Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Sisu 2018 – Lista de vagas está disponível e inscrições já começam nesta terça-feira

Os estudantes que querem concorrer a um lugar no ensino superior em instituições públicas podem consultar as vagas disponíveis no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). É possível fazer consultas por curso, por instituição de ensino e por município. As inscrições para o segundo semestre começam amanhã (12) e vão até o dia 15. Neste processo seletivo, o Sisu vai oferecer 57.271 vagas em 68 instituições públicas de ensino superior, segundo o Ministério da Educação.

Pode concorrer às vagas quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e obteve nota acima de zero em redação. Todo o processo de inscrição é feito exclusivamente pela internet, na página do Sisu.

Ao ingressar no sistema, o candidato deverá escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso entre as vagas ofertadas. É possível alterar essas opções durante todo o período de inscrição. A última modificação confirmada é a considerada válida.

As vagas serão oferecidas em oito instituições públicas estaduais, uma faculdade pública municipal e 59 instituições públicas federais, com dois centros de educação tecnológica, 27 institutos federais de educação, ciência e tecnologia e 30 universidades.

O resultado da chamada regular está previsto para o dia 18 de junho. O período de matrícula vai de 22 até 28 de junho e o prazo para participar da lista de espera é de 22 a 27 de junho.

(Agência Brasil)

Por que nenhum presidenciável consegue se viabilizar como alternativa a Lula?

Com o título “No cenário, a pergunta que o Datafolha não responde”, eis artigo do jornalista Guálter George, editor de Política do O POVO. Para ele, um fato: mesmo na cadeia, Lula, continua em alta e nenhum outro presidenciável conseguiu se viabilizar como alternativa ao petista. Confira:

É desafiador traçar um cenário mais definitivo sobre a campanha eleitoral que teremos no Brasil em 2018, a partir da principal informação embutida na pesquisa do Instituto Datafolha que teve os números apresentados ontem: aquele que lidera a intenção de votos de hoje da população, Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, dificilmente estará com seu rosto na urna eletrônica quando o esperado 7 de outubro chegar. Sem ele, abre-se uma grande interrogação que a estratégia meio suicida assumida pelo partido torna impossível formular uma resposta que sirva para agora.

A ausência de Lula, somada à pouca disposição petista de discutir neste momento quem seria o herdeiro natural de sua força eleitoral, reafirmada na pesquisa inclusive em relação à capacidade de transferência de voto, alimenta um quadro futuro que é de incerteza absoluta. Jair Bolsonaro (PSL), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), Geraldo Alckmin (PSDB) e os vários outros pré-candidatos com performances avaliadas pelo Instituto encontram dificuldades reais para avançarem em seus projetos eleitorais, apesar da inviabilidade jurídica quase inevitável de quem segue à frente na intenção de escolha da população. Mesmo preso, apesar de condenado.

O descrédito geral na política pode justificar uma parte da situação. No entanto, somente erros de estratégia que precisam ser corrigidos poderão explicar o fato de um pré-candidato na cadeia há dois meses, condenado a mais de 12 anos, resistir como voto preferencial do eleitor. A verdade é que ninguém está conseguindo se viabilizar como opção ou alternativa a Lula.

*Guálter George,

gualter@opovo.com.br

Editor de Política do O POVO. 

Jovem Aprendiz dos Correios encerra inscrições nesta segunda-feira

Termina hoje (11) o prazo para se inscrever no Programa Jovem Aprendiz dos Correios. Estão sendo ofertadas, ao todo, 4.983 vagas em todo o país, além da formação de cadastro reserva.

Para concorrer, o candidato deve ter entre 14 e 22 anos – com exceção para pessoas com deficiência, quando não há limite de idade. Também é preciso estar matriculado na escola e cursando, no mínimo, o 9º ano do ensino fundamental.

A seleção, de acordo com os Correios, será simplificada, realizada por meio da comprovação de requisitos referentes a renda familiar, aprovação escolar, série atual e participação em projetos sociais, a partir de pontuação detalhada no edital.

Mais informações sobre o Programa Jovem Aprendiz, além do edital e do link para inscrições, estão disponíveis no site dos Correios.

