Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Cid Gomes bota o pé na estrada para conhecer a realidade educacional do País

142 2

cidgomess

O ministro da Educação, Cid Gomes (Pros), começou a perambular pelo Brasil para conhecer a realidade da educação nos Estados. Na sexta-feira passada, almoçou com o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão.

Por falar em Cid, ele j[a bateu o martelo e vai nomear o professor Manuel Palácios, da Universidade Federal de Juiz de Fora, para a Secretaria de Educação Básica.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Presidente nacional do PDT cumprirá agenda em Fortaleza nesta quinta-feira

lupi

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, cumprirá agenda em Fortaleza, nesta quinta-feira. Ele desembarcará por volta das 10 horas e seguirá para a sede do partido onde gravará para a Rádio Legalidade, da sigla. Depois, Lupi almoçará com dirigentes partidários no Marina Park Hotel.

Na parte da tarde, Carlos Lupi será recebido em audiência, no Paço Municipal, pelo prefeito Roberto Cláudio. Em seguida, ele se reunirá, a partir das 17h30min, com o diretório estadual na sala de comissões da Assembleia Legislativa.

No mesmo local, a partir das 19 horas, será a vez de Lupi abonar cerca de 50 novas adesões ao partido. O retorno dele para o Rio ocorrerá no dia seguinte.

Camilo diz para Revista FIEC que vai fazer o Acquario e a Ponte Estaiada

foto camilo santana

Já saiu a primeira edição da Revista FIEC da gestão Beto Studart. Na publicação, sob responsabilidade da Federação das Indústrias do Ceará, o destaque é uma entrevista com o governador Camilo Santana (PT).

Camilo afirma que nunca defendeu a volta da CPMF, mas que sua postura sempre foi na defesa de recursos exclusivos para a área da saúde.

O governador diz ainda na entrevista que, apesar do ano difícil, o Governo mantém a intenção de manter os projetos dos Acquario do Ceará e da Ponte Estaia. Considera projetos estratégicos para qualificação do turismo do Estado.

Sobre 2015 ser ano difícil, Camilo disse que só temia se houvesse seca, porque o problema não seria de verbas, mas de onde tirar água.

DETALHE – A entrevista foi feita com Camilo em janeiro, bem antes dos prognósticos da Funceme sobre escassez de chuva.

Por uma filial do ITA no Ceará

nazareno

Nazareno e sua mulher, a educadora Herbênia Oliveira.

O professor Nazareno Oliveira, controlador da Rede Master de Ensino, está apregoando uma luta que merece todo apoio: a conquista de uma filial do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) para o Ceará.

“Quase a metade aprovados anualmente no ITA é do Ceará”, explica o professor que, inclusive, já esteve expondo a ideia para Fernando Mendonça, criador do ITA.

Nazareno vem contando não só com o apoio do segmento, mas de alguns empresários. Falta, no entanto, a classe política começar a se mobilizar e assumir essa boa briga, como, por exemplo, o próprio ministro da Educação, Cid Gomes.

Sem dúvida, uma unidade do ITA seria o mesmo que o Estado conquistasse a sua “Refinaria do Saber”.

(Foto – Paulo MOska)

Pedidos de falência das empresas caem 11,7%

“Os requerimentos de falências somaram, em janeiro, 113 pedidos em todo o país, uma queda de 11,7% em relação a dezembro, mostra a empresa de consultoria Serasa Experian. Na comparação com janeiro de 2014, o número de pedidos caiu 8,9%. Dos 113 requerimentos de falência de janeiro, 65 vieram de micro e pequenas empresas, 22 de médias empresas e 26 de grandes empresas.

Os requerimentos de recuperações judiciais aumentaram 39,6% em janeiro, quando comparados ao mês anterior. Foram 74 solicitações no primeiro mês deste ano, contra 53 em dezembro. As micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial com 48 pedidos, seguidas pelas médias grandes empresas, com 13 pedidos cada.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a queda dos pedidos de falências em janeiro, na comparação com dezembro, é reflexo do impacto positivo no caixa das empresas das vendas de final de ano.”

(Agência Brasil)

Graça Foster e cinco diretores dão adeus à Petrobras

“A presidenta da Petrobras, Maria das Graças Foster, e cinco diretores da empresa renunciaram ao cargo hoje (4). O Conselho de Administração da companhia se reúne na próxima sexta-feira para a escolha dos novos executivos que ficarão no comando da companhia.

