Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Operação Lava Jato – Por que Aníbal Gomes e Padre Zé apareceram na lista?

“A divulgação da lista de políticos que, segundo a Procuradoria-Geral da República, estariam envolvidos no esquema de desvio de recursos da Petrobras, atingiu o nome de dois cearenses, o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB) e o ex-deputado federal e atual presidente do Conselho Estadual de Educação do Ceará, Padre Zé Linhares (PP). O POVO mostra hoje detalhes dos pedidos de inquérito enviados ao STF contra os dois políticos.

Segundo o relatório do procurador Rodrigo Janot, tornado público na última sexta-feira, 6, o parlamentar cearense Aníbal Gomes seria emissário do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), no esquema de corrupção envolvendo a estatal federal.

Em delação, Paulo Roberto Costa informou que participou de diversas reuniões para entrega de propina ao presidente do senado. Segundo ele, algumas reuniões eram realizadas na própria residência de Calheiros. Ainda de acordo com o delator, o deputado cearense estava presente nesses encontros.

De acordo com Costa, o parlamentar cearense teria levado até ele “uma reclamação do Sindicato dos Práticos acerca do reajuste da remuneração da praticagem”.

O peemedebista teria dito, conforme delação, que “em sendo exitosa a negociação, ou seja, atendido o pleito dos práticos seria feito um pagamento pelo Escritório Ferrao em favor dele, Aníbal, sendo parte dos recursos destinados ao senador Renan e um valor na ordem de oitocentos mil reais para o declarante”.

O relatório questiona os “vultosos valores em espécie mantidos por Aníbal Gomes no encerramento de 2014”. O deputado declarou ter R$ 1.805.000,00 em espécie, o que corresponde a 90% do seu patrimônio declarado. O procurador afirmou que há “indícios veementes” do envolvimento deputado federal tendo em vista que o alto valor em espécie é “fora do contexto normal dos fatos” por não estar em depósitos bancários “como seria o usual”. Em entrevista ao O POVO, na edição de ontem, o parlamentar negou as acusações e informou que deverá contratar advogado para se defender.

Em relação do ex-deputado Padre Zé Linhares (PP), Alberto Youssef afirmou que os líderes do PP receberiam mensalmente entre R$ 250 mil e 500 mil, enquanto cerca de R$ 1,2 milhões e R$ 1,5 milhões seriam divididos por mês entre os parlamentares pelo líder do partido. Youssef diz ter “certeza” que o “Padre José Linhares” recebeu a propina da cota do partido. Pela terceira vez, O POVO entrou em contato com a assessoria do governo estadual, mas até o momento não há posicionamento oficial sobre a inclusão do titular do Conselho de Educação na lista de Janot.” 

(O POVO)

Vice-governador da Bahia pede desculpas

“Após ganhar notoriedade imediata ao dizer que estava “cagando e andando” ao comentar a inclusão de seu nome na lista de investigados pela Lava Jato, o vice-governador da Bahia, João Leão, resolveu pedir “desculpas à sociedade” e àqueles que irão apurar seu caso.

Filiado ao PP, partido com o maior número de políticos sob investigação nesta fase da operação por ser ligado ao ex-diretor da Petrobras e agora delator Paulo Roberto Costa, Leão causou sensação com sua frase de baixo calão.

“Foram considerações feitas num momento de profunda indignação e surpresa. Fiquei muito triste porque ao longo de 28 anos de vida política jamais passei por tamanha crueldade. Peço desculpas à sociedade”, disse, em nota, neste domingo , 8.

Em seguida, Leão diz ser inocente e que irá provar isso na Justiça, além de desculpar-se especificamente com quem irá investigá-lo e julgá-lo. “Não há, da minha parte, nenhuma intenção de ofender o Ministério Público, o Poder Judiciário, ou quaisquer outras instituições essenciais na manutenção do Estado democrático de direito, nem pessoas.”

Por fim, pede “a Deus serenidade”.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), definiu como inadequada a declaração de seu vice, João Leão (PP). Apesar da ressalva, o petista defendeu a inocência de seu vice.

