Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

FGV – Clima econômico melhora no Brasil e piora na América Latina

“O clima econômico na América Latina caiu 4,8% em outubro, com queda de 84 para 80 pontos no indicador Ifo-FGV de Clima Econômico, apesar da pequena alta de 55 para 57 pontos registrada no Brasil. O índice é divulgado trimestralmente pela Fundação Getulio Vargas em parceria com o instituto alemão Ifo. A retração do indicador na região se deu na avaliação da situação atual, que caiu de 72 para 64 pontos, enquanto o indicador que mede as expectativas se manteve em 96 pontos.

A queda latinoamericana, no entanto, foi bem menos intensa que a do Índice de Clima Econômico (Ice) mundial, que recuou 14% em outubro, puxado por pioras nas maiores economias. União Europeia e China tiveram queda de 13%, e Estados Unidos, de 8,3%. Segundo a FGV, o resultado sinaliza piora no cenário econômico mundial para os próximos seis meses.

Na América Latina, pesaram na variação negativa os resultados do México (-5%), do Chile (-15,7%) e da Colômbia (-10,7%). Além do Brasil, Bolívia, Equador, Paraguai e Peru tiveram desempenho melhor do que o divulgado em julho. O Ice mais baixo é o da Venezuela, com 20 pontos, seguido pelo da Argentina (47), pelo do Brasil (57) e pelo do Chile (75). A Bolívia tem o maior, com 124 pontos. Na pesquisa, qualquer indicador inferior a 100 é considerado desfavorável.

No Brasil, o indicador que mede a situação atual caiu de 42 para 30 pontos, enquanto o que mede as expectativas subiu de 68 para 84 pontos. Na enquete realizada pelos institutos, foram apontados como principais problemas da economia brasileira a falta de confiança na política do governo, falta de competitividade internacional, inflação, déficit público e falta de mão de obra qualificada.”

(Agência Brasil)

Americano que ensina como “pegar” mulheres pode ser barrado no Brasil

O Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty informou, por meio da assessoria de imprensa, que ainda não foi tomada decisão sobre a concessão ou não de visto para Julien Blanc, da Real Social Dynamics, no país. O americano é conhecido por ensinar técnicas de como “pegar” mulheres, como diz em seu site.

As técnicas, consideradas desrespeitosas, motivaram um abaixo-assinado na internet, que, até a noite dessa quarta-feira (12), tinha mais de 210 mil assinaturas. De acordo com a petição, o americano tem conferências agendadas para janeiro de 2015 no Rio de Janeiro e em Florianópolis (SC).

“Suas aulas que ensinam homens a ‘pegar mulheres’, exaltam a cultura do estupro, crimes de agressão emocional e física contra mulheres, o racismo e o profundo desrespeito pelas mulheres”, diz o abaixo-assinado.

A petição é direcionada ao Itamaraty e à Polícia Federal e pede que a entrada de Blanc no Brasil seja barrada. O Itamaraty disse que não foi tomada “nenhuma decisão definitiva sobre o tema” e que “não existe instrução para os postos [embaixadas, consulados], até o momento”.

Em nota, divulgada na noite dessa quarta-feira, a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) diz que “é radicalmente contra qualquer tipo de violência contra as mulheres e pela defesa dos direitos delas”.

(Agência Brasil)

Laboratório de Estudos da Violência promove seminário internacional sobre conflitos sociais

61 1

Para comemorar seus 20 anos de atividades, o Laboratório de Estudos da Violência (LEV), vinculado ao curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará, promoverá, de 2 a 5 de dezembro, o Seminário Internacional Violência e Conflitos Sociais. O encontro terá como tema “Territorialidades e negociações”. Na quarta edição, o evento traz, em sua programação, conferências e mesas-redondas que serão realizadas no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e no Departamento de Ciências Sociais da UFC (Av. da Universidade, 2995, Campus do Benfica). Na solenidade de abertura, a presença do professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP), José de Souza Martins. O pesquisador falará sobre “A violência reversa do linchamento”, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, às 18h30min.

