Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Dilma Rousseff vem assinar ordem de serviço de novo trecho do Metrofor

178 2

cid dilma metrofor

Dilma quando da inauguração do primeiro trecho do Metrofor.

Na quarta visita do ano que fará ao Ceará, nesta sexta-feira, a presidente Dilma Rousseff cumprirá agenda também no campo da mobilidade urbana.

Dilma, que desembarcará na Base Aérea às 11 horas, procedente de Brasília, deverá seguir dali para um dos trechos do Projeto Metrofor, na área do Centro, altura da Avenida do Imperador, onde assinará, ao lado do governador Cid Gomes, a ordem de serviço da Linha Leste desse empreendimento. Esse trecho – totalmente subterrâneo, ligará o Centro ao Fórum Clóvis Beviláqua.

Ela ainda almoçará, no Palácio da Abolição, com o governador, o prefeito Roberto Cláudio e outras autoridades estaduais, devendo, após esse compromisso, anunciar recursos para o PAC da Mobilidade de Fortaleza na ordem de R$ 50 milhões.

No roteiro dela ainda, a partir das 15 horas, inauguração da Policlínica de Caucaia, UPA de Horizonte e entrega de 500 moradias do Programa Minha Casa, Minha Vida, em Pacajus.

Eduardo Campos cancela compromisso em Fortaleza

170 1

eduardocampos

Depois de confirmar tudo direitinho, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, cancelou participação no Debates Especiais – Grandes Nomes.

Ele seria o entrevistado desta quinta-feira. A assessoria de imprensa dele justificou “compromisso inadiável”. Em matéria de compromissos, o também presidenciável do PSB começou mal.

Eudes Xavier e um toque de rebeldia

eudesxavier (1)

O deputado federal Eudes Xavier (PT) avisa: votará a favor do piso salarial dos agentes de saúde e agentes de endemia quando a matéria entrar na pauta. Esse matéria, segundo a liderança do PT na Câmara, aumenta despesas.

O lider do PT na Casa, Jose Nobre Guimarães, está orientando para que a bancada não apoie. O problema é que a matéria garante o benefício sem deixar clara a fonte dos recursos.

Dilma Rousseff, aliás, ainda cortando despesas. Gastar brabo mesmo, só em 2014.

Cid e RC acertam detalhes da agenda de Dilma em Fortaleza

D

O governador Cid Gomes e  o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, vão cumprir agenda em Brasília, nesta quarta-feira. Na agenda de Cid, audiência com a cúpula da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre projetos no campo da fibra óptica e expansão da internet.

Com RC, Cid Gomes participará da abertura da V Conferência Nacional da Cidades.

Já o prefeito cumprirá agenda no Ministério da Cidades, onde acertará com a participação do governador os detalhes da agenda da presidente Dilma Rousseff na visita a Fortaleza. Dilma vem lançar o PAC Mobilidade Urbana da capital cearense.

O PAC da Mobilidade Urbana prevê investimentos da ordem de R$ 50 milhões no Estado.

Olimpíadas 2016 – Governo quer zerar déficit até fim deste ano

“O governo quer zerar o déficit para a organização dos Jogos Olímpicos de 2016 até o fim do ano. A expectativa é do secretário executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes. Ele explicou que em valores atualizados os gastos previstos somam R$ 1,5 bilhão, valor maior que o inicialmente projetado.

“Nós queremos eliminar o déficit. Na candidatura foi projetado um valor. Hoje seria na faixa de R$1,5 bilhão. Estamos trabalhando para que não haja déficit operacional”,disse Fernandes.

O secretário explicou que nas garantias apresentadas pelo Brasil para sediar as Olimpíadas de 2016, os governos federal, estadual e a prefeitura, assumiram a responsabilidade de cobrir eventuais déficits operacionais dos Jogos. É esse compromisso, estimado em R$1,5 bilhão, que o governo quer reduzir para não ter necessidade de cobrir diferenças. Por causa disso, segundo ele, está sendo feito um estudo rigoroso para zerar a conta.”

(Agência Brasil)

Dilma cumpre agenda no Ceará na 6ª feira. Priorizará inaugurações na saúde

153 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=P0G6VxKQiSY&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

A presidente Dilma Rousseff vai cumprir agenda no Ceará na próxima sexta-feira. A confirmação foi dada nesta quarta-feira pelo secretário nacional de Gestão e Participação Popular do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro.

