Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Junta Comercial abrirá concurso público

A Junta Comercial do Ceará (JUCEC) vai abrir inscrições para concurso público a partir do próximo dia 12. Serão oferecidas 30 vagas para contratação imediata em cargos dos níveis médio e superior. As vagas de nível médio são para técnico em registro do comércio (20) e para assistente administrativo (3); do nível superior, para Advogado (3), procurador autárquico, administrador, contador e economista. O concurso será realizado pelo Centro de Treinamento e Desenvolvimento-ETREDE, somente em Fortaleza, no dia 22 de março próximo.

Os interessados nos cargos de nível médio pagam taxa de R$ 70,00, enquanto os do nível superior pagam R$ 120,00. É possível pedir a isenção, conforme casos previstos em lei.
Validação da inscrição e devolução de taxa

A inscrição para o novo concurso da Junta Comercial será aberta um ano e dois meses depois do cancelamento do certame anterior, cancelado por determinação da Justiça. Os 1.300 candidatos inscritos à época estão dispensados de pagar nova taxa. Mas terão de validar a inscrição, no prazo de 5 a 9 de janeiro, por meio de um formulário disponível no site www.jucec.ce.gov.br.

Já os candidatos que pagaram a inscrição do certame anterior e não desejam participar do novo concurso poderão pedir a devolução da taxa. Os interessados devem, no mesmo prazo, acessar o site da JUCEC e preencher o formulário de devolução. O valor será devolvido pela JUCEC com a correção monetária devida, até o dia 20 de março. Nos dois casos, os formulários devem ser impressos e entregues na JUCEC.

SERVIÇO

* As inscrições poderão ser feitas até o dia 13 de fevereiro, por meio do site www.cetrede.com.br, onde o Edital do Concurso, número 002/2014, já está disponível para consulta.

Alô, Ciro Gomes, dona Dilma ainda estaria “escolhendo coisa muito ruim para o grupo”?

97 2

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=lUNnXIva9Dg&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Após declarar na sexta-feira (19) estar muito “mal impressionado” com os primeiros passos do segundo governo Dilma Rousseff, diante do conservadorismo, da incompetência e da baixa representatividade nas primeiras escolhas de ministros, o secretário da Saúde do Estado, Ciro Gomes, talvez tenha trocado de opinião nesta semana, após o anúncio de Cid Gomes para o Ministério da Educação.

Ou não?

Lúcio diz que vai torcer por Cid Gomes

lucioalcantara

O presidente regional do Partido da República e ex-governador Lúcio Alcântara afirmou, nesta quarta-feira para o Blog, que vai torcer para que o governador Cid Gomes (Pros) realize “um bom trabalho e ajude o Ceará”. Essa foi sua reação ao ser indagado sobre a escolha de Cid para o Ministério da Educação.

“Sinceramente, desejo que ele se saia bem, vou torcer por ele”, acentuou o ex-governador.

Ele ressalvou, no entanto, que Cid terá, sob os ares de Brasília, que “rever certas atitudes e comportamento de intolerância e autoritarismo” que podem prejudicar seu trabalho à frente do ministério. Para Lúcio, Cid terá que exercitar o que faltou por aqui, no caso diálogo.

O ex-governador faz parte da ala de oposição ao Ferreira Gomes no Estado.

Economista espera que Camilo reduz número de secretarias

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=9aO4u4AWClE[/youtube]

O economista Lauro Chaves, em análise sobre a perspectiva da economia em 2015, não é otimista. Para ele, será um período de arrocho e que exigirá ajustes, além de enxugamento da máquina.

Lauro Chaves, sobre a futura gestão de Camilo santana, diz que o governador eleito deveria começar sua gestão reduzindo o número de secretarias.

BNDES premiará boas práticas em economia solidária

“O Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) publica no Diário Oficial da União, na primeira quinzena de janeiro de 2015, o edital de criação da primeira edição do Prêmio BNDES de Boas Práticas em Economia Solidária. O projeto é resultado de parceria entre o banco, a Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego e o Fórum Brasileiro de Economia Solidária.