O seminário tem, ainda, como destaque em suas atividades a presença de pesquisadores de renome na área de violência e conflito, como: o professor do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e líder do Coletivo de Estudos sobre violência e sociabilidade, Luiz Antônio Machado; o professor do Departamento de Sociologia e fundador do Núcleo de Estudos em Cidadania, Conflito e Violência Urbana, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Michel Misse, além dos pesquisadores de instituições de ensino estrangeiras Myriam Jimeno (UNAL-Bogotá/ Colômbia) e Daniel dos Santos (University of Otawa–Canadá).

A conferência de encerramento será no cinema do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, no dia 5, às 19 horas, com o Ph.D. em Criminologia e pesquisador da Universidade de Otawa, Álvaro Pires, e a livre-docente do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo, Vera Telles. A mediação será do coordenador do LEV, César Barreira.

SERVIÇO

* Mais informações e inscrições no site do evento, ou pelo e-mil secretariaseminario@lev.ufc.br.

Petrobras diz em nota desconhecer investigação americana sobre suborno

“Em nota divulgada hoje (12) à noite, a Petrobras afirmou desconhecer que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos ou a Securities and Exchange Comission (SEC) estejam investigando eventual violação à legislação americana pela estatal brasileira. O esclarecimento é uma referência à matéria publicada no fim de semana pelo jornal Financial Times, afirmando que os dois órgãos americanos apuram a possibilidade das denúncias de desvio de dinheiro da Petrobras terem infringido a Lei Anticorrupção norte-americana.

De acordo com o jornal, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e a SEC abriram investigações criminal e civil, respectivamente. Eles querem saber se autoridades e funcionários da empresa receberam suborno.

A nota da Petrobras revela que a estatal não recebeu notificação a respeito de investigações. Salienta que já informou sobre a investigação do caso. “A Petrobras, através do escritório americano contratado para conduzir as investigações independentes, Gibson, Dunn & Crutcher LLP, fez contato com os referidos órgãos americanos, informando sobre o início dos trabalhos para apurar tais denúncias na companhia”, conclui a nota.”

(Agência Brasil)

V Feira Municipal de Ciência e Cultura vive seu último dia

“A Seara da Ciência, equipamento de divulgação científica da UFC, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza (SME), realiza, até o fim da tarde desta quinta-feira, a IV Feira Municipal de Ciência e Cultura, que conta com a apresentação de trabalhos de alunos da rede pública da Capital. Neste ano, 45 escolas participam da exposição, com trabalhos em quatro categorias: Ciências Ambientais, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Linguagens e Códigos.

Ao todo, 64 trabalhos foram selecionados para a Feira. No primeiro dia do evento, os alunos do ensino fundamental da rede pública de Fortaleza levaram para o pátio da Seara experimentos científicos, fontes alternativas de energia, informações climáticas, manifestações culturais de outros países, fatos históricos, além de poesia e dança.

Todos os grupos estão sendo avaliados por uma equipe de profissionais da Seara da Ciência e da Secretaria da Educação. Os melhores trabalhos serão premiados com medalhas de ouro, prata e bronze. Até amanhã, a estimativa é de receber 5 mil visitantes. A feira começou na última terça-feira (11). A parceria com a SME reforça os objetivos da Seara, que são popularizar a ciência e contribuir para a melhoria da qualidade de ensino na rede pública do Ceará. A Seara da Ciência fica na Rua Abdênago Rocha Lima, s/n – Campus do Pici.”

(Site da UFC)

PEC dos Municípios – Votação do veto presidencial à matéria é adiada

danilfore

A votação do veto da presidente Dilma Rousseff ao Projeto de Lei Complementar 416/08, que regulamenta a criação de municípios, foi adiada para a próxima semana. Havia acordo para a votação, segundo o vice-líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Danilo Forte, que lamentou esse adiamento. “Lamento que depois de todo trabalho pelo acordo. Agora temos que esperar até a próxima semana para ampliar o processo de cidadania”, acentuou o parlamentar. Pouco antes, Danilo havia anunciado o acordo.

Em agosto último, a presidente Dilma havia vetado integralmente a proposta que regulamenta a criação de municípios aprovada no Congresso Nacional.

Por sugestão do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), foi transferida para a próxima terça-feira (18) a votação da MP 652/14, que cria o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (Pdar) para estimular o setor por meio de subsídios às tarifas aeroportuárias e aos custos dos voos. A Matéria tranca a pauta de votações do plenário.