“No momento de dor e de revolta você pode acabar pronunciando palavras que não sejam as mais adequadas”, disse Costa na manhã deste domingo, durante evento em Salvador. “Mas sua indignação é de alguém que vai lutar para provar a sua inocência. Desde o princípio ele foi enfático em afirmar que não tinha relação com esses fatos. Eu continuo confiando nele”.

(Da Folhapress)

Morre Inezita Barroso

inezita-barroso

Morreu, neste domingo, a cantora e apresentadora Inezita Barroso (90 anos). Ela estava internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o dia 19 de fevereiro.

A informação sobre a morte da apresentadora do Viola, Minha Viola foi divulgada por Sônia Abrão, em seu Instagram. “Morre Inezita Barroso! Ela estava internada no Hospital Sírio Libanês.

O velório será amanhã na Assembleia Legislativa. Luto na música sertaneja!”, publicou a jornalista e apresentadora. Inezita deixa uma única filha, Marta Barroso Macedo Leme, três netas e cinco bisnetos.

Máfia dos Vampiros – Delúbio Soares e Humberto Costa são absolvidos

delubio

O senador Humberto Costa (PT/PE) e o ex-tesoureiro nacional petista Delúbio Soares foram absolvidos no processo a que respondiam na Justiça Federal do Distrito Federal por suposto envolvimento na máfia dos vampiros. A quadrilha fraudava licitações do Ministério da Saúde para compra de hemoderivados, empregados no tratamento de hemofílicos, e desviou cerca de dois bilhões de reais dos cofres públicos.

Dezoito pessoas envolvidas no esquema foram presas na Operação Vampiro, da Polícia Federal, em 2004, mas há indícios de que a corrupção atravessou os governos de Fernando Collor, Itamar Franco e FHC até chegar ao de Lula. À época da operação da PF, Humberto Costa era ministro da Saúde; Delúbio era tesoureiro do PT.

Ricardo Augusto Soares Leite, o juiz federal que assina a absolvição dos petistas e outros 27 réus no processo, baseou sua decisão na “prescrição de pretensão punitiva”, em que o prazo para julgamento do caso “leva à plena convicção de que a pena imposta será inócua em decorrência do futuro reconhecimento da prescrição”.

Soares Leite alertou para o “custo político de uma ação fadada à prescrição” e justificou a lentidão no julgamento do processo lembrando a sobrecarga de processos que enfrenta no tribunal onde despacha.

Luiz Cláudio Gomes da Silva, homem forte do Ministério da Saúde à época do escândalo, e o empresário Lourenço Rommel Gomes Peixoto, apontado como chefe do esquema, estão entre os absolvidos.”

(Veja Online)

Ministro da Cultura cumpre agenda no Ceará

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, iniciará, nesta segunda-feira, visita de dois dias ao Ceará. A visita integra as ações do programa “Diálogos Culturais”, da Secretaria da Cultura do Estado, que promove o debate permanente das políticas públicas para a cultura.

Nesta segunda-feira, o ministro cumprirá agenda no Cariri, onde visitará a Fundação Cas Gfrande, em Nova Olinda, e manterá encontros com mestres da cultura no Crato.

Na terça-feira, 10/3, o ministro Juca Ferreira concederá entrevista coletiva, às 9h30min, no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa. Após a entrevista coletiva, o ministro Juca Ferreira e o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, participarão de sessão solene, às 10h30min, no plenário da Assembleia Legislativa, sobre políticas públicas para a cultura.

Na mesma terça-feira, às 14 horas, o ministro participará, no Auditório João Frederico Ferreira Gomes, no anexo da Assembleia, de Roda de Conversa com artistas, produtores, articuladores e gestores culturais.

Operação Lava Jato – Senador Antonio Anastasia divulga nota oficial

179 3

Do PSDB nacional, este Blog reebeu nota do senador mineiro Antonio Anastasia, com nome envolvido na Operação Lava Jato e que será alvo de inquérito por parte do STF. Confira:

NOTA OFICIAL
1) Não conheço, jamais estive ou falei com o Sr. Jayme. Da mesma forma, não conheço, jamais estive ou falei com o Sr. Youssef.

