Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Uma minirreforma eleitoral para quem mesmo, hein?

Como título “Minirreforma eleitoral: desrespeito à opinião pública”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-eira. Entre algumas marmotas, autoriza a doação indireta para campanha eleitoral de empresas com concessão de serviço público. Confira:

O Senado concluiu a votação do projeto da minirreforma eleitoral. O texto será agora encaminhado para votação na Câmara dos Deputados. A iniciativa decepciona a opinião pública, frustrando a reivindicação da sociedade por uma reforma política verdadeira.

Na verdade, a proposta é um acinte aos que saíram às ruas para reclamar mudanças verdadeiras no País, pois se resume a medidas corporativas, alargando ainda mais as distorções hoje vigentes. Não se tratou das questões essenciais reclamadas pela sociedade.

Tratou-se apenas de favorecer aspectos duvidosos que concorrem para a deformação das campanhas. Por exemplo: autoriza doação indireta para campanha eleitoral (por meio de sócios ou acionistas) de empresas com concessão de serviço público. Essa é uma porta escancarada para a corrupção, como já foi constatado historicamente. Ao invés de proibir o que era feito subrrepticiamente, avaliza-se a distorção. O mínimo que se esperava era a exigência de divulgação dos nomes dos doadores, no momento mesmo da doação. Esse é um dado importantíssimo para identificar quais os interesses que giram em torno do candidato e assim dar ao eleitor elementos concretos para decidir seu voto. Pois bem, a maioria dos senadores foi contra essa transparência.

Foram irresponsáveis, igualmente, ao permitir carreatas e comícios no dia da eleição, aumentando o risco do tensionamento e das pressões indevidas, sobretudo, no Interior, onde os enfrentamentos são mais diretos e menos fiscalizados. Do mesmo modo, não extinguiram a contratação de cabos eleitorais (um dos fatores de mercenarização da campanha eleitoral), nem suprimiram a figura do suplente de senador, uma excrescência que subverte o princípio republicano da soberania popular, uma vez que os suplentes não são eleitos e se destinam apenas a favorecer o esquema familiar ou de financiamento eleitoral do candidato.

Nem mesmo trataram da redução do mandato de senador, que deveria ser igual aos dos deputados, pois a forma atual distorce a expressão da vontade popular renovada a cada eleição, já que uma parte dos senadores é oriunda de uma conjuntura política superada pela nova eleição e passa a ser um freio às novas aspirações dos eleitores. Enfim, o Senado continua divorciado da sociedade. Até quando?

Ceará registra mais de 18 mil casos de AVC por ano. Desse total, 25% morrem

50 1

joaojosecarvalho

“O Ceará registra hoje cerca de 18 mil casos de AVC por ano. Desses pacientes, 25% estão mortos, 25% estão severamente incapacitados ou restritos ao leito, 25% estão moderadamente incapacitados e só 25% estão levemente incapacitados, mas em condições de voltar ao trabalho.

Esses dados são os mais recentes do Comitê Estadual de Atenção às Doenças Cerebrovasculares, que tem como presidente João José Carvalho, atual coordenador da Unidade de AVC do Hospital Geral de Fortaleza.

A propósito: neste ano, Fortaleza será sede o IX Congresso Brasileiro de AVC. Ocorrerá de 13 a 16 de novembro, no Centro de Eventos. Trata-se do maior evento sobre o assunto na América Latina e deverá atrair para a Capital cearense 2.500 profissionais de todo o País e de países vizinhos, em discussões sobe os mais recentes avanços no tratamento das doenças cerebrovasculares.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Fagner em clima de borbulhas de farpas

fagner

“Se todo dia houvesse um artista no Plenário do Senado ou da Câmara, as excelências iriam ouvir mais do que em manifestação de black block. Depois de Falcão dizer que encontrou mais corruptos do que gente honesta no Congresso, o cantor Raimundo Fagner desceu a borduna sobre o líder do governo, Eduardo Braga, e Vanessa Graziottin.

Fagner acompanhou a apreciação da PEC da Música, cuja votação foi adiada para semana que vem, e não engoliu o fato de Braga e Vanessa trabalharem para derrubar a proposta, que vai de encontro aos interesses da Zona Franca de Manaus, no Amazonas, estado que elegeu a dupla.

