Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Projeto de reforma do Palácio da Luz será apresentado no Ministério da Cultura

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dhi7IoyvHp8&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Um projeto para reformar o prédio do Palácio da Luz, que abriga várias entidades culturais como a Academia Cearense de Letras, será apresentado nesta quarta-feira ao Ministério da Cultura. Ubiratan Aguiar, imortal da ACL, vai expor o projeto numa audiência conseguida pelo deputado federal Danilo Forte (PMDB). O objetivo é apoio financeiro.

Ubiratan Aguiar, em conversa com o Blog, adiantou detalhes desse projeto de reforma do Palácio da Luz, que revê requalificação do entorno.

Mensalão – STF retoma julgamento nesta 4ª feira

“O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma hoje (4) o julgamento dos recursos dos condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Os ministros passam a julgar os seis recursos que faltam ser analisados. Será a sétima sessão exclusiva de análise dos embargos de declaração, recursos usados para corrigir omissões ou contradições no acórdão, o texto final do julgamento.

O julgamento deve ser retomado com a análise do recurso do ex-assessor do PP João Cláudio Genu, condenado a cinco anos de prisão por lavagem de dinheiro. Na última quinta-feira (29), o julgamento do réu foi suspenso por um pedido de vista do ministro Luís Roberto Barroso porque os ministros não chegaram a um consenso sobre a redução da pena.
Também devem ser julgados os recursos do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, do advogado Rogério Tolentino, do ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE), do ex-sócio da corretora Bônus Banval Breno Fischberg e do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP).

No recurso de Cunha, o plenário do STF também deve analisar a questão da perda de mandato. No julgamento do ano passado, por cinco votos a quatro, os ministros decidiram que a perda do mandato dos quatro parlamentares condenados na ação penal deveria ser automática, caberia à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados cassar o mandato imediatamente. Quatro réus têm mandato parlamentar: José Genoíno (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e João Paulo Cunha (PT-SP).”

(Agêncai Brasil)

Só agora! Câmara dos Deputados aprova fim completo do voto secreto

“Numa resposta politicamente calculada ao dano de imagem gerado pela manutenção do mandato do deputado Natan Donadon, a Câmara aprovou na noite de ontem o fim completo do voto secreto no Congresso. A proposta estava engavetada havia sete anos, depois de ter sido aprovada em primeiro turno em setembro de 2006.

O sigilo do voto é visto, pelos próprios parlamentares, como causa do resultado favorável a Natan Donadon, preso desde junho, condenado por desvio de dinheiro público. A decisão, que também se aplica a assembleias legislativas e câmaras municipais, atinge votações de cassações de mandatos e análises de vetos presidenciais, entre outros pontos hoje votados de forma sigilosa.

A votação em plenário contou com folgada maioria após acordo de líderes pela aprovação do texto. Foram 452 votos a favor. Entre eles, o do deputado Pedro Henry (PP-MT), condenado no processo do mensalão e que poderá passar por processo de cassação na Casa. Os demais deputados condenados no escândalo, João Paulo Cunha (PT-SP), José Genoíno (PT-SP) e Valdemar Costa Neto (PR-SP), não votaram. Genoíno está em licença médica. A proposta, contudo, ainda terá de passar pelo Senado antes de entrar em vigor.”

(Com Agências)

Marcelo Pesseghini foi autor da morte dos pais, avó e tia

“Os laudos sobre as mortes de um casal de PMs, do filho dele de 13 anos e de outros dois parentes, ocorridas no dia 5 de agosto na Brasilândia, zona norte de São Paulo, apontam que a criança foi responsável pelos crimes, informou nesta terça-feira, 3, a Polícia Civil de São Paulo. De acordo com o delegado-geral, em entrevista à Rádio CBN, “os laudos se alinham com a investigação policial no sentido da autoria e do suicídio”. Porém, o delegado disse que os laudos precisam ser devidamente analisados e, caso necessário, será solicitada complementação dos laudos ou das testemunhas.

