Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

O que o Shopping RioMar tem a ver com Luizianne Lins?

53 2

luizianne-lins-eliomar

Na inauguração do Shopping RioMar, nessa quarta-feira, no bairro Papicu, ausência bem notada: a da ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT).

Foi ela quem fechou todo o pacote econômico e de compensação ambiental que viabilizou a implantação do empreendimento.

Mas o controlador João Carlos Paes Mendonça mandou convite para Luizianne, que não veio. Ela está vivendo as ultimas semanas de aula do mestrado que faz Rio.

BS Par apresentará projeto arrojado de Centro Comercial

293 1

O presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Beto Studart, na condição de empresário, comandará a partir das 10h30min desta quinta-feira, o ato de apresentação de mais um empreendimento do seu grupo, a BSPar Participações.

Trata-se do BS Design Corporate Towers, um complexo de escritórios comerciais com conceito A+, dentro dos mais modernos padrões arquitetônicos no mundo.

projetoot

Na ocasião, Beto e equipe darão entrevista coletiva expondo todos os detalhes desse projeto fincado no coração da Aldeota.

Secretário da Segurança Pública do Estado em alta cotação para continuar no cargo

95 6

servilho

As apostas são altíssimas na tese de que Servilho Paiva, o titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, continuará no cargo.

O governador eleito Camilo Santana (PT) gostaria de ver todo implantado o programa “Pacto pela Vida” que Servilho implementou, com êxito, em Pernambuco.

No Ceará, essa ação começou nestes meses finais da gestão do governador Cid Gomes (Pros) e vem obtendo bons resultados.

Pelo menos, é o que dizem as estatísticas.

Quer ser cervejeiro?

O Instituto da Cerveja, com sede em São Paulo, oferecerá, entre novembro deste ano e fevereiro de 2015,  o Curso Aberto de Tecnologia Cervejeira, voltado para interessados em entrar no mercado de produção da bebida. Com inscrições abertas até o próximo dia 4, o curso contará com aulas práticas sobre os processos de fabricação de cervejas especiais.

O objetivo é capacitar os participantes para o ingresso em cervejarias de pequeno, médio e grande porte. As atividades, que somam 124 horas no total, incluem análise sensorial da cerveja, desenvolvimento de receitas, história e legislação da bebida. Os alunos também visitarão micro cervejarias e maltearias.

Professores do instituto e convidados conduzirão as atividades no período. A lista dos palestrantes conta com nomes como Marcus Dapper, cervejeiro da Dama Bier, e Rubens Mattos, cervejeiro da Brasil Kirin. O engenheiro de processos e especialista em leveduras Marcelo Braga e Frank Nohel, coordenador da Cooperativa Agrária Agroindustrial, também ministrarão aulas. Após a conclusão do curso e realização de 200 horas de estágio em uma cervejaria, os participantes do curso podem requerer um certificado extra de cervejeiro profissional.

SERVIÇO

Instituto da Cerveja – Avenida das Carinás, 417, Moema (SP)

Quanto: R$ 3.200

Inscrições e mais informações: info at institutodacerveja.com.br ou pelo telefone (11) 95946-0244.

(Blog Paladar)

Acrísio Sena: Setores da imprensa tentam desqualificar a vitória de Dilma

Com o título “As eleições e as novas tarefas do PT”, eis artigo que o vereador Acrísio Sena manda para o Blog. Ele comemora a reeleição da presidente Dilma Rouseff e lamenta que setores da grande imprensa estejam tentando desqualificar a vitória dela, falando de pais dividido.Confira:

É evidente a intenção de vários setores – inclusive na imprensa – de desqualificar a vitória de Dilma Rousseff no último dia 26. Fala-se em “país dividido”, por conta da eleição apertada, com diferença de apenas 3%. Ora, trata-se da mais difícil e espetacular vitória da história dos embates presidenciais, na qual ficou evidente a força da militância do PT, contra tudo e contra todos, afirmando um projeto de governo e, mais que isso, uma concepção ideológica, diametralmente oposta ao do adversário tucano. A instituição do 2º turno existe, diga-se de passagem, para consolidar uma maioria para o eleito. E maioria, ensina a matemática, é 50% mais um. O resto é choro e ranger de dentes.

