Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Novos Talentos O POVO – Inscrições vão até 22 de fevereiro

Estão abertas as inscrições para a 21ª turma do Curso Novos Talentos para Estudantes de Jornalismo, promovido pela Fundação Demócrito Rocha (FDR) em parceria com o Grupo de Comunicação O POVO. O curso oferece aulas de Redação e Método Jornalístico; Português Instrumental para Jornalistas; Introdução à Produção Audiovisual e Introdução à Fotografia. Além disso, os estudantes terão aulas práticas nas editorias do jornal, da rádio e do portal. Nessa etapa, os alunos vão acompanhar o trabalho dos repórteres, participar de reuniões de pauta, cobrir acontecimentos e escrever textos, tarefas que serão orientadas diretamente pelos editores de cada núcleo.

Podem se inscrever para a seleção estudantes de Jornalismo que estiverem cursando do quarto ao oitavo semestre na data do início do curso. Para se inscrever, os interessados devem preencher a ficha de inscrição na página da internet do curso. As inscrições seguem até o dia 22/2/2018.

Por meio das fichas de inscrição serão selecionados candidatos que farão a prova escrita de Português, Conhecimentos Gerais e Redação, no dia 28/2/2018. A prova de Conhecimentos Gerais avaliará a familiaridade do candidato com assuntos políticos, econômicos e sociais da atualidade; o conteúdo da prova Português incluirá, gramática e interpretação de texto e a de Redação avaliará a capacidade do estudante escrever um texto jornalístico com coerência e coesão. Na página do curso é possível consultar provas anteriores.

O programa Novos Talentos para Estudantes de Jornalismo iniciou-se no ano de 2007 e tem como objetivo oferecer treinamento sobre aspectos práticos e teóricos da profissão, de modo a preparar novos profissionais para atuarem nos meios impresso e eletrônico. Desde o início, o curso tornou-se a principal porta de entrada para novos jornalistas no Grupo de Comunicação O POVO.

Abaixo o calendário, detalhando as etapas do curso

· – Período de inscrição: até 22/2/2018

· – Divulgação dos selecionados para a prova escrita: 26/2/2018

· – Aplicação da prova escrita: 28/2/201. (Local e horário a definir)

· – Divulgação dos 20 selecionados para a entrevista com a área de Recursos Humanos: 6/3/2018

· – Entrevista com os 20 candidatos selecionados com a área de Recursos Humanos: 7/3 e 13/3/2018

· – Divulgação dos 12 selecionados para o Ciclo de Palestras: 14/3/2018

· – Ciclo de palestras: 15/3/2018 a 23/3/2018

· – Entrevista com o coordenador (define os oitos estudantes que participarão do curso): 26/3/2018

· – Início do curso: 27/3/2018

· – Conclusão do curso: 24/6/2018

SERVIÇO

*Para se inscrever: https://www20.opovo.com.br/novostalentos.

FHC e sua curva de Sartre a Luciano Huck

Com o título “FHC e sua curva de Sartre a Huck”, eis artigo do jornalista Elio Gaspari, que pode ser conferido no O POVO desta quarta-feira. FHC busca sempre o “novo” na telinha da tevê.

Quando Fernando Henrique Cardoso se referiu à candidatura de Luciano Huck à Presidência da República, louvou “suas boas intenções” e disse que “para o Brasil seria bom, mas não sei o que ele vai fazer”. FHC sabe o que gostaria que ele fizesse, mas não sabe o que Huck fará, nem antes nem depois de uma eventual candidatura. Sabe apenas que tem “boas intenções”.

Faz tempo que FHC flerta com o “novo”. Em 1989, para um pedaço do tucanato, o “novo” era o ator Lima Duarte, de 59 anos, para ser o candidato a vice na chapa de Mário Covas à Presidência da República. O “novo” chamou-se Fernando Collor e foi eleito. Em 2012 pensou-se pela primeira vez em Huck, recrutando-o para uma candidatura ao Senado em 2016.

