Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

FIEC entregará Medalha do Mérito Industrial. Sem muita festa, pois economia anda em baixa

11-11-11- NATAL 3 X4  BETO STUDARTFOTO/ADRIANO ABREU/H/SELECIONADAS

Beto Studart, presidente a FIEC, comandará a solenidade.

Ivens Dias Branco Júnior (Grupo M.Dias Branco), Pedro Lima (Três Corações)  e Humberto Fontenele (Ex-vice-presidente FIEC) são os três agraciados com a Medalha do Mérito Industrial 2015, concedida pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) a pessoas que se destacam e contribuem para o desenvolvimento da indústria.

A entrega da comenda ocorrerá quinta-feira, às 20 horas, no La Maison Coliseu, em evento para convidados, quando serão comemorados o Dia da Indústria e os 65 anos da federação. À frente o presidente da entidade, Beto Studart.

Sem festa

O setor industrial cearense, no entanto, tem poucos motivos para comemorar. No primeiro trimestre de 2015, a redução na produção industrial atingiu 5,5%. As previsões dos analistas de mercado indicam que a queda deve reduzir-se para 2,8% até o final do ano. A estimativa mais recente da Confederação Nacional da Indústria indica uma queda de 3,4% do Produto Interno Bruto industrial para este ano. Em 2014, o PIB industrial encolhei 1,9% no Ceará e 1,2% no país.

Setorialmente, em 2015, apenas dois segmentos apresentaram avanço na produção: minerais não metálicos, calçados e couro. Por outro lado, setores como têxtil, confecções e produtos químicos apresentaram forte redução. Nos quatro primeiros meses do ano, foram extintos, no Ceará, mais de 11 mil postos de trabalho, sendo 3.861 industriais, uma redução de 1% no total de empregos do setor. O setor de calçados (- 1.996 empregos) e Construção Civil (- 1.604 empregos) foram os principais responsáveis pelo resultado negativo.

No comércio exterior, apesar da desvalorização cambial, as exportações do Estado recuaram 18,7% nos primeiros quatro meses. Entretanto, parte dessas reduções se referem a combustíveis produzidos em outros estados e contabilizados como exportações cearenses devido à operações de transbordo da Petrobrás. Excluindo petróleo e combustíveis, a queda nas exportações cearenses é de 5,3%. Entre os cinco principais produtos da pauta de exportação, apenas cera de carnaúba apresentou avanço das vendas ao mercado externo.

Agraciados

* Humberto Fontenele

Humberto Feijó Fontenele, 85 anos, nasceu na cidade de Martinópole, interior do Ceará, e tem sua trajetória profissional ligada à exportação de castanha de caju, começada com seu pai, Florêncio Batista Fontenele, que inaugurou uma casa comercial homônima nos sertões de 1922. Com a morte do pai, em 1950, Humberto Fontenele assumiu os negócios da família, constituindo-se presidente do Grupo Humberto Fontenele. O grupo atuou nas áreas agrícola, da construção civil e de serviços. Humberto Fontenele destacou-se em atividades classistas, sindicais e consulares, em mandatos como vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará, presidente da Associação Comercial do Ceará e diretor do Centro dos Exportadores do Ceará.

* Pedro Lima

Pedro Alcântara Rego de Lima, 50 anos, natural de São Miguel, interior do Rio Grande do Norte, tem a indústria do café como principal atividade comercial. Pedro Lima e dois dos sete irmãos, Paulo Lima e Vicente Lima, estão à frente do atual Grupo 3 Corações. A empresa conta com 25 centros de distribuição pelo País e chegou à liderança do mercado nacional de café. Tem mais de 4.800 colaboradores e faturamento acima de R$ 2 bilhões (números de 2014).

* Ivens Dias Branco Júnior

Francisco Ivens de Sá Dias Branco Júnior, 54 anos, é, desde meados de 2013, diretor presidente do Grupo M. Dias Branco, o maior fabricante de massas e biscoitos da América Latina. Ivens Júnior assumiu o lugar do pai depois de trabalhar 37 anos na empresa e dirige um grupo composto por 14 fábricas e 13 unidades de comercialização e distribuição e, além de alimentos, tem negócios nas áreas de construção civil, hotelaria, infraestrutura e cimenteira.

