada de agentes sanitários em imóveis abandonados.

O combate ao mosquito nunca foi eficiente, entre outros motivos, porque jamais os terrenos baldios e imóveis abandonados foram visitados pelos agentes públicos. Dessa forma, nada adiantava que as pessoas cuidassem de seus jardins e quintais se a área abandonada na vizinhança se mantivesse como uma imensa e profícua “maternidade” de mosquitos. Somente Fortaleza possui cerca de 2,5 mil imóveis nessa situação.

Numa visão muito otimista, uma vacina só estará pronta para uso no prazo entre cinco a dez anos. Não há outra saída de curto prazo que não seja o correto, eficiente e determinado combate ao mosquito transmissor das doenças. Portanto, todos os esforços, inclusive de propaganda, devem se dar nesse sentido.

Eunício – Presença de Dilma na abertura dos trabalhos do Congresso foi gesto de aproximação

135 1

foto eunício e dilma

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, avalia que o ano de 2016 será atribulado em razão das crises na economia e na política. Diante dessa perspectiva, ele observou, no entanto, que a presença da presidente Dilma Rousseff na abertura dos trabalhos do Congresso, foi um importante gesto de aproximação.

“A presidente faz um gesto de dizer para o Brasil e para o Congresso que deseja o diálogo, não apenas com a sua base, mas de reconciliação nacional. Diante da crise, só através do entendimento com a participação de todos é que teremos condição de virar essa página”, acentua Eunício Oliveira.

Ministério da Saúde confirma 404 casos de microcefalia

“O Ministério da Saúde confirma 404 casos de microcefalia e/ou outras alterações do sistema nervoso central, dos quais 17 estão relacionados ao vírus Zika. As informações estão em boletim divulgado nessa terça-feira (2) pela pasta, que descartou 709 casos. Ainda estão sendo investigados pelo ministério e pelas secretarias estaduais de Saúde 3.670 casos suspeitos de microcefalia em todo o país, o que representa 76,7% das notificações. O boletim refere-se aos casos registrados até 30 de janeiro.

A pasta divulga separadamente a investigação das notificações de óbito. No total, foram notificadas 76 mortes após o parto ou durante a gestação. Destas, 15 foram investigadas e confirmadas para microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central e cinco tiveram identificação do vírus Zika no tecido fetal. Há 56 casos ainda em investigação e cinco foram descartados.

Segundo o Ministério da Saúde, a microcefalia pode ter como causa diversos agentes infecciosos além do Zika, como a sífilis, a toxoplasmose, outros agentes infecciosos, a rubéola, o citomegalovírus e o herpes Viral. “Cabe esclarecer que o Ministério da Saúde está investigando todos os casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central, informados pelos estados e a possível relação com o vírus Zika e outras infecções congênitas”, diz em nota.

De acordo o boletim, os 404 casos confirmados desde o início das investigações, no dia 22 de outubro do ano passado, foram registrados em 156 municípios de nove estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. A Região Nordeste concentra 98% dos municípios com casos confirmados. Pernambuco concentra o maior número de municípios com casos confirmados (56), seguido dos estados do Rio Grande do Norte (31), da Paraíba (24), da Bahia (23), de Alagoas (10), do Piauí (6), do Ceará (3), do Rio de Janeiro (2) e do Rio Grande do Sul (1).

Os novos números demonstram aumento dos casos classificados como confirmados e descartados na última semana, se comparado aos das semanas anteriores. O crescimento dos casos investigados e classificados foi de 52%, com relação ao boletim do dia 23 de janeiro. De 732 na semana anterior, os casos passaram para 1.113.

