Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Lira Neto e o seu “Getúlio III”

lirraa

O jornalista lira Neto lançou, nessa noite de quinta-feira, na Livraria Cultura, a última parte da trilogia (1934-45) sobre Getúlio Vargas. Ele reconstitui acontecimentos políticos e pessoais dos últimos anos de vida do ex-presidente brasileiro.

Houve sessão de autógrafos e bate-papo de Lira com o jornalista Jocélio Leal, do O POVO.

VAMOS NÓS – Lira Neto hoje é uma referência nacional em sua área, que dá orgulho ao povo do Ceará. Pessoa de nossa estima.

(Foto – Ana Aranha)

Guido Mantega – O Brasil está entrando em um novo ciclo de crescimento

164 2

mantega

Uma análise cristalina como a água?

“O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse, nessa noite de quinta-feira, que o Brasil está entrando em um novo ciclo de crescimento. “Os problemas conjunturais estão ficando para trás. Com nosso grande programa de infraestrutura, maciços investimentos em educação, nós estamos perto de que esse novo ciclo de investimento sustentável esteja sendo construído”, disse ao participar de premiação a empresários promovida pela revista Istoé Dinheiro.

Segundo o ministro, a atuação do governo impediu que a crise internacional iniciada em 2008 tivesse efeitos ainda mais danosos à economia nacional. “Para mim, está claro que uma política anticíclica, corajosa e ousada faz toda diferença. Uma política bem sucedida que protegeu o emprego e o salário dos trabalhadores, fazendo com que os brasileiros pouco sofressem com a crise externa”, destacou.

Após o período turbulento, Mantega avalia que há espaço para a retomada do crescimento econômico. “Detectamos neste segundo semestre sinais de melhora da atividade”, disse, ao estimar que o Produto Interno Bruto (PIB) terá um crescimento “moderado” neste ano. “Nos preparamos para iniciar um novo ciclo de expansão nos próximos anos”.

(Agência Brasil)

 

Casa Cor 2014 terá espaço para expor produtos regionais de pequenos empresários

Da Coluna O POVO Economia, de Neila Fontenele no O POVO desta quinta-feira:

A Casa Cor deste ano vai destacar novamente o Ceará. Um dos pontos altos será uma mercearia que vai apresentar produtos regionais fabricados por pequenos empresários.

A diretora da Casa Cor, Neuma Figueiredo, informa que as pessoas interessadas em mostrar sua produção podem procurar a organização do evento até 20 dias antes da abertura oficial.

VAMOS NÓS – A  Casa Cor terá inicio no dia 30 de outubro, em prédio, que passa por completa reforma, em frente ao Palácio da Abolição.

Semama da Pátria – CNBB e OAB farão campanha pela Reforma Política

domjoeantonioo

Da Coluna Vertical, do O POVO desta sexta-feira:

A CNBB, OAB e várias entidades populares promoverão neste ano uma Semana da Pátria diferente. De 1º a 7 de setembro, duas ações serão apresentadas à população. Uma delas é o projeto de lei de Iniciativa popular da Reforma Política. Assim como a Lei da Ficha Limpa, que partiu de uma iniciativa popular, o projeto precisa de 1,5 milhão de assinaturas para pressionar o Congresso Nacional.

A proposta introduz uma série de mudanças na legislação, fortalecendo os mecanismos da democracia direta. A outra iniciativa é o plebiscito popular por uma Constituinte exclusiva sobre sistema político.

Em Fortaleza, essas ações começaram a ser divulgadas pelo arcebispo, dom José Antônio.

 

Inácio diz que Dilma não teme Marina

120 1

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=DuLX6yxxfcc[/youtube]

O senador Inácio Arruda (PCdoB) promoveu, nessa noite de quinta-feira, no Marina Park Hotel, um jantar-adesão em favor de sua campanha. Ele aproveitou, no entanto, para fazer um destaque aos 120 anos de fundação da Academia Cearense de Letras, com evento no mesmo horário do seu jantar e, claro, também o fenõmeno Marina Silva.

Para Inácio, a candidata a presidente Marina da Silva não deve assustar.