Argumentou o inconformado Fagner:

– Eduardo Braga jogou sujo, usa sua posição de destaque, como líder, em nome dos interesses de um estado. Defender o próprio estado está certo, é perfeito. Mas por que só Manaus deve ter subsídios? Então, ele deve ter gostado da falência da maior fábrica de discos do Nordeste, que não tinha subsídios algum. A Zona Franca não é mais importante do que a música.

O arsenal de Fagner alcançou Vanessa Graziottin, claro:

– Essa aí chegou a me procurar, disse que ia fazer uma pesquisa de não sei o quê. Mas não há diálogo quando você vê a pessoa usando certos expedientes, atuando contra a música e a favor dos interesses de uma minoria.”

(Coluna Radar – Veja Online)

Feirão do Imposto escala em Fortaleza

Associação dos Jovens Empresários de Fortaleza (AJE Fortaleza) promoverá sábado, no Shopping Iguatemi, o Feirão do Imposto. A iniciativa é da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje) que que se engaja a uma mobilização nacional que ocorrerá também em 17 estados brasileiros e no Distrito Federal. 

O objetivo dessa ação deste ano é reforçar a luta pela redução da tributação incidente sobre atividades relacionadas à educação. Atualmente, 51,85% do valor da anuidade paga para as instituições de ensino que aderem ao Super Simples correspondem a tributos; e de 49,70% para as de grande porte. Para demonstrar e conscientizar a todos sobre a temática serão sorteadas, no dia do evento, sem impostos, 232 anuidades de diferentes colégios particulares da cidade.

De acordo com a assessoria de imprensa da AJE Fortaleza, além de mostrar ao público a quantidade de impostos embutidos em diferentes produtos, deste segmento, consumidos no dia a dia, o Feirão do Imposto também contribuirá para a formação da consciência crítica dos cidadãos.

SERVIÇO

Horário: Das 10 às 22 horas.
Shopping Iguatemi – Avenida Washington Soares, 85, Água Fria.

Vice-prefeito avisa: Se o PSB tiver candidato a presidente, o PMDB marchará com O PT

73 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ZNQ3VX_JCLc&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena, anuncia: o PMDB espera o prazo final das filiações – 4 de outubro, para acertar seu rumo político. Ou seja, apostar na candidatura do senador Eunício Oliveira para governador.

Mas Gaudêncio admite que se o PSB for mesmo marchar com a candidatura de Eduardo Campos, o PMDB buscará então parceria com o PT e outra legendas.

Acossado pelo escândalo no Ministério do Trabalho, PDT ameaça deixar o governo

Acossado pelas denúncias de desvio de verbas da ordem de R$ 400 milhões do Pro-Jovem no Ministério do Trabalho e Emprego, o PDT vai reunir, em Brasília, nesta quarta-feira, sua bancada no Congresso.

Hora de debater impactos da Operação Esopo, da Polícia Federal. O objetivo é tentar unificar o discurso da bancada, tendo em vista que boa parte dos parlamentares defende o imediato rompimento com o Governo Dilma Rousseff.

Com a possibilidade de rompimento, o PDT iniciará debate interno sobre apoiamento às candidaturas de Aécio Neves (PSDB) ou Eduardo Campos (PSB), não afastando a hipótese de lançar o senador Cristovam Buarque para presidente em 2014.

(Com Agências)

Eduardo Campos já comunicou a Lula que PSB dá adeus ao Governo Dilma

eduardo-campos-e-lula3

FUI!

O Globo Online informa: o presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, comunicou ao ex-presidente Lula e ao secretário especial da Presidência da República, Giles Azevedo, que o partido está mesmo for ado Governo Dilma Rousseff.

Com isso, a legenda entrega os cargos que ocupa na administração federal como, por exemplo, o Ministério da Integração Nacional e a Secretaria Nacional de Portos, esta tendo como titular o cearense Leônidas Cristino, aliado do governador Cid Gomes.

* Veja mais detalhes aqui.

Presidente do PDT/CE não inclui Patrícia Saboya no rol de candidatos à reeleição em 2014

122 2

patricia saboya

O líder do PDT na Câmara dos Deputados, André Figueiredo, já não inclui mais a deputada estadual Patrícia Saboya na lista de candidatos à reeleição em 2014.