A informação foi confirmada pela Bovespa em comunicado ao mercado. Na solicitação, a Bovespa pede esclarecimentos à Petrobras sobre notícias publicadas na imprensa sobre o fato de que o Palácio do Planalto já havia informado à presidenta da Petrobras, Graça Foster, de que ela seria substituída no cargo.

“Solicitamos esclarecimentos, o mais breve possível, considerando o comportamento das ações no pregão de hoje, diante das informações do afastamento da cúpula da Petrobras”, diz o pedido da Bovespa.

Diante disso, a Petrobras informou, em nota, à Bolsa de Valores de São Paulo: “Em resposta a esta solicitação, a Petrobras informa que seu Conselho de Administração se reunirá na próxima sexta-feira, dia 06.02.2015, para eleger nova Diretoria face à renúncia da Presidente e de cinco Diretores”.

(Agência Brasil)

Reitor da UFC tem conversa com ministro Cid Gomes. Rolaria convite para a Capes?

jesualdofsarias

O reitor da Universidade Federal do Ceará, Jesualdo Farias (UFC), está em Brasília para reunião da Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições do Ensino Superior (Andifes). Amanhã, no entanto, ele tem uma conversa com o ministro Cid Gomes (Educação). Rolaria convite para comandar a Capes?

Nesta semana, Cid Gomes nomeou um cearense para a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Foi Idilvan Alencar, que era o ex-secretário-adjunto da Educação (Gestão Izolda Cela).

Jesualdo Farias, sobre o assunto, nada comenta. Ele tem mais um ano e meio no cargo de reitor.

Funasa consegue novas perfuratrizes para cavar mais poços no Interior

fuansaa

Regino com Márcia Freire (Funasa/GO) e o presidente Henrique Pires.

O superintendente estadual da Funasa, Regino Pinho, informa de Brasília para o Blog: acaba de fechar com a cúpula da Fundação Nacional de Saúde a cessão de duas novas perfuratrizes para o Ceará.

As perfuratrizes virão, ainda neste mês, da Funasa de Goiás e aumentarão assim o número de máquinas do gênero em operação para seis no Interior. O trabalho priorizará municípios em situação crítica de abastecimento.

De acordo com Regino Pinho, geólogos do órgão já estão tratando do levantamento de áreas no Interior para a perfuração dos poços.

Vida boa – União divulga lista de feriados e pontos facultativos deste ano

O Diário Oficial da União divulgou, nesta quarta-feira, os feriados nacionais e pontos facultativos de 2015. Ao todo, são 16 datas, mas como 1º de janeiro já passou, ainda são 15 datas de folgas que os brasileiros têm pela frente. Dessas, seis são pontos facultativos e as outras oito são feriados nacionais. Neste ano, ao contrário do ano passado, apenas um feriado cai em dia de fim de semana, 15 de novembro, que será num domingo. Confira a lista completa da folguinha do serviço público federal:

1º de janeiro: Confraternização Universal (feriado nacional), quinta-feira

16 de fevereiro: Carnaval (ponto facultativo), segunda-feira

17 de fevereiro: Carnaval (ponto facultativo), terça-feira

18 de fevereiro: Quarta-Feira de Cinzas (ponto facultativo até as 14 horas), quarta-feira

3 de abril: Sexta-Feira da Paixão (feriado nacional), sexta-feira

21 de abril: Tiradentes (feriado nacional), terça-feira

1º de maio: Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional), sexta-feira

4 de junho: Corpus Christi (ponto facultativo), quinta-feira

7 de setembro: Independência do Brasil (feriado nacional), segunda-feira

12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil (feriado nacional), segunda-feira

30 de outubro: Dia do Servidor Público (ponto facultativo), sexta-feira

2 de novembro: Finados (feriado nacional), segunda-feira

15 de novembro: Proclamação da República (feriado nacional), domingo

24 de dezembro: véspera de Natal (ponto facultativo após as 14 horas), quinta-feira

25 de dezembro: Natal (feriado nacional), sexta-feira

31 de dezembro: véspera de Ano Novo (ponto facultativo após as 14 horas), quinta-feira.