Eleições 2014 – Ex-presidente do IBEF diz que Marina complica a vida de Dilma Rousseff

146 1

sergimelo

De Sérgio Melo, ex-presidente do Instituto Brasileiro dos Executivos de Finanças (Ibef), sobre Marina Silva: “Marina, como gestora, é uma incógnita”.

Mas ele reconhece: “Ela complica a vida de Dilma Rousseff!”

E pode mesmo, pois, na recente pesquisa  CNT/Ibope, a candidata do PSB obteve a segunda colocação (28,2%), superando o tucano Aécio Neves (16%) e ficando pertinho de Dilma Rousseff (34,2%).

Salário mínimo para 2015 é estimado em R$ 788,06

“A partir de 1º de janeiro de 2015, o salário mínimo deve ser R$ 788,06, segundo o Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) 2015. Um reajuste de 8,8%. O anúncio foi feito hoje (29) pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, depois de entregar a proposta ao presidente o Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL). A ministra antecipou que o texto prioriza investimentos em saúde, educação combate à pobreza e infraestrutura.

A peça orçamentária traz uma mensagem da presidenta Dilma Rousseff com um diagnóstico sobre a situação econômica do país e suas perspectivas.

Pela Constituição, o prazo de entrega do projeto pelo Executivo termina no dia 31 de agosto. Mas, com a expectativa de conclusão da votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define as metas e prioridades da administração pública federal, só na semana que vem, durante o esforço concentrado, o governo se antecipou. A LDO deveria orientar a elaboração da peça orçamentária.

(Agência Brasil)

Marina apregoa Nova Política colhendo “laranjas”

120 5

Com o título “Velha X Nova política”, eis o título do artigo que José Nilton Mariano Saraiva, economista da UFC e aposentando do BNB, manda para o Blog. Ele analisa a entrevista que a candidata á presidência da República pelo PSB, Maria Silva (PSB), concedeu ao Jornal Nacional. Ela foi bastante questionada sobre sua tese de Nova Política. Confira:

Apesar de já ter decorrido um tempo razoável, a “bruma” que derrubou o avião do candidato Eduardo Campos (vitimando-o e à sua equipe), parece não ter ainda se dissipado e, de forma surpreendente, mostra que poderá causar estragos, sim, na campanha da sucessora Marina da Silva (que houvera disparado nas pesquisas).

É que, nem bem iniciada as burocráticas investigações sobre quem era o proprietário do avião disponibilizado ao PSB e/ou ao candidato, a “coisa” tomou um rumo inesperado, porquanto restou comprovado ter havido o uso dos famigerados e abomináveis “laranjas” a fim de adquirir o próprio.

Um adendo: em Recife, terra do candidato Eduardo Campos, descobriu-se que duas empresas, a “Câmara & Vasconcelos Ltda” e a “Vasconcelos & Câmara Ltda” (isso mesmo, só trocando a posição das denominações) teriam sido usadas na transação de compra da aeronave; e aí, no endereço onde funcionaria uma delas, numa favela periférica da cidade, o repórter da TV foi encontrar um “pobre coitado” que, atarantado ante a pergunta se teria contribuído financeiramente para a compra de um avião, simplesmente mostrou-se indignado. Fato é que, extratos de depósitos bancários mostraram uma intensa movimentação de dinheiro, com transferências milionárias entre contas, objetivando a compra do avião.

Pois bem, na entrevista de 15 minutos concedida nessa quarta-feira (27) ao Jornal Nacional (ao vivo), a candidata do PSB Marina da Silva, após confirmar saber de um “empréstimo” para adquirir a aeronave, demonstrou “extrema dificuldade” em responder sobre se achava “ético” utilizar-se de “laranjas” para tal fim: e mais, já que ela se refere com tanta veemência a uma “nova política”, da qual seria a precursora, foi-lhe indagado o que isso tinha de “diferente”, em relação à “velha política” (“modus operandi”) dos adversários, que ela tanto combate e recrimina. Marina gaguejou e não convenceu na resposta. Ao repórter e tampouco aos telespectadores.