Na agenda, Dilma terá eventos principalmente no campo da saúde como as inaugurações da UPA de Horizonte e da Policlínica de Caucaia.

Deusmar Queiroz, o otimista

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jPCECOcVj1A&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O empresário Deusmar Queiroz, controlador da Rede de Farmácias Pague Menos, foi o entrevistado, nesta terça-feira, do projeto Debates Especiais – Grandes Nomes, da rádio O POVO/CBN. Deusmar, em duas horas de sabatina, revelou-se um otimista por natureza.

Para o Blog, falou da receita de se obter o sucesso e deu detalhes sobre a expansão de sua rede de farmácias até o fim deste ano.

Viaduto de Fortaleza ganhará nome do deputado federal Jackson Pereirra

568 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=nCoUeVAE_aU[/youtube]

Por iniciativa do vereador Walter Cavalcante, presidente da Câmara Municipal, o viaduto do encontro da avenida Engenheiro Santana Júnior com a avenida Santos Dumont será batizado, em breve, com o nome de “Deputado federal  Jackson Pereira”. O projeto já foi aprovado pela Casa e encaminhado para sanção do prefeito Roberto Cláudio (PROS).

Jackson Pereira foi parlamentar atuante no setor financeiro.  Teve participação marcante no período do impeachment de Fernando Collor de Melo. Na época, o deputado cearense foi apontado como um dos 50 mais influentes do Congresso Nacional.

Jackson nos deixou em julho de 1995.

 

Deputada quer MP convocando Cid a esclarecer esquema de empreiteiras

148 1

eliane_novais

A deputada estadual Eliane Novais (PSB) ocupou a tribuna da Assembleia nesta terça-feira para fazer alguns contrapontos às declarações dadas, nesta semana, pelo governador Cid Gomes (PROS), às Páginas Amarelas da Revista Veja. Cid afirmou existir um esquema de empreiteiras e projetistas para superfaturar obras públicas. Observou a parlamentar: “O primeiro ponto que merece a atenção dos cearenses que nos acompanham diz respeito à manchete da entrevista: “Todos querem roubar o Estado”.

Cid Gomes foi questionado pelo repórter da revista quanto ao gasto excessivo de dinheiro público na compra de carros tipo Hilux para a Polícia. Também foi questionado sobre a viagem com a sogra e sobre a contratação de um buffet com caviar e escargot para seu gabinete. “São três casos que macularam a imagem do Estado do Ceará. Infelizmente, o governador menosprezou os questionamentos (especialmente os relacionados aos gastos com Buffet e com a aquisição de hilux para a polícia militar e civil) e se defendeu dizendo que busca sempre economizar o dinheiro público”, acentuou a deputada.

Eliane também questionou uma trecho da entrevista em que o governador afirma que “o projetista se junta com a construtora para acertar sobrepreços. O concreto é superestimado, o asfalto é superestimado. É brabo, amigo. Todo mundo quer pegar dinheiro do Estado”. Após ler o citado trecho, Eliane Novais informou que vai solicitar ao Ministério Público Estadual que convoque o governador para dar explicações sobre esta denúncia que ele apresentou à Veja.

Romário quer escalar Joaquim Barbosa para disputar Governo do Rio de Janeiro

152 1

romario_copy_copy

O deputado federal Romário, presidente do PSB do Rio de Janeiro, destacou o desempenho do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, no julgamento do mensalão e aproveitou para convidar o ministro a se filiar ao seu partido. O ex-jogador de futebol ainda afirmou que Barbosa teria todas as credenciais para disputar o governo do Rio. O convite foi feito através de publicação no twitter do ex-jogador.

Em uma sequência de cinco postagens, Romário parabenizou Barbosa pela condução do mensalão e disse esperar que a Justiça valha para todos e que os crimes de corrupção sejam julgados com o mesmo rigor.

“Além disso, aproveito a ocasião para convidar publicamente, como presidente do PSB-RJ, o Sr. Joaquim Barbosa a se filiar a legenda”, anunciou Romário, acrescentando que o partido está de portas abertas para quem quiser “fazer política decente”. “A nossa legenda está à disposição do Joaquim Barbosa, caso ele queira se candidatar ao governo do Rio. Abs!!”, completou.

(Com Agência Estado)

Mensaleiro pode ser tratado como preso político?