Há, porém, que se fazer uma série de ressalvas em relação às tarefas que deverão ser assumidas pelo próximo governo Dilma. No primeiro discurso como presidenta reeleita, a senha já foi dada: é preciso acelerar a reforma política. E já está clara a resistência de diversos setores políticos, amplificada pela imprensa, à ideia do plebiscito, como se isso fosse uma tática de deslegitimização do Congresso. Ora, o plebiscito é um dispositivo perfeitamente legal e amparado pela Constituição. Caso haja resistência, da parte de setores representativos mais conservadores às mudanças, a alternativa deve ser de fato consultar o povo através da democracia direta.

Tal método também poderia fortalecer o diálogo – também ressaltado nas intervenções da presidenta – com diversos setores sociais. O jornalista Alexandre Haubrich captou bem este sentimento, lembrando que, se os últimos 12 anos incrementaram o consumo e aumentaram o contingente da classe média, os que ascenderam parecem não ter assimilado isso como uma nova condição favorecida pelas mudanças macroeconômicas, mas como uma conquista pessoal. Essa perspectiva conservadora havia sido já exposta por Paulo Freire: “se a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é transformar-se em opressor”. Sem um debate político sistemático com a sociedade civil, com representantes dos movimentos sociais ocupando cargos governamentais e sem formar novas lideranças, sem enfrentar o debate sobre a democratização dos meios de comunicação, o PT não conseguiu sedimentar um discurso que lhe fosse favorável.

A reforma política precisa investir no fortalecimento dos partidos e de instrumentos de consulta popular, além das instituições de base, favorecendo a autonomia e a fiscalização das instituições por parte dos cidadãos, coibindo a corrupção no seu nascedouro. O debate político pode e deve ser constante, e não ocorrer de dois em dois anos, de forma a construir uma nova consciência social e colocar o governo em sintonia com os anseios populares.

Somente desta forma, a população poderá sentir-se parte integrante dos avanços sociais, econômicos, políticos e culturais, fugindo das discussões rebaixadas, falso-moralistas e preconceituosas promovidas pela direita. Com uma participação política constante, as conquistas seriam finalmente assimiladas em sua complexidade, fruto de um diálogo com o governo, e defendidas como resultado de sua ação independente e emancipatória.

* Acrísio Sena,

Vereador do PT.

Mauro Benevides lança novo apelo pró-refinaria

senadormauro

O deputado federal Mauro Benevides (PMDB) lamentou, da tribuna da Câmara, nesta quarta-feira, que o projeto da refinaria Premium do Ceará esteja sendo adiado outra vez. Pelo menos foi essa a informação divulgada pela Agência Reuters.

Para Mauro, esse projeto não pode sair dos planos de nenhum governante, no que exigirá nova mobilização da classe política e do governador eleito Camilo Santana (PT).

Mauro chegou a lembrar: “Em 1975, eu, Virgílio Távora  Wilson Gonçalves, todos nós senadores, entregamos ao então presidente Ernesto Geisel um projeto de refinaria para o Ceará.”

Pois é, de lá para cá, esse sonho acabou virando um pesadelo em matéria de promessas e entraves burocráticos e financeiros.

Shopping RioMar: Inauguração com peso político

omamarr

Prefeito RC, João Carlos Paes Mendonça, Cid e Ciro Gomes

Na festa de inauguração do Shopping RioMar Papicu, nesta quarta-feira, sob comando de João Carlos Paes Mendonça, dono do empreendimento, não faltou peso políico.

Ali, compareceram o governador Cid Gomes (Pros), o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros), e o secretário estadual da Saúde, Ciro Gomes (Pros), além de lideranças do setor empresarial como Deusmar Queiroz (Grupo Pague Menos).

Em meio ao clima de festa, Ciro Gomes não poupou críticas ao setor econômico do governo Dilma Rousseff. “Tá tudo errado!”, disse ele. Já seu irmão, Cid, continua acreditando no projeto da refinaria de petróleo. Informou não ter informações obre adiamento do projeto e que, da sua parte, fez tudo o que tinha que fazer para viabilizar o empreendimento.

(Foto – Divulgação)

Governo quer aprovar fusão e simplificação do PIS e Confins ainda neste ano

O governo federal definiu como prioridade para a área econômica, até o fim deste ano, duas medidas de desafogo tributário.

A primeira é a aprovação, no Congresso Nacional, do projeto de lei complementar que unifica e reduz as alíquotas do ICMS para operações entre os Estados. A segunda é a definição do projeto de lei de fusão e simplificação de dois dos principais tributos federais, o PIS e a Cofins.

Em meio às especulações sobre a nova equipe econômica do governo, a presidente Dilma Rousseff elegeu a formulação de medidas como meio para ajudar o governo a resgatar a confiança do mercado financeiro, sobretudo no campo da chamada responsabilidade fiscal.

