Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Ativista lança em Fortaleza livro sobre desmilitarização da Polícia e da Política

166 1

maxresdefault (4)

O Comitê Cearense pela Desmilitarização da Polícia e da Política lançará nesta segunda-feira, às 18 horas, o livro ‘Desmilitarização da Polícia e da Política – uma resposta que virá das ruas’, com a presença do organizador Giva Manoel e de representantes da Associação das Vítimas de Violência Policial do Estado do Ceará (AVVIPEC) e coletivo Aparecidos Políticos. O ato de lançamento ocorrerá na sede da Associação 64/68 Anistia (Rua Instituto do Ceara, 164 – Benfica, ao lado da FEAAC)

Givanildo Manoel é ativista de direitos humanos e um dos idealizadores dos Comitês pela Desmilitarização.

Já o Comitê Cearense pela Desmilitarização da Polícia e da Política foi lançado no final da ano de 2013, a partir da necessidade de se ampliar o debate sobre a desmilitarização entre as esferas do poder público e a sociedade civil, principalmente após as fortes repressões policiais ocorridas em junho do mesmo ano.

SERVIÇO

*Associação 64/68 Anistia – Rua Instituto do Ceara, 164 – Benfica, ao lado da FEAAC.

*Mais informações: 9 9996.1955 (Ana Vládia – Comitê)

Para saber mais: desmilitarizar.wordpress.com

Dívida Pública teve elevação de 0,78% em julho

“A Dívida Pública Federal teve elevação de 0,78% em julho, em comparação a junho. O valor passou de R$ 2,583 trilhões para R$ 2,603 trilhões. Os dados foram divulgados hoje (24) pelo Tesouro Nacional. No mês de julho, as emissões da Dívida Pública Federal (DPF) corresponderam a R$ 51,24 bilhões, enquanto os resgates alcançaram R$ 71,06 bilhões. O resultado foi um resgate líquido de R$ 19,82 bilhões.

O endividamento do Tesouro pode ocorrer por meio da oferta de títulos públicos em leilões, pela internet (Tesouro Direto) ou pela emissão direta (com destinação específica). O aumento da dívida do Tesouro Nacional também pode ocorrer pela assinatura de contratos de empréstimo. Nesse caso, o Tesouro toma empréstimo de uma instituição financeira ou de um banco de fomento.

A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) cresceu 0,52% e passou de R$ 2,462 trilhões para R$ 2,475 trilhões. A DPMFi é a dívida pública federal em circulação no mercado nacional e é captada por meio da emissão de títulos públicos. O motivo da elevação, informou o Tesouro Nacional, foi a incorporação de juros à dívida, no valor de R$ 29,54 bilhões.

A Dívida Pública Federal Externa (DPFe) registrou, em julho, elevação de 6,14%% em comparação ao resultado do mês anterior, chegando a R$ 128,72 bilhões, equivalentes a US$ 37,93 bilhões, dos quais R$ 117,69 bilhões (US$ 34,68 bilhões) referem-se à dívida mobiliária (títulos) e R$ 11,03 bilhões (US$ 3,25 bilhões), à dívida contratual. A variação deveu-se, destacam os técnicos, principalmente à desvalorização do real em relação às moedas que compõem o total da dívida externa.”

(Agência Brasil)

Para não dizer que não falei de flores na seca

Com o título “Flores na seca”, eis artigo da jornalista Fátima Sudário, que pode ser conferido no O POVO desta segunda-feira. Ela se apega a depoimentos do Caderno Os Quinzes para tirar lições importantes de vida. Confira:

Por esses dias, tenho aprendido um bocado sobre simplicidade, disposição, resistência, sabedoria, resiliência. Também sobre a metáfora de José do Egito, que aqui se traduz por acumular na fartura para atravessar a secura. Tudo pelas extraordinárias e emocionantes histórias contadas no projeto Os Quinzes, composto por dois cadernos especiais, dois webdocs e um hotsite, que começaram a ser veiculados na última terça, 18, no O POVO e no O POVO Online.