Aluno com celular nas escolas – Um velho problema

Com o título “Alunos com celulares nas escolas: a culpa é de quem?”, eis artigo da professora Julçara Cavalcante, que está no O POVO desta segunda-feira. Ela fala  sobre uso de celular em sala de aula e casos em que muitos docentes, proibindo o aparelho, acabaram nos tribunais. Confira:

Enquanto no Reino Unido um pai obriga o filho a quebrar com marretadas dois Xboxes – aparelhos de videogames – que, segundo o pai, teriam colaborado para que o menino tirasse notas baixas na escola, aqui, os estudantes, cotidianamente, levam para as escolas celulares, usados também para jogar, e os pais se acham no direito de não quererem sequer discutir o problema com a Escola; alguns até já levaram aos tribunais professores que impediram o uso dos aparelhos em sala de aula.

Nem mesmo a lei nº 14.146, de 25 de junho de 2008, sancionada pelo governador do Estado, inibiu o uso do objeto nas Escolas. Sem fazer apologia ao que o pai britânico fez, nem tampouco exigindo que os de cá quebrem os objetos pérfidos que os filhos levam para as aulas, com outro objetivo que não seja o de receber chamadas ou fazê-las por necessidade, é imprescindível que uma ação por parte dos pais e da sociedade seja tomada imediatamente.

Há quem defenda o uso como objeto de aprendizagem, e o é algumas vezes, mas não há condições de termos aulas somente com celulares, até mesmo porque nossas escolas não estão todas, nem mesmo a metade, equipadas com internet banda larga; todavia, há controvérsias, pois estudos já comprovam o baixo rendimento escolar devido o uso sem restrições.

O celular tem exigido daqueles que estão no cotidiano escolar um desgaste desnecessário que poderia ser evitado, caso se a família conversasse com os filhos ou, simplesmente, não os presenteassem com objetos que retiram deles a pouca responsabilidade que possuem. Todos os dias, alunos são notificados por exercerem a má conduta; são confrontados com a lei exposta nas salas de aulas e outros espaços escolares; são colocados fora das salas por ficarem ouvindo músicas e jogando, ao mesmo tempo em que atrapalham o ensino e a aprendizagem dos poucos que ficam atentos às aulas.

O pai britânico, ao tomar tal atitude, fê-lo sabendo que estava arrancando do filho o mal que o estava consumindo a ponto de ter o rendimento escolar depauperado e o menino, na sua comodidade, ainda alegou que a culpa do baixo rendimento era da professora. Não é de se estranhar que no final do ano letivo, caso não seja tratada a virulência do celular nas salas de aulas, a culpa do baixo rendimento venha cair sobre o professorado.

* Julçara Cavalcante

julcaracavalcante@yahoo.com.br 
Professora Doutora em Literatura Investigação e Ensino.

Joaquim Levy: desempenho da economia no primeiro trimestre pode registrar retração

joaquimlevyreuters

“O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, admitiu, nesta segunda-feira, que não haverá surpresa se houver “retração” no resultado do primeiro trimestre do ano (janeiro, fevereiro e março) do Produto Interno Bruto (PIB) a ser divulgado, até a próxima sexta-feira (29), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Acho que o PIB vinha e deu um pequeno blipping [sinal de alerta] no quarto trimestre [do ano passado], que aliás pode ser revisto. No começo do ano, os agentes estavam em grande expectativa de retração. Então, não seria surpresa a gente ver uma situação desta”, disse ao chegar ao Ministério da Fazenda.

Para Levy, o que interessa é o que vem pela frente: os ajustes que vêm sendo feitos nas áreas fiscal e monetária. “Se a gente fizer os ajustes, tanto o fiscal, quanto outros ajustes econômicos mais profundos conseguiremos botar a economia crescendo outra vez, que é o que queremos”.

Ele destacou que, para isso, alguns elementos vêm sendo discutido há bastante tempo, como o financiamento da safra e da infraestrutura e também da área de inovação. “O Ministério do Planejamento também tem trazido algumas ideias. E é isso que a gente precisa fazer para a retomada. Precisamos entender que o momento exige que nos ajustemos a uma realidade diferente.”

(Agência Brasil)

Transposição não sofrerá contingenciamento, diz Odorico Monteiro

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Tcje-iz9swQ[/youtube]

O deputado federal Odorico Monteiro (PT) revelou, nesta segunda-feira, que a presidente Dilma Rousseff fechou compromisso de que não haverá corte ou contingenciamento dos recursos das obras da transposição da águas do Rio São Francisco. Ele adiantou que Dilma definiu o projeto como prioridade para amenizar o quadro de seca na região.

