Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Câmara dos Deputados retomará atividades nesta 3ª feira

“O plenário da Câmara dos Deputados retoma nesta semana as sessões deliberativas. Estão marcadas sessões ordinárias amanhã (7) e quarta-feira (8), às 14 horas, com ordem do dia às 16 horas. O destaque da pauta de votação é o projeto de lei (PL 7.735/14), do Poder Executivo, que trata da Convenção sobre Diversidade Biológica. O projeto tramita com urgência constitucional e, por isso, tem prioridade de votação.

A proposta prevê uma revisão de toda a legislação que trata de pesquisa científica e exploração do patrimônio genético de plantas e animais nativos e dos conhecimentos indígenas ou tradicionais sobre propriedades e usos de plantas, extratos e outras substâncias. O objetivo é a simplificação do trabalho de pesquisadores, de instituições brasileiras e de empresas com sede no exterior vinculadas a entidades nacionais.”

(Agência Brasil)

Pesquisa Boca de Urna – Disputa no Ceará pode dar 2º turno e promete fortes emoções

camiloeuy

Saiu resultado da pesquisa boca de urna que o Ibope realizou, durante este dia de votação, em nove Estados. A pesquisa foi divulgada pela Globo.

Eis os dados sobre a disputa no Ceará:

Eunício Oliveira (PMDB) – 49%

Camilo Santana (PT) – 44%

Aílton Lopes (PSOL) – 4%

Eliane Novis (PSB) – 3%

* A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O Ibope ouviu  4 mil eleitores em 29 municípios. 

Eleições 2014 – Sobe para 55 o número de candidatos presos

“Sobe para 55 o número de candidatos presos por crime eleitoral no país. Desses, 22 por boca de urna e 11 por transporte ilegal de eleitores. Mais sete candidatos foram presos por terem divulgado irregularmente propaganda, e quatro por fornecimento ilegal de alimento. De acordo com o terceiro boletim de ocorrências divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), das 1.662 ocorrências registradas até pouco depois das 14h, 264 envolviam diretamente candidatos e 1.398 eleirores.

Em 209 ocorrências envolvendo candidatos – mas que não resultaram em prisão – 53 foram devido a boca de urna. Outras 120 foram por divulgação de propaganda e oito por corrupção eleitoral. O TSE contabiliza 496 prisões de não candidatos. Do total, 310 por boca de urna; 71 por divulgação de propaganda; 22 por transporte ilegal de eleitores; e 36 por corrupção eleitoral.”

(Agência Brasil)

Festa de São Francisco de Canindé começa na próxima 5ª feira

Depois das eleições, tem festa tradicional religiosa no Ceará. Com o tema “São Francisco: caminho de esperança para Cristo”, a festa de São Francisco das Chagas da cidade de Canindé terá inicio na próxima quinta-feira. Os romeiros de vários Estados participarão de novenas, celebrações eucarísticas e procissões em honra do santo de origem italiana e pregador da pobreza como meio de seguimento a Jesus. Os festejos  durarão 11 dias e começarão às 4 horas da manhã do dia 9 de outubro, com hasteamento de bandeiras e missa em frente ao Santuário de São Francisco das Chagas. 

As novenas acontecerão no período da noite, na Praça dos Romeiros, entres os dias 10 e 18 de outubro. Cada noite de novena terá orações em homenagem a um dos estados nordestinos. Haverá confissões e batizados durante todo o período de festejos no Complexo de São Damião, ao lado da Basílica. A celebração do batismo acontece apenas para quem levar documento de autorização do pároco da região de origem dos batizandos.

Lula descarta disputar em 2018 e aposta na briga PT-PSDB no segundo turno

lukllala

“Nem acabou a eleição e já estão pensando em 2018. O que eu quero é que a Dilma ganhe as eleições e que ela faça o melhor governo que for possível fazer e que o Brasil ajude a vencer essa crise internacional que está ficando cada dia mais grave”, assim reagiu o ex-presidente Lula ao ser indagado sobre possível nova candidatura presidencial sua.

Lula votou neste domingo, em São Bernardo do Campo (SP), e chegou a afirmar que PT e PSDB são as duas legendas “mais fortes” e que devem disputar o segundo turno para a Presidência da República.