2) Ou seja, é absolutamente falsa a afirmativa do Sr. Jayme que teria me entregue valores em dinheiro, em 2010, a mando do Sr. Youssef. O próprio Sr. Youssef, em depoimento oficial, negou que tivesse me encaminhado qualquer valor (vide anexo 1, cópia do documento oficial da Procuradoria Geral da República, páginas 22 e 23, Termo de Declarações Complementar n. 28)

3) Deste modo, o pedido de inquérito aberto em relação a mim baseia-se, exclusivamente, no depoimento do Sr. Jayme (que, ao contrário do Sr. Youssef, não tem o mesmo valor nem está sujeito às mesmas obrigações de um acordo de delação premiada), que foi vazado em janeiro deste ano. Ainda que assim não fosse, a alusão precária e inespecífica a uma casa em Belo Horizonte, sem fornecer o endereço, ou a data e a hora de tal encontro, aliada ao reconhecimento precário de uma fotografia dizendo ser pessoa “parecida” comigo, não resistiria a menor verificação. (vide anexo 1, cópia do documento oficial da Procuradoria Geral da República, página 22, declaração)

4) As datas de entregas de valores pelo Sr. Jayme, a mando do Sr. Youssef, conforme se verifica nos documentos arrolados nas peças, não condizem com a do depoimento do Sr. Jayme.

5) Soma-se a isto o fato de eu ser, à época, governador de partido de oposição ao Governo Federal, sem qualquer vinculação com a Petrobras.

6) A abertura do inquérito servirá para demonstrar a verdade, pondo fim à infâmia inventada contra mim, sabe-se lá por qual motivo.

7) Desejo, tão somente, que a apuração seja rápida, de forma a comprovar o mais breve possível minha total inocência, por respeito aos milhões de mineiros que votaram em mim para o Governo e para o Senado e por toda a trajetória de minha vida pública, reconhecidamente correta e proba.

8) Os que me conhecem estão indignados com estes fatos, mas tenho a consciência tranquila da prevalência da justiça e da verdade, inclusive com a descoberta da origem desta armação contra mim.

9) Agradeço a incontáveis manifestações de apoio e solidariedade que venho recebendo, desde o surgimento, em janeiro, desta história falsa e covarde.

10) Coloco-me, uma vez mais, à inteira disposição do Ministério Público e da Justiça para todos os atos necessários a comprovar a improcedência do depoimento do Sr. Jayme.

Operação Lava Jato – Governo do Estado não sabe ainda o que fazer com Padre Zé

263 4

padreze

O Governo do Estado informa que ainda não há qualquer tipo de definição após o pedido de abertura de inquérito contra o secretário Padre Zé, que responde pelo Conselho de Educação do Estado. O governo estadual deverá se posicionar nos próximos dias em relação ao assunto.

Já o ex-deputado federal, presidente regional do PP, também citado na lista do procurador-geral da República, na noite da última sexta-feira, 6, ainda não falou sobre o caso.

Operação Lava Jato – Aníbal Gomes viaja para Brasília neste domingo para contratar advogado

anibal-gomes-sefot-secom

“O deputado federal Aníbal Gomes (PMDB), citado na lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informou ao O POVO que deve ir à Brasília neste domingo e contratar um advogado para ter acesso ao pedido de inquérito na Operação Lava Jato e se defender das acusações existentes contra ele.

“Eu não sei ainda de nada, não tive acesso aos autos do processo. Quero ver o que consta contra mim e esclarecer para a sociedade que eu não estou dentro disso”, afirmou.

O deputado afirmou que soube da lista, divulgada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), ainda em Fortaleza por meio da imprensa, e que ainda não contratou advogado para a sua defesa. Segundo ele, só deve solicitar nos próximos dias.

A respeito da acusação do delator Paulo Roberto Costa, de que o parlamentar cearense seria emissário do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), no processo de irregularidades na estatal Petrobras, Aníbal negou a prática. “Por que ele (Renan) precisaria de alguém pra fazer interlocução pra ele?”, disse.

O delator, durante depoimento, acusou Aníbal de ter levado até ele reclamação do Sindicato dos Práticos “acerca do reajuste da remuneração da praticagem”. De acordo com o ex-diretor da Petrobras, foi dito pelo deputado que “sendo exitosa a negociação, ou seja, atendido o pleito dos práticos seria feito um pagamento”.

