Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Balança comercial 2014 fechou com déficit de R$ 3,93 bilhões

BalançaComercial3-533x390

“A balança comercial – diferença entre exportações e importações – teve déficit de US$ 3,93 bilhões em 2014, segundo divulgou, nesta segunda-feira, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A balança encerra 2014 com o primeiro déficit anual desde 2000. O déficit já estava previsto pela pasta.

Em valores, o déficit é o maior desde 1998, quando foi registrado saldo negativo de US$ 6,623 bilhões. Em 1999, o resultado também foi deficitário em US$ 1,288 bilhão, e o último déficit comercial, de US$ 731,74 milhões fora registrado no ano 2000. A partir de então foram 13 anos ininterruptos de resultados positivos.

Apesar do superávit em dezembro, de US$ 293 milhões, o desempenho de novembro, que registrou o pior déficit da história para o mês, enterrou as chances de a balança fechar o ano com as exportações superando as importações. De janeiro a novembro do ano passado, a balança comercial acumulou déficit de US$ 4,22 bilhões, o maior para o período desde 1998.

Em 2013 a balança registrou superávit de US$ 2,6 bilhões, valor que já representava queda de 86,8% em relação a 2012, quando o salto da balança foi positivo em US$ 19,4 bilhões.

Em 2014, as exportações totalizaram US$ 225,101 bilhões com retração de 7% na comparação com o ano anterior, enquanto as importações somaram US$ 229,031, com queda anual de 4,4%.

As exportações brasileiras de 2014 registraram retrações em todos os setores, comparado a 2013. As vendas de produtos manufaturados renderam receita de US$ 80,211 bilhões (-13,7%), os semifaturados venderam US$ 29,066 bilhões (-4,8%) e quase metade das exportações nacionais, constituída por produtos básicos, rendeu US$ 109,557 bilhões (-3,1%).”

(Agência Brasil)

Tereza Campello é mantida como titular do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

terezacampelo

“A ministra Tereza Campello foi confirmada para mais um mandato no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Tereza assumiu pela primeira vez a pasta em de janeiro de 2011, o início do primeiro mandato da presidenta da República, Dilma Rousseff.

Durante a primeira gestão à frente do MDS, liderou a coordenação do Plano Brasil Sem Miséria que, dividido em três eixos – garantia de renda, acesso a serviços e inclusão produtiva -, cumpriu todas as metas: mais de 22 milhões de pessoas foram mantidas fora da linha da extrema pobreza, quase 1,4 milhão de famílias pobres foram localizadas por meio da estratégia de Busca Ativa mais de 1,5 milhão de matrículas foram realizadas nos cursos de capacitação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) Brasil Sem Miséria.

De acordo com a assessoria de imprensa do MDS, no semiárido, foram entregues mais de 771 mil cisternas para o consumo humano e outras 98,5 tecnologias sociais para apoiar a produção no semiárido. Também no campo, mais de 354 mil agricultores familiares receberam assistência técnica e extensão rural por meio do Programa Fomento às Atividades Rurais e quase 370 mil casas receberam energia elétrica com o Programa Luz Para Todos.

Tereza Campello é economista e participou da equipe de transição da primeira gestão do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, compôs a coordenação do grupo de trabalho que concebeu o Programa Bolsa Família e foi subchefe adjunta de Articulação e Monitoramento da Casa Civil.”

(Site do MDS)

Inácio Arruda só assume Secitece quando concluir seu mandato de senador

247 2

inacioarruddas

O senador Inácio Arruda (PCdoB) só tomará posse no cargo de secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado no dia 02 de fevereiro. Ou seja, ao concluir o seu mandato de senador, que se estende até o dia 31 deste mês.

O ato de posse, segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, contará com a presença do governador Camilo Santana (PT).

Inácio ocupará a Secitece, dentro da decisão de Camilo de equiparar indicados às pastas de Brasília, como forma de facilitar a relação entre partidos aliados. O MCT é ocupado pelo também comunista Aldo Rebelo.