Falando indiretamente sobre Marina Silva, postulante a presidente pelo PSB, disse que não se faz uma candidatura em cima da hora.

(Com Agências e foto de Letícia Macedo, do G1)

Justiça Eleitoral substitui mais de1.800 urnas eletrônicas em todo o País

26 1

“O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que, até o início da tarde de hoje (5), 1.869 urnas foram substituídas em todo país, o que corresponde a 0,38% do total. “Em 2010 o índice ficou em 0,72%. Portanto estamos dentro da média das últimas eleições”, disse o presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli. Rio de Janeiro, com 383, São Paulo, com 215, e Rio Grande do Sul, com 184, foram os estados com maior número de urnas substituídas. “De modo geral, nenhuma ocorrência significativa aconteceu. Apenas [situações] corriqueiras”, acrescentou o ministro. Apenas duas seções substituíram as urnas eletrônicas por votação manual, com cédulas de papel: uma no município de Santo Antônio, no Rio Grande do Norte, e outra em Jaguaré, no Espírito Santo.

O ministro Toffoli minimizou os problemas de demora na votação com o sistema biométrico. Segundo ele, os casos reportados até o momento são “residuais” e comuns. “Isso faz parte de um processo de aprendizagem dos eleitores, mas com certeza até as 17 horas todos terão votado com tranquilidade. Pode até haver uma formação maior de filas em uma ou outra seção, mas são casos isolados”, ressaltou. Segundo o TSE, até agora não houve problemas na votação em trânsito que está sendo feita em 89 países.”

(Agência Brasil)

Eleição é momento de comemorar a democracia

Enquanto a votação prossegue em todo o País, uma reflexão que pode ser conferida no Editorial do O POVO deste domingo. Loas ao regime democrático, que resiste no Brasil. Confira:

No dia de hoje 141.824.607 brasileiros terão o direito – e também o dever – de comparecer às urnas para eleger os ocupantes do cargo de presidente, senador, governador de estado, deputado federal e deputado estadual. Esse número representa a parcela de eleitores entre os mais de 200 milhões de brasileiros, de acordo com os dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Para uma geração que nasceu, cresceu e se formou na democracia, o voto pode parecer um gesto ordinário, pois as eleições incorporaram-se solidamente ao calendário de efemérides do país. Porém, nem sempre foi assim. O período ditatorial (1964-1985) sonegou o direito de os brasileiros escolherem seus próprios governantes, entre outros interditos que caracterizam governos autoritários.

Sem a participação popular, o “milagre econômico” dos governos militares serviu a uns poucos, pois a receita era “fazer o bolo crescer para depois dividi-lo”, o que nunca ocorreu. Por fim, uma crise econômica e os movimentos pela democracia puseram abaixo o regime ditatorial, e o Brasil pôde ingressar em uma nova era, sob a égide das liberdades democráticas.

Foi a derrocada da ditadura e a ampla participação dos brasileiros na vida nacional, que levou, por exemplo, à política de estabilização da moeda e, na sequência, aos programas sociais que retiraram da miséria milhões de brasileiros, possibilitando a eles o mínimo necessário para uma vida digna.

Os governantes, confrontados pela pressão dos movimentos sociais, fiscalizados por uma imprensa livre, e submetidos a um poderoso mecanismo de cobrança – o voto – foram obrigados a responder às reivindicações da população, que passou a se expressar das mais diversas formas.

Pode-se até concordar com os críticos, que caracterizam a democracia como imperfeita, dizendo que é preciso mais qualidade na política e dos políticos, porém esse é um regime perfectível, diferente das ditaduras, que só tendem a piorar à medida que o tempo passa. No caso da democracia, a evolução é da essência do próprio regime, pois é na liberdade que se encontram os caminhos para a superação dos problemas.

Temos a comemorar o mais longo período democrático na história do país – que continue assim – e um povo cada vez mais consciente de seus direitos. Portanto, cada cidadão, ao escolher seu candidato, e depositar seu voto na urna, pode se orgulhar do país que está ajudando a construir.

Comando da greve dos bancários orienta pelo fim do movimento

“Após receber nova proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), o Comando Nacional dos Bancários divulgou orientação à categoria para que encerre a greve. A paralisação começou no último dia 30. Ao todo, 10.355 agências e centros administrativos nos 26 estados e no Distrito Federal aderiram ao movimento.