(Com Agências)

Heitor cobra presença de Cid Gomes na Assembleia para explicar gastos com projeto da refinaria

219 1

HEITOR

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) não ficou só nas farpas contra o cancelamento do projeto da refinaria do Ceará, durante pronunciamento que fez, nesta manhã de quarta-feira, no plenário da Assembleia Legislativa.

Agora há pouco, ele informou para o Blog que deu entrada num requerimento solicitando da Casa uma sessão extraordinária para debater o caso da refinaria que, ele deixou claro, nunca acreditou que viria.

“O cearense foi vítimas de uma farsa, de uma fraude cometida pelos governos Lula e Dilma com participação da sua base aliada cearense e exigimos explicações”, afirmou da tribuna o pedetista, que emendou: “Precisamos abrir a caixa-preta do projeto da refinaria do Ceara´”.

cid-gomes

No requerimento que deu entrada na Assembleia, Heitor solicita a presença principalmente do ex-governador Cid Gomes, hoje ministro da Educação. Cid foi um dos maiores entusiastas do empreendimento e teve, conforme o parlamentar, ação direta na liberação de recursos e isenções de ICNMS do Estado nos últimos oito anos.

Heitor ocupa tribuna da Assembleia e cobra explicações sobre a mentira chamada refinaria

231 2

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=hctQ0fcyZZw[/youtube]

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) ocupa a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta manhã de quarta-feira. O parlamentar lamenta, em tom de revolta, a decisão da Petrobras de cancelar o projeto da refinaria premium que ele deixou claro, nunca ter acreditado que saísse do papel.

Heitor Férrer cobra ressarcimento da União pelos gastos na implantação do que seria o empreendimento e isenção de ICMS adotados pelo governo estadual.

O pedetista apresentou um requerimento pedindo uma sessão extraordinária para expor o quadro verdadeiro do projeto da refinaria. No requerimento, a convocação do governador Camilo Santana, dos senadores Eunício Oliveira (PMDB), José Pimentel (PT) e Tasso Jereissati (PSDB), de toda a bancada federal e de autoridades da Procuradoria Geral de Justitça do Estado.

Receita divulga regras da Declaração do IR 2015

leaoo

“A Secretaria da Receita Federal do Brasil publicou hoje (4) instrução normativa no Diário Oficial da União, informando as regras para a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física em 2015. A Receita informou que o prazo para entregar o documento começa em 2 de março e termina em 30 de abril.

O órgão havia anunciado, no ano passado, que os contribuintes poderão fazer rascunho da declaração até 28 de fevereiro. Depois, os dados poderão ser transferidos ao formulário definitivo.

A entrega da declaração de 2015 poderá ser feita por meio do programa de transmissão Receitanet, disponibilizado no site da Receita Federal, para quem possui certificado digital ou por meio do serviço Fazer Declaração, para tablet smartphone.

Está obrigado a apresentar declaração quem recebeu, em 2014, rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 ou rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados somente na fonte – cuja soma seja superior a R$ 40 mil. Ainda, quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência de imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e futuros. Por fim, quem auferiu ganhos ou tem bens ou propriedade rurais de acordo com os valores estabelecidos pela Receita.”

(Agência Brasil)

PEC do Comércio Eletrônico é aprovada em segundo turno pela Câmara dos Deputados

“A Câmara dos Deputados aprovou, nessa noite de terça-feira, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 197/12), conhecida como PEC do Comércio Eletrônico, que fixa novas regras para a incidência do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas operações de venda de produtos pela internet ou por telefone. Como a matéria foi alterada na votação da Câmara, ela retorna ao Senado para novas deliberações, antes de ser encaminha à promulgação. Foram 388 votos a favor e 66 contra.

O texto apresentado pelo relator, deputado Márcio Macêdo (PT-SE), e aprovado em dois turnos pela Câmara, estabelece que os estados de destino da mercadoria, ou serviço adquirido, terão direito a uma parte maior do ICMS se o consumidor final for pessoa física. As regras entrarão em vigor no ano seguinte ao da promulgação da emenda, obedecido o prazo de 90 dias de anterioridade.

Pelo texto aprovado, o imposto correspondente à diferença entre a alíquota interna e a interestadual será partilhada entre os estados de origem e de destino, na seguinte proporção: para o ano de 2015, 20% para o estado de destino e 80% para o de origem; para 2016, 40% para o destino e 60% para a origem; 2017, 60% para o estado de destino e 40% para o de origem; para 2018, 80% para o destino e 20% para a origem; a partir de 2019, todo o imposto ficará com o estado de destino da mercadoria.

