Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Fortaleza e a “Hora do Planeta”

142 1

Fortaleza aderiu ao movimento “Hora do Planeta” e, neste sábado, vai apagar, durante sessenta minutos, as luzes da Estátua de Iracema da Praia de Iracema e Estátua de Iracema da Lagoa de Messejana, da fachada do Mercado Central, do relógio da Praça do Ferreira (Coluna da Hora), do Seminário da Prainha, do Palácio do Bispo, do prédio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), da Catedral Metropolitana de Fortaleza e da Igreja de Fátima.

Essa iniciativa é mundial e no Brasil envolve 16 Capitais. Quem puxa é a Rede WWF-Brasil.

A Hora do Planeta é um ato simbólico, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o meio ambiente, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.

Ministério do Planejamento autoriza concurso para agente da Polícia Federal

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou, na última quarta (26), a realização do concurso público para o preenchimento de 600 vagas para o cargo de agente da Polícia Federal. A seleção será para todos os Estados e a publicação do edital deve ocorrer, no mais tardar, até 26 de setembro, uma vez que a autorização governamental determina um prazo limite de seis meses para o início do concurso.

Para concorrer é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação e carteira de habilitação a partir da categoria “B”.A remuneração inicial da categoria é de R$ 7.887,33, incluindo o salário de 7.514,33 e auxílio alimentação de R$ 373, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Entre as atribuições do cargo estão executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, dirigir veículos policiais, cumprir medidas de segurança orgânica e desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa.

(Com Agências) 

Coelce lidera ranking das melhores da Aneel

coelce1

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) publicou o ranking das concessionárias de distribuição de energia elétrica do país em relação à qualidade do serviço prestado para o ano 2013. O ranking avaliou todas as concessionárias do país para o período de janeiro a dezembro de 2013 e foi dividido em dois grupos, de acordo com o porte da empresa. São 35 concessionárias de distribuição consideradas de grande porte, com o mercado faturado anual de energia maior que 1 TWh (terawatt hora), e 28 concessionárias consideradas de menor porte, com o mercado faturado anual menor ou igual a 1 TWh.

No mercado maior, as melhores colocadas foram a Companhia Energética do Ceará (Coelce), seguida da Companhia Luz e Força Santa Cruz (CPFL Santa Cruz, SP) e da Companhia Energética do Maranhão (Cemar). A distribuidora que mais evoluiu foi a Bandeirante Energia (SP), com um avanço de nove posições em comparação com o ano de 2012. As três piores foram a Companhia Energética de Goiás (Celg-D), em 35º lugar, a Light Serviços de Eletricidade (RJ), em 34º, e a Companhia Energética do Pará (Celpa), em 33º. A distribuidora que mais regrediu foi a Caiuá Distribuição de Energia (Caiuá-D, SP) com recuo de 12 posições em comparação a 2012.

No mercado inferior a 1 TWh, as três melhores estão na região Sul do País: Empresa Força e Luz João Cesa (EFLJC, SC), Força e Luz Coronel Vivida (Forcel, PR)e Muxfeldt Marin & Cia. (Mux Energia, RS). A distribuidora que mais evoluiu foi a Hidroelétrica Panambi (Hidropan, RS), com um avanço de 12 posições em comparação com 2012. As três piores esse mercado foram a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), em 28º lugar, as Centrais Elétricas de Carazinho (Eletrocar, RS), em 27º, e a Iguaçu Distribuição de Energia Elétrica (Ienergia, SC), em 26º. Por fim, a distribuidora que mais regrediu foi a Companhia Energética de Roraima (CERR), com recuo de dez posições em comparação a 2012.
A avaliação é elaborada com base no Desempenho Global de Continuidade (DGC), formado a partir da comparação dos valores apurados de DEC(1)e FEC(2)das concessionárias em relação aos limites estabelecidos pela ANEEL.

(Site da Aneel)

Copa 2014 – Dilma convida Angela Merkel para assistir a jogo da Alemanha

“A presidenta Dilma Rousseff convidou a chanceler alemã, Angela Merkel, para assistir ao jogo entre Portugal e Alemanha, válido pela primeira fase da Copa do Mundo. A partida será no dia 16 de junho na Arena Fonte Nova, em Salvador.

De acordo com a Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência ,da República, a presidenta recebeu hoje (27) um telefonema de Angela Merkel e fez à chanceler o convite para assistir ao jogo. A Secom informou ainda que a chanceler alemã virá ao Brasil em junho, para visita oficial, e que pretende acompanhar a partida.