Durante as investigações foram ouvidas 48 pessoas, seguindo a linha da investigação policial de que Marcelo Pesseghini, 13, cometeu os crimes e se matou. Segundo o DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), órgão responsável pela apuração do caso, os delegados ainda analisam nove laudos e 25 relatórios dos Institutos de Criminalística e Médico Legal. Os laudos indicam que o pai e a avó do estudante foram assassinados a tiros enquanto dormiam; a mãe e a tia-avó do menino estavam acordadas ao receberam os disparos.

No último dia 4, Bernadete Silva, Benedita Bovo, Luís Marcelo Pesseghini, Andréia Pesseghini e Marcelo Pesseghini foram encontrados mortos na residência, na Zona Norte de São Paulo. Marcelo foi encontrado morto junto com a mãe Andréia Regina Bovo Pesseghini, 36 anos, policial militar, o pai Luís Marcelo Pesseghni, sargento da Rota, a mãe da policial militar, Benedita de Oliveira Bovo, 67 anos, a tia da policial, Bernadete da Silva, de 55 anos, em duas casas da família que ficam no mesmo terreno. ”

(Portal UOL)

SUS desativou quase 13 mil leitos entre 2010 e 2014; Fortaleza é a segunda no país

Entre janeiro de 2010 e julho de 2013, quase 13 mil leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) foram desativados. O levantamento, baseado em dados do Ministério da Saúde, foi feito pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

A psiquiatria, com 7.449 leitos a menos, foi a especialidade com maior queda. Na pediatria houve redução de 5.992; na obstetrícia, 3.431 e na cirurgia geral houve uma redução de 340 leitos. Em janeiro de 2010, o SUS tinha 361 mil leitos, em julho deste ano, caiu para 348.303.

O Ministério da Saúde explicou, em nota, que houve queda de leitos psiquiátricos em função de uma nova política, que não prioriza a hospitalização de pacientes com agravos de psiquiatria. Porém, a psiquiatra Fátima Vasconcelos avalia a política como “equivocada”. “Medicamentos novos permitem que os pacientes sejam tratados em casa, mas há inúmeras condições que precisam de internação”, disse Fátima. Na opinião da especialista falta planejamento na área, o governo não considerou os níveis de gravidade das doenças psiquiátricas.

Fátima diz que há ilhas de excelência em psiquiatria em hospitais universitários, mas a realidade do serviço público mostra que existe uma grande dificuldade de conseguir uma consulta. “Não existe esse ambulatório tão bem ajeitado que evite internações. É um viés ideológico. Achar que não existe doença psiquiátrica é uma insanidade”, disse Fátima.

No período do levantamento, nove estados apresentaram números positivos no cálculo final de leitos ativados e desativados nos últimos dois anos e meio: Rondônia (629), Rio Grande do Sul (351), Espírito Santo (239), Santa Catarina (205), Mato Grosso (146), Distrito Federal (123), Amapá (93), Roraima (24) e Tocantins (9).

Em números absolutos, os estados das regiões Sudeste e Nordeste foram os que mais sofreram redução no período. Na avaliação do presidente do CFM, Roberto d’Ávila, os dados revelam de forma contraditória o favorecimento da esfera privada em detrimento da pública na prestação da assistência à saúde.

No estado do Rio de Janeiro, 4.621 leitos foram desativados desde 2010. No Nordeste, a maior queda foi no Maranhão (-1.181). Entre as capitais, o Rio de Janeiro foi a que mais perdeu leitos na rede pública (-1.113), seguido por Fortaleza (-467) e Curitiba (-325).

Para o Ministério da Saúde, o CFM não considerou o contexto da redução de leitos. A pasta informou em nota, que entre 2007 e 2013, houve aumento de 63% no número de leitos de UTI no país, que passaram de mais de 11,5 mil para 18,8 mil e são voltados para pacientes em estado grave. A pasta também explica que houve ampliação nos programas de vacinação, o que diminuiu o número de crianças internadas e, consequentemente, a necessidade de leitos na área.