Como a PEC não foi aprovada e promulgada no ano passado, terá que ser feita alteração na parte que trata da distribuição do percentual entre estados de destino e de origem, previsto para 2015. Isso, porque o texto estabelece que a medida passa a vigorar na data de sua publicação, produzindo efeitos no ano seguinte, obedecido o prazo de 90 dias.”

(Com Agência Brasil)

Bandeira tarifária vai ser cobrada pela primeira vez

“Cobradas a partir do dia 1º de janeiro com o intuito de repassar de forma mais rápida às contas de luz o aumento de custos para geração de energia elétrica, a bandeira tarifária terá seu primeiro aumento. O preço previsto para as bandeiras amarela e vermelha poderão superar os atuais R$ 1,50 e R$ 3,00 cobrados por cada 100 quilowatts-hora. Segundo o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica, Romeu Rufino, a revisão deve acontecer “antes o carnaval”.

“Uma audiência pública deverá discutir a revisão das bandeiras tarifárias. Isso não significa aumento. A bandeira é ajuste de sinal de preço no momento em que o custo ocorre”, disse Rufino. Ele, no entanto, admitiu que, considerando o cenário atual, a tendência é um reajuste para cima, uma vez que, com a baixa nos reservatórios das hidrelétricas, há um grande número de usinas térmicas acionadas – o que aumenta o custo da geração de energia.

Por meio da bandeira tarifária, que adota as cores verde, amarela e vermelha, o consumidor pode saber, a cada mês, se está pagando ou não mais caro pela energia que está usando. Na bandeira verde, não há cobrança. A tarifa não é aplicada para os consumidores do Amazonas, Amapá e de Roraima.

Rufino disse não saber qual será o reajuste aplicado. “O que seria tratado no processo tarifário normal será deslocado para a bandeira tarifária, que dará sinal de preço da variação do custo da energia, que é basicamente a exposição da distribuidora ao mercado de curto prazo. É apenas uma questão de alocação do custo”, explicou o diretor.”

(Agência Brasil)

Em defesa do prefeito RC e contra a Lôra do PT

383 7

Com o título “Quem Sabe Faz a Hora”, o professor João Arruda (UFC) e também assessor especial do Paço Municipal, manda artigo. Ele avalia a peleja entre o prefeito Roberto Cláudio (Pros) e a ex-prefeita Luizianne Lins (PT) sobre gestão. RC disse que Luizainne só fala besteira, enquanto a petista afirmou que ele só aumenta IPTU e derruba árvores. Confira:

Meu caro Eliomar de Lima,

Como cidadão e como munícipe que acompanhou os 8 anos de inoperância e de esmando político-administrativo da gestão Luizianne Lins, não posso me omitir diante de repetições de inverdades e de manipulações de fatos.

Luizianne Lins, ao tentar responder as críticas feitas pelo prefeito Roberto Cláudio à sua postura político-administrativa durante os seus dois mandatos como prefeita de Fortaleza, deixa transparecer alguns traços invariantes da sua personalidade sociopolítica: a sua notória incapacidade de autocrítica, o seu inconfundível autismo político, a sua vocação
por criar factoides políticos e, principalmente, a sua compulsividade em fraudar a realidade dos fatos.

Nesses traços, Luizianne lembra, com perfeição, as conhecidas técnicas do Joseph Goebbels, ministro da propaganda nazista, que repetia, até a exaustão, mentiras e difamações contra os adversários políticos, na expectativa de que fossem transformadas em verdades.

Se analisarmos a postura dos 6 últimos gestores de Fortaleza, nenhum demonstrou um desprezo ao meio ambiente, uma postura tão arboricida quanto Luizianne Lins. A sua gestão foi caracterizada pelo descarado desrespeito à natureza. Emblemático dessa situação de desrespeito à natureza foi o imoral e lesivo Termo de Ajustamento de Conduta –TAC – assinado pelo seu Procurador Geral, abrindo as dunas do Cocó para a especulação empresarial desmedida.

Nesse TAC, que foi revogado pelo prefeito Roberto Cláudio, ficava acordado que o município de Fortaleza não ajuizaria qualquer medida judicial contra os associados de uma determinada associação que congrega empresas construtoras. O mais grave é que esse TAC foi assinado em outubro de 2012, em pleno segundo turno e no apagar das luzes da sua administração.