Será a primeira partida da Alemanha na Copa. Marcado para as 13h, o jogo é parte da primeira rodada do grupo G, que tem também as seleções dos Estados Unidos e de Gana, e ocorre quatro dias depois do início da Copa. O Mundial será aberto no dia 12 de junho, no Itaquerão, em São Paulo, com o jogo entre Brasil e Croácia.

Há um mês, Dilma convidou o papa Francisco para comparecer ao Mundial, mas disse não acreditar que ele venha. O sumo pontífice deve, no entanto, enviar mensagem contra o racismo e pela paz no futebol por ocasião do torneio, disputado por seleções de 32 países.”

(Agência Brasil)

Transposição do São Francisco – Grupo de empresários cearenses visitará as obras

macedoo

Beto Studart e Roberto Macedo.

O ministro Francisco Teixeira, da Integração Nacional, apresentará o ritmo das obras da transposição das águas do rio São Francisco para comitiva de empresários cearenses articulada pela Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

Será nesta sexta-feira, quando o grupo se deslocará no chamado Eixo Norte do projeto, que tem intervenções entre Cabrobó (PE) e Jati (Ceará).

A comitiva de empresários do Ceará terá à frente o presidente da Fiec, Roberto Macedo, e o presidente eleito da entidade, Beto Studart.

 

Reajuste de medicamentos não repõe despesas de produção, reclama sindicato

“O Sindicato das Indústrias Farmacêuticas do Estado de São Paulo questionou hoje (27) o reajuste máximo de 5,68% nos preços dos medicamentos regulados pelo governo. “A indústria farmacêutica continua submetida a fortes pressões de custo e não poderá repor integralmente o aumento das despesas de produção”, informou. Por meio de nota, o Sindusfarma avaliou que a situação se repete desde 2001 e preocupa a entidade, uma vez que tem comprometido a rentabilidade das empresas farmacêuticas, com reflexos negativos nos investimentos e no lançamento de novos produtos.

“Na média ponderada, o reajuste autorizado pelo governo é de 3,52%, ante um aumento médio dos custos de produção das empresas de 13% a 18% no ano passado, principalmente com pessoal, insumos e matérias-primas (majoritariamente importadas, que sofreram o impacto da variação cambial que elevou a cotação do dólar de R$ 1,92 para R$ 2,42 aproximadamente nos últimos 12 meses)”, destaca a nota da entidade.

Ainda de acordo com o comunicado, no período de 2006 a 2013, enquanto a inflação geral acumulada medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor foi 49,13%, e os aumentos de salário concedidos pelo setor somaram 67,77%, o reajuste de preços dos medicamentos ficou abaixo destes patamares, somando 35,76% na média.”

(Agência Brasil)

André Figueiredo dá parecer favorável a novos campus na Bahia e no Ceará

andrefigueiredo

A Comissão de Trabalho da Câmara aprovou, nesta quarta-feira, o parecer do deputado André Figueiredo (PDT) aos três projetos de lei que criam novos campus universitários no Nordeste, um na Bahia e dois no Ceará. Os dois campus cearenses serão construídos em Iguatu e Tianguá. Já o campus baiano deve ser construído em Gandu, no sul do estado. As três construções são para universidades federais.

O deputado federal André Figueiredo explicou que tais projetos de lei são baseados em estudos conjuntos realizados pelo Ministério da Educação e pelos municípios, e que são importantes para as cidades em que construídas as universidades.

“O campus de Iguatu atingirá uma população na região de um milhão e meio de habitantes. O Campus de Tianguá estará localizado estrategicamente numa região importante de divisa entre o Ceará e o Piauí. O campus de Gandu vai beneficiar cerca de 500 mil pessoas. Os três vão trazer benefícios e desenvolvimento para essas regiões”, acentua o pedetista.

Corrente política de Guimarães faz reunião antecipada para fechar pró-vaga de senador

A corrente do Campo Majoritário, que tem à frente o deputado federal José Nobre Guimarães, vai se reunir nesta sexta-feira, às 15 horas, no Hotel Romano, em Messejana.

O evento ocorre um dia antes, portanto – e no mesmo local , do encontro do PT estadual que definirá com todas as correntes petistas a tática eleitoral.

