Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

PIS começa a ser pago a partir do dia 15

“O abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) estará disponível a partir de 15 de setembro para os trabalhadores que nasceram em setembro e são correntistas da Caixa Econômica Federal.  Para os não correntistas, o pagamento será efetuado a partir dia 17 de setembro. O abono do PIS equivale ao valor de um salário mínimo. Para o calendário PIS 2015/2016, os saques poderão ser efetuados até 30 de junho de 2016.

O pagamento é efetuado por meio de crédito em conta, ou nos caixas eletrônicos e casas lotéricas, utilizando o Cartão Cidadão. O trabalhador também pode efetuar o saque em agência da Caixa, apresentando o número do PIS e um documento de identificação.

Para os nascidos em outubro, o pagamento será efetuado a partir dos dias 14 e 15 de outubro. Os servidores que têm direito ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), com inscrição de final 2, poderão sacar o benefício a partir de 17 de setembro.

Quem tem direito

Para receber o abono salarial, o trabalhador precisa se enquadrar em algumas regras. Ele deve ter pelo menos cinco anos de cadastro no PIS/PASEP, receber até dois salários mínimos (durante o ano passado) e ter trabalhado pelo menos 30 dias no ano passado (equivalente a um mês de carteira assinada).

SERVIÇO

*Para consultar o abono salarial pela internet, basta acessar, tendo em mãos o número do PIS/PASEP e a senha do Cartão Cidadão, aqui.

(Com o Portal Brasil)

José Pimentel quer mobilização para aprovar nova alteração do Simples Nacional

José-Pimentel-senador-PT-CE

“O líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT), participou na tarde desta quinta-feira (3/9), em Brasília, do V Seminário de Gestão Jurídica e Legal da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis (Fenacon). A mais nova atualização do Simples Nacional foi tema de palestra do senador que convidou a entidade a mobilizar-se para defender a aprovação da proposta no Senado Federal. O texto já foi aprovado na Câmara dos Deputados (PLP 25/2007) e chega ao Senado nos próximos dias.

“O Simples é uma lei viva. Exatamente por isso, estamos indo para a sétima atualização desse regime especial de tributação”, disse. Segundo Pimentel, o projeto cria duas novas faixas de enquadramento da microempresa, além de reduzir ainda mais a carga tributária para o setor. Pimentel afirmou que não tem dúvidas de que “o crescimento econômico depende também do fortalecimento das micro e pequenas empresas”.

Durante a palestra, Pimentel apresentou diversos dados para demonstrar o forte crescimento das micro e pequenas empresas nos últimos anos e seu impacto positivo sobre a economia brasileira. Segundo ele, desde a adoção da primeira versão da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, em 2007, o setor passou de 2,4 milhões de empresas para 10,2 milhões em agosto de 2015.

A geração de empregos no setor também foi destacada pelo parlamentar. Pimentel afirmou que as micro e pequenas empresas foram responsáveis pela geração de 769,5 mil novos empregos, em 2014. Enquanto isso, as médias e grandes empresas registraram redução de 362 mil postos de trabalho. E nos sete primeiros meses deste ano, enquanto as MPEs criaram 100,9 mil novos empregos, as grandes e médias empresas tiveram redução de 608 mil empregos.

O líder apontou também os resultados positivos da arrecadação de impostos do Simples Nacional. Segundo Pimentel, o sistema tributário do Simples registrou aumento de arrecadação desde 2007. Naquele ano, foram arrecadados R$ 8,3 bilhões e, em 2014, o valor chegou a R$ 61,9 bilhões.”

(Com Agências)

Operação Lava Jato – Supremo dá mais 15 dias para Eduardo Cunha apresentar sua defesa

“O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu hoje (3) mais 15 dias para o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), apresentar sua defesa. Há duas semanas, Cunha foi denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato.

Desde a semana passada, quando o deputado foi notificado sobre a apresentação da denúncia, os advogados têm 15 dias para enviar a manifestação, prazo que terminaria no dia 9 de setembro. Com a nova decisão, Cunha pode se manifestar até 24 de setembro.