Comissão da Câmara dos Deputados aprova aumento da pena do crime por injúria racial

ariouca

Jogador Arouca foi vítima de racismo.

“O aumento da pena para o crime de injúria racial foi aprovado hoje (12) na Comissão Externa de Combate ao Racismo. A alteração consta do relatório final da comissão criada em de abril, na Câmara dos Deputados, para investigar os casos de discriminação e racismo a jogadores de futebol. A injúria racial é tipificada como ofensa a honra de uma pessoa utilizando elementos referentes à raça, etnia, cor, religião ou origem. A ação penal para esse tipo de crime é pública e condicionada à representação do ofendido e tendo o Ministério Público (MP) detentor da titularidade. O relatório propõe a alteração no Artigo 140 do Código Penal, aumentando a pena para o crime de injuria racial, atualmente de um a três anos, para dois a cinco anos de prisão.

O relatório propõe ainda tornar a ação de injúria incondicionada, ou seja, independeria da vontade da vítima, bastando a ação do Ministério Público. A proposta agora vai para apreciação de outras comissões da Câmara.

A comissão acompanhou os casos dos jogadores Tinga, do Cruzeiro, e Arouca, do Santos, e o juiz Márcio Chagas, vítimas de discriminação e chamados de macaco durante jogos de futebol. A agressão a Tinga ocorreu em fevereiro deste ano, durante partida válida pela Copa Libertadores das Américas, na cidade de Huancayo, no Peru, quando torcedores do Real Garcilaso praticaram atos de racismo contra o jogador. Sempre que o atleta tocava na bola, a torcida peruana fazia sons imitando macaco. Após o episódio, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) abriu investigação preliminar e anunciou multa de US$ 12 mil (cerca de R$ 27,8 mil) ao time peruano.

Em março, o volante Arouca, do Santos, foi chamado de macaco por torcedores do Mogi Mirim, clube do interior paulista. O atleta classificou como “lamentável e inaceitável” os xingamentos. O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJDSP) julgou o time por ofensas e aplicou multa de R$ 50 mil. A presidenta Dilma Rousseff lamentou o ocorrido e recebeu os jogadores e representantes do movimento negro.

No caso do árbitro Márcio Chagas, ele trabalhou na partida ocorrida no dia 2 de março entre os times Esportivo e Veranópolis, pelo Campeonato Gaúcho, no Estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, e após o jogo encontrou bananas em seu carro. O veículo que estava no estacionamento do estádio também foi danificado por torcedores do Esportivo. O caso foi parar na Justiça Desportiva e o pleno do tribunal decidiu tirar 9 pontos do clube, que acabou rebaixado para a divisão de acesso.

Além dos casos envolvendo racismo no futebol, os parlamentares também acompanharam o episódio em que o ator Vinicius Romão de Souza permaneceu mais de 15 dias preso suspeito de assaltado uma mulher em um bairro da zona norte do Rio. No registro de ocorrência, o policial militar que fez a prisão disse que nenhum pertence da vítima foi encontrado com o ator que é negro.”

(Agência Brasil)

Cine Ceará 2014 – Diretor de “O Homem que Virou Suco” será “O Homem que ganhará homenagem”

jaobagtista

A 24ª edição do Cine Ceará – Festival Ibero-americano de cinema, que será realizado de 15 a 22 deste mês, no Theatro José de Alencar, homenageará o cineasta brasileiro João Batista de Andrade, que tem mais de 40 anos de carreira. Andrade é responsável por filmes como “O Homem que Virou Suco” (1980, vencedor do Festival de Moscou), “A Próxima Vítima” (1983) e “O País dos Tenentes” (1987). Também é importante documentarista, tendo dirigido, entre outros, “Vlado – 30 Anos Depois” (2005) e atuado na televisão na década de 1970 – na TV Cultura e no programa “Globo Repórter”, com produções que misturavam ficção e realidade.

Mineiro nascido em Ituiutaba em 1939, o cineasta foi professor na ECA-USP e esteve empenhado nos debates para a construção de uma política cinematográfica para o Brasil, tendo participado da fundação da Apaci (Associação Paulista de Cineastas), onde atuou por 15 anos. João Batista de Andrade é, além de cineasta, escritor de romances como “Perdido no Meio da Rua”, “Um Olé em Deus” e “Confinados”, além de ter vida política ativa, tendo sido Secretário de Cultura do estado de São Paulo. Atualmente preside a Fundação Memorial da América Latina.

