Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Fortaleza terá edição do “Desafio Intermodal”

Dentro da programação do Mês da Mobilidade, acontecerá, nesta terça-feira, o “Desafio Intermodal”. O objetivo é comparar o tempo de deslocamento de um mesmo percurso feito de carro, ônibus ou de bicicleta à pé e de outras formas não motorizadas. Essa iniciativa já ocorreu em São Paulo e será agora replicada em Fortaleza.

Os participantes vão se concentrar, a partir das 17 horas, na Praça da Imprensa (Bairro Dionísio Torres), de onde partirão em direção à Avenida Bezerra de Menezes, num percurso de 8 quilômetros.

Nesse “Desafio Intermodal”, também serão medidos custos e emissão de Co2 de cada modalidade de transporte. A Associação de Ciclistas Urbanos está à frente da organização.

No Interior, Eunício cola com Dilma

164 3

acopaira

 

Este cartaz pode ser visto em Acopiara.

No Interior, já estão sendo distribuído material estampando a foto do candidato a governador pelo PMDB, Eunício Oliveira, ao lado da presidente Dilma Rousseff. Uma carreta, inclusive, esteve nessa segunda-feira no comitê central do peemedebista descarregando farto material com o CNPJ do comitê central dilmista. A

A assessoria de imprensa de Eunício Oliveira confirmou o fato e adiantou que não há problema algum, porque o PMDB tem Michel Temer como vice de Dilma.

Bom lembrar que Eunício faz campanha ao lado do tucano Tasso Jereissati, que postula o Senado. 

(Foto – Blog Acopiara Agora)

Ministro do STF decide: Auxílio-moradia de juiz não pode ser menor que de promotor

“Juízes de instâncias diferentes podem receber auxílios-moradia de valores distintos, desde que ninguém receba menos do que os membros do Ministério Público. Mas enquanto a regulamentação do benefício não é feita pelo Conselho Nacional de Justiça, a regra é que todos os juízes sem residência oficial devem receber o mesmo que ministros do Supremo Tribunal Federal: R$ 4,3 mil. Essa foi a conclusão do ministro Luiz Fux ao responder ofício enviado a ele pelo presidente do CNJ e do STF, Ricardo Lewandowski.

Luiz Fux determinou que a União comece a pagar o benefício a juízes federais, por avaliar que havia “injusta subsistência de um tratamento diferenciado entre magistrados”. Embora o direito à ajuda de custo esteja na Lei Orgânica da Magistratura Nacional, nem todos os juízes o recebiam. O ministro concedeu liminar favorável a um grupo de juízes federais e ainda alertou o CNJ sobre a “relevância de regulamentação da matéria”.

Após a decisão, Lewandowski questionou se o CNJ poderia estipular valores diferentes conforme a instância, utilizando como teto os R$ 4,3 mil recebidos por ministros do Supremo. Fux respondeu que o benefício poderia ser escalonado, com uma diferença de 5% de acordo com o grau de jurisdição. Ele, porém, apontou duas condições obrigatórias: 1) a tabela deveria ser igual tanto em tribunais ligados à União como os vinculados aos estados e ao Distrito Federal; 2) o mesmo parâmetro deve ser adotado pelo Conselho Nacional do Ministério Público.”

(Consultor Jurídico)

Na disputa presidencial, a saúde passa longe

Com o título “O debate que se espera”, o vice-presidente do Conselho Nacional da Saúde, Tércio Egon Paulo Kasten lamenta que, na corrida presidencial, os candidatos não estejam abordando tema crucial para o brasileiro: a saúde. Confira:

Os partidos e seus candidatos à Presidência já estão na rua, mas, infelizmente, a saúde, por enquanto, não vem ocupando a posição de destaque que deveria ter nos discursos políticos. Falamos de um segmento que desempenha um papel social tão importante quanto a educação, mas que também vem atingindo um elevado patamar na economia do País, respondendo por 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

Há que se discutir a necessidade de melhorar o atendimento e serviços oferecidos à população, questão que passa, entre outros fatores, pela ampliação de investimentos tanto do setor público quanto do privado. Entretanto, este último é limitado por uma legislação que impede a entrada de capital estrangeiro no setor, além de uma forte tributação que encarece os serviços e reduz a capacidade de investimentos em tecnologia.