Segundo ele, parte dos recursos seria destinada ao senador Renan. Paulo Roberto disse que o parlamentar cearense falava em nome do presidente do senado. O deputado peemedebista negou também qualquer participação na negociação citada por Costa em delação premiada.

A lista citou outros seis parlamentares do PMDB, além dos presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara Federal, Eduardo Cunha.”

(O POVO)

 

Operação Lava Jato – João Leite diz estar “cagando e andando na cabeça desses cornos todos”

jaooleite

“O vice-governador da Bahia, João Leão (PP), que consta da lista do Superior Tribunal Federal, com nomes de políticos envolvidos em inquéritos relativos à Operação Lava Jato, publicou uma nota em sua conta no Facebook na qual se diz triste e surpreso, mas ao mesmo tempo forte para iniciar a luta e provar sua inocência.

Veja a íntegra da nota do Facebook:

“Não sei porque meu nome saiu. Nem conhecia esse povo. Acredito que pode ter sido por ter recebido recursos em 2010 das empresas que estão envolvidas na operação. Mas, botar meu nome numa zorra dessas? Não entendo. O que pode ser feito é esperar ser citado e me defender. Estou cagando e andando, no bom português, na cabeça desses cornos todos. Sou um cara sério, bato no meu peito e não tenho culpa. Segunda-feira vou para Brasília saber porque estou envolvido …. Recebi recursos da OAS em 2010, mas quem recebeu recursos legais, na conta legal, tem culpa?”.

(Com Estadão)

Operação Lava Jato – Lindberg Farias se diz surpreso por estar na lista dos denunciados

“Citado na lista de políticos que serão investigado de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse ter recebido a notícia com “surpresa, porém com serenidade”. O pedido de investigação feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) foi aceito nessa sexta-feira (6) pelo ministro do STF, Teori Zavascki, relator do caso na Corte, para a apuração de “suposta prática dos crimes de corrupção passiva qualificada e de lavagem de dinheiro”. O senador diz que acredita no arquivamento do inquérito e que confia na Justiça.

De acordo com a petição assinada no início da semana pelo procurador-geral Rodrigo Janot, quando solicita a abertura de inquérito, o delator Paulo Roberto Costa declarou ter recebido, em 2010, a visita do senador pedindo recursos para sua campanha no valor de R$ 2 milhões. Ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa afirmou em seu depoimento ter contatado o doleiro Alberto Youssef para operacionalizar o repasse. Também delator da Operação da Lava Jato, Youssef disse no documento desconhecer Lindbergh e que não se recordar de ter feito tal pagamento.

“Nada obstante tal divergência, não se exclui a possibilidade de que os valores tenham sido repassados por outro operador ou diretamente pelas empresas envolvidas no esquema para a campanha do parlamentar”, afirma Janot no pedido. O procurador anexa ainda documentos que comprovam doações de campanha a Lindbergh feitas por empreiteiras envolvidas no cartel da Petrobras, segundo as investigações, e cita declaração de Paulo Roberto dizendo ter sido procurado novamente pelo senador em 2014, quando concorria ao governo do Rio de Janeiro.”

(Agência Brasil)

Publicado decreto de convocação da V Conferência Nacional de Segurança Alimentar

pão-repartir1

A presidente da República, Dilma Rousseff, já assinou o decreto de convocação da V Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. O evento será realizado no período de 3 a 6 de novembro deste ano, em Brasília. O documento saiu publicado nesta sexta-feira (6) no Diário Oficial da União (DOU).

A conferência será coordenada pelo Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea). O lema deste ano será “Comida de verdade no campo e na cidade: por direitos e soberania alimentar.”

O objetivo principal é ampliar e fortalecer os compromissos políticos para a promoção da soberania alimentar e para garantir a todos o direito humano à alimentação adequada, assegurando a participação social. Antes da Conferência Nacional, serão realizadas as conferências municipais e estaduais como encontros preparatórios.

Vem aí o PECNodeste2015

boi

Vem aí o XIX Seminário Nordestino de Pecuária (PECNordeste). O evento terá como tema neste ano “Sertão empreendedor: Um novo tempo para o Semiárido “, que se baseia em programa de convivência com a seca que o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) vem desenvolvendo em 35 municípios do Nordeste.