Odorico Monteiro integra a Comissão Especial da Câmara dos Deputados que acompanha as obras da Transposição do São Francisco. O petista disse ainda que a prioridades da classe política nordestina é ver o projeto concluído em julho de 2016. Ou seja, nada de adiamentos.

Luizianne Lins já admite deixar o PT “se houver alguma coisa muito grave”

207 1

2505PO1820

“A ex-prefeita de Fortaleza e deputada federal Luizianne Lins (PT) reafirmou que tem recebido convites formais para mudar de partido, mas deve permanecer no PT. Ela participou, no sábado, da reunião do diretório municipal do PT, em Fortaleza, reforçou críticas à gestão do prefeito Roberto Cláudio (Pros) e enfatizou a defesa por candidatura própria do PT na disputa municipal do próximo ano.

“Há um sentimento muito forte de oposição ao atual governo. Há uma avaliação de que praticamente em todas as áreas a gestão piorou”, disse Luizianne. “Costumo dizer que o PT tem de ser protagonista nesse processo, não podemos terceirizar a representação social, passar para partidos terceiros que não significam nada para Fortaleza, partidos que são siglas de aluguel”, criticou a ex-prefeita.

Luizianne voltou a fazer acusações, sem citar nomes, de que está acontecendo “compra” de delegados do PT para interferirem no processo interno da legenda nas eleições de 2016. Em março, em entrevista ao O POVO, Luizianne havia acusado o prefeito de “cooptar” delegados em busca de apoio na campanha pela reeleição.

A deputada reafirmou que tem sido convidada “por diversos partidos” para deixar o PT, inclusive com convites formais. Segundo a petista, outras legendas acham que ela não tem espaço dentro do PT. No entanto, Luizianne ressalta que não considera mudar de sigla, exceto se houver “alguma coisa muito grave”.

Sobre a defesa que faz de que o PT deve disputar a Prefeitura de Fortaleza em 2016, Luizianne diz que prefere não antecipar a própria candidatura ao debate sobre nomes dentro da legenda. Segundo ela, há nomes como do deputado estadual Elmano de Freitas, do vereador Acrísio Sena, do secretário estadual da Cultura, Guilherme Sampaio, e do senador José Pimentel que podem ser colocados na discussão.

(O POVO, por Jéssica Welma)

Morre um dos fundadores do PT: Antonio Neiva

171 3

“Antonio de Neiva Moreira Neto, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), morreu na manhã de ontem (24) no Rio de Janeiro. Segundo nota divulgada pelo partido, ele estava internado com pneumonia e morreu depois do quadro se agravar para infecção generalizada.

Neiva tinha 66 anos e iniciou sua trajetória política no movimento estudantil, durante o regime militar. Militante da Ala Vermelha, uma ala dissidente do PCdoB, foi preso político e, posteriormente, dirigente do PT e da Força Socialista.

Nos últimos anos, participou de campanhas eleitorais de candidatos petistas. Em nota, o PT lamentou a morte de “mais um guerreiro da luta dos trabalhadores, de um líder encantador e incansável, mas ficamos felizes com seu legado e com as sementes que ele plantou”, diz a nota. Seu corpo foi cremado ontem.”

(Agência Brasil)

Governo prevê rombo 28% maior na Previdência Social

167 3

“Com a deterioração do mercado de trabalho e sucessivas derrotas do pacote de ajuste fiscal no Congresso, o governo passou a projetar um salto do deficit da Previdência Social neste ano, segundo Folha de São Paulo.

De R$ 43,6 bilhões calculados na versão original do Orçamento, feita no ano passado, o rombo esperado nas contas do INSS foi elevado em 67%, para R$ 72,8 bilhões com as novas estimativas de receitas e despesas divulgadas na sexta (22).

Trata-se de um aumento de 28,4%, bem superior à inflação, em relação aos R$ 56,7 bilhões do ano passado. Como percentual do PIB, o deficit sobe de 1% para 1,2%, maior patamar em seis anos.”