Estranho “novo” esse, vem sempre da telinha. Isso num partido que perdeu quatro eleições presidenciais e tem em Geraldo Alckmin seu provável candidato. Assim, o PSDB terá oferecido ao eleitorado dois repetecos, com José Serra e Alckmin, mais um “novo” com Aécio Neves.

FHC buscou o “novo” na telinha por diversos motivos, mas acima de todos está o desejo de ganhar a eleição. Se ele conhece virtudes além das “boas intenções” de Huck, não as revelou. Nem ele nem o “novo”, que, em um ano de breves enunciados, repetiu platitudes capazes de humilhar campeões do óbvio como Michel Temer e Geraldo Alckmin.

Em 1960, aos 29 anos, Fernando Henrique Cardoso fez-se notar na academia paulista coordenando uma palestra do escritor francês Jean-Paul Sartre.

Passou-se mais de meio século, ele governou o País por oito anos e recuperou a credibilidade econômica do Brasil. Fez isso com jovens audaciosos como Pedro Malan e Gustavo Franco mas, por artes de Asmodeu, o PSDB nada produziu além de Geraldo Alckmin e Aécio Neves, um “novo” que descarrilhou. (Vai aqui uma hipótese: Malan e Franco nunca se moveram nos trilhos por onde andou Aécio.)

Não se pode responsabilizar FHC pela ruína do PSDB, mas ele foi parte dela. Quando saiu do PMDB, acompanhando Mário Covas e Franco Montoro para livrar-se das práticas que o haviam contaminado, buscava algo novo e foi bem-sucedido. O tucanato envelheceu, em vários sentidos.

Indo buscar o “novo” na telinha, FHC e os articuladores da candidatura de Huck atestam o fracasso de suas práticas políticas. Huck é um profissional bem-sucedido no seu ofício, nada mais que isso. Num sistema em crise, a política francesa produziu Emmanuel Macron, um quadro saído da militância do Partido Socialista e do banco Rothschild. (Macron é seis anos mais novo que Huck.)

Huck é um bom candidato para quem tem medo de perder eleição, e só. De Sartre a Huck, FHC percorreu sua curva. Em 1960, a plateia tinha faixas que diziam “Cuba sim, ianques não”. Naquele ano, uma parte do andar de cima nacional, cansada de perder eleições, embarcou na candidatura de um político telúrico e bom de votos. Chamava-se Jânio Quadros. (É imprópria qualquer comparação de Huck com Jânio, um doido, larápio e dado ao copo.) A ideia central era ganhar a eleição.

Os poderes da telinha produziram dois fenômenos políticos. Primeiro, o italiano Silvio Berlusconi, pela propriedade do meio de comunicação. O segundo, Donald Trump, em parte celebrizado pelo seu programa “The Apprentice”.

Elio Gaspari opiniao@opovo.com.br Jornalista

Confira o resultado do ProUni 2018

O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) foi divulgado hoje (14), na internet. Os candidatos pré-selecionados têm até o próximo dia 23 para apresentar nas instituições de ensino os documentos que comprovem as informações prestadas no momento da inscrição.

Após conferir o resultado do ProUni, o candidato pré-selecionado deve verificar na instituição os horários e o local de comparecimento para apresentar as informações necessárias. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, a reprovação. A lista com a documentação a ser apresentada está disponível na página do programa.

Para quem não foi pré-selecionado ainda haverá a segunda chamada a ser divulgada no dia 2 de março.

O ProUni seleciona estudantes para receber bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de ensino superior com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição, serão ofertadas 242.987 bolsas de estudo entre integrais e parciais.

As integrais são destinadas aos estudantes com renda per capita de até um salário mínimo e meio. Já as bolsas parciais atendem aos candidatos que tenham renda familiar per capita de até três salários mínimos.

