Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Acesso à educação infantil ainda é desigual no país, aponta a Secretaria de Assuntos Estratégicos

O ingresso das crianças na educação infantil é desigual e varia de acordo com a renda. É o que mostra os dados da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República apresentados nesta terça-feira (16) no Seminário Internacional Marco Legal da Primeira Infância, promovido pela Câmara dos Deputados.

Segundo os números da SAE, em 2011, 45% das crianças com até três anos de idade das famílias 10% mais ricas frequentavam creches. Entre as famílias 10% mais pobres, o acesso à educação foi quase quatro vezes menor, alcançando cerca de 12%. Ao longo do tempo, o aumento do acesso também foi desigual. De 2001 a 2011, entre os 10% mais ricos, houve aumento de 14 pontos percentuais em relação ao número de crianças em creches. Já entre os 10% mais pobres, esse crescimento foi menos da metade: 6 pontos percentuais.

De acordo com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, depois do Brasil Carinhoso, a porcentagem de crianças com até 6 anos em extrema pobreza caiu de 13,3% para cerca de 3%, diminuindo quatro vezes. O programa, que garante renda mínima de R$ 70 por integrante de família com crianças e jovens até 15 anos, foi ampliado em novembro passado. Foram 2,8 milhões de crianças que saíram da extrema pobreza.

Para que a defasagem escolar fosse corrigida, foram tomadas algumas providências como o aumento em 66% do valor repassado para a merenda escolar e a antecipação de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para cada vaga aberta em creches.

O seminário continua até quinta-feira (18). A partir das discussões, a Câmara dos Deputados vai criar uma Comissão Especial da Primeira Infância, que deve elaborar um novo marco legal para a faixa etária. O marco deve complementar o Estatuto da Criança e do Adolescente e, segundo o deputado federal Osmar Terra (PMDB-RS), um dos organizadores do seminário, deve ser votado até o final do ano.

(Agência Brasil)

Projeto que anistia PMs e bombeiros grevistas cearenses será votado nesta 4ª feira

72 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7QrIs1qyi0s[/youtube]

Será votado nesta quarta-feira, às 10 horas,  na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, o projeto que dá anistia aos policiais militares e bombeiros cearenses que realizaram greve geral do fim de 2012 ao começo deste ano. A greve, por melhores condições salariais e de trabalho, provocou situação de caos no Estado e, em especial, em Fortaleza.

O vereador Capitão Wagner, na época um dos líderes do movimento, diz como ocorrerá essa votação. Ele adianta ainda que continua o processo de negociações com o Estado no que diz respeito  algumas pendências desse movimento.

Ministério Público Federal lembrará, com audiência pública, o Dia do Índio

O Ministério Público Federal, por meio da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão (populações indígenas e comunidades tradicionais), realizará audiência pública na próxima sexta-feira, às 14h, no Auditório Juscelino Kubitschek da Procuradoria Geral da República (SAF Sul, Quadra 4, Conjunto C), em Brasília. O ato faz parte da mobilização nacional em defesa das terras indígenas.

Em 19 de abril, é celebrado o Dia do Índio, momento propício para refletirmos sobre esses povos que ocupam o território brasileiro desde muito antes da chegada dos exploradores europeus a partir do ano 1500. O MPF, um dos órgãos responsáveis pela defesa dos direitos indígenas, aproveita a data para intensificar uma discussão muito importante: a garantia das terras que tradicionalmente ocupam, prevista na Constituição (artigo 231) e no Estatuto do Índio (Lei n° 6.001, de 19 de dezembro de 1973).

(Com MPF)

Presidente da Motorola visita Fortaleza

Paulo Cunha_Motorola
O presidente da Motorola Solutions no Brasil, Paulo Cunha, é o convidado do evento “Almoço Empresarial”, que a Associação Jovens Empresários de Fortaleza (AJE Fortaleza), promoverá nesta quarta-feira, a partir de 12 horas, no Restaurante Geppos (Jardins Open Mall).
 