(Agência Brasil)

CDL Fortaleza e um balanço pós-greve dos caminhoneiros

Assis Cavalcante preside a CDL Fortaleza.

O comércio de Fortaleza, segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas, registrou, após balanço sobre impactos dos 10 dias da greve dos caminhoneiros, o seguinte quadro: queda de 14% nas vendas no varejo comum e 20% no setor do atacado.

A ordem agora, para recuperar parte do prejuízo, é apostar em promoções. Em agosto,virá uma campanha pró-liquidações.

(Foto – Paulo MOska)

O novo nem sempre vem

Com o título “O Novo nem sempre vem”, eis o Editorial do O POVO desta segunda-feira.Uma boa reflexão sobre resultados da última pesquisa do Datafolha para presidente Confira:

Uma das lições extraídas da nova rodada de pesquisa de intenção de voto do Datafolha é que, ao menos na política, o novo nem sempre vem. Ou, se vem, talvez não chegue a tempo. A depender da sondagem divulgada ontem, as eleições presidenciais de 2018 devem ser decididas entre políticos experimentados, com trajetória consolidada e currículo variado.

É o caso de Lula (ou alguém indicado por ele), do PT, Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB). A bons quatro meses da votação, são os nomes que surgem mais bem colocados na pesquisa, que mostra liderança do ex-capitão do Exército Jair Bolsonaro (PSL) na hipótese cada vez mais provável de o ex-presidente petista ser barrado pela Justiça Eleitoral.

Os demais, entre os quais se encontram empresários e políticos de primeira viagem cuja postulação é tentativa de capitalizar esse sentimento difuso de busca pela mudança após a Lava Jato, pulverizam-se entre zero e 1% das intenções.

O retrato da pesquisa parece frustrar essa parcela do eleitorado que esperava uma novidade desde os protestos de junho de 2013, passando pelo impeachment e chegando à paralisação dos caminhoneiros. De lá para cá, nenhuma liderança, à direita e à esquerda, demonstrou acúmulo de capital político. Não à toa o alto índice de brancos e nulos revelado pelo Datafolha – algo perto de 25% na pesquisa espontânea. Até houve esse momento no qual um outsider atravessou fulgurante os céus de Brasília, mas foi passageiro e logo se extinguiu. Uma a uma, as estrelas foram sucessivamente se apagando na corrida eleitoral. Primeiro, o apresentador de TV Luciano Huck, que negou por duas vezes que seria pré-candidato ao Planalto. Depois, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, cuja filiação ao PSB provocou certa comoção no xadrez político e causou um rearranjo nas alianças antes que ele mesmo cuidasse em dizer que não entraria na peleja.

Sem um nome de fora da política, restaram os políticos de fato. Ex-governadores (Alckmin e Ciro) e ex-candidatos (Marina e Lula) que agora disputam a preferência de um eleitorado que anda “pistola”, para usar uma gíria do momento.

O lado bom é que não há chances de um aventureiro tirar proveito desse sentimento de desalento do eleitor, que é real e está precificado no Datafolha no significativo contingente de eleitores que ainda não sabem em quem votar.

O ruim é que, mais uma vez, o establishment mostra-se imune à oxigenação e à formação de novos atores no cenário.

Eleitores de segmentos fieis a Lula se distanciam, dois meses após a prisão

Embora Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tenha 30% das intenções de voto mesmo após dois meses na prisão, a pesquisa do Datafolha captou sinais de que até os mais fieis eleitores lulistas se distanciaram depois que ele saiu de cena.

Quando os eleitores expressam preferências espontaneamente, sem analisar a lista de candidatos, o petista só é mais lembrado do que Jair Bolsonaro (PSL) no Nordeste e pelos que têm renda mais baixa — e as menções a Lula caíram nos dois segmentos desde abril.

A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta segunda-feira.

(Foto – Jadiel Carvalho,da Folhapress)

Ciro conversa com Rodrigo Maia e pode fechar com DEM

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), e Ciro Gomes, presidenciável do PDT, marcaram de se encontrar nesta terça-feira, 19. A informação é do jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

ACM Neto, presidente nacional do DEM, que até outro dia só admitia casar com o tucano Geraldo Alckmin, já não descarta a hipótese de seu partido fechar com Ciro Gomes.