Num outro momento, enrolou-se toda para responder o “porque” de, no pleito passado, em que concorreu à eleição para Presidente (quando obteve quase 20 milhões de votos), ter ficado apenas em terceiro lugar (com diferença de 30 pontos em relação ao primeiro colocado) em sua terra natal, o Acre. Isso seria uma espécie de “desaprovação” por parte daqueles que o conhecem mais de perto ??? Marina tergiversou e, de novo, não convenceu.

Enfim, Marina Silva, que no “debate” televisivo da noite anterior teria se saído bem, conforme seus adeptos, dessa vez mostrou-se despreparada quando questionada sobre questões prosaicas, mas que não constam da sua cartilha doméstica.

No mínimo, “baixou a guarda” e forneceu a senha para a investida dos adversários, em outros confrontos frente a frente.

Ciclista cearense enfrenta o Mountain Bike Marathon 2014

ilbertosivla

Neste sábado e domingo, o ciclista cearense Gilberto Silva, patrocinado pelo Instituto WMA, do Grupo Aço Cearense, vai encarar mais um desafio. Ele participará de uma das competições mais importantes do ano – o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike Marathon 2014. O certame acontecerá na cidade de Domingo Martins (ES) e reunirá os maiores competidores do esporte.

Gilberto, que ficou em primeiro lugar na Copa Norte-Nordeste de Mountain Bike, ocorrida no início de agosto, está com as melhores expectativas em relação ao Campeonato Brasileiro, onde concorrerá na categoria “Elite”. O evento conta pontos para o ranking nacional.

Ariosto Holanda lança campanha de reeleição chamando para o debate sobre educação

ariostoholanda

O deputado federal Ariosto Holanda (Pros) está divulgando convite para um café da manhã, sábado, a partir das 8 horas, no Hotel Sonata. Ele vai lançar oficialmente suas propostas de candidato à reeleição.

Nada de distribuir santinhos, nem optar por discurso fácil: Ariosto fará a exposição de suas propostas, que priorizam a educação e a capacitação profissional. O parlamentar segue a tese de que o Brasil só poderá crescer e combater as diferenças investindo em educação.

SERVIÇO

Hotel Sonata de Iracema –  Avenida Beira Mar, 848 – Praia de Iracema.

(Foto – Paulo MOsKa)

Eleições 2014 – “Fenômeno Marina” estaria consumado?

167 2

Com o título “O que parecia sólido se desmanchou no ar”, eis artigo do jornalista Fábio Campos, no O POVO desta quinta-feira. Ele analisa o fenômeno Marina Silva e sua perspectiva na sucessão presidencial.

Bom aluno de História, aprendi cedo o quanto a política é construída pelo imprevisível. A História política brasileira está repleta de fatos acidentais e inesperados que moldaram o País. Fiquemos com agosto, mês do suicídio de Getúlio Vargas, da renúncia de Jânio Quadros e da queda do avião de Eduardo Campos.

Três eventos drásticos e trágicos para a política. Cada um com suas grandes consequências. Os dois primeiros foram causas determinantes do golpe militar de 1964. A morte de Campos, cidadão nascido um ano após o golpe, provoca apenas uma reviravolta eleitoral sem quebras institucionais. E que reviravolta.

Da morte de Campos nasceu a candidatura de Marina Silva. O pernambucano lutava para abrigar as insatisfações do eleitorado cansado da polarização PSDB-PT, detentora da hegemonia nas disputas nacionais desde 1994. E lá se vão 20 anos. Contraditoriamente, a morte é o fato gerador das circunstâncias que podem concretizar seu objetivo.

As variáveis aturam com incrível velocidade. Apenas cinco dias depois de ter oficializada sua candidatura à Presidência da República, Marina Silva se transformou no fenômeno da eleição. Em duas novas pesquisas, a ex-senadora deixou um pólo para trás e se aproxima vigorosamente do outro.

Atarantados, os pólos buscam se recompor. Tateiam para refazer o discurso e as estratégias. Tudo o que parecia sólido se desmanchou no ar. Não há mais o conforto do combate ao conhecido. A dinâmica da política levou para o meio do confronto uma candidata que os envelhece e os enferruja.

Não é fenômeno sem explicação. Atentem bem para um item da pesquisa divulgada ontem pelo CNT. Quando perguntados se querem manter totalmente a atual forma de governar, a resposta positiva foi de somente 5,6% dos eleitores. Outros 23,5% preferem que se mantenha a maioria das ações. Ou seja, 29% querem que as coisas permaneçam mais ou menos como estão.