(Agência Brasil)

Ex-funcionário chamado de “nordestino cabeça chata” sera indenizado

Uma cervejaria foi condenada a pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais a um ex-funcionário devido ao tratamento desrespeitoso e ameaçador do gerente de vendas. O vendedor denunciou que o gerente costumava xingar sua equipe de “preguiçosa”, “enrolões”, “nordestinos cabeças chatas” e “que não queriam trabalhar”.

“A conduta do superior hierárquico do trabalhador extrapolou os limites do poder diretivo, porque se utilizou da origem nordestina do recorrido e de seus colegas para diminuí-los por não terem alcançado as metas, além de utilizar constantemente palavras e gestos com conotação sexual, totalmente inadequados ao ambiente de trabalho”, diz o acórdão da 1ª Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (RN).

De acordo com a decisão, testemunhas ouvidas durante a instrução do processo, na 4ª Vara do Trabalho de Natal, afirmaram que, nas reuniões com sua equipe de vendedores, o gerente costumava chamar seus subordinados de burros.

Durante um desses depoimentos, uma testemunha revelou que o gerente “mencionava que os funcionários colocavam a b… na janela à espera de alguém para meter o dedo”, quando alguns membros de sua equipe não atingiam as metas de vendas.

A cervejaria argumentou, em sua defesa, que seu supervisor fazia cobranças direcionadas a toda equipe e não apenas ao reclamante, dentro dos limites cabíveis. Para a empresa, a imposição de metas visava incentivar a produtividade dos empregados a alcançarem resultados positivos, e não diminuir ou ameaçá-los.

Os argumentos da empresa, contudo, não foram acolhidos pela Justiça do Trabalho de Natal, que a condenou a pagar R$ 20 mil de indenização ao ex-empregado. Inconformada, a empresa recorreu ao TRT-21, que manteve a condenação, mas alterou o valor fixado.

Em seu voto, o relator, desembargador José Barbosa Filho, reconheceu a gravidade do comportamento do assediador. “Estas condutas reiteradas e presenciadas pelo testificante, não deixam dúvidas quanto ao abuso nas cobranças, que causaram danos extrapatrimonais ao empregado”, afirmou.

Ao reduzir o valor da indenização, o relator concluiu que a quantia era demasiada, por ser incompatível com os princípios da proporcionalidade e da razoabilidade e com os precedentes jurisprudenciais do colegiado. Assim, reduziu a quantia de R$ 20 mil para R$ 10 mil. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRT-21.

(Consultor Jurídico)

Bancos reabrem a partir do meio-dia desta quarta-feira

Após o feriado de Carnaval, os bancos abrirão hoje (14) a partir das 12 horas. As contas de consumo – como de água, energia, telefone e carnês – que venceram no dia 12 ou 13 poderão ser pagas sem acréscimo nesta Quarta-Feira de Cinzas, de acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais, segundo a Federação. Caso isso não tenha ocorrido no documento de arrecadação, e o pagamento não tenha sido antecipado pelo cliente, ele ainda pode ser feito hoje. Muita gente uso ou caixa eletrônico para sacar o dinheiro das contas inativas do FGTS

Caixas eletrônicos

Os pagamentos podem também ser feitos por canais eletrônicos, como pelo site do banco ou aplicativo. Os tributos que possuem código de barras podem ter o seu pagamento agendado nos caixas eletrônicos, no internet banking e pelo atendimento telefônico do banco.

Os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos – para poder visualizar boletos online – poderão ser pagos via Débito Direto Autorizado (DDA).

Para aqueles clientes que irão passar a semana viajando e quiserem ir até uma agência, é possível consultar o endereço dos bancos por estado ou município no site Busca Banco da Febraban.