O seu Luiz Nogueira, um mandioqueiro lá da Jaguaribara, considera a seca um ensinamento. “Um dos maior que pode existir na nossa região”,diz. Para ele, os que não querem aprender vão se lamentar a vida inteira. A fala de seu Luiz tem aquela sabedoria que a gente gostaria de ver ampliada e apropriada. É lição de vivência e sobrevivência, ainda mais nestes tempos de incerteza e pessimismo que insistem em nos mergulhar.

Da agricultura para a invenção, o aprendizado do seu Luiz foi ligeiro. Nos passeios pela internet viu uma máquina que poderia tornar a lida mais fácil. Rápido criou sua própria geringonça. Baseada no princípio da alavanca, o invento ajuda a arrancar mandiocas gigantes com um mínimo de esforço. E assim, em meio à diversidade, seu Luiz vai construindo sua história. Pode-se dizer que, neste quarto ano de seca, a vida é boa, mas não lhe tem sido fácil. Assim como não é e, talvez, nunca será para quem nasce no semiárido.

Assim como ele, são muitos que, sem apenas rezar por tempo bom, (re)constroem o Ceará seco, que é realidade nossa. Dessa estirpe é o Leonilson Rodrigues, nome de batismo do criador de abelha Piá, que tem uma única reivindicação ao Governo: conter o desmatamento para que as abelhas não arribem. Simples assim.

Na edição de amanhã, O POVO traz o segundo caderno Os Quinzes, alusão à seca centenária e à atual. Junto será lançado o segundo webdoc para traçar olhares a outras perspectivas de quem vive o cotidiano da seca. Há drama e sofrimento, assim como a capacidade de tornar a inventar. “Porque seca ninguém acaba, a gente tem que conviver”, nos contará amanhã o Zé Roberto, que habita os Inhamuns. Tá certo. Com disposição e decisão política, há um semiárido inteiro a navegar. Os cadernos, hotsite e vídeos podem ser acessados em especiais.opovo.com.br/osquinzes

* Fátima Sudário

fsudario@gmail.com
Jornalista do O POVO.

Mercado reduz para 9,29% estimativa da inflação deste ano

inflacao (1)

“Após a estabilidade da semana passada, a projeção de instituições financeiras para a inflação, neste ano, caiu. A estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 9,32% para 9,29%. A estabilidade e a queda vieram depois de 17 semanas seguidas de aumento na projeção do IPCA. A estimativa consta do boletim Focus, publicação semanal elaborada pelo Banco Central (BC) com base em pesquisa a instituições financeiras sobre os principais indicadores econômicos.

Para 2016, a projeção de inflação é menor do que a deste ano, mas subiu pela terceira semana seguida, ao passar de 5,44% para 5,50%. A meta de inflação é 4,5%, com limite superior de 6,5%. Essa meta é definida pelo Conselho Monetário Nacional, formado pelos ministros da Fazenda e do Planejamento e pelo presidente do BC. Cabe ao BC manter a inflação dentro da meta estipulada. Quando isso não ocorre, a entidade tem de enviar carta ao Ministério da Fazenda, explicando o que levou o índice a extrapolar a meta.

Na tentativa de trazer a inflação para o centro da meta, o BC elevou a taxa básica de juros, a Selic, por sete vezes seguidas. A entidade prevê que a inflação vai convergir para a meta em 2016 e indicou que não deve elevar mais a Selic na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em setembro. Segundo o BC, os efeitos de elevação da Selic levam tempo para aparecer.

Para as instituições financeiras, a Selic deve permanecer em 14,25% ao ano até o fim de 2015 e ser reduzida em 2016. A projeção mediana, que desconsidera os extremos da estimativa, para o fim de 2016 passou de 11,88% para 12% ao ano.

A taxa é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reajustá-la para cima, o BC contém o excesso de demanda que pressiona os preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando reduz os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas alivia o controle da inflação.”

(Agência Brasil)

Transposição do São Francisco – Funasa discutirá obras de saneamento que integrarão o projeto

leonildo

O superintendente estadual da Funasa, Leonildo Peixoto, participará, nesta terça-feira, no Recife, de uma reunião de trabalho na qual vão estar todos os superintendentes estaduais, diretores e presidência da Funasa.