Na sequência da pesquisa, atentem bem para os seguintes resultados. 34,7% querem mudar a maioria das ações e 35,2% querem que mude totalmente a forma atual de governar. Perceberam? Nada mais, nada menos que 70% dos eleitores querem mudar tudo ou quase tudo. Está aí a explicação para a ascensão da ex-seringueira.

Este é o ponto: até aqui, Marina encarnou o ideal de mudança. E já sabemos. Quando o clima de mudança se instala, costuma ser avassalador. Todos esses acontecimentos estão ligados ao até aqui mal explicado e pouco estudado junho de 2013. Milhões nas ruas. Milhões rejeitando partidos, políticos, sindicatos. O clamor de mudança. Tudo parece ter caído no colo de Marina Silva.

Outro dado da pesquisa CNT reforça o raciocínio. No questionário, uma questão foi colocada com o objetivo de medir o grau de satisfação e insatisfação com o modo de fazer política no Brasil. O resultado foi o seguinte: 19,1% se declararam satisfeitos. 77,6% optaram pelo item “não, não estou satisfeito”.

É evidente que a insatisfação com o modo de fazer política e como o modo de governar remete aos pólos. PSDB e PT começaram a se suceder no poder a partir de 1995. Portanto, a insatisfação do eleitor é contra as duas siglas. Simples assim.

Mas, o fato Marina está consumado? De jeito nenhum. Até aqui a candidata mostra capacidade de enfrentamento. Porém, há uma eternidade de 38 dias para a realização do primeiro turno. O possível segundo turno dura outra eternidade. É tempo suficiente para desmoralizar projeções apressadas. É tempo demais para novas reviravoltas.

Presidente do BNB ganhará homenagem da Academia Cearense de Letras

foto bnb nelson antonio de souza

O presidente do Banco do Nordeste, Nelson Antônio de Souza, está entre as personalidades homenageadas, a partir das 19 horas desta quinta-feira, com a Medalha de Beneméritos. A homenagem é da Academia Cearense de Letras (ACL), que vai comemorar, em sua sede, com sessão especial, seus 120 anos de fundação,

Além de Nelson de Souza, ganharão a medalha o governador Cid Gomes e os empresários Airton Queiroz, Beto Studart e Ivens Dias Branco.

Na oportunidade, também será concedida a Medalha Thomaz Pompeu aos acadêmicos José Murilo de Carvalho Martins, Pedro Henrique Saraiva Leão e Mauro Benevides, além de serem abertas as inscrições para o Prêmio Osmundo Pontes de Literatura 2014.
Currículo.

Dia Nacional do Bancário – AFBNB comemora os 50 anos da data

A Associação dos Funcionários do Banco do Nordeste (AFBNB) manda nota para o Blog comemorando a instituição do Dia Nacional do Bancário. A entidade faz breve histórico sobre o tema e reitera propósito de continuar fortalecendo as lutas dessa categoria. Confira:

Há 50 anos – 28 de agosto – a força e a luta da categoria bancária começaram a ser valorizadas no País. Com a promulgação da lei 4368/64, foi instituído o Dia Nacional do Bancário, fazendo com que esse segmento ganhasse espírito de unitarismo e união. A norma que criou a data traz em seu texto o seguinte fragmento: “…manter a unidade e fortalecer os laços fraternais que ligam os componentes dessa categoria profissional em todo o País”. De forma simples, isso pode ser traduzido no sentimento de solidariedade, refletido na forma de acolher o próximo, seja nas questões de trabalho, seja nos gestos de amizade, independente da relação tempo-espaço.

É importante frisar que, apesar de o princípio normativo consagrar a data somente em 1964, bancários paulistas, em 1951, já abriam precedente. Decidida em assembléia geral, a primeira grande greve paralisou as atividades do setor exatamente no dia 28 de Agosto e durou 69 dias. Na ocasião, eram reivindicados salário mínimo profissional, bem como o reajuste salarial de 40%, piso e adicional por tempo de serviço. Apesar de não terem conseguido a aprovação de todas as reivindicações, é inegável que o fato é uma conquista extremamente relevante no que se refere à imposição dos ideários de classe e, sobretudo, a força da categoria.