O PECNordeste será realizado de 16 a 18 de junho próximo, no Pavilhão Leste do Centro de Eventos, numa promoção do Sistema Faec/Senar/SINRURAL e Sebrae-CE, com o apoio de vários parceiros do segmento da pecuária.

O Judiciário e a Privatização da Caixa

Com o título “O Judiciário Estadual e a Privatização da Caixa”, eis artigo de Luiz Arthur Marques Soares, coordenador jurídico da Caixa Econômica Federal  – Feitos Relevantes e Trabalhistas. Ele resolveu abordar a polêmica em torno da abertura do capital da Instituição, vista como uma privatização por parte de setores da sociedade. Confira:

Diz o artigo 109, inciso I da Constituição Federal: “Art. 109. Aos juízes federais compete processar e julgar: I – as causas em que a União, entidade autárquica ou empresa pública federal forem interessadas na condição de autoras, rés, assistentes ou oponentes, exceto as de falência, as de acidentes de trabalho e as sujeitas à Justiça Eleitoral e à Justiça do Trabalho;”

Nessa toada, vindo a se concretizar a abertura do capital da Caixa Econômica Federal que, ao nosso sentir, passaria da condição atual para uma Sociedade Anônima, os processos que lhe são afetos (uma média de hum milhão) migrariam para as justiças estaduais.

É fato notório que tais justiças estão abarrotadas e sem dar vazão aos processos. Só o Tribunal de Justiça do Ceará acumula mais de um milhão de ações. Fácil notar que os mais de 30 mil processos que a Caixa tem no Estado vão engrossar essa fileira, aumentando ainda mais a morosidade de tais Tribunais.

Outro aspecto preocupante é que a Justiça Federal já sedimentou entendimentos e seus magistrados estão familiarizados com as causas que envolvem a Caixa, tanto no polo ativo como no passivo, assim, consectário lógico de tudo isso é a geração de uma insegurança jurídica com forte impacto nos programas sociais geridos pela Instituição.

Assim, entendemos que os agentes políticos e a alta administração da Caixa devem sopesar os aspectos aqui trazidos, lembrando a vocação história da Instituição que sempre foi voltada para as classes mais desfavorecidas da nossa sociedade, desde sua fundação em 12 de janeiro de 1861, quando os escravos poupavam para comprar suas cartas de alforria.

* Luiz Arthur Marques Soares
Coordenador JURIRFO
Feitos Relevantes e Trabalhistas da Caixa Econômica Federal.

Dilma Rousseff diz que ajuste fiscal é necessário para manter programas sociais

“A presidenta Dilma Rousseff defendeu hoje (6) a aplicação do ajuste econômico do governo e disse que o Brasil entra – a partir de agora – em uma nova fase de enfrentamento da crise. Segundo Dilma, diferentes medidas serão necessárias para ultrapassar a etapa atual e os ajustes têm o objetivo de manter programas sociais, emprego e renda. “Estamos entrando agora em nova fase de enfrentamento da crise. Várias medidas diferentes serão necessárias. Uma nova trajetória [é necessária] para que possamos crescer. Não é que nós iremos querer voltar atrás para algum outro momento. Não. Queremos melhorar ainda mais o que nós já conquistamos. Por isso é que estamos fazendo essas correções e esses ajustes”, disse a presidenta após referir-se a crise financeira internacional de 2008.

“Estamos fazendo um imenso esforço para que o Brasil continue fazendo programas sociais, mas também amplie os investimentos, tenha uma economia próspera e continue gerando emprego e renda para toda a população. Esse esforço passa por correções. Mas as correções não são um fim em si mesmas, é para garantir programas como esses que fazemos”, acrescentou Dilma.

As declarações foram feitas durante discurso na cerimônia de entrega de unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida, em Araguari (MG). A presidenta reafirmou que a terceira etapa do programa terá a meta de contratar mais três milhões de moradias até o final de 2018. “Com isso vamos chegar bem próximos de uma perspectiva de solucionar integralmente a questão de habitação em faixas de renda mais baixas”, disse.