 

PP do Piauí pode definir sobre presidência do BNB ainda neste mês

93 2

nelson dias de sopusa

“Ciro Nogueira (PP/PI) quer indicar um quadro técnico com experiência em bancos públicos para a presidência do Banco do Nordeste. Dilma Rousseff colocou a indicação nas mãos do PP, depois de entregar o Ministério das Cidades para o PSD de Gilberto Kassab.

O nome do escolhido de Nogueira, que deve ser definido nos próximos dias, vai considerar a preferência de Gilberto Occhi, deslocado da pasta de Cidades para a de Integração Nacional”, informa a Coluna Radar, de Lauro Jardim.

Quem está em Brasília conferindo a transmissão de cargo no Ministério da Fazenda é o atual presidente do BNB, Nelson Antonio de Sousa. Se Ciro Nogueira ouvir o mercado, Nelson pode continuar no cargo. Nome mais técnico do que ele para ficar à frente do BNB, dizem especialistas, não há no momento.

Sobre o assunto, Nelson mantém-se discreto. Evitar comentários.

Turista italiana – Advogado quer habeas corpus para farmacêutica suspeita pelo crime

“O advogado Humberto Adami, que defende a farmacêutica Mirian França de Mello, de 31 anos, apresentará à Justiça, até quarta-feira (7), um pedido de habeas corpus de sua cliente. Doutoranda da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a jovem está presa desde 29 de dezembro, sem comunicação com a família, suspeita pela Polícia Civil do Ceará da morte da italiana Gaia Molinari, na Praia de Jericoacoara. O caso gerou comoção e campanhas nas redes sociais pedem a libertação da estudante.

Apesar de não ter tido acesso ao inquérito até o momento, o advogado acredita que não há elementos que justifiquem a prisão de Mirian, na Polícia Internacional (Polinter) de Fortaleza. Segundo ele, com base em informações dos jornais locais, a farmacêutica foi detida por prestar informações contraditórias.

“Contradição não é confissão de culpa. A pessoa pode ficar com medo de estar em uma delegacia porque as delegacias do país não são confortáveis para nenhum negro”, afirma Adami, ao frisar a cor da pele da farmacêutica. “Ela saiu daqui [Rio de Janeiro] com a viagem de ida e volta marcada e prestou com o dever de contribuir com as investigações ”. A jovem foi presa em Fortaleza, após ser interrogada pela polícia sobre o crime, acrescentou.

Adami lembrou que Mirian não teve acesso a advogado ou defensor durante a prisão e a tomada de depoimento, além de estar incomunicável. “Não vemos as evidências que a polícia do Ceará encontrou para mantê-la presa e há muitas linhas de investigação seguidas, inclusive, levantadas pela imprensa internacional que acompanha o caso desde o início”, comentou ele, que tem um histórico de atuação em casos que envolvem racismo.

A Defensoria Pública do Estado do Ceará atua no caso desde o final de semana e se reuniu hoje (5) para tratar das estratégias de ação. Com o fim do recesso de final de ano, os defensores tiveram acesso aos autos. A expectativa de Humberto Adami é que a defensoria peça o relaxamento de prisão.”

(Agência Brasil)

ProUni 2015 – Inscrições começam no próximo dia 26

“As inscrições para os candidatos a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) do primeiro semestre de 2015 começam no dia 26 de janeiro e poderão ser feitas até 29 de janeiro. A inscrição é gratuita e feita exclusivamente pela internet, no site do programa. O edital com o cronograma está publicado na edição de hoje (5) do Diário Oficial da União.

O programa terá duas chamadas. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 2 de fevereiro e o da segunda, no dia 19 de fevereiro. O estudante poderá consultar o resultado na página do Prouni, na internet. O programa concede bolsas de estudo integrais e parciais em instituições privadas de ensino superior.

Podem concorrer às bolsas os estudantes que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede particular, na condição de bolsista integral. Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda bruta familiar, por pessoa, até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, no valor de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser até três salários mínimos.