Concurso da Secult já tem data de lançamento do edital

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta segunda-feira:

Depois de tantas cobranças desta coluna, eis que o secretário da Cultura do Estado, Fabiano Piúba, informa: no próximo dia 29, será lançado o edital do concurso público da pasta. A demora ocorre porque o certame oferecerá 132 vagas divididas em blocos, dentro do objetivo de promover uma completa reestruturação da Secult.

No primeiro bloco, voltado para o patrimônio, vagas para bibliotecários, arquivistas, historiadores, antropólogos e museólogos; no segundo bloco, área das Artes, oferecendo vagas para dança, teatro, audiovisual, artes visuais e música; e um outro bloco, mais administrativo, que oferecerá vagas para advogados, estatísticos, economistas e administradores.

Todos os detalhes sobre provas e documentação serão divulgados nessa data.

O concurso será realizado pela Uece.

Ceará tem a gasolina mais cara do Nordeste

O preço médio do litro da gasolina caiu R$ 0,072 no Ceará, chegando a R$ 4,784 nos postos de combustível do Estado, quando estava a R$ 4,856 anteriormente. Porém, o Estado apresenta o valor mais caro do Nordeste e o quinto maior do País. Os dados são do último levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizado em 217 estabelecimentos do Ceará, na semana passada (3 a 9 de junho), e foram comparados com pesquisa feita entre os dias 27 de maio a 2 de junho deste ano.

Em Fortaleza, na mesma base de comparação, o valor médio do litro da gasolina passou de R$ 4,878 para R$ 4,792, uma queda de R$ 0,086. A Cidade figura como a quinto lugar na análise dos valores mais caros do preço do combustível entre as capitais do Brasil. Perde apenas para Rio de Janeiro (R$ 5,004), Rio Branco (R$ 4,978), Belo Horizonte (R$ 4,887) e Goiânia (R$ 4,875).

Na análise dos 13 municípios do Ceará, considerados para o levantamento da ANP, a Capital figura em 7º colocado entre o combustível mais caro. Crateús mantém a liderança, com o preço médio a R$ 4,91, seguido de Caucaia (R$ 4,822), Juazeiro do Norte (R$ 4,821), Maracanaú (R$ 4,805) e Crato (R$ 4,803). Os mais baratos ficam por conta de Limoeiro do Norte (R$ 4,573), Sobral (R$ 4,618), Quixadá (R$ 4,649), Iguatu (R$ R$ 4,702) e Icó (R$ 4,739). Os outros municípios pesquisados foram Itapipoca (R$ 4,795) e Canindé (R$ 4,771).

No País, os valores médios mais altos encontrados nas bombas de combustível dos postos ficaram por conta do Acre (R$ 5,038), Rio de Janeiro (R$ 5,016), Minas Gerais (R$ 4,902) e Goiás (R$ 4,837). Já no Nordeste, ficam logo atrás do Ceará os estados de Alagoas (R$ 4,693), Bahia (R$ 4,645), Piauí (R$ 4,617) e Pernambuco (R$ 4,595).

O aumento nos preços dos combustíveis, acompanhando a política de reajustes de preços da Petrobras, é o que tem pesado na inflação oficial do País nos últimos 12 meses. O grande vilão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nos últimos 12 meses foi a gasolina, com um aumento nas bombas de 21,48%, o equivalente a 0,81 ponto porcentual da taxa de 2,86% acumulada pelo IPCA no período.

O diesel subiu 19,78% em 12 meses, mas pesa menos na inflação ao consumidor, por isso o impacto se limitou a 0,03 ponto porcentual. A gasolina e o diesel puxaram a alta de 1,38% registrada pela inflação de preços monitorados em maio.

