Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Em sua curta passagem por Fortaleza, Dilma terá direito a suite presencial

suiteee

Em sua curta passagem por Fortaleza, Dilma Rousseff (PT) vai ocupar esta suite presidencial do Hotel Gran Marquise. Ela é aguardada no começo da noite desta sexta-feira para participar do encontro do diretório nacional petista.

Nesse encontro, Dilma ganhará total apoio às mudanças que pretende fazer em seu novo mandato em vários setores.

O encontro do diretório nacional se encerrará neste sábado com um ato em favor do plebiscito pró-reforma política.

Vice da CNI comemora nova equipe econômica

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=uF_ljpgdcO4[/youtube]

O empresário Jorge Parente, ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará e hoje um dos vice-presidentes da Confederação Nacional da Indústria (CNI), gostou da equipe econômica anunciada, nessa quinta-feira, pela presidente Dilma Rousseff.

Jorge Parente torce para que a economia brasileira ganhe um rumo , a partir de agora.

Dilma Rousseff confirmou Joaquim Levy para a Fazenda, Nelson Barbosa para o Planejamento e manteve Alexandre Tombini à frente do Banco Central.

Camilo tem reunião com governadores, senadores e parlamentares eleitos do PT

mill
Nesta noite de quinta-feira, o governador eleito Camilo Santana (PT) participou de reunião com governadores, senadores e deputados petistas das regiões Nordeste e Norte. Foi no Gran Marquise Hotel, palco do encontro do diretório nacional petista, a partir das 9 horas desta sexta-feira. No encontro, os governadores Wellington Dias (PI) e Rui Costa (BA), os senadores Humberto Costa (PE), Paulo Rocha (PA) e Fátima Bezerra (RN) e os deputados Márcio Macedo (SE) e Pedro Eugênio (PE), além do presidente estadual do PT, De Assis Diniz.
Em discussão, o desenvolvimento das regiões Norte e Nordeste, política nacional e o apoio à presidenta Dilma Rousseff, mas, também, luta por aumento dos recursos na área da saúde. O Ceará, por exemplo, precisa aumentar essa cota por conta de novos equipamentos da área de saúde já implantados ou em fase de construção e implantação.
(Foto – Divulgação)

André Vargas faz corpo a corpo no PT pedindo apoio para escapar da cassação

“André Vargas tem telefonado para diversos deputados do PT pedindo ajuda na provável votação de sua cassação na semana que vem. Com a maioria, ouve uma negativa como resposta.

Mas o apelo surtiu efeito com seu velho amigo Cândido Vaccarezza.

Vargas alegou que o processo não respeitou todo o rito previsto no regimento interno na Câmara. Vaccarezza assina embaixo:

– Concordo com ele. Não vou votar pela cassação.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Nelson Barbosa já fala em adequação imediata da proposta do Orçamento 2015

nelsnbarb osa

Nelson Barbosa, indicado oficialmente para assumir o Ministério do Planejamento do próximo governo Dilma Rousseff, prometeu atuar em conjunto com a nova equipe econômica para promover o crescimento da economia brasileira, com controle rigoroso da inflação, estabilidade fiscal e geração de empregos. O novo ministro destacou que, assim que assumir, vai trabalhar na adequação da proposta orçamentária de 2015. “Como desafio mais imediato, trabalharei na adequação da proposta orçamentária de 2015 ao novo cenário macroeconômico e ao objetivo de elevação gradual do resultado primário”,disse.

Em declaração à imprensa logo após ser anunciado como o futuro titular do cargo atualmente ocupado pela ministra Miriam Belchior, Nelson Barbosa disse que dará continuidade à melhoria da eficiência dos gastos públicos por meio da modernização da gestão. Como novo coordenador dos principais programas de investimentos do governo federal, como o Programa de Aceleração do Crescimento e o Programa Minha Casa, Minha Vida, Barbosa destacou também que pretende ampliar as parcerias público-privadas.

“Trabalharei especialmente em iniciativas para aumentas as taxas de investimento e a produtividade de nossa economia, de modo a consolidar um crescimento mais rápido da renda per capita com estabilidade monetária”,

Nesse sentido, o futuro ministro espera contar com a colaboração do setor privado, de parlamentares, de governadores e de prefeitos. Ainda segundo Nelson Barbosa, é preciso desburocratizar e melhorar a qualidade dos serviços públicos prestados à população. O anúncio da nova equipe econômica de Dilma foi feito nesta tarde pelo ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência.”