Os trabalhadores são chamados a assumir um posicionamento questionador e atuante, pelos seus direitos e por qualidade de vida. Então, estão sempre imbuídos do desejo de fortalecer a constante e incansável luta por democracia plena, que os dignifique enquanto seres humanos na sua essência, sem se intimidar jamais. Essa reflexão, certamente, é um dos caminhos pelos quais se encontram razões pelas quais lutar, quer seja a resistência à opressão diante dos patrões, a necessidade de melhores condições de trabalho ou qualquer aspecto que reflita suas necessidades enquanto bancários, enfim, enquanto trabalhadores.

Como fruto dessas batalhas, podem-se destacar, esse ano, a conquista dos trabalhadores bancários do Maranhão, onde o Dia do Bancário será comemorado com feriado. Assim, ele se junta ao Piauí e à Paraíba, locais em que já é feriado oficial.

Contudo, ainda há muito ainda a ser conquistado. Apontamentos recentes transparecem um cenário que já se arrasta há um bom tempo: apesar de estar em terceiro lugar no ranking das instituições mais lucrativas do mundo, paradoxalmente, as organizações financeiras não investem de forma satisfatória no ambiente bancário e nos seus funcionários. As instalações são, muitas vezes, mal-estruturadas, expondo os trabalhadores e clientes a riscos, e possuem sistemas tecnológicos falhos e inseguros. Além disso, o número de demissões aumentou significativamente nos últimos 12 meses. Todos esses fatores negativos colocam o Brasil, quando o quesito é ineficiência, no topo da lista, de acordo com o Sindicato dos Bancários da Bahia (Seeb- BA).

Existem motivos para comemorar. Porém, muito mais para lutar! A realidade salarial aviltada em descompasso com os lucros astronômicos dos bancos; a prática de assédio moral e a pressão não apenas para o atingimento das metas e sim para ultrapassá-las, que leva a constante adoecimento e ao trabalho gratuito; o acúmulo de perdas salariais; a falta de isonomia e de uma política de recursos humanos que faça jus ao nome expressam a necessidade permanente da luta.

A AFBNB acredita na força da classe bancária e, por essa razão, continua trabalhando diariamente, com autonomia e determinação, crente em dias melhores que virão certamente frutos da luta coletiva e da união dos trabalhadores. Viva o Dia do Bancário!!

IBGE – Ceará tem 8,84 milhões de habitantes. Fortaleza é a quarta Capital

2317 3

“O Brasil tem uma população de 202.768.562 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicados hoje (28) no Diário Oficial da União. O estado mais populoso, São Paulo, tem 44,03 milhões de habitantes. Já no estado menos populoso, Roraima, vivem 496,9 mil pessoas.

Os dados do IBGE são estimativas de população no dia 1º de julho de 2014. Além de São Paulo, cinco estados têm mais de 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,73 milhões), Rio de Janeiro (16,46 milhões), Bahia (15,13 milhões), Rio Grande do Sul (11,21 milhões) e Paraná (11,08 milhões).

Na lista dos lista de unidades da federação com mais de 5 milhões de pessoas, estão seis estados: Pernambuco (9,28 milhões), Ceará (8,84 milhões), Pará (8,08 milhões), Maranhão (6,85 milhões), Santa Catarina (6,73 milhões) e Goiás (6,52 milhões).

Apenas dois estados têm menos de 1 milhão de habitantes, além de Roraima: Amapá (750,9 mil) e Acre (790,1 mil).

As demais unidades federativas têm as seguintes populações: Paraíba (3,94 milhões), Espírito Santo (3,88 milhões), Amazonas (3,87 milhões), Rio Grande do Norte (3,41 milhões), Alagoas (3,32 milhões), Piauí (3,19 milhões), Mato Grosso (3,22 milhões), Distrito Federal (2,85 milhões), Mato Grosso do Sul (2,62 milhões), Sergipe (2,22 milhões), Rondônia (1,75 milhão) e Tocantins (1,5 milhão).”