De acordo com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Eduardo Cunha recebeu US$ 5 milhões para viabilizar, em 2006 e 2007, a contratação de dois navios-sonda pela Petrobras, junto ao Estaleiro Samsung Heavy Industries.

O negócio foi formalizado sem licitação e ocorreu com intermediação do empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, que está preso há nove meses em Curitiba, e do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró. Todos são investigados pela Operação Lava Jato.

O caso foi descoberto após depoimento de Júlio Camargo, que fez acordo de delação premiada. Conforme a denúncia, Camargo também participou do negócio e recebeu US$ 40,3 milhões da Samsung Heavy para concretizar a contratação.

A denúncia foi rebatida com “veemência” por Eduardo Cunha, que chamou de “ilações” os argumentos apresentados por Janot. Na época, o deputado se disse inocente e aliviado, “já que o assunto passava para o Poder Judiciário”.

Depois de receber a manifestação da defesa do deputado, o ministro Teori Zavascki vai elaborar seu voto e levá-lo a julgamento no plenário do STF. Se a maioria dos ministros entender que existem provas para abertura da ação penal, Cunha passará à condição de réu.”

(Agência Brasil)

Fortaleza recebe o Museu do Videogame

gameme

Que tal uma exposição na qual os visitantes podem conhecer e relembrar mais de 40 anos da evolução do mundo dos videogames?

Pois isso é possível com o Museu do Videogame Itinerante. A exposição é gratuita e estará pela primeira vez no Ceará, a partir de sábado e se estendendo até o dia 20 próximo, no Shopping RioMar. Vai funcionar das 10 às 21 horas, na Praça de Eventos 01, no Piso L1, próximo à Loja Le Biscuit. A realização é do Riomar, em parceria com a Ibyte, ZSoluções, Clube Turismo e Corpvs Segurança.

O Museu do Videogame reúne cerca de 250 consoles, com games que revivem os últimos 43 anos da história dos videogames e, na visita, o público contará com a orientação de instrutores profissionais. Todos os aparelhos possuem identificação de ano e informações básicas para um melhor entendimento do visitante.

Entre as atrações, torneios relâmpagos de jogos clássicos e concursos de Cosplay e Just Dance, entre outras.

Prefeito vai sancionar projeto que proíbe aplicativo Uber no Rio de Janeiro

“O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse hoje (3) que o projeto da Câmara dos Vereadores que bane o Uber e outros aplicativos de transporte particular do Rio de Janeiro só não vai ser sancionado se houver inconstitucionalidade ou irregularidade. “O nosso caminho é o da sanção. A não ser que tenha alguma irregularidade ou inconstitucionalidade”, afirmou o prefeito.

Nesta semana, a Uber divulgou uma carta em que pedia que o prefeito “dialogasse com a sociedade” antes de sancionar o projeto. Em resposta, Paes já havia afirmado que estava aberto ao diálogo.

Ontem, a empresa pediu a adesão de internautas à hashtag #vetaPaes e deu uma lista de endereços de emails para que a população peça ao prefeito que vete a medida.”

(Agência Brasil)

Cid Gomes vai ouvir parlamentares federais sobre mudança para o PDT

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=uVwMgjTUR0Q[/youtube]

Como vai a novela do ingresso do grupo dos Ferreira Gomes no PDT? O deputado federal Leônidas Cristino (Pros) informou, nesta quinta-feira, que a ida principalmente dos vereadores, interessados na mudança, depende da questão da janela aberta para filiações.

De acordo com Leônidas, será levado em conta nessa mudança uma segurança jurídica para filiações. Ele informou que o ex-governador Cid Gomes ouvirá, neste fim de semana, os deputados federais do Pros sobre transferência partidária.