A ordem é discutir principalmente as obras de saneamento que farão parte do Programa de Integração das Águas do Rio São Francisco.

Também na agenda, pendências do monitoramento da Controladoria Geral da União e do Tribunal de Contas da União.

 

Camilo cumpre agenda no Rio de Janeiro

CAMILO-SANTANA-1

O governador Camilo Santana (PT) cumpre agenda, nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro. Tem reuniões na Petrobras, onde ainda trata sobre questões financeiras ligadas à ao projeto suspenso da refinaria de petróleo.

Depois, vai à sede do BNDES discutir empréstimos para algumas contrapartidas estaduais, devendo encerrar a agenda às 13h30min, na sede da Fiocruz.

Uma unidade desse fundação está em fase de implantação na cidade do Eusébio (Região Metropolitana de Fortaleza).

V Futura Trends com Domenico De Masi

domeicoc

Começa às 13 horas desta segunda-feira, no La Mason, a quinta edição do Seminário Futura Trends. O tema é “O profissional competitivo: conceitos modernos de gestão corporativa que mudarão sua maneira de enxergar o futuro”. Seis grandes nomes da gestão competitiva estarão presentes para discutir, até as 19 horas, a construção de carreiras.

O evento, realizado pelo Grupo de Comunicação O POVO e Fundação Demócrito Rocha, contará com a presença do filósofo italiano Domenico De Masi, autor de um dos títulos mais vendidos em sociologia no mundo, o L’ozioCreativo, (O Ócio Criativo). A palestra magna de De Masi terá como tema: “O futuro chegou: modelos de vida para uma sociedade desorientada; Como a sociedade brasileira pode ser exemplo para o resto do mundo. Felicidade, qualidade de vida ou índices do PIB?”.

Nazareno Albuquerque, coordenador geral do evento, ressalta que a boa governança corporativa é aquela que tem as pessoas no centro dos resultados das empresas, sendo essencial para boa gerência. “Não existe mais aquela visão da máquina e a tecnologia resolverem tudo. A gestão das pessoas e a fidelização dos recursos do talento é uma coisa muito importante”.

Também estará presente o jornalista Heródoto Barbeiro, que fará parte da mesa de conversa com De Masi junto de João Dummar Neto, vice-presidente do Grupo de Comunicação O POVO.

SERVIÇO

*Local – Salão Coliseu, do La Maison Dunas

*Inscrições são possíveis neste dia do evento ou por meio do número (85) 3433.8464, custando R$ 1.200.

Líderes religiosos debate mudanças climáticas no Rio

“Lideranças nacionais e estrangeiras de 12 comunidades religiosas se reúnem na próxima terça-feira (25), no Rio de Janeiro, para debater mudanças climáticas e seus efeitos sobre a humanidade. Durante o Encontro Internacional Fé no Clima, cada liderança abordará os fundamentos sagrados de sua religião sobre a relação do ser humano com o planeta, bem como a criação e as ações concretas que cada religião adota para a proteção do meio ambiente ou o enfrentamento das mudanças climáticas, disse a coordenadora do projeto, antropóloga Maria Rita Villela, pesquisadora do Instituto de Estudos da Religião (Iser).

De caráter multirreligioso, o encontro resultará na assinatura da Declaração Fé no Clima, por todos os líderes religiosos. A versão final será encaminhada à presidenta Dilma Rousseff e à ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

O documento pretende ser uma contribuição informal do segmento religioso brasileiro à 21ª Convenção das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP21), que ocorrerá em dezembro, em Paris, na França. “A gente vai, pelo menos, posicionar esse grupo de religiões, mostrando nosso esforço, e colocar as preocupações centrais em uma linguagem comum, de acesso fácil por todos os cidadãos”, disse Maria Rita. O evento é promovido pelo Iser em parceria com a organização Gestão de Interesse Público.

As diversas contribuições religiosas serão revistas durante o evento Aldeia Sagrada, programado para o período de 1º a 3 de outubro, na sede do Viva Rio, na capital do estado. A aldeia foi criada por uma rede interreligiosa durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, conhecida mundialmente como Rio92. Seu objetivo, segundo Maria Rita Villela, é “manter acesa a chama do desenvolvimento espiritual com a questão ecológica”. O tema deste ano da Aldeia Sagrada é sobre mudanças climáticas.”