É contraditório que seja permitida a entrada de recursos financeiros em setores como A viação e portos, mas que se bloqueie o interesse de investidores nos serviços de saúde. Esse conservadorismo prejudica principalmente a população. Os milhões de dólares que deixam de entrar por aqui poderiam ser usados para ampliação de leitos em hospitais, investimento em pesquisa, além da modernização de parques tecnológicos. O que tudo isso significaria? Maior capacidade de atendimento e cirurgias e diagnósticos mais precisos.

O setor espera também que os candidatos debatam a necessidade de redução de tributos. Levantamento da Confederação Nacional de Saúde (CNS) mostra que a desoneração do PIS e do Cofins para a saúde, com alíquotas entre 1% e 2%, provocaria a injeção de cerca de R$ 900 milhões na economia, por meio de investimentos em construções, compra de equipamentos e até pagamento de dívidas.

Adequar os serviços de saúde para proporcionar atendimento de qualidade e seguro são os desafios do setor. Mas se não houver preocupação do futuro governo com os limites que o privado enfrenta, dificilmente a saúde evoluirá na integração entre os players que a compõem. Sem ampliar a fonte de recursos, ficarão limitadas as respostas da iniciativa privada para atender o crescimento da demanda.

Tércio Egon Paulo Kasten

opiniao@opovo.com.br

Vice-presidente da Confederação Nacional de Saúde (CNS)

Ministro abrirá a Frutal 2014 abordando questão hídrica do semiárido

foto francisco teixeira ministro

O ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, vai abrir, às 16 horas desta terça-feira, no Centro de Eventos, a 21ª Semana Internacional da Fruticultura, Floricultura e Agroindústria (Frutal). O tema deste ano do encontro, que se estenderá até quinta-feira, é “Alimentação saudável”.

Paralelo ao evento, ocorrerão também a XVI Agroflores, Expofood 2014 e outras atividades divididas em cursos, palestras, seminários técnico-setoriais, painéis, mesas redondas e oficinas.

Durante a abertura, o ministro Francisco Teixeira falará no painel “Garantia Hídrica no Semiárido para os próximos 20 anos”, com discussões sobre as fontes de abastecimento de água para garantir o desenvolvimento do Ceará nos próximos 20 anos. Também abordará a Transposição do São Francisco e o reuso e dessalinização da água.

SERVIÇO

Mais sobre a Frutal 2014 no link: http://bit.ly/1DtRugp

Secretário das Cidades quer aumentar a cota do Programa Minha Casa, Minha Vida

carloferrentino

Convênios questionados pela Justiça Eleitoral à parte, o secretário estadual Carlo Ferrentino (Cidades) está em Brasília. Ele tenta elevar a cota do programa “Minha Casa, Minha Vida” de 37 mil para 47 mil unidades.

Ele explica que essa pedida tem uma justificativa: “Nós conseguimos superar a meta em 2 mil casas a mais”. Os contatos são no Ministério das Cidades.

O secretário Carlos Ferrentino não especificou o montante a ser reivindicado.

Consumidor brasileiro estima inflação de 7,3% nos próximos 12 meses

“O consumidor brasileiro prevê uma inflação de 7,3% nos próximos 12 meses, segundo pesquisa Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores, feita em setembro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A taxa é superior aos 7,2% apurados na pesquisa de agosto.

Para a FGV, embora a atividade econômica tenha “arrefecido”, a opinião do consumidor tem sido influenciada pelo aumento do acumulado da inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e pelos reajustes previstos para o próximo ano.

Apesar disso, na média móvel trimestral (resultados acumulados nos últimos três meses), a expectativa de inflação para os próximos 12 meses caiu de 7,3% para 7,2%.”

(Agência Brasil)

 

FHC: “É preciso restabelecer a decência”

FHC / ENTREVISTA

“Em almoço com empresários promovido pelo Grupo Lide nesta segunda-feira, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC) cobrou responsabilidade do governo federal em relação aos escândalos de corrupção na Petrobras. O ex-presidente manifestou indignação com as denúncias envolvendo diretores e partidos políticos — e a indiferença do governo federal em relação ao material revelado pela imprensa. “Ou (o governo) é conivente ou é incompetente”, disse o ex-presidente. “(O governo) Tem de ser cobrado, pela razão de que é preciso restabelecer a decência do Brasil. Acredito na decência da presidente Dilma Rousseff, mas isso não a exime de sua responsabilidade”, disse.