Justiça manda reincorporar à Polícia Militar do Ceará o deputado federal Cabo Sabino

cabosabiii

Após dois anos e cinco meses de consumada a demissão do Cabo Sabino da PM do Ceará, neste 3 de Setembro de 2015, no processo de n° 0205706-81.2013.8.06.0001, ele consegue ser reincorporado. A decisão foi tomada pelo juiz Roberto Soares Bulcão Coutinho, titular da Auditoria Militar do Estado. Ele declarou nulo todo o procedimento Administrativo Disciplinar que culminou com a exclusão de Sabino da Corporação, determinando que o Estado do Ceará promova a sua reintegração à Polícia Militar na situação em que foi excluído. Com isso, ele retorna assim ao seu status quo.

Na decisão, o juiz condena o Estado ainda ao pagamento da renumeração correspondente ao período da exclusão da folha de pagamento até o efetivo retorno ao trabalho, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (Mil reais) por descumprimento dessa sentença.

O caso

O Cabo PM Flavio Alves Sabino, após mais de 20 anos de serviço ativo na Policia Militar do Ceará, era demitido da Corporação no dia 21 de maio de 2013. Isso devido sua participação em uma reunião informativa, na sede da antiga APROSPEC, no mesmo período em que ele e outros nove policiais militares foram demitidos pelo mesmo motivo.

Nesse período, ele serviu na 3° Cia do 6° BPM (Maracanaú), no extinto BPTran e nas antigas 4ª/5° (Salinas) e 5ª/5° (Centro), destacando-se na Associação de Cabos e Soldados Militares do Ceará, desde 2005, onde foi presidente da entidade no período de 2010 até maio de 2015. Defendendo a categoria, foi eleito para a Câmara em 2014, conquistando 120.485 votos.

Theatro José de Alencar com “Mostra Plínio Marcos – 80 Anos”

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=icLQJSUx05g[/youtube]

O Theatro José de Alencar oferecerá, neste fim de semana, mais uma edição da “Mostra Plínio Marcos – 80 Anos”. Quem está à frente desse projeto é o ator e diretor Edson Cândido.

A mostra congrega cinema, teatro e rodas de conversas como fazia Plínio Marcos, o diretor “maldito” que questionava o regime militar.

Edson Cândido conversou com o Blog sobre esse projeto.

Movimento Mulheres do Ceará com Dilma divulga manifesto

150 1

O Movimento Mulheres do Ceará com Dilma divulgou, nesta quinta-feira, manifesto repudiando a violência contra as mulheres nas redes sociais. Confira:

Mulheres do Ceará com Dilma

A crescente banalização da violência contra a mulher na sociedade tem facilitado a veiculação de conteúdos que propiciam cada vez mais o fortalecimento do machismo e da misoginia nas redes sociais. Por parecer uma área em que prevalece a impunidade, alguns usuários utilizam esse importante meio de comunicação para deturpá-lo e destilar ódio, incentivando o preconceito e a discriminação sexista. Frequentemente nos deparamos com imagens femininas sendo submetidas a exposições pornográficas, montagens desrespeitosas, injuria racial, homofobia, simulação e incentivo ao estupro e até ameaças de morte.

As mulheres brasileiras, ainda não refeitas da divulgação de um repugnante adesivo que simulava um estupro da presidenta Dilma Rousseff com uma bomba de gasolina, o qual denunciamos e que foi retirado de circulação, depararam-se no dia 25 de agosto de 2015 com um vídeo, postado no Youtube, no qual um advogado anuncia que, se a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, não renunciar ao cargo ou se suicidar, irá cortar sua cabeça (https://www.youtube.com/watch?v=voe9aMr0dbo).

Registram-se expressivas e recorrentes ameaças dirigidas à presidenta Dilma nas redes sociais. A figura de uma mulher independente comandando o Brasil, além dos padrões femininos aceitos pelo senso comum, parece encontrar um grande número de opositores.

O vídeo que pede a decapitação de Dilma Rousseff configura-se como a mais direta ameaça de morte feita à Presidenta da Republica do Brasil até os dias de hoje através dessa plataforma virtual. Esse ataque envolve múltiplas dimensões de violência – a política, a de gênero, a institucional, a física – e vai além de violações dos direitos da pessoa humana. Tanto o adesivo quanto os vídeos (este mesmo advogado já publicou outros vídeos ameaçando Dilma) pretendem desmoralizar a presidência da República – através da representante maior dessa instituição.