Paralisação de aeronautas e aeroviários provoca atraso de 10 voos no aeroporto de Fortaleza

Dez voos sofrem atraso no Aeroporto Internacional Pinto Martins como consequência da paralisação que aeronautas e aeroviários fazem desde as 5 horas da madrugada desta quarta-feira. Essas categorias, engajadas a um protesto nacional, reivindicam principalmente 11% de reposição salarial retroativo a 1º de dezembro. O comandante Marcelo Bono, do Sindicato Nacional dos Aeronautas, lamentou a paralisação, que pode ser ampliada, dependendo do que vier de resposta das empresas aéreas.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=O7BsWPqmoS8[/youtube]

Também 11% é a reivindicação dos aeroviários que, na paralisação, acabam provocando grandes filas no check-in. O diretor do Sindicato Estadual dos Aeroviários, Antonio Holanda, garante que essa luta é conjunta e que a reivindicação não é aumento, mas reposição salarial. Ele lamenta que as empresas queiram fatiar proposta.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=etT3TbrNv58[/youtube]

Com a paralisação e atrasos de voos, há expectativas de que a normalidade ocorra só a partir das 7h30min, segundo previsão de alguns aeroviários. Passageiros ouvidos pelo Blog apoiaram o movimento dos aeronautas e aeroviários e outros não apoiaram como o caso da professora Hedirle Elisiário, que tem embarque para o Carnaval no Recife. Quem endossou essa luta foi a deputada estadual Laís Nunes (PMB), com viagem para audiências em Brasília. Ela se disse surpresa, ao lado do seu marido, o ex-deputado estadual Neto Nunes.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=waSJGZS0FMs[/youtube]

A Superintendência da Infraero acompanha a paralisação, que vai se estender até as 7 horas. O objetivo, segundo o superintendente estadual do órgão, Usiel Vieira, que está no aeroporto {a frente de equipes de apoio, é garantir os direitos dos passageiros e, em caso de atrasos prolongados, lanche ou outras refeições e direito de embarque.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Oa9br1l_-TU[/youtube]

Em nota, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) lamentou a greve. “O setor reconhece e respeita o direito de manifestação, mas lamenta o caminho escolhido em prejuízo dos passageiros. Em qualquer circunstância, as companhias aéreas estarão mobilizadas em prestar assistência aos clientes e a fazer todo o possível para minimizar os eventuais transtornos”.

DETALHE – Às 9 horas, haverá em 12 aeroportos do País, incluindo Fortaleza, assembleia geral para avaliação do movimento. Segundo lideranças de aeronautas e aeroviários, hora de decidir sobre novos passos do protesto, que, dependendo de respostas das empresas aéreas, pode ampliar o tempo de paralisações de voos.

Deputados imprimem cédulas de dólar com fotos de Dilma e Lula

dolla

“Lula não marcou presença, nesta terça-feira, no discurso de Dilma no Congresso só na forma do “Pixuleco”, trazido pelos deputados Jair Bolsonaro e Arnaldo Fraga.

O ex-presidente também estampa notas de dólar que foram impressas para serem jogadas na presidente quando ela deixasse a casa. Em quatro versões, as cédulas incluem também fotos de Dilma e exemplares de reais.

A presidente, contudo, conseguiu driblar o (novo) constrangimento: a turma estava do lado direito do plenário e ela saiu pelo esquerdo.”
(Coluna Radar, da Veja Online)

Nada de bloco da liseira: Bancos fecham na segunda e terça-feira de Carnaval

As agências bancárias estarão fechadas para atendimento ao público na segunda-feira, 8, e na terça-feira, 9, de Carnaval. Na Quarta-feira de Cinzas, dia 10, os bancos abrirão às 12h. A população pode usar os canais eletrônicos e correspondentes para o pagamento das contas, informou a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Os consumidores também podem agendar o pagamento das contas com código de barras nos caixas eletrônicos, no internet banking e pelo atendimento telefônico do banco. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos via Débito Direto Autorizado (DDA).

A Febraban lembra que as contas de consumo (água, energia, telefone etc) e carnês que tiverem os dias 8 ou 9 como data de vencimento poderão ser pagas no primeiro dia útil após o feriado (10), sem acréscimo. Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais.