Ele fala como se ela estivesse prontinha para ocupar vaga em tribunal de contas. Há mais de um ano que essa especulação existe.

Patrícia Saboya, sempre que perguntadas sobre o tema no legislativo estadual, desconversa.

Datafolha – 79% dos paulistanos quer prisão imediata dos mensaleiros

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira pela Folha de São Paulo indica que 79% dos paulistanos querem a prisão imediata dos condenados no escândalo do Mensalão. A mesma pesquisa aponta que 55% dos entrevistados estão contra a revisão do julgamento, ou seja, nada de acatar embargos infringentes.

Nesta tarde, o STF vai definir uma novela que dura mais de oito anos. O ministro Celso de Mello divulgará seu voto decisivo sobre a possibilidade de reexame de parte do julgamento. A votação está empatada – 5 a 5.

Confirmado – Governo consegue manter a multa de 10% do FGTS

“Em mais um resultado vitorioso, o governo conseguiu manter os vetos feitos a 95 dispositivos aprovados pelo Legislativo. O resultado foi divulgado na madrugada pela Secretaria Especial de Informática do Senado (Prodasen). Na sessão que terminou por volta de 22h30min de ontem, 455 deputados e 71 senadores mantiveram todos os vetos feitos pela presidenta Dilma Rousseff a sete projetos. Com isso, o Executivo conseguiu manter a multa de 10% do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A cobrança que é feita das empresas que demitem funcionários sem justa causa foi o item que mais exigiu o empenho do governo nas negociações com o Legislativo. Com a decisão da noite passada, o Executivo garante a arrecadação de quase R$ 3,5 bilhões anuais e ainda pode conseguir a aprovação de um projeto alternativo que foi enviado ontem (17) para o Congresso, destinando os recursos, exclusivamente, para o Programa Minha Casa, Minha Vida. Pelo novo texto, o trabalhador demitido sem justa causa que não for beneficiado pelo programa habitacional vai receber o dinheiro quando se aposentar.”

(Agência Brasil)

Paratleta cearense conquista quinta posição no mundial de Para-aquathlon

Claudio Amora _ Londres Set 2013

O Grupo Marquise, que apoiou a ida do paratleta Cláudio Amora ao 2013 London ITU Aquathlon World Championships, está vibrando com a conquista do cearense. Amora acaba de chegar de Londres trazendo na bagagem a medalha pela 5ª colocação na prova, que tem caráter mundial.

Após nadar um quilômetro e correr cinco quilômetros de muletas, Cláudio Amora passou a ocupar a quinta posição no ranking mundial  Para-aquathlon.

(Foto – Divulgação)

Deputado articula audiência pública para discutir "concorrência desleal" no setor elétrico

chicolopess

O caso da Coelce oferecendo serviços de reparos elétricos, via empresa de sua propriedade, para consumidores acabou na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados.

Chico Lopes (PCdoB) pediu audiência para discutir essa situação e convocou todas as concessionárias de energia, bem como representante da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

De acordo com o parlamentar comunista, essa prática da Coelce, dona de toda a rede elétrica, está causando a quebradeira de várias empresas do ramo. “Temos uma concorrência desleal!”, diz Chico Lopes. Ele atende com essa audiência pública aos apelos dos sindicatos estaduais dos engenheiros e da Federação Nacional dos Engenheiros.

(Foto – Paulo MOska)

PSB convoca reunião e deve entregar cargos. Cid está em Brasília

cideduar

“O governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, convocou, em caráter emergencial, uma reunião em Brasília com a executiva da sigla. O encontro ocorre na manhã de hoje e a expectativa é que o partido anuncie a entrega de cargos no Governo Federal, após pressão de aliados da presidente Dilma Rousseff (PT) e de setores do próprio PSB. O Ceará é ponto estratégico nessa articulação e as posições definidas em Brasília terão repercussão direta nos estados. Além disso, começam, na prática, os lances com vistas à corrida eleitoral do próximo ano.