A informação foi dada hoje (24), no Rio de Janeiro, à Agência Brasil pelo gerente da Área de Agropecuária e Inclusão Social do Departamento de Economia Solidária do BNDES, Leonardo Pamplona. Serão distribuídos R$ 2,3 milhões em recursos do banco para iniciativas de sucesso em economia solidária, de todo o país, sejam formalizadas ou em processo de formalização. As inscrições se estenderão de 12 de janeiro a 13 de março do próximo ano.

A premiação inédita tem três objetivos principais, disse Pamplona. O primeiro é dar visibilidade às experiências de empreendimentos econômicos solidários que, “muitas vezes, a política pública não enxerga”, informou o gerente do BNDES. Em consequência disso, o prêmio visa a estimular o desenvolvimento e o fortalecimento desses empreendimentos, dando exemplo para iniciativas similares. O terceiro objetivo é aprofundar o conhecimento sobre a realidade dos empreendimentos de economia solidária existentes, para que possa ser aprimorada a construção de políticas públicas em benefício desse público alvo.”

(Agência Brasil)

Cid Gomes vai para o MEC deixando a Uece em clima de greve

198 2

protesto Uece

Cid, em momento de greve na Uece, abrindo espaço para uma professora.

Com o título “Aposta de risco”, eis artigo de José Nilton Mariano Saraiva, economista da Universidade Federal do Ceará e aposentado do BNB. Ela analisa a escolha do governador Cid Gomes para ministro da Educação no segundo governo de Dilma Rousseff. Lembra que Cid, por estas bandas, não teve lá essa relação tão boa com o professorado. Principalmente da Uece, em clima de greve. Confira:

Dentre os nomes anunciados para compor a nova equipe do Governo Dilma Rousseff, surpreendeu o anúncio do senhor Cid Gomes para o Ministério da Educação, porquanto sua relação com a categoria não é das melhores, conforme atesta a declaração dada quando da greve dos professores da Universidade Estadual do Ceará (UECE), meses atrás, a saber:

“Quem quer dar aula faz isso por gosto, e não pelo salário. Se quer ganhar melhor, pede demissão e vai para o ensino privado” (Cid Gomes).

No momento em que o Governo Federal anuncia que a Educação será uma prioridade do seu governo e que, por conseqüência, os professores terão um tratamento diferenciado, resta saber se como ministro o senhor Cid Gomes seguirá à risca tal juízo de valor. Além do que, perdura um passivo trabalhista já julgado pela Justiça a favor do professorado da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e não cumprido pelo governo do Estado do Ceará.

Pelo exposto, configura-se uma “aposta de alto risco” a indicação de Cid Gomes para um Ministério de tão relevante importância.

* José Nilton Mariano Saraiva,

Economista da Universidade Federal do Ceará e aposentado do BNB.

Edson Lobão dá adeus à pasta das Minas e Energia admitindo aumento da conta de luz

“De saída do Ministério de Minas e Energia (MME), e sob críticas do setor elétrico, o ministro Edison Lobão admitiu que o alto custo da energia passará cada vez mais a ser bancado pelos consumidores devido ao novo cenário de redução dos aportes do Tesouro Nacional. “É natural que a tendência para o próximo ano seja de que os consumidores arquem com o alto custo da eletricidade, em vez do Tesouro”, afirmou Lobão ao ser questionado sobre eventual nova ajuda financeira do governo ao setor elétrico.

O ministro afirmou que se as distribuidoras de energia solicitarem uma revisão extraordinária das tarifas, o governo vai examinar os pedidos, mas não deu pistas sobre um sinal verde para a adoção dessas medidas. A estimativa de rombo para o setor em 2015 chega a 8,5 bilhões de reais em pagamentos que deveriam ter sido feitos pela União a empresas do setor de energia.