Nós, mulheres, nos sentindo atingidas em nossa integridade física e sexual, consideramos que os crimes de incitação à violência contra a mulher na Internet são extremamente perigosos, pois além de tratar de maneira degradante a imagem feminina, tornam possível uma grave expansão de atos criminosos que influenciam um enorme grupo de pessoas.

Desta forma, estamos denunciando esse tipo de violência contra a mulher na Polícia Federal e Ministério Público, para que as redes sociais não se transformem em equipamentos disseminadores da intolerância e do ódio. Exigimos que atitudes desrespeitosas contra as mulheres na Internet sejam devidamente punidas e combatidas.

Fortaleza, 03 de setembro de 2015.

VSM Comunicação ganha recertificação ISO 9001

andrree

Marcos André e a equipe da agência pioneira em comunicação corporativa no Estado.

A VSM Comunicação, sob controle do jornalista Marcos André Borges e pioneira em comunicação corporativa no Ceará, acaba de conquistar mais uma vez a recertificação ISO 9001. O certificado, obtido pela primeira vez em 2009, é a comprovação de que os serviços prestados pela empresa continuam seguindo o Sistema de Gestão da Qualidade.

A agência é a única no ramo de comunicação corporativa a receber uma certificação pelos seus serviços e, para alcançar a acreditação do Inmetro, a VSM Comunicação tem investido, segundo seu controlador, na capacitação de seus colaboradores e no gerenciamento e melhoria constante de suas práticas em assessoria de comunicação.

“Um dos grandes desafios enfrentados no meio corporativo hoje é mostrar para o cliente que a empresa que lhe fornece serviço tem qualidade”, diz Marcos André. 

(Foto – Divulgação)

Uso do farol baixo nas estradas será obrigatório

“O uso do farol baixo por veículos durante o dia, em rodovias, vai se tornar obrigatório. A norma, proposta pelo projeto de lei 5070/13, do deputado Rubens Bueno (PPS-PR), foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara.

Pela proposta, o descumprimento da norma será considerada infração média, com perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação e multa de cerca de R$ 85.
Como a proposta já foi aprovada por todas as comissões da Câmara e tramitava de forma conclusiva, ela agora deve seguir para revisão no Senado.

O uso do farol baixo durante o dia já é recomendado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). No entanto, segundo Bueno, praticamente nenhum motorista acata á recomendação. Usar o farol baixo durante o dia já é obrigatório em túneis.”

(Com Estadão)

Danilo confirma que vai para o PSB e diz que Roberto Pessoa pode ser o presidente de honra da sigla

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=JZ1CcIEHh24[/youtube]

O deputado federal Danilo Forte disse, nesta quina-feira, que vai entrar no PSB independente de ter ou não janela para filiações. Ele adiantou que quer trabalhar por um partido fora do eixo de oligarquias que dominam as legendas no Estado.

Danilo Forte afirmou que sairá do PMDB, mas deixando muitos amigos. Ele confirmou que vai para o PSB convidado para assumir o comando estadual.

Indagado sobre Roberto Pessoa, que ingresso no PSB há dois meses e assumiu a presidência da comissão provisória do partido, acatou a sugestão de que ele poderá virar presidente de honra do PSB cearense, título que detinha no seu antigo partido, o PR.

Parlamentares do PSOL, PDT, PSB e PT pedem a Rodrigo Janot o afastamento de Eduardo Cunha

EDUARDO CUNHA/ENTREVISTA

“Parlamentares do PSOL, PDT, PT e PSB entregaram, nesta quinta-feira, 3, ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedido para que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), seja afastado da função caso o Supremo Tribunal Federal (STF) aceite denúncia apresentada contrao deputado pela Procuradoria-Geral da República (PGR). A PGR denunciou Cunha por corrupção e lavagem de dinheiro.

No documento entregue a Janot, os congressistas afirmam que Cunha usou “requerimentos próprios da atividade típica de fiscalização dos atos do Poder Executivo, de que dispõem todos os parlamentares, para pressionar pelo reestabelecimento de vantagens indevidas”.