(Agência Braasil)

PPS nacional abre portas para Heitor Férrer e deixa comando local de saia justa

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=D923Twuz9bw[/youtube]

O presidente regional do PPS, Alexandre Pereira, afirmou, nesta segunda-feira, que o deputado estadual Heitor Férrer (PDT) é nome que qualquer partido desejaria em seus quadros.

Pereira fez questão de informar que Heitor já foi convidado pelo presidente nacional do PPS, Roberto Freire, para ingressar na legenda, no que o partido espera resposta.

Mas Alexandre Pereira fez questão de lembrar que hoje o PPS apoia a reeleição do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

Ele admite, no entanto, que se Heitor vier mesmo para a legenda, o cenário político deverá passar por amplas discussões.

DETALHE – Alexandre Pereira é o coordenador de Parcerias Público-Privadas da Prefeitura de Fortaleza.

Governo pode rever previsão do salário mínimo 2016

A presidente Dilma Rousseff se reuniu, no domingo (23), com os ministros do Planejamento, Nelson Barbosa, e com o titular da Casa Civil, Aloizio Mercadante, no Palácio da Alvorada, em Brasília. O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, está em Washington (Estados Unidos) em agenda particular. A informação é do G1.

A reunião com os dois ministros, que fazem parte da junta de execução orçamentária, aconteceu em uma semana que o governo tem de fechar a proposta de orçamento de 2016 – que tem de ser enviada ao Congresso Nacional até 31 de agosto. Também participaram encontro o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive, o chefe da Receita Federal, Jorge Rachid, e o secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Dyogo de Oliveira, entre outros. Ao fim da reunião, as autoridades não falaram com a imprensa.

Para o salário mínimo, a previsão do governo estava, em maio, em R$ 855 para o ano que vem, o que representaria um aumento de R$ 67. Este valor poderá ser novamente ajustado, com base na fórmula em vigor para a correção do salário mínimo. Atualmente, o mínimo, que serve de referência para mais 46 milhões de pessoas no Brasil, está em R$ 788.

A correção do salário mínimo é definida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice de inflação calculado pelo IBGE, do ano anterior ao reajuste, somada ao aumento do PIB de dois anos antes, o que proporciona ganhos reais – acima da inflação – para os assalariados, mas somente se o PIB tiver crescimento. Essa fórmula vale até 2019.

Caravana de padres do Ceará participará do “Nordestão de Presbíteros”

padress

Seminarista Maciel e padres João Batista, Gilson e Carlos Alberto.

Uma caravana formadas por 35 padres cearenses embarcou, nesta segunda-feira, para São Luís (MA). Ali, participarão do Nordestão de Presbíteros, que vai se estender até a próxima sexta-feira.

De acordo com o padre Gilson Soares, à frente do grupo, o encontro terá como tema “Presbíteros do Nordeste anunciando a alegria do Evangelho”, baseado  numa das enciclias do Papa Francisco.

(Foto – Paulo MOsKa)

Operação Lava Jato – Camargo Corrêa faz acordo e vai devolver R$ 700 milhões

“A Construtora Camargo Corrêa assinou acordo de leniência com o Ministério Público Federal no qual se comprometeu a devolver R$ 700 milhões aos cofres públicos. No acordo, a empreiteira, que é investigada na Operação Lava Jato, reconheceu a prática dos crimes de formação de cartel e fraude em licitações, corrupção e lavagem de dinheiro. A indenização será parcelada e corrigida pela taxa Selic.

Com o acordo, a empresa se comprometeu também a entregar novas provas sobre o esquema de corrupção na Petrobras e em outras estatais. Em troca, o Ministério Público não oferecerá denúncia criminal e civil contra os envolvidos. Segundo a força-tarefa de investigadores da Lava Jato, o acordo tem objetivo de garantir a devolução do dinheiro desviado.