(Agência Brasil)

Ex-presidente da Fiec espera que nova equipe econômica se imponha perante Dilma Rousseff

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Gje4db36Sk8[/youtube]

O ex-presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, gostou da confirmação dos nomes da nova equipe econômica do segundo Governo Dilma Rousseff. Para a Fazenda, Joaquim Levy, para o Planejamento, Nelson Barbosa, e continuando à frente do Banco Central, Alexandre Tombini.

Roberto Macedo, no entanto, afirma esperar que essa nova equipe tenha mesmo condições e liberdade para trabalhar e promover as mudanças necessárias. Isso, sem a presidente Dilma Rousseff fazer tantas interferências.

DETALHE – Bom lembrar que, nesta noite de quinta-feira, no Centro de Eventos, Roberto Macedo ganhará homenagem na Convenção Nacional dos Jovens Empreendedores.

Pelé segue internado com quadro de infecção urinária

“O Hospital Albert Einstein, em São Paulo, informou na tarde desta quinta-feira que Pelé segue internado com um quadro de infecção urinária mas que, ao contrário dos últimos dias, apresentou instabilidade clínica. Por meio de um boletim breve, o hospital informou que o ídolo do Santos e da seleção brasileira foi transferido para uma unidade de cuidados especiais “para receber os melhores cuidados”. Pelé está internado desde segunda-feira e vem sendo tratado com antibióticos. O boletim não menciona previsão de alta.

No início do mês, Pelé, de 74 anos, foi internado no mesmo hospital com fortes dores abdominais, que o obrigaram a cancelar o lançamento de um livro no Museu Pelé, em Santos. Os exames mostraram cálculos renais, ureterais e vesicais, que causaram uma obstrução do fluxo urinário. No dia 13 de novembro, ele foi submetido a cirurgia e, dois dias depois, saiu do hospital com bom humor. “Estou pronto para jogar amanhã. Um abraço!”, disse Pelé, de 74 anos. Como ainda estava em recuperação, teve de ser reavaliado na última segunda-feira, quando foi detectada a infecção urinária.”

(Veja Online)

“Bancada da Bala” – Indústria de armas financiou 21 parlamentares

“Mais de 70% dos candidatos que receberam legalmente doações de campanha da indústria de armas e munições se elegeram em outubro. Dos 30 nomes beneficiados pelo setor, 21 saíram vitoriosos das urnas: são 14 deputados federais e sete deputados estaduais. Ao todo, fabricantes de armas e munições destinaram R$ 1,73 milhão para políticos de 12 partidos em 15 estados. Metade desses recursos ficou com candidatos do PMDB e do DEM, do Rio Grande do Sul e de São Paulo.

Os dados, aos quais o Congresso em Foco teve acesso em primeira mão, são de levantamento exclusivo do Instituto Sou da Paz, organização não governamental (ONG) de combate à violência, com base em dados registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Apesar de identificar uma redução no volume de doações legais (R$ 1 milhão a menos do que nas eleições de 2010) e no número de congressistas financiados pelo setor (foram 13 federais a menos neste ano), o instituto vê a indústria de armas fortalecida no Congresso. E com um alvo certo e imediato: a revogação do chamado Estatuto do Desarmamento, que restringe o porte e o uso de armas de fogo em todo o país.

Dos 24 titulares da comissão especial incumbida de discutir o projeto que libera o porte e o uso de armas de fogo no país, dez receberam doações do setor para suas campanhas eleitorais neste ano. Ou seja, cerca de 40% dos integrantes. Outros seis suplentes do colegiado também foram financiados por fabricantes de armas e munições.

* Do Congresso em Foco, leia mais aqui.

DETALHE – Estamos buscando informações sobre financiamento de campanha de algum parlamentar no Ceará.

AFBNB faz pressão em Brasília contra possível rateio de verbas do FNE

A Associação dos Funcionários do BNB (AFBNB) está realizando uma agenda institucional em Brasília, por meio de sua presidente Rita Josina e dos diretores Alci Lacerda de Jesus e José Frota de Medeiros. Na agenda, reunião com o presidente do Conselho de Administração do BNB, Dyogo de Oliveira, articulação com a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal (CAE), na pessoa do seu presidente, Lindenbergh Farias (PT-RJ), no intuito de tratar sobre o PLS 273/2010. Esse projeto tramita na Casa e objetiva compartilhar os recursos do FNE com os demais bancos. A AFBNB considerado uma “temeridade” para o BNB e para a região.

Os dirigentes da AFBNB também tratam junto à Presidência da República sobre o documento “Nordeste: Sem Ele não há Solução para o Brasil”, entregue durante a campanha eleitoral e reencaminhado após o processo eleitoral ao governo federal.  O documento está sendo entregue também a vários parlamentares em visitas aos diversos gabinetes do Congresso.