Segundo o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), o pedido foi fundamentado no entendimento de que também se aplica ao presidente da Câmara, por ser o terceiro na linha sucessória da Presidência da República, o afastamento do cargo previsto no Artigo 86 da Constituição Federal para o chefe do Executivo, em caso de recebimento de denúncia no STF.

“É uma representação mobilizada pelo dispositivo constitucional segundo o qual o presidente da República não pode ser réu em ação no Supremo Federal e, sendo necessário seu afastamento por pelo menos 180 dias até, neste prazo, ocorrer seu julgamento. Como o presidente da Câmara é o terceiro na linha sucessória, esse dispositivo se aplica a ele”, explicou Randolfe.

O senador disse que, caso o Supremo receba a denúncia contra Cunha e ele se torne réu no processo, o procurador-geral decide se acata o pedido de afastamento feito pelos parlamentares. Caso Janot peça o afastamento, caberá ao plenário do STF decidir se acata o pedido.

Para o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ), é preciso agir quando há denúncias de envolvimento de parlamentares em atos ilícitos. “Não podemos deixar que se naturalize investigação, indiciamento, denúncia e, por fim, ação penal contra representante da população, contra membro do Parlamento”, afirmou Alencar.

O documento foi entregue ao procurador pelos deputados Chico Alencar, Jean Wyllys (RJ), Ivan Valente (SP), os três do PSOL; Alessandro Molon (PT-RJ), Glauber Braga (PSB-RJ) e pelo senador Randolfe Rodrigues. O pedido tem também a assinatura do senador Lasier Martins (PDT-RS).

No dia 26 de agosto, Eduardo Cunha foi notificado pelo Supremo sobre a denúncia apresentada contra ele pela PGR por corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato. De acordo com o procurador-geral, Eduardo Cunha recebeu US$ 5 milhões para viabilizar a contratação de dois navios-sonda pela Petrobras, junto ao estaleiro Samsung Heavy Industries em 2006 e 2007.”

(Agência Brasil)

O faroeste americano é no Ceará

160 1

Com o título “O faroeste é nosso”, eis artigo do jornalista e professor universitário Luís-Sérgio Santos. Ele faz um paralelo do número de homicídios que aumentou nos EUA, onde arma é livre, com o quadro do Ceará, nesse campo, por exemplo, que ainda é de assustar. Confira: 

Uma destacada reportagem no mais influente jornal dos Estados Unidos, o The New York Times, destacou, na última segunda-feira, o aumento substancial do número de homicídios em algumas cidades americanas. O destaque é para Milwaukee , a mais populosa cidade do estado do Wisconsin que registrou 59 homicídios em 2015, mas, neste ano, até o dia 31 de agosto, data de publicação da reportagem, registrou 104 homicídios, um aumento de 76% no período agosto 2014-agosto 2015. Nova York, a icônica cidade da costa leste, sonho de consumo de parte substancial da população mundial, também está nas preocupações da reportagem, até porque o jornal é sediado alí e até dá nome a um dos pontos mais visitados, a Times Square. Também no mesmo período medido houve um aumento de 9% na quantidade de homicídios ali. Em 2014, a cidade de Nova York registrou 190 homicídios; agora, em 2015, já foram marcados 208 viventes vítimas de assassinatos. A cidade tem 8 milhões e meio de habitantes e uma enorme população flutuante.

Chicago, palco de muitos conflitos raciais e historicamente marcada pela violência, também teve um pico de homicídios. Foram 244 mortos em 2014 e, agora, em 2015, já chegam a 294 o números de pessoas assassinadas naquela cidade, berço político do presidente Barack Obama. O superintendente (eles tem esse cargo executivo) da polícia de Chicago diz esse aumento deve-se à abundante quantidade de armas de fogo — qualquer cidadão pode adquirir sua pistola de qualquer calibre, rifle e outros projéteis sem nenhuma restrição, como de resto em qualquer cidade americana — basta ir no balcão da loja, escolher, preencher uma formulário que será enviado à autoridade policial, pagar e levar sua ferramenta coma devida munição. Quem quer pode ter sua pistola ao alcance da mão, um direito constitucional. A reportagem integral, com um gráfico de barras, está no link <http://goo.gl/jT7awS> sob o título Assassinatos tem crescimento acentuado em muitas cidades dos EUA/ Murder Rates Rising Sharply in Many U.S. Cities. Há uma enorme surpresa com o aumento da quantidade de homicídios.