(Agência Brasil)

Chico Lopes: Desfile da Tuiuti entrará para história por desafiar o golpe

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB) disse, nesta quarta-feira, que o desfile da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti, no sambódromo do Rio, ficará gravado na história “por explicar e desafiar o golpe”. Segundo o parlamentar, a apresentação mostrou a coragem de todos que fazem a escola e a enorme importância dessa manifestação para que brasileiros de todo o País “possam refletir sobre o golpe e lutar em defesa da democracia e contra as perdas de direitos populares impostas pelo desgoverno Temer”.

Para Lopes, o Carnaval é festa popular, mas “também lugar de expressão do povo contra as injustiças. E ninguém cometeu mais injustiças contra o povo brasileiro, em tão pouco tempo, do que o senhor Michel Temer, pagando aos grandes empresários nacionais e internacionais a conta do golpe”, destaca. Ele lembra a retirada de direitos trabalhistas, a precarização da saúde e da educação por 20 anos, e o ‘liberou-geral’ da terceirização, além da entrega do pré-sal para estrangeiros e, agora, na tentativa de fazer a reforma da Previdência.

“Na dificuldade histórica que temos no Brasil, de os ricos aceitarem que os pobres tenham direito a viver com dignidade, algumas pessoas podem ter demorado a entender o que foi esse golpe, como ele aconteceu. E podem até ter contribuído pra ele, infelizmente. Agora, pra quem ainda não havia entendido, a escola de samba do Tuiuti desenhou e explicou”, complementa Chico lopes.

(Foto – PCdoB)

Reforma da Previdência – MP ainda não tem comissão especial mista designada

Eunício Oliveira é alvo de cobranças.

A poucos dias de perder a validade – no dia 22 de fevereiro –, a medida provisória que altera pontos da reforma trabalhista (MP 808/2017) nem sequer teve os membros da comissão especial mista designados, para a primeira etapa de tramitação da matéria.

O presidente deverá ser o senador Bendito de Lira (PP-AL). Já o relator será um deputado. Inicialmente, a ideia era que Rogério Marinho (PSDB-RN), que foi o relator da reforma na Câmara, também fosse o da MP, mas as conversas não avançaram.

“Infelizmente, qualquer pergunta em relação a esse tema tem que ser dirigida ao presidente do Congresso Nacional [Eunício Oliveira]. As medidas provisórias são congressuais [Câmara e Senado, com comissões mistas] e desde que a medida veio para o Congresso, dia 14 de novembro, até agora o presidente ainda não acenou de que forma essa comissão iria funcionar. Vários partidos já designaram membros, mesmo assim o presidente ainda não definiu o funcionamento da comissão. Eu fui indicado pelo líder do governo como relator, mas a rotina, a liturgia é de primeiro eleger o presidente, que será alguém do Senado”, explicou Marinho à Agência Brasil.

O deputado lembrou que o presidente geralmente acata a designação feita pela liderança do governo que é fruto de um consenso e de um rodízio entre os partidos. “Não tenho mais expectativa sobre isso não, já era pra estar funcionando, não vou agora fazer prognóstico, vamos aguardar o que o presidente do Congresso vai decidir”, disse o deputado.

Acordo

A edição da MP foi um compromisso do presidente Michel Temer com os senadores, que estavam insatisfeitos com alguns pontos da reforma aprovada na Câmara. O acordo garantiu que o texto fosse aprovado pelo Senado sem alterações, para que a matéria não tivesse de ser analisada mais uma vez pelos deputados, pois o governo tinha pressa.

O atraso na instalação da comissão acontece porque o presidente do Senado e do Congresso, Eunício Oliveira (MDB-CE), busca garantir que as modificações acertadas com Temer sejam mantidas na MP. Já Marinho indicou anteriormente que não tem esse compromisso, o que causa desconforto.

Até o fechamento desta reportagem o presidente do Senado não foi encontrado para comentar o assunto.

(Agência Brasil)

Atriz Glória Menezes é internada com infecção respiratória

Está internada no Hospital CopaStar, na zona sul do Rio, a atriz Glória Menezes (83). A causa seria uma infecção respiratória, segundo boletim médico.