(Com o Estadão)

STF – Ministro determina sigilo absoluto sobre Operação Lava-Jato

Os procedimentos relacionados à operação Lava-Jato da Polícia Federal tramitam de forma oculta no Supremo Tribunal Federal (STF), por determinação do ministro Teori Zavascki, relator do caso na Corte.

Eventuais inquéritos abertos contra políticos citados após os acordos de delação premiada não constarão sequer do andamento processual disponível no site do STF. O ministro entende que o segredo absoluto está previsto na nova Lei de Organizações Criminosas (Lei 12.850/2013), para garantir a rapidez e a eficácia das investigações.

A regra do sigilo absoluto valerá para o público, mas não para advogados dos investigados.

(Valor Econômico)

Cantor Falcão espera que governador eleito invista mesmo em escola de tempo integral

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=G1s7d1zfTe4[/youtube]

O cantor bregastar Falcão está eixo Rio-São Paulo. Hora de divulgar seu novo CD, cujo título é “Sucessão de sucessos que se sucedem sucessivamente sem cessar”. Nesta quaqrta-feira, ele vai estar no programa do Ratinho (SBT) e ainda gravará para o Programa do Jô (Globo).

Falcão, que votou em Camilo Santana (PT), aproveitou para dizer o que espera do governador eleito: cumprir a promessa de investir em educação profissionalizante e escola integral.

Alô, Camilo! Vai implementar o Estatuto das Cidades?

Com o titulo ” A hora da cidade”, eis artigo do professor e geógrafo José Borzacchiello (UFC), que pode ser conferido no O POVO desta quarta-feira. Com o fim das eleições, a hora é de cobrar promessas e, em especial,  a implementação do Estatuto das Cidades. Confira:

O Ceará tem a maioria da população vivendo em cidades. Elas crescem de forma acelerada e no mesmo ritmo cresce a desigualdade social. A irregularidade fundiária e o déficit habitacional são expressões da situação das cidades brasileiras. As políticas públicas avançam mas não foram capazes de eliminar as habitações inadequadas, a precariedade e deficiência do saneamento ambiental e a baixa mobilidade e qualidade do transporte coletivo. A desigualdade por sua vez, gera exclusão, apartação, segregação sócio-espacial.

Finda as eleições é chegada a hora de cobrar as promessas de campanha e buscar formas firmes e democráticas de acompanhar as políticas públicas capazes de melhorar a qualidade de vida nas cidades. A sociedade cearense é cada vez mais urbana. Vive-se um processo de acentuado crescimento da mancha metropolitana de Fortaleza e afirmação de outras cidades no interior fazendo do urbano um dos mais importantes nichos das políticas públicas cearenses. A cidade, especialmente a metrópole, oferece uma multiplicidade de oportunidades em diferentes áreas num leque extremamente diversificado como os de emprego, estudos, aperfeiçoamento, oferta de comércio e serviços dos mais variados, acesso à arte e ao entretenimento entre outras. A cidade é também local da aglomeração, do anonimato, do imprevisível marcado pela violência. A cidade junta e separa. Congrega multidões em praças e dispersa as pessoas em longínquos subúrbios.

Cientes do contexto, cabe perguntar como andam as cidades cearenses em suas condições de moradia. Verificar se seus bairros são servidos por rede de esgoto, sem lama e lixo nas ruas. Detectar se essas cidades oferecem áreas de lazer seguras e equipadas e se suas ruas são arborizadas, com bosques, parques e jardins nas imediações das residências. Cabe perguntar também se podemos circular despreocupados pelas ruas do bairro onde moramos e deixar as crianças brincarem nas calçadas e se estamos satisfeitos com a qualidade dos serviços oferecidos e ainda, se reclamamos dos serviços de transporte e se eles realmente facilitam a mobilidade e a acessibilidade nas cidades. É hora de cobrar uma reforma urbana compreendida como uma política de planejamento de amplo alcance social com o objetivo de democratizar o direito à cidade pautado no princípio da função social da propriedade e da cidade.

Reforma Urbana justa e democrática é a principal bandeira dos movimentos sociais na luta por uma utilização adequada dos espaços da cidade, eliminando ou reduzindo os contrastes acentuados. A plataforma nacional pelo direito à cidade dentre seus objetivos, busca fortalecer a luta pela sustentabilidade urbana, contra a desigualdade e a injustiça social e a construção de cidades que garantam os direitos sociais básicos para todos os moradores, observando, especialmente, os direitos das mulheres, crianças, jovens, idosos, negros, homossexuais e portadores de deficiência. A luta pressupõe uma cidade que implemente o Estatuto da Cidade e se comprometa com uma gestão democrática e participativa, associada ao desenvolvimento urbano sustentável.