LDO 2015 é aprovada com mais de cinco meses de atraso

“Com mais de cinco meses de atraso, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso aprovou hoje (12) o parecer preliminar do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2015. Desde de junho passado, o parecer apresentado pelo relator da LDO, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), estava na CMO aguardando a discussão e votação para que fossem apresentadas as emendas dos parlamentares e elaborado o parecer final para votação. No entanto, só nesta quarta-feira a comissão conseguiu aprovar o parecer preliminar. A expectativa é votar o parecer final, a ser elaborado por Vital do Rego, nos próximos dias.

O projeto da LDO é encaminhado pelo governo ao Congresso no primeiro semestre de cada ano, para que o Parlamento o aprove antes do recesso de julho. Pela Constituição, o Congresso só entra em recesso no meio do ano após aprovar a LDO, que estabelece as diretrizes e regras para a elaboração da proposta orçamentária para o ano seguinte. O projeto do Orçamento Geral da União, que deve ser elaborado com base na LDO, tem que ser encaminhado ao Congresso até o dia 31 de agosto.

Quando o Congresso não aprova a LDO a tempo de ser elaborada a proposta orçamentária, o governo usa os parâmetros do projeto original da LDO para a elaboração do projeto de orçamento e o envia ao Congresso. Este ano, por exemplo, o governo mandou a proposta de Orçamento ao Legislativo sem ter a lei de diretrizes aprovada. Com isso, a LDO e o Orçamento estão tramitando paralelamente na Comissão de Orçamento.

Caso aprovado pela comissão, o parecer final do relator Vital do Rêgo, que será apresentado nos próximos dias, será levado à votação no plenário do Congresso.

Após a votação de hoje, o presidente da CMO, deputado Devanir Ribeiro (PT-SP), anunciou que os parlamentares têm até a próxima quinta-feira (20) para apresentação de suas emendas ao parecer preliminar da LDO que foi aprovado. Daí, o relator elaborará o parecer final que será votado pela comissão e depois pelo plenário do Congresso.”

(Agência Brasil)

O POVO ganha Prêmio ESSO de Criação Gráfica

 O jornal O POVO venceu o 59º Prêmio Esso de Jornalismo, na categoria Criação Gráfica de Jornal, com o caderno“Sertão a Ferro e Fogo”. Em mais de 20 páginas, o especial apresenta a marca de ferrar boi, uma herança avoenga, em narrativas colhidas no sertão cearense. A concepção é de Gil Dicelli, editor-executivo de Arte do O POVO, inspirada nas marcas espalhadas por este nosso sertão.

Segundo Gil, a vitória é um reconhecimento do trabalho da equipe do jornal, que apostou nesse tema. “Eu já havia pensado nesse tema, as marcas de ferrar boi, há um tempo. E foi uma ideia acolhida pelo jornal. Eu realmente não esperava que o raio fosse cair duas vezes no mesmo lugar, é uma alegria muito grande”, explicou.

Além de Gil, contribuíram no projeto gráfico e da edição de arte do especial “Sertão a Ferro e Fogo” os jornalista Pedro Turano, Luciana Pimenta e Guabiras. Os textos são assinados pelos jornalistas Demitri Túlio, Cláudio Ribeiro, Ana Mary C. Cavalcante e Émerson Maranhão – repórteres especiais do O POVO. As imagens são da repórter fotográfica Iana Soares.

“Estar entre os vencedores do principal prêmio do jornalismo brasileiro é o reconhecimento pelo talento e o estímulo para continuar a criar novas experiências de ver o mundo, de romper obstáculos e manter a excelência no que produzimos todos os dias”, disse Ana Naddaf, diretora-executiva de Redação.

(POVO Online)

VAMOS NÓS – Parabéns ao querido e criativo Gil Dicelli. Ganhar prêmio, nessa carreira dele, virou rotina.

Ministro abrirá fórum de secretários estaduais da educação em Fortaleza

71 2

José-Henrique-paim

O ministro da Educação, José Henrique Paim, abrirá nesta quinta-feira, a partir das 8h30min, no Hotel Mareiro, a IV Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Educação. O evento se estenderá até sexta-feira e debatera estratégias e ações de melhoria da educação pública brasileira.