A entrega dos cargos não estava nos planos do partido até o último sábado. Mas passou a ser considerada após a pressão e a especulação de que Dilma tiraria os cargos indicados por Campos, pretenso candidato à presidência no próximo ano. O mais provável é que, mesmo entregando os cargos, a aliança oficial com o PT seja mantida pelo menos até março do próximo ano, atendendo posição da tendência majoritária do comando do partido.

O PSB tem atualmente dois ministros. Fernando Bezerra na Integração Nacional e o cearense Leônidas Cristino na pasta de Portos – secretaria com status de ministério. Leônidas é ligado ao governador Cid Gomes (PSB) e nome cotado para disputar o Governo do Estado no próximo ano. Conforme O POVO apurou, Campos esteve reunido com Leônidas ontem à tarde, na sede da secretaria. Leônidas informou, através da assessoria, que o assunto da reunião foram apenas obras portuárias de Recife. No Ceará, o partido comanda a Companhia Docas e a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). Esses cargos também deverão ser entregues.”

(Com O POVO)

Mensalão – E agora, Celso de Mello?

66 1

“O Supremo Tribunal Federal (STF) decide hoje (18) se 12 réus condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, terão novo julgamento. A votação sobre a validade dos embargos infringentes está empatada em 5 a 5 e será retomada com o voto do ministro Celso de Mello, último a votar.

Em entrevista na última quinta-feira (12), o ministro disse que sua decisão não será pautada por algum tipo de pressão ou pela opinião pública. Na ocasião, Mello sinalizou que poderá votar a favor dos recursos, mas não declarou seu voto. Ele citou uma decisão na qual se manifestou sobre a questão, no dia 2 de agosto de 2012, quando o STF começou a julgar a ação penal.

Até agora, os ministros Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski votaram a favor dos recursos. Joaquim Barbosa, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Marco Aurélio foram contra.”

(Agência Brasil)

MPE pede alteração no edital de concurso da Prefeitura de Icapuí

“O Ministério Público do Estado do Ceará enviou uma recomendação ao prefeito de Icapuí, ao Instituto Bezerra Nelson Ltda e à comissão responsável pelo concurso público municipal previsto para ocorrer nos próximos dias 22 e 29 de setembro. O pedido é para que o edital do certame seja retificado em relação à exigência para os cargos de turismólogo e técnico em radiologia. A recomendação é foi enviada no último dia 12 pelo promotor de Justiça Adriano Jorge Pinheiro Saraiva.

No documento, o MP solicita que seja exigida a graduação tecnológica para o exercício da função de turismólogo. O edital publicado pela Prefeitura pede que o candidato tenha cursado o bacharelado em Turismo, mas essa exigência fere o artigo 2º da lei federal nº 12.591/2012, que define a atividade de turismólogo no Brasil. Além disso, o promotor de Justiça pede que o salário para o cargo de técnico em radiologia seja alterado de R$ 933 para R$ 1.720, sendo acrescido ainda sobre esse vencimento o percentual de 40% correspondente ao risco de vida e à insalubridade. O salário citado é o mínimo a ser pago para um profissional da área.

Com base na lei 7.394/85, o MP recomenda ainda que a jornada de trabalho dos técnicos seja de 24 horas semanais, e não de 40 horas, como prevê o edital em questão. Outra retificação solicitada pelo Ministério Público é que seja exigido diploma expedido por uma escola técnica de radiologia para as pessoas que vão atuar na área. O Conselho Regional de Radiologia – 2ª Região/CE representou junto ao Ministério Público para contestar as cláusulas do edital. É dado um prazo de cinco dias úteis para que o pedido seja atendido. Em caso de descumprimento, o Ministério Público ressalta que tomará as medidas cabíveis, incluindo o ajuizamento de uma ação civil pública.”

(Site do MP-CE)

"Não vamos admitir nenhuma tentativa de postergar a chegada dos médicos", diz Padilha

ministrpadilha

“O governo reforçou nesta terça-feira (17) que não pretende desistir da contratação de estrangeiros pelo Programa Mais Médicos e de levar profissionais para cidades atualmente desassistidas, apesar da posição contrária das entidades médicas. Depois de participarem de reunião com líderes dos partidos da base aliada na Câmara dos Deputados, os ministros da Saúde, Alexandre Padilha, e da Educação, Aloizio Mercadante, ressaltaram que os conselhos regionais de medicina (CRMs) são obrigados a cumprir as determinações da medida provisória que criou o programa.