A direção do hospital não informou quando a atriz foi internada.

Glória Menezes está afastada das novelas da Rede Globo desde 2015 A sua última participação ocorreu na novela Totalmente Demais.

(Foto -Divulgação)

Shalom anuncia o Festival Halleluya 2018

A Comunidade Shalom anunciou, durante o Renascer, a data de um dos maiores eventos musicais do País: o Festival Halleluya.

Além do anúncio, nessa teça-feira à noite, no ginásio Paulo Sarasate, houve o lançamento da blusa oficial do evento que acontecerá de 25 a 29 de julho próximo, no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU). A entrada será gratuita.

SERVIÇO

*Mais informações: facebook.com/festivalhalleluya

(Foto – Divulgação)

Carnaval do Rio – Escola vencedora sai nesta tarde de quarta-feira

Salgueiro é uma das favoritas.

A abertura dos envelopes com as notas das escolas de samba do grupo especial do Carnaval do Rio de Janeiro ocorrerá na tarde de hoje, a partir das 15h30min, na Praça da Apoteose, no Sambódromo.

Antes da leitura das notas, o presidente da Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), Jorge Castanheira, fará um sorteio para definir a ordem de leitura dos quesitos.

O último quesito sorteado será o primeiro para fazer o desempate entre duas ou mais agremiações que obtiveram a mesma pontuação.

De acordo com a Liesa, as seis primeiras classificadas voltarão a se apresentar no Sambódromo no sábado (17), no desfile das campeãs. As duas últimas colocadas caem para o grupo de acesso.

(Agência Brasil)

Campanha da Fraternidade 2018: superação da violência

Confira o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Aborda o tema da Campanha da Fraternidade deste ano.

Findo o Carnaval, é hora de voltar à rotina depois de uma catarse que serviu também de canal para o desabafo político da população, como é tradição. Desta vez, ainda mais fortemente, em razão da crise que continua a incomodar a sociedade. A Quarta-Feira de Cinzas coloca-nos de novo frente à transitoriedade da vida (“Lembra-te, ó homem, que és pó”), mas, também, traz o apelo de se viver essa passagem, não isoladamente, mas em comunhão com o outro. É o que faz a Igreja Católica ao escolher esta data para lançar anualmente a Campanha da Fraternidade. Neste ano, o tema é “Fraternidade e superação da violência”, e o lema “Em Cristo somos todos irmãos”.

Mais uma vez, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) mostrou-se sintonizada com a sociedade ao trazer à tona um dos problemas que mais a afligem: a violência. A Igreja Católica, em conjunto com outras igrejas irmãs, tem uma ampla capilaridade por todo o território nacional e pode dar uma contribuição importante não só ao debate dessa questão, mas, para o encontro de soluções, a partir da base da sociedade, ajudando a superar o gap existente entre a representação política e os cidadãos, no momento em que ambos parecem cada vez mais de costas, um para o outro.

Criar uma cultura de paz, efetivamente, exige um aprendizado de convivência que se inicia no próprio ambiente familiar, onde a prática do respeito mútuo, do perdão e do amor tem importância decisiva. Mas, antes, é preciso que a própria família sobreviva à desestruturação causada por um contexto de desigualdade e exclusão social escandaloso, falta de acesso aos serviços públicos básicos e todas as mazelas que se abatem sobre quem não tem igualdade de oportunidades. Aí se encontram as raízes básicas da violência. Se houver acesso universalizado a serviços públicos de qualidade, nas áreas de saúde, educação, seguridade social, segurança pública, se terá uma base mínima de dignidade humana para se conquistar o resto. Sem isso, dificilmente, a violência será reduzida.