A Associação continua em Brasília, onde também está participando de seminário em comemoração aos 25 anos dos fundos constitucionais (FNE, FNO e FCO), uma promoção do Ministério da Integração Nacional.

MDA manda nota sobre informação de colunista da Época veiculada neste Blog

Da Assessoria de Imprensa do Ministério do Desenvolvimento Agrário, recebemos nota acerca de informação aqui replicada da coluna de Felipe Patury, da Revista Época, na última terça-feira. O título era “Não conhece a lei?”(Blog do Eliomar/O Povo Online (http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/ministro-pediu-eunicio-oliveira-que-cedesse-parte-da-fazenda-invadida-ao-mst/) na terça-feira (25):

 Segundo o MDA, a reunião que a nota diz ter ocorrido na verdade “nunca” aconteceu. “Não houve este encontro, assim como não houve a conversa, em que a nota destaca, entre o ministro Miguel Rossetto e o senador Eunício Oliveira (PMDB)”. O assunto referente à Fazenda Santa Mônica está “com o Tribunal de Justiça de Goiás.”

Ou seja, o ministro aguarda a decisão da justiça.

Concurso para defensor público terá prova domingo

Mais de sete mil candidatos farão prova, neste domingo, para o concurso público da Defensoria Pública do Ceará (DPGE-CE). O certame é para preencher 60 vagas, segundo a assessoria de imprensa do órgão.

A prova terá abertura dos portões às 8 horas (horário local) e fechamento às 8h30min. Serão 100 questões objetivas, que deverão ser respondidas durante cinco horas de prova.

O certame será aplicado na Faculdade 7 de Setembro (FA7) e Centro Universitário Estácio do Ceará (Unidades Moreira Campos e Via Corpvs).

SERVIÇO

Os candidatos inscritos saberão o local de prova e horário por meio do Cartão Informativo, que será enviado por e-mail e disponível no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br).

Brasil e Uruguai já podem fazer comércio com moeda própria

“O Brasil e o Uruguai poderão, a partir da próxima segunda-feira (1º), fazer trocas comerciais e remessas nas próprias moedas. A circular estabelecendo o prazo foi publicada hoje (27) no Diário Oficial da União, um dia após a diretoria do Banco Central (BC) aprovar o acordo entre os bancos centrais dos dois países. O mecanismo também será usado para o pagamento de aposentados e pensionistas.

Em outubro, os presidentes dos bancos centrais do Brasil, Alexandre Tombini, e do Uruguai, Alberto Graña, firmaram o acordo durante reunião de presidentes dessas instituições na América do Sul, em Lima, no Peru. Para passar a valer, no entanto, o convênio precisava da aprovação do corpo técnico das duas entidades.

Segundo o BC brasileiro, o mecanismo vai aumentar o acesso dos pequenos e médios agentes, aprofundar o mercado do real e do peso uruguaio e reduzir custos de transação. O BC destacou que o convênio apresenta semelhança com o sistema em operação com a Argentina.”

(Agência Brasil)

Morte de Clemilda, a forrozeira do “Prende o Tadeu!, é sentida no Ceará

clemildda

Forrozeiros e radialistas com programas do gênero no Ceará lamentam a morte da cantora Clemilda Ferreira da Silva, de 78 anos. Desde cedo, algumas emissoras da Capital e do Interior tocam sucessos dessa forrozeira que enfrentava complicações de um segundo Acidente Vascular Cerebral (AVC) sofrido em maio deste ano e, desde então, passou por vários hospitais, inclusive por Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Clemilda morreu nessa quarta-feira, em Aracaju (SE), por complicações de uma pneumonia. Ela tinha ainda histórico de hipertensão e Parkinson.

Em 1985, Clemilda ficou conhecida nacionalmente após o sucesso ‘Prenda o Tadeu!’

(Foto – Secult/Sergipe)

Fortaleza ganha loja de rede de sorvetes da Argentina

A Freddo, rede argentina de sorvetes 100% artesanais, chega a Fortaleza neste mês de dezembro e abrirá loja no Shopping RioMar. A primeira unidade da marca na cidade trará mais de 30 opções de sorvetes, incluindo sete sabores com seu maior clássico, o doce de leite, além de diversas opções de chocolate, frutas, cremes e uma grande variedade sem glúten – todas com os melhores ingredientes naturais.

A rede se instalou no Brasil em 2010 e conquistou o público nacional com seus sorvetes feitos à mão, sem adição de bases industrializadas, saborizantes, conservantes ou gordura vegetal. As matérias-primas incluem chocolate de fabricação própria, feito a partir de um blend de amêndoas de cacau de várias origens e frutas selecionadas. A casa oferece ainda sorvetes light e linha kosher.