Para se inscrever, o candidato deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. Além disso, não pode ter tirado nota 0 na redação. Outra condição é que ainda não tenha diploma de curso superior.”

(Agência Brasil)

Mercado eleva para 6,56% projeção da inflação deste ano

“Os investidores e os analistas do mercado financeiro elevaram de 6,53% para 6,56% a estimativa de inflação para 2015, apurada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A projeção ultrapassa o teto da meta, que 6,5%. O centro da meta é 4,5%, podendo variar dois pontos percentuais para cima ou para baixo. A projeção para o crescimento da economia foi reduzida de 0,55% para 0,5%. Os preços administrados, aqueles que sofrem algum tipo de influência do governo, como a tarifa de energia elétrica, tiveram a estimativa de aumento elevada de 7,8% para 7,85%.

Os números estão no relatório Focus divulgado semanalmente pelo Banco Central (BC). No documento, a taxa básica de juros (Selic) esperada permanece inalterada desde a última previsão, na semana passada, com 12,5% ao ano e o câmbio em R$ 2,80, ambas estimadas para o fim do ano. A estimativa da dívida líquida do setor público passou de 37% para 37,3% em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) soma de todas as riquezas do país.

Houve melhora no déficit em conta corrente, um dos principais indicadores das contas externas, que passou de US$ 77,79 bilhões para US$ 77 bilhões, com o saldo da balança comercial em US$ 5 bilhões e os investimentos estrangeiros diretos estimados em US$ 60 bilhões.”

(Agência Brasil)

Tese de privatizar a Petrobras é balela de quem tenta esconder a lama no barril

Com o título “Petrobras, um espelho na lama”, eis o primeiro artigo do ano do publicitário e poeta Ricardo Alcântara. Ele aborda o escândalo que envolve a maior estatal do País, a Petrobras. Ele rebate a tese governista de que querem denegrir a estatal de olho em sua privatização. Confira:

Há diferença dinâmica entre uma apuração em que os advogados aconselham suspeitos a dificultar a apuração dos fatos, como se deu no Mensalão, e outro, quando são orientados a fornecer provas qualificadas sob o instituto da delação premiada, como no caso Petrobras. Neste, a dimensão dos fatos e a abundância de detalhes anula as manobras dissimulantes. A militância governista tem se virado como dá. E não tem dado muito certo insistir no recurso rasteiro de desconstruir moralmente os denunciantes da imprensa e da oposição.

Para conter a dispersão do rebanho, o governismo tem sugerido articulações para privatizar a estatal como a inconfessável motivação de fundo de todo o processo que envolveu a empresa, seus dirigentes e fornecedores. Uma conspiração internacional – quanta tolice! Embora frágil, a versão se alimenta de fato concreto: o liberalismo hard sonha em receber o presente. Daí a sugerir o Ministério Público Federal como o ‘amigo secreto’ do Capital para privatizar patrimônios públicos só resulta de uma combinação espúria de interesses.

Privatizar a Petrobras resolve o quê? Nada. A própria apuração indica como seria ingênuo conferir ao setor privado a lisura como fator inerente às suas iniciativas: são empresários, os primeiros presidiários do escândalo. Isto é, são eles a fonte da voracidade predatória. Privatizar resolve outros problemas, não esse. Se o monopólio estatal permite maiores ganhos de escala, entre outras vantagens, sua fragilidade é a inclinação para a ineficiência já que os responsáveis pelo bom desempenho, servidores públicos, não se beneficiam dele.

Produzir bilhões e só ganhar alguns milhares é um convite à corrupção. Diante de um corruptor abonado, um barnabé de carreira se vê vulnerável como uma piaba a centímetros de um tubarão faminto. Primeiro, ele se torna ineficiente e, a seguir, corrupto. É frequente. De empresas, estatais ou privadas, cuidam as pessoas. E gente tem grande capacidade de cooperação quando as saídas de emergência são de ordem coletiva, mas não hesita quando as circunstâncias oferecem condições seguras de tirar vantagens individuais a baixo custo.