(Agência Brasil)

Renan defende Banco Central independente

170 1

rennn

“O presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu hoje (2), em discurso na cerimônia de abertura do ano legislativo, que o Legislativo aprove matérias com mudanças relevantes para o país, como a independência do Banco Central e o fim da participação obrigatória da Petrobras com até 30% na exploração do pré-sal.

“Iremos pautar todas as propostas inovadoras em tramitação no Senado Federal. Entre elas, a instituição fiscal independente, a lei de responsabilidade das estatais e o fim da obrigatoriedade da Petrobras participar com 30% no pré-sal. Os temas são polêmicos, impõem debates, mas o Parlamento não pode se furtar”, disse o senador.

Sobre a independência do BC, ele afirmou que a instituição precisa estar livre de ingerências e focada na política monetária. “A independência formal do Banco Central é outro debate que não pode mais ser postergado. Mais do que um Banco Central, precisamos de um banco centrado, focado na política monetária, avesso a interferências, sejam quais forem essas interferências”, afirmou. “Entre os países que adotam o modelo de meta inflacionária, o Brasil é o único que não tem banco central formalmente independente.”

No discurso, Renan conclamou as autoridades e a sociedade a trabalhar para que o país supere a crise econômica, que tem provocado a perda de empregos e a queda do padrão de vida dos brasileiros. “Se 2015 foi o ano que não começou, nem terminou, conclamo o Parlamento brasileiro a redobrar seus esforços para que tenhamos em 2016 um ano com início, meio e fim”, disse Renan aos parlamentares. “Cabe aos atores políticos definir como agir numa crise sem precedentes. Não somos e não nos comportaremos numa síndrome de titanic, em busca de um iceberg a decretar um destino trágico”, completou.

Renan dedicou também trecho de sua fala para agradecer à presidenta Dilma Rousseff por levar pessoalmente a mensagem que há anos é lida por um representante, geralmente o ministro-chefe da Casa Civil. “Devemos agradecer a honrosa presença da presidenta da República nesta solenidade. É, sem dúvida, uma demonstração de quem busca o diálogo e procura soluções.”

Ele lembrou que o Parlamento ofereceu, no ano passado, uma proposta de agenda para o país, votando diversos projetos com o objetivo de ajudar na superação da crise. “Uma agenda aberta e coletiva. Outros setores também ofereceram agenda análoga, é uma manifestação, sem dúvida, de quem quer colaborar. A crítica nada mais é do que a vontade participar, de construir”, disse Renan.

Segundo Renan, para este ano, o foco continua na economia e em meios de evitar a perda de empregos no país, como o projeto que regulamenta a mão de obra terceirizada, que já foi votado na Câmara e está parado no Senado. A agenda federativa também ganhará relevância, disse ele, que ontem recebeu 25 governadores e amanhã tem reunião com prefeitos de todo o país. Nesta terça-feira, Renan disse que é preciso dar “máxima urgência para uma agenda nacional voltada para estados e municípios”.

Para Renan, essas e outras medidas devem ajudar a dar ao Brasil confiabilidade junto ao mercado, previsibilidade jurídica, transparência e demonstração de independência das instituições.”

(Agência Brasil)

Voos podem atrasar em Fortaleza. Aeroviários e aeronautas paralisarão por 2 horas nesta quarta-feira

“Os aeronautas e aeroviárias representados pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac), ligada à Central Única dos Trabalhadores (CUT) vão fazer uma paralisação das atividades entre as 6 h e as 8 horas desta quarta-feira, 3, em Fortaleza e outros 11 aeroportos do País. A expectativa é que cerca de 300 voos sejam afetados.