O senador Eduardo Braga (PMDB-AM) derrotado nas eleições ao governo do Amazonas, substituirá Lobão, que foi citado no esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato. Horas antes do anúncio da nova equipe, na terça-feira, Lobão confirmou que deixaria a pasta, mas ponderou que “não deve nada” e classificou o petrolão como uma “crise circunstancial”.

(Veja  Online e Estadão Conteúdo)

Reitor da UFC comemora escolha de Cid Gomes para o Ministério da Educação

104 1

jesualdofsarias

“Torço para que ele seja um grande ministro da Educação”, afirma o reitor da Universidade Federal do Ceará, Jesualdo Farias, ao comentar a escolha do governador Cid Gomes (Pros) como ministro da Educação no segundo Governo de Dilma Rousseff.

Jesualdo se diz confiante na capacidade administrativa de Cid Gomes, observando que a educação em suia gestão mostrou avanços importantes e que acabaram contribuindo para que o governo federal adotasse muitos dos seus aspectos para modelo.

Por falar em Jesualdo Farias, há comentários de que ele pode ser convocado a colaborar na equipe que Cid Gomes vai formar à frente do Ministério da Educação. A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (Capes) lhe cairia bem.

Dilma divulga via Twitter mensagem de Natal

“Um dia depois de anunciar o nome de 13 ministros que farão parte da equipe do segundo mandato, a presidenta Dilma Rousseff publicou hoje (24), em seu Twitter, uma mensagem de Natal para os brasileiros. “Desejo, do fundo do coração, um Feliz Natal para todas as famílias brasileiras!”, destacou.

A presidenta está no Palácio do Planalto mas não tem agenda oficial prevista para hoje. Dilma deve passar o Natal no Palácio da Alvorada com a família e seguir, amanhã (25), para a Base Naval de Aratu, próximo a Salvador, na Bahia. O local também foi o refúgio da presidenta no ano passado quando embarcou na companhia da filha, Paula, e do neto, Gabriel, para descansar no período do Natal e do Ano-Novo.

Este ano, a expectativa é que Dilma Rousseff retorne a Brasília entes do Ano-Novo, já que, além da posse para o segundo mandato de seu governo marcada para as 15h do dia 1º de janeiro, a presidenta anunciou que vai indicar todos os nomes dos novos ministros até o dia 29, próxima segunda-feira.

Em outra mensagem, a presidenta direcionou votos exclusivos para a Central Única das Favelas (CUFA). “Aos amigos da @CUFA_Brasil, meu forte abraço de Feliz Natal!”.

(Agência Brasil)

Mauro Filho está fora do páreo para o BNB. PP deve indicar o novo presidente

101 1

Politica

O PP deverá indicar o novo presidente do Banco do Nordeste, hoje sob comando de um técnico dos mais respeitados, no caso Nelson Antônio de Sousa, também funcionário de carreira do banco.

Com isso, fica descartada qualquer indicação de Mauro Filho (Pros), candidato derrotado ao Senado, para o cargo, como setores políticos andaram especulando. A ida de Cid Gomes para o Ministério da Educação sacramentou a exclusão do seu correligionário.

O acerto envolveu o presidente nacional do PP, senador Cyro Nogueira, e a presidente Dilma Rousseff.

(Com O Globo)

VAMOS NÓS – Com isso, Mauro Filho volta a ser cotado para uma secretaria do governador eleito Camilo Santana. Pode ser a pasta do Planejamento. O PT pressiona pela Secretaria da Fazenda.

VAMOS NÓS 2 – Diferentemente do pai, Mauro Benevides, derrotado na disputa para o Senado nos anos de 1980, acabou presidindo o BNB.

Ellen Gracie integrará comitê independente que acompanhará investigações sobre a Petrobras

“A ex-ministra do Supremo Tribunal Federal Ellen Gracie Northfleet vai integrar o Comitê Especial da Petrobras, cujo objetivo é acompanhará as investigações na estatal, de forma independente. O órgão terá três membros, sendo duas pessoas de fora da companhia, e ficará diretamente ligado ao Conselho de Administração.