Com o título “Mensalão, choradeira e desrespeito”, eis tópico da Coluna Política do O POVO desta terça-feira, assinada pelo jornalista Érico Firmo:

Embora um primor de previsibilidade, chega a ser engraçada essa conversa de que os condenados do mensalão são presos políticos. Despropositada, sobretudo, quando o julgamento parte de um tribunal no qual oito dos 11 atuais membros foram indicados por Lula ou Dilma Rouseff. Foram os dois petistas que ocuparam a Presidência da República que definiram o desenho da Corte.

A própria analogia que fazem José Dirceu e José Genoino com a perseguição de que foram alvo durante a ditadura só é compreensível na tentativa de reconstrução simbólica da história, pois o contraste entre um momento e outro é imensurável. Mas faz parte do jogo. Nunca vi mesmo nenhum condenado gostar da sentença imposta. Ninguém sai dizendo que o tribunal acertou. Comportamento extensivo aos simpatizantes. É o que se costuma chamar de “jus esperniandis” – o sagrado direito de espernear.

A despeito de tudo isso, a forma como as prisões vêm sendo executadas extrapola a legalidade. Condenados que deveriam estar em regime semiaberto ficaram, na prática, em regime fechado meio que por inércia. Está errado. Além disso, transportar para Brasília gente que se sabe que cumprirá pena nos estados de origem significa – além do circo – apenas desperdício de dinheiro público. O clamor por condenação não pode jamais justificar o desrespeito à lei. O respeito aos direitos individuais – mesmo de criminosos condenados – são garantia de Justiça para todos.

Qual a diferença de Pizzolato e Cesare Battisti?

505 2

Com o título “Pizzolato à luz do Direito Internacional”, eis artigo que o professor Marcelo Uchoa manda para o Blog abordando a situação do ex-diretor de marketing do BB, Henriqeu Pizzolato, que, para não ser preso, fugiu na rota da Itália. Confira a análise de Uchoa:

Muitas dúvidas persistem no cenário atual acerca do imbróglio internacional envolvendo Henrique Pizzolato, ex diretor de marketing do Banco do Brasil, recentemente condenado pelo STF, no caso do mensalão, a 12 anos e 7 meses de prisão, pelos crimes de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro.

Pois bem! Pizzolato é um foragido da Justiça nacional no exterior, portanto, fora da jurisdição da polícia brasileira. Dessa maneira, o Brasil solicitará o apoio da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol), da qual é membro, para que auxilie na procura e detenção do mesmo na Itália. Sendo detido – provavelmente será, porque, segundo consta, não está escondido na Itália -, Pizzolato pode ter extradição solicitada pelo Estado brasileiro para cumprir, aqui, a pena objeto de suas condenações.

Mas o fato é que, mesmo o Brasil solicitando pedido de extradição, e supondo que as razões do pedido sejam significativas para justificá-la, não deverá o mesmo extraditado da Itália para o país. O que difere sua situação da de outros brasileiros é que ele possui dupla cidadania originária. Ou seja, é, ao mesmo tempo, brasileiro e italiano. E, assim como o Brasil não permite extradição de nacionais brasileiros, exceto quando naturalizados e, ainda assim, se o fato motivador da extradição (o crime cometido) for de natureza comum, tiver sido efetivado antes da naturalização ou estiver relacionado com tráfico de entorpecentes e drogas afim, etc (CF/88, Art.5ª, LI), a Itália também veda a extradição de italianos em casos políticos, facultando-a, outrossim, nos casos em que esteja expressamente prevista em normas internacionais (CI, Art. 26), apesar de, na prática, não cumprir tal faculdade. O próprio tratado de extradição Brasil-Itália, de 17/10/89 (Dec.Exec. 863/93), faculta, não obriga, a extradição de nacionais em seu art. 6, I: “quando a pessoa reclamada, no momento do recebimento do pedido, for nacional do Estado requerido, este não será obrigado a entregá-la”.

Dessa maneira, Pizzolato só será eventualmente extraditado para o Brasil se for preso fora do território italiano. Nessa hipótese, ainda que a Itália requeresse sua extradição para lá, valeria o pedido brasileiro, porque é o país com o qual a nacionalidade de Pizzolato mais esteve ligada até então (Art.5º da Convenção de Haia sobre Conflitos de Nacionalidade, de 12/04/30, Dec.Exec. 21.798/32). Foi o que aconteceu, por exemplo, no caso do ex banqueiro Salvatore Cacciola, que só foi extraditado para o Brasil, porque resolveu sair da Itália, sendo preso, doravante, no Principado de Mônaco e, de lá, extraditado.