Em sua gestão, sob protesto dos ambientalistas, o município concedeu licença ambiental para a construção de um centro comercial no Parque do Cocó, com o sacrifício de centenas de árvores. Ainda na sua administração, a Polícia Federal levou a cabo a Operação Marambaia, tendo condenado a titular da SEMAM, por concessão de licenciamentos ambientais fraudulentas em áreas de preservação permanente. Foi ainda a sua gestão que acabou com o Projeto Parque Vivo, criado na administração Juraci Magalhães, em convênio com a UFC, considerado um dos melhores programas de educação ambiental do Brasil e que funcionava no Parque Adail Barreto.

Estes são só pequenos exemplos das suas estripulias ambientais. Ao contrário da sua gestão, o prefeito Roberto Cláudio já plantou mais de 5 mil árvores nativas e multiplicará por 6 este número até o final da sua gestão.

Sobre as creches, Luizianne Lins mais uma vez distorce os fatos e mente descaradamente. A cidade inteira conhece a sua omissão criminosa quando recusou, sob o pretexto de que o município não dispunha de terrenos, 80 creches oferecidas pelo Governo Dilma, omissão criminosa que prejudicou quase 20 mil crianças carentes de Fortaleza. O prefeito Roberto Cláudio, com sensibilidade, logo reverteu o quadro e já entregou quase uma dezena e
Centros de Educação Infantil (CEI). Até 2016, ainda serão construídos 124 novos CEI em toda a cidade, mais do dobro do número histórico de creches de Fortaleza. Na área de Saúde, Luizianne também omite e mente.

O prefeito Roberto Cláudio, ao assumir a prefeitura, pegou um sistema de saúde desorganizado e sucateado, considerada a 5ª pior saúde pública entre as capitais do Brasil. Hoje, Fortaleza está experimentando uma nova gestão dos serviços da saúde. Os dois primeiros anos da atual gestão foram dedicados à atenção primária. Para isso, 57 dos 92 postos de saúde de Fortaleza passaram por reforma, ampliação e modernização, 25 novos estão sendo construídos, com dois postos já entregues. De toda a rede de atenção primária, 87 já estão operando com o novo sistema de gestão, funcionando de 7 da manhã às 7 da noite, com laboratório, farmácia e com consultórios odontológicos em cada unidade. E não fica por ai. Além das três UPA já entregues em 2014, até meados de julho, os fortalezenses receberão mais três UPA.

Para resolver a caótica situação urbana legada da administração Luizianne Lins, Fortaleza assistiu à conclusão das Avenidas Alberto Craveiro, Paulino Rocha e a rotatória e Túnel Demócrito Dummar, no entorno do Castelão. Roberto Cláudio entregou também o túnel Barros Pinho, na Avenida Santos Dumont sob a Via Expressa; as novas Avenidas Catolé
(Conjunto Palmeiras), Walter Bezerra de Sá (Luciano Cavalcante), e a Cônego de Castro, o novo Terminal de Ônibus do Antônio Bezerra, o binário das Avenidas Dom Luís e Santos Dumont e os dois viadutos das Avenidas Engenheiro Santana Junior e Antônio Sales.

Para garantir maior agilidade, conforto térmico e estimular o uso dos transportes coletivos, a administração Roberto Cláudio instituiu a obrigatoriedade dos ônibus novos virem dotados de ar condicionado, já construiu mais de 45 km de faixas exclusivas de ônibus e instituiu o Bilhete Único (que integra ônibus e vans por até duas horas),
beneficiando, com essa última medida, mais de 820 mil usuários do transporte coletivo da Capital, principalmente as pessoas de baixa renda.

A cidade também ganhou novas feições com a decisão do prefeito Roberto Cláudio de garantir a democratização e o respeito aos diversos modais de transporte. Como fatos inéditos, Fortaleza também ganhou o Plano Diretor Cicloviário Integrado (PDCI), que vai implantar 523 km de ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas a curto (5 anos), médio (10 anos) e longo prazos (15 anos), ou seja, a partir de 2015 até o ano de 2030. Dos 523 km da rede
inicialmente prevista, 59,5km já estão inseridos nos corredores de transporte em implantação e implantou o vitorioso sistema de bicicletas compartilhadas.