Em Araguari (MG), a presidenta entregou as chaves de unidades habitacionais do Residencial Bela Suíça II. Serão entregues também moradias no Residencial Bela Suíça III. No total, serão 1.472 unidades. As casas têm área privativa de 44,77 metros quadrados, dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço.”

(Agência Brasil)

Carmen Lúcia “abençoa” força-tarefa sobre processos na área da violência doméstica

538 1

cafrnemm

A presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Iracema do Vale, manteve encontro, nesta sexta-feira, em seu gabinete, com a ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF). Carmen veio conferir o início do trabalho de uma força-tarefa do Judiciário Cearense que terá por objetivo acelerar processos que envolvem violência doméstica.

Carmen Lúcia, abordando o tema, disse que a Justiça brasileira precisa fazer um esforço concentrado e especial na busca pela paz. “Temos trabalhado para que a fome de humanidade que nós temos seja devidamente saciada”, disse, em rápida entrevista.

A ministra conferiu ainda a solenidade de abertura da Semana Nacional da Justiça pela Paz em Casa, que contou com a presença da vice-governadora Izolda Cela, da primeira-dama do Ceará, Onélia Leite, e da desembargadora Sérgia Miranda.

(Foto – TJ/CE)

Dilma Rousseff já fala em mudanças no Programa Minha Casa, Minha Vida

“A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (6) que o Programa Minha Casa Melhor passa por revisão, em razão da taxa de inadimplência. Segundo Dilma, o governo avalia mudanças no modelo do programa, que poderá ser incluído – de forma mais simples – no Minha Casa, Minha Vida. No fim de fevereiro, a Caixa Econômica Federal confirmou a suspensão do Minha Casa Melhor para novos contratos.

“Estamos revendo, porque, ao contrário do Minha Casa, Minha Vida, que tem baixa inadimplência, o Minha Casa Melhor começou com inadimplência. Então, estamos avaliando incluí-lo no Minha Casa, Minha Vida, de forma mais simples. Esse é um processo de avaliação”, informou a presidenta, após participar da entrega de unidades habitacionais do Minha Casa Minha, Minha Vida em Araguari (MG).

Dilma Rousseff não descartou a possibilidade de retorno do Minha Casa Melhor ainda este ano. “Em 2011, fizemos ajustes [no Minha Casa Melhor], o que nos obrigou a começar a contratar apenas no fim do ano. Muito provavelmente vai ocorrer. A gente vai fazendo ajustes, porque tem de discutir, construir um consenso em torno destes três anos futuros”, completou a presidenta.”

(Agência Brasil)

DETALHE – Por aqui, o setor da construção civil continua se queixando da Caixa Econômica Federal, que não repasse verbas do programa.

Câmara reinstala Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento às DSTs, HIV e AIDS

odoricoco

A cada duas horas, três pessoas morrem de AIDS no Brasil. São mais de 33 mortes por dia. Desde 2001, o Brasil registra cerca de 11 mil mortes por ano. É para enfrentar essa realidade que foi reinstalada, nesta semana, na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento às DSTs, HIV e AIDS.

A Frente tem o objetivo de envolver a sociedade, debater e acompanhar as proposições legislativas e a atuação do Executivo em relação às políticas públicas de prevenção e tratamento a estas doenças. De caráter suprapartidário, com participação de deputados e senadores, terá uma coordenação colegiada, da qual participa o deputado federal Odorico Monteiro (PT).

Durante sua fala na mesa de abertura do evento, Odorico ressaltou que o Brasil é o único País do mundo com mais de 200 milhões de habitantes que possui um sistema universal de saúde, o SUS. Ele mencionou, ainda, seu histórico de envolvimento com o tema do HIV/AIDS, desde a década de 80, quando ainda era estudante de medicina da Universidade Federal do Ceará e do primeiro serviço de AIDS do Estado, implementado em Sobral, durante sua gestão como secretário de Saúde do município.

Na opinião do parlamentar, a participação da sociedade civil foi fundamental para o enfrentamento dessas doenças.

(Foto – Câmara dos Deputados)

Ministério da Saúde distribui vacina tríplice viral

Pais de crianças com alergia à proteína do leite da vaca já podem procurar os postos de saúde para vacinar os filhos com a tríplice viral, que protege contra o sarampo, a rubéola e a caxumba. A imunização dessas crianças havia sido suspensa no ano passado, após o registro de casos de reação adversa.