Por razões tão evidentes quanto numerosas, privatizar a Petrobras seria péssimo. Nem pensar. Mas a joia da coroa precisa incorporar certos hábitos da iniciativa privada. A principal delas: nomear diretores por critérios de competência e não por indicações políticas. Mas não só. A Petrobras precisa, também, incorporar hábitos saudáveis de empresas estatais de sucesso no mundo desenvolvido, como, por exemplo, alimentar mecanismos mais transparentes de controle, inclusive com a participação de representação social direta.

A Lei, segundo ela mesma, é igual para todos. Assim, o melhor para o país será sempre a rigorosa apuração das responsabilidades. A pele de ‘seu ninguém’ é mais importante do que a confiança da nação na condução dos seus interesses. Quem for podre que se quebre. Contudo, será de maior valia para o interesse comum se de tudo resultar não só o efetivo cumprimento da lei, mas uma remodelagem, parida à dor da lamentável experiência, dos métodos de condução de uma marca que representa mais do que barris de petróleo.

A Petrobras é símbolo de afirmação da capacidade de superação do país diante do seu indesejado subdesenvolvimento. Ela surgiu no exato instante em que o país, enfim, se pôs de pé. É nosso espelho: deve estar limpo para que possamos também nos enxergar assim.

* Ricardo Alcântara,

Publicitário e poeta.

Ciro Gomes volta a dar conferências a partir de março

04/01/2011 - Deputado Ciro Gomes (Foto: Marcello Casal Jr/ABr)---COR

Ciro Gomes e o irmão Cid Gomes, agora titular do MEC.

A partir de março, o ex-secretário estadual da Saúde e ex-ministro Ciro Gomes (Pros) voltará a circular o País na condição de conferencista, segundo sua assessoria.

Ciro voltará a falar sobre Conjuntura Política e Econômica do País, fazendo suas observações sobre cenários de quem disse, recentemente, ainda sonhar em disputar a presidência da República.

Há expectativas em torno do que Ciro Gomes dirá, em breve, sobre o segundo Governo Dilma Rousseff no plano da educação onde, aliás, está o seu irmão, o ex-governador Cid Gomes (Pros).

DETALHE – O cachê cobrado por Ciro para conferências é da ordem de R$ 15 mil, dependendo do cliente.

Sisu 2015 – Inscrições começam no próximo dia 19

“A partir do dia 19 de janeiro estarão abertas as inscrições para a primeira edição de 2015 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet no site www.sisu.mec.gov.br e o prazo se encerra no dia 22 de janeiro. O resultado será divulgado no final de janeiro. O edital desta edição do Sisu está publicado hoje (5) no Diário Oficial da União. Poderá se inscrever quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e não tirou nota zero na redação. Por meio do Sisu, os estudantes participantes do Enem concorrem a vagas de ensino superior em instituições públicas.

Ao se inscrever no Sisu, o participante pode escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência. É possível mudar essas opções durante todo o período de inscrição. O candidato também precisa definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às vagas reservadas à lei federal de cotas ou às vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

O resultado da chamada regular do Sisu será divulgado no dia 26 de janeiro e a matrícula deverá ser feita nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro. Não haverá segunda chamada, como ocorreu nas edições anteriores. Para participar da lista de espera, o estudante deverá manifestar interesse na página do Sisu, na internet, de 26 de janeiro a 6 de fevereiro. O estudante somente poderá manifestar interesse na lista de espera para o curso correspondente a sua primeira opção.”

(Agência Brasil)

O preço do caranguejo é ouro

692 2

caranguejo

Sobre nota deste Blog informando que o caranguejo está sendo comercializado a R$ 7,50, a unidade, em barracas da Praia da Tabuba, em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza, a jornalista Angélica Martins pede espaços.