Além de Paim, estará no ato a presidente do Consed, Maria Nilene Badeca da Costa, e o secretário estadual da Educação, Maurício Holanda.

No primeiro dia de encontro, pela manhã, haverá um balanço sobre a elaboração dos Planos Estaduais de Educação e debate sobre Mudanças na Legislação Educacional Efetivadas e em Tramitação. À tarde, a programação reúne assuntos como Educação Profissional, Plano Nacional da Educação e 5 Atitudes pela Educação. Na sexta-feira, a reunião abordará temas ligados ao Ensino Médio, à Educação Indígena, Educação de Jovens e Adultos, entre outras questões.

Dilma diz não ter pressa para fazer a reforma ministerial

“A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (12) que não fará imediatamente a reforma ministerial para montar a equipe de seu segundo mandato. Segundo ela, não há um prazo para que as mudanças comecem. Dilma também comentou a decisão da ministra Marta Suplicy de entregar a carta de demissão quando a presidenta deixou o Brasil em viagem oficial. Ela disse que conversou com Marta antes de viajar e conhecia o teor da carta.

“Não estabeleci prazo e não vou fazer a reforma [ministerial] imediatamente, vou fazê-la por partes”, disse a presidenta a jornalistas em Doha, no Catar.

Na avaliação da presidenta, Marta Suplicy não teve qualquer atitude incorreta na forma como entregou a carta de demissão. “Ela me disse o teor da carta antes de eu viajar, mas logo depois que fui reeleita a ministra falou comigo que sairia. Ela não fez nada de diferente, não teve nenhuma atitude incorreta, ela me disse que sairia e eu aceitei. Acertamos que ela me enviaria uma carta, a estrutura de praxe”, disse.

Sobre o trecho onde Marta diz que os brasileiros desejam que a presidenta seja iluminada na escolha de sua equipe de trabalho e que a equipe econômica possa resgatar a confiança e credibilidade ao seu governo, Dilma se limitou a dizer que “essa é uma opinião dela e as pessoas têm direito a dar opinião”.

Perguntada por jornalistas se há preocupação em relação à investigação sobre a Petrobras nos Estados Unidos, a presidenta respondeu que não. “Não. Isso faz parte das regras do jogo. Empresas cotadas na Bolsa de Nova York tem de prestar contas segundo as regras da Bolsa de Nova York, que também não são muito diferentes das brasileiras. Além disso, os Estados Unidos têm de investigar se tem cidadãos americanos envolvidos em alguma irregularidade”, avaliou.

No Catar, Dilma se reuniu com o emir do país, xeque Tamim Bin Hamad Al Thani, e com a xeica Mozah Bint Nasser. Ela relatou que um dos temas discutidos com o emir foi a crise no Oriente Médio. Com a Xeica, tratou de educação e destacou as conversas sobre cooperação para o Programa Ciência sem Fronteiras.”

(Agência Brasil)

Garotinho e Pimentel podem minar candidatura de Eduardo Cunha

garotinho

“O Palácio do Planalto investe em dois canais para tentar minar dentro do PR as articulações de Eduardo Cunha, para que o partido o apoie na disputa pela Presidência da Câmara.

O primeiro chama-se Anthony Garotinho, que se opõe com fervor a Cunha. O segundo é, veja só, Fernando Pimentel. O principal cabo eleitoral de Cunha entre os deputados do PR, é Bernardo de Vasconcellos.

Líder do partido, Vasconcellos não se candidatou à reeleição, mas é cotadíssimo para ser secretário do governo Pimentel.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Ministério da Integração reconhece situação de emergência em 176 cidades do Ceará

“O Ministério da Integração Nacional reconheceu hoje (12) a situação de emergência, por procedimento sumário, em 176 municípios do estado do Ceará, em decorrência da seca. Além desses, municípios de cinco estados também tiveram o decreto de emergência reconhecido. Nos estados da Bahia, de Minas Gerais e São Paulo foram registrados problemas de estiagem e seca. O decreto inclui as cidades Campo Alegre de Lourdes (BA), Pintópolis (MG), Santo Antônio do Jacinto (MG), Ubaí (MG) e Santa Rita do Passa Quatro (SP).