Gilberto Carvalho: Equipe de transição econômica dará credibilidade ao governo

GilbertoCarvalhoFolha230

“O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, defendeu hoje (27) a decisão da presidenta Dilma Rousseff de nomear novos ministros da área econômica para que façam uma transição com os atuais titulares antes do início do novo governo. Os novos ministros da Fazenda e do Planejamento serão anunciados hoje, mas não tomarão posse. Eles despacharão no Palácio do Planalto com equipes de transição dos atuais ministros Guido Mantega e Miram Belchior. Carvalho defendeu a indicação do executivo Joaquim Levy para o Ministério da Fazenda e lembrou que ele já foi secretário do Tesouro no início do primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“A presidenta sentiu a necessidade de já anunciar agora a equipe econômica para a assegurar a credibilidade e evitar uma solução de continuidade no processo da economia brasileira. O que começou a haver com o anúncio já na campanha de que ela renovaria os ministros. Os ministros da economia tem uma natureza, na sua influência na sociedade, completamente diferente de qualquer outra área, é uma área sensível”, avaliou Carvalho, pela manhã, ao chegar ao chegar ao Palácio do Planalto para um seminário sobre participação social.”

(Agência Brasil)

O fisiologismo acaba com o Brasil feito a saúva devorando a lavoura

Com o título “A saúva como metáfora”, eis artigo do jornalista Luís-Sérgio Santos. Ele faz uma analogia da força devorada da saúva em uma lavoura, com tantos escândalos que se irromperam em torno  da maior estatal brasileira, a Petrobras. Confira:

A saúva é uma designação genérica dada as formigas, principalmente àquelas vorazes devoradoras de folhas e de outras partes da planta. Um terror para a agricultura daí o sucesso no Brasil da indústria de formicidas e outros venenos que preservam a safra e contaminam os alimentos.

Os enormes formigueiros são muito comuns no Planalto Central e eles foram apontados como um desafio a vencer bem antes da construção da Brasília de Juscelino Kubitschek. De tão veementes e ostensivos em sua insaciável relação com as plantas, a saúva migrou para a política.

“Ou o Brasil acaba com a saúva, ou a saúva acaba com o Brasil”, diagnosticou Auguste de Saint-Hilaire (1779-1853), famoso naturalista francês que dedicou seis anos de sua vida ao estudo das plantas no Brasil, para onde veio aos 37 anos. A frase aparece em seu livro Viagem à Província de São Paulo. Na década de 1940, Governo Vargas, uma campanha do Ministério da Agricultura reverberava: “Ou o Brasil acaba com a saúva, ou a saúva acaba com o Brasil”.

O Brasil virou um paraíso global da indústria de pesticidas e a saúva do formicida, tecnicamente sob controle, migrou radicalmente para a política. E Mário de Andrade, em seu clássico Macunaíma parafraseou: “Pouca saúde e muita saúva, os males do Brasil são”.

A “profética” frase de Auguste foi apropriada rapidamente pela a política do fisiologismo. A metáfora da saúva ganhou uma enorme vitalidade nos anos até o início dos anos 1960 e se incorporou ao imaginário nacional. A saúva, metamorfoseada, agora frequentava os poderes públicos e sofisticou sua voracidade agora subtraindo em tenebrosas transações e outras nem tanto a parte que irriga a corrupção e a hegemonia em nome da governabilidade num círculo vicioso ao estilo bola de neve.

A insaciabilidade da nossa saúva tropical desbanca dois clássicos da “corrupção” no mundo — clássicos medíocres se comparados aos volumes financeiros movimentados nos episódios desvendados pela Operação Lava Jato que parte da imprensa prefere chamar de Petrolão.

Um desses escândalos envolveu o ex-chanceler federal da Alemanha, Helmut Kohl. Ele caiu em desgraça ao relutar em não informar os nomes dos doadores anônimos de 2 milhões de marcos para sua campanha eleitoral. As doações ficaram marcadas como “ilegais”. Kohl, que era um ícone respeitado da política internacional, foi expulso da política.

O outro escândalo exemplar é o que envolve o presidente Nixon, no caso Watergate. A investigação rastreia uma doação não declarada em cheque de 20 mil dólares. Nixon, como se sabe, morreu em desgraça moral.

No Brasil da saúva, os valores financeiros da corrupção transformam esses dois episódios em casos risíveis não fora o trágico. Aqui, a corrupção é bilionária. E, pior, de tão banalizada, sequer nos comove. Em salas refrigeradas e suítes presidenciais mundo a fora, a nossa voraz saúva vive!