Paulo Cunha é formado em Engenharia pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e tem especialização em Marketing e Finanças pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Antes de ingressar na Motorola Solutions, foi o responsável pela Direção de Vendas para o governo por oito anos na Microsoft e presidiu a Intel entre 2000 e 2004. Também atuou na HP e em companhias como The Silicon Graphics Group (Sgi), Informix Software e Sisgraph.
SERVIÇO
Restaurante Geppos – Avenida Desembargador Moreira, 1011 – Aldeota (Jardins Open Mall)
Os interessados devem confirmar presença até 10 horas do dia do evento pelo e-mail aje@aje.org.br ou pelo número (85) 8703-7815.

UFC inscreve para curso de Língua Portuguesa e Cultura Brasileira

“Estão abertas, até 20 de abril, as inscrições para o curso de extensão “Língua portuguesa e cultura brasileira para falantes de outras línguas”, atividade do Observatório das Ciências da Linguagem, vinculado ao Departamento de Letras Vernáculas e do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará.

Com carga horária de 40 horas-aula, será ministrado no bloco didático de Letras (área 1 do Centro de Humanidades, Campus do Benfica), às terças e quintas-feiras, no período de 7 de maio a 11 de julho, das 18h30min às 20h, por graduandos de Letras, matriculados na disciplina de “Estágio em Língua Portuguesa”.

Os interessados deverão fazer teste de proficiência, em data e local a serem comunicados em resposta ao e-mail de inscrição (plip@ufc.br), a fim de serem divididos em grupos básico, médio e avançado. Para se inscrever, o candidato deve enviar mensagem eletrônica, até o dia 20 de abril, com o assunto “INSCRIÇÃO”, para plip@ufc.br. No corpo da mensagem, deve informar nome e nacionalidade. Ao apresentar-se para o teste de nível, o candidato deverá comprovar que se encontra legalmente no Brasil.”

(Site da UFC)

Assembleia Legislativa será palco de seminário sobre Desafios do Ensino Médio

A Assembleia Legislativa será palco, às 14 horas da próxima sexta-feira, do seminário “Currículo e Formação – Desafios para o Ensino Médio”. A promoção é dos mandatos dos deputados federais Chico Lopes (PCdoB) e Artur Bruno (PT) com a Comissão de Educação da Assembleia, presidida pelo deputado Professor Teodoro (PSDB).

O seminário ocupará espaços no Complexo das Comissões e será aberto à participação de todos os interessados no tema como professores, pesquisadores e estudantes. O objetivo, segundo o deputado federal Chico Lopes (PCdoB), é definir propostas a serem levadas à Comissão Especial para a Reformulação do Ensino Médio, da Câmara dos Deputados, para contribuir sobre o debate nacional quanto aos novos rumos do ensino médio.

 

Mensalão – Marcos Valério promete "esmiuçar" o que disse sobre Lula

O procurador da República Francisco Guilherme Bastos pediu, em 3 de abril, que a delegada da Polícia Federal responsável pelo inquérito instaurado para investigar eventual elo de Lula com o mensalão ouça de novo Marcos Valério. A informação é de Vera Magalhães, na Folha de S.Paulo desta terça-feira.

Segundo a colunista, nas palavras de advogados, o publicitário vai ‘esmiuçar” os sete itens do depoimento dado em setembro: ”O pivô do escândalo disse a interlocutores que pretende detalhar os fatos que compilou num documento e que envolveriam o ex-presidente. Na semana passada, advogados de Lula tentaram obter cópia do inquérito com a delegada Andréa Pinho, em Brasília, mas ela negou acesso.”

Diretor da ANA vai ser sabatinado. Estiagem constará na agenda?

“A Comissão de Meio Ambiente do Senado vai se reunir amanhã para sabatinar Paulo Lopes Varella Neto, diretor da Agência Nacional de Águas que pleiteia a recondução ao cargo. Em tempos de seca escaldante e prejuízos ainda incalculáveis no Nordeste, não faltarão temas para testá-lo.

Mas se quiser garantir a permanência na diretoria da ANA, Varella Neto não deve reproduzir, durante a sabatina, a frase dita por um integrante do alto escalão da agência a Cássio Cunha Lima, ironizando o baixíssimo conhecimento dos parlamentares sobre a atuação da ANA.