Já no Rio Grande do Sul, em Mato Grosso e no Paraná, o decreto foi concedido em razão de vendavais, granizos e enxurradas e inclui os municípios Planalto da Serra (MT), Arroio do Tigre (RS), Barros Cassal (RS), Montauri (RS), Palmeira das Missões (RS), Unistalda (RS) e Ampére (PR). Com o reconhecimento em âmbito federal, a prefeitura desses municípios fica apta a pedir e receber recursos da União para a recuperação dos danos ou atendimentos emergenciais.

A União também autorizou hoje o repasse de R$ 111,7 mil para o município de Abdon Batista, em Santa Catarina. A prefeitura terá prazo de 180 dias para a execução das obras para restabelecimento de serviços essenciais e, após esse período, 30 dias para apresentar prestação de contas final.”

(Agência Brasil)

Sucessão da Câmara – PDT ensaia lançar André Figueiredo contra Eduardo Cunha

andreeefi

Do Blog de Fernando Rodrigues:

A Executiva Nacional do PDT reúne, nesta quarta-feira, em Brasília as bancadas atuais e eleitas de deputados e senadores. Em pauta, a disputa pela Presidência da Câmara e a possível candidatura de André Figueiredo (PDT) para o cargo.

O ensaio de um nome pedetista serve para fazer frente a Eduardo Cunha (PMDB-RJ), único deputado hoje em campanha explícita para presidir a Câmara. Cunha é desafeto do Palácio do Planalto e articula sua candidatura à revelia do vice-presidente Michel Temer, também do PMDB.

André Figueiredo nega ser candidato, mas reconhece que integrantes do partido defendem seu nome para o cargo.

O PDT é aliado da presidente Dilma Rousseff e tem uma bancada modesta –18 deputados, ampliada para 19 cadeiras na próxima legislatura. Não tem muito poder para influir na sucessão da Câmara, mas um nome próprio nessa disputa dificultaria um pouco a vida de Cunha, que hoje se movimenta sozinho e sem freios ocupando espaços na Câmara.

O PT deve definir seu nome para presidente da Câmara nesta 5ª feira (13.nov.2014), sem perspectiva de obter apoios relevantes de outras legendas. Quem vier para somar no embate a Cunha, ajuda.

Há uma regra tácita na Câmara segundo a qual o partido com a maior bancada indica o candidato que vencerá a disputa pela Presidência. Essa regra, entretanto, já foi desrespeitada várias vezes. Hoje o PT tem a maior bancada, mas o partido enfrenta grande resistência não só na oposição, mas dentro da própria base aliada.

Esse cenário já aconteceu uma vez no passado, em 2005. Naquele ano, foi escolhido para presidir a Câmara um deputado de uma bancada muito pequena, do PC do B, para ser o nome do consenso: Aldo Rebelo.

Presidente do TCU condena “jeitinho brasileiro” na arrumação das contas públicas

nardess

“O presidente do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, condenou nesta quarta-feira (12) o “jeitinho brasileiro” com as contas públicas. “Nós precisamos fazer um pacto pela boa governança no Brasil. Como nós estamos começando novas gestões em nível nacional e de estados, estamos propondo esse grande debate. Esperamos que com isso minimize essa questão da improvisação. O chamado jeitinho brasileiro, a improvisação não pode existir mais, se nós continuarmos fazendo e tomando atitudes baseados na improvisação, o Brasil jamais vai se tornar um país líder em nível mundial”, afirmou depois de entregar ao presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL) o balanço do trabalho de fiscalização do TCU durante o ano, o Fiscobras.

No relatório de 2014, o tribunal apontou “indícios de irregularidades graves” em nove obras e recomendou a paralisação de quatro delas – duas no Piauí, uma no Rio de Janeiro e uma no Rio Grande do Sul. O relatório vai ser submetido à Comissão Mista de Orçamento e vai servir como base para a decisão sobre a distribuição de recursos orçamentários para 2015.

O presidente do TCU também criticou a proposta do governo de mudança na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), abandonando a meta fiscal acertada no início do ano. “É uma improvisação que nós não gostaríamos que acontecesse no país”, disse.”