Em nota aberta encaminhada à imprensa, Henrique Pizzolato manifestou interesse de recorrer à Justiça italiana para demonstrar, em tribunal livre “das imposições da mídia empresarial”, sua inocência. Supondo-se que busque mesmo tal medida, não deve ser algo simples de acontecer, porque significa iniciar um julgamento do zero, provavelmente sujeito a todas as instâncias recursais, já que não deverá ter processo julgado diretamente na Corte Superior, semelhantemente ao que aconteceu no Brasil, quando foi julgado, por conexão com demandas que deveriam gozar de foro privilegiado, diretamente no STF, e não no juízo monocrático. De toda forma, não havendo impedimento no ordenamento jurídico italiano, a hipótese, pode, sim, se materializar. Até mesmo porque, o supra citado tratado de extradição Brasil-Itália, no mesmo art. 6, I, que faculta a extradição de nacionais, prevê que “… não sendo concedida a extradição, a Parte requerida, a pedido da Parte requerente, submeterá o caso às suas autoridades competentes para eventual instauração de procedimento penal”. Agora, se isso vai acontecer, é ver para crer.

Há divagações também sobre uma imaginável possibilidade de troca de Pizzolato por Cesare Battisti, ex integrante dos Proletários Armados pelo Comunismo, nas décadas de 70/80, condenado na Itália (à revelia e por delação premiada) à prisão perpétua, por cometimento de supostos crimes de terrorismo, atualmente refugiado no Brasil.

Sobre isso, há duas questões a esclarecer: 1ª) não há previsão de negociação do tipo, nem na leis internas italianas, tampouco no tratado de extradição Brasil-Itália, portanto, é impossível, por esse prisma, a troca de um condenado pelo outro; 2ª) apesar de Battisti ter tido extradição consentida pelo STF, mas não determinada pela Presidência da República, a quem compete responder pelas relações com os Estados estrangeiros (inciso VII, art.84, da CF/88), o mesmo está amparado pela condição de refugiado no país, de tal maneira, que também por esse prisma a troca resta impossível.

Concluindo, na condição de italiano, Pizzolato está, na prática, a salvo da jurisdição criminal brasileira, desde que permaneça na Itália até a prescrição de sua pena, cerca de 20 anos. Bom seria, contudo, que na Itália fosse submetido a um novo julgamento. Seria uma ótima maneira de demonstrar se o julgamento do mensalão no STF teve ou não nuances de julgamento de exceção, consoante apregoado pelos condenados.

* Marcelo Uchôa,
Professor de Direito Internacional da UNIFOR
Autor do livro “Direito Internacional” (Editora Lumen Juris, 2013). 

Dilma compartilha no Facebook protesto do PT contra prisão de mensaleiros

163 2

Da Coluna Radar , da Veja Online:

“Dilma Rousseff decidiu que não vai se manifestar sobre a prisão dos mensaleiros, mas acaba de compartilhar no Facebook um protesto da página do PT contra a decisão do STF. Diz a mensagem petista:

– Vejam o tamanho da força do Partido dos Trabalhadores. A tentativa de criminalizar nossos companheiros, por meio de julgamento injusto e nitidamente político do STF, provocou a reação imediata e espontânea dos brasileiros. Entre sexta-feira e domingo, após a execução das penas de José Dirceu e José Genoino, a procura por filiações ao partido aumentou 2.613.”

MP – Fórum de Ciência Penal homenageará 20 personalidades

O Ministério Público do Ceará vai abrir, às 19 horas desta quarta-feira, o XX Fórum de Ciência Penal. Na ocasião, haverá a entrega do Troféu Forças Vivas 2013 a 20 personalidades do mundo jurídico com atuação local e nacional. Dentre os homenageados, destaca-se a procuradora-geral de Justiça do Distrito Federal e Territórios e presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), Eunice Pereira Amorim Carvalhido. A solenidade ocorrerá na sede da Procuradoria Geral de Justiça (Bairro José Bonifácio).