– CRATEÚS R$ 4,91

– CAUCAIA R,822
– JUAZEIRO DO NORTE R$ 4,821

– MARACANAÚ R$ 4,805

– CRATO R$ 4,803
– ITAPIPOCA R$ 4,795

– FORTALEZA R$ 4,792 – CANINDÉ R$ 4,771
– ICÓ R$ 4,739 – IGUATU R$ 4,702

– QUIXADÁ R$ 4,649
– SOBRAL R$ 4,618

– LIMOEIRO DO NORTE R$ 4,573

(O POVO – Repórter Beatriz Cavalcante, com Agência Estado)

“O prefeito tem que dar o exemplo”

303 1

Secretário da Segurança de Bogotá no final dos anos 1990, Hugo Acero Velásquez operou verdadeiro “milagre”. Na época, a capital colombiana amargava posto alto entre as cidades mais violentas do mundo, com média de mais de 80 homicídios por 100 mil habitantes. Após décadas de estratégias ousadas de urbanismo, cultura cidadã e polícia, o cenário é outro. Nos últimos anos, taxa baixou para casa dos 20 homicídios a cada 100 mil, uma redução de 75%.

No coração das mudanças, menos repressão e mais ações inovadoras de urbanismo, educação e cultura cidadã. Ao invés de apenas armas e mais policiais, gestões priorizaram reforma de praças, construção de bibliotecas, urbanização de áreas periféricas e construção de equipamentos públicos de qualidade em favelas e bairros antes tomados pelo crime. No coração da atuação dos antigos cartéis de drogas, foram erguidas escolas, bibliotecas e terminais de ônibus de qualidade. As ruas, antes desertas, voltaram a ser ocupadas por milhões de cidadãos todos os dias.

“É preciso valorizar os espaços públicos. Uma cidade segura é uma cidade em que qualquer um pode caminhar”, doutrina Acero. Em passagem por Fortaleza na última quarta-feira para participar do Seminário Internacional sobre Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Ceará, o ex-secretário conversou com O POVO sobre como Fortaleza pode aprender com Bogotá e os muitos desafios para se libertar uma cidade do terror.

Confira a íntegra da entrevista no O POVO aqui.

(Foto – Fábio Lima)

TIM inaugura sua primeira loja digital em Fortaleza

A TIM vai inaugurar, na próxima segunda-feira, no primeiro piso do North Shopping, no bairro São Gerardo, em Fortaleza, a primeira loja no conceito 100% digital do Ceará. A informação é da assessoria de imprensa dessa operadora de telefonia, adiantando que a unidade corresponde à segunda do Nordeste e à sexta em todo o Brasil, neste modelo. São 133 m² de área e uma equipe de cerca de 10 profissionais preparados para apresentar aos clientes mudanças importantes no formato de atendimento, estrutura e design de loja.

O espaço oferecerá experiências e interatividade com os produtos da operadora. Também terá módulos específicos para fabricantes de aparelhos, lançamentos e degustação em telas touch. O foco da TIM, adianta a assessoria, será na vivência dos clientes e na digitalização dos serviços.

A operadora líder em 4G no Brasil e em Fortaleza (com 138 cidades cobertas com a tecnologia, segundo dados da Anatel), quer passar de 50 lojas em novo formato até o fim deste ano, com mais uma novidade: as próprias contarão também com wi-fi para os visitantes, incluindo não clientes, já no final deste primeiro semestre.

“Estamos trabalhando fortemente para o aprimoramento dos nossos canais de atendimento, focando em soluções mais rápidas e eficientes. O novo conceito das lojas vem para oferecer uma experiência de consumo diferenciada para nossos clientes e assim sermos sempre a primeira opção do consumidor”, diz Micheline Luna, gerente de lojas TIM no Nordeste.

Além de Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Caxias e Curitiba estão entre as cidades que receberão as novas lojas digitais da TIM em breve.

Fetrans premia empresas do transporte de passageiros por ações sustentáveis

Nove empresas cearenses receberam o Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar promovido pela Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans), em evento no auditório do Sest-Senat Fortaleza, nessa quinta-feira, reunindo empresários, ambientalistas e colaboradores das empresas do setor de transportes para celebrar ações de incentivo à preservação do meio ambiente.

No total, segundo a assessoria de imprensa da Fetrans, 26 honrarias foram concedidas durante a cerimônia nas quatro categorias da 16ª edição do Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar (PMQA). No Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar, nove empresas foram agraciadas com os troféus, entre elas sete empresas de passageiros e duas de cargas. Além disso, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, Zezinho Albuquerque, recebeu o Troféu Destaque Ambiental pelas ações de viés sustentável realizadas durante os seus mandatos de deputado estadual.