Por meio de nota, o comando informou que, na nona rodada de negociação da Campanha 2014, a Fenaban aumentou o índice de reajuste de 7,35% para 8,5% (aumento real de 2,02%) nos salários e demais verbas salariais; de 8% para 9% (2,49% acima da inflação) nos pisos; e de 12,2% no vale-refeição.

Ainda segundo o comunicado, os bancos também vão incluir na Convenção Coletiva o compromisso de que o monitoramento de resultados ocorra com equilíbrio, respeito e de forma positiva para prevenir conflitos nas relações de trabalho. “Trata-se de mais um passo no combate às metas abusivas, que tem provocado adoecimento e afastamento de bancários”, avaliou o comando.

Outra mudança citada pela categoria é que a cobrança de metas passará a ser proibida não somente por mensagem de celular, mas também por qualquer outro tipo de aparelho ou plataforma digital.”

(Agência Brasil)

Dilma já votou

ddd

“A presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, votou por volta das 8h45 de hoje (5) na Escola Estadual Santos Dumont, na Vila Assunção, zona sul de Porto Alegre. Ela estava acompanhada do candidato à reeleição ao governo estadual Tarso Genro, que vota no mesmo local, e do candidato ao Senado, Olívio Dutra. Ela cumprimentou os mesários e fez o V da vitória.

Mais cedo, Dilma tomou café da manhã com aliados políticos em um hotel no centro da capital gaúcha. Ela disse que não considera a hipótese de ganhar no primeiro turno e sempre trabalhou com a possibilidade de disputar o segundo turno. Dilma preferiu não indicar quem prefere enfrentar no segundo turno, porque isso seria “desrespeitoso”.

Dilma embarca ainda nesta manhã para Brasília, onde acompanha a apuração dos votos.”

(Agência Brasil)

Procurador eleitoral lamenta tanta briga judicial em busca do poder a qualquer custo

romuloconcrado

Eis uma reflexão do procurador regional eleitoral, Rômulo Conrado, sobre estas eleições. Ele lamenta a peleja no âmbito judicial, onde candidatos demonstram a intenção de alcançar o poder a qualquer custo.Confira:

As eleições de 2014 representam a primeira oportunidade na qual se verifica a aplicação da Lei da Ficha Limpa para as eleições gerais. A norma é uma exigência da sociedade, posto que não se pode admitir que políticos com máculas venham a participar do pleito. Sua efetividade depende de compromisso das instituições com essa cláusula de moralidade.

Temos assistido a uma forte disputa judicial entre os candidatos com maior representatividade, os quais têm aderido a uma linha de menor exposição de propostas, partindo para ataques pessoais, dificultando que o eleitor possa formar convicção sobre seu voto.

Tramitam perante a Procuradoria Regional Eleitoral vários procedimentos investigativos apurando situações de abuso de poder político, econômico e condutas vedadas aos agentes públicos, demonstrando a intenção de alcançar o poder a qualquer custo, com franco prejuízo ao equilíbrio da disputa.

(Reflexão no O POVO deste domingo)

Eleição para governador deve ser definida em 13 Estados logo no primeiro turno. Ceará é dúvida

camileuni

Camilo Santana (PT) X Eunício Oliveira (PMDB)

A eleição para governador deverá ser decidida logo no primeiro turno em 13 Estados, segundo preveem as mais recentes pesquisas de intenção de voto divulgadas entre a última quinta-feira (2) e este sábado (4), véspera da eleição. No maior colégio eleitoral do país, São Paulo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) deve conseguir a reeleição. O mesmo deve ocorrer no Paraná, onde o governador Beto Richa (PSDB) tem mais de 50% dos votos válidos.

Em Minas Gerais, o ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Fernando Pimentel (PT) pode pôr fim a 12 anos do governo do PSDB no Estado.

Segundo as pesquisas, os candidatos que têm mais de 50% das intenções de voto são Renan Filho (PMDB), em Alagoas; Eduardo Braga (PMDB), no Amazonas; Paulo Hartung (PMDB), no Espírito Santo; Flavio Dino (PC do B), no Maranhão; Pedro Taques (PDT), no Mato Grosso; Paulo Câmara (PSB), em Pernambuco; Wellington Dias (PT), no Piauí; Raimundo Colombo (PSD), em Santa Catarina; Jackson Barreto (PMDB), em Sergipe; e Marcelo Miranda (PMDB), no Tocantins.