O deputado federal José Guimarães, inclusive, já está em Fortaleza tratando dessa reunião. A ordem é o Campo Majoritário fechar posição em defesa da participação do PT na vaga de senador, o que reiterou para o Blog, nesta tarde de quinta-feira, o próprio o parlamentar.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=4UaHm_DHOGE&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Oba! Marco Civil evita que web caia nas mãos das empresas de tv a cabo

Com o título “Marco Civil : o melhor presente”, eis artigo do jornalista Plínio Bortolotti, que está no O POVO desta quinta-feira. Ele comemora a aprovação da matéria, por ele definida como “o melhor presente de aniversário” para usuários da web no Brasil e no mundo. Confira: 

Com a aprovação da Câmara dos Deputados do Marco Civil da Internet, o Brasil está prestes a dar “o melhor presente de aniversário para os usuários da web no Brasil e no mundo”, nas palavras do físico britânico Tim Bernes-Lee.

O “aniversário” refere-se aos 25 anos da interligação em rede dos computadores (web). E Bernes-Lee é ninguém mais ninguém menos do que o sujeito que inventou a web (“www”), tornando possível a navegação do modo como fazemos hoje, descoberta que ele ofereceu graciosamente ao mundo. Dirigindo a World Wide Web Foundation, criada por ele, Bernes-Lee dedica-se a defender a liberdade, a privacidade, e a proteção dos direitos humanos na rede.

No documento de apoio ao Marco Civil, Bernes-Lee destacou a necessidade de uma “rede aberta, neutra e descentralizada, em que o usuário é o motor para a colaboração e inovação”. Esse é um dos pontos principais do Marco Civil, a chamada “neutralidade na rede”, por garantir a igualdade de tratamento a todos os usuários. 

Sem o item estabelecendo a neutralidade, as empresas de comunicação que oferecem acesso, poderiam transformar a Internet em uma espécie de TV a cabo; isto é, venderiam pacotes diferenciados a preços diferentes. Assim, os pacotes mais baratos poderiam, por exemplo, excluir o Youtube ou o Skipe. Apenas os pacotes mais caros ofereceriam a possibilidade de navegação irrestrita.

Por óbvio, as fornecedoras do serviço (Oi, Net, Vivo, GVT etc.) estavam contra a neutralidade, pela possibilidade de transformar a internet em um negócio exclusivamente privado – e mais lucrativo ainda.

O que não se entende é porque o PMDB e o “blocão” lutaram tanto para excluir esse ponto do Marco Civil, para depois aprová-lo. Uma visita à cozinha dessas negociações talvez explicasse alguma coisa.

De qualquer modo, se o Senado garantir a aprovação do Marco Civil, o Brasil se colocará na vanguarda do mundo no que se refere à liberdade na Internet.

Plínio Bortolotti

plinio@opovo.com.br
Jornalista do O POVO

Aço Cearense Industrial oferta 250 vagas de emprego

A Assessoria de Imprensa do Grupo Aço Cearense manda nota para o Blog. Informa sobre algo importantíssimo: oferta de empregos. Confira:

A Aço Cearense Industrial, empresa do Grupo Aço Cearense localizada em Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza), está com mais de 250 vagas abertas para copeiro/auxiliar de cozinha, auxiliar de Expedição, auxiliar de Operação de Máquina e auxiliar de Estoque. Para se candidatar é necessário possuir Ensino Fundamental e desejável experiência anterior na função. Para a vaga de copeiro/ auxiliar de cozinha, voltada para Pessoa com Deficiência (PCD), é desejável experiência anterior em refeitórios.

Além do salário compatível com o mercado, ainda tem como benefícios: plano de saúde Unimed Fortaleza, plano odontológico, transporte da empresa, refeição na empresa, cartão alimentação e seguro de vida em grupo.

SERVIÇO

Os interessados devem enviar os currículos, com o nome do cargo no assunto, para selecao@acocearense.com.br ou entregar na matriz da empresa, que fica na BR 222, Km 19 – Caucaia.

Possível Privatização do Parque de Jericoacoara entra em debate na Assembleia

parquenacioal

O deputado estadual João Jaime (DEM) está convocando os amantes e defensores da Área de Proteção Ambiental de Jericoacoara para uma audiência pública nesta sexta-feira, a partir das 14 horas, na Sala das Comissões da Assembleia Legislativa. O objetivo é discutir o projeto de Parceria Público-Privada (PPP) para a gerência do Parque Nacional de Jericoacoara (Litoral Oeste). O assunto já foi debatido pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da Assembleia, que aprovou três requerimentos e cientificou um documento. Dois dos requerimentos aprovados decidiram por audiência pública para discutir a possibilidade de privatização do parque. Os requerimentos são de autoria dos deputados Antonio Carlos (PT) e João Jaime (DEM) e foram subscritos por Camilo Santana (PT) e Augustinho Moreira (PV), presidente da Comissão.