O Certificado de Qualidade “Empresa 100%” foi entregue a 13 empresas que não receberam nenhuma multa pelo órgão ambiental estadual, no caso do Ceará a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) durante o período estabelecido para a avaliação, e que também tiveram toda a sua frota aprovada pelo Programa Despoluir da Fetrans

Já no critério “Ação Inovadora”, que incentiva as empresas a buscarem novas soluções criativas e ambientalmente sustentáveis, foram premiadas as empresas Expresso Guanabara, com a ação “Ciclo Sustentável”; a Organização Guimarães – Empresa Vitória, com a ação “Cuidar do Lixo é Cuidar da Vida” e a empresa Daniel Transportes LTDA, com a ação “Redução do Consumo de Água nas Descargas e Aparelhos Sanitários”, em primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Premiações

Certificado de Qualidade “Empresa 100%”

Categoria Passageiros:

Auto Viação Dragão Do Mar Ltda

Auto Viação Fortaleza Ltda

Empresa de Transporte Santa Maria Ltda

Expresso Guanabara S/A

Organização Guimarães Ltda – Empresa Vitória

São Benedito Auto Via

Transportes Urbanos Aliança S/A

Vega S/A Transporte Urbano

Viação Princesa dos Inhamuns Ltda

Viação Urbana Ltda

Prime Plus Locação de Veiculo e Transporte Turístico

Categoria Cargas:

Daniel Transportes Ltda

Tlx Transportes e Logística Ltda

Critério Ação Inovadora

1° – Expresso Guanabara – “Ciclo Sustentável”

2° – Organização Guimarães – Empresa Vitória – “Cuidar do Lixo é Cuidar da Vida”

3° – Daniel Transportes LTDA – “Redução do Consumo de Água nas Descargas e Aparelhos Sanitários”

Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar 2018

Categoria Passageiros:

Auto Viação Dragão do Mar Ltda

Expresso Guanabara S/A

Organização Guimarães Ltda – Empresa Vitória

Transportes Urbanos Aliança S/A

Vega S/A Transporte Urbano

Viação Princesa dos Inhamuns Ltda

Viação Urbana Ltda

Categoria Cargas:

Daniel Transportes Ltda

Tlx Transportes e Logística Ltda

DETALHE – O Prêmio Melhoria da Qualidade do Ar também será entregue pela Fetrans para empresas do Maranhão (26/6) e do Piauí (28/6).

 

Fies preenche 35 mil vagas financiadas pela União

No primeiro semestre de vigência, o novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) preencheu cerca de um terço das vagas financiadas pelo governo, chegando a 35.866 mil. Já a modalidade contratada junto a bancos privados, chamada P-Fies, cuja previsão é a oferta de 210 mil vagas neste ano, preencheu, até o momento, apenas 800, de acordo com o diretor-executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (Abmes), Sólon Caldas.

O novo Fies foi anunciado no ano passado. O programa passou a ter uma modalidade financiada diretamente pela União, voltada para estudantes com renda familiar per capita mensal de até três salários mínimos, ou seja R$ 2.862. No total, são ofertadas 100 mil vagas nesta modalidade, das quais foram preenchidas mais de 35.866 mil no processo seletivo do primeiro semestre. Mais 16.351 vagas estão em contratação, ainda em curso, no âmbito do processo seletivo para vagas remanescentes.

As outras duas modalidades incluídas no P-Fies são financiadas com recursos de fundos constitucionais regionais e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O risco de crédito é assumido pelos bancos. As modalidades, no entanto, não foram muito procuradas no primeiro semestre.

Segundo Sólon, parte da baixa adesão ao P-Fies se deu por fatores econômicos. Com os altos índices de desemprego, os estudantes não conseguem assumir dívidas, em parte porque as regras e os sistemas ainda estavam sendo adequados para a oferta das vagas. O balanço refere-se aos números de cerca de duas semanas atrás. O processo seletivo para vagas remanescentes ainda está aberto e o número de contratos pode aumentar.