O Ministério da Saúde também destacou a criação do Programa Melhor em Casa, que oferece atendimento domiciliar com equipe multidisciplinar e o reforço na atenção básica e nas unidades de Pronto-Atendimento, ações que, de acordo com a pasta, reduzem a necessidade de leitos para internação.

(Agência Brasil)

CPI da Espionagem é instalada pelo Senado

“O Senado instalou hoje (3) a comissão parlamentar de inquérito (CPI) que investigará as denúncias de espionagem feita pela Agência de Segurança Nacional americana (NSA) às comunicações brasileiras via internet. No escândalo mais recente, reportagem veiculada pela Rede Globo denuncia que até a presidenta Dilma Rousseff e seus assessores próximos tiveram as correspondências rastreadas e monitoradas pela agência.

Preocupados com a segurança do jornalista Glenn Greenwald, que recebeu e divulgou os documentos do ex-agente da NSA, Edward Snowden, os membros da CPI aprovaram requerimento para que ele receba proteção policial. A presidente da comissão, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) lembrou que Greenwald teve o apartamento invadido no Brasil, quando foi roubado um laptop.

Além disso, foi aprovado requerimento para que a Polícia Federal disponibilize profissionais para assessorar a CPI. A presidenta da comissão também comunicou que entrará em contato com os ministros da Justiça e da Defesa, além da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Na primeira reunião da CPI, o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), que foi indicado relator, sugeriu que a presidenta se manifeste sobre o assunto durante a próxima reunião da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e durante visita da presidenta aos Estados Unidos.”

(Agência Brasil)

Eunício diz que relação com Cid vai bem, Ele descarta assédio oficial contra o PMDB

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=M-gOyR3LG6k&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, defendeu, nesta terça-feira, uma CPI para investigar o caso da espionagem dos EUA em autoridades brasileiras como a presidente Dilma Rousseff e ministros, como denunciou matéria do Programa Fantástico, da Rede Globo. Para Eunício, a soberania nacional deve ser preservada acima de tudo. O senador peemedebista aproveitou para defender o voto aberto nas votações do Congresso, incluindo cassação de mandato.

Sobre sua relação política com o governador Cid Gomes (PSB) desde o momento em que ocupa espaços como governamentável, o peemedebista garantiu que não há problema algum. Eunício também descartou que prefeitos do seu partido estejam sendo assediados pelo esquema político do governador. Mesmo assim, aproveitou para mandar um recado: no PMDB, fica quem quiser ficar, porque a direção partidária não iria tomar mandato de ninguém.

Secretário do Tesouro Nacional minimiza queda da produção industrial do País

“O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, minimizou o resultado da produção industrial, que teve queda de 2% entre junho e julho deste ano. O número, divulgado hoje (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi interpretado por alguns analistas como indicação de resultado negativo no terceiro trimestre do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país).

Para o secretário, o que importa, agora, é o crescimento do PIB no segundo trimestre, que ficou em 1,5% , em relação ao trimestre anterior. Ele lembrou que o resultado indica uma recuperação importante da economia brasileira, com o crescimento da produção industrial na comparação feita em 12 meses. “Portanto, do ponto de vista de médio e longo prazos, entendo que as bases para um retomada do crescimento econômico estão lançadas, e ela [retomada] vai ocorrer. Muito gente é mais, ou menos otimista, e isso é normal. Mas o PIB recentemente informado mostra que começa a dar resultado o trabalho de fundamentos que o Brasil vem fazendo para melhorar sua competitividade e ter um conjunto de estímulos à produção”, disse o secretário após audiência na Comissão de Assunto Econômicos do Senado.

Para a equipe econômica, esse crescimento vai se manter nos trimestres subsequentes, destacou Arno Augustin. De acordo com o secretário, é cedo para falar em PIB negativo no trimestre atual, que ainda não acabou. “Vamos avaliar o processo. Vamos avaliar os resultados no momento adequado, mas acho precipitado esse tipo de posicionamento.”