O caso é polêmico. O Ministério Público Federal (MPF) já instaurou procedimento administrativo para acompanhar a proposta de adoção de. A determinação é do do procurador da República Ricardo Magalhães de Mendonça. Bruno Menezes, titular do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), manteve contato com a representação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em Brasília, para debater a proposta, considerada a privatização de uma das mais belas praias do mundo.

O Governo Federal pretende que o parque se torne uma Unidade de Conservação (UC) gerenciada em parceria com a iniciativa privada. A preocupação dos ambientalistas é pela total autonomia dos futuros empreendedores em administrar a área como quiserem. E lembram que o projeto não tem qualquer conotação social para os moradores locais. Até construção ao lado da Pedra Furada está prevista.

CPI da Petrobras – Oposição no Senado dá entrada em pedido de investigação

86 1

“Senadores de oposição protocolaram hoje (27) na Secretaria-Geral da Mesa do Senado o requerimento de criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar denúncias de irregularidades na Petrobras. Com apoio de paralelamente de vários partidos inclusive da base do governo que se dizem independentes, o pedido teve 28 adesões, uma a mais que o mínimo necessário. Apesar das assinaturas para que a CPI seja criada, algumas etapas regimentais precisam ser vencidas.

A primeira é a conferência das assinaturas pela da Mesa Diretora da Casa. Caso não haja problemas, a leitura do requerimento deve ser feita pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), durante a Ordem do Dia da Casa. No dia da leitura do requerimento, os senadores têm até a meia-noite para retirar o apoio à iniciativa. “Acredito na respeitabilidade dos senadores que assinaram. Não creio que se retirem assinaturas. Seria uma desmoralização completa de quem retirasse assinaturas”, disse o senador Alvaro Dias (PSDB-PR).

O senador Eduardo Amorim (PSC-SE), um dos signatários do pedido, disse que chegou a ser procurado por colegas governistas para não assinar o pedido de criação da comissão, mas “foi firme”. “Quem me conhece sabe que eu não volto atrás nas minhas decisões”, afirmou.”

(Agência Brasil)

Danilo Forte é relator da emenda que trata da emancipação de distritos

danilfore

O deputado federal Danilo Forte (PMDB) é o relator da PEC sobre emancipação de distritos, dentro de uma comissão especial criada pela Câmara para tratar do assunto e buscar uma solução negociada para ter aprovação. A presidenta Dilma Roussefff vetou o projeto de lei do Senado que disciplinava o tema. De acordo com Danilo Forte, a comissão especial vai analisar quatro propostas de emenda à Constituição que tratam do assunto. Ele explica que as PECs não tratam do mesmo objeto do projeto de lei vetado. São complementares e até contribuem para o avanço desta questão.

No conjunto são quatro propostas de Emenda à Constituição. A principal delas, de autoria do ex-deputado Sérgio Carvalho, a PEC 165-A/1999. Apenso a estas, a do deputado Osmar Serraglio (PEC 525/2002), a do deputado Giovanni Queiroz (PEC 297/2013), e a PEC 327/2013, do deputado Lira Maia. O principal foco das propostas é definir o conceito de “população diretamente interessada” a qual deverá ser consultada em plebiscito para a criação de novos estados e municípios, e também facilitar a emancipação de distritos que se encontrem em distâncias excessivamente grandes das sedes de seus respectivos municípios. Para tanto, a principal, 165-A/1999 – por ser mais antiga que teve as demais apensadas, suprime as exigências de Estudo de Viabilidade Municipal e de aprovação de Lei estadual permissiva. É mantida a necessidade de realização de consulta popular, por meio de plebiscito, porém restrito às populações diretamente interessadas.

Na justificativa, o autor, ex-deputado Sérgio Carvalho, registra que as exigências para a criação de novos municípios, inseridas na Constituição Federal pela Emenda Constitucional nº 15, foram de grande importância, dada a “irracional febre de emancipação de distritos que vinha ocorrendo no país”. Entretanto, argumenta que o legislador constituinte se esqueceu da peculiar e mui grave situação daqueles distritos que ficam muito distantes das sedes de seus municípios, encarecendo e dificultando (quando não impossibilitando) sobremaneira o acesso dos residentes nestes distritos aos serviços públicos mais essenciais, muitas vezes disponíveis somente nas sedes.