Ela diz que o preço do caranguejo a R$ 7,50, vira piaba perto do preço do kit cobrado no Complexo Turístico Beach Park, situado em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), nestas férias.

Por três crustáceos, o cliente paga R$ 45,00 pelo kit. Fora os 10%.

Governador do Rio Grande do Norte implantará um programa tipo “Ronda do Quarteirão”

Robinson-Faria-imagem-blog-do-bg

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), vai implantar o “Ronda Cidadã”. Foi o que ele anunciou ao tomar posse no cargo.

Esse programa, segundo disse, é baseado no Programa Ronda do Quarteirão implementando na gestão do ex-governador e hoje ministro da Educação, Cid Gomes.

Robinson Farias e sua equipe chegaram a conhecer detalhes do Ronda do Quarteirão durante visita no fim de 2014.

Agora, é saber se ali será adotado como veículo os caríssimos modelos Hilux.

Colégio de João Vitor, o “nerd” do Enem, aumenta procura por vagas

167 2

joavitorr

A fila é quilométrica, nesta manha~de segunda-feira, em frente à Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra, no bairro de Fátima. A ordem é garantir vaga na escola que vem apresentando os melhores resultados na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que, recentemente, levou um dos seus alunos, João Vitor (16), a ser destaque da mídia local e nacional.

João Vitor acertou 172 questões das 180 que compõem o Enem, o equivalente a 95,5% de acertos.

O detalhe é que as matrículas na rede pública estadual de ensino só começam nesta terça-feira.

(Foto – Facebook de João Vitor)

Cid Gomes – Qualquer avaliação do desempenho do professor só virá com caráter opcional

76 1

Em entrevista do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, nesta manhã de segunda-feira, o ministro da Educação, Cid Gomes, garantiu ter compromisso com a melhoria do salário dos professores. Ele confirmou que nesta quarta-feira divulgará o novo piso da categoria.

Cid tergiversou, ao ser indagado se  o MEC lançará algum tipo de programa para avaliar o desempenho dos docentes. Ele deixou claro que está hoje na condição de subordinado e que recebe ordens da presidente. “Sigo orientações, sou auxiliar da presidente Dilma”, observou o ministro.

Lembrado de que o ex-ministro Fernando Haddad teria proposto uma avaliação do desempenho dos docentes – uma espécie de Enem da categoria como chegou a definir o Inep, Cid admitiu que uma avaliação pode ocorrer, mas dando a opção ao professor de se submeter ou não. Ele chegou a considerar como atrativo desse exame o fato de o docente, aprovado, te condições de ser aproveitado em qualquer parte do território nacional.

Ainda no bom Dia Brasil, Cid Gomes reiterou que tem como metas à frente do ministério a valorização do magistério, a ampliação da oferta de creches e expansão de escola de tempo integral, bem como fazer a revisão do currículo do ensino médio.

Ele voltou a explicar frase divulgada pela imprensa cearense de que o professor deveria trabalhar por amor. Explicou que se referia ao fato de que qualquer um para trabalhar no setor público, precisa, acima de tudo, ter vocação como pré-requisito.

* Confira a entrevista aqui.

Partidos fecharam 2014 recebendo mais de R$ 31 milhões de fundo partidário

“Os 32 partidos políticos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) receberam, no mês de dezembro, um total de R$ 31.313.009,26 do Fundo Partidário. Desse total, R$ 25.684.755,06 correspondem ao repasse do duodécimo de dezembro e R$ 5.628.254,20 referem-se às multas arrecadadas no mês de novembro. O relatório de ordens bancárias foi encaminhado ao Banco do Brasil no último dia 22, e a publicação do montante repassado às agremiações foi feita no Diário da Justiça Eletrônico (DJe).
O maior valor foi distribuído ao Partido dos Trabalhadores (PT), que recebeu R$ 4.179.996,91 de duodécimo e R$ 915.955,21 da arrecadação com multas. O segundo maior montante foi repassado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), que obteve R$ 2.985.369,89 de duodécimo e R$ 654.178,74 de multas. Em terceiro lugar vem o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), que recebeu R$ 2.830.612,60 de duodécimo e R$ 618.876,03 de multas.
Desde janeiro deste ano, um total de R$ 536.241,44 (sendo R$ 439.813,44 referentes à distribuição de duodécimos e R$ 96.375,53 relativos à arrecadação com multas) está bloqueado em favor do Partido Republicano da Ordem Social (Pros), com base em decisão dada na Ação Cautelar 2604 até decisão final na Petição 76693.”
(Com Agências)