Coordenado pelo procurador de Justiça, ouvidor-geral do Ministério Público do Estado do Ceará e presidente do Conselho Nacional de Ouvidores do Ministério Público (CNOMP), José Valdo Silva, o Fórum de Ciência Penal é considerado um evento tradicional da instituição. O evento conta com o apoio da administração da Procuradoria Geral de Justiça e da diretoria da Escola Superior do Ministério Público (ESMP). Neste ano, o Fórum discutirá com os melhores especialistas em Direito Penal, nos dias 21 e 22, das 8 às 17 horas, temas como: a Lei de Crime Organizado e seus aspectos práticos; Crimes contra a administração pública; A nova feição do crime de lavagem de dinheiro; e Os crimes cibernéticos.

Na lista de homenageados com o Troféu Forças Vivas, os promotores de justiça Benedito Augusto da Silva Neto (diretor da ESMP), Sandra Viana Pinheiro (secretária dos Órgãos Colegiados), Luiz Alcântara Costa Andrade (auxiliar da Procap), Eloilson Augusto da Silva Landim (auxiliar da Procap), Ricardo Rocha (auxiliar da Procap), Plácido Barroso Rios (presidente da ACMP-CE), Ann Celly Sampaio Cavalcante (secretária-executiva do Decon); Luciano Moreira de Oliveira (promotor de Justiça de Minas Gerais); o advogado e secretário-geral da OAB-CE, Jardson Saraiva Cruz; o desembargador do TJ-CE, Washington Luiz Bezerra de Araújo; o juiz federal Danilo Fontenelle; a juíza Maria de Fátima de Melo Loureiro; o ex-presidente do CNOMP e procurador de Justiça do Rio Grande do Sul, Luiz Cláudio Varela Coelho; e o corregedor nacional do CNMP, Alessandro Tramujas Assad.

(Com MP-CE)

Governador da Bahia agenda visita ao Ceará

jaques wagner

A revista Carta Capital vai promover em Fortaleza, dia 26 próximo, no Centro de Eventos, um seminário sobre os portos nordestinos e seu papel no desenvolvimento da região. O encontro terá a participação dos governadores Cid Gomes e Jaques Wagner, da Bahia.

Na lista também, o ministro Antonio Silveira, titular da Secretaria Especial de Portos, o presidente da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece), Roberto Smith, e o presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

SERVIÇO

As inscrições gratuitas ao evento já podem ser feitas pelo site http://www.dialogoscapitais.com.br

Mensalão – Roberto Jefferson define prisão como "exílio político"

RobertoJefferson200712

“O presidente licenciado do PTB, Roberto Jefferson, definiu, nesta segunda-feira, 18, sua prisão como “exílio político”, por meio de sua conta no Twitter. O ex-parlamentar afirmou que continuará a escrever no seu blog, caso seja permitido no período de execução da pena. “Saibam que, de onde estiver, continuarei a lutar pelos interesses e pela grandeza do Brasil”. Jefferson foi condenado a sete anos e 14 dias de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, além de multa de R$ 720 mil, na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Roberto Jefferson foi o responsável pela denúncia do esquema de pagamento a parlamentares. Durante a investigação do Ministério Público Federal, o então presidente em exercício do PTB confirmou ter recebido R$ 4 milhões e distribuído o dinheiro entre os deputados do partido.

Na rede social, Jefferson declarou que “cumpriu sua missão” e que o último ano tem sido “um dos mais difíceis de sua vida” com a descoberta de um agressivo câncer no pâncreas. Roberto Jefferson é um dos sete condenados que ainda podem ter a execução da pena determinada hoje. Jefferson usou as redes sociais para dizer que não guarda “mágoas” e desejou “paz de espírito” aos seus “detratores”. Além dele, devem ser comunicados sobre a pena os parlamentares Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP), o ex-advogado do publicitário Marcos Valério, Rogério Tolentino, os ex-deputados federais Pedro Corrêa (PP-PE) e Bispo Rodrigues (PL-RJ, atual PR), e o ex-vice-presidente do Banco Rural Vinicius Samarane.”

(Agência Brasil)

José Genoíno não passou mal, diz em nota Ministério da Justiça

124 1

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça, divulgou nota, nesta segunda-feira (18,. O órgão afirma que o deputado federal licenciado José Genoino (PT-SP) não passou mal em sua primeira noite no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, para onde ele foi transferido após se apresentar na sede da superintendência da Polícia Federal em São Paulo na sexta-feira (5). Genoino foi condenado a 6 anos e 11 meses de prisão, por corrupção ativa e formação de quadrilha, no caso do mensalão.