(Agência Brasil)

Cid volta a negar saída do PSB, mas deve apoiar instalação do Partido da Solidariedade

276 4

paulopereira-deputado

O governador Cid Gomes (PSB) reafirmou, mais uma vez, que não vai deixar o PSB. Foi durante almoço que ofereceu, nesta terça-feira, no Palácio da Abolição, para o presidente da Força Sindical e articulador do Partido da Solidariedade, deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT/SP). Pereira veio acompanhado do deputado federal Francischini, do Paraná, pedir apoio para a instalação da legenda no Estado. Cid prometeu apoio, mas disse que isso não implicaria em adesão futura sua.

O almoço contou com as presenças também do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), do presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, e do presidente estadual do PPS, Alexandre Pereira, presidente também do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (CEDE) e amigo particular de Paulinho da Força. Cid voltou a dizer que era uma “cortesia” esse compromisso.

Alexandre afastou também, na ocasião, a possibilidade de aderir ao Partido da Solidariedade. Paulinho veio buscar o mesmo apoio que Cid Gomes garantiu para o PRB e para o PSD do ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, no Estado. Estes dois partidos são hoje alternativas para acomodações políticas da base governista.

Fim do voto secreto – Câmara deve tansferir para o Senado a decisão

172 2

guimaraess

“Parada na Câmara dos Deputados há quase sete anos, depois de aprovada em primeiro turno, em 2006, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 349 de 2001, que acaba com o voto secreto em todas as deliberações do Câmara, volta à pauta hoje (3). A decisão foi acordada entre todos os líderes partidários em reunião com o presidente da Casa, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Para ser aprovada, serão necessários, pelo menos, 308 votos favoráveis dos 513 deputados. Se isso ocorrer, a PEC seguirá para o Senado onde precisará ser aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois, em dois turnos, pelo plenário. É o mesmo caminho percorrido por outra PEC, a 196 de 2012, que acaba com o voto secreto nos casos de cassação, aprovada pelos senadores, mas encontra resistências na Câmara.

A decisão dos líderes partidários de retomar a votação da PEC 349 é uma tentativa de resgatar a imagem da Câmara após o constrangimento criado com a manutenção do mandato do deputado Natan Donandon (sem partido–RO), na semana passada. Preso na Penitenciária da Papuda, Donadon foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal a mais de 13 anos de prisão, por formação de quadrilha e peculato.

“Antes tarde do que nunca. Se passou sete anos dormitando nas gavetas da Câmara, por que não tirá-la da gaveta hoje? Acho que temos que seguir um caminho amplo e nada melhor do que a transparência total e irrestrita. A conjuntura exige isso e vamos trabalhar para aprovar essa PEC hoje à noite”, disse o líder do PT, deputado José Guimarães (CE). Para o líder PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), o fim do voto secreto é uma reivindicação da sociedade. “Abrir o voto secreto para tudo é o que a sociedade espera. Não existe uma meia transparência”, pontuou.

(Agência Brasil)

Infraestrutura logística é tema de congresso em Brasília

Nesta quarta-feira, as perspectivas da infraestrutura e logística de transporte estarão sendo debatidas em Brasília. Mais precisamente durante o XIV Congresso Nacional Intermodal dos Transportadores de Cargas, uma promoção da Associação Brasileira de Logística e Transporte de Carga (ABTC). Profissionais das áreas de transporte, agricultura e indústria estarão reunidos na sede da CNT.

No primeiro painel, “As perspectivas da infraestrutura logística no curto, médio e longo prazos”, haverá representantes da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), da CNT, CNA e CNI . Também será debatido o tema “Investimento em infraestrutura de transporte como indutor do crescimento econômico”. No encerramento, o jornalista Alexandre Garcia falará sobre “Economia e Transporte”.