Questionado sobre possível apoio do PSDB a Marina no segundo turno, caso o tucano Aécio Neves não avance na disputa, FHC desconversou: “Uma coisa aprendi na política. Cada passo na sua hora. E o passo agora é Aécio”, afirmou. Depois de recuar ao longo do mês de agosto, o candidato tucano vem recuperando pontos nas pesquisas de intenção de voto. No último levantamento do Datafolha, Aécio tinha 17% das intenções, diminuindo a distância em relação à segunda colocada, Marina Silva, que se manteve com 30 pontos.

FHC também aproveitou a oportunidade para alfinetar Dilma Rousseff. Ele lembrou as críticas que a candidata à reeleição fez de que o governo FHC quebrou duas vezes por causa de ter pedido empréstimos ao Fundo Monetário Internacional (FMI). “Dilma não sabe economia, por isso que não foi doutora pela Unicamp”, disparou.

O ex-presidente voltou a criticar o conhecimento de Dilma na área econômica. Questionado sobre a fala da presidente de que o Brasil não cresce tanto por conta do cenário de desaceleração da atividade econômica dos Estados Unidos, dada em entrevista à TV Globo na manhã desta segunda, ele afirmou: “Os EUA já estão se recuperando. Há cinco anos os EUA vão para frente e o Brasil vai para trás. Não sei como Dilma é economista”, rebatou.

Segundo FHC, o Brasil está, aos poucos “perdendo o rumo”, ou seja sua “visão estratégica”, e que o país já não sabe mais onde está. “No âmbito da política externa, perdemos a noção de que pertencemos a um lado, do Ocidente. Hoje, o país não sabe onde está”, afirmou. “Escolhemos o ‘sul’, mas não tem razão para escolher ficar de um lado só. Esquecemos o Ocidente e fomos nos isolando”, afirmou, exemplificando sua fala com a falta de acordos comerciais do Brasil.

Ainda de acordo com FHC, hoje há um “mal marketing” por parte do governo, que pinta um cenário perfeito. “O governo cria uma ilusão de que está tudo maravilhoso”, concluiu.”

(Veja Online)

Eunício vai almoçar com jovens empresários

65 1

foto eunício propaganda eleitoral

O candidato ao Governo pelo PMDB, Eunício Oliveira, estará nesta terça-feira, a partir do meio dia, expondo suas propostas para membros da Associação Jovens Empresários (AJE). Isso, em clima de almoço marcado para o Restaurante Sal & Brasa.

Eunício Oliveira é o terceiro candidato a governador a participar desse encontro com a AJE. Já passaram por lá Eliane Novais (PSB) e Camilo Santana (PT). O candidato Ailton Lopes (PSOL) não foi convidado.

(Foto – Divulgação)

Ministro Gilberto Carvalho vem reforçar campanha pró-Camilo e Mauro Filho

69 3

Dedé-e-Gilberto-Carvalho-2

Gilberto e deputado estadual Dedé Teixeira.

O ministro Gilberto Carvalho participará, nesta terça-feira, a partir das 19 horas, da plenária “Rumo à Vitória de Dilma, Camilo e Mauro”. O evento ocorrerá na sede do PT (Bairro benfica). Gilberto é o coordenador da campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff.

Segundo o presidente estadual do PT, Francisco de Assis Diniz, durante a plenária serão discutidas com a militância as atividades para os últimos dias de campanha no Estado.

Antes dessa plenária, Gilberto Carvalho  dará uma entrevista coletiva.

Folha faz matéria sobre Coliseu de Alto Santo

adelmo aquino

Ex-prefeito Adelmo Aquino idealizou a obra.

“O município de Alto Santo (Vale do Jaguaribe) ganhou espaços em todo o Brasil, nesta terça-feira, pela construção de um estádio de futebol com arquitetura parecida com o Coliseu de Roma, na Itália. O destaque, porém, não é apenas pela arquitetura, mas, principalmente, pelo volume de dinheiro empregado na obra em meio aos momentos de dificuldades que a falta de chuvas impõe aos moradores do município.

Com o título ‘’Governo federal financia metade de ‘Coliseu’ no sertão cearense, o Jornal Folha de São Paulo destaca, em sua edição desta terça-feira, destaca que a capacidade de público do estádio em Alto Santo, que recebeu investimentos de R$ 1,3 milhão, supera o número de habitantes da cidade. Segundo a reportagem, ‘’sob seca, cidade vive estado de emergência; sem time na 1ª divisão, prefeitura negocia com equipe de Quixadá.