No Ceará, somente de janeiro a junho de 2015, foram registrados 1.735 “crimes violentos letais intencionais” como a burocracia prefere chamar os casos de assassinatos ou homicídios. E é porque vivemos em um Estado brasileiro desarmado esta, mais uma hipocrisia institucional nacional. O delinquente está armado até os dentes e o cidadão sofre enorme restrição para obter uma arma de fogo.

Como explicar a quantidade epidêmica de homicídios em uma sociedade desarmada? No caso americano as autoridades atribuem o aumento dos homicídios em alguma cidades como decorrência da posse de armas. E no caso brasileiro? O que explica esse aumento? A crise moral que vem da política e se entranha na sociedade? O aumento do consumo de drogas ilícitas? Dentre todas as drogas em uso, a mais letal em quantidade é uma droga lícita, o álcool sob todos os rótulos. O fato é que se posse de arma de fogo fosse indicador de homicídios a sociedade americana estaria em extinção. E, no entanto, seus números são de fazer inveja ao faroeste brasileiro, onde se mata a granel.

* Luís-Sérgio Santos,

df@fortalnet.com.br

Jornalista e Professor da UFC.

DETALHE – Confira os números dos homicídios em agosto último aqui.

Guto Benevides lança livro sobre a TV Ceará da Era Digital

GUTO BENEVIDES TVC

O jornalista Guto Benevides lançará nesta quinta-feira, às 18 horas, no Ideal Clube, o livro “O Desafio da TVC – do Caos Analógico ao Pioneirismo Digital.”

A publicação  conta um pouco da gestão de Guto à frente da TV Ceará, do Governo do Estado, e articulações para torná-la uma emissora digital, a partir de 2009.

O lançamento contará com pocket show de Ednardo e do guitarrista Mimi Rocha.

SERVIÇO

Ideal Clube – Avenida Monsenhor Tabosa, 1381 – Meireles

Preço do livro – R$ 50,00.

E por falar em… forró

178 3

Com o título “Precisamos falar de forró”, eis artigo do jornalista Henrique Araújo. Ele fala de forró, de preconceito e de conceitos. Confira:

Causa espanto que o forró ainda cause espanto. Quer dizer, não é que o gênero seja propriamente uma novidade. Se você tem entre zero e 100 anos, é morador de Fortaleza ou de quaisquer dos outros 183 municípios cearenses, anda de ônibus, a pé ou de carro, conhece o rico universo semântico das topiques e terminais, mas também o dos consultórios médicos e salões de beleza, certamente já ouviu um forró tocando. Se gostou ou desgostou, não interessa. Mas que ouviu, ouviu.

Causa espanto que, causando espanto, o forró, a despeito de sua onipresença entre nós, seja pronta e boçalmente classificado como um gênero musical cuja apreciação dispensa o sofisticado repertório estético envolvido na escuta de outros tipos de música, como o jazz, a clássica, o rock, o blues etc. A quem se põe a ouvir forró, diz o fiador da qualidade e árbitro da alta cultura, basta uma coisa: ter ouvidos. Desconfio de que, lá no coração quentinho das verdades cristalinas onde repousa a noção sacrossanta de bom-gosto, habita um elitismo mal-disfarçado.