Não basta a um país ser rico. Os EUA, por exemplo, são riquíssimos, mas a sociedade é violenta. A causa está na desigualdade. Não é à toa que tem a maior população carcerária do mundo. Por enquanto, tem condições financeiras para bancá-la (uma opção que o Brasil não tem). Então, a Igreja, pela sua credibilidade (quando comparada a instituições públicas desgastadas como as nossas) tem a oportunidade de levar essa discussão à fundo, chamando os crentes e pessoas de boa vontade a se assumirem como cidadãos participativos para construir as bases de uma sociedade solidária, como reclama sua própria doutrina social e, assim, frear a violência.

CNBB lança Campanha da Fraternidade com alerta sobre violência

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançará , nesta quarta-feira, em todas as dioceses do Brasil a Campanha da Fraternidade que tem como temática a superação da violência com base em uma cultura de paz. O lançamento será na sede provisória da CNNB, em Brasília, e terá a presença da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

O tema “Fraternidade e Superação da Violência” foi escolhido em 2016, quando o Brasil teve recorde de mortes violentas intencionais: 61.619 vítimas, o equivalente a 168 por dia, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Para o secretário-executivo da campanha, padre Luís Fernando, a superação da violência também “exige comprometimento e ações envolvendo a sociedade civil organizada, a Igreja e os poderes constituídos para a formulação de políticas públicas emancipatórias que assegurem a vida e o direito das pessoas em uma sociedade”.

ProUni 2018 – Resultado sai nesta quarta-feira

Será divulgado nesta quarta-feira o resultado do Programa Universidade para Todos (Prouni). Virá através do site http://siteprouni.mec.gov.br/. A informação é de agências.

Os candidatos pré-aprovados devem comprovar os dados pessoais informados na inscrição entre os dias 15 e 23 de fevereiro, na universidade onde estudarão. Só assim terão suas vagas garantidas.

O programa oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais.

Segunda chamada

Haverá a divulgação de uma 2ª lista de aprovados no dia 2 de março. Caso o candidato não seja aprovado novamente, poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 16 e 19 de março, no site do Prouni.

Poderão concorrer à primeira opção de curso aqueles que:

Não foram pré-selecionados nas chamadas regulares;

Foram pré-selecionados só na segunda opção de curso, mas não houve formação de turma.

Poderão concorrer à segunda opção de curso aqueles que:

Não foram pré-selecionados nas chamadas regulares e não houve formação de turma na primeira opção;

Foram pré-selecionados na primeira opção de curso, mas reprovados porque não houve formação de turma.

DETALHE – O Prouni disponibilizará os boletins de desempenho de cada participante para as instituições de ensino que integram o programa. Caberá a elas analisar quantas vagas não foram ocupadas para convocar novos candidatos. O resultado da lista de espera será publicado pelas universidades no dia 20 de março.

Carnaval deve movimentar R$ 6 bilhões e gerar 20 mil empregos

O maior feriado do calendário brasileiro vai aquecer corpos, ruas e também a economia. Após três anos em queda, a movimentação financeira gerada pelo carnaval deve registrar crescimento em 2018. Ao todo, R$ 6,25 bilhões devem ser injetados na economia, se confirmada a previsão da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Já o Ministério do Turismo estima que a festa envolva 11 milhões de turistas, entre os quais 400 mil estrangeiros.

Uma dessas pessoas que virão de longe é a artista francesa Anna Bouillet. Ela disse que espera viver o carnaval brasileiro como um sonho. “Estranho”, “chocante” e “de intensa felicidade” são algumas das palavras que ela usa para resumir toda essa expectativa. O destino será o carnaval do Recife, cujas imagens evitou ver antecipadamente para “ter uma experiência total”.

“Imagino que a cidade inteira está parada e todo o mundo lá fora a dançar e a festejar. A música por todo lado. Imagino uma espécie de loucura coletiva, de uma energia incrível partilhada entre as pessoas”, relata Anna, que depois da festa viajará por outras cidades e regiões do país.