Junto com mais 11 condenados no processo, ele teve o pedido de prisão expedido pelo STF (Supremo Tribunal Federal) na última sexta-feira. “Com relação à consulta realizada em um dos detentos, essa se deu em razão da ausência de receitas médicas para alguns medicamentos de uso contínuo”, diz a nota divulgada. “Não houve intercorrência médica até o momento.”

* Do Portal Uol, leia aqui.

Cobrar juros em feriado é legal?

Consumidores estão revoltados com a Riachuelo. Quem teve a prestação caindo no dia 15, que foi feriado, está pagando hoje com juros. Alguns clientes da Loja Riachuelo do North Shopping, por exemplo, argumentaram que isso é ilegal, mas a as atendentes dizem que têm que cobrar “porque os juros caem no sistema”.

Bem que o Decon poderia conferir essa situação.

* Veja exemplo desta segunda-feira:

A cliente deveria pagar R$ 60,50, mas, como houve juros e multa por atraso, a conta subiu para R$ 62,48. Conta pequena. E uma grande, hein?

riachueloe

OAB – Prisão de José Genoíno em regime fechado é ilegal

134 1

Wadih-Damous-2

“O presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados Brasil (OAB), Wadih Damous, afirmou, nesta segunda-feira, 18, que a prisão do ex-presidente do PT José Genoino, em regime fechado, é ilegal. Genoíno apresentou-se à Polícia Federal no último sábado, 16, em São Paulo, e foi transferido para a Penitenciária da Papuda, em Brasília. Ele foi condenado na Ação Penal 470, o processo do Mensalão, a uma pena inicial de quatro anos e oito meses de prisão em regime semiaberto.

Segundo o presidente, a manutenção de Genoino no regime fechado configura “uma ilegalidade e uma arbitrariedade”. “É sempre bom lembrar que a prisão de condenados judiciais deve ser feita com respeito à dignidade da pessoa humana e não servir de objeto de espetacularização midiática nem para linchamentos morais descabidos”, observou Damous.

A defesa do ex-presidente do PT pediu, no domingo, 17, ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, que a pena de Genoino seja cumprida em casa. Ele teve uma crise de hipertensão durante o voo que fez a transferência de 11 condenados na AP 470 para Brasília e foi atendido por um médico particular quando chegou à Papuda. Em julho, Genoino passou por uma cirurgia para dissecção da aorta. O pedido de prisão domiciliar foi enviado à Procuradoria-Geral da República (PGR) para parecer do procurador-geral, Rodrigo Janot.”
(Agência Brasil)

Feriadão da Proclamação da República registra 101 mortes nas rodovias federais

“A Operação Proclamação da República feita pela Polícia Rodoviária Federal (PFR) no feriado prolongado de 15 de novembro constatou que o número de acidentes nas rodovias do país diminuiu. Na comparação com a Semana Santa, o número de acidentes diminuiu 12%, o número de mortos, 21% e o de feridos, 20%. Foram registrados 2.269 acidentes, com 101 mortos, contra 2.451 acidentes na Semana Santa, quando se registrou o número de 121 mortes. A operação ocorreu entre 0h de quinta e a meia-noite de domingo.

Foram registrados 86 acidentes com mortes, sendo 24 deles com motocicletas (25 mortes em acidentes com motos). Os estados com mais acidentes fatais foram Minas Gerais (10), Goiás (9) e Bahia (7). No geral, Minas Gerais também liderou o ranking de mortes (17). nesse feriado, seguido por Goiás com 11 e Bahia com 9. De acordo com a PRF, foram fiscalizados excessos de velocidade, ultrapassagens proibidas, embriaguez ao volante, motocicletas, trânsito pelo acostamento, além do uso do cinto de segurança e da cadeirinha para bebês.

A operação resultou em 119.198 veículos abordados e 99.263 pessoas fiscalizadas. Foram aplicados 29,5 mil testes de alcoolemia com resultados positivos para 690 motoristas, que receberam multa e tiveram a carteira de habilitação recolhida. Desses motoristas flagrados alcoolizados, 196 foram presos por apresentar índice igual ou superior a 0,3 miligramas por litro (mg/l) de álcool, por ar expelido dos pulmões.”

(Agência Brasil)