Provocou o representante da agência:

– Quando somos convocados a sabatinas no Congresso, me dá vontade de dizer que só vou responder perguntas a quem souber a diferença entre jusante (parte mais alta, próxima a nascente) e montante (mais baixa, próxima a foz) de um rio.”

(Coluna Radar – Veja Online)

Dirigente do PPS/CE garante que fusão com PMN vai ser concretizada

Do secretário estadual de comunicação do PPS, Paulo Sombra, recebemos nota sobre a posição do dirigente estadual do PMN, Reginaldo Moreira, contrário à fusão do PPS com O PMN. Confira;

Sobre a matéria veiculada ontem no Blog do Eliomar e hoje no jornal O POVO (“Dirigente se diz contra a fusão entre PPS e PMN”), gostaria de afirmar que ontem (15) aconteceu uma proveitosa reunião entre o presidente estadual do PPS, Alexandre Pereira, e o deputado estadual Mário Hélio, do PMN, onde ambos reiteraram a importância da fusão e se comprometeram a colaborar com o processo no Ceará.

Aqui no estado, o novo partido será presidido por Alexandre Pereira, devendo algumas funções na direção ser ocupadas por atuais integrantes do PMN, ou seja, estamos caminhando para uma composição saudável.

Com a fusão, o novo partido no Ceará terá inicialmente 80 vereadores e 4 vice prefeitos. Dezenas de vereadores de diversas siglas em todo o estado já manifestaram interesse em migrar para a nova agremiação, já que com o nascimento do novo partido haverá a janela para filiações sem perda de mandato. Alguns prefeitos e vice prefeitos também estão buscando diálogo para possível filiação. Estamos analisando caso a caso, focando em fortalecer a novo partido em todo o estado.

Também há conversas com deputados federais, mas ainda de modo preliminar. O novo partido será integrante da base de apoio do governador Cid Gomes no estado. Coloco-me à disposição para maiores informações sobre a fusão e para intermediar eventuais contatos.

Atenciosamente,

* Paulo Sombra
Secretário Estadual de Comunicação – PPS Ceará.

Aécio Neves agenda visita ao Ceará

aecionevess

“O senador Aécio Neves, presidenciável do PSDB, cumprirá agenda em Fortaleza no dia 10 de maio próximo. A data foi acertada ontem, em Brasília, segundo informa o vice-presidente regional da legenda, deputado federal Raimundo Gomes de Matos.

Aécio, entre alguns compromissos, virá prestigiar a convenção estadual tucana que elegerá a nova cúpula. Marcos Cals tem o nome cogitado para se reeleger, mas surgiu outra opção: o ex-senador Luiz Pontes.

Seja quem for o ungido, uma certeza: o PSDB terá candidato a cargo majoritário como forma de garantir palanque para Aécio Neves no Ceará.’

(Coluna Vertical, do O POVO)

Receita Federal ainda espera cerca de 16 milhões de declarações do Imposto de Renda

“A Receita Federal recebeu mais de 10 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2013. O volume representa aproximadamente 38,5% do total estimado neste ano (26 milhões). Os contribuintes que ainda não informaram os dados precisam ficar atentos, pois o prazo termina no dia 30 de abril.

As declarações podem ser enviadas pela internet ou entregues em disquetes nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, durante o horário de funcionamento dessas unidades. O programa de computador gerador da declaração está disponível na página da Receita Federal desde 25 de fevereiro. Para transmitir a declaração, é preciso instalar também o Receitanet, que pode ser baixado no mesmo endereço.

 

Titular do MPF de Sobral é nomeado desembargador federal do TRF-5

O procurador federal Fernando Braga Damasceno, titular do Ministério Público Federal de Sobral (Zona Norte), acaba de ser nomeado para desembargador federal do Tribunal Regional Federal (TRF), da 5ª Região, com sede no Recife. A nomeação saiu no Diário Oficial da União e foi assinada pela presidente Dilma Rousseff.

Fernando Braga Damasceno estava numa lista tríplice ao lado dos procurador Antônio Edílio Magalhães Teixeira, por sinal o mais votado da lista, e o procurador Márcio Torres, que estava atuando na área eleitoral.