Para garantir a efetiva participação da população no planejamento da cidade, o prefeito Roberto Cláudio acaba de criar o Conselho Municipal de Planejamento Participativo, garantindo, nesse fórum, uma efetiva e livre participação dos nossos munícipes nos destinos da nossa fortaleza, longe das cooptações e da politicagem rasteira.

Finalmente, meu caro Eliomar, como não posso alongar indefinidamente o texto, concluo a minha participação expressando uma certeza: não tenho dúvida de que a percepção de Luizianne Lins e dos fortalezenses de que a nossa cidade avança rumo à retomada de um desenvolvimento urbano includente, socialmente mais justa e com uma irreversível melhoria dos serviços públicos ofertados aos fortalezenses, agride fortemente a autoestima e turva ainda mais a lucidez da ex-gestora que, com suas declarações, parece confirmar o disse o prefeito: ruim de serviço e pródiga em falar besteira.

Sem mais,

João Arruda.

Eduardo Cunha – Símbolo da mediocriadade

Com o título “A culpa é da Dilma!”, eis artigo de Rodrigo Cardoso, aluno do Curso de Direito das Unifor. Ele aborda a vitória de Eduardo Cuinha, o novo presidente da Câmara dos Deputados como retrocesso. Ainda define o parlamentar ´carioca como “símbolo da mediocridade”. Confira:

“A culpa é da Dilma!” Essa expressão tem vociferado em todos os recantos, entre eleitores ou não eleitores da presidente Dilma Rousseff durante fatos ocorridos no Brasil ou fora dele, alguns que ela tem culpa e outros que não são de sua alçada. Eu usei a expressão no primeiro momento, depois de ver a vitória do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a Presidência da Câmara dos Deputados.

A vitória de Cunha representa um retrocesso para uma Câmara Federal que já foi palco de grandes avanços para o País, mas vê seu papel reduzido a cada dia que passa. A vitória do peemedebista deve levar a Casa para a Idade das Trevas, como definiu o deputado Jean Wyllys. Eduardo Cunha é contra gays, abortistas e maconheiros, e ainda é defensor da criminalização da heterofobia. Ele é contra a democratização dos meios de comunicação e adversário absoluto do ponto principal da Reforma Política, que consiste em proibir financiamento de campanhas eleitorais por parte de empresas privadas. Cunha é o símbolo da mediocridade da maioria dos seus pares. A sua vitória, em primeiro turno, confirmou o fato.

É senso comum que falta uma melhor articulação política do governo federal com os parlamentares. Sou crítico de diversas medidas adotadas pela presidente nesse início de segundo mandato, como os cortes orçamentários, da “tesoura” do Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e de algumas alianças espúrias para compor seu ministério, como Kátia Abreu, Helder Barbalho, George Hilton e Eliseu Padilha na Esplanada dos Ministérios.

Semana passada, a decisão da Petrobrás de acabar o projeto da Refinaria Premium II no Ceará deixou todos os cearenses, como eu, tristes e com o sentimento de termos sido vítimas de um estelionato eleitoral, pois era uma promessa de campanha desde o governo Lula. Em outras palavras, um sonho de milhares de cearenses que foi para o ralo, encerrado em uma nota fria da Petrobrás. Uma medida esdrúxula, apesar de todos os esforços de diversos parlamentares das mais variadas siglas partidárias e, principalmente, do Governo do Estado do Ceará que colocou dinheiro e todas as condições possíveis para a refinaria se tornar realidade.

Existem diversos defensores afirmando que seria melhor uma aliança com o deputado Eduardo Cunha para o Governo não sofrer mais uma derrota no Congresso – principalmente em clima de fragilização. Porém, iríamos nos render ao fisiologismo e pragmatismo que tanto combatemos. Não acho que seria a solução para aqueles que sonham com uma nova política. A culpa da vitória de Cunha é do povo brasileiro que elegeu a maioria desses congressistas. A presidente Dilma optou por enfrentar Eduardo Cunha, mesmo sabendo tratar-se de uma derrota quase certa, mas existem derrotas que são vitórias. Caso, a culpa da vitória de Cunha recaia sobre os ombros da Presidente, ela deve tratar como um troféu, pois como Darcy Ribeiro, ela odiaria estar ao lado das pessoas que a derrotaram.