O Ministério da Saúde informou à Agência Brasil que já enviou aos municípios mais de 1,5 milhão de doses da tríplice viral – dessas, mais de 357 mil podem ser utilizadas por crianças com alergia à proteína do leite da vaca. As doses foram produzidas pelo laboratório da Fundação Oswaldo Cruz. A faixa etária indicada é de 1 ano a 5 anos incompletos.

Mulher – De dona de casa para dona da casa

Com o título “Mulher: de conquista a conquistadora”, eis artigo do jornalista e sociólogo Demétrio Andrade. Com direito a homenagear o”belíssimo retrato do sexo feminino”, que de dona de casa passou a dona da casa com muitas cobranças. Confira:

No poema “Elegia”, cantado brilhantemente à posteriori por Caetano Veloso, o londrino John Donne descrevia a mulher como uma conquista – “Minha América/Minha terra à vista” – cuja plenitude do conhecimento cabia somente a alguns privilegiados: “como encadernação vistosa/ Feita para iletrados a mulher se enfeita/ Mas ela é um livro místico e somente/ A alguns (a que tal graça se consente)/ É dado lê-la”.

O belíssimo retrato do sexo feminino nesta poesia, que remonta a Idade Média, ainda tinha a mulher como um objeto de desejo a ser cortejado. Mais que isso, mostrava o reconhecimento, por parte de um homem sensível, à época vivendo o esplendor da sua dominação em todos os aspectos, da necessidade de um cuidado especial na lida com o corpo e a alma feminina.

Donne conseguiu externar – de fato com a habilidade de poucos – a luta vã do macho em compreender a complexidade psicossocial daquelas mulheres que usavam tais artifícios como as únicas possibilidades de resistência e afirmação de sua existência na sociedade. De fato, naquele tempo, a nesga de respeito que ainda se tinha às mulheres era baseada na exigência de um recato que tinha o claro intuito de afastá-la do mundo e trancafiá-la em casa.

Hoje vivemos uma realidade onde a mulher opera em diversos outros círculos com competência e sucesso. Três dos países mais importantes da América do Sul possuem mulheres no comando: Chile, com Michelle Bachelet; Argentina, com Cristina Kirchner; e Brasil, com Dilma Rousseff. A chanceler alemã Angela Markel também dá o exemplo no Velho Continente. Nossa capital já foi comandada por duas delas: Maria Luíza Fontenele e Luizianne Lins.

Em toda e qualquer profissão, elas estabeleceram novos padrões de administração, respeito e relacionamento. E mesmo com o reconhecimento de suas habilidades, ainda hoje é possível testemunhar facilmente atitudes e palavras derivadas de julgamentos machistas. Após séculos de dominação, muitos de nós – de ambos os sexos, diga-se de passagem – ainda achamos abominável sermos submetidos às ordens vindas do que era antigamente considerado “frágil”. A presidenta que o diga.

A reflexão que queria trazer, porém, quer se pautar justamente nessa evolução duramente conquistada pelas falanges femininas. Ao sair do status “dona de casa” para “dona da casa”, chefiando famílias e ambientes de trabalho, acumulando responsabilidades, contas a pagar e horas e horas de labor, a mulher de hoje se depara com outro nível de cobrança, qual seja, a da busca pelo cultivo daquele mistério que lhe é tão peculiar, descrito nas precisas palavras de John Donne.

Não é fácil ser autônoma, atuar livremente no mercado e, ao mesmo tempo, ser a mãe carinhosa e a companheira ideal, misto de sedução e convivência amorosa. Sinceramente, não queria estar na pele de vocês para internalizar e cumprir tantas exigências. Porém, ainda me vejo, romântico, a cultuar esta esfinge. Aprendi que para começar a entender uma mulher é necessário reconhecer-se menor. Afinal, mesmo crivada por tantas demandas, a mulher ainda consegue manter a mística aura do indecifrável. “Eu sou um que sabe”, diria Donne.

* Demétrio Andrade

Jornalista e sociólogo.