Os nomes foram escolhidos pelos escritórios Trench, Rossi e Watanabe, Gibson e Dunn & Crutcher, responsáveis por investigações na Petrobras, que indicaram também o alemão Andreas Pohlmann para o comitê. O terceiro membro será o diretor de Governança, Risco e Conformidade, que está sendo recrutado no mercado.

Em nota, a companhia disse que a ministra aposentada, que exerceu o cargo de presidenta do STF, é “reconhecida dentro e fora do Brasil por ser grande jurista com vasta experiência na análise de questões jurídicas complexas”. O alemão Andreas Pohlmann é formado em direito pela Universidade Goethe, foi diretor de Governança da Siemens entre 2007 e 2010, além de ser sócio-fundador da Pohlmann & Company, consultoria especializada na área.

O comitê especial deverá aprovar planos de investigação, receber e analisar informações encaminhadas pelos escritórios, assegurar que investigações sejam feitas com independência, analisar, aprovar e viabilizar a implementação de recomendações, além de de comunicar e/ou autorizar escritórios a se comunicar com autoridades e agências reguladoras. Também será tarefa do novo órgão fechar relatórios conclusivos sobre apurações internas.”

*Agência Brasil)

Luizianne Lins e a angústia de ver seu desafeto político Cid Gomes virar ministro

79 5

zluiziannebrasilia

A deputada federal eleita Luizianne Lins (PT) fazia figa ontem contra a entrada de Cid Gomes na equipe de Dilma. Mas não adiantou. A reza cidista foi mais forte e ele acabou confirmado como ministro da Educação no segundo governo da amiga dela, Dilma Rousseff (PT).

Mas Luizianne não consegue esconde que se sente “angustiada” com esse tipo de situação política. E diz mais: não vê a educação no governo de Cid Gomes como “vitrine” para o restante do País.

 

Se todos fossem iguais a você…

75 3

paletoo

Um senhor de paletó almoçava, nesta semana, na praça de alimentação do Aeroporto de Fortaleza, após ter enfrentado fila do self-service. Jeito simples, tranquilo e de conversa fácil com quem o procurava.

Era o ministro Francisco Teixeira (Integração Nacional), um gestor que raramente usa o jatinho oficial ou que adora fazer pose de autoridade. Ele conseguiu acelerar a obra da transposição do rio São Francisco, com prazo de entrega para o segundo semestre de 2015. Mas, dentro da velha política brasileira, há briga de vaidades pelo cargo.

Se Dilma Rousseff optasse só pelo critério técnico, o senhor Francisco Teixeira não deixaria a pasta…

(Foto – Leitor do Blog)

Reitora da Unilab ocupará a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

unilabb

Além do governador Cid Gomes (Pros), que virou ministro da Educação, tem mais um nome saindo do Ceará para ocupar espaços no segundo governo de Dilma Rousseff.

É a reitora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (Unilab), Nilma Lino Gomes. Ela ocupará a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, que tem status de ministério.

Nilma Lino Gomes tem ligações com o ex-presidente Lula.

Por que Dilma escolheu Cid Gomes para o Ministério da Educação?

73 4

“Os planos de deixar o Brasil para trabalhar nos Estados Unidos em 2015 foram abortados pelo governador Cid Gomes (Pros) na manhã de ontem, quando ele aceitou o convite da presidente Dilma Rousseff (PT) para assumir o Ministério da Educação. A pasta detém o segundo maior orçamento do Governo Federal, atrás somente da Saúde, e foi considerada pela petista “a mais desafiadora” área do País, conforme relatos de Cid sobre a reunião que selou o convite, em Brasília.

O governador do Ceará disse que se sente “mais à vontade” por não ter sido escolhido por indicação partidária, afirmou que, até janeiro, irá buscar ouvir sugestões de especialistas e adiantou que não irá compor uma nova equipe no Ministério assim que chegar ao cargo.  