“O P-Fies precisa ser melhor comunicado, tanto para agentes financeiros, quanto para instituições e para a sociedade. “É preciso fazer uma campanha grande, com governo, com o setor, com bancos, para mostrar como funciona.”

Para se candidatar ao P-Fies, o estudante precisa dizer, na hora da inscrição, que tem interesse na modalidade. Ele precisa, então, preencher um questionário, que será encaminhado para a análise e aprovação dos bancos.

Adesão maior no segundo semestre

Para o diretor de vendas e marketing do Pravaler, empresa que oferece financiamento estudantil, Rafael Baddini, a expectativa é que mais contratos sejam fechados no segundo semestre pelo P-Fies. Segundo Baddini, a Pravaler é responsável por cerca de 90% dos créditos aprovados pela modalidade privada.

“Essa rodada foi mais de aprendizado, porque o programa estava saindo do chão. Acho que esse era o ponto mais importante. Pode não parecer, mas, por trás, você tem que ligar o sistema dos bancos com o MEC, têm portarias que precisam ser definidas. O programa saiu do chão”, afirmou.

Prazo

Está aberto desde ontem (7) o prazo para que os agentes financeiros operadores de crédito, interessados em participar do P-Fies no segundo semestre, façam o cadastro na internet, no site do Fies. O prazo termina no dia 11 de junho. Já o prazo para as mantenedoras de ensino manifestarem interesse em participar do programa é de 12 a 20 de junho.

Fies

O Fies oferece financiamento para vagas em instituições privadas de ensino superior. Para concorrer às vagas, o estudante precisa ter tirado pelo menos 450 pontos na média das provas e não podem ter zerado a redação no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), em uma ou mais edições desde 2010.

A porcentagem de financiamento é calculada de acordo com o comprometimento da renda do aluno, o valor do curso e comprometimento da renda no pagamento das aulas. O estudante deverá iniciar o pagamento no mês seguinte ao término do curso, desde que esteja empregado. O prazo máximo para pagamento é de 14 anos.

As taxas de juros do P-Fies são determinadas pela política de crédito dos fundos constitucionais administrados pelos bancos regionais.

(Agência Brasil)

O 7X1 nosso de cada dia

Com o título “O 7×1 nosso de cada dia”, eis artigo de Ricardo Alcântara, escritor e publicitário. Ele comenta um certo ar de indiferença com relação ao Brasil na Copa da Rússia. Confira:

Política e futebol frequentaram a mesma esquina diversas vezes. Na Copa do Mundo de 1970, enquanto a corte de Pelé encantava multidões, já tão satisfeitas com o “milagre brasileiro” que fazia o país crescer 7% ao ano, nos porões dos quartéis os inimigos da ditadura militar eram torturados e mortos. Havia por isso má vontade com o “ópio do povo”, o futebol. Uma rejeição que não resistiu a um passe de trinta metros com que Gérson deixou Pelé na cara do gol, decretando um armistício em nome da seleção, a “pátria de chuteiras”.

Acompanhei doze copas e nunca vi tamanha frieza no povo brasileiro com mais uma participação nossa no maior evento do mundo contemporâneo. Sim, houve o 7×1. A irreparável goleada é boa metáfora para o fracasso da “copa das copas”, como Lula a definia: estádios superfaturados e obras de mobilidade inacabadas. Outro aspecto, menos recente: os craques não são ídolos em nossos times. São vistos pela televisão, atuando no mercado promissor da Europa. De alguns, sequer sabíamos os nomes: saíram do país antes mesmo de disputar uma competição nacional.

Mas vale refletir também acerca da influência de um quadro depressivo na vida pública sobre o estado de indiferença geral com a copa. Há uma crise de autoestima no país: em tempos de Lava Jato, decanta uma sensação incômoda de fracasso. O cheiro do ralo nos faz lembrar que um usurpador nos governa com medidas impopulares e a principal liderança está presa porque ignorou limites óbvios.

Ao fim, o futebol continuará, alheio aos humores políticos, sendo o que é: um esporte de massa que, por isso mesmo, tem sua estrutura apropriada pela indústria do entretenimento. Um business que movimenta somas espantosas em sua extensa cadeia produtiva globalizada: três bilhões de consumidores assistirão à final de Moscou. Quanto às nossas mazelas, vencendo ou não, serão as mesmas.