 

Coelce quer reajuste de 8,1% da conta de luz

79 1

“A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) define, hoje, a nova tarifa que será cobrada dos consumidores residenciais, comerciais e indústrias do Ceará a partir do dia 22 de abril. Essa é a data programada para a correção dos valores praticados pela Companhia Energética do Ceará (Coelce). O reajuste tarifário anual de energia será o primeiro assunto da pauta de discussão da 13ª reunião pública da diretoria da Agência. A proposta encaminhada pela Coelce solicita o reajuste médio de 8,1% para os consumidores cearenses.

Com o reajuste, a tarifa que está em vigor desde o dia 24 de janeiro será alterada. Na última revisão, os consumidores residenciais cearenses foram contemplados com a redução de 18,05% na conta de energia. A medida foi implementada após a renovação dos contratos de concessão de transmissão e geração de energia com o vencimento previsto até 2017. Caso a Aneel acate a proposta da Coelce, os consumidores vão perder parte da redução anunciada em janeiro.

De acordo com o deputado estadual Lula Morais (PCdoB), é possível haver uma nova redução da tarifa energética cobrada no Ceará, caso a emenda proposta pelo senador Inácio Arruda (PCdoB) seja aprovada junto com a MP 605/2013 que tramita no Congresso Nacional. Segundo Morais, desde 2003, vigora um contrato assinado entre a Coelce e a Endesa Fortaleza, usina termelétrica instalada em Caucaia também chamada de TermoFortaleza, que prevê a concessão exclusiva, pela usina, de 33% de toda a energia consumida no Estado. Com o documento, a Coelce fica obrigada a comprar a energia que será distribuída da termoelétrica. As duas empresas, por sua vez, fazem parte do mesmo grupo.

O deputado federal explica que, em função do contrato, os consumidores pagam uma tarifa, em média, 20% mais cara. A energia fornecida pela Endesa Fortaleza é adquirida no mercado livre, uma vez que a capacidade instalada da usina não seria suficiente para atender 33% do mercado cearense. Caso a MP 605/2013 se transforme em Lei, a expectativa do deputado é que o contrato da Coelce com a Endesa Fortaleza seja anulado. “A nossa tarifa está superfaturada por conta desse contrato. Esse contrato vende o megawatt por R$ 170. Enquanto o restante é adquirido por R$ 31. Como é que a gente tem um contrato que agride toda a economia do Ceará?”, questionou o parlamentar.

A Coelce, por meio de nota, afirma que a empresa atende a regulamentação do setor elétrico. “Vale ressaltar que as concessionárias compram energia de geradoras de fontes hidráulicas e térmicas, distribuídas por todo o país e que possuem preços variados de compra e venda de energia”, justifica a empresa.”

(O POVO)

Justiça brasileira condena pouco em crimes de colarinho branco, diz CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou nessa segunda-feira (15) pesquisa com dados de processos judiciais envolvendo corrupção, lavagem de dinheiro e improbidade administrativa. Ainda incompleto, o levantamento revela que, em 2012, havia 25.799 processos sobre esses temas em tramitação na Justiça brasileira, mas apenas 205 réus foram condenados definitivamente.

Segundo a pesquisa, os tribunais brasileiros aceitaram, em 2012, 1.763 denúncias criminais envolvendo corrupção e lavagem de dinheiro e abriram 3.743 processos civis por improbidade administrativa. Foram registrados 594 julgamentos definitivos e 96 prescrições. As prescrições são o arquivamento de processos por demora no julgamento.

O levantamento foi feito em fevereiro deste ano e englobou dados do Superior Tribunal de Justiça (STJ), dos cinco tribunais regionais federais e dos tribunais das 27 unidades da Federação. Várias cortes não responderam, ainda que parcialmente, deixando o levantamento incompleto. As faltas variam de acordo com a questão apresentada na pesquisa.