 

Comentário do Felipão – Ceará X Joinville

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ZLaUgYpaJPM[/youtube]

O jornalista Felipe Araújo fala de suas expectativas para o jogo do Ceará Sporting contra o Joinville, nesta noite de terça-feira, em cidade homônima.

Para Felipão, mesmo com alguns desfalques, o alvinegro, repetindo bons momentos da partida contra o Palmeiras – o placar saiu no empate em dois gols, pode e deve tentar um bom resultado.

Gráfica cearense arrebata vários troféus no Prêmio Nordeste de Excelência

173 1

A gráfica cearense Ocho foi novamente agraciada com vários prêmios na 5ª edição do Premio Nordeste de Excelência Gráfica Nordeste. O evento, realizado no fim de semana, no Recife (PE), reuniu as gigantes deste segmento. A cearense Ocho ganhou 1º Prêmio (lugar) nas categorias:

– Segmento Comercial- Categoria: Convites de Casamento
– Segmento Promocional- Categoria Calendários de Mesa-
– Segmento Promocional- Categoria Calendários de Parede
-Segmento Comercial- Categoria Diplomas- Medalha da Abolição- Governo do Estado do Ceará
– Segmento Comercial- Categoria Cartões de Visita com Efeitos Especiais-
– Segmento Impressão Serigráfica- Categoria Impressão Serigráfica- Convite 15 anos

Em 5 anos do Premio Nordeste de Excelência Gráfica Nordeste a Gráfica OCHO venceu todos os anos em diversas categorias.

 

Ariosto Holanda defende nome de Leônidas Cristino como candidato a governador

164 2

arileo

Ariosto destaca qualidades administrativas de Cristino.

Para o deputado federal Ariosto Holanda (PSB), o melhor nome do seu partido para disputar o Governo em 2014 é o do secretário nacional dos Portos, Leônidas Cristino.

“Ele foi secretário, prefeito, deputado e é ministro dos Portos. Tem experiência administrativa”, diz Ariosto.

No PSB, além de Leônidas, estão como cotados os secretários Mauro Filho (Fazenda) e Ferruccio Feitosa (Copa).

Secretário cidista e dirigentes da Força Sindical recebem Paulo Pereira da Silva

paulinhoo

O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, já está em Fortaleza. Desembarcou agora há pouco, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, e seguiu direto para o Palácio da Abolição, onde vai almoçar com o governador Cid Gomes. Ele garante que atende a um convite do seu amigo, Alexandre Pereira, que preside o PPS estadual, para conversar com Cid. Nada mais adiantou sobre o Partido da Solidariedade que vem articulando no País.

Paulinho da Força foi recepcionado por Alexandre, estavam Raimundo Nonato (Presidente da Força Sindical no Ceara), Carlos Façanha (Vice Presidente da Força no Ceará e presidente do Sindicato da Policia Federal), Herbert Lobo (Secretario-executivo de Cidadania e Direitos Humanos da Prefeitura de Fortaleza), e pelo procurador do Trabalho Gerson Marques.

(Foto – Divulgação do PPS)

O contribuinte se prostra como vítima predileta do ente estatal?

Com o título “Violência fiscal”, eis artigo do professor e advogado Leandro Vasques, que está no O POVO desta terça-feira. Ele aborda o terrorismo fiscal que o Estado faz contra os cidadãos. Confira:

O caro leitor, certamente contribuinte, talvez já tenha sido vítima do verdadeiro clima de terrorismo fiscal que o Estado brasileiro tem imposto à sua população.

Há tempos que o contribuinte se prostra como vítima predileta do ente estatal. Qualquer omissão praticada por um neófito empresário ou por um acanhado comerciante no tocante ao recolhimento de tributos, ou contribuições previdenciárias, tem sido interpretada pelo fisco como ato desejado, intencional, olvidando-se das incontáveis “exceções à regra”. E com a criação do artigo 168-A no Código Penal tal cenário tumultuou-se mais. O artigo preceitua que: “Deixar de repassar à previdência social as contribuições recolhidas dos contribuintes, no prazo e forma legal ou convencional:” o indivíduo estará incurso na sanção de dois a cinco anos de reclusão e multa pecuniária.