“O acordo atende ao interesse público por diminuir a litigiosidade judicial, por alcançar, o mais rapidamente possível, a recomposição do patrimônio público, por diminuir os custos do Judiciário com procedimentos judiciais longos e inefetivos e pela produção de informações e provas novas sobre crimes relacionados também a outras empresas, potencializando o ressarcimento ao erário”, diz nota da força-tarefa.

É o segundo acordo de leniência da Camargo Corrêa com investigadores da Lava Jato. Na quarta-feira (19), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) homologou acordo entre a empresa e dois de seus ex-executivos, Dalton Avancini e Eduardo Leite, que assinaram acordo de delação premiada. A construtora concordou em pagar mais de R$ 104 milhões em indenização.”

(Agência Brasil)

Coordenador da bancada cearense manda nota para Blog sobre Campus de Russas e Itapajé

O deputado federal José Airton manda nota para o Blog em resposta ao deputado federal Danilo Forte. O caso envolve a luta pelos Campus da UFC de Russas e Itapajé. Confira:

Nota de esclarecimento

A Coordenação da Bancada do Ceará, em nome do seu coordenador, Deputado José Airton Cirilo (PT-CE), em resposta a nota divulgada na imprensa cearense, no dia 15/8, no qual o deputado Danilo Forte informou que enviou um Ofício ao coordenador da bancada cearense no Congresso Nacional, solicitando que deputados cearenses se empenhem e tomem como prioridade nas emendas do colegiado ao Orçamento de 2016 as obras de expansão do campus da Universidade Federal do Ceará nos municípios de Itapajé e Russas, vem a público informar que a Bancada Federal do Ceará aprovou em reunião no dia 13/08, com voto de 17 deputados e com voto dos três senadores,  indicaram como projeto prioritário para Projeto de Lei das Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2016 será a conclusão do Anel viário de Fortaleza, com recursos no valor de R$ 68 milhões de reais e a segunda priorização ficou a obra de expansão do Campus Avançado da Universidade Federal do Ceará no valor de R$100 milhões.

O Coordenador da Bancada do Ceará, o Deputado José Airton Cirilo (PT-CE), reitera assim o trabalho da bancada cearense em priorizar obras viárias estruturantes e a valorização da educação no Orçamento Geral da União.

* Deputado José Airton Cirilo (PT-CE)

Coordenador da Bancada Federal do Ceará.

Fazenda quer pagar antecipação do 13º dos aposentados e pensonistas em duas parcelas de 25%

“O Ministério da Fazenda vai propor o pagamento, em duas parcelas, da antecipação do 13º dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A intenção da equipe econômica é liberar o pagamento de 25% do valor total do 13º em setembro e 25% em outubro.

Os 50% restantes seriam pagos normalmente em dezembro. A proposta de parcelamento ainda depende de aval da presidenta Dilma Rousseff. Segundo o Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical (Sindnapi), desde 2006, a antecipação é paga em agosto.

De acordo com o presidente do Sindnapi, Carlos Ortiz, este ano os aposentados foram informados previamente, em uma reunião no Ministério da Previdência Social, de que o pagamento não estava garantido. Por isso, na terça-feira (18), o sindicato entrou com ação no Supremo Tribunal Federal.

Segundo Ortiz, o sindicato é contra o parcelamento proposto pela equipe econômica. “Somos contra, porque, na verdade, a antecipação já é a metade [do valor do 13º]. O benefício do aposentado e pensionista não é crediário. O aposentado conta com esse dinheiro”, afirmou.”

(Agência Brasil)

Camilo participará de atos em Horizonte

CAMILO-SANTANA-1

Após um dia de peregrinação e homenagens com o presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, o governador Camilo Santana (PT) esticará até o município de Horizonte (Região Metropolitana de Fortaleza).

Nesta noite de sexta-feira, ele conferirá a inauguração da nova sede do Centro de Atendimento Clínico e Educacional (CACE) Maria de Nazaré Domingos, nessa cidade, e dará ordem de serviço para a construção do Centro de Educação Infantil (CEI).

Neste sábado, Camilo deve ir a Várzea Alegre, que está festejando seu padroeiro, São Raimundo.