José Guimarães diz que encontro de Camilo com bancada federal mostrou sintonia

150 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=M8wED-vFEy0[/youtube]

O líder do PT na Câmara, José Nobre Guimarães, avaliou, nesta segunda-feira, como das mais positivas a reunião que o governador Camilo Santana (PT) fez, nesse domingo, no Palácio da Abolição, com parte da bancada federal cearense. Dois assuntos foram discutidos: seca e saúde.

Para Guimarães, que viajou para Brasília, o encontro serviu principalmente para mostrar sintonia do governador com a bancada e com os parlamentares do seu partido.

Guimarães aproveitou para informar que, nesta semana, o tema que vai dominar a Câmara dos Deputados é a Reforma Política. Já o Senado, deverá votar as Medidas Provisórias aprovadas nos últimos dias pela Câmara.

Equipe econômica reduz em 5,3% previsão de receitas da União para este ano

“O fraco desempenho da economia fez o governo reduzir em 5,3% a previsão de receitas da União para este ano. Segundo estimativas divulgadas hoje (22) pelo Ministério do Planejamento, a receita líquida da União caiu de R$ 1,223 trilhão, valor aprovado no Orçamento Geral da União, para R$ 1,158 trilhão, diferença de R$ 65,129 bilhões.

De acordo com o governo, a queda será liderada pelas receitas não administradas, que deverão cair R$ 31,8 bilhões, puxadas pela redução na cota-parte de compensações financeiras e pela diminuição dos dividendos das estatais federais.

Na sequência, vêm a Previdência Social, que deverá arrecadar R$ 28 bilhões a menos que o inicialmente previsto, e as receitas administradas pela Receita Federal, que devem cair R$ 16,3 bilhões na comparação com a estimativa inicial.

Para chegar ao contingenciamento de R$ 69,946 bilhões, a equipe econômica usou a previsão de queda de receitas e somou R$ 4,816 bilhões da previsão de aumento de despesas obrigatórias, que não podem ser cortadas.

Segundo o Ministério do Planejamento, as maiores altas de gastos obrigatórios serão da compensação do Tesouro pelas desonerações da folha de pagamento, que saltou R$ 4,5 bilhões, e o aumento de R$ 1,6 bilhões no pagamento de subsídios, subvenções e no Programa Proagro.”

(Agência Brasil)

Dilma viajará pelos Estados e anunciará obras de infraestrutura

137 1

Dilma-metrô-2

Em passado recente, Dilma veio entrar primeira fase do Metrofor. Já o resto…

“De olho no aumento da aprovação do governo, a Secretaria de Comunicação da Presidência traçou uma estratégia diferente para divulgar as concessões de ferrovias, aeroportos e rodovias que se avizinham.

Dilma aparecerá no lançamento do plano, na primeira semana de junho, e a divulgação vai perdurar ao longo do mês em viagens aos estados dos ministros das pastas relacionadas ao pacote.

A ideia é que Nelson Barbosa ou Eliseu Padilha, por exemplo, viajem para fazer lançamentos regionais das concessões nos estados, para aumentar a quantidade de reportagens sobre as medidas e assim, quem sabe, tentar mostrar que o governo saiu da paralisia.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

PSDB divulga nota e diz que a conta do Governo do PT quem está pagando é o povo

177 1

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, divulgou, nesta sexta-feira, nota oficial sobre os cortes anunciados pelo Governo Dilma. Confira:

Nota do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves – Cortes no Orçamento

Cai em definitivo a máscara do governo do PT e o país conhece o pacote de medidas impopulares contra o povo brasileiro. Aumento de impostos, cortes de direitos trabalhistas e dos investimentos, incluindo os recursos fundamentais para a saúde e a educação.

Os cortes orçamentários anunciados esta tarde são mais uma face do arrocho recessivo promovido pelo PT em prejuízo da população brasileira.

Primeiro veio a diminuição dos direitos trabalhistas e de benefícios previdenciários, em parte já aprovados pelo PT e a base aliada no Congresso, com oposição coesa do PSDB.

Agora a tesoura do governo Dilma Rousseff compromete os investimentos públicos, prejudicando um dos motores que poderia ajudar a impulsionar a economia no momento em que o país necessita desesperadamente retomar o desenvolvimento.

Quem mais sofre com os cortes no Orçamento são os mais pobres, que precisam do governo federal para dispor de atendimento de saúde, de educação digna e de escolas de qualidade, de transporte e mobilidade. Todas essas áreas que agora são profundamente afetadas pelo arrocho anunciado.