A reportagem, assinada pelo jornalista André Uzeda, enviado especial a Alto Santo, diz que o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) financiou metade da construção, no sertão cearense, de um estádio de futebol com fachada inspirada no Coliseu romano. A arena, em Alto Santo (a 230 km da capital, Fortaleza), terá capacidade (20 mil) superior ao número de habitantes do município (16 mil).

De acordo, ainda, com a Folha de São Paulo, ‘’após cinco anos em obras, o Coliseu do Sertão deve ser inaugurado em janeiro do ano que vem’’. O Ministério do Esporte repassou R$ 619 mil, por emendas parlamentares –quando o deputado indica a obra e o governo libera o recurso.

Outro ponto da reportagem é que ‘’Alto Santo não tem time na primeira divisão do Estado – o Alto Santo Futebol Clube, fundado em 2007, não joga em nenhuma divisão do futebol local. Para evitar que a obra faraônica logo se torne um elefante branco, a prefeitura negocia para receber os jogos do time de Quixadá, cidade a 160 km de distância’’.

Segundo o ex-prefeito Adelmo Aquino (SD), idealizador do Coliseu, o estádio ampliará o potencial turístico e trará receitas para o comércio local. “O projeto é a longo prazo e será finalizado gradativamente daqui a dez anos. Daqui a uma década, Alto Santo terá uma população maior, e queremos que o estádio continue atual”, afirmou. A primeira fase da obra será entregue com 6.000 lugares. As demais 14 mil cadeiras, que estão no projeto, viriam numa segunda etapa.

Questionado sobre os critérios adotados pelo governo federal para financiar o estádio, o Ministério do Esporte informou que as emendas já vieram definidas pelo Congresso e que o projeto foi aceito pelos técnicos da pasta. O governo não disse quantas pequenas cidades do interior do país receberam repasses similares para construir equipamentos esportivos.”

(Ceara Agora com Folha)

DETALHE – O POVO fez essa matéria quando a obra estava sendo planejada. Isso, há mais de dois anos. Na época, pelo repórter Rafael Luís, hoje no Grupo Jangadeiro.

Cliente da Unimed Fortaleza alerta sobre falta de pessoal

Da jornalista Silvana Frota, recebemos nota, em tom de desabafo, com críticas à situação do Hospital Regional da Unimed, em Fortaleza. Ela lamenta e cobra, como cliente, aumento do quadro de pessoal da Instituição. Confira:

Caro Eliomar de Lima,

O Hospital Regional da Unimed está em clima de emergência. Até um maqueiro para transportar um paciente, demora, em média, uma hora. Quem retira os exames em um terminal de computador – só existe um, é o paciente ou seu acompanhante. A ala de enfermaria mistura homem com mulher e só dispõe de um banheiro.

Tudo isso, vivenciei durante três dias, com minha mãe de 89 anos, internada nesse hospital. Ela levou uma queda e teve que receber ali cinco pontos.

O Hospital Regional está precisando, com urgência, de mais funcionários. Ter mais enfermeiros e contratar maqueiros.

Aumentou o número de clientes, mas não houve aumento do número de funcionários para o atendimento. Está em situação precária, bem pior do que o SUS. O mais lamentável é que, em meio a esse cenário, houve aumento das mensalidades.

Sem mais,

Silvana Frota,

Cliente Unimed, jornalista e cidadã.

VAMOS NÓS – O Blog está à disposição da assessoria de imprensa da Unimed Fortaleza.

Evangelizar é Preciso – Divulgada a programação de evento com Padre Reginaldo Manzotti

manzottiv

Da Coluna Vertical, no O POVO desta terça-feira:

Organizadores do VII Evangelizar é Preciso fecharam ontem a programação do evento, em 18 de outubro, no aterro da Praia de Iracema, com a presença do padre Reginaldo Manzotti.

Uma novidade: começará às 8 horas, com alvorada de fogos. Depois, virá a apresentação de orquestras que executarão músicas clássicas. Será momento de boas-vindas às caravanas que chegarão pela manhã ao local. A equipe da Associação Evangelizar é Preciso subirá ao palco ao meio dia para rezar o Terço Mariano. Em seguida, Ana Gabriela, Suely Façanha e irmã Kelly Patrícia comandarão as atrações musicais.