Com bancada sindical reduzida, trabalhadores temem retrocesso

“Com a menor bancada sindical no Congresso Nacional desde 1988, quando 44 sindicalistas compunham a representação no Legislativo, segundo levantamento do Sindicato de Servidores Públicos Federais (Sindsep), trabalhadores temem o retrocesso de direitos adquiridos ao longo dos últimos anos. O número de representantes da categoria no Legislativo caiu pela metade, de acordo com os resultados das urnas em outubro, e passará dos atuais 83 parlamentares para 46 a partir do próximo ano.

Por outro lado, a bancada empresarial que defende interesses de diversos setores manteve composição significativa na Câmara e no Senado, apesar de perder mais de 50 representantes na próxima legislatura. Os empresários passarão dos atuais 246 parlamentares para 190 no dia 1º de fevereiro.

Todos os números no Congresso podem mudar com as definições do Planalto sobre os cargos no Executivo, mas, ainda que nomes sejam cotados, o equilíbrio de forças dificilmente será alcançado. Do lado dos sindicalistas estão outros setores considerados vulneráveis como os movimentos indígenas e a comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e travestis).

Diante dos resultados das urnas, especialistas do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) concluíram que a nova composição do Congresso é a mais conservadora desde 1964, pelo número de parlamentares eleitos ligados a segmentos militares, policiais, religiosos e ruralistas. O analista político do Diap, Antônio Augusto de Queiroz, prevê que com essa composição, a tendência é que “algumas conquistas, como a garantia dos direitos humanos, sejam interrompidas ou até regridam ”.

Levantamento do Diap mostrou, por exemplo, que, enquanto nenhum dos candidatos que se autodeclarou indígena foi eleito para a Câmara dos Deputados, a bancada ruralista cresceu. Números da Frente Parlamentar da Agropecuária revelam que os representantes do setor passarão dos atuais 14 senadores e 191 deputados para 16 senadores e 257 deputados.”

(Agência Brasil)

Inácio trata de projetos com Aldo Rebelo

inacioooo

Inácio Arruda, Aldo Rebelo e Camilo Santana.

Mesmo ainda não assumindo o cargo de secretário da Ciência e Tecnologia do Estado, o senador Inácio Arruda (PCdoB), segundo sua assessoria, não perdeu tempo. Ele aproveitou o ato de transmissão de cargo de Cid Gomes no MEC e já manteve conversas com o ministro Aldo Rebelo (Ciência e Tecnologia).

Os dois tiveram uma conversa preliminar no prédio desse ministério, quando Inácio revelou que, entre suas metas, quer expandir as ações da capacitação tecnológica. Novos encontros estão programados.

Inácio aproveitou o evento pró-Cid Gomes e estreitou contatos do governador Camilo Santana (PT) com o ministro Aldo Rebelo.

DETALHE – Inácio e Aldo são do PCdoB.

(Foto – Divulgação)

Cid Gomes e uma escolinha de amigos

riririr

Na transmissão de cargo de Cid Gomes no Ministério da Educação, nesta sextas-feira, em Brasília, entre tantas presenças, estava o empresário sobralense Disraeli Ponte (com sua mulher). Disraeli comanda a Easy Táxi Aéreo e a Easy Life.

O ato, por sinal, congregou um bom grupo de cearenses que se deslocaram para esse evento, mas, também, alguns que moram na Capital Federal.

(Foto – Divulgação)