Divirtam-se, portanto.

*Ricardo Alcântara

Escritor e publicitário, filiado à Rede Sustentabilidade.

Após e-mail de FHC a Odebrecht, empresas doaram a candidato tucano

Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente.

Duas empresas ligadas ao Grupo Petrópolis – que eram usadas pela Odebrecht para, de acordo com delatores, fazer pagamento de caixa 2 – aparecem na declaração eleitoral de Antero Paes de Barros, candidato ao Senado pelo PSDB, do Mato Grosso.

As empresas são a Leyroz de Caxias Indústria, Comércio e Logística e a Praiamar Indústria Comércio e Distribuição.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira (8), pelo jornal “O Globo”. Os dados foram obtidos por meio de um cruzamento entre uma planilha paralela da Odebrecht, apreendida na 23ª fase da Lava Jato, e a prestação de contas do candidato tucano.

Segundo reportagem do jornal O Globo, a planilha da Odebrecht registra a doação de R$ 100 mil para a campanha de Antonio Paes de Barros Neto, em 29 de setembro de 2010. Em sua delação premiada, Marcelo Odebrecht explicou que usava outras empresas para fazer doações a candidatos.

*Com O Globo aqui.

Um apelo à AMC

De Heyde Leão, leitor do Blog, recebemos a seguinte nota, em tom de cobrança e preocupação. Confira:

Caro jornalista Eliomar de Lima, recentemente, você publicou uma nota sobe a Zona Azul implantada na rua 25 de Março. Essa medida, por si só, já traz dois problemas, e não apenas um: o ato de comprar a Zona Azul (já relatado por você) e o constrangimento ilegal dos flanelinhas que agora, assolam e constrangem os pais e mães, que por serem mulheres sofrem, inclusive, ameaças.

Mas, o que me move é pedir para que replique o apelo de um pai que testemunhou uma quase tragédia. Ontem, ao atravessar com a mãe, de mão dada com ela, um aluno do Externato São Vicente ia sendo atropelado por uma moto que não respeitou a faixa de pedestres.

Uma van de transporte escolar parou para os dois atravessarem. A moto, não. Por muito pouco, um segundo, sem exagero algum, essa criança estaria hoje no jornal como uma criança atingida na frente da Escola, por uma moto que não respeitou a faixa de pedestres.

Peço que o amigo faça um apelo à AMC para que ela coloque redutores de velocidade ou na linha da faixa de pedestres, ou um pouco antes da faixa de forma a obrigar motoristas e motociclistas a reduzir a velocidade diante do fluxo de pais, alunos e transportadores de crianças.

Fico grato pela divulgação.

Atenciosamente,

Heyde Leão
Diretor Executivo – AED Tecnologia
Empresa Incubada na IE – Incubadora de Empresas do IFCE – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará.

Aluna da UFC entre selecionados para conferência da Apple

Débora Moura, aluna do quinto semestre do Curso de Sistemas e Mídias Digitais da Universidade Federal do Ceará, foi uma das 350 selecionadas em todo o mundo para participar como bolsista da Apple Worldwide Developers Conference (WWDC). O evento, segundo a assessoria de imprensa da UFC, é destinado a desenvolvedores de software organizado pela empresa de tecnologia Apple. A conferência ocorre desde a última segunda-feira em San Jose, nos Estados Unidos, e se encerra ainda nesta sexta-feira.

Para garantir a bolsa, a estudante precisou desenvolver, em duas semanas, um aplicativo que foi submetido à avaliação da Apple.

“O app mostra um pouco mais sobre mandalas, que são uma ótima maneira de aliviar o estresse e representar graficamente personalidades complexas. A intenção dele é propiciar uma experiência agradável ao usuário e incentivá-lo a trazer para a rotina diária pequenas atividades que possam melhorar sua saúde mental e física”, explica. O aplicativo foi desenvolvido para a plataforma Swift Playgroundbook em iPads (https://bit.ly/2JtX6PI).