(Agência Brasil)

Fortaleza 

A Capital cearense, de acordo com o IBGE, tem hoje 2.571.896 habitantes. Como Recife conta agora com 1.608.488, isso quer dizer que Fortaleza é mesmo a quinta Capital do País em população. Mas a segunda no Nordeste.

STF nega prisão domiciliar para Jefferson

jeferson

“Por não haverem provas de que o ex-deputado federal Roberto Jefferson ainda tem qualquer doença grave, o Supremo Tribunal Federal negou, por maioria de votos, seu pedido de prisão domiciliar. O político foi condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão, à pena de 7 anos e 14 dias de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Ex-presidente do PTB, Jefferson (foto) cumpre pena em um presídio de Niterói (RJ), mas diz que nenhuma unidade prisional do país pode “garantir os cuidados nutricionais e higiênicos minimamente necessários” para sua sobrevivência. A defesa apontava que ele sofre de diabetes tipo 2 e hipertensão arterial sistêmica, tem histórico de obesidade mórbida e foi submetido a uma cirurgia para retirar câncer no pâncreas.

O ministro aposentado Joaquim Barbosa, antigo relator da AP 470, já havia negado o pedido. Segundo o voto do novo relator, ministro Luís Roberto Barroso, perícia elaborada em 2013 por médicos do Instituto Nacional do Câncer constatou que o ex-deputado “não apresenta qualquer evidência de doença neoplásica em atividade”. O laudo diz que, embora ele precise do uso continuado de medicamentos, seu estado clínico não exige a permanência fixa em casa.”

(Site do STF)

Droga sintética é apreendida no Ceará

151 1

“Um novo tipo de droga sintética está circulando nas festas “rave” do Ceará. Trata-se do MDMA, mais conhecida como MD ou “Michael Douglas”. A substância faz parte do princípio ativo do ecstasy e foi apreendida pela primeira vez no Estado, na última terça-feira, em Caucaia, durante uma operação da Delegacia de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil. O material estava no apartamento de um homem que vinha sendo investigado por tráfico de drogas. O acusado tem 28 anos e foi preso em flagrante.

No total, foram recolhidos 30 gramas de cristais de MDMA (abreviação de metilenodioximetanfetamina), 1.134 pontos de LSD, 35 comprimidos de ecstasy, 10 kg de maconha e cerca de R$ 2.700. As drogas estavam em sacos plásticos, guardados no quarto do acusado, que não teve a identidade revelada para não atrapalhar as investigações. Ele foi preso durante a tarde enquanto deixava o imóvel, localizado no bairro Tabapuá, com uma pequena quantidade de maconha no bolso. O acusado já respondia a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de drogas.

“Fomos até o apartamento dele e encontramos o restante do material”, contou o delegado Pedro Viana, titular da Denarc. Segundo ele, o jovem informou que atuava no tráfico há um ano e começou a comercializar as substâncias há apenas dois meses.

Com formato semelhante à areia de praia, o efeito do alucinógeno MDMA pode variar entre duas a oito horas, dependendo da quantidade ingerida. No Ceará, cada grama da droga estava sendo comercializado por cerca de R$ 50. Noutros estados, porém, o valor pode chegar a R$ 400. Segundo Pedro Viana, se diluído em bebidas, apenas um cristal é o suficiente para “satisfazer” três pessoas, que têm sua percepção das cores e luminosidade alteradas.”

(O POVO)

Pastor Everaldo admite ter soltado um “pum” durante entrevista ao JN

173 1

pastoreveraldod

Uma montagem feita por internautas mostra o candidato a presidente da República pelo PSC, o Pastor Everaldo, soltando um “pum” durante a entrevista aos jornalistas William Bonner e Patrícia Poeta, no Jornal Nacional, da Rede Globo.

Em entrevista ao portal Terra Magazine, o candidato mostrou bom humor ao comentar o assunto. “A gente entra na campanha e acaba virando alvo das brincadeiras mesmo. Faz parte do jogo. Mas vou te confessar um segredo: teve pum. Mas foi silencioso e sem cheiro”, brincou o pastor Everaldo.

* Quer ver o vídeo e a montagem? Clique Aqui.