Além do Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins, a paralisação deve ocorrer nos aeroportos de Guarulhos e Congonhas, em São Paulo; Viracopos, em Campinas; Brasília; Santos Dumont e Galeão, no Rio de Janeiro; Porto Alegre, Recife, Florianópolis, Curitiba e Salvador. A adesão deverá ser de aeroviários (agentes de check-in, auxiliares de serviços gerais, mecânicos de aeronaves, agentes de bagagem, operadores de equipamentos) e aeronautas (pilotos, copilotos, comissários de voo, mecânicos e engenheiros de voo).
O Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea), que representa as companhias TAM, Gol, Azul e Avianca, orienta os passageiros que tiverem viagem marcada para amanhã a entrar em contato com a companhia aérea para checar o status do voo. Quem tem embarque previsto para o horário da paralisação pode procurar as empresas para verificar as condições de remarcação ou reembolso dos bilhetes. Mas quem optar em manter os voos previstos para o horário deve usar os canais eletrônicos (sites e aplicativos e totens de aeroportos) para antecipar o check-in e evitar transtornos no aeroporto.
As categorias decidiram pela paralisação após rejeitar em assembleias realizadas na última sexta-feira, 29, as propostas das empresas aéreas, que previam pagamentos parcelados por faixas salariais, não retroativos à data-base. As categorias reivindicam a aplicação do reajuste de 11% nos salários e benefícios retroativo à  data-base, que fará a recomposição das perdas inflacionárias nos salários.
O Snea informou que apresentou seis propostas aos trabalhadores, mas todas foram recusadas. A entidade argumenta que nos últimos dez anos as companhias aéreas promoveram o reajuste dos salários pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), com reajustes acima da inflação, além de ganhos nas cláusulas sociais. De acordo com o sindicato, nos últimos anos, a aviação comercial vem tendo prejuízos, e a última proposta apresentada, de reposição do INPC de forma parcelada, contempla o que é possível pelas companhias. O Snea diz que contiua aberto a negociações para evitar transtornos aos passageiros.
Após as paralisações, os sindicatos dos aeronautas farão assembleias, a partir das 9h30, para decidir pela continuidade do movimento grevista nesta quinta-feira, 4, ou pela suspensão temporária.”
(Agência Brasil)

CPMF é a melhor opção para o Pais, defende Dilma Rousseff

“A presidenta Dilma Rousseff defendeu hoje (2), no plenário do Congresso Nacional, a aprovação da proposta que recria a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Dilma pediu a aprovação da CPMF ao ler a mensagem com as prioridades do Executivo na abertura dos trabalhos legislativos deste ano. Nos momentos em que argumentou a favor da CPMF, que tramita no Congresso como proposta de emenda à Constituição, parte dos parlamentares vaiou a presidenta em protesto contra medida, enquanto outros, porém, a defenderam com aplausos.

Saiba Mais
Dilma defende no Congresso reforma da Previdência e meta fiscal flutuante
Segundo a presidenta, a medida é a “melhor opção disponível em curto prazo para equilibrar a receita fiscal”. Dilma ressaltou que a proposta será debatida “o quanto for necessário” e apelou aos congressistas para que esta e outras medidas sejam aprovadas, como a Desvinculação das Receitas da União (DRU).

“Em favor do Brasil, devemos estar cientes de que, para a estabilidade fiscal de curto prazo, é imprescindível o sucesso dessas medidas. A CPMF é a ponte necessária entre a urgência do curto prazo e a necessidade de estabilidade fiscal do médio prazo”, afirmou.

Enquanto lia a parte da mensagem sobre a recriação do tributo, Dilma foi interrompida por três vezes com manifestações dos parlamentares. Em alguns momentos, foi preciso acionar a sirene que pede silêncio no plenário.

“Sei que muitos têm dúvidas e até mesmo se opõem a essas medidas, em especial a CPMF, e têm argumentos. Mas peço que considerem a excepcionalidade do momento”, afirmou Dilma. Na semana passada, ao discursar na reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, a presidenta já havia mencionado a “excepcionalidade” do momento para pedir “encarecidamente” apoio ao imposto.’

(Agência Brasil)