Padilha considerou uma “falta de sensibilidade” as tentativas de “boicote” e as ações movidas pelas entidades médicas contra o programa.  “Já enfrentamos tentativa de boicote na inscrição e derrotamos todas as medidas judiciais. Agora, tem um parecer claro da AGU [Advocacia Geral-União] que estabelece, mais uma vez, que os CRMs têm que cumprir exatamente o que está escrito na lei. Não vamos admitir nenhuma tentativa de postergar a chegada dos médicos”, frisou o ministro da Saúde.

Parecer da AGU, feito a pedido do Ministério da Saúde, prevê que os conselhos regionais de Medicina (CRMs) não podem exigir documentos extras para liberar o registro provisório aos profissionais estrangeiros que participam do programa. O Conselho Federal de Medicina (CFM) informou, em nota, ontem (16) que vai continuar com a exigência de documentação extra, apesar do parecer contrário da AGU.

“Vamos continuar debatendo as medidas que o governo está tomando para garantir a execução do programa. Vamos até o fim. O que nos move é levar médicos para milhões de brasileiros que não têm médico nas suas unidades de saúde, nos seus municípios”, acrescentou o ministro da Saúde. Já Mercadante disse que as entidades contrárias ao Mais Médicos devem “parar de obstruir e debater democraticamente”. “A lei que está em vigência estabelece as condições para a oferta de registro. Acho que as entidades médicas deveriam dialogar com o sentimento da população, com a necessidade de mais médicos”.

(Agência Brasil)

PSDB nacional promove seminário sobre mobilidade urbana em Brasília

“O Instituto Teotônio Vilela (ITV) promoverá, nesta quarta-feira, o “Seminário Nacional Realidade e Futuro nas Cidades Brasileiras”, como o objetivo de discutir o tema Mobilidade Urbana. As atividades terão início às 14 horas na Ala Alexandre Costa, Plenário 3 do Senado Federal, e contarão com a presença de especialistas, do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), do presidente do ITV, deputado federal Sérgio Guerra (PE), e do ex-prefeito de Vitória, Luiz Paulo Vellozo Lucas (ES).

O evento também trará palestras dos prefeitos tucanos Arthur Virgílio (Manaus), Zenaldo Coutinho (Belém), Firmino Filho (Teresina) e Rui Palmeira (Maceió).

Programação

Mobilidade Urbana: Realidade e Futuro nas Cidades Brasileiras

Data: 18

Local: Senado Federal, Ala Alexandre Costa, Plenário 3

14h – Abertura: Mobilidade Urbana no Brasil: Realidade, Políticas Públicas e Perspectivas
Coordenação: Deputado federal Sérgio Guerra
Palestrante: Professor Paulo Resende, Fundação Dom Cabral

14h45min – Experiências de Mobilidade Urbana: Os casos de Curitiba e da Grande São Paulo
Coordenação: Luiz Paulo Vellozo Lucas
Palestrantes: Clever Almeida – IPPUC, Curitiba
Jurandir Fernandes – Secretário de Transportes Metropolitanos do Governo de São Paulo

15h30min – Planejamento e Financiamento dos Investimentos em Mobilidade Urbana: O Desafio das Grandes Cidades
Coordenação: Senador Aécio Neves
Prefeito Arthur Virgílio, Manaus
Prefeito Zenaldo Coutinho, Belém
Prefeito Firmino Filho, Teresina
Prefeito Rui Palmeira, Maceió

17h – Debates

17h30 – Encerramento.

Google é condenado a indenizar com R$ 10 mil o Instituto Cidades

“O Google Brasil Internet Ltda. deve pagar R$ 10 mil de indenização por manter duas comunidades de usuários que difamam o Instituto Cidades (Centro Integrado de Desenvolvimento Administrativo, Estatístico e Social). A decisão é do juiz Cid Peixoto do Amaral Netto, titular da 3ª Vara Cível de Fortaleza. O Instituto Cidades alegou que organizou e realizou concursos para diversos órgãos públicos, sendo todos de grande repercussão nacional e de nível bastante elevado. Após pesquisa feita no site de relacionamentos Orkut, de propriedade do Google, foi constatada a existência de duas comunidades Instituto Cidades Nunca Mais e Lesado pelo Instituto Cidades. Ambas fazem referência à empresa de maneira grosseira com termos pejorativos, injuriosos e difamatórios.