(Agência Brasil)

Zé Tarciso e Audifax Rios darão canja em feira no Mercado dos Pinhões

zetarciso

O Mercado dos Pinhões será palco da sexta edição do Babado Coletivo. Trata-se de uma feira colaborativa autoral, que reunirá marcas locais de vários segmentos como design, decoração, culinária e moda. A feira é aberta ao público e acontecerá no próximo dia 22, a partir das 16 horas.

O tema da vez é “Babado das Artes”, uma menção à inédita parceria com a loja-galeria O Mercador. A ordem é reunir também obras assinadas por nomes de destaque como dos cearenses Zé Tarcísio e Audifax Rios.

(Foto – Paulo MOsKa)

Número de estrangeiros trabalhando no Brasil cresceu 50,9%

“Nos últimos três anos, o número de estrangeiros trabalhando com carteira assinada cresceu 50,9%, de acordo com a pesquisa Inserção de Imigrantes no Mercado de Trabalho Brasileiro, divulgada hoje (12), em Brasília. O levantamento mostra que entre os anos 2011 e 2012 a participação de trabalhadores imigrantes subiu 19%, passando de 79.578 para 94.688. Entre 2012 e 2013, foi registrada elevação de 26,8%, de 94.688 para 120.056.

Os haitianos são os imigrantes em maior número. Com a entrada acelerada após o terremoto que devastou o país caribenho em 2010, o número de haitianos com carteira assinada aumentou 450%, superando, pela primeira vez, o total de portugueses, que lideravam o ranking das nacionalidades. Segundo o levantamento, o número de trabalhadores haitianos cresceu 18 vezes no período, passando de 814 em 2011 para 14.579 mil em 2013. Além do Haiti, os países do Mercosul aumentaram a participação no mercado formal brasileiro. O número de peruanos subiu 182,2% e o de colombianos 175,4%.

“Alguns setores produtivos do Sul do país estão precisando de trabalhadores com pouca qualificação, como abatedores de carne e funcionários de fábricas de conservas. E, em todo o país, temos demanda de mão de obra qualificada, em biotecnologia, infraestrutura, medicina e outras”, disse o professor da Universidade de Brasília (UnB), Leonardo Cavalcanti, coordenador da pesquisa. Ele informa que os estados que mais empregam estrangeiros são Santa Catarina, com crescimento de 120,6% de contratação, e o Paraná, com elevação de 128,1% de empregos.

Entre os imigrantes de origem europeia, trabalhando com carteira assinada no Brasil, destaca-se o crescimento do número de espanhóis, franceses, italianos e portugueses. Do continente africano, os angolanos chegaram em maior número.”

(Agência Brasil)

Reforma Política – CCJ da Câmara adia análise da PEC para o fim do mês

vaccareza

“A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara adiou para o próximo dia 25 a decisão sobre a admissibilidade da Proposta de Reforma Política (PEC 352/13) que tramita na Casa. A decisão foi tomada hoje (12), por acordo. O texto que estava em pauta é o formulado pelo grupo de trabalho liderado pelo deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), no ano passado, mas outras propostas deverão voltar à mesa do colegiado que decidiu promover uma audiência pública com entidades envolvidas com o tema, antes de votar a matéria.

“Até porque em um debate a gente não controla”, destacou o presidente da comissão, Vicente Cândido (PT-SP), um dos entusiastas da PEC, que usou a reforma política como uma das principais plataformas para sua reeleição no estado.

Com dificuldade, os parlamentares conseguiram consenso e os partidos definirão ainda nesta quarta-feira quem será convidado para o debate marcado para as 14h30min, de terça-feira (18). A proposta em tramitação altera seis artigos da Constituição Federal. Entre as principais mudanças estão o voto facultativo e o fim da reeleição para cargos do Poder Executivo.

No texto, estão previstas mudanças do sistema eleitoral e de coligações e novas regras para o financiamento de campanhas eleitorais, estabelecendo cláusulas de desempenho para candidatos e partidos, prazo mínimo de filiação partidária e critérios para o registro dos estatutos do partido no Tribunal Superior Eleitoral. O deputado Assis Melo (PCdoB-RS) reconheceu que é preciso discutir a reforma, mas, segundo ele, a PEC não contempla a reforma necessária.”

(Agência Brasil)