Desemprego: Taxa de fevereiro é a menor para o mês desde 2002

“A taxa de desemprego em fevereiro deste ano para o conjunto das seis principais regiões metropolitanas do país ficou em 5,1%, a menor taxa para o mês desde o início da série histórica, em 2002. Os dados foram divulgados hoje (27) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e indicam uma pequena alta de 0,3 ponto percentual em relação aos 4,8% relativos à taxa de desemprego de janeiro.

Em relação a janeiro do ano passado, quando a taxa de desocupação estava em 5,6%, a queda no desemprego foi 0,5 ponto percentual. No mês, o rendimento real habitual ficou em R$ 2.015,60, contra os R$ 2.000,53 do mês anterior.

A população desocupada, em fevereiro, segundo o IBGE, estava em 1,2 milhão de pessoas, com elevação de 6,9% em relação a janeiro. Quando comparado a fevereiro do ano passado, no entanto, o contingente da população desocupada registra queda de 8,3%.”

(Agência Brasil)

Guimarães aparece entre deputados que apoiaram sessão para lembrar Golpe de 64

104 3

jose-guimaraes_div3

Eis tópico do Blog de Ilimar Franco, do O Globo, nesta quinta-feira:

Apoio à festa para a ditadura

Foram 86 os deputados que assinaram proposta do deputado Jair Bolsonaro (PP) para promover homenagem à ditadura militar. Teriam assinado sem ler? Alguns aliados de Bolsonaro: o presidente do PSDB de São Paulo, Duarte Nogueira; o ex-líder do PT, José Guimarães; o secretário-geral do PSB, Márcio França; o presidente do PV, José Luiz Penna; o ex-presidente do PSDB de Minas, Narcio Rodrigues; o relator da CPI do PC, Amir Lando (PMDB); o ex-líder do PDT, Giovani Queiroz, e o presidente do PSB do Rio, Romário.

VAMOS NÓS – Difícil acreditar que José Guimarães, irmão de Genoíno, perseguido pelo regime militar, tenha endossado tal sessão. Preferimos acreditar em desinformação.

PF faz operação para combater fraudes na área bancária. Ceará está na mira

“A Polícia Federal deflagrou, nesta manhã de quinta-feira, a Operação Cártula, que visa coibir fraudes bancárias cometidas por duas organizações criminosas que causaram prejuízo superior a R$ 9 milhões à Caixa Econômica Federal. É a primeira investigação da PF com base em um sistema nacional de bancos de dados criado para cruzar informações bancárias que verificou a incidência de crimes de estelionato e lavagem de dinheiro na modalidade clonagem de cheques.

A operação tem como objetivo cumprir 52 mandados judiciais: 10 mandados de prisão preventiva, 11 mandados de busca e apreensão, 31 mandados de condução coercitiva, além do sequestro de imóvel, veículos e contas bancárias.

Os grupos criminosos atuavam em seis estados (São Paulo, Ceará, Piauí, Maranhão, Alagoas, Paraíba) e no Distrito Federal. Eles utilizavam documentos falsos para a abertura de contas bancárias na Caixa Econômica Federal. Outro método de atuação era a cooptação de titulares de contas bancárias existentes para que permitissem o uso das mesmas no esquema ilegal.

A fraude consistia na obtenção de folhas de cheques originais. Posteriormente, os criminosos inseriam dados falsos com alteração da numeração. Para a compensação dos cheques fraudados, eles faziam uso das contas abertas irregularmente ou através das contas bancárias dos terceiros cooptados, que as cediam mediante pagamento em dinheiro.

Além das fraudes bancárias, as investigações revelaram que as quadrilhas agiam com violência e grave ameaça para manter o domínio e controle de suas atividades. Os líderes das duas organizações criminosas possuem vasta folha de antecedentes com a prática de crimes de homicídios, latrocínio e assalto a mão armada. Um desses líderes pertenceu a um bando que assassinava policiais em Fortaleza/CE e, atualmente, atua também no tráfico de drogas na região.