Em outros três Estados – Acre, Ceará e Rio Grande do Norte–o primeiro colocado nas pesquisas está com metade dos votos válidos, o que torna difícil prever se a disputa será decidida neste domingo (5) ou irá para o segundo turno.

(Portal Uol)

Eleições 2014 – Mais de 142 milhões de eleitores vão às urnas neste domingo

Um total de 142.822.046 deve ir às urnas neste domingo em clima de eleições gerais. Houve, segundo a Justiça Eleitoral, um crescimento de 5,2% em relação aos 135.804.234 eleitores inscritos em 2010. O número é considerado recorde. Além da Presidência, estão em jogo nas eleições deste ano os cargos de 27 governadores das unidades federativas, 27 cadeiras do Senado, 513 vagas de deputado federal e mais de mil cadeiras de deputado estadual. No Ceará, são mais de 6 milhões de eleitores indo às urnas.

São quase 25 mil candidatos no país, incluindo os postulantes aos cargos de vice-presidente, vice-governador e à suplência de senador. A maior parte – quase 17 mil – disputa uma vaga de deputado estadual.

A presidente Dilma Rousseff (PT) busca a reeleição e lidera as pesquisas de intenção de voto.  O senador mineiro Aécio Neves, candidato do PSDB, aparece pela primeira vez numericamente à frente de Marina Silva (PSB), mas, considerando a margem de erro, Aécio e Marina estão tecnicamente empatados, segundo os últimos levantamentos do Ibope e do Datafolha. Se o tucano não for ao segundo turno, o PSDB terá seu pior resultado em disputas presidenciais desde 1989.

(Portal Uol)

Eduardo Giannetti, mentor econômico de Marina Silva, dará palestra em Fortaleza

Eduardo_Giannetti

A quarta edição do projeto “Brasil em Debate”, que congrega Sinduscon e Coopercon, já está com data marcada: dia 27 de novembro. O convidado é o economista Eduardo Giannetti, líder da equipe econômica da candidata do PSB à presidência da República, Marina Silva. Já participaram desse fórum Ricardo Amorim, Donny De Nuccio, Arnaldo Jabor e, por último, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Eduardo Giannetti da Fonseca, mineiro de Belo Horizonte, é formado na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) e em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) ambas da Universidade de São Paulo. Tem doutorado em economia pela Universidade de Cambridge, onde foi professor, e lecionou na FEA/USP. Atualmente é professor integral no Insper (Instituto de Ensino e Pesquisa) e e membro do Conselho Superior de Economia da Fiesp.

Ufa! Dólar fecha semana em queda

“Depois de uma sessão turbulenta em que chegou a ultrapassar R$ 2,50, o dólar reverteu a tendência e fechou em baixa. O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 2,462, com queda de 1,2%. Ontem (2), a cotação ficou em R$ 2,492, atingido o valor mais alto desde 7 de dezembro de 2008, poucos meses após o início da crise econômica nos Estados Unidos. Na ocasião, o câmbio tinha fechado em R$ 2,50.

Na máxima do dia, por volta das 11h30min, a moeda norte-americana chegou a atingir R$ 2,505. Com a queda de hoje (3), a cotação encerrou a semana com alta de 1,88% em relação a sexta-feira da semana passada, quando tinha fechado em R$ 2,416.

As tensões da corrida eleitoral e a recuperação da economia dos Estados Unidos, que estimula a fuga de dólares de países emergentes como o Brasil, estão pressionando o câmbio. O governo, no entanto, alega que os fatores externos estão influenciando muito mais a cotação que a situação interna da política e da economia.

No início da semana, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, atribuiu a instabilidade no mercado financeiro ao quadro internacional.”

(Agência Brasil)

Autoridades eleitorais de 21 Países conhecem o voto eletrônico brasileiro

“As eleições brasileiras serão acompanhadas de perto por autoridades eleitorais de 21 países e organismos internacionais. Hoje (3), 55 representantes estrangeiros estiveram no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde conheceram a experiência eleitoral brasileira. Para alguns deles, as eleições do Brasil estão entre as mais modernas, transparentes, rápidas e eficientes do mundo.