Segundo a assessoria do CNJ, os tribunais que não se manifestaram estão sendo cobrados.  Esse é o primeiro levantamento nacional para controlar a tramitação de processos envolvendo os chamados crimes do colarinho branco. Mesmo sendo responsável por colher os dados, o CNJ disse que não pode garantir a veracidade das informações, pois cada tribunal atua de forma autônoma.

Em uma das etapas da pesquisa, o CNJ pergunta quantas prescrições os tribunais registraram em ações penais envolvendo réus com prerrogativa de foro. A pergunta dizia respeito a todos os tipos de crime, no período entre 2010 e 2011. Do total de 2.896 prescrições informadas, 1.566 são do Maranhão e 1.287 são de Roraima.

Um dos objetivos da pesquisa é melhorar a imagem do Brasil no Grupo de Ação Financeira Internacional (Gafi), criado em 1989 para desenvolver políticas de prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo. Segundo o CNJ, a falta de dados processuais sobre esses crimes é um dos motivos de preocupação do órgão.

A pesquisa também vai mostrar como o país está caminhando na implantação da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção (Uncac) e na Estratégia Nacional contra a Corrupção e a Lavagem de Dinheiro (Enccla), coordenada pelo CNJ.

(Agência Brasil)

Ciro Nogueira defende redução da maioridade penal

46 1

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) lembrou o assassinato do estudante Victor Hugo Deppman, de 19 anos, na semana passada, para defender a redução da maioridade penal no país. O estudante foi assassinado por um menor que completou 18 anos três dias depois de cometer o crime.

O assassinato fez com que vários crimes assemelhados cometidos em todo o país fossem relembrados, o que, para o parlamentar, representa “um marco na mobilização dos brasileiros que exigem mecanismos legais para dar um basta aos incontáveis crimes cometidos por adolescentes que atuam protegidos pela menoridade”.

Ciro Nogueira disse ter chegado a hora de o Congresso Nacional discutir “de forma madura e desapaixonada” a redução da maioridade penal. O sendor, que apresentou um projeto sobre o tema, lamentou que a legislação não permita sequer a divulgação do nome do assassino do estudante.

– Vamos pensar que o assassino do estudante Victor Hugo, assim como milhares de outros criminosos em todo o país, empunham mais do que uma arma, uma pistola, uma faca: eles também estão armados com esta cláusula do Estatuto da Criança e do Adolescente, que garante aos menores de 18 anos que não podem ser penalizados ou punidos – disse o senador, para quem apenas a redução da maioridade penal poderá acabar com essa sensação de impunidade que amedronta as famílias brasileiras.

O senador afirmou que o Direito deve acompanhar a evolução da sociedade e, hoje, os jovens amadurecem mais rápido. Para ele, a redução da maioridade, por si só, não resolveria os graves problemas de segurança do país, mas iria diminuir o número de crimes praticados por menores em função da impunidade.

(Agência Senado)

José Pimentel quer diaristas recolhendo apenas 5% do salário minimo para o INSS

Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ): senador José Pimentel (PT-CE) durante discussão sobre propostas relativas à reforma política

O senador José Pimentel (PT) apresentou projeto garantindo que os diaristas poderão recolher à Previdência Social apenas 5% do salário mínimo. A matéria foi apresentada pelo parlamentar cearense nesta segunda-feira. A proposta altera a Lei da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte (LC 123/06) para incluir o diarista no rol de microempreendedores individuais (MEI).

Com isso, o profissional que realiza atividade de limpeza ou serviços domésticos sem vínculo empregatício, de acordo com Pimentel, poderá se inscrever como MEI e, dessa forma, garantir proteção previdenciária por meio da contribuição de 5% do salário mínimo. Ele também terá de recolher R$ 5,00 mensais ao município, a título de Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

“Não há dúvida de que tal possibilidade será um estímulo à formalização desses trabalhadores”, afirmou José Pimentel. Ele lembrou que, hoje, o diarista só pode se inscrever como Contribuinte Individual, pagando 11% do salário mínimo. “Tomando o salário mínimo atual – R$ 678,00 – como base, esse profissional terá a expectativa de recolher R$ 38,90 mensais, já incluído o ISS, em vez dos R$ 74,58 que teria de pagar como Contribuinte Individual”, explicou o senador.