E o que é pior. Até operadores do direito, membros do Ministério Público e magistrados têm desprezado a necessidade de demonstração de “dolo específico” (vontade dirigida) do devedor no escopo de lesar os cofres públicos. A par disso pontuou o professor Marcelo Machado Bertoluci: “O ‘deixar de recolher tributos ou contribuições devidas’ pode resultar do propósito puro e simples de não adimplir ou, então, da absoluta impossibilidade material de fazê-lo à míngua de recursos financeiros, ou, talvez, da decisão do contribuinte em utilizar os recursos de que dispõe para efetuar outros pagamentos indispensáveis para que a empresa continue em atividade…” (in O Crime de Omissão de Recolhimento de Tributos e Contribuições: Aspectos Críticos, in Revista de Estudos Tributários nº 14, p.147)

Tal estado de coisas é digno de necessária reflexão. Há aqueles que sonharam em investir numa atividade produtiva e não lograram êxito, perderam o que de seu investiram e ainda se veem sentados no banco dos réus, respondendo a processos criminais, humilhados, necessitando celebrar consórcios para arcarem com os honorários de seus advogados.

Infelizmente assistimos à multiplicação de ações (penais) contra contribuintes que ruíram nos negócios, processos ineficazes, estéreis, inócuos e que só servem para afogar e estrangular a máquina judiciária. Constrangido, o contribuinte convive com o permanente tormento da sombra de uma espada sobre si – alvo frágil do que se tem convencionado dizer como “a ameaça utilitarista da pena criminal para o inadimplente”.

A atmosfera é de terrorismo fiscal, revelada pela perseguição implacável do Estado, traduzindo-se em verdadeira espécie de violência contra o cidadão. Hoje vivemos num país em que assistimos uma novela-espécie de violência, a violência institucionalizada, que é também praticada pelo próprio Estado.

* Leandro Vasques

leandrovasques@leandrovasques.com.br
Advogado criminal, mestre em Direito (UFPE) e professor do Curso de Direito da Unifor.

Marina Park divulga seu Rèveillon no Congresso Brasileiro dos Agentes de Viagem

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=tqAITqhW8ZQ[/youtube]

O diretor do Marina Park Hotel, Eliseu Barros, vai aproveitar o 41º Congresso Brasileiro dos Agentes de Viagem, que começará nesta quarta-feira em São Paulo, para divulgar o seu Réveillon.

O tema será a Copa, de acordo com Eliseu, que espera casa cheia, movido a Chiclete com Banana.

Heitor defende trajetória do presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará

197 3

O deputado estadual Heitor Férrer (PDT) defendeu, com veemência, nesta terça-feira, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa, o presidente do Sindicato dos Médicos do Estado, José Maria Pontes. Heitor, que também é médico, lembrou a trajetória profissional e política de José Maria, garantindo que ele jamais comandaria atos de agressão ou xenofobia contra profissionais da medicina.

José Maria Pontes tem sido acusado, principalmente por setores do PT – partido que o acomodou por vários anos, de ter articulado manifestações contra o Programa Mais Médicos quando da chega dos médicos cubanos à Capital cearense há cerca de 15 dias.

Prefeito de Cedro tenta verbas em Brasília para amenizar quadro da estiagem

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=XVnTL-L_Na8&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

O município de Cedro vive uma situação das mais difíceis por conta da seca. Disse, nesta terça-feira, o prefeito Nilton Diniz, adiantando, no entanto, que, pelo menos, em matéria de questões administrativas, a Prefeitura vai respirar um pouco: conseguiu certidão negativa do INSS.

Nilson Diniz viajou para Brasília em busca de novos recursos como forma de amenizar o quadro econômico de Cedro.