Com a licença de Mário de Andrade: “Muita saúva e pouca educação, os males do Brasil são”.

Empresariado vai reagir contra saída de unidade de exportações do Banco do Brasil

expororo

Fabiano Oliveira (BB) e Edgar Gadelha (Fiec), este só revolta.

O setor exportador cearense, com apoio da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), vai iniciar uma mobilização junto aos parlamentares federais e CNI para tentar reverter decisão do Banco do Brasil de transferir sua Gerência Regional de Apoio a Comércio Exterior para o Recife (PE).

A decisão foi tomada nesta manhã de quinta-feira, durante reunião realizada na Fiec, onde participaram o gerente Fabiano Oliveira, do BB e exportadores, além de profissionais com atuação no mercado Exterior. Tudo sob a coordenação de Edgar Gadelha, diretor financeira da federação.

Fabiano Oliveira tentou justificar o porquê da transferência. Justificou redução de custos e reestruturação de processos e a necessidade de maior agilidade nas operações do BB. A justificativa, no entanto, não foi aceita pelo empresariado e o técnico do banco teve que ouvir poucas e boas dos cerca de 30 executivos e profissionais da área presentes no encontro.

Edgar Gadelha avisou que, a partir da noite desta quinta-feira, começará a mobilização. Será feito um comunicado ao governador eleito Camilo Santana sobre o descontentamento dos exportadores em relação a essa medida tomada pelo Banco do Brasil. Haverá pedido a Camilo para que reforce essa luta. Camilo vai à Fiec receber a Agenda da Indústria, um conjunto de propostas do setor industrial à sua gestão.

(Foto -Geovane Santos)

Índice do aluguel pesou 3,66% no bolso do brasileiro em novembro

“O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) encerrou novembro em alta de 3,66%, no acumulado de 12 meses, variação que serve de base de cálculo para a renovação de contratos de aluguel. Desde janeiro, o índice está em 3,05% no mês. A alta foi 0,98%, ante 0,28% em outubro, segundo a apuração feita pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre)_da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Entre os três componentes, o que mais influenciou essa elevação foi o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), com alta de 1,26% ante 0,23%. Houve pressão de todos os subgrupos. Os destaques foram os produtos precificados pelo mercado internacional: soja em grão (de -3,21% para 6,05%), milho em grão (de 0,15% para 10,92%) e bovinos (de 2,03% para 5,86%).

Embora com menos intensidade, também foi constatado o impacto do avanço registrado no Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), com alta de 0,30% ante 0,20%. O aumento ocorreu em razão de reajustes salariais, com um salto do custo da mão de obra de 0,22% ante uma estabilização em outubro. Já os preços dos materiais, equipamentos e serviços perderam força, com a taxa em 0,40% ante 0,43%.

No varejo, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) mostrou leve redução no ritmo de alta, com a variação de 0,53% ante 0,46%. Entre os principais aumentos estão: transportes (de 0,18% para 0,52%); educação, leitura e recreação (de 0,06% para 0,75%) e habitação (de 0,47% para 0,62%).”

(Agência Brasil)

João Victor, o “nerd” do Enem, já recebeu um parabéns oficial?

522 2

joaao

A façanha de João Victor (16), o garoto da Escola de Ensimo Médio Governador Adauto Bezerra (Viola União)que acertou 172 questões das 180 do Enem 2014, foi reconhecida por muitos e ganhou boa repercussão.

Mas será que alguma autoridade do Governo do Estado, que banca a escola, mandou pelo menos um cartão de Natal para o jovem?

Alguns assessores do governador Cid Gomes garantem que, quando ele retornar dos EUA, vai querer conhecer o João Victor. O jovem virou exemplo real de que investimento em escola pública deve prioridade de qualquer Estado que pense em desenvolvimento e qualidade de vida.

* Mais sobre João Victor aqui.

(Foto – Camila de Almeida)

Seminário comemora 25 anos dos fundos constitucionais. Autor da lei é um cearense

10 - Firmo de Castro

A convite do Ministério da Integração Nacional, o ex-deputado federal Firmo de Castro falará nesta quinta-feira, em Brasília, no seminário “25 anos dos Fundos Constitucionais”.

O encontro congregará autoridades federais, políticos e dirigentes de organismos públicos que atuam nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, que foram as beneficiadas com fundos constitucionais.

Firmo de Castro foi o autor do dispositivo constitucional e da lei que deram origem a esses fundos. Quem também participa desse seminário é o presidente do BNB, Nelson Antônio de Sousa.