Vice-presidente do Tribunal Eleitoral da República de Camarões, Barrister Ebanga, informou estar interessado em entender o funcionamento dos equipamentos eletrônicos do Brasil, que promove, com sucesso, uma eleição envolvendo mais de 142 milhões de eleitores. “O que me impressiona é que isso é feito com um processo incrivelmente moderno, rápido e transparente”, disse Ebanga.

O camaronês explicou que, em seu país, há um cartão eletrônico biométrico para registro de eleitores. “Mas ainda nos falta adaptá-lo ao nosso sistema de votação. Por isso, estamos no Brasil. Queremos fazer algo parecido”, salientou.

Presidente da Comissão Eleitoral da Guiana, Stephen Surujbally observou que, apesar do pequeno número de eleitores, o país tem problemas similares aos de grandes eleitorados. “Precisamos melhorar nosso sistema. Encontros desse tipo, quando se pode trocar experiências, são muito positivos, especialmente no que se refere ao combate de fraudes”, assinalou. “Temos uma boa lei, mas há dificuldades para implementá-la. Acredito que, se o Brasil consegue, nós também poderemos”, acrescentou Surujbally.

Com o objetivo de “extrair coisas positivas”, o ministro da Reforma Administrativa da Guiné Equatorial, Baltazar Eworo, considera as eleições brasileiras de grande valia para todas as nações. “Em um mundo cada vez mais globalizado e com sistemas avançados e eficientes de comunicação, informação e biometria, há uma tendência de os países usarem sistemas similares ao brasileiro [em suas eleições]”, afirmou. “Vamos levar conosco essa experiência para nossas eleições, que ocorrerão daqui a dois anos”, comentou.”

(Agência Brasil)

 

MEC reconhece 41 cursos superiores

“O Ministério da Educação (MEC) reconheceu 41 cursos superiores em instituições públicas e privadas em 13 estados, a maior parte na Região Sudeste. Serão oferecidas 4,5 mil vagas em diversas áreas.  A lista completa dos cursos está em duas portarias publicadas hoje (3) no Diário Oficial da União.

O reconhecimento é necessário para a validade nacional dos diplomas. Eles precisam ser autorizados e ter pelo menos um ano de funcionamento, quando é verificado o cumprimento dos requisitos legais para prestação do serviço educacional. são bacharelados, licenciaturas e tecnológicos. Entre eles, estão direito, biomedicina, química, filosofia, educação física, fotografia e nutrição.

Do total dos cursos, 13 estão em instituições federais. Para conferir os demais cursos e instituições cadastrados, o MEC disponibiliza online um sistema de consulta.

(Agência Brasil)

Pesquisa Sensus – Dilma lidera, enquanto Marina e Aécio empatam no segundo lugar

presidenciavieis

Saiu mais uma pesquisa sobre a disputa presidencial. É a da Sensus, realizada entre a última terça-feira, 30 de setembro, e esta sexta-feira, 03, que mostra um empate técnico entre Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB) no primeiro turno. Dilma Rousseff (PT), com 37,3% das intenções de voto, lidera, enquanto Marina tem 22,5% e Aécio, 20,6%. No levantamento anterior, realizado entre os dias 21 e 26 de setembro, Dilma tinha 35,1%, Marina, 25% e Aécio, 20,7%.

Na simulação de um segundo turno entre Dilma e Marina, a presidente Dilma aparece com 44% e a candidata do PSB, com 37,6%. No embate entre Dilma e Aécio, a petista tem 45,8% e o tucano, 36,9%. Em ambas as simulações, a presidente ampliou a diferença sobre o adversário em relação à pesquisa anterior. 

O Pastor Everaldo (PSC) tem 1,1%, enquanto Eduardo Jorge (PV) e Luciana Genro (PSOL) têm 0,9% cada. Os votos em branco, nulos e os que não responderam são 16,4%.

A revista IstoÉ encomendou a pesquisa Sensus, que entrevistou 2.000 pessoas em 136 municípios brasileiros. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 00918/2014.

(Com IstoÉ)

 

Agência Estado