* José Borzacchiello da Silva

borza@secrel.com.br
Geógrafo e professor da UFC.

STF retoma julgamento sobre revisão do benefício de aposentado que voltou à ativa

posene

“O Supremo Tribunal Federal (STF) deve retomar hoje (29) o julgamento sobre a possibilidade de o aposentado pedir a revisão do benefício por ter voltado a trabalhar e a contribuir para a Previdência Social. A mudança é conhecida como desaposentação. O julgamento foi interrompido no início deste mês após o voto do ministro Luís Roberto Barroso, relator dos processos que tratam do assunto. Faltam os votos de nove ministros.

De acordo com Barroso, o aposentado tem o direito de ter o benefício revisado, porque voltou a contribuir para a Previdência como um trabalhador que não se aposentou. Ao reconhecer a desaposentação, o ministro entendeu que o pedido de revisão deverá levar em conta o tempo e o valor de todo o período de contribuição, englobando a fase anterior e posterior da primeira aposentadoria.

Em contrapartida, a idade do contribuinte e sua expectativa de vida serão contadas de acordo com o primeiro benefício, a menos que o aposentado decida devolver o valor que já recebeu. A aposentadoria é calculada de acordo com a média da contribuição. O valor é multiplicado pelo fator previdenciário, cálculo que leva em conta o tempo e valor da contribuição, a idade e expectativa de vida.

Durante o julgamento, o advogado-geral da União (AGU), Luís Inácio Adams, defendeu a ilegalidade da desaposentação. Segundo Adams, a Previdência é baseada no modelo de solidariedade, no qual todos contribuem para sustentar o sistema, não cabendo regras particulares para o aposentado que pretende revisar o benefício. Caso a decisão seja a favor dos aposentados, o impacto nas contas da Previdência Social é estimado em R$ 50 bilhões.”

(Agência Brasil)

Chico Lopes diz que reformas precisam vir para que se evite o pior para o País

81 3

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=sy0bxJY1KBE&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB) embarcou nesta madrugada de quarta-feira para Brasília lamentando que a eleição presidencial tenha concentrado discussões no plano ético. Para ele, isso é o básico.

Segundo Lopes, no novo período de Dilma Rousseff a ordem é trabalhar pela aprovação das reformas necessárias. Se não vierem as reformas, o parlamentar diz não saber o que ocorrerá no País.

Cid Gomes derrota Eunício em Sobral e na Zona Norte

cidgomes

“Assim como ocorreu no primeiro turno, e como já era esperado por se tratar do principal reduto político do governador Cid Gomes, o município de Sobral (Zona Norte) também garantiu vantagem a Camilo Santana (PT). Ele conseguiu um total de 62,6 mil votos contra 38 mil obtidos por Eunício Oliveira (PMDB).

A soma de votos da terceira maior mesorregião do Estado, a Norte, também garantiu vantagem para Camilo Santana. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, o petista recebeu 303,1 mil votos contra 226,9 mil garantidos por Eunício.
(Blog Sobral de Prima)

André Figueiredo: PDT quer continuar ocupando pastas em Brasília e no Ceará

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=NLM8GMZm2pQ[/youtube]

O deputado federal André Figueiredo já está trabalhando para ser novamente líder da bancada. Ele pretende reunir parlamentares eleitos e reeleitos para expor seus objetivos.

Sobre a reeleição da presidente Dilma Rousseff, comemorou, mas afirma que precisa avançar e abrir mais o diálogo com o Congresso.

André não quis falar se o PDT quer manter ministérios ou assumir outros cargos, mas deixou claro que o partido está disposto a colaborar com a nova gestão dilmista. O mesmo vale para a futura equipe do governador eleito Camilo Santana (PT).

TSE já se prepara para enxurrada de ações contra eleitos e reeleitos

“Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) esperam uma enxurrada de ações contra expedição de diplomas vindos dos Tribunais Regionais Eleitorais (TRE’s) a partir de novembro deste ano. É o que eles chamam de “terceiro turno” das eleições gerais.
As ações contra expedição de diplomas tratam diretamente sobre cassação de mandatos fruto de corrupção eleitoral.