O passo seguinte está traçado: aumento de impostos, já iniciado desde o início do ano e agora aprofundado. A carga tributária, que aumentou ininterruptamente no governo Dilma, vai continuar a subir.

Os R$ 70 bilhões anunciados hoje são apenas parte da conta que o brasileiro vai pagar por causa da gastança desenfreada ocorrida nos últimos anos com o objetivo de vencer as eleições e manter o PT no poder.

Caso a conduta do primeiro governo Dilma fosse responsável, sem os excessos eleitoreiros cometidos, como o próprio ministro da Fazenda reconheceu nesta semana, as famílias brasileiras não seriam agora obrigadas a passar por mais sacrifícios, além das enormes dificuldades que já vivem.

O arrocho recessivo somado ao forte aumento do desemprego e acompanhado da escalada da inflação trazem tristeza a todos nós s e torna a vida no país mais difícil.

É bom que fique claro: Essa conta não é do povo, é do governo do PT, mas é o povo que a está pagando.

* Aécio Neves

Presidente do PSDB.

Orçamento 2015 – Contingenciamento é da ordem de R$ 69 bilhões

197 1

“O governo federal decidiu contingenciar R$ 69,946 bilhões do Orçamento Geral da União como parte do esforço fiscal para equilibrar as contas públicas do país. O número foi divulgado há pouco pelo Ministério do Planejamento. O objetivo do governo é atingir a meta de superávit primário de 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. O detalhamento sobre os cortes deverá ser feito pelo ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, e pelo secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Barbosa Saintive.

O contingenciamento (retenção dos gastos) e o estabelecimento de um limite de despesas de cada ministério constam de decreto que será publicado ainda hoje (22) em edição extraordinária do Diário Oficial da União. Segundo a Lei Orçamentária de 2015, vence hoje o prazo para edição do decreto. A cada dois meses, o tamanho do corte poderá ser reavaliado.

O governo aguardava a aprovação de medidas encaminhadas ao Congresso Nacional para anunciar o contingenciamento e definir como faria o reequilíbrio das contas. Com o atraso das votações, teve de estabelecer a retenção dos gastos a partir de hoje, como determina a Lei Orçamentária.

Ontem (21), o governo deu mais um passo para fechar um acordo com o objetivo de aprovar as medidas provisórias do ajuste fiscal no Congresso Nacional. O contingenciamento poderá ser reduzido ao longo do ano caso aumentem as estimativas de receita da União ou melhorem as projeções para a economia em 2015.”

(Agência Brasil)

A Saúde do Ceará e uma série de questionamentos

Do leitor que se assina apenas por Sávio -pede reservas, recebemos nota sob o título “A crise da Saúde”. Ele faz uma série de questionamentos a respeito do segmento. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

Sou leitor assíduo do seu Blog e tenho acompanhado a sua preocupação – que é de todos nós cearenses, em relação à saúde . Gostaria de compartilhar algumas questionamentos:

A quem interessa as compras emergenciais?

Qual o controle de estoque que a Sesa tem dos medicamentos comprados?

Qual o controle de recebimento nos galpões da Sesa e entrega posterior nas prefeituras?

Será que a quantidade comprada e declarada é a recebida?

Os medicamentos, que exigem refrigeração, são controlados em temperatura ideal?

A entrega nas Prefeituras do interior desses medicamentos é feita por caminhões refrigerados?

Qual o controle dos medicamentos para evitar o vencimento?

Na Secretaria da Fazenda, existe hoje um sistema de catálogo de preços eletrônicos, implantado pelo ex-titular da pasta, João Marcos. Toda e qualquer sonegação ou cartelização de sobrepreço é detectada na hora. Por que o lobby das grandes distribuidoras e sindicatos dos médicos são contra este controle?

Infelizmente, o discurso na mídia é um, mas, nos bastidores, jamais será aceito que se faça este controle, pois, quem sabe, pode se constatar o Governo comprando medicamentos com o preço de quase 500% maior do que o praticado no mercado.

Está muito claro que a saúde está doente e a hemorragia todos sabem onde ocorre.
Infelizmente, poucos têm coragem de ir de encontro aos grandes interesses dos laboratórios e distribuidores de medicamentos.

Sem mais,

Sávio, seu leitor.