VAMOS NÓS – Sem cheiro? Arriégua!

Veto presidencial impede criação de seis novos municípios cearenses

“Com o veto presidencial à emancipação de distritos, o Ceará fica impossibilitado de criar em torno de dez novas cidades, como estava previsto nos critérios do projeto de lei 104/2014. Caso o projeto tivesse sido sancionado pela presidente, abriria-se caminho para a criação de 200 municípios em todo o País. Cinco por cento desse total de candidatos a cidades estão no Estado. Na lista estão os distritos de Jurema (Caucaia); Pajuçara (Maracanaú); Camará e Iguape (Aquiraz); Adrianópolis/Ibuguaçu (Granja); Parajuru (Beberibe) e Betânia do Cruxati (Itapipoca), entre outros.

Segundo a justificativa do Governo, publicada no “Diário Oficial”, a proposta contraria o interesse público ao representar gastos que colocam em risco o equilíbrio da responsabilidade fiscal. No último dia cinco de agosto, o projeto tinha sido aprovado no Senado Federal, sobre a relatoria do senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR).

Dilma já havia vetado outra lei semelhante que possibilitava a criação de 400 novos municípios. À época, o impacto econômico nas finanças públicas chegaria a casa dos 9 bilhões. Agora, de acordo com a justificativa do Governo, a proposta aprovada no Congresso “não afasta o problema da responsabilidade fiscal na federação. Depreende-se que haverá aumento de despesas com as novas estruturas municipais sem que haja a correspondente geração de novas receitas”.

O novo texto contou com a aprovação de governistas, mas uma estratégia eleitoral estaria por detrás da decisão de Dilma: agradar os atuais prefeitos.”

(O POVO)

Em clima de 35 anos, Aço Cearense investe em novo site

O Grupo Aço Cearense, que comemora 35 anos de atividades, está com um novo site (www.grupoacocearense.com.br). Produzido pela Atratis Comunicação, a plataforma de comunicação online noticia o que acontece nas seis empresas do grupo, apresenta os produtos comercializados por elas com as especificações técnicas, expõe as ações socioambientais e fornece contatos dos representantes comerciais em todo o Brasil.

Também traz outras particularidades: permite a interação com as redes sociais do grupo (facebook e twitter) e com as páginas das outras empresas que o compõem, como o acesso para o site da Aço Cearense (Industrial e Comercial), que também está de cara nova (www.acocearense.com.br).

Eymael defende isenção do IR para quem ganha até 10 salários mínimos

“O candidato à Presidência José Maria Eymael (PSDC) defendeu a isenção de Imposto de Renda para trabalhadores que recebem até dez salários mínimos por mês, o equivalente a R$ 7.240. Eymael falou sobre essa e outras propostas de campanha durante reunião hoje (27) com o Sindicato dos Empregados em Edifícios de São Paulo (Sindifícios-SP).

“Tem que haver um processo de até dez salários mínimos sem pagamento de Imposto de Renda. Só depois disso, a tabela progressiva [deveria ser aplicada], porque até dez salários mínimos você está falando de sobrevivência. A renda vem depois”, destacou o candidato. “Temos um sistema tributário no Brasil confiscatório, o imposto se abate de uma forma extremamente violenta”, criticou.

Eymael disse ainda que é favorável à extinção de limite para dedução de despesas com educação. “As famílias, às vezes, têm que colocar os filhos na escola particular porque não tem escola pública. E o que a família ainda tem que fazer é financiar o Estado, não pode deduzir no Imposto de Renda o que ela paga para a escola. Um absurdo. Tem que acabar com o limite de dedução de educação. Gastou R$ 20 mil, vai deduzir R$ 20 mil”, defendeu.

O presidente do Sindifícios-SP, Paulo Roberto Ferrari, explicou que a categoria engloba zeladores, porteiros, manobristas, garagistas, faxineiros, serventes e outros funcionários presentes em condomínios. A principal reivindicação do grupo é a regulamentação da profissão. “Para a gente ter um pouco mais de poder de negociação, de luta, a gente precisa que ela seja uma profissão regulamentada. Essa é uma luta que temos há 20 anos no Congresso Nacional.””

(Agência Brasil)