Tais informações são de livre acesso, inclusive nas comunidades, ou seja, não apenas os que participam delas podem ver o conteúdo. O Instituto alegou que a empresa não verifica os dados informados pelos usuários, possibilitando assim a criação de perfis falsos e comunidades criminosas. Sentindo-se prejudicada, no dia 7 de maio de 2007, a entidade ajuizou ação (nº 0030545-67.2007.8.06.0001), com pedido de tutela antecipada, requerendo a retirada do conteúdo da Internet. Além disso, pleiteou indenização por danos morais.

Em 24 de junho de 2008, o juiz concedeu a liminar conforme requerido. Na contestação, o Google afirmou não ser responsável pelo conteúdo postado no Orkut pelos usuários que, ao se cadastrarem, assumem, pessoalmente, todas as responsabilidades pela operação dos perfis e comunidades, bem como de permissão de visibilidade e acesso a outras pessoas. Mesmo com a determinação judicial, o conteúdo não foi excluído do Orkut. Ao julgar o caso, o magistrado ressaltou que “resta induvidoso o abalo moral sofrido pela parte autora (Instituto) já que são incontáveis os prejuízos advindos da expressiva vinculação dos fatos desabonadores mencionados”.”

(Site do TJ-CE)

Bancários do Ceará vão entrar em greve a partir desta 5ª feira

Bancários cerenses vão entrar em greve, por tempo indeterminado, a partir desta quinta-feira. Este foi o resultado de assembleia da categoria realizada na última quinta-feira e que se engaja assim ao movimento nacional de luta por melhores condições de trabalho e salário. Nesta quarta-feira, o Sindicato dos Bancários do Estado fará assembleia, em suas sede, para organizar ações da greve. “Lamentavelmente, os bancos, pelo décimo ano consecutivo, pagam para ver se a categoria bancária tem mobilização para, através da greve, avançar na contratação e renovação de direitos. Portanto, o momento agora é de união, de mostrar a força da nossa mobilização e garantir mais conquistas econômicas e sociais”, explica o presidente do sindicato, Carlos Eduardo Bezerra.

A aprovação da greve segue orientação do Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, que avaliou como uma “provocação” a proposta apresentada pela Fenaban no último dia 5/9. Além de não atender a nenhuma reivindicação da categoria, os bancos ainda afirmaram que aquele era a última proposta, esgotando as possibilidades de negociação e empurrando os trabalhadores para a greve. O reajuste proposto pela Fenaban é de apenas 6,1% sobre todas as verbas salariais, o que representa nenhum aumento real.

Principais reivindicações da categoria

– Reajuste salarial de 11,93% (5% de aumento real mais inflação projetada de 6,6%)
– PLR: três salários mais R$ 5.553,15.
– Piso: R$ 2.860,21 (salário mínimo do Dieese).
– Auxílios alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 678 ao mês para cada (salário mínimo nacional).
– Melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoece os bancários.
– Emprego: fim das demissões, mais contratações, aumento da inclusão bancária, combate às terceirizações, especialmente ao PL 4330 que precariza as condições de trabalho, além da aplicação da Convenção 158 da OIT, que proíbe as dispensas imotivadas.
– Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para todos os bancários.
– Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós-graduação.
– Prevenção contra assaltos e sequestros, com o fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários.
– Igualdade de oportunidades para bancários e bancárias, com a contratação de pelo menos 20% de negros e negras.

Eleições 2014 – Ariosto Holanda não acredita na candidatura de Eduardo Campos

102 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=pE0H4zdJX6Y&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O deputado federal Ariosto Holanda (PSB) defende que seu partido entregue os cargos ao Governo Dilma, caso o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, acabe candidato a presidente da República em 2014. Ariosto, no entanto, é cético quanto a essa postulação de Campos, observando que, nas pesquisa eleitorais, ele continua sem mostrar evolução.