A Hora da Misericórdia será conduzida pelo padre Antônio Furtado (Comunidade Católica Shalom), enquanto o arcebispo, dom José Antônio, presidirá a celebração eucarística, às 17 horas. Em seguida, padre Reginaldo Manzotti (foto) subirá ao palco para conduzir a adoração ao Santíssimo Sacramento e apresentar o show “Faça-me Crer”.

(Foto – Paulo MOsKa)

Anatel recebe propostas para leilão de 4G

75 1

“A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) recebe hoje (23) as propostas de preço, garantias e a documentação de habilitação das empresas interessadas em participar do leilão da faixa de frequência de 700 mega-hertz (MHz), que será usada para ampliar a tecnologia 4G no país. A licitação está prevista para o dia 30 de setembro e será julgada pelo critério do maior preço público ofertado para cada lote.

Serão leiloados seis lotes, três com cobertura nacional. O preço mínimo da outorga de cada lote nacional foi estipulado em R$ 1,92 bilhão. Os demais lotes terão preço mínimo de R$ 1,89 bilhão, R$ 29,5 milhões e R$ 5,28 milhões.

A faixa de 700 MHz vai complementar a de 2,5 giga-hertz (GHz), leiloada em junho de 2012, também para a tecnologia 4G. Enquanto a frequência de 2,5 GHz tem mais capacidade e raio de cobertura menor, a de 700 MHz tem abrangência maior e necessita de menos antenas, além de ser usada por diversos países, como os Estados Unidos e a Argentina. Segundo a Anatel, com a utilização da faixa de 700 MHz, será possível levar telefonia móvel de quarta geração e internet em banda larga de alta capacidade inclusive às áreas rurais, a um custo operacional mais baixo, uma vez que essa faixa é ideal para a cobertura de grandes distâncias.”

(Agência Brasil)

Ministério Público Estadual promove o XXI Fórum de Ciência Penal

84 1

O Ministério Público Estadual promoverá de quarta a sexta-feira, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, o XXI Fórum de Ciência Penal. Nesse período, nomes de destaque do Direito Penal darão palestra sobre temas que abordarão a eficiência do processo penal no Brasil, o aumento de crimes apesar da redução da pobreza no Brasil e a reforma política, além do marco civil na internet e seus reflexos no processo penal. A coordenação do evento, que será aberto a partir das 19 horas, é do procurador de Justiça, José Valdo Silva.

Na quinta-feira, após o credenciamento, as boas-vindas e pronunciamentos de abertura do fórum, o procurador de Justiça do Estado de São Paulo, doutor em Direito pela PUC-SP e assessor do Procurador-Geral de São Paulo no Setor de Recursos Extraordinários e Especiais Criminais, Pedro Henrique Dermecian, proferirá, às 9 horas, a primeira palestra, cujo tema é “A Eficiência do Processo Penal Contemporâneo no Brasil”. A mesa diretora será presidida pelo ministro do Tribunal de Contas da União aposentado Ubiratan Aguiar. O tema será debatido pelo procurador de Justiça do Estado do Ceará e idealizador do fórum, José Valdo Silva.

Em seguida, às 10h45min, o professor da PUC – Minas, doutor em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do RJ / IUPERJ e coordenador do Centro de Estudos e Pesquisas em Segurança Pública, Luís Flávio Sapori, discorrerá sobre o tema “Menos pobres, mais crimes. O que está acontecendo no Brasil?”. A procuradora de Justiça e Ouvidora-Geral do MPCE, Maria Magnólia Barbosa, será a presidente da mesa, tendo como debatedores o promotor de Justiça, Antônio Iran Coelho Sírio, e o delegado-geral da Polícia Civil do Estado do Ceará, Raimundo de Sousa Andrade Júnior.

No período da tarde, às 14h30min, a mesa diretora da terceira palestra será presidida pelo promotor de Justiça do Estado do Ceará e assessor de Políticas Institucionais da Procuradoria Geral de Justiça, Emmanuel Roberto Girão Pinto. O subprocurador Geral da República, doutor em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e professor de Direito Eleitoral da UNB, Antônio Augusto Brandão Aras, será o expositor do tema “Reforma Política”, cujo debate terá como participante o procurador regional eleitoral do Ceará, Rômulo Moreira Conrado.