“Chegando lá, não vou mudar todo mundo. Será preciso uma transição. Vou conhecer a equipe, o histórico de quem está lá, e aos poucos recrutar o que de melhor há na inteligência nacional. A Dilma certamente me convidou não por enxergar deficiências no Ministério. Chamou porque agora sou uma pessoa que está disponível e que antes não estava. E ela sabe da preocupação e do zelo com essa área”.

Por que Cid?

O Ministério da Educação tem peso desproporcional à estatura do partido de Cid, o Pros, que está entre os nanicos na Câmara dos Deputados. O cearense faz parte, portanto, da cota pessoal de Dilma no ministério. Quando era filiado ao PSB, em 2013, o chefe do Executivo do Ceará ganhou pontos com a petista ao se insurgir contra a candidatura do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à Presidência da República, defendendo que a sigla se mantivesse na base governista. Com a confirmação do nome de Campos como candidato de oposição, Cid preferiu deixar a sigla e se filiar ao Pros, para onde levou a maioria dos líderes do PSB no Ceará.

O governador também ganhou prestígio com a presidente pelos bons resultados do Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic), implantado no Ceará em 2007, que acabou virando referência para um Pacto Nacional na área. Em 2007, crianças da maioria dos municípios do Estado tinham nível “intermediário” de alfabetização no 2º ano do ensino fundamental. Já em 2011, segundo o Governo, 179 das 184 cidades do Ceará já haviam alcançado nível “satisfatório”.

Boa parte dos bons resultados do Governo se concentrou no ensino fundamental. Em setembro deste ano, o MEC divulgou que o Ceará não atingiu a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2013 para o ensino médio, mas alcançou os índices propostos para os anos iniciais e finais do fundamental.

Na contramão do bom currículo na área de educação, Cid amargou várias greves de professores e foi acusado por docentes de abandonar a Universidade Estadual do Ceará (Uece). Em 2010, o governador chegou a apresentar ao MEC a proposta de federalizar a Instituição, mas não houve desdobramento.

A qualidade do ensino médio foi outra pedra no sapato. Conforme O POVO publicou ontem, passados oito anos de gestão, 93% dos alunos terminam o ensino médio com deficiência em matemática. Só 9% deixam a escola com proficiência em português.

O QUE CREDENCIA CID 

O Pacto Nacional da Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), lançado pelo governo Dilma Rousseff, é inspirado em programa nascido em Sobral, quando Cid era prefeito, e depois replicado no Estado. No Ceará, o Paic levou alfabetização em nível “satisfatório” a crianças do 2º ano de quase todos os 184 municípios.

Quando Cid assumiu o governo, em 2007, havia déficit de escolas de ensino médio no Ceará. Hoje, todas as sedes municipais possuem uma unidade e, segundo o governador, há 80 distritos com escolas públicas estaduais funcionando. O Estado aponta que não havia nenhuma matrícula em escola profissionalizante do Estado em 2007. Atualmente, há mais de 40 mil jovens matriculados nessa modalidade de ensino.

Em setembro deste ano, o Ideb – índice divulgado a cada dois anos que serve como indicador do MEC para a qualidade do ensino básico no País – mostrou que, nos anos iniciais do ensino fundamental, o Ceará aumentou sua nota de 4,7 para 5. A meta, nessa modalidade, era de 3,9. Nos anos finais, a nota passou de 3,9 para 4,1. Na rede privada, as metas não foram atingidas.

PROBLEMAS E POLÊMICAS

Em relação ao Ideb, a nota no ciclo final do ensino médio no Ceará caiu de 3,4 para 3,3, de 2011 para 2013. Houve queda de 2,9%, tendência registrada em outros 15 estados.

Resultados divulgados pelo movimento Todos pela Educação este ano mostram que apenas 6,6% dos alunos terminam o ensino médio com proficiência em matemática e só 9% com conhecimento adequado em português.