Apesar disso, eles acreditam que o número de ações do gênero deve ser menor que em anos anteriores. Desde segunda-feira (27), o Tribunal também deve se concentrar no julgamento de representações por propaganda eleitoral irregular referente ao segundo turno.”

(Poder Online/IG)

Cid Gomes e Roberto Cláudio prestigiarão o ato de inauguração do Shopping RioMar

73 1
cidroro
O governador Cid Gomes (Pros) e o prefeito Roberto Cláudio (Pros) participarão, a partir das 12 horas desta quarta-feira, do ato de inauguração do Shopping

RioMar Fortaleza. O empreendimento, do Grupo JCPM, que tem à frente o empresário pernambucano João Carlos de Paes Mendonça, terá 201 lojas abertas ao público. Até o final do ano serão 280.

No total, o empreendimento conta com 385 operações divididas em três pisos.

João Carlos Paes Mendonça destaca que 88% das lojas (319) já estão com contratos firmados e 93% da Área Bruta Locável (ABL) foi comercializada. Serão reservadas 25 lojas para operações futuras. Esse polo de compras

 é o 12° centro de compras do Grupo JCPM e terá 56 lojas exclusivas, além de 44 quiosques. O investimento total é de R$ 850 milhões.

(Foto – Arquivo)

Copom anuncia nesta 4ª feira taxa básica de juros

“A taxa básica de juros da economia (Selic), válida para os próximos 45 dias, será anunciada hoje (29) pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BDC). A reunião que vai definir a Selic, a penúltima do ano, começou ontem (28) à tarde, com apresentações técnicas e discussões sobre a conjuntura econômica.

Segundo pesquisa semanal do BC, a expectativa do mercado financeiro é que o Copom mantenha a Selic no patamar atual, de 11%, como vem fazendo desde maio. Na ocasião, o BC interrompeu a trajetória de nove altas consecutivas. O patamar atual é o mais alto desde novembro de 2011, quando a taxa também era 11%.

A taxa básica de juros da economia é o instrumento do BC para o controle da inflação. Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, pois os juros elevados encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando há redução da taxa básica, a tendência é o crédito ficar mais barato, com estímulo à produção e ao consumo.”

(Agência Brasil)

Líder do PSDB avisa: Diálogo com o Governo “é muito difícil”

aloysioo

“Na primeira sessão do Senado Federal depois das eleições, o líder do PSDB, Aloysio Nunes Ferreira (SP), disse hoje (28) que o diálogo da oposição com o governo “é muito difícil”. Referindo-se à declaração da presidenta Dilma, ao ser reeleita no último domingo (26), de que vai aumentar o diálogo com a sociedade e unir o país, Aloysio lembrou alguns episódios da campanha para rejeitar qualquer aproximação.

Segundo ele, perfis atribuídos a petistas nas redes sociais difundiram mentiras a seu respeito, na condição de candidato a vice-presidente na chapa de Aécio Neves, como o de que teria votado contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Trabalho Escravo e de que seria traficante de drogas.

“Como é possível descer tão baixo na calúnia, na infâmia. Transformar as redes sociais, que são um instrumento maravilhoso da democratização dos debates, da participação social, transformar isso num esgoto, num esgoto fedorento para destruir adversários? Foi isso que eles [internautas] fizeram.”

O senador garantiu que não pretende votar contra matérias que considere de interesse nacional, mas que só aceitará entendimento em torno da manutenção das regras democráticas. Ele criticou as primeiras entrevistas da presidenta Dilma após a eleição, nas quais, na sua avaliação, criticou a imprensa e propôs um plebiscito sobre reforma política que “passa por cima do Congresso Nacional”. O senador disse que o governo não cumpre acordos, negocia o apoio da oposição para a aprovação de projetos e, depois, veta trechos acordados pelas duas partes.

Líder do PT na Casa, o senador Humberto Costa (PT-PE) respondeu as acusações. Ele prestou solidariedade a Aloysio Nunes e disse que os petistas também foram atacados com mentiras nas redes. “A presidenta Dilma ou o PT em nenhum momento foram responsáveis ou estimularam qualquer tipo de agressão ao senador Aloysio ou ao candidato Aécio Neves”, disse.

“Da mesma forma que ele se sentiu atacado, nós também fomos atacados como a notícia, no dia da eleição, de que o doleiro Alberto Yousseff tinha sido assassinado. Inclusive, houve falsificação de perfis e também de sites importantes de jornalismo. Esse tipo de ação não é necessariamente praticada por qualquer um dos partidos que estão na disputa”, completou o líder petista.”

(Agência Brasil)