A quarta palestra do dia será ministrada, às 16h15min, pelo presidente da Comissão de Direito da Tecnologia da Informação da OAB/CE e advogado pós-graduando em Direito Eletrônico pela Estácio de Sá, Renato Torres de Abreu Neto, e tratará sobre o “Marco civil na internet e seus reflexos no processo penal”. A mesa diretora será presidida pelo advogado e presidente da OAB Seccional Ceará, Valdetário Andrade Monteiro. Para debater o assunto foi convidado o promotor de Justiça, Hugo Frota Magalhães Porto Neto.

Na sexta-feira (26), às 9 horas, o membro vitalício do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará e professor universitário, desembargador Mário Parente Teófilo Neto, apresentará a quinta palestra sobre “Aspectos Controvertidos dos Juizados Especiais Criminais”. A mesa do painel será presidida pela assessora especial de Políticas Públicas sobre Drogas do Estado do Ceará e procuradora de Justiça aposentada, Maria do Perpétuo Socorro França Pinto. Participarão do debate os promotores de Justiça Francisco André Karbage Nogueira e Benedito Augusto da Silva Neto.

O advogado criminalista e professor de Direito Penal na Universidade Federal do Ceará, Nestor Eduardo Araruna Santiago, proferirá a sexta palestra, às 10h45min, sobre a “Reforma do Código de Processo Penal”. Os trabalhos serão presididos pela defensora pública geral do Estado do Ceará, Andréa Maria Alves Coelho, tendo como debatedor o advogado criminalista e mestre em Direito Público Pela UFC Bruno Queiroz Oliveira.

A sétima palestra, intitulada “Arma de Fogo: Doutrina e Perícia” será apresentada pelo promotor de Justiça do Estado de Tocantins, Felício Soares, sob a presidência do procurador-chefe da República no Ceará, Alessander Wilckson Cabral Sales. O tema será debatido pelo advogado criminalista e professor de Direito Penal, Francisco Ernando Uchoa Sobrinho.

CCBNB comemora um ano de casa nova

O Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB) completa um ano de atuação em sua nova sede, na Rua Conde D’Eu, 560 (Centro), nesta quarta-feira. Para comemorar, haverá programação especial a partir das 15 horas, com várias atrações artísticas.

Tudo começa com a performance da Camerata Unifor. O grupo de arte dessa universidade é formado por violinos, violas, cello, baixo, piano e flauta. Atualmente com 15 músicos, a Camerata é coordenada e regida pelo maestro, violinista e violista, Marcus Vinicius Cardoso da Silva. Em seguida, Fernando Piancó apresentará mais uma edição do programa “Os Velhinhos Transviados”, que terá participação de Cauby Peixoto Cover (Helano), cantando sucessos de um dos ícones da música romântica brasileira.

Ainda haverá palestra de Juarez Leitão sobre as histórias e lendas do Centro de Fortaleza, em parceria com a Academia Cearense de Letras. Ele é historiador, poeta, cronista e conferencista. Na parte da noite, apresentação de dança dos bailarinos da Casa da Comédia Cearense, grupo que surgiu para levar cultura à comunidade do bairro Rodolfo Teófilo e adjacências, com encerramento tendo a performance da banda Leite de Rosas e os Alfazemas.

 

Ferrovia Transnordestina, que passa pelo Ceará, em situação de alerta

335 4

ferrovivi

“O governo federal anunciou que os investimentos do PAC 3 estarão focados em ferrovias e hidrovias. No PAC 2, porém, menos de 30% das obras previstas para os setores foram executadas. Dos 57 empreendimentos hidroviários previstos, apenas 16 estão prontos (28,1%) e das 47 iniciativas ferroviárias, somente 14 foram concluídas (29,8%). Os dados colhidos do 10º Balanço do PAC 2, referentes ao período de janeiro de 2011 a abril de 2014, apontam que – além das já concluídas -, das obras ferroviárias, oito ainda estão no papel, isto é, “em ação preparatória” ou “em licitação”. Outras cinco estão “em execução” (já iniciadas, com meta de realização de estudo, projeto, plano, assistência técnica ou desenvolvimento institucional), e 20 “em obras” (já iniciadas ou com ordens de início autorizadas).