Causa espanto ainda maior o fato de que, para muita gente – pretensos artistas ou apenas amigados da arte, gente que se sente artista por osmose apenas por frequentar um ambiente artístico –, a única relação possível que se possa estabelecer com um gênero musical popular como o forró seja a mediada pela ironia. Ou seja, eu estaria, sim, autorizado gostar dessa não chancelada por dez gatos-pingados, desde que, numa espécie de pedido de autorização prévio, eu desse uma piscadinha de olhos safadamente irônica, sinalizando que, embora tudo faça crer que eu esteja realmente gostando do que escuto, na verdade, eu não estou. E assim todos nós poderíamos dormir felizes com a nossa fulgurante bagagem cultural, cheia de livros lidos pela metade, discos apanhados no ar e diretores franceses conhecidos de ouvir falar.

É como se devêssemos nos ajoelhar no milho e pedir perdão, contritos, sempre que levarmos a sério um assunto que, em tese e segundo um cânone particular tão ortodoxo quanto o de qualquer igreja ou culto milenarista, não seja merecedor de dez linhas impressas num jornal tradicional como este em que escrevo agora. Entendem a gravidade desse raciocínio? É, na raiz, uma violência, real e simbólica.

Os xucros deseducados podem ouvir forró à vontade enquanto sacolejam num Parangaba-Papicu ou se divertem num posto de gasolina da Dom Luís. Afinal, eles não têm alternativa senão se submeter à penitência de curtir uma música que, na real, eles não curtiriam se tivessem a sorte de conhecer um som genuinamente qualificado. Como o blues, essa música que nasceu em bares frequentados por negros, desempregados e toda sorte de gente marginalizada. A nós, pessoas catequizadas nos manuais de etiqueta cool, só resta a melancolia cínica do consumo irônico do forró nas baladinhas descoladas da noite fortalezense. Lá, com a permissão que apenas nosso grupo social confere, dançamos forró sem nos perguntarmos por que diabos esse tipo de música está tocando.

Causa espanto que o forró ainda tenha que pedir licença e, de cabeça baixa, entrar pela porta do elevador de serviço no seleto condomínio dos que fazem a verdadeira cultura, essa que, apesar dos ares modernosos, ainda usa óculos de pince-nez, suspensório e se ressente a cada safadeza ou avião que estoura nos rádios.

Operação Zelotes cumpre nova fase

“Em nova fase da Operação Zelotes, a Polícia Federal cumpriu hoje (3), em parceria com a Receita Federal, com o Ministério Público Federal (MPF) e com a Corregedoria do Ministério da Fazenda, mandados de busca e apreensão em nove escritórios de contabilidade que funcionam no Distrito Federal, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Deflagrada em março, a operação investiga suspeitas de manipulação de julgamentos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). De acordo com a Receita Federal, os escritórios alvos da nova fase da Zelotes prestam serviços às empresas já investigadas.

Após análise do material apreendido na primeira etapa da operação, os investigadores identificaram discrepâncias entre os valores efetivamente movimentados pelos suspeitos e os declarados ao fisco. Agora, esperam ter acesso a informações que possam comprovar o envolvimento de 12 empresas e 11 pessoas físicas no esquema fraudulento que lesou os cofres públicos em mais de R$ 6 bilhões. A fraude, no entanto, pode chegar a $ 19 bilhões, conforme cálculos da MPF.

Segundo a força-tarefa da Operação Zelotes, os investigados utilizavam empresas de fachada para dissimular ações fraudulentas. O dinheiro depois retornava em forma de patrimônio para as companhias. Além dos mandados de busca e apreensão, a Justiça autorizou a quebra de sigilo fiscal, bancário e telemático de todo o material apreendido hoje. De acordo com a Receita Federal, a expectativa é que sejam recolhidos documentos, anotações, mídias de armazenamento, computadores, contratos e recibos referentes à contabilidade dos envolvidos no esquema.

Ao todo, estão sendo investigados cerca de 70 julgamentos realizados pelo Carf, última instância administrativa na esfera tributária, entre de 2005 a 2013. As suspeitas são de que ex-conselheiros, servidores públicos e empresas de consultoria montaram um esquema para negociar o resultado desses julgamentos. Os investigados responderão pelos crimes de formação de quadrilha, advocacia administrativa, lavagem de dinheiro e tráfico de influência.”

(Agência Brasil)