Quanto aos foliões brasileiros, o Ministério do Turismo informou à Agência Brasil que eles tendem a fazer deslocamentos curtos. “Em um país de dimensões continentais, o turismo inter-regional e interestadual tem grande força”, informou.

Setores econômicos

Neste ano, 85% de toda a receita gerada no carnaval devem vir dos segmentos de alimentação fora do domicílio, tais como bares e restaurantes (R$ 3,6 bilhões); transporte rodoviário (R$ 1,03 bilhão) e serviços de alojamento em hotéis e pousadas (R$ 705,6 milhões), detalha estudo da CNC. As atividades artísticas, esportivas e de lazer devem somar R$ 497,3 milhões. As pessoas que contratarão agências de viagens em busca de festas ou de descanso aportarão R$ 173,8 milhões.

Para a CNC, a principal razão para a reação no setor está no comportamento recente da inflação. Como resultado desse movimento, o estudo estima a contratação de 19,3 mil trabalhadores temporários entre janeiro e fevereiro de 2018, 8,9% a mais do que no carnaval de 2017 (17,7 mil). O segmento de serviços de alimentação deverá oferecer cerca de 70% das oportunidades de emprego, com 13,7 mil postos.

(Agência Brasil)

Roberto Requião é o relator da emenda que extingue o auxílio-moradia

O senador Roberto Requião (MDB-PR) foi designado o relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do projeto de auxílio-moradia que tramita no Congresso Nacional. A Proposta de Emenda à Constituição 41 é de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

O texto altera o artigo 39 da Constituição Federal, para vedar o pagamento de auxílio-moradia aos membros dos três Poderes, sob a justificativa de que o benefício “se transformou em forma de concessão de reajuste do subsídio de parlamentares, ministros de Estados, magistrados e membros do Ministério Público, e, ainda, de burlar o teto remuneratório”, além de o classificar como privilégio.

Uma PEC não precisa de sanção presidencial. Requer, no entanto, ser apreciada em dois turnos nas duas casas legislativas e só será aprovada se alcançar, na Câmara e no Senado, três quintos dos votos dos deputados (308) e dos senadores (49).

Em uma enquete promovida pelo portal do Senado, mais de 19 mil pessoas responderam que aprovam a matéria, enquanto apenas 61 votaram contra a proposição que limita o auxílio-moradia.

(Agência Senado)

Mais de 65% das cidades brasileiras não farão Carnaval. É o bloco da liseira

A crise econômica ainda marca os municípios brasileiros, por isso muitos resolveram dar outras prioridades para seus recursos e não fazer Carnaval.

Uma pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) junto a 3.426 municípios, 61,5% do total, aponta que 1.649 não contribuirão com o Carnaval deste ano. O número equivale a 65,4% das cidades analisadas.

Mais de 50% dos gestores responderam que a existência de outras prioridades foi o motivo para  não garantir suporte financeiro ao evento. Já 45,5% apontaram a falta de recurso destinado ao carnaval e outros 7,9% disseram ter outra demanda da sociedade.

A Confederação Nacional de Municípios concluiu que os mais atingidos são os municípios com até 50 mil habitantes. Para a Confederação, por serem cidades pequenas, são “os que mais dependem dos repasses das transferências constitucionais, sendo assim priorizam outras áreas”.

(Agência Brasil)

Futebol no Carnaval – Ceará e Fortaleza “desfilam” em campo neste sábado

Chamusca comanda o Vovô.

Não tem pra bloco carnavalesco, fantasia e nem folia. No Ceará, o sábado de Carnaval será de compromisso importante. Hoje, às 18 horas, o Alvinegro enfrenta o Horizonte, no Castelão, em partida que pode, com duas rodadas de antecedência, deixar bem encaminhada a classificação à próxima fase do Estadual.

Em caso de vitória, o Ceará abre seis pontos de diferença para o 7º colocado, primeiro time fora da zona de classificação, que é o próprio Horizonte.