Para o especialista em infraestrutura do Ipea, Carlos Campos, as obras de ferrovias enfrentam a burocracia normal, como licença ambiental, mas também possuem problemas na aquisição de trilhos. “O ritmo dos empreendimentos é lento. O Brasil não produz trilhos, então, foi preciso trazer de fora e somente agora estão começando a chegar. Foram necessários pelo menos três processos licitatórios para a compra”, explica. Já as hidrovias apresentam quadro de implantação das obras mais lento. Além das concluídas, as 41 obras restantes para o setor hidroviário do país passam por diferentes estágios do processo de implantação, sendo que mais da metade delas ainda não saiu do papel. Dos empreendimentos previstos, 23 ainda aguardam pelo processo licitatório, em “ação preparatória”. Além delas, 10 obras estão “em execução” e oito “em obras”.

No caso, Campos ressalta o fato do setor ainda ser renegado em relação a outros. “Os recursos disponíveis não são utilizados porque ainda é setor pouco conhecido”. De acordo com o especialista, o governo está começando a executar os estudos para conhecer as reais necessidades e potencialidades das hidrovias no Brasil. Campos destacou que os dois tipos de obras enfrentam dificuldades de execução e, por isso, não são obras que podem ser pensadas e finalizadas no curto prazo. Outro ponto a ser medido é o das ações chamadas significativas pelo 10º Balanço. Elas, que também levam o nome de emblemáticas por serem os principais empreendimentos do setor do ponto de vista da materialidade, relevância ou impacto, representam sete das iniciativas ferroviárias, sendo que duas foram apresentadas em estado de “atenção”. A Ferrovia de Integração Oeste-Leste Catité-Barreiras, que está prevista para ser entregue só em abril de 2016, até agora só possui 3% da obra realizada e enfrenta problemas com repactuação de contratos. A meta é construir 1.022 km de ferrovia, ligando o porto de Ilhéus a Barreiras, na Bahia.

A Ferrovia Nova Transnordestina também está em alerta. A intenção é construir 1.753 km de ferrovia interligando os estados do Piauí, Ceará e Pernambuco aos portos de Pecém (PE) e Suape (PE). O problema apontado para o desenvolvimento da iniciativa foi na contratação dos lotes remanescentes no Ceará e em Pernambuco. Por fim, o único empreendimento hidroviário considerado emblemático também está em estado de “atenção”. A ação que pretende fazer 37 intervenções na Hidrovia do Rio Tiete deve ser entregue em abril de 2019, mas a empresa responsável desistiu de participar da ampliação do vão de ponte que perpassa o rio.

(Site Contas Abertas)

Seca em São Paulo – Sistema Cantareira registra apenas 8% de capacidade

“O nível nos reservatórios do Sistema Cantareira continua em queda e registrou hoje (22) 8% da sua capacidade total de armazenamento, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Há um ano, o volume armazenado era 42,3%. Esta é a maior crise hídrica da história de São Paulo, intensificada pela escassez de chuvas. Nas nascentes do Cantareira, foram registrados 40 milímetros de chuva acumulada este mês, enquanto a média histórica para setembro é 91 milímetros. Desde maio, o sistema depende da sua reserva técnica, que acrescentou 182,5 bilhões de litros de água, o equivalente a 18,5%, sobre o volume total do sistema, que é de 982,07 bilhões de litros.

Para contornar o problema, o governo paulista está, gradativamente, reduzindo a dependência do Sistema Cantareira em relação a outros mananciais. Além disso, a Sabesp começou, em fevereiro, um programa de incentivo à economia de água. São concedidos bônus de 30% no valor da conta de água dos clientes que reduzirem o consumo em 20%.

No último mês, 76% dos moradores da grande São Paulo diminuíram o consumo de água em relação à meta estabelecida. A adesão da população gerou economia de 3.900 litros de água por segundo. No mês, foram economizados mais de 10 bilhões de litros de água.”

(Agência Brasil)

Bancários paralisam duas agências em Fortaleza. É a campanha salarial em andamento

humooorr

Os bancários paralisaram, na manhã desta segunda-feira, as agências do Banco do Brasil e do Bradesco (ex-BEC dos Peixinhos), na Barão do Rio Branco, no bairro Centro. A paralisação foi das 10 às 11 horas. A ação faz parte das atividades da campanha salarial da categoria e ocorreu em clima bem  humorado.

Segundo o Sindicato dos Bancários do Ceará, a categoria protesta contra a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de conceder 7%. Os bancários reivindicam 12,5% de reajuste, valorização no piso, mais contratações, mais segurança e melhores condições de trabalho.

(Foto – Divulgação)