Cid teve relação difícil com os professores. Em 2011, durante uma greve da categoria, se envolveu em polêmica de projeção nacional ao afirmar que professores devem trabalhar “por amor”.

Outra crise gerada pela greve de 2011 foi a violenta expulsão de professores e simpatizantes acampados na Assembleia Legislativa pela Polícia Militar, conflito do qual algumas pessoas saíram feridas.

Dos 12 meses do ano de 2014, pelo menos oito foram de greve dos professores da Uece. Os docentes acusam o Governo de não cumprir promessas, como a regulamentação de todas as leis do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) e a realização de concursos para professores efetivos. ”

(O POVO)

Titular da CGU é auditor de carreira da Receita Federal

“Indicado ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Valdir Moysés Simão é auditor de carreira da Receita Federal e exerce, desde o início de fevereiro deste ano, o cargo de secretário executivo da Casa Civil.

Antes, trabalhou como assessor da presidenta Dilma Rousseff, no cargo de coordenador do Gabinete Digital da Presidência da República. Também foi secretário de Fazenda do Distrito Federal e presidente do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Entre 2011 e 2013, foi secretário executivo do Ministério do Turismo, onde acompanhou projetos destinados à transparência e aumento do controle de contratos e gastos.

Na chefia da CGU, será responsável pela defesa do patrimônio público, transparência e pelo combate à corrupção.”

(Agência Brasil)

Dólar comercial volta a ser cotado acima de R$ 2,70

“A recuperação da economia norte-americana fez o dólar voltar a superar a barreira de R$ 2,70 pela primeira vez em seis dias. O dólar comercial encerrou esta terça-feira (23) vendido a R$ 2,709, com alta de R$ 0,044. A última vez em que o dólar havia fechado acima de R$ 2,70 foi no dia 17. No dia 16, a divisa tinha encerrado em R$ 2,7355, no maior valor desde março de 2005.

O dólar chegou a iniciar o dia em queda. Na mínima do dia, por volta das 11h, a cotação chegou a atingir R$ 2,655. Nos minutos seguintes, porém, a moeda norte-americana disparou, após a divulgação do crescimento da economia dos Estados Unidos no terceiro trimestre.

A cotação da moeda norte-americana subiu em todo o mundo, beneficiada pela recuperação da economia norte-americana, que cresceu a uma taxa anualizada de 5% de julho a setembro. O crescimento está acima dos 3,9% estimados inicialmente e representa a maior subida trimestral da economia dos Estados Unidos em 11 anos.”

(Agência Lusa)

Cid faz balanço das áreas da Educação e Saúde

cidalalala

O governador Cid Gomes (Pros) prossegue, da tribuna da Assembleia Legislativa, expondo balanço de sua gestão. Fala dos avanços nas áreas da educação e da saúde. O plenário está lotado, bem como as galerias.

A fala de Cid ocorre depois de uma maratona de votações empreendida pelos deputados estaduais e que resultou na aprovação do Orçamento Estadual 2015, que está fixado em R$ 23,6 bilhões.

Arthur Zanetti vem conferir entrega da primeira etapa do Centro de Formação Olímpica

arthru zanetti

O governador Cid Gomes (Pros) e o secretário especial de Grandes Eventos Esportivos (SEGE), Ferruccio Feitosa, vão entrega a primeira etapa do Centro de Formação Olímpica (Bairro Cstelão). O ato ocorrerá às 18 horas do próximo dia 30.

Entre os convidados, estará Arthur Zanetti, medalhista olímpico e campeão mundial em argolas.Haverá visita guiada pelo equipamento.

O Centro de Formação Olímpica, segundo a SEGE, é o único equipamento no País que contempla 26 modalidades olímpicas no mesmo ambiente, além de possuir hotel para 250 atletas e um ginásio climatizado com capacidade para até 21 mil pessoas.

(Foto – Uol)