Empregados da CSN entrarão em greve na próxima segunda-feira

“Os empregados da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) entrarão em greve na segunda-feira, caso a empresa continue a desconsiderar a proposta de reajuste salarial apresentada em abril. O sindicato fez a comunicação formal à companhia e entrou em estado de greve. Agora, os funcionários vão negociar com a siderúrgica quais as áreas permanecerão operando, por terem equipamentos que não podem ser desligados.

Para o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense, Sílvio Campos, “depois de cinco meses de expectativa, de inúmeras tentativas de negociação, este resultado [a greve] deixou claro que os trabalhadores estão indignados com a CSN. Queremos, pelo menos, a reposição da inflação”.

Mesmo admitindo que o país passa por um período de crise, Campos destacou que o fato não justifica a recusa da CSN em tratar do acordo coletivo. “Eles [a direção da CSN] estão querendo ganhar dos trabalhadores pelo cansaço. Não vamos deixar isso acontecer”, disse o sindicalista. O atraso nas negociações prejudica também os acordos coletivos dos empregados terceirizados. “São milhares de trabalhadores prejudicados”.

A diretoria da siderúrgica informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não vai se pronunciar sobre a greve.”

(Agência Brasil)

Beto Studart destaca ousadia do empresariado cearense em parceria com o BNB

bnbbb

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará )(Fiec), Beto Studart, afirmou, nesta sexta-feira, durante almoço na cobertura da Casa da Indústria, que só espera a retomada do crescimento da economia no País em 2017. Para ele, as condições postas atualmente já inviabilizam essa retomada em 2016. Apesar do tom negativo em relação a economia brasileira, Beto Studart fez questão de destacar o empresariado do Ceará como ousado e um batalhador incansável, que não esmorece mesmo diante dos mais difíceis momentos.

Beto Studart citou o lançamento do cartão BNB/FIEC, firmado com o Banco do Nordeste, como prova da crença do setor produtivo cearense em dias melhores. Ele aproveitou ainda o almoço para tecer críticas à elite política brasileira, destacando a falta de perspectiva no País nesse campo. “Nossos representantes, infelizmente, não estão conseguindo atender os anseios da sociedade”.

Já o presidente do BNB, Marcos Holanda, disse que o banco tem procurado seguir na linha do que tratou o presidente da FIEC, no sentido de não esmorecer diante das dificuldades. “O cartão BNB/FIEC simboliza essa logica do banco em colocar o cliente em primeiro lugar atendendo suas demandas. Inovamos porque é um cartão sem similar no pais”, destacou, acrescentando que o banco oferta crédito fácil e rápido como o empresário merece”. Holanda aproveitou a ocasião para para anunciar o lançamento do cartão BNB/FNE, a ser lançado no começo do próximo ano. “O cartão vai unir o atrativo do FNE e a rapidez e agilidade de crédito para as empresas”. Holanda disse ainda que queria lançar esse novo produto na FIEC.

(Foto – Divulgação)

Maluf terá de pagar indenização de R$ 128,6 milhões à Prefeitura de São Paulo

“Deputado federal e ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf terá de pagar indenização de R$ 128,6 milhões à prefeitura por ter usado um símbolo de sua campanha eleitoral como marca oficial da cidade durante seu mandato na prefeitura (1993-1996). A decisão é do juiz Fausto José Martins Seabra, da 3ª Vara de Fazenda Pública.

Maluf foi condenado por improbidade administrativa neste caso em 2006, após uma ação popular. A Justiça considerou que ele fez promoção pessoal com recursos públicos, ao adotar como símbolo da administração municipal o desenho de um trevo de quatro folhas formado por quatro corações.

Foi o mesmo símbolo que ele utilizou em sua campanha eleitoral em 1992, quando elegeu-se prefeito. Todos os recursos de Maluf foram negados e a discussão agora era somente sobre os critérios de cálculo da indenização. A assessoria de Maluf disse que seus advogados vão recorrer da decisão a instâncias superiores.

Por meio de nota, a prefeitura de São Paulo disse que vai adotar “as medidas necessárias para identificar bens do ex-prefeito que possam ser bloqueados para garantir o pagamento da indenização”.

(Agência Brasil)