Além de Débora, a estudante Karina Paula, do oitavo semestre do Curso de Sistemas e Mídias Digitais da UFC, e Davi Cabral, egresso do mesmo curso, também estão no evento como participantes.

A WWDC é um evento anual organizado pela Apple para desenvolvedores. Durante uma semana, são oferecidas palestras e apresentadas as principais novidades da empresa, como novas versões do sistema operacional da Apple e atualizações para celulares e iPads.

(Foto – UFC)

CNI vai ao Supremo contra tabelamento de frete

Sem aguardar o resultado das negociações entre governo e caminhoneiros que ocorrem hoje (8) em Brasília, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) informou que acionará o Supremo Tribunal Federal (STF) contra o tabelamento do frete para transporte rodoviário de cargas. Segundo informação publicada no site da entidade, estará pronta, nos próximos dias, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) para questionar a Medida Provisória 832, que estabeleceu os preços mínimos obrigatórios de cobrança de frete.

A CNI considera a MP inconstitucional por desrespeitar a livre iniciativa (Artigo 170, caput, da Constituição Federal), por impedir a livre concorrência (Artigo 170, parágrafo 6) e modificar contratos já firmados (Artigo 5º, parágrafo 36), caracterizando intervenção indevida do Estado na economia (Artigo 174).

“O tabelamento é insustentável, porque provoca prejuízos extremamente danosos para a economia e para a população”, disse o presidente da CNI, Robson Braga Andrade. De acordo com ele, as mercadorias ficarão mais caras e este custo terá de ser repassado ao consumidor.

Na semana passada, a CNI estimou que, com o tabelamento, os fretes podem sofrer aumentos médios entre 25% e 65%. O transporte de arroz pelas estradas custará, segundo a CNI, 35% a 50% a mais no mercado interno, chegando a dobrar de preço no caso das exportações. Na indústria de aves e suínos, o impacto do tabelamento do frete rodoviário foi calculado em 63%. O frete de rações tenderia a aumentar mais de 80%.

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs) também pediu à Justiça Federal que suspenda imediatamente a Resolução 5.820. A entidade sustenta que o tabelamento dos preços mínimos dos fretes viola a livre concorrência, desorganizando o relacionamento comercial entre as indústrias e os transportadores.

Para a federação gaúcha, a “flagrante interferência do Estado nas relações econômicas privadas” tende a inibir a livre iniciativa e vai resultar no aumento dos custos para quem contrata o serviço das transportadoras e caminhoneiros autônomos.

Em defesa da suspensão do tabelamento, a Fiergs recorre a argumento atribuído ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), sustentando a viabilidade do governo estipular preços de referência, mas mantendo a liberdade das empresas cobrarem os valores que julgarem adequados.

Ontem (7), a Justiça Federal no Rio Grande do Norte concedeu uma medida liminar (provisória) para suspender os efeitos da Medida Provisória 832, autorizando duas empresas do ramo de sal a não cumprirem a tabela da ANTT. As empresas alegaram que a medida é inconstitucional, por violar princípios como o da livre iniciativa e livre concorrência, argumento acolhido pelo juiz Orlan Donato Rocha, da 8ª Vara Federal.

(Agência Brasil/Foto – Zanone Fraissati, da Folhapress)

XXVIII Cine Ceará – Curta de animação feito por alunos da rede pública vai abrir festival

A oficina “Enel Compartilha Animação”, que está produzindo o curta-metragem de abertura do 28º Cine Ceará junto a alunos da rede pública, teve sua primeira etapa concluída na última semana de maio. Agora em junho, o NUCA (Núcleo de Cinema de Animação) e a Casa Amarela Eusélio Oliveira, da UFC, dão início à etapa de finalização.

Os alunos fizeram mais de 700 desenhos, como destaca Telmo Carvalho, professor da oficina: “Eles produziram muito no período de um mês: houve um grupo dos animadores, da limpeza do traço e o pessoal da pintura. A gente agora vai pegar todo esse material e fazer uma edição. Colocar música, sonoplastia e créditos. A animação está ficando muito boa”.

O curta-metragem terá a duração de até cinco minutos e será exibido na noite do dia 4 de agosto, no Cineteatro São Luiz. O tema do projeto esse ano é “Segurança com a rede elétrica”.