Operação Lava Jato – Justiça garante validade da ação

SÈrgio Fernando Moro

“Caiu no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Rio Grande do Sul e Paraná) mais uma tentativa de tornar nula a operação Lava-jato. Em 2006, Sérgio Moro não obedecera a uma determinação do TRF-4 de repassar para outra vara um procedimento envolvendo Alberto Youssef – justamente a que gerou a Lava-jato.

No passado, o juiz havia se declarado suspeito para atuar em processos com o doleiro por ter cuidado da sua delação premiada em 2004 no caso Banestado. Portanto, a defesa de alguns empreiteiros considerava que Moro não poderia ter coordenado a Lava-Jato. O TRF-4 discordou.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Petrobras – Diretor dá razão a acionistas por insatisfação com resultados da empresa

“O diretor de Gás e Energia da Petrobras, Hugo Repsold Júnior, disse hoje (21) que os acionistas da empresa têm razão em estarem insatisfeitos com os resultados da companhia. “Os nossos acionistas têm razão de não estarem muito felizes com a gente”, disse ao explicar a situação da empresa em um seminário promovido pela revista Carta Capital. “Esse tombo nos preços [do petróleo], junto com os projetos [trouxe prejuízos]. A gente fez essas refinarias e a produção não veio. A gente tinha uma expectativa de aumento da produção e a geração de caixa seria maior”, explicou sobre os resultados do último ano.

O balanço da estatal indicou que o resultado líquido de 2014 ficou negativo em R$ 21,6 bilhões. Estão incluídos nesse cálculo os R$ 6,2 bilhões de perdas estimadas com a corrupção na petroleira. A desvalorização dos ativos da empresa chegou a R$ 44,6 bilhões.

Repsold atribuiu as perdas ao volume excessivo de investimentos nos últimos anos, que acabou fazendo com que a empresa se arriscasse mais do que o necessário. “Obviamente, não era para ter acontecido. Em um ritmo mais adequado a gente teria superado a barra”, admitiu.

Apesar dos problemas, o diretor disse que a companhia tem todas as condições de se recuperar das perdas. “Essa empresa não tem um problema operacional ou técnico. A produtividade dos empregados da Petrobras é cada vez maior”, ressaltou. Para reduzir o endividamento, Repsold disse que a empresa deverá se desfazer de US$ 10 bilhões de ativos em 2016.”

(Agência Brasil)

 

Fortaleza terá missa de gratidão pela beatificação de Dom Oscar Romero

3487_1353

Uma missa de gratidão pela beatificação de dom Oscar Romero, que foi arcebispo de San Salvador, será celebrada neste sábado em Fortaleza.

O ato litúrgico está marcado para as 19h30min, na Capela São Francisco da Entrada da Lua, no bairro Pici, ao lado do CSU César Cals.

* Sobre Dom Oscar Romero, saiba mais aqui.

UFC oferece cinco vagas para professor efetivo em Fortaleza

“A Universidade Federal do Ceará lançou o Edital nº 103/2015 (http://bit.ly/1Kpe8vo), que oferta cinco vagas de professor efetivo (Adjunto-A) para campi sediados em Fortaleza (Benfica, Pici e Porangabuçu). As inscrições começarão na segunda-feira e se estenderão até 23 de junho. Os candidatos devem ter o título de doutor e todos os selecionados serão contratados sob regime de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva. A taxa de inscrição é no valor de R$ 215,00, com remuneração inicial de R$ 8.639,50. As vagas são para as seguintes unidades e setores de estudo:

* Centro de Ciências Agrárias – Departamento de Tecnologia de Alimentos, setor de estudo “Engenharia de Alimentos”.

* Centro de Tecnologia – Departamento de Engenharia Elétrica, uma vaga para o setor de estudo “Conversão de Energia e Máquinas Elétricas”, e outra para “Instalações Elétricas e Industriais”.

* Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade – Departamento de Administração, setor de estudo “Instituições de Direito/Legislação Comercial e Tributária/ Legislação Trabalhista e Previdenciária”.

* Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem – Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas, setor de estudo “Imunologia”.

SERVIÇO

* Mais informações no Edital nº 103/2015 (http://bit.ly/1Kpe8vo), disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (www.progep.ufc.br).

* Divisão de Planejamento e Movimentação de Pessoal da Progep – fone: 85 3366 7407.

(Site da UFC)