 

Rogério Ceni é o técnico do Leão.

 

Já o Fortaleza volta a campo pelo Campeonato Cearense às 16h30min deste sábado, contra o Guarani, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

O Leão precisa da vitória para se manter na liderança do certame. A partida vale também como reabilitação, já que o último resultado do tricolor foi uma derrota no Clássico-Rei.

Outros jogos

Além de Horizonte x Ceará e Guarani de Juazeiro x Fortaleza, a rodada deste sábado de Carnaval tem ainda mais dois jogos pelo Cearense.

No estádio Morenão, em Iguatu, o time da casa recebe o Floresta, às 16 horas. O duelo é um confronto direto de duas equipes que ocupam lugar no G-4 e possuem a mesma campanha: 11 pontos, com 3 vitórias, 2 empates e 1 derrota.

Quem vencer praticamente garante classificação para a 2ª fase do Estadual. A seu favor, o time mandante tem o fator casa, já que está invicto atuando em seus domínios. Em três jogos em seu estádio, o Iguatu venceu dois e empatou um.

O sábado tem ainda Uniclinic x Tiradentes, encontro de times da Capital, que se enfrentam às 16 horas, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

(Com O POVO)

Carnaval de Fortaleza – Margareth Menezes é atração

A programação do primeiro dia de Carnaval de Fortaleza está repleta de atrações em diferentes pontos da cidade. São nove polos ao todo, cada um com uma programação diferente durante todo o dia. No bairro Benfica e no Passeio Público, no Centro da cidade, as atividades já começam nesta manhã deste sábado. O Benfica recebe, entre outras atrações, o bloco Luxo da Aldeia, que toca o repertório de músicos e compositores cearenses.

À noite, começa o desfile dos maracatus na Avenida Domingos Olímpio, e o aterrinho da Praia de Iracema recebe o Bloco das Travestidas – formado por travestis e transformistas sob o comando de Gisele Almodóvar (Silvero Pereira) e Mulher Barbada (Rodrigo Ferrera) – e a cantora baiana Margareth Menezes.

*Confira a programação completa deste sábado (10):

17h: Aterrinho
Bloco Geração Coca-Cola
Bloco das Travestidas

Margareth Menezes
Das 16h às 19h: Mercado dos Pinhões

As Damas Cortejam
Das 9h às 18h: Benfica
9h: Banda Pacote de Biscoito, Raízes do Griô
13h: Alexandra Elói
15h: Luxo da Aldeia
Das 9h às 11h: Passeio Público

Banda Só Alegria
Das 17h às 20h: Mercado da Aerolândia
Tarcísio Sardinha e Banda
Das 18h às 22h: Mocinha

Bloco Num Spaia Sinão Ienche
Das 17h às 19h: Mercado dos Peixes

Charanga Os Foliões da Serra
Das 17h às 19h: Mercado Joaquim Távora

Charanga Frevo Folia

Domingos Olímpio
18h40: Maracatu Kizomba
19h20: Maracatu Axé de Oxossi
20h: Maracatu Nação Palmares
20h40: Maracatu Rei Zumbi
21h20: Maracatu Nação Pindoba
22h: Maracatu Filhos de Iemanjá
22h40: Maracatu Az de Ouro
23h20: Maracatu SolarVeja a programação completa do Carnaval 2018

 

(Agência Brasil)

Carnaval 2018 – Ministério do Turismo fará campanha contra exploração de crianças e adolescentes

 

O Ministério do Turismo prepara uma forte campanha de sensibilização dos turistas que viajam durante o Carnaval para alertar sobre a importância de denunciar casos de violação dos direitos das crianças e adolescentes no período. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Em uma ação articulada com a Secretaria de Direitos Humanos e a Infraero, foi escolhido o aeroporto de Recife para reunir crianças e adolescentes, que vão surgir nas esteiras de bagagem, no lugar das malas dos viajantes, em situações consideradas vulneráveis.