Com apoio decisivo da Caixa Econômica Federal para a colheita dos dados bancários e com a decretação judicial de afastamento do sigilo bancário, a PF aprimorou métodos e técnicas de investigação, identificando os grupos criminosos desbaratados hoje.
Será concedida entrevista coletiva às 11hs na Superintendência Regional da Polícia Federal no Ceará, localizada à Rua Dr. Laudelino Coelho, 55 – Bairro de Fátima – Fortaleza/CE.
* ”CÁRTULA” refere-se a título de crédito ou cheque, utilizado para a prática criminosa da organização presa

Marco Civil – O anteparo legal par evitar excessos na internet

Com o título “Marco Civil da Internet – conquistas e desafios”, eis o Editorial do O POVO desta quinta-feira. Confira:

A aprovação do Marco Civil da Internet, depois de uma negociação entre governo e críticos do projeto governamental, na Câmara dos Deputados, alivia um dos principais pontos de tensão nos meios políticos e dota o País de regras bem definidas sobre a questão. O próximo lance fica com o Senado como instância revisora da câmara representativa do povo.

Com a nova legislação – vista como uma verdadeira Constituição da Internet – os usuários comuns, bem como as empresas e o governo passam a ter noção clara dos princípios, garantias, direitos e deveres na rede. Com isso será possível tirar o máximo proveito de um instrumento revolucionário, que mudou por completo o modo como a vida contemporânea se rege. Para as atuais gerações pós-internet é muito difícil imaginar que até há pouco tempo existia uma realidade social e cultural funcionando sem o suporte desse instrumento de comunicação e de acesso às fontes de informação. Ele permeia hoje todas as atividades humanas e possibilitam que estas se viabilizem dentro de um ritmo temporal considerado alucinante pelos padrões anteriores.

Com isso, cria-se uma cultura da simultaneidade que permite acompanhar a tessitura dos acontecimentos ainda em sua forma embrionária e potencial. Por outro lado, abre as comportas para a inundação do cotidiano com um fluxo de informações assoberbantes. Todas, simultaneamente. Isso exige um desafio inimaginável para se digerir todo esse caudal de informação. De outra parte, torna vulnerável a privacidade, que é um elemento fundamental para a preservação de sociedades capazes de garantir aos cidadãos a fruição de um espaço de autonomia frente a todas as formas de poder, e assim possa concretizar a capacidade de tomar decisões livres.

O acesso ao gigantesco volume de informações que lhes chegam pela internet tem de ter como correspondência meios eficazes de discernimento. Por isso, o Marco Civil é o anteparo legal capaz de lhes garantir a condição mínima de se proteger das investidas abusivas dos que usam esses meios para oferecer ou prestar serviços aos usuários – sejam provindos da iniciativa privada, sejam do Estado- e possam tomar decisões apropriadas.

Embora ainda falte a resposta do Senado espera-se que o texto final corresponda às expectativas da sociedade. Vamos torcer.

Cid Gomes: “Não serei candidato nessas eleições!”

ciroog

O irmão Ciro continua cotado para o Senado. 

Do governador Cid Gomes (Pros), ao ser indagado sobre uma candidatura nas próximas eleições, caso deixe o Governo:

“A possibilidade de eu ser candidato, essa é uma possibilidade descartada. Completamente. Não serei candidato nessas eleições”.

A declaração foi feita nesta quarta-feira, 26, durante entrega de conjunto residencial do programa Minha Casa, Minha Vida na Granja Lisboa.

Guido Mantega – O Imexível

MANTEGA

“O ministro da Fazenda, Guido Mantega, completa hoje (27) oito anos ininterruptos no cargo e se torna o titular da pasta que ficou mais tempo na função. Ele tomou posse no dia 27 de março de 2006, em substituição a Antonio Palocci que deixou o cargo após a denúncia de ser um dos interessados na quebra e divulgação do sigilo bancário do caseiro Francenildo Santos Costa. O processo foi arquivado pelo Supremo Tribunal Federal, que alegou não ter encontrado indícios suficientes de violação de dados do caseiro.

A condição de titular da pasta que ficou mais tempo no cargo foi confirmada pelo Ministério da Fazenda. Mantega superou Pedro Malan em permanência no posto após a ditadura militar. Antes, na era Vargas, o gaúcho Arthur de Souza Costa é considerado o ministro que mais ficou no cargo, entre 24 de julho de 1934 e 29 de outubro de 1945.

Ao assumir, Mantega, que deixava o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), defendeu a redução da taxa básica de juros [Selic] diante das condições da economia à época e assegurou manter a política econômica com aperto fisca,l perseguindo a meta de baixar a inflação.

“Minha preocupação é fazer uma boa gestão, mantendo os fundamentos da economia sólidos para assegurar o crescimento, visando ao ano de 2006″, disse na ocasião. O ministro destacou ainda, durante a posse, que os sinais que vinham sendo obtidos desde o princípio daquele ano asseguravam que o país caminhava para o crescimento sustentável.”

(Agência Brasil)